15/08/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Volume de chuva registrado em 2018 no RN é o melhor dos últimos 7 anos

Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), fez o levantamento do período chuvoso em todas as regiões do Estado. Com o fim do mês de julho, praticamente o ano pluviométrico de 2018 chegou ao final, tanto para o semiárido potiguar, como para as regiões do Leste e Agreste.

Numa análise realizada pela Unidade de Meteorologia da EMPARN, é possível dizer que em relação as chuvas ocorridas no período de 2012 a 2017, quando tivemos predominância de seca na maior parte do Estado, o volume de chuvas nesses 6 anos, ficou 35,9%, abaixo da média para o Estado que é de 758,3 milímetros no período de janeiro a julho. Destaque para o ano de 2012, que choveu apenas 378,6mm, volume que ficou 53,4% abaixo da média.

O ano de 2018 apresentou um comportamento pluviométrico melhor, mesmo com algumas microrregiões apresentando chuva abaixo da média, do volume normal para o período. No balanço para o Estado, o acumulado entre os meses de janeiro a julho de 2018 ficou em 734,6mm, um volume bem próximo da média esperada que é de 758,3mm.


11/07/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Emparn registra chuvas de até 104,5 milímetros no litoral do RN

A mesorregião Leste Potiguar foi a mais atingida pelas chuvas que caíram entre a manhã de terça-feira (10) e a madrugada desta quarta-feira (11) no Rio Grande do Norte. De acordo com o boletim pluviométrico divulgado pela empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), a chuva foi registrada em 42 postos monitorados.

O município de Goianinha, distante 54 quilômetros de Natal, foi o município com o maior volume de precipitações no período, com 104,5 milímetros de chuva. O volume também foi alto em Baía Formosa (96,8 m Espírito Santo (87,5 mm) e Arês (77,5 mm). Já em Natal, a Emparn registrou um volume de 64 milímetros de chuvas.

De acordo com a previsão do tempo da Emparn, as chuvas devem continuar ao longo da semana nas regiões Leste e Agreste por causa de instabilidades de origem oceânica. Com isso, o céu ficará parcialmente nublado, com pancadas de chuvas. Em Natal, a temperatura deve variar entre 22,5ºC e 30ºC até a sexta-feira.

No restante do Estado, a predominância será de céu parcialmente nublado, com a ocorrência de chuvas isoladas.


10/07/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Chuva causa alagamentos e traz transtornos no trânsito de Fortaleza

Fortaleza amanheceu nesta terça-feira (10) sob chuva intensa, que causou alagamentos em ruas e avenidas na cidade. Devido à chuva, o trânsito ficou complicado em diversas vias da cidade.

Nesta manhã, o Terminal do Siqueira também amanheceu com as pistas alagadas. Passageiros relataram que tiveram dificuldades em andar pelo local.

Motoristas que precisaram pelas principais vias que dão acesso a bairros como Centro, Aldeota, José Walter e Montes enfrentaram congestionamentos. A rodovia BR-116, no sentido Sertão-Praia, também registrou engarrafamento.

Principais problemas na capital nesta terça-feira:

  • Av. Perimetral com alagamento no cruzamento com a Av. Castelo de Castro;
  • Trânsito complicado na Avenida José Bastos, no Couto Fernandes;
  • Ruas alagadas no Bairro Aerolândia;
  • Av. Heráclito Graça, no Centro, tem pontos de alagamentos e congestionamento;
  • Rua José Maurício, Bairro Siqueira, ficou inundada, com água entrando em algumas casas.
  • Avenida Prudente, no Passaré, ficou alagada. Motoristas não conseguiram acessar a via.

Região Metropolitana

A chuva causou também alagou a estrada do Icaraí, na Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Um motorista contou que não conseguiu transitar pela via e precisou retornar. Ele disse que “há muito tempo não acontecia isso na estrada”.

O mercado público da Caucaia, onde parte do teto ficou desabou no mês de junho, ficou inundado durante esta manhã. O permissionário Jairo Matos contou que o local ainda não passou por uma reforma completa e que parte do telhado segue descoberto. Com isso, a água entrou em diversos comércios no interior do equipamento.

Previsão

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) prevê a possibilidade de chuva no Ceará até a quinta-feira (12). O céu deve ficar nublado durante o dia no litoral de Fortaleza e nas demais regiões do estado.

O órgão registrou chuva em oito cidades nesta terça-feira, até as 8h20. A maior precipitação do dia foi registrada no município de Pacatuba, com 94 milímetros. Cinco cidades do litoral de Fortaleza também registraram chuva.

G1 CE


04/07/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Chuvas devem voltar ao RN a partir do fim de semana, prevê Emparn

O Rio Grande do Norte vem registrando pouca ou nenhuma chuva nos últimos dias. No entanto, essa condição deve mudar a partir do próximo final de semana. A previsão é da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn).

De acordo com o meteorologista do órgão, Gilmar Bistrot, o sétimo mês do ano deve ter precipitação melhor do que o anterior. A estimativa é de que a região Leste seja a mais atingida.

“Nós observamos que a partir do dia 6, nós teremos uma regularidade das chuvas e com acumulado melhor, principalmente na região Leste, se estendendo um pouco para o Agreste”, disse.

Segundo Bistrot, os próximos dois meses devem apresentar condições semelhantes às registradas em 2017. “A previsão é semelhante para o que aconteceu no ano passado. tivemos um mês de junho muito fraco, com os meses de julho e agosto com situações melhores”, apontou.


08/06/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Jucurutu amanheceu com chuva nesta Sexta (08)

A sexta-feira (08) amanheceu com tempo chuvoso e temperatura na casa dos 22º no município de Jucurutu. Até o fim desta postagem o céu permanece nublado e com possibilidade de chuva. A previsão do tempo mostra que a máxima não deverá ultrapassar os 32º.


05/06/2018
Por Edilson Silva em Natal, Tempo

Emparn prevê mais chuva em Natal nos próximos dias

O tempo instável deve persistir em Natal pelos próximos dias. É o que prevê a gerência meteorológica da Empresa Agropecuária do Rio Grande do Norte. A previsão se estende às regiões Litoral e Agreste.

Em boletim divulgado na tarde desta segunda-feira (4), a Emparn afirma que “instabilidades de origem oceânicas (ondas de leste) deixarão o céu parcialmente nublado com ocorrência de pancadas de chuva em todas as regiões do estado, com destaque para o Litoral e Agreste”.

O Rio Grande do Norte registrou precipitação em praticamente todas as regiões durante o feriadão de Corpus Christi. As chuvas mais fortes, segundo a Emparn, acontecem em Parnamirim, Natal e Jardim de Angicos, na região Central.

Especificamente para a capital, o boletim meteorológico da Emparn prevê chuva pelos próximos três dias. Até quinta-feira, dia 7, a máxima registrada na cidade não deve ultrapassar os 30°C. A mínima, por sua vez, pode atingir até 22°C. Em Mossoró, na região Oeste, o sol deve aparecer entre nuvens. A máxima na cidade deve ser de 35°C e a mínima, de 25°C.


03/06/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Emparn prevê chuvas para o fim de semana no RN

Em tempo deve permanecer instável durante todo o fim de semana em Natal e no interior do estado. Segundo boletim informativo produzido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn), “instabilidades de origem oceânicas deixarão o céu parcialmente nublado a claro com possibilidade de ocorrência de pancadas de chuva em todo o estado”.

Em Natal, de acordo com a Emparn, os termômetros não vão ultrapassar a barreira dos 30°C. A mínima prevista para a capital entre sábado e domingo é de 22°C. Já em Mossoró, a máxima prevista é de 35°C e a mínima de 25°C. O céu deve permanecer parcialmente nublado nas duas cidades. A região metropolitana de Natal registra chuva nesta sexta-feira. A tendência é de novas pancadas de chuva na capital ao longo da tarde e durante a noite.


11/05/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Inverno chega ao fim e 15 cidades do RN estão secas

O acumulado de chuvas nos primeiros meses do ano não foram suficientes para retirar todas as cidades do Rio Grande do Norte da situação de seca severa, destaca Aura Mazda, na Tribuna do Norte.

Faltando 22 dias para acabar o mês e a quadra chuvosa no semiárido – que vai de fevereiro a maio – 15 cidades de duas microrregiões permanecem em situação seca ou muito seca, de acordo com dados da Unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn). Todas as cidades nesse cenário estão com abastecimento comprometido, 14 em rodízio e uma em colapso, de acordo com a   Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern).

As cidades onde menos choveu estão localizadas nas microrregiões Seridó Oriental e Serra de São Miguel e são elas: Currais Novos, Acari, Cruzeta, São José do Seridó, Carnaúba dos Dantas, Santana do Seridó, São Miguel Encanto, Doutor Severiano, Coronel João Pessoa, Venha Ver, Luis Gomes, Major Sales, Riacho de Santana e Água Nova. De acordo com o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), 131.459 pessoas residem nesses municípios.


10/05/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Fortaleza registra chuva desde o fim da noite dessa quarta-feira

Com as chuvas que se registram em Fortaleza desde a noite dessa quarta-feira, vários pontos de alagamentos estão de volta em vários bairros da Capital. Este aí fica na rua Professor Anacleto, no bairro Parque Araxá. Há outros na área, assim como pontos bem conhecidos no Centro.

Os motoristas dirigem com cautela, até porque a pista está molhada. A Funceme indica nebulosidade variável, com possibilidade de chuva em todas as regiões do Estado.


07/05/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Emparn registra chuva acumulada de 70 mm em Natal no fim de semana

No fim de semana (da manhã de sexta-feira, 4, até a manhã desta segunda, 7), a Unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), registrou chuvas em 36 pluviômetros monitorados diariamente. O maior volume acumulado foi em Natal, com 70 milímetros (mm).

Nas regiões Agreste e Leste choveu mais forte em Canguaretama, 59,7mm; Monte Alegre, 42mm; Vera Cruz, 41mm; Ielmo Marinho, 24,8mm e ainda em Santo Antonio, Boa Saúde e João Câmara, entre outros municípios.

Na mesorregião Oeste choveu em Baraúna, com um acumulado de 19,7mm; Tibau, 17,6mm e São Rafael, 6,3mm. Choveu ainda em Assu, Paraú e Grossos. Já na mesorregião Central choveu mais forte em São Vicente, 12,7mm; Santana do Matos, 12,0mm e ainda em Florânia e Angicos.

Previsão para as próximas 24 horas

Predominância de céu parcialmente nublado a claro e pancadas de chuvas em todas as regiões do Estado, principalmente no Litoral Leste, devido a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), conjuntamente com instabilidades de leste.


02/05/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Choveu 45,5% acima da média esperada para o mês inteiro no RN

O Rio Grande do Norte registra um mês de abril dos mais chuvosos da década, de acordo com a análise pluviométrica da Unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), em abril deste ano a média de chuva no Estado foi de 208 milímetros, 45,5% acima da média para o mês que é de 143mm.

Nas regiões Central e Oeste, essa média foi ainda maior. Na região Central a média para o mês de abril é de 127mm, este ano choveu 224,7mm, 76,1% acima da média. Já na região Oeste, a média esperada para abril é de 165,5mm, em 2018 choveu 266,7mm, 61,2% acima da média.

Tabela com volume de chuva em abril/2018

Acumulado Anual (janeiro a abril de 2018)

Na análise da chuva acumulada no ano de 2018, até o mês de abril, quando comparada como valor climatológico para o período de janeiro a abril, apresenta um desvio positivo climatológico de 33,5%, ou seja, choveu 33,5% acima da média esperada, conforme as previsões divulgadas pelo Núcleo de Meteorologia do Nordeste, em fevereiro deste ano.

Previsão para maio de 2018

De acordo com o setor de meteorologia da EMPARN, maio deverá ter chuvas acima da média, que é de 84mm para o mês inteiro. Segundo o meteorologista Gilmar Bristot, as condições oceânicas e atmosféricas continuam favoráveis a ocorrência de um bom volume de chuva, mesmo o mês tendo começado com um bloqueio, mas que não deve ser tão intenso como o que ocorreu em março, quando ficou 2 semanas sem chuva no Estado.

No primeiro dia de maio já houve registro de boas chuvas na região Oeste potiguar. Desde a manhã de segunda-feira (30), até a manhã de hoje, 02 de maio, a Unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), registrou chuvas em 84 postos pluviométricos monitorados diariamente, em todas as regiões do Estado.

O acumulado de chuvas mais significativo ocorreu em Portalegre, com 74,1 milímetros (mm); Messias Targino, 68,5mm; Frutuoso Gomes, 64,0mm; Lucrecia, 58,0mm, entre outros municípios da mesorregião Oeste. O boletim completo está disponível em nossa página: www.emparn.rn.gov.br


30/04/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Semana tem previsão de chuvas em todo RN

A semana começou nesta segunda-feira (30), com pancadas de chuva e tempo nublado na capital do estado. As precipitações devem permanecer ao longo da semana em Natal. Nas demais regiões do estado, o sol predomina, mas devem ser registradas pancadas de chuva ao longo dos próximos dias.

As informações são do serviço de meteorologia Clima Tempo, que publicou a previsão do tempo para esta semana:

Segunda-feira (30): No litoral do estado, a previsão o tempo fica nublado e pode chover a qualquer momento. Nas demais regiões o dia deve ser de sol com pancadas de chuva.

Terça-feira (1º): Chove de manhã em Natal, mas as nuvens diminuem a tarde e a noite deve ser de pouca nebulosidade. Em todo estado, pode chover de forma passageira ao longo do dia.

Quarta-feira (2): No litoral o dia começa ensolarado, mas um aumento das nuvens deve provocar chuvas a tarde e a noite. Nas demais regiões chove de forma passageira.

Quinta-feira (3): No litoral, a previsão também é de dia ensolarado com aumento das nuvens e chuva a tarde e a noite. No interior, o sol predomina, mas pode chover de forma isolada.

Sexta-feira (04): Sol e aumento com aumento das nuvens de manhã no litoral. Nas demais áreas, não chove.


23/04/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Interior do RN continua com chuvas no fim de semana

As chuvas estão mantendo a regularidade, principalmente no sertão potiguar, após seis anos consecutivos de seca. No fim de semana, da manhã de sexta-feira até a manhã de hoje (23), a Unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) registrou precipitações em 105 pluviômetros acompanhados diariamente pela equipe da meteorologia, nas mesorregiões do Estado, com destaque para o Oeste.

Choveu mais forte em Carnaubais 89,4 milímetros (mm); Caraubas,72,5mm; Alto do Rodrigues – DIBA, 65,0 (mm); Campo Grande, 64,2mm; Paraú, 60,6mm.

Na mesorregião Central choveu em Caicó, 66,8mm e São João do Sabugi, 60mm. No Agreste e Leste as chuvas mais fortes ocorreram em Bento Fernandes, 35mm e Georgino Avelino, 22,9mm, respectivamente.

Previsão

A zona de Convergência Intertropical (ZCIT) continua atuando sobre a região Nordeste. O que é bom, principalmente para a o sertão nordestino, porque a ZCIT é o principal sistema que provoca boas chuvas nesta época do ano na região Nordeste. A previsão para as próximas 24 horas é de céu parcialmente nublado e chuva em todas as regiões do Estado.


17/04/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Meteorologista da EMPARN afirma que período chuvoso será intensificado na região do Trairi entre os meses de maio e julho

O meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuário do Rio Grande do Norte, Gilmar Bristot, afirmou na noite desta terça em entrevista à Rádio Santa Cruz AM, que o período chuvoso de maior intensidade na região Trairi será entre os meses de maio e julho.

De acordo com Bristot, os meses de fevereiro a abril, as precipitações chuvosas foram mais intensas nas regiões Oeste, Seridó e Central. Como o Trairi é uma região de transição entre oi Agreste e o Sertão, a expectativa é que o inverso siga os mesmos moldes do Agreste, com intensidade a partir de maio.


13/04/2018
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Noite de forte chuva em São Bento e outras cidades paraibanas

Na noite desta quinta-feira, 12/04, choveu em vários municípios da  região. Há registros de chuvas em São Mamede, Malta, Patos, Pombal e outros municípios.

Em São Bento caiu um toró, segundo um leitor da Folha Patoense. “Foi chuva grande” disse ele. A foto que ilustra essa matéria foi tirada em São Bento, onde a chuva deu uma diminuídas, mas se vê relâmpagos pra todo lado.

A chuva provocou inundações por toda a cidade. Comenta-se que a chuva pode ter passado dos 150 mm em algumas áreas. As chuvas no sertão Paraibano seguem diretamente, em boa parte, através de vários rios, para o Rio Grande do Norte.


13/04/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Defesa Civil alerta sobre risco de construções irregulares no período chuvoso

Com a chuva intensa que caiu em Mossoró esta semana, o trabalho da Defesa Civil se intensifica. Em alguns pontos da cidade as precipitações chegaram a registrar cerca de 90 milímetros, como nos bairros Abolição e Redenção. E foram nessas localidades onde se registraram os maiores problemas.

De acordo com Osnildo Moraes, da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil, a maioria ocasionados por construções irregulares. No mês de fevereiro, a Defesa Civil já havia alertado sobre o risco de construções em áreas irregulares.


12/04/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Chuvas no Nordeste provoca enchente no Maranhão

A mídia nacional destaca as chuvas acima do normal na região do Maranhão com média de 209 mm. De acordo com a reportagem do G1 de Notícias em dez dias já choveu quase a metade do previsto para o mês inteiro. A média histórica de chuvas no mês de abril é de 476 milímetros, e de acordo com a meteorologia, a previsão é que este número seja ultrapassado.

No município de Tuntum, a 365 km de São Luís ocorreu enchente e de acordo com as primeiras informações, foi causada pelo transbordamento do Riacho Tuntum que cruza a cidade. A água tomou conta rapidamente das ruas e surpreendeu os moradores da região.

Para conseguir passar pelo local, os moradores estão usando canoas ou enfrentando a pé as ruas alagadas. A Defesa Civil do Maranhão está realizando o acompanhamento do caso, mas até o momento não há informações sobre o número de desabrigados no município.

O meteorologista Gunther de Azevedo Resschke explica que a previsão de chuvas para cada mês é realizada com antecedência em conjunto com os centros estaduais de meterologia do Nordeste e o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE). Durante a análise são levados em consideração os campos oceânicos, as condições de vento e atmosfera em determinada região, e após a análise esses padrões são transformados em previsões climáticas de consenso.


10/04/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Emparn registra chuvas com mais de 100 milímetros em 9 cidades do interior do RN

Pelo menos 9 cidades do interior do Rio Grande do Norte registraram chuvas com mais de 100 milímetros, entre a sexta-feira (6) e a manhã desta segunda-feira (9), segundo registrou a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Rio Grande do Norte (Emparn). O maior volume de água caiu nos municípios de Apodi e Martins, na região Oeste, onde houve acúmulo de 192,6 mm e 190 mm, respectivamente.

Na base de Frutuoso Gomes, a Emater registrou 160 milímetros. Em Tenente Ananias, outros 115 mm. Rafael Godeiro foi irrigada com 114,6 mm e Jucurutu teve 100,5 mm. Vários municípios da região Oeste ainda contaram com chuvas entre 80 e 90 mm.

Nas regiões Central e Seridó do estado, também foram registradas chuvas de 118 mm em Parelhas, 117,2 mm em Jardim do Seridó, e 101 mm em Timbaúba dos Batistas. Santana do Seridó contou com 83,2 mm, seguida ainda de Cruzeta (82 mm) e São João do Sabugi (80 mm).

A região Agreste foi a que registrou menos chuvas, mas no município de Ruy Barbosa, por exemplo, ainda foram registrados quase 40 mm.

Na região metropolitana de Natal, as maiores chuvas foram em Ceará-Mirim (80 mm) e Macaíba (58,1 mm).


09/04/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Acumulado de chuvas mais significativo no Seridó foi em Parelhas: 118 milímetros

Na mesorregião Central o acumulado mais significativo foi em Parelhas, 118,1mm; Jardim do Seridó, 117,2mm; Timbaúba dos Batistas, 101,0mm; e Santana do Seridó, 83,2mm. Choveu ainda em Cruzeta, São João do Sabugi, Equador, Florânia, Acari, Carnaúba dos Dantas, Caicó e Ouro Branco, entre outros municípios.

Na mesorregião Agreste, choveu em Rui Barbosa, 39,9mm e Jaçanã e Sitio Novo, com 30,0mm, em cada município. Choveu ainda em Serrinha, Ielmo Marinho, Bento Fernandes, Barcelona, e Parazinho, entre outros municípios.

Na mesorregião Leste choveu mais forte em Ceará-Mirim, 80,0mm; Macaíba, 58,1mm e Espírito Santo, 8,4mm, além de São Gonçalo do Amarante, Parnamirim, Montanhas e Natal.


07/04/2018
Por Edilson Silva em Tempo

Veja o índice de chuvas em algumas regiões do Seridó de ontem para hoje

Na comunidade Malhada Vermelha a chuva chegou a 110mm e em Santana do Seridó choveu a marca de 105mm

  • Caicó, no bairro Penedo próximo a UFRN 48mm
  • Princesa da Tapera, Jucurutu, 73mm
  • Serra Negra do Norte na fazenda Bela Vista 80mm
  • Carnaúba dos Dantas 51,6 mm
  • Timbaúba dos Batistas 76mm
  • Sítio Logradouro dos Enéas 56mm
  • Sítio Pintado 53mm
  • Parelhas 63mm
  • Malhada Vermelha 110mm – o açude está muito próximo de transbordar
  • São João do Sabugi 40mm
  • Saco da Cruz, Santana do Seridó 105mm
  • Já em Martins, na região oeste do estado, choveu 120mm


Página 1 de 3012345...102030...Última »


Facebook


Twitter