Mossoró

Previsões iniciais apontam para inverno precoce em Mossoró

 

As previsões iniciais indicam um período chuvoso precoce em Mossoró. A chuva de pouco mais de 15 milímetros ocorrida na tarde da última sexta-feira (3) surpreendeu o mossoroense por uma precipitação tão cedo. De acordo com o professor formado na área de Ciências Exatas e Naturais, Alciomar Lopes, essa precipitação é prenúncio de um bom período chuvoso na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

 

O professor, lotado na Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU), explicou que passou a verificar nos últimos meses o fenômeno conhecido com La Niña.

 

“A gente já vinha fazendo o estudo desde setembro, início da primavera, e acompanhando a climatologia passamos a verificar que estava para acontecer o fenômeno chamado La Niña. Chegamos à conclusão agora no último estudo que estamos com La Niña moderado com 50% de possibilidade e isso é muito bom para a nossa região que já está começando a provocar as precipitações”, disse o professor.

 

“Temos outras previsões para os próximos dias. Devem acontecer algumas chuvas isoladas e as previsões que temos, a princípio, é um inverno precoce que esse fenômeno vai se estender até o mês de fevereiro. Mas, já tem outro estudo preliminar indicando que La Niña poderá se intensificar em março, quando começa o outono. Estamos muito otimistas”, disse.

 

Saulo Vale

 

Compartilhe aqui:

Escola Interdiocesana de Fé e Política realizou 4º módulo – “Estado e Democracia”

 

Blog Edilson Silva – A Escola Interdiocesana de Fé e Política realizou neste sábado, 18 de setembro de 2021, o quarto módulo. “Estado e Democracia” foi o tema dessa etapa do curso, que contou com alunos das turmas Zilda Arns – Caicó/RN e Anatália de Melo Alves – Mossoró/RN.

 

PROGRAMAÇÃO

 

13h50 ▪︎ Abertura da Sala (Diocese de Caicó)

 

▪︎ Boas-vindas e Mediação do Módulo ( Diocese de Mossoró )

 

14h00 – Mística Inicial (Diocese de Caicó)

 

14h30 – Estado – Assessoria de Sandra Rosário – Assistente Social – Caicó

 

15h30 – Democracia – Assessoria de Luiz Diógenes – Advogado – Mossoró

 

16h30 – Debate

 

17h00 – Encerramento

 

 

 

Compartilhe aqui:

Variante Delta do coronavírus é identificada em Mossoró

 

O Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) identificou a variante delta do novo coronavírus em quatro amostras coletadas entre os dias 27 e 30 de agosto, na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Como a unidade acadêmica já havia comprovado a nova variante no município de Natal, em agosto, a diretora do IMT-UFRN, Selma Jerônimo, alerta para o indicativo de que a variante está circulando pelo estado.

 

De um total de oito amostras coletadas, quatro confirmaram a presença da variante delta em Mossoró. O resultado final do sequenciamento foi realizado no dia 12 de setembro, cujo trabalho foi desenvolvido pelo IMT-UFRN com recursos de projeto de pesquisa e colaboração com o Getúlio Sales Diagnósticos. Atualmente, a unidade sequenciou 64 genomas do SARS-CoV-2 provenientes de amostras do Rio Grande do Norte e prevê realizar a análise de mais 96 amostras.

 

“A confirmação da delta em Mossoró demonstra a capacidade de transmissão da variante”, avalia Selma Jerônimo, considerando que a identificação de novas variantes é frequente, em virtude da fácil mutação do RNA do vírus. Nessa perspectiva, a cientista reforça que é preciso manter os cuidados na prevenção, como o uso de máscara, distanciamento social e a higiene das mãos, bem como cumprir com o esquema de vacinação contra a covid-19.

 

A UFRN já realizou 177.303 mil testes RT-PCR, sendo 151.803 mil pelo IMT-UFRN e 12 mil pela Faculdade de Ciências da Saúde (Facisa-UFRN), além de 13.500 mil testes sorológicos. O Instituto de Medicina Tropical também realiza um estudo de soroprevalência em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS), para avaliar a quantidade de pessoas com resposta de defesa ao vírus, entre vacinadas e as que tiveram infecção natural pela covid-19.

 

Compartilhe aqui:

3º Módulo da Escola Interdiocesana de Fé & Política (Caicó/Mossoró) ocorreu neste sábado, 17

 

Blog Edilson Silva – Buscando contribuir com a formação no campo da Fé e da Política a partir de uma reflexão teológica, bíblica e ética, fomentando uma consciência crítica e transformadora, para a construção de uma sociedade pluriétnica, pluricultural, justa, humana, democrática, solidária e promotora de uma cultura de paz as Dioceses de Caicó e Mossoró realizaram neste fim de semana o 3º Módulo da Escola Interdiocesana de Fé & Política.

 

O encontro ocorreu neste sábado, 17/07 das 14h às 17h por meio da plataforma Google Meet. A sala virtual contou com alunos da Escola Diocesana de Fé e Política Zilda Arns (Caicó/RN) e Anatália de Melo Alves (Mossoró).

 

PROGRAMAÇÃO

 

13h45: Abertura da sala virtual

 

14h00: Mística (Diocese de Mossoró)

 

14h15: Bem Viver como alternativa de desenvolvimento; Bem Viver: perspectivas ecológicas, políticas e sociais – Assessoria de Gildo Aquino (Povo Xucuru do Ororubá da Serra do Ororubá – Pesqueira/PE)

 

Experiências de construção da sociedade do Bem Viver vivenciadas na economia solidária e na agroecologia:

 

15h15: A economia solidária vivenciada pelos grupos de mulheres e a Rede de Economia Solidária de Mulheres do Seridó – Assessoria de Ozeane Albuquerque (Cáritas Diocesana de Caicó)

 

15h35: A economia solidária vivenciada pelos catadores e catadoras de materiais recicláveis – Assessoria de Paula Salmana (IDEMA)

 

15h55: A agroecologia vivenciada pela agricultura familiar – Assessoria de Ana Aline Morais (FETARN)

 

16h15: Debate

 

17h00: Encerramento

 

Formação

 

A Escola Diocesana de Fé e Política Zilda Arns promove anualmente um curso de formação teológica, política e social, composto por 05 módulos, para leigos e leigas, agentes de pastorais e lideranças de movimentos e organizações sociais da Região do Seridó.

 

Critérios de Participação:

 

1 – Sensibilidade Social: Agentes abertos ao diálogo e engajados nos serviços, pastorais, organizações e/ou movimentos sociais;

 

2 – Disponibilidade de tempo: Assumir o compromisso de participar de todos os módulos;

 

3 – Ser conselheiro: Representantes das Paróquias ou da Sociedade Civil nos Conselhos de Controle Social e políticas públicas;

 

4 – Agente multiplicador: Assumir o compromisso com o repasse dos conteúdos nas Paróquias e/ou organizações de atuação.

 

5 – Pontualidade e responsabilidade: Participar de todos os módulos de acordo com os horários previstos na programação.

 

6 – Executar tarefas sugeridas pela Coordenação e Assessoria da Escola.

 

Compartilhe aqui:

Mossoró Cidade Junina 2021 tem lançamento dia 12

 

O Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual será lançado oficialmente no dia 12 de junho durante a live do Pingo da Mei Dia. Na ocasião, toda a programação será divulgada do evento que é patrimônio dos mossoroenses.

 

Além de promover a cultura popular nordestina, as quadrilhas juninas historicamente são também importantes mobilizadores sociais, que atuam com crianças, adolescentes e jovens de Mossoró. Os grupos realizam ações sociais e coletivas.

 

“O papel social da quadrilha é muito importante. Para você ter a ideia antigamente eu fazia quadrilha adulta, agora estou trabalhando com crianças e adolescentes, porque eu passei a perceber que trabalhar com adulto ele já tem todo um caminho percorrido. Você pegar as crianças da base implanta melhor a parte cultural e social da criança junto com as comunidades. A parte social é muito importante”, enfatizou o diretor da quadrilha Alegria Matutinha, Jailton Oliveira.

 

Compartilhe aqui:

Prefeitura de Mossoró publica edital para credenciamento de quadrilhas para Mossoró Cidade Junina Virtual

 

As quadrilhas juninas de Mossoró também serão valorizadas no Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual. A Prefeitura de Mossoró, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), publicou no Jornal Oficial de Mossoró (JOM), nesta sexta-feira (28), um edital de credenciamento de quadrilhas juninas para compor a programação artístico-cultural do evento. Os grupos locais terão representação no Polo de Cultura Popular e receberão incentivos financeiros.

 

A apresentação das quadrilhas selecionadas ocorrerá por meio de exibição presencial de dança, estando limitada a quatro componentes, ou seja, dois pares, devido às medidas sanitárias de combate à pandemia da Covid-19. O credenciamento possibilita, mas não obriga a contratação de todos os interessados que preencham as condições do Edital.

 

“Nós elaboramos o Chamamento via edital, especialmente vinculado também a questão do Cidade Junina Virtual, cujo objetivo é ter a participação das quadrilhas juninas do município de Mossoró. Ter uma representação dos festejos juninos dentro do Polo de Cultura Popular vinculando-se a característica de que todos os festejos juninos surgem a partir das quadrilhas, da animação das quadrilheiros. Contemplar a participação das quadrilhas juninas tanto com participação dos Regionais, que são as bandas que acompanham as quadrilhas com toda execução musical, e com a representação das quadrilhas, mas não podemos reunir um número significativo de brincantes e fechamos para dois casais para ter a representação das quadrilhas”, explicou o secretário de Cultura Etevaldo Almeida.

 

O credenciamento ficará aberto até o dia 2 de junho de 2021 por está condicionado à realização do Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual. O período de inscrição será do dia 31 de maio a 2 de junho de 2021, dias úteis, das 7h30 às 13h, exceto em feriados e pontos facultativos, devendo ser entregues o envelope na Secretaria Municipal de Cultura (prédio da Biblioteca Municipal), na Praça da Redenção Dorian Jorge Freire, 17 – Centro. A documentação exigida e todos os critérios podem ser consultados na íntegra no edital.

 

A seleção das propostas será realizada em duas etapas: Habilitação e Publicação do Resultado. Na Habilitação será feita a análise para conferência dos documentos e será realizada pela Comissão já previamente constituída. Os habilitados na terão seus nomes publicados no Jornal Oficial de Mossoró.

 

A Prefeitura de Mossoró pagará cachê aos contratados no valor de R$ 2.000,00, sendo que o pagamento será efetuado a um responsável financeiro de cada quadrilha junina pela participação no MCJ 2021 Virtual e os recursos são incentivos para continuidade das manifestações culturais dos grupos juninos. O valor foi definido a partir de consulta aos quadrilheiros, considerando as atuais circunstâncias financeiras e sanitárias, bem como pelo formato selecionado da exibição das quadrilhas e festivais de quadrilha passados. Desses valores serão deduzidos os impostos legalmente previstos.

 

“O objetivo também é trabalhar o cachê para que os quadrilheiros também sejam contemplados com recursos do Mossoró Cidade Junina. Para que possam estar pautando no âmbito da consolidação das quadrilhas juninas recursos para se pensar no que eles trabalham a partir da necessidade deles enquanto quadrilheiros”, destacou.

 

Compartilhe aqui:

Maio caminha para ser o mês mais chuvoso de 2021 em Mossoró, avalia secretaria

 

O mês de maio caminha para ser o mais chuvoso de 2021 em Mossoró por conta das últimas chuvas registradas no município nesses primeiros dez dias do quinto mês do ano. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU), faltam pouco mais de 10 milímetros para que o maio ultrapasse o mês de março.

 

O terceiro mês do ano é, até o momento, o mais chuvoso de 2021. Março somou 152,6 milímetros. Até essa segunda-feira, maio acumulava 142,6mm. Esse índice pluviométrico corresponde somente aos 10 primeiros dias. O professor de Ciências Naturais Alciomar Lopes explica que esse volume de chuvas em maio está sendo tratado como surpresa porque historicamente as chuvas nesse mês são menores do que nos outros meses da chamada quadra chuvosa na região.

 

“Conforme os dados que nós temos aqui na meteorologia, março tem 152,6 milímetros e maio, em dez dias, temos 142,6mm, uma diferença de 10 milímetros e ainda temos 20 dias pela frente. A meteorologia está mostrando que o índice pluviométrico para maio será bem mais elevado e isso é uma surpresa para nós que fazemos esse trabalho, pois geralmente no mês de maio é um mês em declínio pluviométrico”, contou.

 

O técnico da Secretaria de Agricultura diz ainda que dois fatores contribuem para essas chuvas em maio. Um deles é bem conhecido na região e que estava atuando no início do ano próximo ao estado do Amazonas e o segundo bem menos citado por aqui.

 

“Existem dois fenômenos que estão atuando. O primeiro é a Zona de Convergência Intertropical, que no início do ano se encontrava lá próximo ao Amazonas, próximo ao Peru (país). A mudança climática nos dois oceanos, no Pacífico neutralizou e no Atlântico aqueceu, fez com que a Zona de Convergência descesse até nosso estado. Hoje ela se localiza entre o estado do Ceará e o Rio Grande do Norte provocando esse alto índice de pluviometria. O segundo fator é a chamada Ondas de Leste, ou conhecida como Cavado. Essas ondas se formam próximas ao Centro-Oeste e vai subindo onde se encontra com a massa quente da nossa região o que provoca essas chuvas finas que a gente está vendo e que elas podem se prolongar até agosto”.

 

Alciomar Lopes informa também que as regiões de Mossoró que fazem limite com o estado vizinho são as mais chuvosas. “Tratando sobre Mossoró nós estamos verificando que as regiões mais próximas do Ceará são as mais chuvosas. Devido essa mudança elas estão acontecendo do Norte para o Sul, ou seja, Jucuri, Cabelo de Nego, São José, Chafariz, Lorena, essa região são as que estão acontecendo as maiores precipitações”.

 

Por fim, o professor destaca que as próximas precipitações na cidade serão de leves a média. A maior parte dessas chuvas pode chegar até 5 milímetros. Pode haver ainda precipitação que atinja a marca de 20 a 30mm.

 

“Os próximos dias serão sempre nesses limites da Zona de Convergência com as Ondas de Leste, mantendo o índice de 3 a 5 milímetros. Pode ser que um ou outro dia aumente o índice para 20 ou 30, mas as previsões é que serão de chuvas leves a média”, finalizou.

 

Compartilhe aqui:

Covid-19 deixa a imprensa de luto: morre o repórter Francileno Góis

 

Morreu o jornalista/radialista Francileno Góis, vítima da Covid-19. A notícia foi confirmada pela família na manhã desta quinta-feira (15).

 

Francileno lutava pela vida desde que testou positivo para a doença. Recebeu a primeira assistência no Hospital Regional Dr. Agnaldo Pereira, de Caraúbas, e depois foi transferido para o Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros, no Alto Oeste potiguar.

 

Havia esperança de que ele sairia da luta com vida, mas o seu quadro clínico se agravou nesta quarta-feira (14), quando precisou ser intubado com urgência. A equipe médica utilizou todos os recursos e esforços possíveis, mas o inimigo invisível foi letal.

 

Natural de Caraúbas, Francileno Góis era um apaixonado pelo ofício da comunicação, que ele expressa diariamente como repórter policial do Canal 10/TCM.

 

Francileno Góis era casado com a assistente social Licinha Guerra e tinha duas filhas: Fernanda (odontóloga) e Geovana.

 

Via defato.com

 

Compartilhe aqui:

Empresa de telemarketing oferta 350 vagas de emprego em Mossoró

 

A empresa de telemarketing AeC vai ofertar 350 novos empregos em Mossoró ainda este ano. O processo seletivo para preenchimento das vagas será aberto e as inscrições poderão ser feitas em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo. Os trabalhadores serão contratados em abril.

 

A novidade foi apresentada em reunião remota, nessa terça-feira (23), ao prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra e ao secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Franklin Filgueira. Guilherme Noronha, acionista da empresa, afirma que “Mossoró tem hoje uma geração de profissionais que podem trabalhar em qualquer empresa do mundo. Hoje a empresa vai crescer muito em Mossoró, porque agora o nosso prédio não é mais nosso limite”.

 

“Agradeço em nome do nosso povo mossoroense, o investimento, atenção e vontade da empresa AeC de investir em Mossoró. Essa geração de emprego e oportunidade em um momento tão difícil que vivemos, são 350 empregos gerados no momento mais crítico da pandemia, pessoas que vão trabalhar home office, estão sendo treinados para isso, e vão ter os benefícios de trabalhar na sua residência e estar em contato com o Brasil. É que Mossoró representa. Uma cidade que está a frente da sua época e a gente fica bastante satisfeito de contar com a AeC em Mossoró”, afirmou o prefeito Allyson Bezerra.

 

A AeC conta atualmente com pouco mais de 2.100 funcionários em Mossoró. O número será ampliado com a contratação de mais 350 homens e mulheres nos próximos meses. O processo de contratação deve ser feito online, bem como o treinamento de capacitação.

 

O secretário, Franklin Filgueira, destacou ainda que firmou mais parcerias com a empresa para desenvolvimento dos programas Jovem Cidadão e Requalifica. “Nessa oportunidade a gente ajustou a formalização de parcerias entre a Prefeitura e a AeC para a gente desenvolver atividades dentro da Gerência de Ciência, Tecnologia e Inovação, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, e também uma parceria com a Gerência de Empregabilidade. Com isso, vamos inserir tanto o programa Jovem Cidadão, que tem a finalidade de promover o primeiro emprego para os jovens e também o Requalifica, que tem por finalidade atualizar e requalificar as pessoas adultas para o ambiente de trabalho. Esses dois programas estão acordo com as linhas da empresa e a empresa vai fazer parte desses programas com a Prefeitura”, explicou o secretário.

 

A Prefeitura de Mossoró informou que divulgará nos próximos dias como os interessados podem enviar os currículos para participação do processo seletivo da AeC.

 

Compartilhe aqui:

IFRN de Mossoró faz processo seletivo

 

A Direção-Geral do Campus Mossoró do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) divulgou Processo Seletivo Simplificado destinado à seleção e à posterior contratação de professores substitutos para atuar no ensino básico, na educação profissional de nível médio e no ensino superior.

 

São três vagas (mais cadastro de reserva), distribuídas pelos campi Canguaretama, Mossoró e Natal-Cidade Alta, para a disciplina Filosofia. O processo ocorrerá de acordo com as normas descritas no Edital nº 5/2021, que traz a descrição das vagas, requisitos mínimos, regime de trabalho, detalhes sobre a remuneração e outras informações.

 

As inscrições para o Processo Seletivo Simplificado – no valor de R$ 78,00 – serão realizadas das 10h do dia 22 às 20h do dia 31 de março de 2021, exclusivamente via Internet, na página http://professorsubstituto.ifrn.edu.br.

