Educação

Jucurutu: Equipe da SEMEC apresentou projeto de Educação Inclusiva aos professores do Centro Rural Bráulio Lopes

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura com o apoio da Prefeitura Municipal, realizou o segundo encontro com a equipe da SEMEC, os professores, coordenação pedagógica e gestores da Centro Rural Bráulio Lopes Galvão, nesta terça-feira dia 23 de fevereiro nos horários da manhã com o segmento do Ensino Infantil  e a tarde com o segmento do Ensino Fundamental I onde foi apresentado  o projeto de  Educação Inclusiva, com o objetivo de mapear as dificuldades de aprendizagem dos nossos estudantes.

 

O momento foi de acolhimento e diálogo onde foi possível ouvir os professores e apresentar proposta que busca garantir a aprendizagem a todos os estudantes e o apoio integral aos professores. Tendo à frente desse projeto a Secretária de Educação e Cultura Maria Daguia, a especialista em Supervisão Educacional e pós-graduanda em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional Margarida Bezerra, a Psicopedagoga e especialistas em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional Carla Lúcio, a Especialista em Educação Especial Cláudia Ferreira e a Especialista em Educação Infantil e Gestão Escolar Maria do Socorro Soares Teixeira.

 

 

Compartilhe aqui:

Redação do Enem tem como tema ‘A falta de empatia nas relações sociais’

 

A falta de empatia nas relações sociais no Brasil é o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aplicado hoje (23), tanto para estudantes que tiveram as provas canceladas por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19) quanto para aqueles que pediram para participar da reaplicação do exame porque foram prejudicados na aplicação regular, e para os candidatos privados de liberdade.

 

O tema foi anunciado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta tarde, após o início das provas. Os participantes precisam escrever um texto dissertativo-argumentativo opinativo e organizado para a defesa de um ponto de vista.

 

A opinião do autor deve estar fundamentada com explicações e argumentos, ou seja, na redação o participante deverá dissertar sobre o assunto proposto descrevendo-o e explicando-o. Além disso, é necessário defender a opinião colocada na construção textual, com o objetivo de convencer o leitor com base em argumentos. A redação deve ter, no máximo, 30 linhas e o texto deverá ser desenvolvido a partir da situação-problema apresentada e dos subsídios oferecidos pelos textos motivadores.

 

A prova de redação é a única subjetiva do exame e tem, por isso, critérios especiais de correção. Cada redação é corrigida por pelo menos dois corretores. As notas variam de zero a 1 mil.

 

Para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para vagas em instituições públicas de ensino superior, e do Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior, é necessário não ter tirado zero na redação.

 

Além da prova de redação, os estudantes fazem hoje as provas objetivas de linguagens e ciências humanas. A aplicação segue amanhã (24), quando os participantes resolvem as questões de matemática e ciências da natureza.

 

Reaplicação 

 

O Enem 2020 regular foi aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro no formato impresso, e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro no formato digital. Agora, é aplicado o chamado Enem PPL (Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob Medida Socioeducativa que inclua privação de liberdade).

 

Também hoje as provas serão reaplicadas aos candidatos do Enem regular, tanto do impresso quanto do digital, que tiveram os pedidos aprovados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 

Devido à pandemia, a aplicação do Enem regular foi suspensa no estado do Amazonas, onde mais de 160 mil estudantes estão inscritos; em Rolim de Moura (RO), onde estão inscritos 2.863 candidatos, e em Espigão D’Oeste (RO), com 969 inscritos, e está sendo aplicado hoje.

 

Prevista no edital, a reaplicação do Enem pode ser solicitada por participantes que se sentiram prejudicados por causa de algum problema logístico, como falta de luz no local de prova. Neste ano, devido à pandemia, puderam também pedir a reaplicação os participantes que apresentaram sintomas da covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa.

 

Veja os temas das redações de anos anteriores: 

 

Enem 2009: O indivíduo frente à ética nacional

Enem 2010: O trabalho na construção da dignidade humana

Enem 2011:  Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado

Enem 2012: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI

Enem 2013:  Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

Enem 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil

Enem 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira

Enem 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil e Caminhos para combater o racismo no Brasil – Neste ano houve duas aplicações regulares do exame.

Enem 2017: Desafios para formação educacional de surdos no Brasil

Enem 2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet

Enem 2019: Democratização do acesso ao cinema no Brasil

Enem 2020 impresso: O Estigma Associado às Doenças Mentais na Sociedade Brasileira

Enem 2020 digital: O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil

 

Agência Brasil 

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Projeto de Educação Inclusiva é apresentado aos profissionais da Universidade Infantil Rita Medeiros

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura com o apoio da Prefeitura Municipal, realizou o primeiro encontro com a equipe da SEMEC, os professores, coordenação pedagógica e gestores da Universidade Infantil Rita Medeiros, nesta segunda-feira dia 22 de fevereiro onde foi apresentado o projeto de Educação Inclusiva, tendo o objetivo de mapear o desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes da referida instituição.

 

Uma manhã de diálogo onde a equipe pode ouvir os professores e apresentar a proposta que busca garantir a aprendizagem a todos os estudantes e o apoio integral aos professores. Tendo à frente desse projeto a Secretária de Educação e Cultura Maria Daguia,  a especialista em Supervisão Educacional e pós-graduanda em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional  Margarida Bezerra, a Psicopedagoga e especialistas em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional Carla Lúcio, a Especialista em Educação Especial Cláudia Ferreira e a Especialista em Educação Infantil e Gestão Escolar Maria do Socorro Soares Teixeira.

 

 

Compartilhe aqui:

Secretaria de Educação e Cultura de Jucurutu iniciará projeto de Educação Inclusiva

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura com o apoio da Prefeitura Municipal, iniciará nesta segunda-feira dia 22 de fevereiro o seu projeto de Educação Inclusiva, tendo como primeira ação o encontro com os professores objetivando mapear o Município com ênfase no desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes.

 

A Educação Inclusiva é uma proposta que busca garantir a aprendizagem a todos os estudantes e o apoio integral aos nossos professores. Tendo a frente desse projeto a Secretária de Educação e Cultura Maria Daguia da Cruz e a equipe técnica compreendendo a Psicopedagoga Carla Lúcio que é especialista em Neuropsicopedagogia; a Especialista em Educação Especial prof. Claudia Ferreira; o Psicólogo Wagner; a professora Margarida Bezerra que é pós-graduanda em Neuropsicopedagogia e a Equipe Pedagógica da SEMEC prof. Especialista Ana Maria Chianca, prof. Mestre em Educação Ana Maria Rodrigues, e especialista Maria do Socorro Soares.

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Escola Tia Dimir realizou reunião com pais e professores do 1º ao 5º Ano e planejamento com equipe gestora e pedagógica

Aconteceu no período de 02 à 04 de fevereiro de 2021, a primeira reunião com os pais e professores do 1º ao 5º Ano da Escola Municipal Tia Dimir. Os encontros foram na sede da instituição de ensino e na ocasião foi apresentada a equipe e a dinâmica adotada para realização dos trabalhos pedagógicos em 2020.

Já no dia 05/02 aconteceu o planejamento com professores, gestores e equipe pedagógica.

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Secretaria de Educação realizou reunião para apreciação e aprovação do plano de retorno às aulas remotas

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura do município de Jucurutu, esteve reunida com à equipe pedagógica da SEMEC, com o presidente do Conselho Municipal de Educação, Hiago; com a Assistente Social e membro do Conselho, Ioneide; para apreciação e aprovação do plano de retorno às aulas remotas referentes ao 4 Período e o calendário de 2020.

Compartilhe aqui:

Uern lança edital para pagar auxílio de inclusão digital de R$ 1 mil a estudantes em vulnerabilidade socioeconômica

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) abriu um edital com 500 bolsas de auxílio de inclusão digital para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica matriculados na instituição. A medida visa que os estudantes adquiram equipamentos para acompanhar as aulas em formato online por causa da pandemia da Covid-19.

As bolsas no valor de R$ 1.000,00 são destinados ao custeio das despesas com aquisição de equipamentos de informática. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de fevereiro.

As bolsas serão ofertadas aos estudantes de graduação que estejam matriculados no semestre 2020.2 e comprovem vulnerabilidade socioeconômica. O valor deve ser utilizado para adquirir equipamentos de informática, contratar serviços de internet, softwares ou qualquer outro serviço que garanta acesso às aulas online.

As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de fevereiro de 2021 através do site da Uern. O processo de seleção dos beneficiados terá duas etapas: análise de documentos nos dias 18 e 19 de fevereiro e avaliação social entre os dias 18 de fevereiro e 5 de março. O resultado final deve ser divulgado no dia 19 de março.

Compartilhe aqui:

Reunião discutiu sobre o transporte escolar do município de Jucurutu

Nesta quarta-feira (10), por iniciativa da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, foi realizada uma reunião com presença do prefeito Iogo Queiroz, da Secretária de Educação, Daguia; do Secretário Adjunto, Erifram Paulo; do Coordenador dos Transportes, e motoristas.

O momento foi para tratar de assuntos relacionados com o transporte escolar e cumprimento da carga horária nesse tempo de pandemia.

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Secretaria de Educação inicia cadastramento dos estudantes universitários e de cursos técnicos que utilizam o transporte escolar

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Jucurutu iniciou o cadastramento dos estudantes universitários e de cursos técnicos que utilizam o transporte escolar.

Os interessados devem procurar a sede da SEMEC nesta quinta (11) e sexta (12), das 8h às 11h, levando as cópias do RG, CPF e comprovante de matrícula.

Compartilhe aqui:

Estudo reúne pesquisas sobre educação na pandemia

A pandemia do novo coronavírus teve grande impacto na educação brasileira em 2020. A suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas e particulares evidenciou uma série de desigualdades, deixando, inclusive, estudantes sem atendimento.

A publicação Retratos da Educação no Contexto da Pandemia do Coronavírus – Um olhar sobre múltiplas desigualdades reúne cinco estudos, realizados entre maio e julho de 2020, que se propuseram a coletar dados e depoimentos sobre o ensino no país. 

“A ideia é ter um material que traga as visões de diferentes atores, como foi esse período para os professores, como foi para os pais, como foi para os gestores, em se tratando de tomada de decisão para a educação. Assim, passar uma visão completa de qual foi o cenário educacional nesse período”, explica o diretor-fundador do Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), Ernesto Faria, um dos participantes do estudo. 

A compilação pode, de acordo com Faria, servir como subsídio para que redes de ensino e escolas possam se preparar melhor para 2021. “[A pandemia] é um período que gera várias desigualdades. A gente precisa entender quais desigualdades são essas para daí poder tentar se antecipar a alguns problemas, como a evasão dos alunos”, diz. 

Uma das pesquisas que integram a publicação, realizada pela Fundação Lemann, o Itaú Social e Imaginable Futures, mostra que três meses depois do início da suspensão das aulas presenciais, ainda havia cerca de 4,8 milhões de estudantes, o equivalente a 18% do total de alunos do ensino fundamental e do ensino médio da rede pública, que não teriam recebido nenhum tipo de atividade, nem por meios eletrônicos, nem impressos. 

Além disso, mais de quatro em cada dez estudantes, o equivalente a 42%, não teriam, segundo seus familiares, equipamentos e condições de acesso adequados para o contexto da educação não presencial. Ficaram também evidentes desigualdades regionais. Enquanto quase sete em cada dez estudantes do ensino médio na região Sudeste tiveram aulas online mediadas por seus professores, essa proporção foi de pouco mais de quatro em cada dez nas regiões Nordeste e Sul.

Um dos grandes impactos a ser sentido ainda este ano, de acordo com Faria, poderá ser o aumento da evasão escolar daqueles que não seguirão estudando em 2021. Mais de um em cada quatro jovens do ensino médio já pensou em não voltar para a escola ao final do período de suspensão das aulas, segundo estudo realizado pelo Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) e por parceiros. 

Com análise e texto de Ana Lúcia Lima, da Conhecimento Social, integram a publicação a Fundação Carlos Chagas, Fundação Roberto Marinho, Fundação Lemann, o Itaú Social, Instituto Península e Iede. O estudo está disponível na íntegra na internet.

Compartilhe aqui:

Universidades federais lançam programa piloto de mobilidade virtual

Estudantes de graduação de universidades federais poderão cursar disciplinas em outras universidades de forma remota. O Programa de Mobilidade Virtual em Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (Promover), apresentado hoje (8) pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) começa a ser implementado neste semestre de forma piloto, em quatro universidades. A intenção é que as 69 federais passem a fazer parte do programa. 

O primeiro edital, publicado este ano, oferece vagas em 340 disciplinas de diversas áreas do conhecimento. Participam da edição piloto as universidades federais de Goiás (UFG), Rio Grande (FURG), Maranhão (UFMA) e do Sul da Bahia (UFSB). Os estudantes dessas universidades que quiserem participar podem escolher até três disciplinas ofertadas pelas demais universidades. O período de inscrição varia de acordo com a instituição onde se pretende estudar. As disciplinas cursadas serão registradas no histórico acadêmico do estudante. 

Os reitores das instituições participantes explicam que promover um maior intercâmbio e o contato de estudantes e professores de diferentes universidades federais é um desejo antigo e que foi acelerado pelo contexto da pandemia do novo coronavírus, com o aumento do uso de tecnologias digitais para possibilitar a continuidade das aulas. Com o ensino remoto, é mais fácil também possibilitar uma maior integração entre as instituições. 

“O ensino não se forma exclusivamente por uma formação técnica dentro de uma universidade. A formação de um estudante no ambiente universitário se compõe por um conjunto de vivências, por uma formação política, social e cultural. Então, quanto mais se ampliar os diálogos interculturais, interregionais, melhor vai ser a qualidade do ensino”, diz o reitor da FURG, Danilo Giroldo. 

A intenção é que futuramente todas as instituições passem a fazer parte do programa. “Imaginem se em quatro universidades temos números bastante significativos, imaginem toda a rede de universidades federais interconectada com essa possibilidade dos alunos conversarem, interagirem com professores, com metodologias, com vivências de todo o país”, diz Giroldo.  

Segundo o presidente da Andifes, reitor Edward Madureira, a intenção é que estudantes possam cursar tanto disciplinas obrigatórias quanto aquelas optativas e livres em outras instituições e, assim, ter contato com diferentes métodos de ensino, de diferentes contextos. No futuro, os institutos federais poderão também passar a integrar a rede de intercâmbios. O Brasil possui 41 institutos federais.    

“[Temos] uma ambição um pouco maior, que disciplinas comecem a ser oferecidas por parceria de professores. Não apenas uma disciplina oferecida pela FURG que um aluno de Goiás vá, mas que um professor da FURG, junto com um do Amazonas e outro do Rio Grande do Norte se juntem para oferecer uma disciplina compartilhada e, então, compartilham-se projetos de pesquisa, estudantes em iniciação científica, projeto de extensão, de cultura”.  

O estudante de medicina veterinária da UFG Júlio Cesar de Castro é um dos participantes do programa. “Eu estava com dificuldade de cursar uma disciplina que eu tinha muita vontade de cursar na faculdade e agora vou poder cursá-la em outra instituição, conhecendo novos professores e novas metodologias. É muito gratificante e tem um grande impacto no meu histórico acadêmico”, diz. 

Compartilhe aqui:

Inscrições para seleção Petrobras Cultural para Crianças encerram na sexta-feira

Termina nesta semana o prazo de envio de projetos para a seleção Petrobras Cultural Para Crianças, que visa conceder patrocínio a feiras e ações literárias.

O objetivo da empresa é identificar projetos voltados para o público infantil, com ênfase em crianças de até 6 anos de idade.

Podem concorrer feiras literárias, jornadas literárias, bienais de livros, eventos de quadrinhos e outros formatos que possibilitem reunião de editores e livreiros para exposição de livros. Os interessados devem inscrever as propostas até as 18h da próxima sexta-feira (12) no site.

Os projetos serão avaliados por uma comissão de especialistas em primeira infância e literatura. Também serão aceitas propostas voltadas para público mais amplo, desde que contenham um recorte de ações para o público infantil e da primeira infância. Haverá, ainda, pontuação adicional para atividades a serem realizados em cidades com até 200 mil habitantes, de forma a democratizar a cultura no país.

