30/09/2020
Por Edilson Silva em Esporte, Mossoró

Justiça acata pedido do MPRN e mantém suspensas as atividades no estádio Nogueirão

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) conseguiu que a Justiça mantivesse decisão anterior em relação à abertura do Estádio Professor Manoel Leonardo Nogueira, localizado em Mossoró. Conhecido por Nogueirão, o local está com as atividades suspensas. A Liga Desportiva Mossoroense havia apelado contra decisão proferida na execução de fazer, movida pelo MPRN.

A intenção do Ministério Público era que Liga cumprisse um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado entre as partes, cujo objeto era o de realizar as reformas necessárias para tornar o estádio acessível. Isso significa garantir o pleno acesso, circulação e utilização pelas pessoas com deficiência, observando as normas técnicas de acessibilidade.

Após a primeira decisão judicial acatando o pedido ministerial, a Liga Desportiva Mossoroense foi notificada para cumprir o TAC. No entanto, manteve-se inerte. O Ministério Público, por sua vez, como meio de compelir o executado a cumprir a obrigação assumida, requereu medidas indutivas, quais sejam: a majoração da multa cominada no TAC e a suspensão de toda e qualquer atividade desenvolvida no Nogueirão.


22/06/2020
Por Edilson Silva em Mossoró

Estudante de Medicina morre em Mossoró vítima de coronavirus

O estudante do 8° período de Medicina da Universidade Potiguar (UNP), Vital Avelino Maia Neto, de 21 anos, morreu neste domingo (21) vítima do novo coronavirus.

Atuava como estagiário no Hospital Central Coronel Pedro Germano – Hospital da Polícia Militar, em Natal.

Ele é filho do médico Alexandre Avelino Moreira Maia e da enfermeira Luciana, residentes em Mossoró.

Doutor Alexandre, pai do estudante, também estava intermado com coronavírus, mas teve alta hospitalar hoje.

Vital Neto tinha fibrose cística e chegou a ser hospitalizado por complicações da covid-19.

O Câmera


16/06/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, RN, Saúde

Covid-19: Força-tarefa deflagra Operação Pacto pela Vida em Mossoró

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) deu início, na manhã desta segunda-feira (15), a uma força-tarefa entre o Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar e a Vigilância Sanitária da prefeitura Municipal de Mossoró, para a realização da Operação Pacto pela Vida, que tem como objetivo fiscalizar o cumprimento do decreto estadual, que restringe o funcionamento do comércio para evitar a disseminação da Covid-19 no município.

Como tem ocorrido em outras cidades do Rio Grande do Norte, os agentes foram às ruas com o intuito de orientar a população sobre as medidas adequadas para a manutenção do isolamento social, além de supervisionar e garantir exclusivamente o funcionamento do comércio considerado essencial para o período. Durante a fiscalização, os estabelecimentos que não se enquadram no decreto estão sendo fechados e alguns serão notificados devido ao descumprimento.

A Operação Pacto pela Vida na região oeste do Estado ocorre com coordenação do Comando de Policiamento do Interior (CPI), por meio do 2º e 12º Batalhão de Polícia Militar, da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN), com o trabalho da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil, e do 2º Grupamento de Bombeiros em Mossoró.


15/06/2020
Por Edilson Silva em Mossoró

Aluna e professor da Ufersa emocionam e levam segundo maior prêmio do The Wal no Caldeirão do Huck

Direto de Mossoró, no Rio Grande do Norte, a aluna do curso de Ciência e Tecnologia, Ekarinny, e o professor Felipe participaram do The Wall no Caldeirão deste sábado, 13/6, e levaram o segundo maior prêmio de todas as edições do quadro.

A dupla ganhou R$ 278.677 e promete investir parte da grana no registro e na viabilização de um projeto que cria um cateter, feito a partir do reaproveitamento da castanha-de-caju, e deve ajudar pacientes que fazem hemodiálise.

Eles também desejam investir em um fundo de apoio à novas ideias de outros cientistas.

A história de Ekarinny

Anos atrás, a tia da Ekarinny faleceu por conta de uma infecção na corrente sanguínea causada por um cateter usado na hemodiálise. A partir daí ela resolveu investir na ciência para ajudar pessoas que dependessem do procedimento. A ideia foi produzir um cateter bioativo para prevenir infecções na corrente sanguínea. O quintal da casa dela foi transformado em um laboratório. Ela também participou de uma das maiores feiras de ciência do mundo e foi premiada com a sua criação.

