Educação

UFRN cadastra aprovados nos cursos a distância

 

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe a partir desta segunda-feira, 22, a documentação para cadastramento e matrícula de todos os classificados no Processo Seletivo para Educação Superior a Distância no período letivo 2021.1. Os candidatos aprovados dentro do número de vagas têm até terça-feira, 23, para enviar os documentos eletronicamente, por meio do site. Eventuais necessidades de retificação serão realizadas no dia 26 de março.

 

A lista de documentos consta no edital de cadastramento e matrícula, disponível no site. Entre as exigências está o envio de um vídeo pelos candidatos autodeclarados pretos ou pardos, que serão submetidos ao processo de heteroidentificação, realizado por uma banca composta por três membros. Já os candidatos que desejam preencher as vagas reservadas às pessoas com deficiência devem encaminhar exames e laudos comprobatórios, que serão analisados pela banca de validação.

 

“Esse será o primeiro cadastramento com cotas 100% on-line, resultado de um esforço conjunto da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) com a Superintendência de Informática (Sinfo) para remodelar o processo de cadastro”, afirma o diretor de Controle Acadêmico da UFRN, Josemar de Oliveira Júnior. Os convocados dentro das vagas serão automaticamente matriculados pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa), já os que não enviarem a documentação correta serão eliminados do processo seletivo e não serão incluídos em nova convocação. Pedidos de cadastramento em prazos, horários e locais diferentes dos indicados no edital não serão aceitos.

 

A seleção para ingresso no primeiro semestre letivo de 2021 oferece 1.400 vagas, distribuídas entre os polos de Caicó, Currais Novos, Luís Gomes, Macaíba, Macau, Marcelino Vieira, Martins, Nova Cruz e Parnamirim.

 

Compartilhe aqui:

IFRN de Mossoró faz processo seletivo

 

A Direção-Geral do Campus Mossoró do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) divulgou Processo Seletivo Simplificado destinado à seleção e à posterior contratação de professores substitutos para atuar no ensino básico, na educação profissional de nível médio e no ensino superior.

 

São três vagas (mais cadastro de reserva), distribuídas pelos campi Canguaretama, Mossoró e Natal-Cidade Alta, para a disciplina Filosofia. O processo ocorrerá de acordo com as normas descritas no Edital nº 5/2021, que traz a descrição das vagas, requisitos mínimos, regime de trabalho, detalhes sobre a remuneração e outras informações.

 

As inscrições para o Processo Seletivo Simplificado – no valor de R$ 78,00 – serão realizadas das 10h do dia 22 às 20h do dia 31 de março de 2021, exclusivamente via Internet, na página http://professorsubstituto.ifrn.edu.br.

 

A seleção será constituída de uma Prova de Desempenho (eliminatória e classificatória) e de uma Prova de Títulos (classificatória)

 

Fonte IFRN

 

Compartilhe aqui:

Governo Bolsonaro vetou projeto que garantia internet gratuita em escolas públicas

 

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente um projeto de lei que obrigava o governo a fornecer internet gratuita para alunos e professores da educação básica pública . Bolsonaro considerou que a proposta não apresentava estimativa do impacto orçamentário e aumentava a rigidez do Orçamento.

 

Apesar da justificativa do veto, o projeto estabelecia que o custo seria de R$ 3,5 bilhões, transferidos da União para os estados e o Distrito Federal. Como possíveis fontes de recursos, a proposta indicava o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) e o saldo correspondente a objetivos não cumpridas dos planos gerais de metas de universalização, firmados com concessionárias.

 

Em mensagem enviada ao Congresso para justificar o veto, publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União (DOU), Bolsonaro afirmou que “embora se reconheça a boa intenção do legislador”, a proposta “encontra óbice jurídico por não apresentar a estimativa do respectivo impacto orçamentário e financeiro”.

 

O presidente também argumentou que “a proposição aumenta a alta rigidez do orçamento, o que dificulta o cumprimento da meta fiscal e da Regra de Ouro”.

 

Bolsonaro também ressalta que o governo federal já está contratando serviços de acesso à internet em banda larga em escolas públicas, como o Programa Banda Larga nas Escolas (PBLE) e o Programa de Inovação Educação Conectada (PIEC).

 

O presidente ainda argumentou que o Ministério da Educação está elaborando um projeto que também tratará do assunto, batizado de Programa Brasil de Aprendizagem.

 

No ano passado, o presidente já havia vetado o trecho de uma lei que previa a obrigatoriedade de internet banda larga em todas as escolas púbicas brasileiras até 2024. A justificativa também foi a falta de estimativa de impacto orçamentário.

 

Compartilhe aqui:

Programa de qualificação profissional do governo abre inscrições

 

O programa Qualifica Mais-Emprega Mais, uma iniciativa dos ministérios da Educação (MEC) e da Economia, está com inscrições abertas de cursos online de qualificação profissional para jovens com até 29 anos. Nesta primeira fase, que funcionará como projeto-piloto, serão disponibilizadas 6.069 vagas gratuitas.

 

São três cursos oferecidos na área de tecnologias da informação e comunicação (TICs): programador de sistemas, programador web e programador de dispositivos móveis.  

 

Os cursos terão duração de cerca de 200 horas cada. Neste primeiro momento, eles estão sendo ofertados para jovens que residam em 11 regiões metropolitanas do país: Salvador, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Florianópolis, Joinville, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Campinas. Além da qualificação, os estudantes que concluírem os cursos serão auxiliados para inserção no mercado de trabalho.

 

De acordo com a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, a seleção dos estudantes será realizada pela plataforma EduLivre, por meio do preenchimento de uma trilha educacional, onde os candidatos vão conhecer o contexto do mercado de trabalho no qual pretendem se inserir. A trilha ficará aberta até o dia 11 de abril e contará com informações sobre os cursos e postos de trabalho a eles relacionados, além de apresentar aos candidatos alguns exercícios sobre o conteúdo apresentado na própria trilha.

 

A partir do dia 12 de abril, os participantes selecionados receberão um e-mail para a confirmação de matrícula, enviado diretamente por uma das setes instituições selecionadas pelo governo para o programa.

 

Para a realização da matrícula, os selecionados devem residir em uma das 11 regiões metropolitanas participantes e terem o ensino médio completo. As aulas estão previstas para começar em 10 de maio.

 

Mais detalhes do Qualiifica Mais estão disponíveis no site do prgrama na internet.

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Secretaria de Educação e Cultura abre período de inscrições para matrícula na Rede Municipal de Ensino

 

A Secretaria de Educação e Cultura do município de Jucurutu abre período de matrícula na Rede Municipal de Ensino. O atendimento seguirá nas referidas escolas nos horários das 7h às 10h e das 13h às 16h observando as recomendações de higienização e distanciamento para evitar a propagação da Covid-19.

 

Compartilhe aqui:

UFRN oferece 6.900 vagas em cursos gratuitos disponibilizados IMD

 

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Instituto Metrópole Digital (IMD), lançou edital com a abertura de 6.900 vagas para dois cursos gratuitos na área de tecnologia.

 

As inscrições começaram na segunda-feira, 8, e seguem abertas até o dia 21, sendo destinadas para as formações de Programador de Dispositivos Móveis e Programador Web, que serão realizadas na modalidade de Ensino a Distância.

 

A iniciativa está integrada ao Programa Novos Caminhos, estruturado pelo Ministério da Educação e realizado em parceria com diversas instituições de ensino no país. Os interessados em se inscrever nos cursos oferecidos pelo IMD devem fazê-lo através de formulário disponível no site Novos Caminhos, no qual também se encontra disponível o edital 02/2021.

 

A formação de Programador de Dispositivos Móveis oferece 2.700 vagas e tem carga horária 200 horas, enquanto a de Programador Web disponibiliza 4.200 vagas e também possui carga horária de 200 horas. Os interessados devem cumprir, como requisitos principais, as condições de ter pelo menos 16 anos de idade e possuir a escolaridade mínima requerida por cada curso.

 

Cada candidato terá a opção de se inscrever em apenas um dos cursos. Seu cadastro será confirmado por meio do endereço de e-mail fornecido no momento da inscrição e a seleção para as vagas se dará, em caso do número de candidatos exceder o quantitativo disponível nos cursos, através de sorteio. O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 22 de março e publicado no site Novos Caminhos.

 

Após isso, os candidatos selecionados deverão confirmar o interesse pela vaga até o dia 28 deste mês para confirmação de sua matrícula. Essa confirmação se dará através do acesso ao ambiente virtual de ensino, cujo link será enviado dia 22 de março para o e-mail inserido pelo candidato no ato da inscrição. O início das aulas está previsto para o dia 29 de março de 2021.

 

A atual oferta de vagas é a primeira lançada em 2021 pelo IMD. Ao longo do ano passado, também por meio do Programa Novos Caminhos, o Instituto já havia disponibilizado, ao todo, 17.400 vagas para diferentes cursos. A iniciativa do programa faz parte de um conjunto de ações para o fortalecimento da política de Educação Profissional e Tecnológica, que leva em consideração demandas do setor produtivo e as transformações produzidas pelos processos de inovação tecnológica.

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Equipe Gestora do Centro Rural e Engenheiro realizam visita técnica nas Unidades de Ensino

 

A equipe gestora do Centro Municipal de Ensino Rural Bráulio Lopes Galvão, Ana Francisca e Vivânia Araújo, juntamente com o Engenheiro Diógenes Lopes, estiveram visitando a Unidade de Ensino Gerôncio Galvão na comunidade Aroeira e a Universidade Infantil Professora Francisca Letice no Distrito Barra de Santana.

 

Estas visitas têm como objetivo fazer o levantamento das necessidades estruturais e físicas das referidas unidades de ensino.

 

Esta tem sido uma preocupação da equipe em conhecer as necessidades de cada unidade para prepará-las para um possível retorno das aulas presenciais e ou híbrida. Tendo em vista que as unidades passaram um ano fechadas devido a paralisação em virtude de os professores estarem trabalhando com o ensino remoto, além disso as mesma necessitam ser readequadas.

 

Compartilhe aqui:

Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho recomendam suspensão de aulas presenciais no RN

 

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), o Ministério Público Federal no RN (MPF/RN) e o Ministério Público do Trabalho no RN (MPT/RN) recomendaram ao Governo do Estado e às Prefeituras Municipais que adotem providências mais rigorosas de distanciamento social do que o modelo atualmente adotado em solo potiguar, notadamente quanto às atividades presenciais que favoreçam aglomerações.

 

No documento assinado neste sábado 27, também foi recomendada a suspensão de cirurgias eletivas na rede privada de saúde por 30 dias, excepcionando-se aquelas em que o adiamento por mais de 14 dias possa agravar as condições de saúde do paciente.

 

Além disso, o Ministério Público recomenda a suspensão das aulas na rede pública e privada de ensino em todo o Rio Grande do Norte por 14 dias, adotando-se o regime de ensino on-line, e condicionando o retorno presencial a uma nova avaliação da situação epidemiológica do Estado.

 

O Estado e os Municípios devem adotar as seguintes medidas restritivas, dentre outras, para mitigação dos efeitos da pandemia no Estado: suspensão das atividades não essenciais, a serem definidas com baliza na Lei 13.979/2020 e nos Decretos Estaduais 29.583/2020, 29.600/2020 e 29.634/2020, proibição de comercialização e consumo de bebidas alcoólicas em espaços públicos ou coletivos das 20h às 5h; adequação dos expedientes dos trabalhadores aos horários de proibição provisória de circulação; permissão das atividades religiosas somente para atendimento individual ou culto/missa on-line; priorização da substituição do regime de trabalho presencial para o teletrabalho na administração pública e na iniciativa privada, quando possível; suspensão do atendimento e funcionamento presencial em shopping centers; permissão de delivery, drive-thru e take away; proibição de realização de festas em condomínios residenciais.

 

As Prefeituras de todos os municípios potiguares devem se abster de praticar quaisquer atos, inclusive edição de normas, que possam flexibilizar medidas restritivas estabelecidas pelo Governo Estadual.

 

Os secretários de Saúde do Estado e dos Municípios devem determinar que o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e as demais vigilâncias em saúde (sanitária, epidemiológica e ambiental), em conjunto ou separadamente, conforme divisão de trabalho a ser estabelecida pela Coordenação de Vigilância em Saúde, adotem os seguintes procedimentos: façam contato com as empresas utilizando-se dos meios de comunicação mais ágeis como: e-mail, telefone, videoconferência, entre outros; identifiquem os responsáveis técnicos nas empresas, pela elaboração e implementação do plano de contingência para gerenciamento de pandemia, com vistas ao cadastramento e maior interação com os profissionais responsáveis; e cobrem a elaboração dos protocolos e ações no meio ambiente de trabalho; proponham reuniões virtuais para diálogo com relação à situação da empresa na prevenção, detecção de casos e procedimentos adotados e, especialmente, para monitoramento do plano de contingência.

 

Para expedir a recomendação, o MPRN, o MPF/RN e o MPT/RN levaram em consideração que “é público e notório o agravamento da situação da pandemia no Estado do Rio Grande do Norte como um todo, com a superlotação dos hospitais, esgotamento do número de leitos, alta taxa de transmissibilidade da Covid-19, elevação do número de pacientes infectados e de óbitos”.

 

Também foi levado em consideração o último Boletim Epidemiológico publicado pela Sesap/RN em 26 de fevereiro passado, que registrou uma taxa de 82,2% de ocupação dos leitos críticos na rede pública de saúde (em 27/02/21, a taxa de ocupação desses leitos está em 88,7%, segundo dados do RegulaRN2) e de 100% na rede privada. Em relação especificamente à região metropolitana, a ocupação dos leitos de UTI na rede pública atingiu 89,5%, apesar da instalação de novos leitos na cidade de Natal por iniciativas do governo estadual e municipal e do HUOL, consoante se constata a partir de extrato do Sistema de Regulação de Leitos RegulaRN (capturado no dia 27 de fevereiro, às 16h.

 

Na quinta-feira 25, o Rio Grande do Norte registrou recorde no número de pacientes internados em leitos críticos com Covid-19 desde o início da pandemia, havendo, ao todo, 416 pessoas internadas no RN em tratamento intensivo da doença em leitos públicos e privados no Estado, com 15 pacientes Covid-19 aguardando regulação para leitos de UTI em hospitais.

 

Compartilhe aqui:

Secretaria de Educação e Cultura de Jucurutu parabeniza alunos aprovados nos cursos técnicos do IFRN

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Jucurutu/RN vem a público congratular a todos os Estudantes da Rede Municipal e Estadual de Ensino pela conquista educacional e aprovação nos cursos técnicos do IFRN.

 

É com grande alegria que parabenizamos os nossos estudantes, seus familiares e ressaltamos aqui o importante papel dos nossos Professores pelo profissionalismo, empenho e, assim parabenizamos toda a equipe das Escolas do nosso Município”, enfatizou Daguia Cruz; Secretária de Educação e Cultura de Jucurutu.

 

A Escola Municipal Wagner Lopes de Medeiros com 5 aprovados, a Escola Municipal Santo Alexandre também com 5 aprovados, a Escola Estadual Antônio Batista com 7 aprovados, e a Escola Estadual Professora Maria das Graças Germano com uma aluna aprovada.

 

Parabéns a todos!

 

Compartilhe aqui:

Escola Wagner Lopes reuniu professores da Sala de Recursos Multifuncionais (SRM), Sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE) e cuidador de crianças com deficiência

 

A Direção da Escola Municipal Wagner Lopes de Medeiros, realizou no dia 25 de Fevereiro, reunião presencial com os professores da Sala de Recursos Multifuncionais (SRM) e a Sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE) e cuidador de crianças com deficiência. Esteve presente a equipe da SEMEC da Educação Inclusiva a especialista em Supervisão Educacional e pós-graduanda em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional Margarida Bezerra e a Especialista em Educação Especial Cláudia Ferreira.

 

Na pauta, houve as orientações para a conclusão do ano letivo 2020, o acompanhamento dos alunos da Educação Especial e Inclusiva, a elaboração do plano de retorno as aulas para 2021.

 

Nosso maior objetivo será sempre o de oferecer o atendimento inclusivo dos nossos alunos”, destacou Marcelo José de Lima; diretor da Wagner Lopes.

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Equipe da SEMEC apresentou projeto de Educação Inclusiva aos professores do Centro Rural Bráulio Lopes

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura com o apoio da Prefeitura Municipal, realizou o segundo encontro com a equipe da SEMEC, os professores, coordenação pedagógica e gestores da Centro Rural Bráulio Lopes Galvão, nesta terça-feira dia 23 de fevereiro nos horários da manhã com o segmento do Ensino Infantil  e a tarde com o segmento do Ensino Fundamental I onde foi apresentado  o projeto de  Educação Inclusiva, com o objetivo de mapear as dificuldades de aprendizagem dos nossos estudantes.

 

O momento foi de acolhimento e diálogo onde foi possível ouvir os professores e apresentar proposta que busca garantir a aprendizagem a todos os estudantes e o apoio integral aos professores. Tendo à frente desse projeto a Secretária de Educação e Cultura Maria Daguia, a especialista em Supervisão Educacional e pós-graduanda em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional Margarida Bezerra, a Psicopedagoga e especialistas em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional Carla Lúcio, a Especialista em Educação Especial Cláudia Ferreira e a Especialista em Educação Infantil e Gestão Escolar Maria do Socorro Soares Teixeira.

 

 

Compartilhe aqui:

Redação do Enem tem como tema ‘A falta de empatia nas relações sociais’

 

A falta de empatia nas relações sociais no Brasil é o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aplicado hoje (23), tanto para estudantes que tiveram as provas canceladas por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19) quanto para aqueles que pediram para participar da reaplicação do exame porque foram prejudicados na aplicação regular, e para os candidatos privados de liberdade.

 

O tema foi anunciado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta tarde, após o início das provas. Os participantes precisam escrever um texto dissertativo-argumentativo opinativo e organizado para a defesa de um ponto de vista.

 

A opinião do autor deve estar fundamentada com explicações e argumentos, ou seja, na redação o participante deverá dissertar sobre o assunto proposto descrevendo-o e explicando-o. Além disso, é necessário defender a opinião colocada na construção textual, com o objetivo de convencer o leitor com base em argumentos. A redação deve ter, no máximo, 30 linhas e o texto deverá ser desenvolvido a partir da situação-problema apresentada e dos subsídios oferecidos pelos textos motivadores.

 

A prova de redação é a única subjetiva do exame e tem, por isso, critérios especiais de correção. Cada redação é corrigida por pelo menos dois corretores. As notas variam de zero a 1 mil.

 

Para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para vagas em instituições públicas de ensino superior, e do Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior, é necessário não ter tirado zero na redação.

 

Além da prova de redação, os estudantes fazem hoje as provas objetivas de linguagens e ciências humanas. A aplicação segue amanhã (24), quando os participantes resolvem as questões de matemática e ciências da natureza.

 

Reaplicação 

 

O Enem 2020 regular foi aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro no formato impresso, e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro no formato digital. Agora, é aplicado o chamado Enem PPL (Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob Medida Socioeducativa que inclua privação de liberdade).

 

Também hoje as provas serão reaplicadas aos candidatos do Enem regular, tanto do impresso quanto do digital, que tiveram os pedidos aprovados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 

Devido à pandemia, a aplicação do Enem regular foi suspensa no estado do Amazonas, onde mais de 160 mil estudantes estão inscritos; em Rolim de Moura (RO), onde estão inscritos 2.863 candidatos, e em Espigão D’Oeste (RO), com 969 inscritos, e está sendo aplicado hoje.

 

Prevista no edital, a reaplicação do Enem pode ser solicitada por participantes que se sentiram prejudicados por causa de algum problema logístico, como falta de luz no local de prova. Neste ano, devido à pandemia, puderam também pedir a reaplicação os participantes que apresentaram sintomas da covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa.

 

Veja os temas das redações de anos anteriores: 

 

Enem 2009: O indivíduo frente à ética nacional

Enem 2010: O trabalho na construção da dignidade humana

Enem 2011:  Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado

Enem 2012: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI

Enem 2013:  Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

Enem 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil

Enem 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira

Enem 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil e Caminhos para combater o racismo no Brasil – Neste ano houve duas aplicações regulares do exame.

Enem 2017: Desafios para formação educacional de surdos no Brasil

Enem 2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet

Enem 2019: Democratização do acesso ao cinema no Brasil

Enem 2020 impresso: O Estigma Associado às Doenças Mentais na Sociedade Brasileira

Enem 2020 digital: O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil

 

Agência Brasil 

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Projeto de Educação Inclusiva é apresentado aos profissionais da Universidade Infantil Rita Medeiros

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura com o apoio da Prefeitura Municipal, realizou o primeiro encontro com a equipe da SEMEC, os professores, coordenação pedagógica e gestores da Universidade Infantil Rita Medeiros, nesta segunda-feira dia 22 de fevereiro onde foi apresentado o projeto de Educação Inclusiva, tendo o objetivo de mapear o desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes da referida instituição.

 

Uma manhã de diálogo onde a equipe pode ouvir os professores e apresentar a proposta que busca garantir a aprendizagem a todos os estudantes e o apoio integral aos professores. Tendo à frente desse projeto a Secretária de Educação e Cultura Maria Daguia,  a especialista em Supervisão Educacional e pós-graduanda em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional  Margarida Bezerra, a Psicopedagoga e especialistas em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional Carla Lúcio, a Especialista em Educação Especial Cláudia Ferreira e a Especialista em Educação Infantil e Gestão Escolar Maria do Socorro Soares Teixeira.

 

 

Compartilhe aqui:

Secretaria de Educação e Cultura de Jucurutu iniciará projeto de Educação Inclusiva

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura com o apoio da Prefeitura Municipal, iniciará nesta segunda-feira dia 22 de fevereiro o seu projeto de Educação Inclusiva, tendo como primeira ação o encontro com os professores objetivando mapear o Município com ênfase no desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes.

 

A Educação Inclusiva é uma proposta que busca garantir a aprendizagem a todos os estudantes e o apoio integral aos nossos professores. Tendo a frente desse projeto a Secretária de Educação e Cultura Maria Daguia da Cruz e a equipe técnica compreendendo a Psicopedagoga Carla Lúcio que é especialista em Neuropsicopedagogia; a Especialista em Educação Especial prof. Claudia Ferreira; o Psicólogo Wagner; a professora Margarida Bezerra que é pós-graduanda em Neuropsicopedagogia e a Equipe Pedagógica da SEMEC prof. Especialista Ana Maria Chianca, prof. Mestre em Educação Ana Maria Rodrigues, e especialista Maria do Socorro Soares.

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Escola Tia Dimir realizou reunião com pais e professores do 1º ao 5º Ano e planejamento com equipe gestora e pedagógica

Aconteceu no período de 02 à 04 de fevereiro de 2021, a primeira reunião com os pais e professores do 1º ao 5º Ano da Escola Municipal Tia Dimir. Os encontros foram na sede da instituição de ensino e na ocasião foi apresentada a equipe e a dinâmica adotada para realização dos trabalhos pedagógicos em 2020.

Já no dia 05/02 aconteceu o planejamento com professores, gestores e equipe pedagógica.

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Secretaria de Educação realizou reunião para apreciação e aprovação do plano de retorno às aulas remotas

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura do município de Jucurutu, esteve reunida com à equipe pedagógica da SEMEC, com o presidente do Conselho Municipal de Educação, Hiago; com a Assistente Social e membro do Conselho, Ioneide; para apreciação e aprovação do plano de retorno às aulas remotas referentes ao 4 Período e o calendário de 2020.

Compartilhe aqui:

Uern lança edital para pagar auxílio de inclusão digital de R$ 1 mil a estudantes em vulnerabilidade socioeconômica

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) abriu um edital com 500 bolsas de auxílio de inclusão digital para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica matriculados na instituição. A medida visa que os estudantes adquiram equipamentos para acompanhar as aulas em formato online por causa da pandemia da Covid-19.

As bolsas no valor de R$ 1.000,00 são destinados ao custeio das despesas com aquisição de equipamentos de informática. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de fevereiro.

As bolsas serão ofertadas aos estudantes de graduação que estejam matriculados no semestre 2020.2 e comprovem vulnerabilidade socioeconômica. O valor deve ser utilizado para adquirir equipamentos de informática, contratar serviços de internet, softwares ou qualquer outro serviço que garanta acesso às aulas online.

As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de fevereiro de 2021 através do site da Uern. O processo de seleção dos beneficiados terá duas etapas: análise de documentos nos dias 18 e 19 de fevereiro e avaliação social entre os dias 18 de fevereiro e 5 de março. O resultado final deve ser divulgado no dia 19 de março.

Compartilhe aqui: