18/07/2019
Por Edilson Silva em Natal, Policial

Homem se mata em Natal após Flamengo ser eliminado da Copa do Brasil

Um homem cometeu suicídio na madrugada desta quinta-feira, 18, no Loteamento Santa Cecília, localizado no bairro Pajuçara, zona Norte de Natal. De acordo com o 4º Batalhão de Polícia Militar, a tragédia ocorreu após o jogo do Flamengo, fator que teria influenciado o acontecimento.

Segundo a Polícia Militar, a esposa da vítima informou que ele chegou irritado em casa após passar por problemas externos e, segundo ela, a derrota do Flamengo na Copa do Brasil teria servido como catalisadora para o suicídio, que ocorreu por volta das 2h.

O plantão do 4º Batalhão da PM, justificou que não foi possível conceder mais informações, porque o relatório policial com a ocorrência não apresentou maiores detalhes sobre o ocorrido, como idade ou o método utilizado pelo homem para tirar a própria vida.

O Flamengo foi derrotado pelo Atlético Paranaense nos pênaltis, em pleno Maracanã, e foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil, após empatar em 1 a 1 no tempo regulamentar – mesmo placar do primeiro jogo no Paraná.

Agora RN


18/07/2019
Por Edilson Silva em Cursos, Jucurutu

Prefeitura de Jucurutu abre inscrições para XV ENEL – Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados

A Prefeitura de Jucurutu abriu inscrições para XV ENEL – Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados.

Público Alvo: produtores de leite e derivados, pecuarista, fabricantes de doce de leite, queijo, manteiga, iorgute, coalhada, creme de leite, entre outros.

No XV Enel, você tem palestras, minicursos, oficinas, exposições e dias de campo: tudo para incentivar a integração regional do setor leiteiro.

Data: 06 e 07 de Agosto

Local: Parnamirim

Informações: (84) 9 9629 7591

Organização: SEBRAE/RN


18/07/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu, Religião

Ouça o #MiniSermão com Pe. Joãozinho (SCJ) para esta quinta (18)

Ouça aqui no Blog o #MiniSermão com Pe. Joãozinho.

Hoje ele nos ensina que Jesus é o nosso modelo de equilíbrio vital, mistura perfeita de céu e terra, sem separação, nem confusão (MT 11, 28-30).

Ouça aqui no Blog o #MiniSermão com Pe. Joãozinho. Hoje ele nos ensina que Jesus é o nosso modelo de equilibrio vital, mistura perfeita de céu e terra, sem separação, nem confusão (MT 11, 28-30).

Publicado por Blog do Edilson Silva em Quinta-feira, 18 de julho de 2019


18/07/2019
Por Edilson Silva em Educação, Jucurutu

Jucurutu: Aulas do Proerd tiveram início nesta quarta-feira (17)

As atividades do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) foram iniciadas nesta quarta-feira (17) nas escolas públicas do município de Jucurutu.

A Secretária de Educação e Cultura Luciclélia Tomaz deu as boas-vindas aos alunos e equipe do Proerd da Região Seridó e falou da importância do programa que é muito importante na prevenção às drogas.

A iniciativa conta com o esforço e trabalho do capitão Miranda comandante da Companhia de Polícia Militar de Jucurutu. O Sargento A. Silva será o instrutor responsável pela aplicação do PROERD em Jucurutu.

 


18/07/2019
Por Edilson Silva em RN

Sine-RN disponibiliza 200 vagas de emprego para trabalhadores do interior do RN

O Governo do RN, por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine), vinculado a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN), está com processo seletivo aberto para 200 vagas de emprego para atendentes de mesa e auxiliares de cozinha. As vagas são destinadas para trabalhadores oriundos do interior do Estado e são para trabalhar na rede de Restaurantes Madero, especializado em sanduíches gourmet, que será inaugurado em Natal, no mês de setembro.

Para concorrer as vagas, os candidatos devem preencher os seguintes requisitos: ter idade entre 18 e 26 anos, o ensino fundamental completo e não podem residir em Natal. Os interessados devem procurar os guichês do Sine-RN, nas Centrais do Cidadão do interior do estado, munidos dos documentos pessoais, carteira de trabalho e comprovante de residência atualizado.

As entrevistas serão realizadas nos seguintes municípios: Mossoró (29/07), Assu (30/07), Caicó (31/07), Currais Novos (01/08), Santa Cruz (02/08), São José de Mipibu (05/08), Serra de São Bento (06/08), João Câmara (07/08) e Macau (08/08).

“Essa é a primeira grande empresa que captamos, mas já estamos trabalhando para que mais vagas sejam disponibilizadas por meio do Sistema. É preciso resgatar a credibilidade do Sine-RN e atrair os empresários para que eles possam utilizar os serviços de intermediação de mão de obra que oferecemos”, explica a subsecretária do Trabalho, Karla Veruska.

Os candidatos selecionados serão encaminhados para treinamento, na sede da empresa em Curitiba, que poderá durar de 30 a 40 dias. A Madero oferece uma série de benefícios como: alojamento (masculino e feminino), três refeições diárias, convênio médico e odontológico e desconto no restaurante.

Mais informações sobre a seleção nos telefones: (84) 3232-7848/7859.

Sobre o Sine-RN

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) é o órgão que disponibiliza serviços gratuitos de intermediação de mão de obra, acesso ao seguro desemprego, cadastro dos trabalhadores, captação de vagas de emprego, entrevistas, encaminhamentos, como também ações de qualificação, capacitação e geração de renda.

Atualmente existem 15 postos, sendo quatro em Natal e 11 postos nos municípios de: Assu, Apodi, Caicó, Currais Novos, João Câmara, Mossoró, Nova Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz e São José de Mipibu).


17/07/2019
Por Edilson Silva em Educação, Esporte

Equipes da Wagner Lopes e Newman Queiroz estão na semifinal da etapa inter-regional do JUVERNs em Currais Novos

As equipes de vôlei de areia e Sub-17 da Escola Municipal Wagner Lopes e da Escola Estadual Newman Queiroz estão classificadas para as Semifinais dos Jogos da Juventude Escolar do Rio Grande do Norte (JUVERNs 2019).

Destaque para Maria Clara Freire que conquistou o 2º lugar na corrida de 100 metros com barreiras.

Os jogos da semifinal ocorrerão nesta quinta, 18. Os jovens atletas participam com o apoio e incentivo do Governo Municipal de Jucurutu.

As disputas estão acontecendo no município de Currais Novos com organização da Subsecretaria de Esportes e Lazer no período de 15 a 19 de Julho e reúne alunos de 16 cidades potiguares.

Os melhores se classificam para etapa final em Natal.

 


17/07/2019
Por Edilson Silva em Política

Eduardo Bolsonaro cita como ‘credencial’ pós-graduação não concluída

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) tem citado uma pós-graduação em Economia como uma das credenciais que o qualificariam para assumir a embaixada brasileira em Washington. O filho “03” de Jair Bolsonaro, no entanto, ainda não se formou. Falta entregar o trabalho de conclusão de curso, iniciado em março de 2016.

Em um vídeo que divulgou na sexta-feira passada, em seguida à manifestação do presidente da República de que poderia indicá-lo ao posto nos EUA, Eduardo fez a menção em seu currículo. “Sou formado em direito pela UFRJ, advogado concursado, passei na prova da OAB, escrivão de Polícia Federal, uma pós-graduação em Economia, falo inglês, português e espanhol”, disse.

A especialização é em Escola Austríaca de Economia, uma vertente do pensamento econômico liberal cujo maior expoente é o austríaco Ludwig von Mises. A pós-graduação lato sensu, que confere o título de especialista, é uma iniciativa do Instituto Mises Brasil em parceria com o Centro Universitário Ítalo Brasileiro, sediado em São Paulo. Eduardo fez parte da primeira turma. Seus colegas de turma se formaram em agosto de 2017, mas ele não.

O parlamentar, no entanto, ainda pode concluir a pós-graduação. Ele recebeu mais tempo para apresentar uma monografia ou um artigo científico. Quem se forma obtém um título de especialista na Escola Austríaca de Economia.

A reportagem enviou perguntas ao Instituto Mises Brasil sobre a situação de Eduardo no curso. A instituição confirmou que ele ainda não concluiu a pós. Procurado por meio de sua assessoria, o deputado não se manifestou.

De acordo com um de seus professores, que preferiu não se identificar, o deputado era calado e tentava absorver e entender os liberais.

O curso procurado por Eduardo tem atraído diversos deputados federais. Na turma que iniciou as aulas em 2019, há quatro: Tiago Mitraud (PSL-MG), Paula Belmonte (Cidadania-DF), Felipe Barros (PSL-PR) e Carlos Jordy (PSL-RJ).

MSN


17/07/2019
Por Edilson Silva em Política

O fast food onde Eduardo Bolsonaro trabalhou nos EUA não tem hambúrguer

MSN – A rede de fast food norte-americana Popeyes tem 3.100 restaurantes pelo mundo e milhares de funcionários. Há 14 anos, um desses funcionários foi Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro.

O deputado pode ser indicado pelo presidente para assumir a embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Um dos argumentos para a qualificação do político para o cargo, segundo ele, seria sua experiência no país, além da atuação na Comissão de Relações Exteriores da Câmara. “Tenho vivência pelo mundo, já fiz intercâmbio, já fritei hambúrguer lá nos Estados Unidos”, disse o parlamentar na semana passada.

Hoje, o político reforçou a importância de sua atuação no país. Em sua conta no Twitter, postou um vídeo gravado em 2017 em que mostra a lanchonete em que trabalhou durante seu intercâmbio em 2005, durante a faculdade. Ele afirma que foi caixa e atendente.

No entanto, a Popeyes é especializada em frango frito e não tem hambúrguer de carne bovina no menu. Concorrente do KFC, é a segunda maior rede de fast food baseada em frango do mundo. Em algumas regiões, há até frutos do mar empanados e fritos, mas o foco é a carne de frango com tempero típico de Louisiana, estado no sul dos Estados Unidos.


17/07/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu

Prefeitura de Jucurutu divulga resultado preliminar do Processo Seletivo Simplificado do projeto de bolsas de incentivo da Filarmônica Municipal

A Prefeitura Municipal de Jucurutu, através da Secretaria de Educação e Cultura divulga resultado oficial preliminar do Processo Seletivo Simplificado, para o projeto de bolsas de incentivo da Filarmônica Francisco Batista dos Santos Lula.

O resultado preliminar do Processo Seletivo Simplificado encontra-se publicado do Diário Oficial do Município de Jucurutu.


17/07/2019
Por Edilson Silva em Seridó

Projeto de Adutora solucionará crise hídrica no Seridó

A adutora Seridó, que solucionará definitivamente o problema do abastecimento de água dos municípios de Currais Novos, Acari e Serra de Santana, ganha forma. A bancada Federal do Rio Grande do Norte definiu, esse mês, as metas e as prioridades para a Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO 2020. E a emenda para o projeto da adutora Seridó foi uma das obras contempladas.

Por meio do uso das águas da transposição do Rio São Francisco, o projeto da nova adutora, vai garantir a oferta de água alongo prazo. A LDO é a Lei que trata das diretrizes a serem consideradas na elaboração do orçamento. A matéria deverá ser deliberada pelo Congresso Nacional até o próximo dia 18 desse mês.


17/07/2019
Por Edilson Silva em Religião

Ouça e leia aqui no Blog o #MiniSermão com Pe. Joãozinho do (SCJ)

Ouça e leia aqui no Blog o #MiniSermão com o Pe. Joãozinho (SCJ). Diariamente uma mensagem de fé e esperança narrada na voz do Sacerdote.

Ouça e leia aqui no Blog o #MiniSermão com o Pe. Joãozinho (SCJ). Diariamente uma mensagem de fé e esperança narrada na voz do Sacerdote.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Quarta-feira, 17 de julho de 2019


17/07/2019
Por Edilson Silva em Política, Saúde

Projeto obriga político a usar serviço público de saúde enquanto durar o mandato

O Projeto de Lei 2142/19 obriga os agentes políticos eleitos para os poderes Executivo e Legislativo federais e seus parentes consanguíneos ou afins em 1º grau a utilizarem o Sistema Único de Saúde (SUS) enquanto durar o mandato eletivo. A proposta também proíbe o ressarcimento de gastos hospitalares bem como o auxílio-saúde.

Dos R$ 47,3 bilhões gastos com investimentos pelo governo federal em 2013, apenas 8,2% dessa quantia foi relativa ao Ministério da Saúde. Ele também afirma que o SUS perdeu 23 mil leitos nos últimos cinco anos.


17/07/2019
Por Edilson Silva em Concursos

Romero Rodrigues anuncia concurso com mais de mil vagas nas áreas de Saúde e Educação

O prefeito de Campina Grande,  Romero Rodrigues (PSD) revelou na tarde desta terça-feira (16) que no segundo semestre deste ano haverá concurso público com mais de 1000 vagas para as áreas de Educação e Saúde. A banca organizadora deve ser a Comissão Permanente de Concursos da Universidade Estadual da Paraíba (Cpcon-UEPB).

Serão destinadas vagas para nível fundamental, médio e superior.

Segundo o gestor, a divulgação do edital deve acontecer assim que os estudos concluírem um levantamento da necessidade de quadro nessas áreas da prefeitura.


16/07/2019
Por Edilson Silva em Política

URGENTE: Bolsonaro não recorre de absolvição de esfaqueador e o processo foi encerrado

DW BRASIL – A Justiça Federal em Juiz de Fora (MG) divulgou nesta terça-feira (16/07) que não foram apresentados recursos à sentença que em junho absolveu Adélio Bispo de Oliveira, o homem que esfaqueou o presidente Jair Bolsonaro em 2018. O agressor foi considerado inimputável e o juiz do caso determinou sua internação por tempo indeterminado.

Sem recursos, a sentença transitou em julgado e o processo foi encerrado. Adélio não pode mais ser condenado pelo crime. Tanto Bolsonaro quanto o Ministério Público Federal não contestaram a sentença.

À época da divulgação da decisão, Bolsonaro reagiu com indignação. disse que pretendia recorrer e iria até “as últimas consequências” para rever sentença.

“Estou tomando as providências jurídicas, vou recorrer”, disse na ocasião. Ele também afirmou que seria importante evitar que o caso transitasse em julgado para que Adélio tivesse “oportunidade de falar” quem supostamente encomendou o crime.

“Se não houver recurso e for transitado em julgado, caso Adélio queira falar que quem pagou a ele para tentar me assassinar, não tem mais valor jurídico, ele é maluco”, disse Bolsonaro. “É um crime contra um candidato à Presidência da República que atualmente tem mandato e devemos ir até as últimas consequências nessa situação.”

Desde o episódio da facada, o presidente vem afirmando acreditar que Adélio fazia parte de uma conspiração, contestando as conclusões da Polícia Federal de que o agressor agiu sozinho. No entanto, segundo site G1, os advogados de Bolsonaro não apresentaram recurso após serem intimados pela Justiça para responder se desejavam recorrer da sentença. O mesmo ocorreu com o Ministério Público no dia 17 de junho.

No dia 14 de junho, o juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal em Juiz de Fora, decidiu que Adélio era inimputável por apresentar problemas psicológicos. Na sentença, o juiz aplicou o mecanismo da “absolvição imprópria”, previsto quando uma pessoa não pode ser condenada por ser inimputável, e determinou a internação de Adélio por tempo indeterminado na Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande (MS).

O juiz determinou ainda que um novo exame para averiguar a periculosidade de Adélio seja realizado em três anos. A penitenciária possui instalações para o tratamento.

Adélio foi acusado pelo Ministério Público Federal pelo crime de “atentado pessoal por inconformismo político”, com base na Lei de Segurança Nacional. Caso não fosse considerado inimputável, a pena de Adélio poderia alcançar até 20 anos.

Em maio, o juiz Bruno Savino já havia determinado, com base em avaliações psiquiátricas – inclusive com uma entrevista feita por um médico indicado pela defesa de Bolsonaro, que Adélio, de 40 anos, é “portador de Transtorno Delirante Persistente” e que não poderia ser punido criminalmente.

“A conduta criminosa foi consequência direta da doença mental ativa e a presença dos sintomas psicóticos o impediram de compreender a antijuridicidade de sua conduta e de se autodeterminar de acordo com aquele conhecimento.”

Na sentença, o juiz escreveu ainda que o laudo psiquiátrico apontou que Adélio acreditava que a Bolsonaro “participaria de uma conspiração maçônica, que incluía o extermínio dos militantes dos partidos de esquerda e minorias, e que ele (Adélio) era o escolhido de Deus para salvar o Brasil”.

Ainda segundo a sentença, quando já estava preso pelo atentado, Adélio escreveu e enviou uma carta ao juiz solicitando sua transferência para estabelecimento prisional em Montes Claros (MG), “em razão de o prédio da Penitenciária Federal de Campo Grande ter sido construído com características da arquitetura maçónica, além de o local estar impregnado de energia satânica”.

O juiz ainda escreveu que, se solto, Adélio poderia novamente tentar matar Bolsonaro ou até mesmo o ex-presidente Michel Temer.

Bolsonaro foi alvo de um ataque com faca em 6 de setembro, quando participava de um ato de campanha em Juiz de Fora (MG).  Após o atentado, ele fez uma cirurgia inicial na Santa Casa de Juiz de Fora e depois uma segunda, em São Paulo. Ele permaneceu três semanas internado e recebeu alta no final de setembro.

Em janeiro, já ocupando a Presidência, ele foi novamente submetido a uma cirurgia  para a retirada de uma bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal.

JPS/ots


16/07/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Especialistas alertam sobre segurança ao instalar app que “envelhece”

Com uma leitura rápida de fotos armazenadas no celular, o FaceApp pode mostrar o “futuro”. Despertando a curiosidade de muitos, o aplicativo que “envelhece” os rostos virou febre nas redes sociais. Mas por trás da brincadeira existe uma preocupação com a segurança dos dados pessoais dos usuários que baixaram a novidade no smartphone.

Ao instalar o aplicativo, o proprietário do celular deve concordar com os termos de uso. Entre as permissões que o usuário acaba autorizando está o acesso às imagens guardadas no aparelho e acesso a cookies, que armazenam informações sobre o que os usuários fazem na internet. Especialistas alertam, no entanto, que essas autorizações devem ser avaliadas com cuidado.

“O usuário deve ficar ligado se o que está pedindo de informação faz sentido para o objetivo do aplicativo. Se pedir acesso à localização faz sentido? Provavelmente não. E aí que mora o perigo”, afirmou o especialista em segurança Vinicius Durbano.

Política de privacidade

A política de privacidade do app traz informações sobre quais dados são coletados e quais são os usos possíveis. Segundo o documento, são acessados as suas fotos e “outros materiais” quando você posta. Quais outros materiais? O documento não detalha. A empresa adota serviços de análise de dados (analytics) de terceiros para “medir as tendências de consumo do serviço”. O que isso significa? Não fica claro.

“Essas ferramentas coletam informação enviada pelo seu aparelho ou por nosso serviço, incluindo as páginas que você acessa, add-ons e outras informações que nos auxiliam a melhorar o serviço”, diz o documento. São utilizados também mecanismos de rastreamento como cookiespixels beacons (que enviam dados sobre a navegação para a empresa e parceiros dela).

As informações “de log” também são enviadas, como quando o indivíduo visita um siteou baixa algo deste. A empresa também insere mecanismos para identificar que tipo de dispositivo você está usando, se um smartphone, tablet ou computador de mesa. Podem ser veiculados anúncios por anunciantes parceiros ou instalados cookies dessas firmas.

Por meio dessas tecnologias a sua navegação passa a ser totalmente rastreada. Segundo a empresa, contudo, esse volume de informação é reunido sem que a pessoa seja identificada. “Nós coletamos e usamos essa informação de análise de forma que não pode ser razoavelmente usado para identificar algum usuário particular”, informa o app.

As políticas de privacidade afirmam que a informação não é vendida ou comercializada, mas listam para quem a informação reunida pode ser compartilhada para as empresas do grupo que controla o Faceapp, que também poderão utilizá-las para melhorar os seus serviços. Também terão acesso empresas atuando na oferta do serviços, que segundo o documento, o farão sob “termos de confidencialidade razoáveis”. O que são termos razoáveis? O usuário não tem como saber.

O compartilhamento poderá ser feito para anunciantes parceiros. Se a empresa for vendida, ela poderá repassar as informações aos novos acionistas ou controladores. De acordo com o documento, mudanças nos termos podem ser feitas periodicamente, sem obrigação de aviso aos usuários. Assim, a empresa possui um leque amplo de alternativas de compartilhamento sem que o usuário saiba quem está usando suas informações e para quê.

Riscos

A diretora da organização Coding Rights, Joana Varon, avalia que o uso do app traz uma série de riscos e viola a legislação brasileira ao afirmar que poderá ser regido por leis de outros países, inclusive o Artigo 11º do Marco Civil da Internet (Lei Nº 12.965).

Joana considera a política de privacidade do FaceApp muito permissiva, uma vez que não é possível saber quais dados serão utilizados, como e por quais tipos de empresas. Entretanto, ela acrescenta que certamente a empresa responsável e seus “parceiros” trabalham os registros reunidos para alimentar sistemas de reconhecimento facial, uma vez que o app gera um poderoso banco de dados, não só de fotos dos usuários como de outras pessoas para as montagens (como de amigos ou de celebridades).

Ela diz que isso resulta em um problema grave, uma vez que as tecnologias de reconhecimento facial têm se mostrado abusivas, como nas aplicações de segurança pública. As preocupações levaram cidades a banir esse tipo de recurso, como San Francisco, nos Estados Unidos, ou São Paulo, que proibiu o uso da tecnologia no metrô.

“As pessoas ficam empolgadas mas no fim tem uma finalidade muito além do que só essa brincadeira, que nem é tão clara. É claro que imagens estão sendo utilizadas para aperfeiçoar o reconhecimento facial, tecnologia que tem se mostrado totalmente nociva. Não é só identificação de pessoas, mas do humor e outras características que não são comuns a outros tipos de dados biométricos, como digital”, explica.

Venda de dados

Para Fábio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky, é possível que essas imagens acabem sendo empregadas em usos problemáticos. “Por utilizar inteligência artificial para fazer as modificações a partir do reconhecimento facial, a empresa dona do app pode vender essas fotos para empresas desse tipo, além desses dados facilmente caírem nas mãos dos cibercriminosos e serem utilizados para falsificar nossas identidades”, diz.

Assolini diz que os usuários devem tomar cuidado sobre como disponibilizam suas imagens para reconhecimento facial ou até mesmo publicamente. “Temos que entender essas novas maneiras de autenticação como senhas, já que qualquer sistema de reconhecimento facial disponível a todos pode acabar sendo usado tanto para o bem quanto para o mal”.

Dados expostos

Na opinião do coordenador do grupo de pesquisa Estudos Críticos em Informação, Tecnologia e Organização Social do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), Arthur Bezerra, o argumento da parte de muitos usuários de que não haveria problemas no Faceapp, uma vez que os dados das pessoas já estão expostos na internet não procede.

“Embora plataformas como o Google e o Facebook tenha uma enorme gama de dados sobre nós, cada empresa busca formar seu banco de dados. E o Faceapp é desenvolvido por uma empresa russa, então quando você faz o download, você está compartilhando suas informações com uma nova companhia que você não sabe qual é. Se eu dissesse por alguém para me dar a senha do Facebook, a pessoa provavelmente não daria, pois todo mundo tem uma dimensão privada da sua vida”, disse.

Polêmicas

Modas como a do FaceApp já levantaram preocupações antes. Foi o caso do desafio dos 10 anos, que virou febre no Facebook no início do ano e provocou questionamentos pela alimentação de sistemas de reconhecimento facial. No ano passado, o Ministério Público abriu um inquérito para saber se a adoção dessa tecnologia pelo Facebook violava ou não a legislação.

Iniciativas em diversos países – como Estados Unidos, China e Rússsia – vêm sendo criticadas por defensores de direitos dos usuários. Empresas do setor, como a Microsoft, chegaram a pedir publicamente a regulação dessas soluções técnicas. No Brasil, o início da aplicação desses recursos pelo Sistema de Proteção ao Crédito no ano passado também foi acompanhado de receios.


16/07/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu

Em Jucurutu idoso é prioridade para a Justiça

No dia 16 de julho de 2019, a justiça potiguar, por intermédio do Dr. Mark Clark Santiago Andrade, Juiz de Direito titular da Comarca de Jucurutu, destinou recursos oriundos das transações penais para a aquisição de móveis, tipo guarda roupas, para do Lar da Pessoa Idosa Pedro Epaminondas, melhorando assim a assistência prestada aos idosos internos naquela entidade.

Essa ação, que visa à valorização de entidades sociais voltadas para a assistência e amparo aos idosos de nossa cidade, vem somar aos projetos sociais já atendidos pelos referidos recursos destinados às entidades com atuação na área de segurança pública e assistência aos jovens e adolescentes.

Dessa forma, o Poder Judiciário retribui à sociedade, através de ações e projetos sociais relevantes, os recursos arrecadados de processos que apuram a prática de crimes.


16/07/2019
Por Edilson Silva em Política, Saúde

Governo suspende fabricação de 19 remédios gratuitos

Do Estadão – O Ministério da Saúde suspendeu, nas últimas 3 semanas, contratos com 7 laboratórios públicos nacionais para a produção de 19 medicamentos distribuídos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Documentos obtidos pelo Estado apontam suspensão de projetos de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs) destinados à fabricação de remédios para pacientes que sofrem de câncer e diabete e transplantados. Os laboratórios que fabricam por PDPs fornecem a preços 30% menores do que os de mercado. E já estudam ações na Justiça. Veja aqui a lista.

Associações que representam os laboratórios públicos falam em perda anual de ao menos R$ 1 bilhão para o setor e risco de desabastecimento – mais de 30 milhões de pacientes dependem dos 19 remédios. (…)

Além disso, devem ser encerrados contratos com oito laboratórios internacionais detentores de tecnologia, além de laboratórios particulares nacionais. Isso porque cada laboratório público, para desenvolver um produto, conta com dois ou três parceiros. Depois, esses laboratórios públicos têm o compromisso de transferir a tecnologia de produção do medicamento ao governo brasileiro. (…)

(…) representante de um laboratório de São Paulo, que falou com o Estado sob a condição de não ter o nome divulgado, disse que a suspensão das parcerias vai criar um problema de saúde e afetar uma cadeia econômica “imensa”, expondo o Brasil à insegurança jurídica.

Ele cita como exemplo uma planta industrial no valor de R$ 500 milhões, construída em uma parceria de um laboratório privado com o Instituto Butantã e financiada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Essa planta toda fica obsoleta. Toda cadeia econômica está severamente afetada”, disse.

(…)


16/07/2019
Por Edilson Silva em Religião

Ouça aqui no Blog o #MiniSermão com o Pe. Joãozinho (SCJ)

Ouça aqui no Blog o #MiniSermão do Pe. Joãozinho. Inspirado no Evangelho do dia, o Sacerdote faz uma reflexão inspiradora, que nos enche de fé e esperança.
.
.
.
.
#minisermao
A palavra certa para as horas incertas.
Pe. Joãozinho (SCJ).

Ouça aqui no Blog o #MiniSermão do Pe. Joãozinho. Inspirado no Evangelho do dia, o Sacerdote faz uma reflexão inspiradora, que nos enche de fé e esperança. ….#minisermaoA palavra certa para as horas incertas.Pe. Joãozinho (SCJ).

Publicado por Blog do Edilson Silva em Terça-feira, 16 de julho de 2019


16/07/2019
Por Edilson Silva em RN

Estado regulariza situação de 5,6 mil motocicletas em um mês de vigência da lei

Os proprietários de 5.680 motocicletas de até 150 cilindradas e que estavam com atrasos no pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e outras taxas relativas ao veículo foram beneficiados no primeiro mês de vigência do programa de remissão dos débitos tributários. O projeto entrou em vigor no dia 10 de junho e, após 30 dias, conseguiu recuperar valores da ordem de R$ 2,26 milhões com o pagamento do IPVA e da taxa de licenciamento referentes a 2019 e também o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) de anos anteriores, cujas receitas vão para a União.

Os proprietários de 5.680 motocicletas de até 150 cilindradas e que estavam com atrasos no pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e outras taxas relativas ao veículo foram beneficiados no primeiro mês de vigência do programa de remissão dos débitos tributários. O projeto entrou em vigor no dia 10 de junho e, após 30 dias, conseguiu recuperar valores da ordem de R$ 2,26 milhões com o pagamento do IPVA e da taxa de licenciamento referentes a 2019 e também o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) de anos anteriores, cujas receitas vão para a União.

A Fonte


16/07/2019
Por Edilson Silva em Política, RN

Derrotado pelo povo do RN, Rogério Marinho está de malas prontas para ir morar em São Paulo

Rogério Marinho busca uma saída para mitigar as consequências do nascimento da filha que ajudou a gestar: a reforma da Previdência.

Marinho estuda mudar seu título de eleitor para São Paulo, onde há mais chances de capitalizar em votos seu papel à frente das negociações para a aprovação da reforma.

No Rio Grande do Norte, estado pelo qual foi deputado federal e já não foi reeleito em 2018, o selo de entusiasta das mudanças na Previdência tende a tirar-lhe eleitores em 2022.




Facebook


Twitter