O gerente de Patrocínio e Eventos da Petrobras, Aislan Greca, lembra que os eventos poderão ser realizados em qualquer cidade do Brasil ou digitalmente. “O intuito é selecionar atividades voltadas à mediação e incentivo à leitura. Queremos despertar a curiosidade do público infantil para o vasto mundo da literatura. Diversas pesquisas reforçam que de zero a seis anos de idade a criança se desenvolve habilidades cognitivas fundamentais que vão durar para toda a vida”, afirma.

Os projetos deverão ser realizados entre o segundo semestre de 2021 e o primeiro semestre de 2022. No caso de necessidade de distanciamento social à época do início da realização, as atividades presenciais poderão ser adaptadas para o formato digital, desde que as substituições sejam compatíveis com o escopo original e aprovadas pela Petrobras.

Compartilhe aqui:

Ufersa abre vagas para professor com salário de até R$ 6,2 mil

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido abre nesta quarta-feira (10) as inscrições para a seleção de professor substituto. Ao todo, são nove vagas distribuídas nos campi de Mossoró, Angicos e Caraúbas.

As vagas são para as áreas de Engenharia, Administração, Letras e Pedagogia. A carga horária de 40 horas semanais com a remuneração variando entre R$ 4.058,48 a R$ 6.289,21 já inclusos o auxílio alimentação e a retribuição por titulação (Especialização, Mestrado ou Doutorado), apresentada pelos candidatos provados. Ainda nesta semana a Ufersa estará divulgando Edital para concurso de Técnicos-Administrativos.

As inscrições para professor substituto vão acontecer no período de 10 a 18 de fevereiro, diretamente no site da Ufersa, com a taxa de inscrição no valor de R$ 70.

A seleção constará de três etapas: Prova Escrita, Prova Didática e, por último, a Análise Curricular, sendo essa apenas classificatória. Já as duas primeiras de caráter eliminatório. As provas serão realizadas no Campus Central da Ufersa, em Mossoró, no período de 14 a 20 de março. A prova escrita para todos os candidatos inscritos vai acontecer no dia 14 de março, no horário das 8 às 12h.

Devido à pandemia do novo Coronavírus, em todas as etapas do certame serão seguidas as orientações do Plano de Biossegurança da Ufersa com o distanciamento social, a proteção individual e coletiva recomendadas como o uso de máscara e a higienização das mãos. A Universidade vai disponibilizar nos locais das provas álcool a 70%.

Confira AQUI o Edital na integra com todas as informações relativas ao processo seletivo para professor substituto.

Compartilhe aqui:

MEC publica relação de aprovados na segunda chamada do Prouni

O Ministério da Educação publica hoje (8) a relação de candidatos aprovados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) de 2021. O prazo para que os selecionados comprovem as informações que foram prestadas na inscrição encerrará no dia 24 de fevereiro.

A lista com o nome dos selecionados para o primeiro processo seletivo de 2021, bem como o cronograma do programa, pode ser acessada por meio do site do Prouni

Neste ano, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. Mais de 162 mil bolsas estão sendo ofertadas nesta edição do Prouni. Desse total, 52.839 são para cursos na modalidade de educação à distância.

Critérios

Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação.

Excepcionalmente neste ano, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da covid-19 e apenas o primeiro dia de provas foi realizado.

Compartilhe aqui:

Processo Seletivo é anunciado pela Prefeitura de Pau dos Ferros – RN

Prefeitura de Pau dos Ferros, no estado do Rio Grande do Norte torna público um novo Processo Seletivo destinado ao preenchimento de vagas e a formação de cadastro reserva para a contratação, em caráter temporário, de profissionais pertencentes a diversas áreas.

Entre as oportunidades, há 13 vagas distribuídas para os seguintes cargos: Médico ESF (2); Médico do Trabalho (1); Enfermeiro ESF (1); Técnico em Enfermagem ESF (2); Odontólogo (2); Nutricionista (1); Veterinário (1); Professor de Língua Portuguesa; Professor de Matemática; Professor de Ciências; Professor de Geografia; Professor de História; Professor de Artes; Professor de Inglês e Pedagogo (3).

Para participar, é necessário que os candidatos possuam escolaridade de nível médio ou superior na área em que pretendem atuar. Aos profissionais efetivados, a remuneração corresponde ao valor de R$ 1.100,00 a R$ 14.000,00, referente a jornada de trabalho de 20 a 40 horas semanais.

Procedimentos para participação

Os interessados em participar deste Processo Seletivo podem se inscrever de forma gratuita, no período de 5 a 9 de fevereiro de 2021, exclusivamente via internet, mediante o preenchimento do formulário eletrônico.

Como forma de seleção, os candidatos inscritos serão avaliados mediante análise curricular e entrevista. Ocorrendo igualdade na classificação, serão utilizados os seguintes critérios, pela ordem, para desempate:

  • Maior pontuação obtida na entrevista;
  • Tempo de experiência profissional;
  • Maior pontuação obtida na análise curricular;
  • Maior idade.
Compartilhe aqui:

UFRN oferta 7.921 vagas em 2021

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) ofertará 7.921 vagas para ingresso de novos alunos em 2021, sendo 7.016 por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O quadro de vagas foi aprovado nesta terça-feira, 2, pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe/UFRN), que também acatou a proposta do Centro de Tecnologia (CT) para alterar a forma de oferta para os cursos de engenharia de 2º ciclo vinculados ao Bacharelado em Ciências e Tecnologia (BCT).

O ingresso via Sisu apresenta aumento de 83 vagas em comparação a 2020, com oferta de 4.732 para o 1º semestre e 2.284 para o 2º semestre. Neste ano, parte das vagas que eram ofertadas pelo BCT serão direcionadas aos cursos de Reingresso de 2º Ciclo (Engenharia Ambiental, Engenharia Biomédica, Engenharia de Computação, Engenharia de Materiais, Engenharia de Petróleo, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Mecânica e Engenharia Mecatrônica).

Dessa forma, além da oferta usual de vagas para esses cursos pelo Reingresso de 2º Ciclo, eles passarão também a ter o quantitativo correspondente a metade da sua oferta destinada ao Sisu – exceto o curso de Engenharia Mecânica, que mantém 80 vagas do turno diurno por reingresso e disponibiliza 50 vagas do turno noturno via Sisu. São oferecidas, no total, 750 vagas para Reingresso de 2º Ciclo.

A UFRN ainda dispõe em 2021 de 63 vagas para graduações com Processo Seletivo Específico (PSE); 42 vagas para mobilidade interna, em que os estudantes são transferidos para o mesmo curso de outro campus; e 50 vagas oferecidas para o Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G).

A pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias Vieira, ressalta que neste ano haverá mudança na forma de ingresso para os cursos de Dança e Teatro, que optaram pela não realização de Teste de Habilidades Específicas (THE), e ofertam suas vagas via Sisu. O curso de Letras Libras, por sua vez, conta com reserva de 75% das vagas para candidatos surdos, conforme a Resolução nº 077/2020 do Consepe.

Em 2021 ainda serão adicionadas duas vagas ao Bacharelado em Ciências Sociais, com aumento de 50 para 52, e uma vaga ao Bacharelado em Psicologia, que passa a dispor de 46 vagas. Também haverá o redimensionamento de 15 vagas do Bacharelado para a Licenciatura em História no Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES), que aumenta o número de alunos para 45 no turno diurno e 50 no turno noturno.

Compartilhe aqui:

Aldir Blanc: Proponentes de 4 editais poderão solicitar prorrogação de prazo

Os proponentes com dificuldades em cumprir o cronograma de execução de projetos da Lei Aldir Blanc no Rio Grande do Norte podem direcionar ofício ao Diretor Geral da Fundação José Augusto (FJA), Joaquim Crispiniano Neto, solicitando prorrogação dos prazos. De acordo com o órgão, a flexibilação ocorre diante da exiguidade de prazos.

A medida se aplica aos editais Diversidade Sócio-Humana, Projetos Culturais Integrados, Saberes, Sabores e Fazeres e Cultura Popular de Tradição.

Segundo a FJA, no ofício deve constar justificativa da solicitação e indicativo do novo cronograma de execução, tendo como base o prazo final de 15 de março de 2021 para a prestação de contas.

O e-mail de solicitação de prorrogação de prazo deve ser endereçado aos respectivos endereços que constam em cada edital.

Compartilhe aqui:

Secretaria de Educação de Caicó encerra ano letivo 2020 com live e palestra para comunidade escolar

A retomada do ano letivo de 2020, das escolas municipais de Caicó, aconteceu nesta segunda-feira (01), com palestra on-line proferida pelo professor Ronaldo Carlos. O tema foi, “A Educação Promotora da Esperança”. A transmissão foi assistida ao vivo por centenas de espectadores, entre profissionais da educação, pais e alunos.

O Secretário Municipal de Educação, Sérgio André de Araújo, participou da live feita através da Fanpage da secretaria (https://www.facebook.com/semece.caico) a partir de uma sala na Escola Presidente Kennedy, localizada no centro da cidade.

“Nós estamos retomando as atividades do ano letivo 2020 e ainda falta 25% para ser concluído. Dentro do planejamento que fizemos, convidamos o professor Ronaldo Carlos, para fazer essa live. Nós temos que ter esperança de dias melhores, que nós vamos poder voltar às nossas aulas presenciais num momento em breve, mas, neste momento, estamos concluindo o ano letivo de 2020, de forma não presencial”, disse Sérgio André.

A previsão é que o ano letivo de 2020 seja concluído no dia 16 de março de 2021. Dentro do que está programado, no próximo dia 08 de fevereiro, têm início as matrículas para crianças com deficiências e do dia 26 a 31 de março, ocorre as matrículas para o público em geral. As aulas terão início no dia 5 de abril.

Na primeira semana, do dia 05 ao dia 09 de abril, será realizado o acolhimento dos alunos, além de avaliação para se ter noção de como foi o processo de aprendizagem das crianças em 2020. Na semana seguinte, serão realizados encontros com as famílias, mostrando como a escola está preparada para acolher as crianças ante a pandemia.

O novo ano letivo se inicia, mas, será feita a retomada dos conteúdos que não puderam ser trabalhados no ano passado.

Compartilhe aqui:

UFRN abre processo seletivo para cadastro de reserva de professores substitutos

A Universidade Federal do Rio Grande do  (UFRN) está com inscrições abertas para a seleção de professores substitutos/temporários do Magistério Superior e do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. O processo seletivo destina-se à formação de quadro de reserva para vagas surgidas dentro do prazo de validade previsto no edital. As inscrições podem ser feitas,  exclusivamente, via internet, até às 23h59 do dia 3 de fevereiro, por meio do SIGRH (Menu Concursos > Concursos Abertos), no qual está disponível o edital e o formulário de inscrição (Anexo II). A taxa de inscrição é R$ 50.

São ofertadas vagas para cadastro de reserva em Natal, Macaíba, Santa Cruz, Currais Novos e Caicó. O regime de trabalho será de 20 ou 40 horas semanais. As atividades referentes à contratação de professor substituto/temporário envolvem a atuação no ensino, conforme a necessidade da instituição expressa no plano de trabalho a ser deliberado pela Unidade de lotação do servidor e no contrato de trabalho.

Em razão da declaração de estado de calamidade pública em todo o território nacional, estabelecido pela União por meio do Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, as provas do processo seletivo simplificado serão realizadas, em sua totalidade, na forma remota, a fim de atender às medidas de distanciamento social. A aplicação das provas está prevista para acontecer entre os dias 26 de fevereiro e 12 de março.

A remuneração será fixada com base no valor dos vencimentos da carreira do Magistério Superior, de acordo com a vaga pretendida, observados o regime de trabalho contratado e a titulação do aprovado. As normas do processo seletivo estão disciplinadas na Resolução nº 225/2018 – Consepe, disponível nas páginas eletrônicas da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (www.progesp.ufrn.br) e SIGRH (www.sigrh.ufrn.br).

Compartilhe aqui: