26/05/2020
Por Edilson Silva em Assu, RN, Tempo

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves se aproxima dos 59% da sua capacidade máxima

A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves no Vale do Açu está com 58,50% da sua capacidade total. A informação está contida no Boletim Informativo Diário do Dnocs divulgado nesta segunda-feira, dia 25 de maio.

Isso significa que o volume atual é de 1 bilhão 388 milhões 146 mil 535 metros cúbicos. Desde o dia 16 de fevereiro o reforço hídrico foi de 872 milhões 929 mil 525 metros cúbicos resultando na elevação do seu nível de água em 08 metros e 86 centímetros.

Para sangrar faltam 06 metros e 32 centímetros. Nas últimas 24 horas a elevação registrada pelo Dnocs no reservatório foi de 05 centímetros o que representa um reforço de 6 milhões 435 mil e 01 metro cúbico.

Assú Todo Dia


26/05/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Policial

MPF pede condenação de SBT, Sílvio Santos e União pelo quadro “Miss Infantil”

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com Ação Civil Pública (ACP) contra o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) e Sílvio Santos pelo quadro “Miss Infantil” no programa do apresentador e proprietário da emissora. A União também é ré pela omissão em fiscalizar a concessão do serviço público de televisão. A competição, que foi ao ar em setembro de 2019, exibiu meninas de sete a dez anos de forma erotizada, em roupas de banho e com perguntas e comentários de teor sexual do apresentador.

De forma liminar, o MPF pede, como efetivação do direito de resposta, a exibição de programa educativo sobre a vulnerabilidade biopsicológica de crianças e adolescentes e os riscos da adultização e sexualização precoces. O programa deve ter o mesmo tempo e repetições da competição infantil, sob pena de multa diária de R$ 100 mil. A ACP também quer indenização de R$ 1 milhão por danos morais coletivos, pagos pela emissora, pelo apresentador e pela União, que deve ser revertido para o Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente (FNCA).

O procurador da República Camões Boaventura, autor da ação, ressalta que a Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente conferem absoluta prioridade na proteção desse grupo de vulneráveis. “A veiculação de programa que expõe crianças a situações vexatórias, sexualizando, erotizando e ridicularizando sua imagem viola, frontalmente, o plexo normativo (…). Viola, ainda, as diretrizes constitucionais acerca da comunicação social”, explica. Para o procurador, o quadro “além de violar diretamente a dignidade das crianças que participaram (…) ou acompanharam o programa na condição de espectadores, violou a dignidade, a imagem e a honra de todas as crianças e adolescentes”.

A ACP tramita na 4a Vara da Justiça Federal no Rio Grande do Norte sob o nº 0803353-58.2020.4.05.8400.

Exposição vexatória – Durante o “Miss infantil”, Sílvio Santos se dirigiu diretamente às crianças com perguntas como “Você vai crescer assim toda exibida como você é?” e “Por que botaram lacinho na sua cabeça? Você não se sente mais infantil com lacinho na cabeça? Quem botou? Fala sério. Fala pra sua mãe que isso aí é coisa de criancinha”. O quadro não é um episódio isolado, mas parte de uma conduta reiterada do apresentador ao interagir com crianças em seu programa. Em 2016, um vídeo em que ele perguntou a uma menina se ela preferia “sexo, poder ou dinheiro” teve grande repercussão.

Prejuízos – A ação também se baseia em representação do Instituto Alana, especialista na relação entre mídia e infância. De acordo com o instituto, estudos demonstram que a erotização e objetificação de meninas diminuem a confiança e o conforto delas com seu corpo, levando à formação de emoções negativas como vergonha, ansiedade e auto-repugnância.


26/05/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Economia

INSCRIÇÃO: SEBRAE/Caicó busca crédito para MEI’s, pequenos e médios negócios junto ao Banco do Nordeste

Vamos falar sobre Crédito com o BNB? O SEBRAE/RN e o BNB irão se reunir para sanar todas as suas dúvidas. Conheça as principais linhas de crédito do BNB.

Data: 26.05.2020 (terça-feira)
Horário: 19h
Transmissão: Pela ferramenta Cisco Webex

Ficou interessado?
Faça sua inscrição gratuita!
Inscreva-se no link: https://forms.gle/snyDXnbVFi6LCg8v7

2h antes do evento encaminharemos o link de transmissão por email e/ou WhatsApp.

Vagas limitadas!


26/05/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, RN

Emparn prevê semana com chuvas no interior RN

Na imagem Jucurutu – Foto: Edilson Silva

O Rio Grande do Norte deve ter ocorrência de um volume maior de chuvas até a próxima quarta-feira (27), tanto no interior quanto nas regiões Leste e Agreste do estado. A previsão foi divulgada, nesta segunda-feira (25), pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn).

“Mesmo estando no final do seu período, as chuvas continuarão acontecendo entre segunda-feira e quarta-feira. A partir de quinta-feira elas deverão apresentar redução na região. Para o litoral Leste e Agreste, as condições de chuvas mais significativas também acontecerão até a quarta-feira, depois disso, no restante da semana, serão de menor intensidade e quantidade”, explicou o chefe da Unidade Instrumental de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

De acordo com o órgão, as temperaturas deverão variar entre mínima de 22º C e a máxima de 29º C, no litoral. No interior, nas áreas serranas, as temperaturas estarão entre 20º C a 28º C; e nas demais áreas, as temperaturas máximas não deverão ultrapassar os 34º C, como em Pau dos Ferros, Mossoró e a região do Seridó em geral.

RN teve fim de semana marcado por chuva, raios e trovões

Ainda nesta segunda-feira (25), a Emparn publicou o levantamento sobre o as chuvas que aconteceram em boa parte dos municípios do RN no último fim de semana. O órgão também registrou a ocorrência de raios e trovões.

“Esses fenômenos foram influenciados pela associação entre as boas condições do oceano Atlântico Sul, a alta pressão melhor localizada, com ventos de leste/sudeste sobre o litoral nordestino, além das águas mais aquecidas próximo do litoral. Tudo isso favoreceu para formação de nuvens do tipo cúmulos nimbos, responsáveis pelas descargas elétricas e trovoadas”, explicou Bristot.

Segundo o boletim pluviométrico da Emparn, foram registradas chuvas em 99 postos de monitoramento localizados no estado potiguar. As precipitações aconteceram em todas as regiões, com os maiores volumes registrados, por região, em Coronel Ezequiel (Agreste) com 100,2 mm, São Francisco do Oeste (Oeste) com 92,8 milímetros (mm), Montanhas (Leste) com 86,6mm e Acari (Central) com 52,9mm. Em Natal, choveu 78,4mm.

O levantamento foi feito no período entre sexta-feira (22), às 7h, e esta segunda-feira (25) no mesmo horário.


26/05/2020
Por Edilson Silva em Religião, RN

Nota dos Bispos da Província Eclesiástica de Natal

Nós, Bispos da Província Eclesiástica de Natal (Arquidiocese de Natal, Diocese de Mossoró e Diocese de Caicó), reunidos remotamente, nesta segunda-feira, dia 25 de maio de 2020, em espírito de comunhão fraterna e eclesial; atentos à realidade e a dureza dos fatos e dos números, no que se refere à pandemia do coronavírus; sensíveis aos apelos do Povo fiel católico; e movidos pelo dever de zelar e promover a vida humana, exortamos mais uma vez ao povo potiguar para que permaneça empenhado no cumprimento da recomendação de isolamento social.

Deste modo, reafirmamos a determinação para que nossas igrejas (catedrais, matrizes e capelas) permaneçam fechadas, até que tenhamos condições de dispor em contrário.

O penoso tempo que atravessamos e as restrições que nos impõem distanciamento físico trazem sofrimento ao nosso coração de Pastor e isto nos ajuda a compreendermos ainda melhor a dor da nossa gente.

Exortamos, pois, aos nossos colaboradores padres, aos fiéis católicos e a todas as pessoas de boa vontade a permanecerem firmes na esperança.

Rogamos a Nossa Senhora da Apresentação, Santa Luzia e a Senhora Sant’Ana, padroeiras destas nossas igrejas particulares, para que intercedam por nós, neste momento de maior dificuldade, junto a Jesus, nosso Senhor e Salvador.

Natal (RN), 25 de maio de 2020.

Dom Jaime Vieira Rocha
Arcebispo Metropolitano de Natal

Dom Mariano Manzana
Bispo Diocesano de Mossoró

Dom Antônio Carlos Cruz Santos
Bispo Diocesano de Caicó


25/05/2020
Por Edilson Silva em Economia

Sebrae debate Pronampe e ampliação do crédito para os pequenos negócios

O Sebrae realizou nesta quinta-feira (21) um debate sobre a Lei 13.999 (que criou o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte – Pronampe) e a questão do crédito para os pequenos negócios no Brasil durante a crise. O encontro, realizado por meio do canal do Sebrae no YouTube, teve as participações do presidente do Sebrae, Carlos Melles; do secretário Especial de Produtividade Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa; dos senadores Kátia Abreu e Jorginho Mello; do presidente da Associação Brasileira dos Sebrae/Estaduais (Abase), Cláudio Mendonça, e do presidente da Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), George Pinheiro.

Na ocasião, o senador Jorginho Mello, autor do projeto que deu origem à Lei, comentou que a ideia vinha sendo gestada há anos, muito antes da crise do coronavírus. Nunca teve dinheiro para o pequeno empresário em banco. Não passa do cadastro”, afirmou o senador. Ele ressaltou que os donos desses negócios vivem “vendendo almoço para comprar o jantar”, sempre em uma situação limite e se – diante dessa pandemia – eles não tiverem ajuda rapidamente, vão desaparecer. O senador questionou a dificuldade dos bancos em efetivamente liberarem recursos para os empreendedores: “A caixa d’água está cheia, mas a torneira está entupida”. E complementou: “Será que os bancos não vão se interessar por uma operação onde o governo vai bancar 85% do valor do crédito?”.

A senador Kátia Abreu, relatora do projeto de Lei no Senado, destacou a importância das micro e pequenas empresas para a economia do país, na geração de emprego formal e renda, mas registrou que grande parte delas têm pouca sobrevida em razão da falta de competitividade, da falta de capacitação em gestão e da dificuldade de acesso a crédito. “Entre 2014 e 2020, a carteira de crédito ativo dos bancos para as pequenas empresas encolheu 46%”, comentou a senadora, a respeito da redução do volume de empréstimos bancários para pequenos negócios.

“A grande diferença agora é que a União entra como fundo garantidor e assegura a operação de crédito”, destacou Kátia Abreu. Com isso, segundo a senadora, o fundo de R$ 15,9 bilhões tem condições de gerar R$ 100 bilhões em crédito, onde os empresários vão poder obter até 30% do seu faturamento em 2019, com juros em torno de 3,75%, carência de oito meses e 36 meses de prazo para pagamento. A senadora destacou ainda a iniciativa do Congresso, Banco Central e Sepec de criar um instrumento de monitoramento – que apelidou de “Emprestômetro” – para medir o real volume de crédito disponibilizado às pequenas empresas.

Por sua vez, o secretário Especial de Produtividade Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, saudou a aprovação do Pronampe como a inauguração de uma nova era para a pequena empresa. “Nós já havíamos feito as mudanças trabalhistas e de simplificação dos impostos, mas faltava facilitar o acesso ao crédito. E o Pronampe atende à necessidade do empreendedor, com tudo o que é necessário para que o crédito chegue até ele, efetivamente”, destaca o secretário. “Assim como o Pronaf funciona bem e já é um instrumento reconhecido pelo produtor da agricultura familiar, o Pronampe vai resolver o maior problema do dono do pequeno negócio”, ressaltou Carlos Da Costa. Segundo ele, os próximos passos para a conclusão do processo e início da operação já foram dados. A conclusão da MP do Crédito Extraordinário, que deve reduzir em três semanas o tempo de regulamentação do Fundo de Garantia de Operações (FGO); e os testes que já estão sendo realizados pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica para colocar o sistema de operação do crédito em funcionamento.

A importância da criação do Pronampe, que se junta ao Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), gerido pelo Sebrae, no esforço de ampliação do volume de crédito disponível para os pequenos negócios, foi ressaltada pelo presidente do Sebrae, Carlos Melles. “A crise tornou mais agudo o acesso a crédito pelas pequenas empresas no Brasil. No momento em que os empresários enfrentam queda de 60% das suas receitas, nós nos preocupamos porque o Fampe, com quase R$ 1 bilhão, ainda não consegue cumprir o propósito para o qual foi criado”, observou Melles. Segundo o presidente do Sebrae, a ideia é que o Fampe, articulado com o Pronampe, possa – de fato – alavancar o crescimento do volume de operações de crédito para as micro e pequenas empresas no país.

Descentralização

O presidente da Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), George Pinheiro, destacou a dificuldade que as pequenas empresas enfrentam para conseguir acessar os recursos disponibilizados pelo governo e disse que as associações comerciais podem ser uma ponte para os empreendedores. George Pinheiro ressaltou a importância de descentralizar a operação do Pronampe, incluindo além das instituições bancárias, as fintechs e as operadoras de cartões de crédito que, segundo o presidente da CACB, conseguem fazer com que os empréstimos cheguem onde são necessários.

Cláudio Mendonça, presidente da Associação Brasileira dos Sebrae/Estaduais (Abase), abordou o papel dos Sebrae estaduais na orientação e apoio aos pequenos negócios, para assegurar que as empresas consigam acessar os recursos disponíveis. “No momento em que as pesquisas do Sebrae mostram que 89% dos pequenos negócios tiveram queda nas receitas e que – na contramão – 86% deles tentaram crédito e não conseguiram, esse novo fundo de R$ 15,9 bilhões, previsto pelo Pronampe, chega na hora certa. O crédito é a única alternativa para os pequenos negócios enfrentarem a crise”, comenta Cláudio Mendonça.

O que é o Pronampe?

O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) é um programa de governo destinado ao desenvolvimento e ao fortalecimento dos pequenos negócios. Foi instituído pela Lei nº 13.999, de 18 de maio de 2020.

O Programa é destinado aos microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. Os interessados devem primeiro procurar a instituição financeira com a qual mantêm relacionamento bancário para saber se estão operando linha de crédito do Pronampe. Caso não esteja, recomenda-se pesquisar quais instituições estão atuando com o programa. O Sebrae está mapeando as instituições operadoras para disponibilizar em breve. A fonte de recursos para operar o Programa, que prevê a liberação de até R$ 15,9 bilhões para garantir as operações, é das próprias instituições financeiras. A normatização do Pronampe deve ocorrer na próxima semana.

https://www.facebook.com/sebrae/videos/234571497836671/


25/05/2020
Por Edilson Silva em Parnamirim, Tempo

Parnamirim: Raio atinge hospital Deoclécio Marques de Lucena

Durante as chuvas ocorridas no final de semana, uma queda de raio foi registrada no hospital regional Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, por volta do meio-dia do domingo (24).

A direção do hospital confirmou a informação por meio de nota e informou que, apesar de o prédio não possuir para-raios, a descarga não danificou a estrutura do local e também não machucou ninguém.

As imagens de um vídeo que circulam nas redes sociais mostram partes da estrutura do telhado e da fachada do hospital caídas ao chão, assim como estilhaços de vidros, de acordo com as informações da Secretaria de Estado de Saúde Pública do estado (Sesap), foram as portas de vidro que caíram com a forte ventania ocorrida durante as chuvas.

A Sesap informou que a direção do hospital aguarda a empresa contratada retornar às atividades para restaurá-las.

Fundado em 2004, o hospital Deoclécio Marques atende serviços de urgência e emergência clínica, cirúrgica e pediátrica. Também é usado como hospital escola pela Universidade Potiguar (UnP) e pela escola de Ensino Médio de Enfermagem.


25/05/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Religião

Paróquia de São Sebastião em Jucurutu realizará Live Mariana

Em alusão ao encerramento do Mês Mariano, a Paróquia de São Sebastião de Jucurutu irá presentear os devotos e devotas de Nossa Senhora com um musical em honra a Mãe de Jesus.

A iniciativa acontece por ocasião das Igrejas estarem fechadas seguindo os decretos neste período de Covid-19. Dessa forma a mensagem musical será transmitida via internet por meio das mídias sociais da Paróquia no Facebook e YouTube e pela Rádio Comunitária de Jucurutu.

Acompanhe neste sábado, 30 de Maio às 19h.


25/05/2020
Por Edilson Silva em Saúde

OMS suspende testes com a cloroquina para tratamento da Covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta segunda-feira (25) a decisão de suspender “temporariamente” os testes com a cloroquina e a hidroxicloroquina para o tratamento da Covid-19.

A medida foi tomada por preocupações com a segurança do remédio, após a divulgação de um grande estudo, com 96 mil pacientes, publicado pela revista científica “The Lancet” na última sexta-feira (22).

Na pesquisa, foi constatado que, além de não ter eficácia comprovada na cura da Covid-19, os dois medicamentos aumentavam a chance dos pacientes morrerem ou terem arritmias cardíacas graves.

“Os autores relataram que, entre pacientes com a Covid-19 que usaram a droga, houve uma maior taxa de mortalidade”, informou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A decisão, tomada no âmbito da iniciativa internacional Solidariedade, agora vai estudar todos os dados disponíveis para verificar a suspensão total ou a retomada do uso da droga para os casos de Covid-19.

O líder da OMS, no entanto, voltou a ressaltar que tanto a cloroquina como a hidroxicloroquina são seguras para seus usos já consolidados e estudados, como nos casos de malária, lúpus e outras doenças autoimunes. Ou seja, a suspensão é apenas voltada para os casos de pacientes que contraíram o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Para acelerar a cura da Covid-19, diversos medicamentos já usados para tratamento de outras enfermidades estão sendo testados em pacientes que contraíram o vírus. Além da cloroquina e da hidroxicloroquina, são usados antirretrovirais, como o remdesivir, e a heparina.

(Agência Italiana de Notícias – ANSA)


25/05/2020
Por Edilson Silva em Cursos, Religião

PASCOM do Regional NE2 anuncia programação para Semana da Comunicação

A Pastoral da Comunicação do Regional NE2 da CNBB tem a alegria de anunciar a programação para a sua Semana da Comunicação. O Dia Mundial das Comunicações Sociais, celebrado no domingo da Ascenção do Senhor é um convite da Igreja para todos nós fazermos uma reflexão sobre o que ela pensa, como se movimenta e como faz uso da comunicação e de seus meios para anunciar Jesus Cristo.

A formação que pensamos para o Regional é um verdadeiro presente para todos os agentes da Pascom: aqueles que caminham conosco há mais tempo e os que se juntaram a nós nos últimos tempos. Que Maria Santíssima nos abençoe e nos ajude a tecer a História da Salvação em nossa ação pastoral. Esperamos vocês!

#54DMCS #RegionalCNBBNE2 #comunicação #pascom #pascomNE2 #pandemia


25/05/2020
Por Edilson Silva em Seridó, Tempo

Seridó teve chuva de 130 milímetros no domingo (24); Veja os registros

O radialista Djalma Mota, que apresenta todas as manhãs na Rádio Rural FM de Caicó, o programa Violeiros do Seridó, divulga todos os dias, os registros de chuvas que os ouvintes que tem pluviômetro em casa, informam

Os registros abaixo são das chuvas registradas domingo (24) e divulgadas nesta segunda-feira (25).

Confira:

BAIRRO BARRA NOVA/CAICÓ – 35mm

BAIRRO WALFREDO GURGEL/CAICÓ – 22mm

BAIRRO RECREIO/CAICÓ – 17mm

AVENIDA RIO BRANCO (IV REGIONAL) / CAICÓ – 27mm

BAIRRO PARAÍBA/CAICÓ – 14mm

BAIRRO PENEDO/CAICÓ – 14,4mm

BAIRRO MAYNARD/CAICÓ – 16mm

SÍTIO PITOMBEIRA/CAICÓ – 14mm

SÍTIO MACAMBIRA/CAICÓ – 30mm

SÍTIO RIACHO/SABUGI/CAICÓ – 07mm

GRANJA SANTA ISABEL (RIO SABUGI) CAICÓ – 50mm

SÍTIO VÁRZEA REDONDA/CAICÓ – 41mm

VILA II/SABUGI/CAICÓ – 30mm

DISTRITO PALMA/CAICÓ – 05mm

BARRA DA ESPINGARDA/CAICÓ – 10mm

SÍTIO UMARI/CAICÓ – 10mm / 15mm

SÍTIO MIGUEL/CAICÓ – 50mm

SÍTIO INÁCIO/CAICÓ – 93mm

SÍTIO PAU D’ARCO/CAICÓ – 58mm

SÍTIO SÃO NICOLAU/CAICÓ – 30mm

SÍTIO RIACHÃO CAICÓ – 90mm

SÍTIO CARIDADE/CAICÓ -90mm

SÍTIO SERROTE AGUDO/CAICÓ – 61mm

FAZENDA SÃO JOSÉ/LAGINHAS/CAICÓ – 30mm

DISTRITO LAGINHAS/CAICÓ – 50mm

SÍTIO PIATÓ/CAICÓ – 05mm

SÍTIO CARRAPATEIRA/CAICÓ – 12mm

SÍTIO VALENTIM GOMES/SÃO JOÃO DO SABUGI – 21mm

FAZENDA FEITOSA/SÃO JOÃO DO SABUGI – 08mm

SÍTIO JERUSALÉM/SÃO JOÃO DO SABUGI – 20mm

SÃO JOÃO DO SABUGI/RN – 23mm

IPUEIRA/RN – 15mm

SÍTIO PINTADO/TIMBAÚBA DOS BATISTAS – 20mm

TIMBAÚBA DOS BATISTAS/RN – 22mm

SÍTIO PITOMBEIRA/SERRA NEGRA – 09mm

SÍTIO FLORESTA/SERRA NEGRA – 40mm

SÍTIO ANGICOS/SERRA NEGRA – 30mm

LAGOA DA SERRA/SERRA NEGRA DO NORTE – 18mm

SÍTIO BARRA DA MANIÇOBA/SERRA NEGRA – 12mm

SÍTIO ALECRIM/SERRA NEGRA – 17,5mm

SÍTIO SARNA/SERRA NEGRA – 20mm

SÍTIO GARCIA/SÃO FERNANDO – 85mm

SÍTIO RAMADA/SÃO FERNANDO – 62mm

SÍTIO SÃO JERÔNIMO/SÃO FERNANDO -120mm

SÍTIO SANTA CLARA/SÃO FERNANDO – 118mm

SÍTIO CRUZ/SÃO FERNANDO – 130mm

SÍTIO SERROTE/SÃO FERNANDO – 20mm

GRANJA LARANJEIRA/SÃO FERNANDO – 24mm

SÍTIO UMARIZEIRO/SÃO FERNANDO – 50mm

SÃO FERNANDO/RN – 33,5mm

SÍTIO JUAZEIRO/JARDIM DE PIRANHAS – 59mm

SÍTIO FECHADO/JARDIM DE PIRANHAS – 100mm

SITIO SANTA CRUZ/JARDIM DE PIRANHAS – 125mm

SÍTIO BATALHA/JARDIM DE PIRANHAS – 41 mm / 55mm

SÍTIO EXTREMA/JARDIM DE PINHARAS – 27mm

SÍTIO PIEDADE/JARDIM DE PIRANHAS – 25mm

TERCEIRA MORADA/JERDIM DE PIRANHAS – 32mm

BAIRRO SÃO JOSÉ/JARDIM DE PIRANHAS/RN – 25mm

SÍTIO LOCA/JUCURUTU – 78mm

SÍTIO SOLEDADE/JUCURUTU – 40mm

SÍTIO SÃO BENTO/JUCURUTU – 28mm

SÍTIO ESTREITO/JUCURUTU – 90mm

SÍTIO RIACHO DE SANTANA/JUCURUTU – 100mm

SÍTIO ANGICOS/JUCURUTU – 90mm

SERRA DE JOÃO DO VALE/JUCURUTU – 100mm

SÍTIO BAIXIO/JUCURUTU – 100mm

SÍTIO JUCURI/FLORÂNIA – 30mm

ASSENTAMENTO JOÃO DA CRUZ/FLORÂNIA – 25mm

SÃO JOSÉ DO SERIDÓ/RN – 10mm

ALTO DA USINA/JARDIM DO SERIDÓ – 20mm

JARDIM DO SERIDÓ/RN – 14mm

SÍTIO SÃO ROQUE/OURO BRANCO – 78mm

BAIRRO PETRÓPOLIS/ACARI/RN – 25mm

CURRAIS NOVOS/RN – 40mm

SÍTIO LOGRADOURO/CAMPO GRANDE/RN – 27mm

SÍTIO TRINCHEIRA/MESSIAS TARGINO – 78mm

BARRA DE CIMA/SÃO BENTO/PB – 30mm

SÍTIO BIQUEIRÃO/SÃO BENTO/PB – 08mm

SÍTIO MUCAMBO/S. JOSÉ DO BREJO DO CRUZ/PB – 70mm

SÃO JOSÉ DO BREJO DO CRUZ/PB – 65mm

FAZENDA SANTA CASA/B. BREJO DO CRUZ – 50mm

SÍTIO SANTA LUZIA/B. BRJO DO CRUZ – 70mm / 90mm

SÍTIO BRAZ FÉLIX/B. BREJO DO CRUZ – 90mm


25/05/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política, Religião

Assassino de Daniela Perez, Guilherme de Pádua vai à manifestação pró-Bolsonaro

UOL – O atual pastor postou um vídeo no Instagram ao lado da mulher. Os dois usavam máscaras com a bandeira do Brasil no rosto. “Estamos aqui no Congresso Nacional, indo ali para a manifestação em prol do Brasil. Brasil precisa mudar, esses políticos corruptos. Se Deus quiser o Brasil vai mudar”, falou.


25/05/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Classificados

Jucurutu: Ofertas do SUPERMERCADO FLORACI – Rede Seridó

Ofertas é no SUPERMERCADO FLORACI – Rede Seridó.

O Seridó compra e economiza aqui!


25/05/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Serra de João do Vale na zona rural de Jucurutu registra chuva de 100mm

Foto: Edilson Silva

O fim de semana foi de chuva em vários municípios da região do Seridó. Na zona rural de Caicó ela chegou a 120 mm, no sítio Caridade.

Confira alguns registros :

Sítio Riachão, zona rural de Caicó – 90 mm

Serra de João do Vale, Chã dos Félix, zona rural de Jucurutu – 100mm

Sítio Caridade , zona rural de Caicó – 120 mm

Sitio São Jerônimo em São Fernando – 100 mm

Sítio Besta Brava/São Fernando – 98mm.


24/05/2020
Por Edilson Silva em Religião

Mensagem para o 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais

Propomos na íntegra a Mensagem do Papa Francisco para o 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais.

« “Para que possas contar e fixar na memória” (Ex 10, 2).
A vida faz-se história 
»

Desejo dedicar a Mensagem deste ano ao tema da narração, pois, para não nos perdermos, penso que precisamos de respirar a verdade das histórias boas: histórias que edifiquem, e não as que destruam; histórias que ajudem a reencontrar as raízes e a força para prosseguirmos juntos. Na confusão das vozes e mensagens que nos rodeiam, temos necessidade duma narração humana, que nos fale de nós mesmos e da beleza que nos habita; uma narração que saiba olhar o mundo e os acontecimentos com ternura, conte a nossa participação num tecido vivo, revele o entrançado dos fios pelos quais estamos ligados uns aos outros.

1. Tecer histórias

O homem é um ente narrador. Desde pequenos, temos fome de histórias, como a temos de alimento. Sejam elas em forma de fábula, romance, filme, canção, ou simples notícia, influenciam a nossa vida, mesmo sem termos consciência disso. Muitas vezes, decidimos aquilo que é justo ou errado com base nos personagens e histórias assimiladas. As narrativas marcam-nos, plasmam as nossas convicções e comportamentos, podem ajudar-nos a compreender e dizer quem somos.

O homem não só é o único ser que precisa de vestuário para cobrir a própria vulnerabilidade (cf. Gn 3, 21), mas também o único que tem necessidade de narrar-se a si mesmo, «revestir-se» de histórias para guardar a própria vida. Não tecemos apenas roupa, mas também histórias: de facto, servimo-nos da capacidade humana de «tecer» quer para os tecidos, quer para os textos. As histórias de todos os tempos têm um «tear» comum: a estrutura prevê «heróis» – mesmo do dia-a-dia – que, para encalçar um sonho, enfrentam situações difíceis, combatem o mal movidos por uma força que os torna corajosos, a força do amor. Mergulhando dentro das histórias, podemos voltar a encontrar razões heroicas para enfrentar os desafios da vida.

O homem é um ente narrador, porque em devir: descobre-se e enriquece-se com as tramas dos seus dias. Mas, desde o início, a nossa narração está ameaçada: na história, serpeja o mal.

2. Nem todas as histórias são boas

«Se comeres, tornar-te-ás como Deus» (cf. Gn 3, 4): esta tentação da serpente introduz, na trama da história, um nó difícil de desfazer. «Se possuíres…, tornar-te-ás…, conseguirás…»: sussurra ainda hoje a quem se utiliza do chamado storytelling para fins instrumentais. Quantas histórias nos narcotizam, convencendo-nos de que, para ser felizes, precisamos continuamente de ter, possuir, consumir. Quase não nos damos conta de quão ávidos nos tornamos de bisbilhotices e intrigas, de quanta violência e falsidade consumimos. Frequentemente, nos «teares» da comunicação, em vez de narrações construtivas, que solidificam os laços sociais e o tecido cultural, produzem-se histórias devastadoras e provocatórias, que corroem e rompem os fios frágeis da convivência. Quando se misturam informações não verificadas, repetem discursos banais e falsamentepersuasivos, percutem com proclamações de ódio, está-se, não a tecer a história humana, mas a despojar o homem da sua dignidade.

Mas, enquanto as histórias utilizadas para proveito próprio ou ao serviço do poder têm vida curta, uma história boa é capaz de transpor os confins do espaço e do tempo: à distância de séculos, permanece atual, porque nutre a vida.

Numa época em que se revela cada vez mais sofisticada a falsificação, atingindo níveis exponenciais (o deepfake), precisamos de sapiência para patrocinar e criar narrações belas, verdadeiras e boas. Necessitamos de coragem para rejeitar as falsas e depravadas. Precisamos de paciência e discernimento para descobrirmos histórias que nos ajudem a não perder o fio, no meio das inúmeras lacerações de hoje; histórias que tragam à luz a verdade daquilo que somos, mesmo na heroicidade oculta do dia a dia.

3. A História das histórias

A Sagrada Escritura é uma História de histórias. Quantas vicissitudes, povos, pessoas nos apresenta! Desde o início, mostra-nos um Deus que é simultaneamente criador e narrador: de facto, pronuncia a sua Palavra e as coisas existem (cf. Gn 1). Deus, através deste seu narrar, chama à vida as coisas e, no apogeu, cria o homem e a mulher como seus livres interlocutores, geradores de história juntamente com Ele. Temos um Salmo onde a criatura se conta ao Criador: «Tu modelaste as entranhas do meu ser e teceste-me no seio de minha mãe. Dou-Te graças por me teres feito uma maravilha estupenda (…). Quando os meus ossos estavam a ser formados, e eu, em segredo, me desenvolvia, recamado nas profundezas da terra, nada disso Te era oculto» (Sal 139/138, 13-15). Não nascemos perfeitos, mas necessitamos de ser constantemente «tecidos» e «recamados». A vida foi-nos dada como convite a continuar a tecer a «maravilha estupenda» que somos.

Neste sentido, a Bíblia é a grande história de amor entre Deus e a humanidade. No centro, está Jesus: a sua história leva à perfeição o amor de Deus pelo homem e, ao mesmo tempo, a história de amor do homem por Deus. Assim, o homem será chamado, de geração em geração, a contar e fixar na memória os episódios mais significativos desta História de histórias: os episódios capazes de comunicar o sentido daquilo que aconteceu.

O título desta Mensagem é tirado do livro do Êxodo, narrativa bíblica fundamental que nos faz ver Deus a intervir na história do seu povo. Com efeito, quando os filhos de Israel, escravizados, clamam por Ele, Deus ouve e recorda-Se: «Deus recordou-Se da sua aliança com Abraão, Isaac e Jacob. Deus viu os filhos de Israel e reconheceu-os» (Ex 2, 24-25). Da memória de Deus brota a libertação da opressão, que se verifica através de sinais e prodígios. E aqui o Senhor dá a Moisés o sentido de todos estes sinais: «Para que possas contar e fixar na memória do teu filho e do filho do teu filho (…) os meus sinais que Eu realizei no meio deles. E vós conhecereis que Eu sou o Senhor» (Ex 10, 2). A experiência do Êxodo ensina-nos que o conhecimento de Deus se transmite sobretudo contando, de geração em geração, como Ele continua a tornar-Se presente. O Deus da vida comunica-Se, narrando a vida.

O próprio Jesus falava de Deus, não com discursos abstratos, mas com as parábolas, breves narrativas tiradas da vida de todos os dias. Aqui a vida faz-se história e depois, para o ouvinte, a história faz-se vida: tal narração entra na vida de quem a escuta e transforma-a.

Também os Evangelhos – não por acaso – são narrações. Enquanto nos informam acerca de Jesus, «performam-nos»[1] à imagem de Jesus, configuram-nos a Ele: o Evangelho pede ao leitor que participe da mesma fé para partilhar da mesma vida. O Evangelho de João diz-nos que o Narrador por excelência – o Verbo, a Palavra – fez-Se narração: «O Filho unigénito, que é Deus e está no seio do Pai, foi Ele quem O contou» (1, 18). Usei o termo «contou», porque o original exeghésato tanto se pode traduzir «revelou» como «contou». Deus teceu-Se pessoalmente com a nossa humanidade, dando-nos assim uma nova maneira de tecer as nossas histórias.

4. Uma história que se renova

A história de Cristo não é um património do passado; é a nossa história, sempre atual. Mostra-nos que Deus tomou a peito o homem, a nossa carne, a nossa história, a ponto de Se fazer homem, carne e história. E diz-nos também que não existem histórias humanas insignificantes ou pequenas. Depois que Deus Se fez história, toda a história humana é, de certo modo, história divina. Na história de cada homem, o Pai revê a história do seu Filho descido à terra. Cada história humana tem uma dignidade incancelável. Por isso, a humanidade merece narrações que estejam à sua altura, àquela altura vertiginosa e fascinante a que Jesus a elevou.

Vós «sois uma carta de Cristo – escrevia São Paulo aos Coríntios –, confiada ao nosso ministério, escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo; não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne que são os vossos corações» (2 Cor 3, 3). O Espírito Santo, o amor de Deus, escreve em nós. E, escrevendo dentro de nós, fixa em nós o bem, recorda-no-lo. De facto, re-cordar significa levar ao coração, «escrever» no coração. Por obra do Espírito Santo, cada história, mesmo a mais esquecida, mesmo aquela que parece escrita em linhas mais tortas, pode tornar-se inspirada, pode renascer como obra-prima, tornando-se um apêndice de Evangelho. Assim as Confissões de Agostinho, o Relato do Peregrino de Inácio, a História de uma alma de Teresinha do Menino Jesus, os Noivos prometidos (Promessi sposi) de Alexandre Manzoni, os Irmãos Karamazov de Fiódor Dostoevskij… e inumeráveis outras histórias, que têm representado admiravelmente o encontro entre a liberdade de Deus e a do homem. Cada um de nós conhece várias histórias que perfumam de Evangelho: testemunham o Amor que transforma a vida. Estas histórias pedem para ser partilhadas, contadas, feitas viver em todos os tempos, com todas as linguagens, por todos os meios.

5. Uma história que nos renova

Em cada grande história, entra em jogo a nossa história. Ao mesmo tempo que lemos a Escritura, as histórias dos Santos e outros textos que souberam ler a alma do homem e trazer à luz a sua beleza, o Espírito Santo fica livre para escrever no nosso coração, renovando em nós a memória daquilo que somos aos olhos de Deus. Quando fazemos memória do amor que nos criou e salvou, quando metemos amor nas nossas histórias diárias, quando tecemos de misericórdia as tramas dos nossos dias, nesse momento estamos a mudar de página. Já não ficamos atados a lamentos e tristezas, ligados a uma memória doente que nos aprisiona o coração, mas, abrindo-nos aos outros, abrimo-nos à própria visão do Narrador. Nunca é inútil narrar a Deus a nossa história: ainda que permaneça inalterada a crónica dos factos, mudam o sentido e a perspetiva. Narrarmo-nos ao Senhor é entrar no seu olhar de amor compassivo por nós e pelos outros. A Ele podemos narrar as histórias que vivemos, levar as pessoas, confiar situações. Com Ele, podemos recompor o tecido da vida, cosendo as ruturas e os rasgões. Quanto nós, todos, precisamos disso!

Com o olhar do Narrador – o único que tem o ponto de vista final –, aproximamo-nos depois dos protagonistas, dos nossos irmãos e irmãs, atores juntamente connosco da história de hoje. Sim, porque ninguém é mero figurante no palco do mundo; a história de cada um está aberta a possibilidades de mudança. Mesmo quando narramos o mal, podemos aprender a deixar o espaço à redenção; podemos reconhecer, no meio do mal, também o dinamismo do bem e dar-lhe espaço.

Por isso, não se trata de seguir as lógicas do storytelling, nem de fazer ou fazer-se publicidade, mas de fazer memória daquilo que somos aos olhos de Deus, testemunhar aquilo que o Espírito escreve nos corações, revelar a cada um que a sua história contém maravilhas estupendas. Para o conseguirmos fazer, confiemo-nos a uma Mulher que teceu a humanidade de Deus no seio e – diz o Evangelho – teceu conjuntamente tudo o que Lhe acontecia. De facto, a Virgem Maria tudo guardou, meditando-o no seu coração (cf. Lc 2, 19). Peçamos-Lhe ajuda a Ela, que soube desatar os nós da vida com a força suave do amor:

Ó Maria, mulher e mãe, Vós tecestes no seio a Palavra divina, Vós narrastes com a vossa vida as magníficas obras de Deus. Ouvi as nossas histórias, guardai-as no vosso coração e fazei vossas também as histórias que ninguém quer escutar. Ensinai-nos a reconhecer o fio bom que guia a história. Olhai o cúmulo de nós em que se emaranhou a nossa vida, paralisando a nossa memória. Pelas vossas mãos delicadas, todos os nós podem ser desatados. Mulher do Espírito, Mãe da confiança, inspirai-nos também a nós. Ajudai-nos a construir histórias de paz, histórias de futuro. E indicai-nos o caminho para as percorrermos juntos.

Roma, em São João de Latrão, na Memória de São Francisco de Sales, 24 de janeiro de 2020.

[Franciscus]

[1] Cf. Bento XVI, Carta enc. Spe salvi (30/XI/2007), 2: «A mensagem cristã não era só “informativa”, mas “performativa”. Significa isto que o Evangelho não é apenas uma comunicação de realidades que se podem saber, mas uma comunicação que gera factos e muda a vida».


23/05/2020
Por Edilson Silva em RN

Governo do RN nega flexibilização na abertura de templos e igrejas

O Governo do Rio Grande do Norte esclareceu que a Portaria Nº 004/2020-GAC/SESAP, publicada no Diário Oficial deste sábado (23) apenas regulamenta as orientações do Decreto Nº 29.583, de 1º de abril de 2020, que permite apenas o funcionamento das atividades de oração de forma individualizada. Com isso, as atividades coletivas em templos e igrejas permanecem suspensas. O texto orienta e enfatiza as medidas de higiene e segurança que devem ser adotadas para garantir a não propagação do coronavírus.

De acordo com a Portaria, é permitida a abertura desses estabelecimentos exclusivamente para orações individuais, respeitadas as recomendações da autoridade sanitária, especialmente o distanciamento mínimo de 1,5 m (um metro e meio) entre as pessoas, a limitação de 1 (uma) pessoa para cada 5 m² (cinco metros quadrados) de área do estabelecimento e frequência não superior a 20 (vinte) pessoas.

Ainda segundo a publicação, o dirigente do templo é responsável por assegurar o controle e a higienização do local, bem como por orientar os frequentadores acerca dos riscos de contaminação, sob pena de responsabilização pessoal. As pessoas do grupo de risco para o novo coronavírus (COVID-19), devem ser atendidas exclusivamente em domicílio.A portaria traz também as medidas sanitárias que devem ser seguidas para as transmissões online dos cultos e celebrações religiosas, no interior dos estabelecimentos.

fiscalização das igrejas, templos, espaços religiosos e afins compete às equipes de vigilância sanitária e às equipes de segurança pública. Nos termos do Decreto Estadual nº 29.583, de 1º de abril de 2020, o descumprimento das medidas de saúde para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19) decretadas no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte enseja ao infrator a aplicação de multa diária de até R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), sem prejuízo da adoção de medidas administrativas como a apreensão, interdição e o emprego de força policial, bem como da responsabilização penal, pela caracterização de crime contra a saúde pública, tipificado no art. 268 do Código Penal, e civil.

Coronavírus no Rio Grande do Norte

O momento de combate ao novo coronavírus exige ainda mais articulação entre cidadãos, empresas, instituições e prefeituras, junto ao Governo do Estado, para aumentar o isolamento social que é a única forma de reduzir a disseminação do vírus e a crescente ocorrências de casos de Covid-19 que levam a óbitos.

Os números oficiais apurados até o final da última quinta-feira, 21, registram 420 pessoas internadas, entre casos confirmados e suspeitos. A fila da regulação, ou seja, as pessoas que estão aguardando internação em leitos específicos para o novo coronavírus (Covid-19), tinha até o final da manhã desta sexta-feira, 22, um total de 13 pacientes com prioridade 1 (UTI), 6 com prioridade 2 (semi-uti) e 50 pessoas com prioridade 3 (enfermaria e estabilização).

Este quadro de superlotação aproxima a rede hospitalar do colapso. A taxa de ocupação de leitos críticos e clínicos na rede pública é de 96% em Natal e região Metropolitana; 97% em Mossoró; 58% no Seridó e 25% em Pau dos Ferros. “A pandemia cresce e invade, inclusive, hospitais não específicos para Covid-19 como é o caso do Hospital Santa Catarina em Natal”, informou Petrônio Spinelli, secretário adjunto de Saúde do Estado, em entrevista coletiva.

“Estamos abrindo leitos, mas se não aumentar o isolamento social, vamos chegar ao colapso em breve. A sociedade tem que fazer valer os decretos e as orientações. Cada um é responsável por isso. A administração pública pode fazer muita coisa e está fazendo, mas, efetivamente, quem faz acontecer o isolamento é cada um de nós”, pontuou o secretário.

Portal N10


23/05/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Religião, Saúde

Bispos da Igreja Católica em Caicó, Mossoró e Natal decidem na segunda (25) se reabrem Igrejas

Os bispos católicos, Dom Jaime Vieira Rocha (Arquidiocese de Natal), Dom Mariano Manzana (Diocese de Mossoró) e Dom Antônio Carlos Cruz Santos (Diocese de Caicó), que representam a Província Eclesiástica do Rio Grande do Norte, se reunirão de forma virtual na próxima segunda-feira (25), para tratar sobre a Portaria do Governo do Estado que flexibilizou a abertura dos templos religiosos.

A orientação do Governo, é que as reuniões religiosas devem ter limitação da quantidade de pessoas, distanciamento entre elas, uso de máscaras, álcool em gel e álcool líquido a 70%, entre outras medidas.

Na manhã deste sábado, Dom Jaime enviou o seguinte comunicado ao clero da Arquidiocese de Natal:

“No Diário Oficial do Estado do RN deste sábado, 23 de maio de 2020, foi publicada a Portaria Nº 004/2020-GAC/SESAP, que estabelece as recomendações sanitárias em vista da reabertura dos templos religiosos. O referido documento será analisado pelos bispos da Província Eclesiástica de Natal (Natal, Mossoró e Caicó), nesta próxima segunda-feira (25), por meio de reunião virtual. Até lá, permanecem inalteradas as disposições e entendimentos emanados para todo o território da Arquidiocese de Natal. O Senhor Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, pede que todos se mantenham atentos e no aguardo das novas orientações”.


23/05/2020
Por Edilson Silva em Saúde

Vacina desenvolvida pela China mostra resultados promissores

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China publicou nesta sexta-feira (22), na revista médico-científica The Lancet, que uma vacina ainda em fase de testes mostrou-se eficaz em ajudar a resposta do sistema imunológico ao novo coronavírus.

Segundo a publicação, a vacina é segura para o uso humano e foi testada em 108 voluntários. A resposta imunológica criada pelo medicamento, no entanto, ainda não pode ser avaliada. Os resultados finais dos testes clínicos serão divulgados em seis meses. A vacina será a primeira no mundo a atingir a fase 1 de testes clínicos – um processo dividido em quatro etapas que assegura a eficácia e segurança de novos medicamentos e vacinas.

A vacina é feita a partir de uma versão atenuada do vírus SARS-CoV-2, e é aplicada de forma intramuscular. “Esses resultados representam um marco importante. Os testes mostram que uma única dose produz anticorpos específicos em 14 dias, o que a torna uma candidata para investigações futuras”, afirmou o professor Wei Chen, do instituto de Biotecnologia de Pequim, responsável pelo estudo.

“Os desafios propostos pela Covid-19 não têm precedentes, e a habilidade de acionar o sistema imunológico não significa, necessariamente, que estaremos protegidos da Covid-19. Ainda estamos longe de ter essa solução disponível para todos”, afirmou Chen, no artigo publicado.


23/05/2020
Por Edilson Silva em Natal, RN

Salatiel de Souza da Tv Tropical (Record RN) está com covid-19

O ex-vereador Salatiel de Souza, 47 anos, apresentador do Café com Notícia na 98FM e do Cidade Alerta, na TV Tropical, testou positivo para covid-19.

O resultado saiu nesta sexta (22).


22/05/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Saúde

Caicó chega a 29 casos confirmados de Covid-19

A Secretaria de Saúde de Caicó informou na noite desta sexta-feira (22) através de boletim, que mais 5 pessoas testaram positivo para COVID-19, totalizando 29 casos confirmados.

Homem de 21 anos, com sintomas leves, em isolamento domiciliar, sem comorbidade e residente na Zona Norte. Ele foi diagnosticado por teste PCR no HRS.

Homem de 25 anos, com sintomas leves, em isolamento domiciliar, sem comorbidade e residente na Zona Oeste. Ele foi diagnosticado por teste rápido.

Mulher de 27 anos, com sintomas leves, em isolamento domiciliar, sem comorbidade e residente na Zona Oeste. Ela foi diagnosticada por teste rápido.

Homem de 64 anos, com sintomas leves, em isolamento domiciliar, sem comorbidade e residente na Zona Oeste. Ele foi diagnosticado por teste rápido.

Homem de 48 anos, com sintomas leves, em isolamento domiciliar, sem comorbidade e residente na Zona Leste. Ele foi diagnosticado por teste rápido.




Facebook


Twitter