“A castanha-de-caju tem essa propriedade que pode prevenir a infeção na corrente sanguínea”, explicou a estudante que disse que sua inspiração foi o quadro Jovens Inventores do Caldeirão.

“Foi assistindo à uma temporada que a menina fez uma bandeja biodegradável a partir da cana de açúcar que eu fiz meu primeiro projeto”, completou.

Ekarinny ainda disse que a paixão pelos estudos aflorou quando ela começou a participar de feiras de ciência.

“A gente que vem de família humilde acha que não pode ser cientista, mas podemos sim, e a prova está aqui”, explicou ela, que estudou a vida inteira em escola pública.

A estudante contou que depois que sua avó e sua mãe também faleceram, ela passou a morar com o tio. “Eu morava antes com a minha vó, ela cuidava do filho dela, que é meu tio e tem autismo. Hoje eu moro com ele, com meu irmão e com minhas primas”.

“Quero ser uma boa pessoa, alguém que inspire e levante o outro pra cima”, destacou a estudante.

Professor Felipe acertou todas as perguntas do The Wal

Desejando 50 mil para investir no projeto de Ekarinny e 100 mil para investir em novas ideias de outros cientistas, eles entraram confiantes na disputa. Na primeira rodada do desafio, eles estavam com R$ 13.665. O professor foi o escolhido para ir ao isolamento, enquanto a estudante permaneceu no palco.

Na segunda rodada, a dupla acumulou R$ 58.667. Já na última rodada, o professor continuou acertando todas as perguntas, gabaritando todas as respostas, um fato que aconteceu pela primeira vez na história do The Wall. Por sorte, ele também optou por rasgar o contrato, que garantia o valor da primeira rodada, mais 3 mil reais por cada resposta correta, caso ele assinasse, somando R$ 31.655. Com isso, com base no acumulado na última rodada, eles levaram pra casa um dos maiores prêmios do quadro, no valor de R$ 278.677.

“Eu lembrei quando te conheci naquela feira de ciências e olhei pra você e vi que tinha um brilho diferente. Eu vi em você um brilho que não via nas outras pessoas e não é por acaso que a gente está aqui hoje. Felizmente esse seu brilho cresceu e hoje ele consegue iluminar muitos jovens”, declarou o professor para a aula.

“A gente está aqui por todos os jovens que precisam desse nosso exemplo e que podem acreditar em ser cientistas. Isso pode mudar a vida deles e mudar o nosso país”, completou o educador.

Por Gshow


09/05/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, Saúde

Covid-19: jovem de 18 anos veio a óbito em Mossoró (RN)

Uma jovem de apenas 18 anos de idade, Antônia Gizele Aquino de Medeiros, veio a óbito hoje (08) por Covid-19 em Mossoró (RN). Ela estava em estado grave no Hospital Regional Tarcísio Maia. Foi internada no dia 23 de abril. Tinha obesidade. Agora Mossoró soma 20 óbitos por Coronavírus.


03/05/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, Saúde

Servidor da Prefeitura de Mossoró é a 16ª vítima do coronavírus na cidade

Luís Alvaci Gomes morreu na madrugada deste sábado (2), em Mossoró. A causa do óbito é Covid-19. Esta foi a 16ª morte no município em decorrência do novo coronavírus. A prefeitura da cidade confirmou a morte do servidor municipal em nota divulgada nesta manhã.

Ele tinha 59 anos. Alvaci foi internado no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) no último dia 14 de abril. Ele apresentou os primeiros sintomas da doença no início do mês passado. Ficou em isolamento social por 8 dias. Ele testou positivo para a Covid-19 e foi internado.

Em nota, a prefeitura lamentou o falecimento de Alvaci Gomes.

Confira nota:

Prefeitura lamenta falecimento de servidor municipal

É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do servidor Luiz Alvaci Gomes, coordenador da limpeza pública do setor da região sul.

Alvaci havia dado positivo para Covid-19 e teve seu quadro agravado ontem, vindo a falecer na madrugada deste sábado.

Trabalhando há mais de 30 anos na Secretaria de Serviços Urbanos, Alvaci depois de aposentado continuou prestando serviço ao município, por ser um funcionário exemplar. Era considerado por seus colegas uma pessoa sempre disponível, determinada, bem humorada e de coração gigante.

Fica o agradecimento pelo competente trabalho em sua jornada na Prefeitura Municipal de Mossoró e como incentivador do futebol amador da cidade.

Que Deus o acolha e traga conforto à família e amigos.

Com informações do Jornal de Fato


03/05/2020
Por Edilson Silva em Mossoró

Jornalista potiguar morre vítima da Covid-19

O jornalista mossoroense Emery Costa morreu, na sexta-feira (1°), vítima da Covid-1. Ele estava internado, desde o dia 18 de abril, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital privado de Natal, capital do Rio Grande do Norte, após ter sido transferido de Mossoró devido a complicações com a doença.

Emery tinha 74 anos, era casado e deixa dois filhos. A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, emitiu uma nota de pesar pelo falecimento do conterrâneo: “Com atuação brilhante no rádio mossoroense e no jornal impresso, Emery deixa o legado da ética no jornalismo. Ele atuou também como secretário municipal de Comunicação de Mossoró, na gestão do então prefeito Dix-Huit Rosado. Foram mais de 50 anos dedicados ao ofício de informar. Sua história serve de exemplo na reafirmação do jornalismo sério, pilar fundamental de uma sociedade mais justa”, disse em nota.

Com isso, sobe para 57 o número de óbitos provocados pela Covid-19 no estado potiguar, sendo que outros 19 estão em investigação. Além disso, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), 1.297 foram diagnosticadas com a doença no RN.


30/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, Saúde

Homem de 62 anos é o 14° óbito por Coronavírus em Mossoró (RN)

O município de Mossoró (RN) registra o 14° óbito por Coronavírus.

Trata-se de José Augusto, de 62 anos de idade.

Ele morreu no Hospital Regional Tarcísio Maia, na manhã desta quinta-feira.

Não possuía comorbidades.

José Augusto trabalhava há décadas na Livraria Independência, e era bastante querido por clientes e funcionários daquele estabelecimento.

Por Saulo Vale


28/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, Saúde

Mossoró confirma 11ª morte por coronavírus; total no RN chega a 46

A Secretaria de Saúde de Mossoró confirmou na tarde desta segunda-feira (27) a 11ª morte por coronavírus na cidade. O total de óbitos, portanto, chega a 46 no Rio Grande do Norte.

A vítima é uma mulher de 72 anos, que tinha diabetes, Alzheimer e hipertensão. Ela deu entrada e estava internada em um hospital privado desde o dia 21 de abril.

Na manhã desta segunda (27), também saiu o resultado de um óbito de um homem, de 69 anos, com hipertensão e insuficiência cardíaca, que estava em investigação. Ele faleceu no dia 25 em um hospital público.

De acordo com o mais recente boletim sobre a doença, são 832 casos confirmados em 57 municípios potiguares, 4.122 suspeitos e 2.966 descartados.


26/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, Saúde

Uso de máscaras em via pública se torna obrigatório em Mossoró, no RN

A Prefeitura de Mossoró anunciou a obrigatoriedade da utilização de máscaras durante o deslocamento de pessoas nas vias públicas e para o atendimento em estabelecimentos com funcionamento autorizado. É uma medida de prevenção à proliferação do novo coronavírus.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do município na última sexta-feira e entra em vigor na segunda-feira (27). É permitido o uso de máscaras artesanais (laváveis), seguindo recomendação do Ministério da Saúde para que os equipamentos descartáveis estejam à disposição dos profissionais que atuam no combate à Covid-19.


25/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, RN

‘Tornado de baixa intensidade’ aparece no interior do RN

Um tornado de baixa intensidade apareceu no céu e chamou a atenção de moradores do município de Serra do Mel, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Um deles registrou um vídeo do fenômeno sendo visto da Vila Piauí, localidade do município.

De acordo com o meteorologista José Espínola Sobrinho, da Ufersa, esse tipo de tornado não é comum no estado. “Não é comum esse tipo de tornado por aqui. Ele acontece na região Sul, Sudeste, em Santa Catarina tem muito. No Amazonas e no Maranhão também aparecem. Mas no semiárido nordestino é raro. Quando acontece é na caatinga e na época mais seca do ano. E ele acontece de forma mais fraca, mas com aquela intensidade, não”, falou.

O professor explicou que não é possível perceber pelas imagens que analisou se a base do fenômeno é no mar, o que poderia ser considerado uma tromba d’água. Ele disse que o RN tem vivido fenômenos atípicos neste ano. E há uma possível explicação.

“Esse ano está sendo muito atípico. Tivemos também aquela nuvem rolo que apareceu em Upanema, um raio recente que matou vários bois no interior do estado. Isso significa que tem muita energia na atmosfera, porque o Oceano Atlântico Sul está mais aquecido. Por isso, inclusive, as chuvas. O oceano está quente desde dezembro. Em 40 anos que trabalho com isso, nunca tinha visto o oceano de dezembro a maio quente”, comentou.

José Espínola explicou que os tornados são fenômenos que acontecem em função de “uma grande diferença de temperatura entre duas massas de ar e uma grande diferença de pressão atmosférica”.

Esse encontro entre duas massas de ar, nessas condições, faz com que os ventos entrem em movimento circular. “Eles formam uma coluna vertical em que a velocidade do vento está geralmente acima de 70 km/h a até 100 km/h nos tornados mais simples”.

Segundo o professor José Espínola, o tornado visto em Serra do Mel está em uma configuração de 0 ou no máximo 1 em uma escala que pode chegar a até 5 em relação à velocidade. “O tornado de configuração 5 de velocidade do vento pode chegar a até 320 km/h. Eu acredito que esse aqui deve ter sido um de índice 0 ou 1 em que a velocidade do vento fica aí em torno de até 100 km/h”, reforçou.

G1 RN


25/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, RN, Saúde

Mulher de 42 anos morre de Covid-19 em Mossoró

Uma mulher de 42 anos de idade com síndrome de down morreu vítima da Covid-19 em Mossoró, Oeste potiguar. A mãe dela, de 84 anos, está internada na UTI com a doença e dois irmãos também foram infectados. Anaísa Silva de Castro foi a óbito na terça-feira (21), mas a causa só foi confirmada nesta sexta (24) pela secretaria de saúde da cidade. Ela era diabética e hipertensa. Essa foi a 39ª morte provocada pelo novo coronavírus no Rio Grande do Norte.

“Princesa. Era assim que a gente chamava Anaísa. Uma pessoa carinhosa, amorosa, brincalhona, o xodó da família”, diz um dos irmãos dela, Airton de Castro, que também contraiu Covid-19. Curado da doença, está em casa com outra irmã também infectada, mas que se recupera em isolamento, sem agravamento do quadro de saúde. Ao todo, são 10 irmãos, porém somente eles dois e Anaísa moravam com a mãe na mesma casa.


17/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, RN, Saúde

Coronavírus: 8ª morte em Mossoró. Agora são 23 óbitos no RN

A Secretaria de Saúde de Mossoró (RN) informa que um óbito de uma mulher, de 76 anos, ocorrido no dia 14 de abril, foi confirmado para o novo Coronavírus no fim da noite desta quinta-feira (16).

A mulher deu entrada em um hospital privado no dia 12 de abril e teve amostras colhidas para exames no mesmo dia. Ela era doente renal crônica, cardíaca e com diabetes.

Lamentavelmente a Secretaria de Saúde de Mossoró registra 8 óbitos causados pelo novo Coronavírus.

Em todo o RN, já são 23 mortes por complicações da doença.

Por Saulo Vale


16/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, RN, Saúde

Médico é a sétima pessoa a ir a óbito por covid-19 em Mossoró; 21ª morte no RN

O cirurgião plástico Elio Cesar Marson é a sétima pessoa a ir a óbito provocado pela covid-19 em Mossoró. Ele estava internado desde o início de abril apresentado complicações. Ele estava internado no Hospital Wilson Rosado.

No Rio Grande do Norte são 21 óbitos por covid-19 sendo um terço deles em Mossoró, cidade com maior número de fatalidades no Estado.


10/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, Saúde

Mossoró tem caso confirmado de Covid-19 entre a categoria bancária

O exame foi realizado no último sábado, dia 4, mas somente nesta quinta-feira, 09, o resultado chegou ao conhecimento da agência bancária onde a pessoa infectada trabalhava. Trata-se de uma mulher que já estava afastada do trabalho durante esta semana por apresentar sintomas enquanto aguardava o resultado do exame.

Em contato telefônico com a Secretária de Saúde do município, Maria da Saudade Azevedo, o coordenador geral, Assis Neto, recebeu a informação de que como hoje não houve nenhuma confirmação de novo caso, é provável que a pessoa infectada já esteja contabilizada dentre os 261 casos confirmados no estado do Rio Grande do Norte e os 63 da cidade de Mossoró, segundo o último boletim epidemiológico emitido pela SESAP – Secretaria de Saúde Pública do RN.

O coordenador foi orientado que, nestes casos, o isolamento social de quem teve contato com a pessoa infectada é imprescindível para evitar uma possível transmissão do vírus e deve obedecer aos protocolos determinados pelos órgãos de saúde pública.

Segundo os especialistas em infectologia, o isolamento por 14 dias é, em geral, suficiente para garantir que alguém que tenha sido infectado pelo novo coronavírus não contamine pessoas próximas. A garantia fica ainda maior quando embasada por exames laboratoriais.

Portanto, o Sindicato irá exigir a desinfecção da agência onde foi detectado o caso, exames laboratoriais e o isolamento dos colegas bancários e bancárias que mantiveram contato com pessoa infectada.

bancariosmossoro.com


08/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró

Covid-19: mais 2 mortes confirmadas em Mossoró; No RN agora são 10

A Secretaria de Saúde de Mossoró informa que foram registrados dois óbitos em decorrência do novo coronavírus na madrugada desta quarta-feira (08). As vítimas eram dois homens mossoroenses, um de 58 e outro de 62 anos, que estavam internados em um hospital privado da cidade, com diagnóstico positivo para Covid-19.

De acordo com registros obtidos pela Secretaria de Saúde, o homem de 58 anos chegou ao hospital privado no dia 31 de março, passou nove dias internado e veio a óbito às 2h de hoje. O de 62 também deu entrada em um hospital privado no dia 30 de março, passou 10 dias internados e veio a óbito às 4h10 desta quarta.

Mossoró passa a contar com 5 mortes causadas pelo Coronavírus.

Agora sobe para 10 o número de mortos Rio Grande do Norte.


30/03/2020
Por Edilson Silva em Mossoró

Covid-19: Corpo de professor da UERN é enterrado sem velório e com caixão lacrado

O corpo do professor universitário Luiz Di Souza, vítima do novo coronavírus, foi enterrado em caixão lacrado, sem velório e com a presença de cinco familiares na noite deste domingo (29). Luiz morreu na noite de sábado após passar uma semana internado. Essa foi a primeira morte por Covid-19 no Rio Grande do Norte. Luiz tinha 61 anos e era diabético.

O sepultamento aconteceu no cemitério São Sebastião, em Mossoró.


30/03/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, Saúde

UERN registra mais um caso covid-19: professora na instituição está internada em um hospital de Mossoró

Uma professora da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) que manteve contato com o também professor da instituição, Luiz di Souza, está internada com coronavírus. A informação foi confirmada pela assessoria da Universidade.

De acordo com a UERN, a mulher está internada em um hospital de Mossoró e passa bem. A instituição informou que, até o momento, tem conhecimento de dois casos confirmados da infecção entre os seus servidores.

Na noite deste sábado (28), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e a Secretaria de Saúde de Mossoró confirmaram a morte do professor da UERN, Luiz di Souza, a primeira registrada por covi-19 no Rio Grande do Norte. As aulas na instituição estão suspensas desde o último dia 15.

Fonte: Agora RN


29/03/2020
Por Edilson Silva em Educação, Mossoró, RN

Covid-19: UERN emite Nota de Pesar pelo falecimento do professor Luiz Di Souza

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), comunica, com profundo pesar, o falecimento do professor Dr. Luiz Di Souza, ocorrido neste sábado, 28 de março.

Luiz Di Souza tinha 61 anos, era diabético e estava internado desde a última terça-feira (24), com sintomas de Coronavírus (COVID-19). O resultado positivo do exame saiu hoje (28), mas, infelizmente, o professor não resistiu.

Lotado no Departamento de Química, da Faculdade de Ciências Exatas e Naturais (FANAT), o professor Luiz Di Souza trabalhou durante mais de 20 anos na UERN, contribuindo com a graduação, iniciação científica, extensão e pós-graduação da UERN. Entre seus projetos, destaca-se o grupo Fanáticos da Química, que utiliza a linguagem lúdica na popularização da Ciência.

A Universidade se solidariza com a família, amigos e alunos do professor Luiz Di Souza, agradecendo sua dedicação e o relevante trabalho em todos esses anos. A UERN decreta luto oficial com hasteamento da bandeira a meio mastro. Devido aos riscos da doença, não haverá velório.


29/03/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, RN, Saúde

Professor do Campus Central da UERN é primeira morte confirmada por coronavírus no RN

Secretaria de Estado da Saúde Pública e a Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró (RN), confirmaram na noite de ontem (28) sábado, o primeiro óbito pelo novo coronavírus no Rio Grande do Norte.

A vítima é o professor da UERN do  Departamento de Química, Luiz di Souza, de 61 anos, com histórico de diabetes, e que teve contato com caso suspeito.

O paciente deu entrada em hospital privado na cidade de Mossoró no dia 21 de março, na última sexta-feira (27) teve a confirmação que estava com a Covid-19, indo a óbito na noite deste sábado.




Facebook


Twitter