05/07/2020
Por Edilson Silva em Educação, Jucurutu

Educação nas Ondas do Rádio estreia nesta terça (07) às 18h na Rádio Comunitária de Jucurutu

A Secretaria de Educação e Cultura do município de Jucurutu/RN, estreia nesta terça-feira, 07 de julho/2020, o programa “Educação nas Ondas do Rádio”, que vai ao ar sempre às 18 horas. O programa se propõe a fazer uma ampla divulgação de temas de interesse da comunidade escolar, servindo como suporte de ensino aos estudantes.

O programa chegará aos alunos que vivem o isolamento social, através da Rádio Comunitária de Jucurutu – 104,9 FM com conteúdos educativos.

Fique ligado e estude em casa!

 

 


04/07/2020
Por Edilson Silva em Educação, Saúde

Professores e Estudantes de Química do RN finalizam projeto de combate à Covid-19

Professores e estudantes do curso de Química e do Programa de Pós-graduação em Ciências Naturais (PPGCN), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), concluíram nesta quarta-feira, 1º de julho, o projeto “Química no combate a Covid-19”.

O encerramento da terceira e última etapa do projeto contou com a distribuição da solução sanitizante produzida durante as Oficinas Formativas desenvolvidas desde o início do projeto, aliando ações de Ensino e Extensão.

A solução sanitizante está sendo distribuída em alguns hospitais e unidades de saúde de Mossoró, Areia Branca, Apodi, Santana do Matos, Felipe Guerra e Martins. Essa solução é concentrada e recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com vários estudos que comprovam sua eficiência. Foram produzidas 180 ampolas de solução sanitizante, que vai render 1.440 litros de solução. Outras 125 ampolas serão utilizadas no âmbito da Uern.

A professora Anne Gabriella, coordenadora do projeto, registra seu agradecimento: “Se as pessoas não tivessem acreditado nessa ideia, tanto as que contribuíram financeiramente, como meus colegas e alunos, esse projeto não teria ido pra frente. Os professores do Departamento, os alunos de Química e da Pós-graduação em Ciências Naturais encamparam essa ideia. Fico muito grata, porque sozinha eu não teria feito nada”, afirmou Anne Gabriella.

A primeira etapa do projeto contou com a confecção de máscaras de tecido, a segunda foi a produção de sabão líquido. Essas primeiras ações contaram com a parceria da Universidade Estadual do Piauí e da Universidade Federal do Piauí, que executaram as mesmas ações.


03/07/2020
Por Edilson Silva em Educação, Jucurutu, Vídeo Blog

Com ajuda da internet professores de Jucurutu/RN, gravam música sobre esperança, força e fé

Professores e colaboradores da SEMEC – Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Jucurutu (RN), se articularam com ajuda da internet para gravação de uma canção que levasse fé, força e esperança aos alunos e familiares neste tempo de isolamento e distanciamento social.

Nas imagens e na voz é possível observar o engajamento das pessoas envolvidas na produção do conteúdo.

A música se chama: Clareou e já foi gravada por diversos artistas.

Compositor: Serginho Meriti/Rodrigo

O vídeo foi compartilhado nas mídias sociais e agora postamos aqui no blog.

Com ajuda da internet professores de Jucurutu/RN, gravam música sobre esperança, força e fé

Com ajuda da internet professores de Jucurutu/RN, gravam música sobre esperança, força e fé Professores e colaboradores da SEMEC – Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Jucurutu (RN), se articularam com ajuda da internet para gravação de uma canção que levasse fé, força e esperança aos alunos e familiares neste tempo de isolamento e distanciamento social.Nas imagens e na voz é possível observar o engajamento das pessoas envolvidas na produção do conteúdo.A música se chama: Clareou e já foi gravada por diversos artistas.Compositor: Serginho Meriti/RodrigoO vídeo foi compartilhado nas mídias sociais e agora postamos aqui no blog.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sexta-feira, 3 de julho de 2020

 

 


02/07/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Educação

MEC divulga diretrizes para volta às aulas presenciais, mas não estabelece data para o retorno

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nessa quarta-feira (1°) diretrizes para a volta às aulas presenciais. Entre elas, estão uso de máscaras, distanciamento social de 1,5 metro, estímulo a reuniões on-line e afastamento de profissionais que estejam em grupos de risco (veja mais abaixo).

Apesar da divulgação do documento, ainda não há uma data prevista para a volta às aulas presenciais em todo o país – essas atividades estão suspensas desde março. Segundo o balanço do MEC, entre as 69 universidades federais, 54 estão com atividades suspensas, 5 com atividades parciais e 10 com atividades remotas. O monitoramento pode ser visto no site http://portal.mec.gov.br/coronavirus/


01/07/2020
Por Edilson Silva em Concursos, Educação, RN

IFRN abre processo seletivo com 220 vagas para cursos de graduação

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) abriu processo seletivo nesta segunda-feira (29) com 220 vagas para cursos de graduação de quatro campi da instituição no estado. A classificação acontece via Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e as vagas são para o 2º semestre de 2020.

As inscrições são feitas exclusivamente pelo Portal do Sisu e estarão abertas entre 7 e 10 de julho. A chamada regular única será divulgada no dia 14 de julho.

As vagas são para os cursos de Matemática, Engenharia Civil, Gestão Ambiental, Gestão Pública, Logística, Marketing e Rede de Computadores.

Após a homologação da inscrição, o cálculo da nota final do candidato utilizará as notas obtidas nas avaliações de cada uma das áreas de conhecimento do Enem 2019, não sendo atribuídos pesos diferenciados. A exceção é no curso de Engenharia Civil ofertado pelo campus Natal-Central, em que os pesos são:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (2,0)
  • Matemática e suas Tecnologias (3,0)
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias (1,0)
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (1,0)
  • Redação (1,5)

Caso aprovado, o aluno pode fazer a matrícula presencial, na diretoria acadêmica responsável pelo curso ou online, entre os dias 16 e 21 de julho. A matrícula presencial necessita de agendamento prévio.

O Edital nº 16/2020 pode ser consultado através deste link.


30/06/2020
Por Edilson Silva em Educação, RN

Governadora anuncia que aulas presenciais podem ser retomadas em 14 de agosto no RN

A governadora anunciou nesta terça (30) que as aulas presenciais no Rio Grande do Norte podem ser retomadas em 14 de agosto. As aulas estão suspensas desde 18 de março por causa da pandemia do coronavírus.

Em entrevista ao Bom Dia RN, Fátima Bezerra afirmou que a retomada das aulas presenciais “passa por uma série de medidas porque tem que se dar de maneira muito segura” e que a data ainda é um indicativo, mas não está definida.

“Temos uma grande preocupação do ponto de vista da aprendizagem. A maior parte dos alunos da rede pública não têm internet, e o Enem tá aí, vai ter Enem. Estamos muito preocupados com isso e a discussão que está sendo feita é para que a gente possa retomar as aulas a partir de 14 de agosto”, afirmou a gestora.


28/06/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Educação, Política

“Mentira acima de tudo”: Reitor de universidade da Argentina nega que Decotelli tenha doutorado na instituição

Nesta sexta-feira (26), o reitor da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, Franco Bartolacci, negou, em postagem no Twitter, que o professor Carlos Alberto Decotelli da Silva, recém-nomeado ministro da Educação no Governo Bolsonaro, tenha doutorado na instituição.

“Precisamos esclarecer que Carlos Alberto Decotelli da Silva não obteve na Universidade Nacional de Rosário o título de doutor mencionado neste comunicado”, escreveu Bartolacci, compartilhando, ao mesmo tempo, o anúncio que o presidente Jair Bonsonaro fez na quinta-feira (25), em seu Twitter, informando a nomeação do novo ministro.

“Decotelli é bacharel em Ciências Econômicas pela UERJ, Mestre pela FGV, Doutor pela Universidade de Rosário, Argentina e Pós-Doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha”, escreveu Bolsonaro.


27/06/2020
Por Edilson Silva em Educação

Sesi/RN desenvolve projeto para preparar estudantes para o Enem

As vídeoaulas do SESI Escola destinadas a alunos que prestarão o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) estão permitindo que alunos contem com um canal aberto e gratuito de ensino. Trata-se do projeto ‘No SESI, ninguém solta a mão de ninguém’ com aulas todas as quintas-feiras, às 19 horas, no Canal do YouTube.

Dailton Lima, aluno do 3º ano do ensino médio do SESI Escola São Gonçalo do Amarante, participa das aulas e disse que o projeto vem em um momento em que isolamento social não interfere apenas na interação com amigos, mas também na educação de muitos estudantes. “O SESI observou isso e idealizou as aulas virtuais abertas para qualquer pessoa, isso é algo incrível, eu vi empatia nesse projeto, que é algo que temos de ter nesse momento conturbado em nossas vidas. As aulas estão me fazendo relembrar assuntos que eu vi há algum tempo, e com certeza deve estar ajudando outros estudantes que ainda não viu. No SESI ninguém solta a mão de ninguém”, enfatiza Dailton.

Para justificar o nome do projeto, a gerente de educação do SESI-RN, Karenine Medina, explica que, mesmo em período de pandemia e isolamento social. todos continuam de ‘mãos dadas’. “No SESI ninguém solta a mão de ninguém porque mesmo a distância nós estamos juntos passando conhecimento para nossos alunos, e para muitos alunos de escolas públicas que estão sem aula e precisam se preparar para o ENEM, fortalecendo nossos laços com nossos alunos, mas também dando a oportunidade para quem não tem condições”, afirma.

Estreante das aulas, o professor de Português do SESI Escola Mossoró/RN, Raniere Fernandes, destacou o papel social da instituição. “Como entidade social que o SESI é, está prestando um serviço relevante aos alunos que não estão tendo aulas remotas e farão o ENEM. Tivemos um retorno extremamente positivo, quem participa gosta muito, interage, pergunta, tira dúvida. O SESI inova sem custo algum para quem participa. Tudo em um canal aberto, onde o SESI Escola prepara as pessoas que assistem às aulas para o Exame do ENEM”, diz o professor.


25/06/2020
Por Edilson Silva em Educação, RN

Estudantes de Natal reativam rádio escolar em formato on-line durante quarentena

Isolados em casa há mais de 90 dias, com aulas on-line diárias, rotina de estudos adaptada à nova realidade, sem contato físico com amigos e sem a programação escolar presencial. Em meio a essa rotina de incertezas e de poucas expectativas de mudança ou de retorno à rotina normal de atividades, um grupo de estudantes do Colégio Nossa Senhora das Neves, em Natal, decidiu se movimentar, para também movimentar toda a comunidade escolar.

Depois de muitas videochamadas e discussões em grupos de whatsapp, essa turma decidiu retomar um projeto que foi criado na escola em 2012 e estava desativado. Com a proposta de compartilhar conteúdos do interesse da comunidade escolar sob o ponto de vista dos adolescentes que integram o projeto, foi reativada a Rádio Neves, só que agora no formato on-line.

Para viabilizar a ideia, o grupo de estudantes criou um perfil no Instagram, o @radio.neves, com total apoio da escola, para que eles pudessem ter um espaço livre para debates, bate-papos, discussões e diversas formas de interação, agora adaptado para as redes sociais.

A ideia de criar a rádio on-line surgiu como iniciativa dos próprios estudantes que, mesmo à distância nesse período de pandemia, continuaram interagindo e desenvolvendo ações de integração para os colegas, de todos os níveis de ensino. Esse grupo de alunos específico integra a atual gestão do Centro Cívico Escolar Madre Auxiliadora Nóbrega de Almeida (CCE-MANA), uma entidade criada na escola com o propósito de possibilitar aos alunos a defesa de suas ideias e a representação da classe estudantil. Eles sentiram a necessidade de manutenção no relacionamento com os demais alunos e com toda a Família Neves. Nesse contexto, surgiu a ideia de reestrear a Rádio Neves, mas com uma nova roupagem.

No perfil @radio.neves no Instagram, os programas ao vivo estão acontecendo todos os sábados, sempre às 13h. A principal proposta é interagir e fortalecer o contato com todo o corpo escolar, com um novo convidado a cada programa. “A Rádio Neves é um projeto repleto de inovações tanto na plataforma – que é o Instagram – quanto no conteúdo, que inclui culinária, exercícios, história, cultura e voluntariado, procurando inserir os grupos de liderança da escola nas entrevistas e discussões”, conta Pedro Otávio, atual presidente do Centro Cívico.

Um dos principais pontos nesta nova roupagem é o formato de transmissão. De acordo com Yasmin Moreno, diretora da Rádio, é por meio da interação nos stories do Instagram que os temas vão surgindo para completar a programação. “Particularmente eu acho a ideia incrível, pois de certa forma há uma quebra de rotina cansativa para os estudantes, mas não fugindo, é claro, da sua relação escolar”, completa.

A professora Ana Regis, coordenadora do CCE, explica que todos os anos os candidatos às chapas do Centro Cívico, durante a campanha, propõem atividades para serem adotadas de forma permanente após cada gestão. E foi em 2012 que a diretoria Nexus, gestão eleita naquele ano, inaugurou a Rádio Neves. O projeto inicial era transmitido antes de as aulas começarem, nas caixas de som distribuídas por vários locais da escola.

“A ideia foi criar um canal em que os estudantes pudessem se expressar diariamente, sempre com a cara do aluno Neves”, relembra Maria Clara, aluna Sempre Neves e presidente do CCE em 2012. Ela completa falando que espera ver o engajamento dos novos alunos na rádio, para aproveitarem esse projeto, aprenderem como se expressar, inclusive para um desenvolvimento pessoal de cada um. Agora, aliando os recursos oferecidos pelo Instagram, os estudantes conseguem se expressar e integrar a comunidade em torno de assunto de interesse público, com uma linguagem acessível e atrativa.


24/06/2020
Por Edilson Silva em Educação, RN

Sesc RN realiza live sobre benefícios do ensino a distância com pesquisador holandês

O isolamento social em decorrência da pandemia do novo coronavírus transformou a forma de ensinar em inúmeras instituições espalhadas pelo Brasil, inclusive nas escolas do Serviço Social do Comércio (Sesc RN). Para debater esta mudança, os benefícios e seus impactos, o Sesc RN convidou o pesquisador holandês e doutor em Educação, Edwin Giebelen, para uma live, na quinta-feira (25), a partir das 16 horas.

A transmissão ocorrerá no perfil oficial da instituição no instagram (@sescrn) e na ocasião o convidado irá expor sua experiência com educação online, educação híbrida, tecnologia digitais e estratégias de aprendizagem. O mediador será o diretor regional do Sesc RN, Fernando Virgilio.

O doutor Edwin Giebelen é pedagogo e reside atualmente na Holanda, onde atua no departamento de Desenvolvimento Educacional da Eindhoven University of Technology. Ele já coordenou rede nacional de EaD do Senac, possui mestrado em Educação pela UFPB, com atuação na Educação a Distância, Tecnologias Digitais, Cognição Humana e Estratégias de Aprendizagem.

O Ministério da Educação (MEC) reconhece que o ensino a distância será uma realidade e com impactos mesmo após a pandemia. No último dia 17, foi publicado no Diário da União, a portaria 544/2020, que dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus, estendendo a decisão até 31 de dezembro de 2020.


23/06/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Educação, Jucurutu

Seridoenses são selecionadas para intercâmbio na Alemanha e Hong Kong

Do Blog Gláucia Lima –  Duas seridoenses, Ana Santana Santos, natural de Caicó, e Mikaelly Monteiro Dantas, natural de Jucurutu, foram selecionadas  para o intercâmbio do UWC (United World College), programa que oferece a jovens brasileiros, anualmente, a oportunidade de fazer o ensino médio no exterior.

Os United World Colleges (UWC) são localizados em diversos países, com a missão de promover a paz e a compreensão entre os povos por meio da educação.

Para se candidatar, é necessário ter entre 15 e 18 anos, e estar no primeiro ou no segundo ano do Ensino Médio. Quando se inscreveram, Ana e Mikally cursavam o segundo ano na Escola Sesc de Ensino Médio no Rio de Janeiro e hoje estão no terceiro.

Ambas são ex-alunas da Escola Municipal Irmã Maria Assunta Viera e do Educandário Santa Teresinha. Elas viajam em agosto para o intercâmbio que terá duração de dois anos com bolsa de 100%. Ana Santana irá para Li Po Chun em Hong Kong e Mikaelly para o Robert Bosch College na Alemanha.


20/06/2020
Por Edilson Silva em Educação

Consulta sobre nova data do Enem começa neste sábado (20)

A consulta sobre a nova data do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 poderá ser feita a partir deste sábado (20) na página do participante. Para participar, é preciso acessar a página, com CPF e senha utilizados no cadastro do portal único do Governo Federal, o gov.br, e indicar o período em que prefere fazer as provas.

São três opções disponíveis: Enem impresso: 6 e 13 de dezembro de 2020/Enem Digital: 10 e 17 de janeiro de 2021, Enem impresso: 10 e 17 de janeiro de 2021/Enem Digital: 24 e 31 de janeiro de 2021 e Enem impresso: 2 e 9 de maio de 2021/Enem Digital: 16 e 23 de maio de 2021.

A edição 2020 do Enem recebeu 6,1 milhões de inscrições e 5,7 milhões já estão confirmadas. As próximas etapas do Enem incluem a divulgação do resultado do recurso relacionado à solicitação de tratamento pelo nome social e a divulgação do resultado do recurso relacionado à solicitação de atendimento especializado do Enem impresso, ambas previstas para o dia 25.

Sisu, ProUni e Fies

Além do Enem, o Ministério da Educação (MEC) alterou a data das inscrições aos principais programas de acesso à universidade para atender a uma solicitação das instituições de ensino superior públicas e privadas.

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre, que deveriam ter sido feitas entre os dias 16 e 19 deste mês, agora estão previstas para o período de 7 a 10 de julho. O prazo para inscrições no Programa Universidade Para Todos (Prouni), que seria de 23 a 26 de junho, agora será aberto no dia 14 de julho. E o Financiamento Estudantil (Fies), que teria inscrições efetuadas de 30 de junho a 3 de julho, passou para 21 a 24 de julho.

A mudança ocorre devido à suspensão de algumas atividades acadêmicas e administrativas nas universidades por causa da pandemia de covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

*Com informações da Agência Brasil


16/06/2020
Por Edilson Silva em Educação

UFRN inicia período letivo suplementar nesta segunda-feira com atividades on line

O Período Letivo Suplementar Excepcional (PLSE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) teve início, nesta segunda-feira (15), com atividades realizadas de maneira remota. A previsão de término do semestre é o dia 29 de julho. De acordo com a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), um total de 19 mil estudantes se matricularam no período suplementar, que ocorre em virtude da suspensão das atividades presenciais devido à pandemia da Covid-19.

A participação no PLSE é facultativa para estudantes e professores. Nessa perspectiva, segundo a Prograd, estão sendo ofertadas cerca de mil turmas e houve o registro de 43 mil solicitações de matrículas efetuadas por 19 mil estudantes, de um total de 29 mil alunos de graduação da UFRN. Como a oferta ocorre de forma excepcional e não obrigatória, nem todos os componentes curriculares foram oferecidos e os alunos que não participarem das atividades remotas têm as matrículas garantidas para quando for possível retomar as aulas presenciais do calendário 2020.1.

Como forma de reduzir a desigualdade de acesso aos meios virtuais, a UFRN regulamentou ainda o Auxílio de Inclusão Digital, voltado para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica e que fazem parte, como prioritários, do Cadastro Único. Ele será concedido em parcela única, no valor de R$150,00 e tem como principal finalidade contribuir para aquisição de pacotes de dados de acesso à internet, a fim de garantir a participação integral nas atividades acadêmicas em que esses alunos efetivaram matrícula.


12/06/2020
Por Edilson Silva em Educação, RN

Instituto Metrópole Digital abre 2,2 mil vagas para cursos online gratuitos

Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abriu inscrições para novas turmas dos cursos online gratuitos que estão sendo ofertados por meio do Programa Novos Caminhos, do Ministério da Educação (MEC).

Ao todo, são disponibilizadas 2.200 vagas para três formações na área de Tecnologia da Informação (TI): Desenvolvedor de Jogos Eletrônicos; Programador Web; e Programador de Dispositivos Móveis.

As inscrições, que devem ser feitas por meio do site do programa (https://novoscaminhos.ufrn.br/), seguem abertas até o próximo dia 21 de junho. De acordo com o IMD, a seleção ocorrerá mediante sorteio e resultado será divulgado no dia 22 de junho. Já a confirmação das inscrições acontecerá entre 23 e 25 deste mesmo mês e o início das aulas no dia 30 de junho.

As vagas serão distribuídas nos seguintes quantitativos: 800 delas para Programador Web; mais 800 para Programador de Dispositivos Móveis; e 600 para Desenvolvedor de Jogos Eletrônicos. A carga horária varia de 200 horas a 240 horas, de acordo com o curso. Todas as aulas acontecerão online, em virtude da pandemia de Coronavírus (Covid-19).

O Novos Caminhos é uma iniciativa que oferece formação para qualquer pessoa que tenha a qualificação exigida (Ensino Fundamental I ou II completo). Idealizado para atender às demandas profissionais do mercado, o programa visa formar o profissional do futuro, atendendo a necessidades por conhecimentos técnicos em diferentes áreas.

Além dos cursos do IMD, a UFRN também oferece pelo Novos Caminhos, formação online em áreas como Agricultura, Agropecuária e Agroindústria, além de informática para redes de computadores. A relação dos cursos está disponível no site do programa (https://novoscaminhos.ufrn.br/).


20/05/2020
Por Edilson Silva em Educação

Após pressão, Ministério da Educação decide adiar Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) acabam de decidir pelo adiamento da aplicação do Enem dos exames nas versões impressa e Digital.

De acordo com nota oficial publicada no site do Inep, responsável pela elaboração e aplicação das provas, as datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao previsto nos editais. A nota diz que a medida foi tomada atendendo “às demandas da sociedade e manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do Coronavírus”.

No comunicado, o Inep afirma ainda que promoverá uma enquete junto aos inscritos para o Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o Enem 2020 seguem abertas até 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio. Fontes ouvidas pelo Radar dizem que tudo indica que as provas devem ser realizadas em janeiro.

Na manhã desta quarta-feira, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, havia afirmado que “sugeriria” que a data do Enem fosse adiada “de 30 a 60 dias”.

A decisão de adiar o Enem ocorre um dia após o Senado aprovar o adiamento das provas. O projeto, contudo, ainda precisaria passar pela Câmara.


17/05/2020
Por Edilson Silva em Cursos, Educação

MEC incentiva abertura de 122 mil vagas em cursos de qualificação profissional online durante pandemia

O Ministério da Educação (MEC) investiu R$ 60 milhões para incentivar a abertura de 122 mil vagas em cursos de qualificação profissional a distância na rede federal de educação profissional, científica e tecnológica.

A rede é integrada por institutos federais, Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets), escolas técnicas vinculadas às universidades federais e instituições das redes estaduais, distrital e municipais.

A iniciativa, uma ação do programa Novos Caminhos, é viabilizada com recursos da pasta e infraestrutura das instituições de ensino parceiras. De acordo com o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do ministério, Ariosto Antunes Culau, o MEC entende como prioritária a geração de oportunidades de qualificação profissional nesse momento de restrição da mobilidade. “Na retomada econômica, é fundamental que estejamos preparados para os desafios do mercado”, afirmou.

As vagas são liberadas aos poucos, conforme confirmação de acordos ente o MEC e as instituições participantes. Em abril, foram aprovadas 86.020 vagas, em diversos cursos, em parceira com 31 instituições de ensino. Os processos seletivos para o preenchimento das vagas vão ocorrer durante o mês de maio.

Nesta etapa, o MEC já firmou parceria com 17 institutos federais, 4 escolas técnicas vinculadas a universidades federais, 9 estados e 1 município. Até junho, mês previsto para o fim da ação, a expectativa é que sejam criadas, ao todo, 122 mil vagas de qualificação profissional online em todo o Brasil.

Os cursos oferecidos são gratuitos, podem ser feitos por interessados de qualquer parte do Brasil e abrangem diversas áreas, como ciências agrárias, desenvolvimento de jogos e aplicativos para mídias sociais, tecnologia da informação, administração, logística, meio ambiente, agroindústria, comércio exterior, fotografia, empreendedorismo. A carga horária e escolarização mínima exigida variam de acordo com a oferta.

A seleção, a matrícula, a divulgação e a realização dos cursos são de responsabilidade das instituições parceiras. Cada uma abre processo com formato, critérios e cronograma próprios. As vagas são divulgadas nos sites das instituições e também na plataforma do Novos Caminhos. Na plataforma, o usuário pode fazer uma busca por instituição e ter informações sobre o curso, número de vagas e inscrição.

Novos Caminhos – O programa Novos Caminhos abre novas oportunidades e novos cursos com foco nas demandas do mercado e nas profissões do futuro. O objetivo da iniciativa, lançada em outubro de 2019, é potencializar a educação profissional e tecnológica com incremento de 80% nas matrículas — subindo de 1,9 milhão para 3,4 milhões — até 2023. Essas novas vagas oferecidas somam-se às mais de 31 mil pactuadas com diversas instituições de ensino para oferta EaD.


11/05/2020
Por Edilson Silva em Educação

Educação: entenda como serão o novo Saeb e o Enem Seriado

A partir do ano que vem, estudantes do 1º ano do ensino médio de todas as escolas do país, públicas e privadas, farão a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seriado. A nota, junto com o desempenho obtido posteriormente pelos estudantes no 2º e 3º ano, poderá ser usada para ingressar no ensino superior.

O exame foi criado esta semana pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A autarquia tornou o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) anual. A prova, que atualmente é aplicada de dois em dois anos a estudantes do 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio, passará a ser feita por todos os estudantes do país, de todas as séries, a partir do 2º ano do ensino fundamental.

O novo Saeb, será implementado aos poucos. O 1º ano do ensino médio será o primeiro a ser incorporado, em 2021. O Inep pretende também usar os resultados do exame não apenas para verificar a qualidade das escolas, como é feito hoje, mas para possibilitar o ingresso em universidades. Por causa da nova função, o Saeb aplicado aos estudantes do ensino médio ganhará um nome, Enem seriado.

Nessa etapa, a prova será digital, feita em tablets, que serão distribuídos pelo Ministério da Educação. O conteúdo do Enem seriado deverá estar organizado de maneira semelhante ao Enem tradicional, em quatro áreas de conhecimento: matemática, linguagens, ciências da natureza e ciências humanas. Será usado o mesmo método de correção, chamado  teoria de resposta ao item (TRI).


11/05/2020
Por Edilson Silva em Educação

Inscrições do Enem 2020 começam nesta segunda em meio a pedidos de adiamento

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 serão abertas nesta segunda-feira (11) em meio a uma série de pedidos de adiamento. Os candidatos devem fazer o cadastro no site oficial da prova (https://enem.inep.gov.br/participante/) até 22 de maio.

Neste ano, as provas presenciais vão ocorrer em 1 e 8 de novembro. A primeira versão digital do exame será em 22 e 29 de novembro. A taxa de inscrição custa R$ 85 e deve ser paga entre 11 e 28 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e correios.

Segundo o órgão, até 22 de maio será possível atualizar dados de contato, trocar o município de provas, mudar a opção de língua estrangeira e alterar atendimento especializado e/ou específico. Para os candidatos que precisam de atenção específica, como pessoas com deficiência ou lactantes, a solicitação deve ser feita também até 22 de maio.


09/05/2020
Por Edilson Silva em Educação, RN

Governo do RN distribuirá 215 mil kits da merenda escolar aos alunos da rede estadual

Uma operação inédita e de grandes proporções. Assim pode ser descrita a distribuição dos kits com gêneros alimentícios da merenda escolar na rede estadual de educação.

Chegando a todas as unidades de ensino, o Governo do RN distribuirá 2.159 toneladas de alimento aos mais de 215 mil alunos matriculados. As entregas, que alcançarão a todos os estudantes nos próximos dias, tiveram início na quarta (6), em fase piloto, na região de Santa Cruz.

Esta ação, que faz parte do conjunto de medidas adotadas para o enfrentamento à Covid-19, conta com um investimento de R$ 9,8 milhões, oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Cada kit é composto por produtos que fazem parte da mesa da família potiguar. Feijão, arroz, macarrão, açúcar, flocão de milho são alguns dos itens que compõe as cestas, que terá cerca de 10 kg de alimentos e um preço médio de R$ 46.

As escolas recebem os kits dos fornecedores e operacionalizam o processo de entrega, que passa pela higienização dos kits e protocolos de entrega que permitam o menor contato possível entre as pessoas. As entregas são acompanhadas pelos gestores escolares e pelas Diretorias Regionais de Educação e Cultura (DIREC) e de Alimentação Escolar (DRAE). Cada família será avisada pela escola sobre o dia da retirada do kit.

Para que essa entrega fosse possível, a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN (SEEC) montou um grupo logístico que articulou a ação com gestores, fornecedores, nutricionistas, além de manter um diálogo com órgãos de controle, como o Conselho de Alimentação Escolar, o Ministério Público e Defensoria Pública. “Essa é a maior operação feita pela Educação do RN. Tivemos um primeiro momento, a entrega dos 24 mil kits aos alunos em vulnerabilidade social, para entendermos e aprimorar a logística nas entregas. Agora, por determinação da governadora, elevamos esse número para 215 mil kits, um para cada aluno, dando o apoio necessário às famílias que estão com os alunos em casa”, frisa Getúlio Marques, titular da SEEC. “Com a compra dos kits, estamos apoiando as empresas do RN, em especial, as pequenas, e acreditamos no cumprimento dos prazos por parte dos fornecedores para cumprir as entregas”, finaliza.

Dos R$ 9 milhões investidos, 36% será gasto com itens da agricultura familiar, beneficiando os pequenos agricultores do RN. As compras terão produtos específicos em determinadas regiões do RN, observando as cadeias produtivas locais, como, por exemplo, na região Oeste, o arroz vermelho fará parte dos kits, em Natal, o leite em pó. No Seridó, bebida láctea chegará a mesa dos estudantes. A polpa de frutas que será ofertada aos alunos, também será fruto do trabalho de homens e mulheres do campo.

24 MIL KITS JÁ FORAM ENTREGUES

No começo de abril, 24 mil estudantes receberam kits com itens da merenda escolar. Nesse primeiro momento, as cestas utilizaram produtos que estavam nos estoques das escolas. Os alimentos foram organizados em kits e distribuídos para as famílias dos alunos com maior vulnerabilidade social, identificado pelas equipes das próprias escolas.


07/05/2020
Por Edilson Silva em Educação

IFRN subsequente: inscrições para 1.303 vagas seguem abertas até 18 de maio

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) retificou os prazos do cronograma de três editais para processos seletivos. A retificação altera os prazos das seleções. Com isso, o período de inscrições segue até 18 de maio de 2020. A execução das etapas das seleções para estes editais está sob a responsabilidade da Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern).

Com o isolamento social em decorrência do novo coronavírus (Covid-19), os documentos foram alterados com o intuito de permitir que os estudantes interessados nos processos seletivos possam ter tempo hábil de inscrição. Abaixo, os processos seletivos que tiveram seus prazos de inscrições prorrogados:

ProITEC

Os interessados deverão se inscrever pelo Portal da Funcern. Para realizar a inscrição, é necessário efetuar o pagamento de uma taxa de R$ 30,00 (trinta reais). O aluno que não tenha acesso à internet poderá fazer a sua inscrição – assim que acabar o isolamento – em qualquer um dos campi do IFRN, em dias úteis, nos horários de funcionamento de acordo com o Anexo I do Edital.

Os estudantes que forem membros de família de baixa renda e comprovem inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), poderão solicitar a isenção do pagamento até 30 de abril de 2020, acessando a Área do Candidato e preenchendo o formulário de Requerimento de Isenção, no qual deverá, obrigatoriamente, informar o número do NIS do candidato no CadÚnico (com 11 dígitos).

De acordo com o edital, poderão participar do ProITEC alunos que estejam regularmente matriculados no 9º ano do Ensino Fundamental em escola da rede pública de ensino e que tenham cursado todas as “séries”, ou “anos” anteriores do Ensino Fundamental, exclusivamente em escola da rede pública de ensino ou aqueles que já tenham cursado todo o Ensino Fundamental, exclusivamente, em escola da rede pública de ensino.

Subsequente e Integrado-Proeja

Para o Proeja, serão 40 vagas, para o Campus Mossoró, no curso de Edificações no período noturno; para os cursos na forma subsequente, as 1.303 vagas divulgadas envolvem 20 cursos, oferecidos em 15 campi. As inscrições, também no valor de R$ 30,00 (trinta reais), seguem até 18 de maio, no Portal da Funcern.

Para o Subsequente, o processo seletivo estará aberto aos portadores de certificado de conclusão do ensino médio (ou de curso equivalente); para o Proeja, a seleção estará aberta exclusivamente aos portadores de, no máximo, certificado de conclusão do Ensino Fundamental (ou de curso equivalente), que desejem cursar o ensino médio integrado a uma formação profissional e que tenham, até o último dia de matrícula deste Processo Seletivo, 18 anos completos.

Os interessados nos processos seletivos, com prova agendada para 5 de julho de 2020, terão das 8h ao meio-dia para responder a questões de múltipla escolha de Língua Portuguesa e Matemática, além de fazer a Produção Textual Escrita. O cronograma e os demais detalhes do Processo Seletivo podem ser consultados nos editais.




Facebook


Twitter