 

A seleção será constituída de uma Prova de Desempenho (eliminatória e classificatória) e de uma Prova de Títulos (classificatória)

 

Fonte IFRN

 

Compartilhe aqui:

Mossoró se despede de funcionária do Supermercado Atacadão vítima da Covid-19

 

Amigos, familiares e colegas de trabalho se despediram na tarde desta segunda-feira (8) de Hevilma Herrokad, que faleceu em um hospital particular de Mossoró vítima de complicações decorrentes da Covid-19.

 

Hevilma era gerente do Supermercado Atacadão, e pessoa bastante conhecida e querida no bairro Alto de São Manoel, onde residiu durante toda sua vida. Ela deixa marido e filho.

 

O carro funerário com o corpo de Hevilma passou em frente ao supermercado onde funcionários homenagearam a colega com um forte aplauso.

 

Ismael de Sousa

 

Compartilhe aqui:

Pai do jornalista Saulo Vale morre vítima da covid-19 em Mossoró

 

Faleceu nesta quarta-feira, (3) em Mossoró-RN, aos 67 anos, o servidor público aposentado da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte, Fernando Antônio Bezerra vítima de COVID-19. Ele estava internado no Hospital São Luís.

 

Fernando Antônio Bezerra trabalhou por vários anos na II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), com sede em Mossoró.

 

Deixa seis filhos, o jornalista, blogueiro e apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, Enfoque Político e Super TV, Saulo Vale, Sarah, Rafael, Katerine, Carlão e Samuel.

 

O sepultamento será hoje em Mossoró.

 

Abdias Duque de Abrantes
Jornalista MTB-PB 604.

 

Compartilhe aqui:

Colapso: Hospital São Luiz está com 100% de ocupação de leitos de UTI; 29 pacientes na fila de espera no RN

 

Segundo a portal Regula RN, na manhã desta terça-feira (2) havia 45 pacientes aguardando regulação para uma UTI Covid e, em todo o estado, apenas 16 leitos estava disponíveis, o que significa que tem 29 pacientes da Covid-19 na fila de espera.

 

Isso significa que, na prática, o Rio Grande do Norte está virtualmente com 100% de ocupação da rede pública de saúde para pacientes do novo coronavírus.

 

Dos 16 leitos que estavam disponíveis, 14 são da região Metropolitana de Natal e apenas 2 da região Oeste.

 

Ao todo, 14 hospitais estão com 100% de ocupação e os dois maiores de Natal, o João Machado e o Giselda Trigueiro, estão com 97,1%96,3% de ocupação, respectivamente.

 

Em Mossoró, o Hospital São Luiz está com todos os 40 leitos ocupados, assim como o Hospital Regional Tarcísio Maia que está com 100% de ocupação dos leitos UTI Covid.

 

De Fato

 

Compartilhe aqui:

Vereadores de Mossoró aprovam aumento de 20,5% nos próprios salários a partir de 2022

Vereadores de Mossoró aprovaram reajuste de 20,5% nos próprios salários. O Aumento aprovado nesta quarta-feira (30), passa a valer a partir de 2022, isto porque a a Lei Complementar 173/2020 – aprovada pelo Congresso Nacional garantindo auxílio financeiro para os estados – proibiu o poder público de conceder qualquer vantagem, aumento ou adequação de salários até 31 de dezembro de 2021.

Apenas 11 dos 21 vereadores compareceram à sessão extraordinária que aprovou o reajuste por unanimidade. Assim, o salário sai de R$ 12.600 para R$ 15.190, um aumento de R$ 2.590.

Compartilhe aqui:

Justiça acata pedido do MPRN e mantém suspensas as atividades no estádio Nogueirão

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) conseguiu que a Justiça mantivesse decisão anterior em relação à abertura do Estádio Professor Manoel Leonardo Nogueira, localizado em Mossoró. Conhecido por Nogueirão, o local está com as atividades suspensas. A Liga Desportiva Mossoroense havia apelado contra decisão proferida na execução de fazer, movida pelo MPRN.

A intenção do Ministério Público era que Liga cumprisse um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado entre as partes, cujo objeto era o de realizar as reformas necessárias para tornar o estádio acessível. Isso significa garantir o pleno acesso, circulação e utilização pelas pessoas com deficiência, observando as normas técnicas de acessibilidade.

Após a primeira decisão judicial acatando o pedido ministerial, a Liga Desportiva Mossoroense foi notificada para cumprir o TAC. No entanto, manteve-se inerte. O Ministério Público, por sua vez, como meio de compelir o executado a cumprir a obrigação assumida, requereu medidas indutivas, quais sejam: a majoração da multa cominada no TAC e a suspensão de toda e qualquer atividade desenvolvida no Nogueirão.

Compartilhe aqui:

Estudante de Medicina morre em Mossoró vítima de coronavirus

O estudante do 8° período de Medicina da Universidade Potiguar (UNP), Vital Avelino Maia Neto, de 21 anos, morreu neste domingo (21) vítima do novo coronavirus.

Atuava como estagiário no Hospital Central Coronel Pedro Germano – Hospital da Polícia Militar, em Natal.

Ele é filho do médico Alexandre Avelino Moreira Maia e da enfermeira Luciana, residentes em Mossoró.

Doutor Alexandre, pai do estudante, também estava intermado com coronavírus, mas teve alta hospitalar hoje.

Vital Neto tinha fibrose cística e chegou a ser hospitalizado por complicações da covid-19.

O Câmera

Compartilhe aqui:

Covid-19: Força-tarefa deflagra Operação Pacto pela Vida em Mossoró

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) deu início, na manhã desta segunda-feira (15), a uma força-tarefa entre o Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar e a Vigilância Sanitária da prefeitura Municipal de Mossoró, para a realização da Operação Pacto pela Vida, que tem como objetivo fiscalizar o cumprimento do decreto estadual, que restringe o funcionamento do comércio para evitar a disseminação da Covid-19 no município.

Como tem ocorrido em outras cidades do Rio Grande do Norte, os agentes foram às ruas com o intuito de orientar a população sobre as medidas adequadas para a manutenção do isolamento social, além de supervisionar e garantir exclusivamente o funcionamento do comércio considerado essencial para o período. Durante a fiscalização, os estabelecimentos que não se enquadram no decreto estão sendo fechados e alguns serão notificados devido ao descumprimento.

A Operação Pacto pela Vida na região oeste do Estado ocorre com coordenação do Comando de Policiamento do Interior (CPI), por meio do 2º e 12º Batalhão de Polícia Militar, da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN), com o trabalho da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil, e do 2º Grupamento de Bombeiros em Mossoró.

Compartilhe aqui:

Aluna e professor da Ufersa emocionam e levam segundo maior prêmio do The Wal no Caldeirão do Huck

Direto de Mossoró, no Rio Grande do Norte, a aluna do curso de Ciência e Tecnologia, Ekarinny, e o professor Felipe participaram do The Wall no Caldeirão deste sábado, 13/6, e levaram o segundo maior prêmio de todas as edições do quadro.

A dupla ganhou R$ 278.677 e promete investir parte da grana no registro e na viabilização de um projeto que cria um cateter, feito a partir do reaproveitamento da castanha-de-caju, e deve ajudar pacientes que fazem hemodiálise.

Eles também desejam investir em um fundo de apoio à novas ideias de outros cientistas.

A história de Ekarinny

Anos atrás, a tia da Ekarinny faleceu por conta de uma infecção na corrente sanguínea causada por um cateter usado na hemodiálise. A partir daí ela resolveu investir na ciência para ajudar pessoas que dependessem do procedimento. A ideia foi produzir um cateter bioativo para prevenir infecções na corrente sanguínea. O quintal da casa dela foi transformado em um laboratório. Ela também participou de uma das maiores feiras de ciência do mundo e foi premiada com a sua criação.

“A castanha-de-caju tem essa propriedade que pode prevenir a infeção na corrente sanguínea”, explicou a estudante que disse que sua inspiração foi o quadro Jovens Inventores do Caldeirão.

“Foi assistindo à uma temporada que a menina fez uma bandeja biodegradável a partir da cana de açúcar que eu fiz meu primeiro projeto”, completou.

Ekarinny ainda disse que a paixão pelos estudos aflorou quando ela começou a participar de feiras de ciência.

“A gente que vem de família humilde acha que não pode ser cientista, mas podemos sim, e a prova está aqui”, explicou ela, que estudou a vida inteira em escola pública.

A estudante contou que depois que sua avó e sua mãe também faleceram, ela passou a morar com o tio. “Eu morava antes com a minha vó, ela cuidava do filho dela, que é meu tio e tem autismo. Hoje eu moro com ele, com meu irmão e com minhas primas”.

“Quero ser uma boa pessoa, alguém que inspire e levante o outro pra cima”, destacou a estudante.

Professor Felipe acertou todas as perguntas do The Wal

Desejando 50 mil para investir no projeto de Ekarinny e 100 mil para investir em novas ideias de outros cientistas, eles entraram confiantes na disputa. Na primeira rodada do desafio, eles estavam com R$ 13.665. O professor foi o escolhido para ir ao isolamento, enquanto a estudante permaneceu no palco.

Na segunda rodada, a dupla acumulou R$ 58.667. Já na última rodada, o professor continuou acertando todas as perguntas, gabaritando todas as respostas, um fato que aconteceu pela primeira vez na história do The Wall. Por sorte, ele também optou por rasgar o contrato, que garantia o valor da primeira rodada, mais 3 mil reais por cada resposta correta, caso ele assinasse, somando R$ 31.655. Com isso, com base no acumulado na última rodada, eles levaram pra casa um dos maiores prêmios do quadro, no valor de R$ 278.677.

“Eu lembrei quando te conheci naquela feira de ciências e olhei pra você e vi que tinha um brilho diferente. Eu vi em você um brilho que não via nas outras pessoas e não é por acaso que a gente está aqui hoje. Felizmente esse seu brilho cresceu e hoje ele consegue iluminar muitos jovens”, declarou o professor para a aula.

“A gente está aqui por todos os jovens que precisam desse nosso exemplo e que podem acreditar em ser cientistas. Isso pode mudar a vida deles e mudar o nosso país”, completou o educador.

Por Gshow

Compartilhe aqui:

Servidor da Prefeitura de Mossoró é a 16ª vítima do coronavírus na cidade

Luís Alvaci Gomes morreu na madrugada deste sábado (2), em Mossoró. A causa do óbito é Covid-19. Esta foi a 16ª morte no município em decorrência do novo coronavírus. A prefeitura da cidade confirmou a morte do servidor municipal em nota divulgada nesta manhã.

Ele tinha 59 anos. Alvaci foi internado no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) no último dia 14 de abril. Ele apresentou os primeiros sintomas da doença no início do mês passado. Ficou em isolamento social por 8 dias. Ele testou positivo para a Covid-19 e foi internado.

Em nota, a prefeitura lamentou o falecimento de Alvaci Gomes.

Confira nota:

Prefeitura lamenta falecimento de servidor municipal

É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do servidor Luiz Alvaci Gomes, coordenador da limpeza pública do setor da região sul.

Alvaci havia dado positivo para Covid-19 e teve seu quadro agravado ontem, vindo a falecer na madrugada deste sábado.

Trabalhando há mais de 30 anos na Secretaria de Serviços Urbanos, Alvaci depois de aposentado continuou prestando serviço ao município, por ser um funcionário exemplar. Era considerado por seus colegas uma pessoa sempre disponível, determinada, bem humorada e de coração gigante.

Fica o agradecimento pelo competente trabalho em sua jornada na Prefeitura Municipal de Mossoró e como incentivador do futebol amador da cidade.

Que Deus o acolha e traga conforto à família e amigos.

Com informações do Jornal de Fato

Compartilhe aqui: