09/07/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu

Treze idosos e três funcionários da Casa do Idoso de Jucurutu estão recuperados da Covid-19

Treze moradores e três funcionários do Lar do Idoso no município de Jucurutu/RN estão recuperados após infecção pelo novo coronavírus. Nos últimos dias o episódio tinha ganhado repercussão na mídia do RN por se tratar de pessoas do grupo de risco.

Com a boa notícia a instituição que é mantida pela Igreja Católica celebra a vitória.

De acordo com o Pe. Hipólito, dos 15 idosos que tinham testado positivo para Covid-19; pelo menos 13 já receberam alta, e os outros dois estão sendo acompanhados, mas todos estão bem!

Dos cinco funcionários que tinham contraído a doença, três estão curados e os outros dois seguem isolados em tratamento.

A coordenadora da instituição agradeceu a Deus pela graça alcançada:

“Em nome do Lar dos Idosos Epaminondas Lopes, venho aqui através desta página, primeiramente agradecer a Deus, aos profissionais de Saúde, a secretária de Saúde, aos funcionários do Lar do Idoso que se empenharam bastante para que todos os idosos se recuperassem e a toda população que ajudaram com doações, e com orações. Desde já muito obrigada. Que Deus abençoe a todos”, escreveu Kelly Cristina em seu perfil na rede social.

Do Blog Edilson Silva

Contatos: (84) 9 9629 7591


08/07/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu

Jucurutu: Programa Educação nas Ondas do Rádio recebeu Wagner Macedo, Psicólogo Educacional

Em sua 2ª edição, o Programa Educação nas Ondas do Rádio foi ao ar nesta quarta-feira, 08/07 e recebeu o psicólogo educacional, Wagner Macedo que nos falou sobre o tema: Os efeitos da pandemia na saúde mental dos alunos. Além de responder perguntas do âncora, o profissional esclareceu dúvidas enviadas pelos pais, alunos e professores que acompanhavam através do rádio e internet.

“Estamos vivendo um período que nos obriga alterar nossa rotina, e nesse momento é importante que os pais estejam atentos ao comportamento dos seus filhos. É preocupante essa nova postura, pois isso pode contribuir para o aumento de casos de ansiedade e depressão. Somos um povo afetuoso, caloroso e nesse aspecto, a questão do distanciamento social pode gerar certa insegurança e ansiedade. O programa de rádio tem um papel muito significativo neste período, pois através dele podemos estar repassando conteúdos educativos para às famílias da cidade e da zona rural que tanto necessitam desse contato, uma vez que com o advento da Covid-19 estamos sem aulas presenciais”, destacou.

O psicólogo Wagner Macedo ainda falou sobre os efeitos da pandemia, como é realizado o seu trabalho na SEMEC, quantidade de atendimentos, sinais de depressão, tristeza, comportamento dos pais, alunos e professores,  entre outros assuntos de interesse da comunidade escolar.

O programa contou ainda com a participação da aluna Fábia Larissa que fez uma apresentação em libras da canção do cantor e compositor Regis Danese (Entra na Minha Casa). Todo o programa foi acompanhado pela Secretária de Educação e Cultura, professora Luciclélia Tomaz.


08/07/2020
Por Edilson Silva em Educação, Jucurutu

Live: Confira em nosso Instagram como foi o bate-papo com André Medeiros do Projeto Lápis, a frente

Imagens do instagram @edilson104 @andremd_laf

Em tempos de distanciamento social, um jovem de apenas 23 anos, residente na região Seridó, encontrou uma forma de interligar via internet, estudantes do RN e do Brasil, durante o período em que aulas presenciais estão suspensas.

Acompanhe em nosso perfil no Instagram uma conversa com André de Medeiros, autor do Projeto Lápis, a frente! O bate-papo durou aproximadamente 60 minutos e de forma espontânea e descontraída conversamos sobre o projeto e o novo normal durante esta pandemia.

O que é o Lápis, a frente!?

A jornalista Andrezza Tavares do Potiguar Notícias descreve em um artigo.

Confira:

Em maio do ano de 2020, diante dos dias contingenciados pela pandemia do Covid-19, o jovem estudante André de Medeiros Dantas, 23 anos, residente no município de São José do Seridó/RN, criou o distinto projeto nomeado “Lápis, a frente!” que consiste no compartilhamento ampliado de áudios, através do aplicativo WhatsApp, em que profissionais consolidados em diferentes áreas narram trajetórias (escolar, acadêmica ou profissional) ressaltando mensagens de entusiasmo e de contágio positivo para estudantes de ensino médio. Os profissionais colaboradores socializam mensagens sobre como venceram na vida a partir de felizes escolhas acadêmicas.

O próprio nome do Projeto deixa uma mensagem aos discentes. O lápis enquanto metáfora que exalta os estudos representa o instrumento que possibilitará crescimento diante das batalhas da vida. A trilha sonora adotada para os áudios da ideia pedagógica é a inesquecível canção ‘Tente Outra Vez’, de Raul Seixas, que incentiva pessoas à luta ao realçar trechos como: “Não diga que a vitória está perdida, se é de batalhas que se vive a vida, vai, tente outra vez! Basta ser sincero e desejar profundo, você será capaz de sacudir o mundo, vai tente outra vez!”.

André de Medeiros comunica que, durante e após a pandemia, os depoimentos dos profissionais colaboradores do Projeto “Lápis, a frente!” estarão disponibilizados para os estudantes de ensino médio e demais interessados através de contato no WhatsApp (84 98717-3962). Para obtê-los, basta apenas enviar uma mensagem para o contato mencionado. As produções em áudios do Projeto já se encontram em ampla difusão, principalmente entre estudantes dos estados do Rio Grande do Norte e de São Paulo. Inclusive, já circulando internacionalmente também.

Ainda sobre a dimensão pedagógica do Projeto, André informa também que, nos últimos dias, a partir de conversa com a professora de artes Carolina Orcelli, docente na capital paulista, a dimensão pedagógica do projeto foi alargada por meio do estímulo para a produção de composições plásticas sobre a trilha musical do Projeto. O desenho livre produzido a partir do que se ouve na canção ‘Tente Outra Vez’, de Raul Seixas, chama o poder da arte para inspirar a vida de jovens estudantes aguçando a esperança por dias felizes.

Representando os profissionais que já colaboraram em áudio com o Projeto, André de Medeiros destaca as palavras da seridoense potiguar Maristela Araújo, professora de história que anima assim o interlocutor: “O estudo, nos coloca numa situação de poder trabalhar com aquilo que sempre sonhamos, possibilitando uma imensa felicidade em nós.” E, destaca também a fala do historiador e antropólogo social, o mexicano Miguel Hernández, que diz: “Educação e aprendizagem são fundamentais para uma pessoa ser curiosa, mais humanizada, responsável, sensível e disponível para ajudar ao próximo.”

O jovem criador do Projeto “Lápis, a frente!” conclui a entrevista agradecendo a todos que estão colaborando com a ideia difusora de alegria, esperança e de inspiração para alunas e alunos em todo o país ressaltando a seguinte mensagem: “pense sempre positivo, foque no seu sonho, busque conteúdos importantes para iluminar o “norte” de sua corrida vital. Assim, tudo vai dar tudo certo!

 


08/07/2020
Por Edilson Silva em Educação, Jucurutu

É hora de se reinventar: Em Jucurutu/RN educação leva formação aos alunos através das ondas do rádio

Por causa do isolamento e distanciamento social imposto pela pandemia Covid-19, a Secretaria de Educação e Cultura do município de Jucurutu no interior do Rio Grande do Norte levou ao ar, nesta terça-feira, 07 de Julho/2020, a primeira edição do programa Educação nas Ondas do Rádio.

A iniciativa acontece diante da paralisação das aulas físicas nas unidades de ensino da rede munipal, em decorrência do aumento de casos de infectados pela doença no estado e em todo o Brasil.

Na estreia um bate papo com os que estão frente a SEMEC/Jucurutu

A bancada do programa recebeu Luciclélia Tomaz, Secretária de Educação; Vanilson Paulo, Ajunto da Educação e Aparecida Souza da coordenação pedagógica da SEMEC que debateram o tema: Os desafios na educação durante a suspensão das aulas presenciais.

Já nesta quarta, 08/07 o tema será: Os efeitos da pandemia na saúde mental dos alunos.

A rede municipal é composta por 2.380 alunos, sendo distribuídos em 21 instituições de ensino; onde 16 estão na zona rural e 05 na zona urbana.

O programa vai ao ar das 18h às 19h e todo conteúdo é transmitido através da colaboração da Rádio Comunitária de Jucurutu – 104,9 FM e pelo perfil da SEMEC no facebook.

Acompanhe e estude em casa!

 


06/07/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Taxa de isolamento social em Jucurutu é de 35,83%

A taxa média de isolamento social nas cidades da região Seridó, está em 37,51%, segundo informou na manhã desta segunda-feira (06), a IV Ursap em boletim.

Já em Jucurutu é de 35,83%.

A cidade que tem o maior índice é Bodó, com 56,41%, enquanto, São Fernando está longe do que é ideal. Lá, a taxa de isolamento chega apenas à 27,52%.

Em Caicó, a maior cidade da região, a média é de 35,91%.

Por tanto, todos os índices estão muito a baixo do que é indicado pelos órgãos de saúde.


06/07/2020
Por Edilson Silva em Entrevistas, Jucurutu

#LiveBlogEdilsonSilva – Bate papo com André Medeiros do projeto Lápis, a frente!

#LiveBlogEdilsonSilva

Fique ligado em nosso instagram!

Nesta terça-feira, 07/07 estaremos batendo um papo às 19he45min. com André Medeiros, criador do projeto Lápis, a frente! Através de áudios a iniciativa buscar incentivar estudantes neste período de distanciamento social.

Siga: @andremd_laf @edilson104


06/07/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Semana começou com pancadas de chuva em Jucurutu/RN

Nas últimas horas o município de Jucurutu/RN tem registrado boas precipitações. É que desde a madrugada a cidade foi abençoado com uma boa chuva que cai de forma tranquila. O resultado foi um inicio de semana com temperatura agradável para os jucurutuenses. A previsão do tempo mostra que teremos uma segunda nublada com chuva no decorrer do período.

 


05/07/2020
Por Edilson Silva em Educação, Jucurutu

Educação nas Ondas do Rádio estreia nesta terça (07) às 18h na Rádio Comunitária de Jucurutu

A Secretaria de Educação e Cultura do município de Jucurutu/RN, estreia nesta terça-feira, 07 de julho/2020, o programa “Educação nas Ondas do Rádio”, que vai ao ar sempre às 18 horas. O programa se propõe a fazer uma ampla divulgação de temas de interesse da comunidade escolar, servindo como suporte de ensino aos estudantes.

O programa chegará aos alunos que vivem o isolamento social, através da Rádio Comunitária de Jucurutu – 104,9 FM com conteúdos educativos.

Fique ligado e estude em casa!

 

 


05/07/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu

Serra de João do Vale, um destino a ser descoberto no RN

Ecoturismo, contato direto com vegetação preservada e imagens idílicas, revelam potencial da serra (Foto: Francinildo Silva)

Série do jornalista Tárcio Araújo revela lugar que espera mão benéfica, do homem, para ser mais feliz

Imagine um lugar onde os seus moradores ainda conservam costumes sociais como sentar todas as tardes e noites no alpendre para prosear; contar histórias, onde a carne de sol é batida no pilão e o almoço preparado na panela de barro em fogo à lenha.

Um lugar de religiosidade forte, onde se reza as novenas, tradição que lembra os tempos dos nossos avós e antepassados até mais longínquos. Um lugar onde a natureza ainda dar o tom de verde com árvores nativas que já não vimos mais no sertão catingueiro; onde o canto dos pássaros é a sinfonia que ecoa pelo a brisa úmida das manhãs, com temperaturas que chegam até 14° em alguns meses do ano.

Um lugar onde as pessoas vivem muito tempo; alguns com mais de cem anos. O segredo de tanta longevidade talvez seja o leite e o queijo feitos lá mesmo. Talvez seja a fava sem amargo que brota dos terrenos arenosos, ou quem sabe o clima temperado que predomina durante o ano. E talvez seja o conjunto de todas estas coisas juntas, onde o tempo parece passar em marcha lenta.

Esse é o cenário da Serra de João do Vale, a cerca de 730m de altitude, estendida por 277km² entre os municípios de Jucurutu, Campo Grande e Triunfo Potiguar no Rio Grande do Norte e Belém do Brejo do Cruz na Paraíba. Fica a 130 quilômetros de Mossoró e 275 de Natal.

Até hoje sem pavimentação ou asfalto que leve os visitantes até o seu platô, o acesso é feito por estrada carroçável, tanto por Jucurutu quanto por Triunfo potiguar. Em tempos de chuva, esse acesso fica ainda mais difícil, recomendado apenas para veículos 4×4.

Ecoturismo, contato direto com vegetação preservada e imagens idílicas, revelam potencial da serra (Foto: Francinildo Silva)

A REGIÃO tem sido explorada pelos amantes de todo terreno, o off-road (veja AQUI, AQUI e AQUI). Muitos se aventuram em eventos já reconhecidos e existem aqueles que fazem sua própria rota ou enveredam pela “Trilha do Pacifico”, considerada a mais íngreme e acidenta do Rio Grande do Norte.

É somente o barulho dos motores em dias de aventura, que quebra o silencio da localidade.  A dificuldade de acesso talvez tenha sido o fator primordial para a preservação dos costumes e da natureza em seu entorno. Um ponto positivo!

Seus primeiros moradores foram os índios Pegas que a denominavam de “Pepetama”. Os Tapuias (Janduís) a conheciam por “Pookiciabo” (informações do livro “Os índios Tapuias do RN”, de Valdeci dos Santos Júnior)..

Depois os holandeses penetraram seus sertões quando da ocupação batava no território potiguar entre 1630 a 1654. Até hoje há vestígios da passagem holandesa.

A partir do domínio português, após a “Guerra dos Bárbaros”, em 1713 a serra ganhou a alcunha de Cepilhada e em 1761 é adquirida em leilão pelo Capitão-Mor João do Vale Bezerra. Seu dono virou topônimo preservado até hoje.

Mortes e abandono

De lá pra cá, a serra teve uma ocupação lenta e foi sempre ignorada pelas autoridades públicas. No final do século XIX, por muito pouco um movimento messiânico liderado pelo religioso Joaquim Ramalho não ganhou contornos de uma versão potiguar do que foi Canudos na Bahia. Esse fato foi registrado pelo escritor Câmara Cascudo.

No século XX, o algodão foi a primeira grande cultura agrária do povoamento. Depois vieram o caju e a fava como fontes de produção e sustento de sua população nativa.

Antonio Francisco da Silva ( sêo Virô) 92, um dos moradores mais antigos. aprendeu a ler e escrever com o Mobral. Sua vó participou do movimento messianico do beato joaquim Ramalho em 1899. (Foto: Francinildo Silva)

Isolados durante séculos, sem acesso e sem estradas, os moradores padeceram de assistência. O lugar é marcado por um passado de mortandade de crianças e de mulheres grávidas que sem atendimento agonizavam até a morte, no parto.  Lembranças tristes que permeiam até hoje a memória da comunidade; histórias passadas pela cultura oral de pai para filho, de pai para filho…

No final da década de 70 do século XX, o Movimento Brasileiro de Alfabetização (MOBRAL) foi o divisor de águas à sua gente. Visto como um programa educacional federal fracassado, no propósito de tirar milhões de adultos do analfabetismo, ao ser extinto em 1985 deixou alguns legados na serra. Muitos aprenderam além do beabá, moradias ganharam melhorias estruturais e sanitárias.

Foi também por meio dessa iniciativa, que foi construída a primeira estrada da comunidade, por volta de 1980. Ligava-a ao que é hoje o município de Triunfo Potiguar.

Atualmente, quase 2.000 mil pessoas moram no alto da serra, distribuídas por 05 comunidades chamadas de “Chãs”. As condições de hoje são melhores do que no passado, com energia elétrica, unidades de saúde e escola para as crianças. No entanto o abastecimento d’água ainda é precário.

Pavimentação

Um outro gargalo é a falta de pavimentação dos 19 km até Jucurutu. É um um pleito da comunidade que já perdura há mais de quatro décadas. Seu custo é estimado em cerca de R$ 25 milhões. Noutra frente, há um acesso por Triunfo Potiguar com cerca de 17 quilômetros, com cerca de um terço tendo pavimentação deteriorada a paralelepípedo.

O futuro que se avizinha é de expectativa para o desenvolvimento do turismo serrano com seu vasto potencial climático e paisagístico.  Mas para isso, a construção da estrada é o primeiro grande desafio a ser superado.

Natureza exuberante, clima e tranquilidade revelam potencial turístico do lugar (Fotos: Francinildo Silva)

Em outra frente, há estudos e experimentos para instalação de unidades de energia eólica na área, aproveitamento do ecoturismo e do turismo de aventura. Belezas exuberantes não faltam.

Nesta série de 05 reportagens (Especial Serra de João do Vale), vamos trazer as histórias de um lugar rico em cultura e tradições, de personagens reais e de belezas naturais pouco conhecidas. Um cantinho do estado do RN que até parece não existir. Enfim, não existe mesmo no mapa das autoridades e para a enorme maioria dos norte-riograndenses, sequer para aposta num turismo doméstico.

Mas não se engane: a Serra de João do Vale vai ser um destino no roteiro de muita gente que ama a natureza. Quando? Esperamos que não dure mais umas quatro décadas. Todos temos pressa em usufruir, de forma sustentável, desse paraíso em pleno sertão nordestino (veja vídeo abaixo com o amanhecer na serra).

Seja bem-vindo ao Especial Serra de João do Vale.

Aguarde as próximas reportagens.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.


04/07/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Jucurutu, Saúde

Pastoral da Comunicação – PASCOM da Diocese de Caicó/RN realizou reunião remota com coordenadores e membros

Os coordenadores e membros da Pastoral da Comunicação (Pascom) da Dioceses de Caicó se reuniram, por videoconferência, na manhã deste sábado (04). A reunião ocorreu de forma remota e contou com participação de Pe. Marcos – Coordenador Diocesano da PASCOM e representantes das Paróquias da região Seridó.

No decorrer da partilha entre os participantes foi pontuada a relevância da atuação da Pascom no atual momento de pandemia, que se tornou uma pastoral indispensável para o compartilhamento de informações e auxilio na realização das Missas transmitidas pelas mídias sociais.

Do município de Jucurutu estiveram representando a Paróquia de São Sebastião: Jefferson, Gabriel e Edilson Silva (Integrante da Comissão Diocesana de Caicó e membro da Forania de Currais Novos).

Blog Edilson Silva – Contatos: (84) 9 9629 7591

 


03/07/2020
Por Edilson Silva em Educação, Jucurutu, Vídeo Blog

Com ajuda da internet professores de Jucurutu/RN, gravam música sobre esperança, força e fé

Professores e colaboradores da SEMEC – Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Jucurutu (RN), se articularam com ajuda da internet para gravação de uma canção que levasse fé, força e esperança aos alunos e familiares neste tempo de isolamento e distanciamento social.

Nas imagens e na voz é possível observar o engajamento das pessoas envolvidas na produção do conteúdo.

A música se chama: Clareou e já foi gravada por diversos artistas.

Compositor: Serginho Meriti/Rodrigo

O vídeo foi compartilhado nas mídias sociais e agora postamos aqui no blog.

Com ajuda da internet professores de Jucurutu/RN, gravam música sobre esperança, força e fé

Com ajuda da internet professores de Jucurutu/RN, gravam música sobre esperança, força e fé Professores e colaboradores da SEMEC – Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Jucurutu (RN), se articularam com ajuda da internet para gravação de uma canção que levasse fé, força e esperança aos alunos e familiares neste tempo de isolamento e distanciamento social.Nas imagens e na voz é possível observar o engajamento das pessoas envolvidas na produção do conteúdo.A música se chama: Clareou e já foi gravada por diversos artistas.Compositor: Serginho Meriti/RodrigoO vídeo foi compartilhado nas mídias sociais e agora postamos aqui no blog.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sexta-feira, 3 de julho de 2020

 

 


30/06/2020
Por Edilson Silva em Classificados, Economia, Jucurutu

Jucurutu: São Pedro com preço baixo é no SUPERMERCADO FLORACI – Rede Seridó

Saiu o novo encarte do SUPERMERCADO FLORACI – Rede Seridó!

São Pedro com preço baixo é aqui!

Confira:


28/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, RN, Saúde

SBT Natal destaca casos de Covid-19 no Lar do Idoso de Jucurutu

O Programa Patrulha da Cidade, que vai ao ar através da TV Ponta Negra (SBT RN), destacou os casos de Covid-19 diagnosticados na Casa do Idoso do município de Jucurutu/RN. O informativo tem apresentação de Cyro Robson (Papinha) e contou com imagens/colaboração do #BlogEdilsonSilva nesta matéria.

Acompanhe:

#Jucurutu #Covid19

Programa Patrulha da Cidade que vai ao ar através da TV Ponta Negra (SBT RN) destacou casos de Covid-19 na Casa do Idoso do município de Jucurutu/RN. O informativo tem apresentação de Cyro Robson (Papinha) e contou com imagens e colaboração do #BlogEdilsonSilva nesta matéria. Acompanhe:

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sábado, 27 de junho de 2020


28/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Policial

Jucurutu: Pai e filha são tirados de veículo em chamas após grave acidente na RN-118 e socorridos para o HRS

Um capotamento de um veículo, tipo caminhonete, na manhã deste sábado, 27 de junho, na RN-118 (entre Caicó e Jucurutu) levou pai e filha a ficarem em meio às chamas depois de incêndio provocado pelo vazamento de combustível.

Os dois foram resgatados por populares que passavam pelo local em outro veículo. Em vídeo gravado pela filha do motorista, também envolvida no acidente, é feito o agradecimento às pessoas que tiraram os dois do veículo em chamas.

“Eu estava no regional, quando eles chegaram lá. A pessoa que fez o socorro é um conhecido meu de Jucurutu, que se chama Chiquinho. Ele vinha de Jucurutu para Caicó mais um trabalhador da firma EIT”, disse Rivanildo Júnior, comunicador.

Jair Sampaio


27/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Prefeitura de Jucurutu afirma que idosos do Lar do Idoso estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde

De acordo com a Prefeitura de Jucurutu/RN, os 14 idosos e 05 funcionários da Casa de Idosos, que testaram positivo para Covid-19 estão estáveis e isolados. Todos estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde. A Gestão Municipal disponibiliza EPIs, higienização do local, entre outras medidas para que possa haver uma maior proteção. É o que assegurou o prefeito Valdir Medeiros.

#Jucurutu

#LarDoIdoso #Jucurutu #Covid19 De acordo com a Prefeitura de Jucurutu/RN, os 14 idosos e 05 funcionários da Casa de Idosos, que testaram positivo para Covid-19 estão estáveis e isolados. Todos estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde. A Gestão Municipal disponibiliza EPIs, higienização do local, entre outras medidas para que possa haver uma maior proteção. É o que assegurou o prefeito Valdir Medeiros.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sábado, 27 de junho de 2020


27/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Religião, Saúde

Helimário Moreira, membro da diretoria do Lar do Idoso de Jucurutu fala sobre situação da instituição após casos de Covid-19

O Diácono Helimário Moreira, membro da diretoria do Lar do Idoso do município de Jucurutu/RN, fala sobre situação da instituição, após testagem que identificou 14 idosos e 5 funcionários com coronavírus. De acordo com ele os diagnosticados estão bem na medida do possível, isolados e em acompanhamento pela equipe de saúde do município.

#LarDoIdoso #Jucurutu #Covid19 Helimário Moreira, membro da diretoria do Lar do Idoso do município de Jucurutu/RN, fala sobre situação da instituição, após testagem que identificou 14 idosos e 5 funcionários com coronavírus. De acordo com ele os diagnosticados estão bem na medida do possível, isolados e em acompanhamento pela equipe de saúde do município.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sábado, 27 de junho de 2020


25/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Alerta: ‘Lar do Idoso’ de Jucurutu tem 19 infectados com o novo coronavírus

O programa Jucurutu Notícias (104 FM), apresentado por Robson Oliveira, conversou com o Padre Hipólito (coordenador do Lar de Idosos) e a notícia de que 19 pessoas (entre funcionários e idosos) estão infectados com o novo coronavírus foi confirmada pelo pároco.

De acordo com o Padre, 5 dos infectados são funcionários e 14 são idosos internos do Lar. Na entrevista que concedeu à 104 FM, o Padre disse que todas as providências já foram tomadas para os cuidados com outros 4 idosos que ainda não foram infectados pela doença.

Fonte: Jair Sampaio


25/06/2020
Por Edilson Silva em Classificados, Jucurutu

Jucurutu: São Pedro com preço baixo é no SUPERMERCADO FLORACI – Rede Seridó

Saiu o novo encarte do SUPERMERCADO FLORACI – Rede Seridó!

São Pedro com preço baixo é aqui!

Confira:


25/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Política

Câmara municipal de Jucurutu/RN suspende recesso parlamentar que aconteceria em julho de 2020

Submetido a votação pelo presidente da Câmara municipal de Jucurutu, Fagner Brito, o Projeto de Resolução 04/2020, foi aprovado por unanimidade de votos nesta terça-feira (23/06) durante sessão ordinária virtual. De autoria da Mesa Diretora da Casa, o mencionado Projeto de Resolução suspende o recesso parlamentar que aconteceria no período de 1º a 31 de julho de 2020.

“Desse modo, a fim de garantir que seja dado o regular e contínuo funcionamento do processo legislativo, é de interesse público que seja suspenso o recesso parlamentar do período de 1º a 31 de julho de 2020, o qual está previsto no Regimento Interno da Casa Legislativa”, diz trecho do texto da justificativa do Projeto de Resolução da Mesa Diretora da Câmara municipal de Jucurutu.

“Vamos continuar trabalhando cumprindo nosso papel, nesse momento tão difícil, buscando caminhos para amenizar os efeitos negativos provocados pela pandemia da COVI-19”, destacou o vereador Fagner Brito.

No âmbito interno, a Câmara municipal de Jucurutu tem suspendido, desde 19 de março de 2020, a presença física de seus servidores e vereadores ao seu prédio-sede e anexo, e limitado o ingresso e seu uso por demais pessoas, como forma de evitar aglomerações e resguardar a integridade física e saúde de seus agentes públicos. Várias medidas têm sido tomadas para que não haja prejuízo à continuidade das atividades administrativas, à prestação dos serviços comunitários e às funções fiscalizatórias e legislativas da Câmara.


24/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu

Produção de bordados de Caicó/Jucurutu ganham selo de Indicação Geográfica (IG), na categoria indicação de procedência, pelo INPI

Toda vez que a bordadeira Iracema Nogueira Batista vender uma de suas peças confeccionadas cuidadosamente na máquina, fio a fio, o cliente de qualquer parte do país agora terá a certeza de que o trabalho foi de fato produzido numa das regiões mais ricas culturalmente do Rio Grande do Norte. Os Bordados de Caicó ganharam o selo de Indicação Geográfica (IG), na categoria indicação de procedência, pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). O título foi concedido nesta terça-feira (23) e válido para os bordados produzidos na cidade de Caicó e de outros 11 municípios do Seridó com tradição nessa arte secular que é bordar.

Desde junho de 2018, que o Rio Grande do Norte entrou com o pedido de reconhecimento do bordado como verdadeiramente de origem geográfica do Seridó Potiguar como local de produção atestado. Com esse selo, o estado soma dois produtos com IG. O melão amarelo da região de Mossoró foi o primeiro a obter o registro ainda em 2013. O processo de obtenção da IG para o bordado é um esforço coletivo entre as bordadeiras, Sebrae no Rio Grande do Norte e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), tendo como requerente o Comitê Regional das Associações e Cooperativas Artesanais do Seridó (Cracas).

“O selo de IG é um reconhecimento ao talento e trabalho valoroso das bordadeiras da região do Seridó, que conquistaram o país com a fama dos bordados de Caicó. É um diferencial para criar identidade e abrir novos mercados para o artesanato potiguar”, destaca o diretor Técnico do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcanti. Ele assegura que, além do melão e agora os bordados, o RN pleiteia IG para outros dois produtos terroir: o Mel de Jandaíra e as Ostras da Pipa, que já têm processos abertos no INPI.

“Não é só questão de ganhar clientes. Faz parte de valorizar esse trabalho que é feito aqui com tanto cuidado e que muitas vezes é comercializado lá fora sem ser identificado que é daqui. Agora teremos um selo confirmando que o bordado é de Caicó”, comemora a artesã Iracema Nogueira, que borda há pelo menos 60 anos.

Apesar de o título vir como de Caicó, o selo referenda como o produto da região é mais conhecido, mas é valido também para toda a produção de bordados dos municípios vizinhos: Timbaúba dos Batistas, São Fernando, Serra Negra do Norte, São João do Sabugi, Jardim do Seridó, Ipueira, Cruzeta, São José do Seridó, Jucurutu e Ouro Branco.

Processo de obtenção

A modalidade do selo é Indicação de procedência, que traz o nome geográfico (país, cidade, região ou localidade) reconhecido pela produção, fabricação ou extração de determinado produto ou serviço. O processo para conquistar essa certificação começou em 2012 a partir do projeto Territórios da Cidadania Seridó. Em 2018, o Sebrae contratou uma consultoria especializada para dar suporte ao processo e atender as exigências do INPI. “O INPI fez duas exigências e tivemos de ir atrás, em busca de documentos que respondessem aos questionamentos”, lembra o analista do Sebrae-RN, Yves Guerra, que à época estava à frente do processo. 

Segundo ele, foi feita uma pesquisa bibliográfica, histórica e documental, que atestase a relação do bordado com a história e a cultura da região. “Foram feitas várias reuniões com as bordadeiras, para explicar o que é a Indicação Geográfica”, conta. Para Yves Guerra, o selo pode trazer bons resultados para o turismo do RN. “Em todos os eventos de turismo, o artesanato já se faz presente e, com o selo, as pessoas também terão interesse de conhecer o produto, o modo como é feito, o processo de produção”. Ele informa que, durante esse processo da IG, o Sebrae conseguiu estruturar uma espécie de ‘roteiro’ do bordado de Caicó, com experiências e vivências na região. 

A gestora da ação Indicações Geográficas dentro dos projetos de inovação do Sebrae-RN, Michelli Trigueiro, explica que o papel do Sebrae é justamente apoiar a identificação, estruturação e fortalecimento de indicações geográficas no RN. “Essa IG é o reconhecimento da arte do bordado, tão tradicional, histórica e representativa daquela região.  Um produto com a indicação geográfica é a garantia para o cliente das qualidades que contribuíram para sua reputação atreladas aquela região geográfica, tornando-o diferenciado dos demais no mercado”.   

SEBRAE




Facebook


Twitter