19/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, RN

PRF registrou 145 mortes nas BRs no RN em 2017; quase 2 mil acidentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta sexta-feira (19) o balanço dos acontecimentos de 2017 na rodovias federais. No Rio Grande do Norte, o órgão registrou 145 mortes em 1.634 acidentes BRs que cortam o Estado.

O números mostram ainda que foram registrados 1.740 feridos, além de outros 510 feridos com mais gravidade.

No total, em 2017, ocorreram 89.318 acidentes graves em rodovias federais contra que resultaram na morte de 6.244 pessoas e 83.978 feridos.

Estes números são menores quando comparados a 2016, ano em que ocorreram 96.590 acidentes, e como resultado, a morte de 6.419 pessoas e 87.006 feridos.

Causas dos acidentes

A maior causa presumível de acidentes de trânsito, que é a causa possível, verificada pelo policial no local do acidente, foi a falta de atenção, responsável por 34.406 acidentes que levaram a óbito 1.844 pessoas.

Já o tipo de acidente que mais ocorreu em 2017 foi o de colisão traseira, responsável por 18% dos acidentes, seguido de saída de pista, com 17,5%.

Apesar disso, o tipo de acidente que mais resultou em mortes foi a colisão frontal, em que morreram 1.904 pessoas.


17/01/2018
Por Edilson Silva em Eventos, RN

Carnaval 2018: MPRN recomenda cancelamento da festa em três municípios em caso de atraso no pagamento de servidores

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou aos prefeitos dos municípios de Areia Branca, Grossos e Tibau que não realizem despesas com o carnaval de 2018, caso a remuneração dos servidores públicos municipais referente aos meses de 2017 e ao décimo terceiro salário não esteja integralmente quitada. A recomendação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (17). As prefeituras têm três dias úteis para informar à Promotoria de Justiça da comarca de Areia Branca sobre o cumprimento das medidas.

Nos casos em que a folha de pessoal esteja em dia e haja o interesse de realizar a festa na cidade, os prefeitos devem comprovar a adoção de medidas destinadas à redução nos custos para a realização do Carnaval 2018, inclusive nos serviços de mídias, de publicidade, de contratação de artistas, de bandas, de serviços de “buffet” e de montagens de estruturas de palco e som para apresentações artísticas. Para isso, devem utilizar quadro comparativo entre as despesas deste ano, com as despesas dos anos anteriores para a realização do mesmo evento, de modo a permitir a aferição das reduções promovidas.

Outra recomendação do MPRN é que os gestores busquem parcerias e patrocínios perante a iniciativa privada a fim de diminuir os custos do Poder Público na realização das festividades. Em caso de não acatamento da recomendação, o MPRN poderá adotar as medidas jurídicas necessárias para assegurar a sua implementação.


16/01/2018
Por Edilson Silva em Política, RN

Deputados do RN custam mais de R$ 94 milhões por ano aos cofres do Estado

Agora RN – Um dos poderes que mais recebem verbas de duodécimo do Poder Executivo do Rio Grande do Norte (R$ 334 milhões, segundo dados da Secretaria de Planejamento), a Assembleia Legislativa gasta, anualmente, quase R$ 4 milhões, em média, com cada um dos 24 deputados que compõem os cargos eletivos da Casa. Em levantamento realizado pelo Jornal Agora RN na semana passada, foi possível identificar as cifras, que são referentes aos salários, benefícios e vebas de ressarcimento (estas recebidas diretamente pelos deputados), além dos valores pagos aos cargos comissionados de cada gabinete, que são indicados pelos parlamentares.

Em números exatos de 2017, foram R$ 14.870.920,09 gastos líquidos com os parlamentares entre pagamentos de salários, benefícios e verbas de ressarcimento. No entanto, como cada um possui gabinete com cerca de 51 cargos comissionados onde, juntos, eles consomem, em média e a cada mês, R$ 254 mil, os gastos totais foram de R$ 94.120.640,84 (este valor foi repassado a reportagem por próprios políticos).

No Portal da Transparência da AL é possível constatar, se for feita a somatória das verbas, que o deputado Vivaldo Costa (PROS) foi o maior beneficiado com as verbas ao longo do último ano, tendo recebido, para ele próprio, R$ 842.523,24 (números de 2017). Deste montante, R$ 494.949,96 é de pagamentos de salários e benefícios, e R$ 347.573,28 são das verbas de gabinete. Se somados os valores pagos a seus indicados políticos, o mandato de Vivaldo custa aos cofres públicos R$ 4.144.523,24.

O segundo deputado que mais consome dinheiro proveniente de suas atribuições como parlamentar é o atual presidente Ezequiel Ferreira (PSDB). No caso dele, os valores pagos somaram R$ 665.178,81. Na divisão, o mandatário recebeu R$ 342.077,90 por salários e demais benefícios, além de R$ 323.100,91 por verbas de gabinete. Se somados os valores pagos a seus indicados, ele custa ao Rio Grande do Norte o valor de R$ 3.967.178,81.

Na sequência do ranking aparece o deputado José Adécio (DEM), que consumiu, em 2017, R$ 660.920,83 (benefício próprio por salários, auxílios e verbas de gabinete). No seu caso, se somados os gastos com seus indicados políticos, o total pago a seu mandato é de R$ 3.962.920,83. Na quarta colocação está o deputado Ricardo Motta (PSB), beneficiário direto de R$ 659.956,74. Acrescentados os valores pagos aos seus indicados, seu custo aos cofres públicos atinge R$ 3.961.956,74.

Fechando o “Top 5” dos mandatos mais caros por ano ao bolso da população potiguar está o da deputada Larissa Rosado (PSB). Individualmente e em seu próprio benefício, a parlamentar ganhou R$ 635.782,59 no último ano. No entanto, atrelados a seus cargos comissionados lotados em seu gabinete, o custo do mandato da peesebista salta para R$ 3.937.782,59. Na sequência aparecem Hermano Morais (PMDB, 6º), Gustavo Carvalho (PSDB, 7º) e Márcia Maia (PSDB, 8º). Os outros nomes estão na tabela anexada à reportagem.


15/01/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Emparn registra chuvas em Natal e mais 29 cidades do interior potiguar

Foto: Edilson Silva

O fim de semana foi de chuva em pelo menos 30 municípios do Rio Grande do Norte, a maior parte deles na região Oeste – uma das que mais sofre com a seca. A estiagem, que já dura seis anos consecutivos, é considerada a mais severa de todos os tempos no estado.

De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), que registrou as chuvas entre as 7h da sexta-feira (12) e as 7h desta segunda (15), a maior precipitação foi em Umarizal, com 25 milímetros.

Também choveu em outras regiões do estado.

Confira a lista:

Umarizal: 25mm
Assu: 17mm
Baraúna: 16,9mm
Viçosa: 15mm
Itaú: 13,9mm
Ipanguaçu: 9,4mm
Portalegre: 4,8mm
Frutuoso Gomes: 3mm
Janduís: 3mm
Carnaubais: 2,5mm
Alto do Rodrigues: 2,3mm
São Rafael: 1,7mm
São Francisco do Oeste 0,8mm
Região Central
São José do Seridó: 12mm
Caicó: 3,1mm
Cruzeta: 2,9mm
São Fernando: 1,2mm
Região Agreste
João Câmara: 11mm
Bento Fernandes: 4mm
Monte Alegre: 4mm
Bom Jesus: 3,4mm
Vera Cruz: 3,2mm
Nova Cruz: 2mm
Região Leste
Maxaranguape: 7,5mm
Extremoz: 6,6mm
Natal: 6,5mm
Ceará-Mirim: 6,4mm
Senador Georgino Avelino: 5,2mm
Goianinha: 3,5mm
Montanhas: 1,3mm


13/01/2018
Por Edilson Silva em RN

Já em volume morto, maior barragem do RN continua secando

O maior reservatório do Rio Grande do Norte, que agora no início de 2018 entrou no chamado volume morto, continua secando. Medição feita nesta sexta-feira (12) pelo Instituto de Gestão das Águas do Estado (Igarn) mostra que o nível de água da barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves baixou de 11,74% para 11,5% – o menor desde sua construção, em 1983.

Nesta semana, o técnico em produção de petróleo Bruno Andrade foi até a cidade de Itajá, onde ficam a prede e as comportas da barragem, e com um drone fez imagens aéreas da Armando Ribeiro.

Segundo o Igarn, se não voltar a chover logo, a barragem só manterá o fornecimento de água pelos próximos 30 ou 45 dias. Messias Targino e Patu, dois dos 40 municípios que dependem da Armando Ribeiro, entraram em colapso na quarta-feira (10). Atualmente, 16 cidades não possuem água nas torneiras e estão sendo totalmente abastecidas por meio de carros-pipa. Com isso, a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern) suspendeu a cobrança das contas.


13/01/2018
Por Edilson Silva em Entrevistas, Jucurutu, RN, Vídeo Blog

Vídeo: Sanfoneiro Giannini Alencar no RN Tv 1º Edição deste sábado (13)

O cantor, compositor e sanfoneiro Giannini Alencar natural da cidade de Olho D’água dos Borges-RN foi o convidado do RN TV 1º Edição que foi ao ar neste sábado (13) pela Inter Tv Cabugi. A jornalista Emmily Virgilio, atual apresentadora no noticiário local conduziu o momento que contou com um bate-papo e claro muita música. O popular Shampoo esteve acompanhando o artista.

RN TV 1ª Edição vai ao ar de segunda a sábado, às 12:00.

Confira:


13/01/2018
Por Edilson Silva em RN

Giannini Alencar é o entrevistado deste sábado (13) do RN Tv

Giannini Alencar é o entrevistado deste sábado (13) do RN Tv.

O programa com a participação do músico, cantor e compositor vai ao ar a partir do meio dia na Inter Tv Cabugi.


11/01/2018
Por Edilson Silva em Política, RN

No entorno da Assembleia Legislativa do RN Servidores fazem manifestação

O clima ficou tenso no fim da manhã desta quinta-feira (11) no entorno da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Servidores públicos estaduais fazem manifestação contra o pacote de projetos encaminhados pelo Governo do Estado e, sem o acesso ao Palácio José Augusto, eles derrubaram o cerco ao redor do local. Apesar da tensão, não houve confronto grande entre manifestantes e a Polícia Militar.

Mais cedo, manifestantes hostilizaram o deputado Ricardo Motta (PSB), que chegava ao Legislativo pela entrada da Procuradoria. Os manifestantes tentaram furar a barreira feita por policiais do BPChoque, mas foram contidos e o deputado conseguiu adentrar o local. Porém, o clima continuou tenso nos outros acessos à Casa Legislativa.

Com as grades posicionadas nos acessos, os servidores arrancaram a estrutura e foram até a frente da porta principal que dá acesso à Assembleia. Segundo os manifestantes, houve uso de gás de pimenta para dispersar alguns manifestantes mais exaltados, mas a situação foi rapidamente contornada pelos policiais. Os servidores entoaram palavras de ordem contra o governador Robinson Faria.

“Nossa reivindicação é para que a Assembleia não aprove o pacote de ajustes do Governo. Não é justo que os servidores paguem mais uma vez pelo desequilíbrio fiscal do Estado. É incoerente que os Poderes sejam riquíssimos enquanto o Rio Grande do Norte está falido”, disse o servidor Anderson Barbosa, coordenador do Sinte.

O Governo do Estado encaminhou ao Legislativo 18 projetos que tratam sobre reequilíbrio fiscal e outras medidas que afetam diretamente os servidores, como proibição de concessão de reajustes salariais para serem pagos a partir da gestão seguinte, proibição de promoções, além do aumento da alíquota da previdência recolhida, que poderá passar de 11% para 14%.  As informações são da Tribuna do Norte.


11/01/2018
Por Edilson Silva em Política, RN

Urgente: Demissões de servidores do Estado não será apreciada pela Assembleia Legislativa

Na pauta do ajuste fiscal enviado pelo Governo Robinson Faria aos deputados estaduais, não consta a demissão dos servidores efetivados entre 1983 e 1988. Sindicatos estão mobilizando servidores que temem a perda de seus empregos, mas a Assembleia Legislativa não vai deliberar nenhum projeto a esse respeito.

Isso porque as medidas que vão gerar demissão, já anunciadas pelo governador Robinson Faria, são decisões de competência exclusiva do Poder Executivo e tomadas em duas frentes: uma por ato discricionário e a outra por força de decisão judicial.


11/01/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, RN

Jucurutu e cidades do Seridó terão o abastecimento de água suspenso

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informou que a partir desta segunda-feira (15), abastecimento de água de 12 cidades do Seridó será paralisado por 72 horas. Paralisação se deve a manutenção do sistema adutor de Serra de Santana, que tem captação na barragem Armando Ribeiro Gonçalves.

Após este período, o abastecimento será retomado nas cidades de Jucurutu, Florânia, São Vicente, Acari, Currais Novos, Tenente Laurentino, Lagoa Nova, Cerro Corá, Bodó, Caicó, Jardim de Piranhas e Timbaúba dos Batistas.


11/01/2018
Por Edilson Silva em RN

Mais duas cidades entram em colapso de abastecimento de água no RN

As cidades de Messias Targino e Patu, na região Oeste potiguar, entraram em colapso de abastecimento. A informação é da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) e foi divulgada nesta quarta-feira (10). A Caern está operando a adutora Médio Oeste com 50% de sua capacidade e a redução no volume da barragem Armando Ribeiro não permite mais o atendimento dos dois municípios, que são as mais distantes em relação ao ponto de captação de água.

Com a redução de volume na barragem, a cidade de Patu atualmente estava recebendo água em apenas 10% dos imóveis usuários da Caern. Já na cidade de Messias Targino, 50% dos imóveis vinham sendo atendidos. Os demais imóveis não estavam sendo cobrados porque a Caern não enviava o produto. A partir da entrada em colapso, a conta será suspensa para todos os imóveis, de acordo com a Companhia.

As cidades de Messias Targino e Patu, na região Oeste potiguar, entraram em colapso de abastecimento. A informação é da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) e foi divulgada nesta quarta-feira (10). A Caern está operando a adutora Médio Oeste com 50% de sua capacidade e a redução no volume da barragem Armando Ribeiro não permite mais o atendimento dos dois municípios, que são as mais distantes em relação ao ponto de captação de água.

Com a redução de volume na barragem, a cidade de Patu atualmente estava recebendo água em apenas 10% dos imóveis usuários da Caern. Já na cidade de Messias Targino, 50% dos imóveis vinham sendo atendidos. Os demais imóveis não estavam sendo cobrados porque a Caern não enviava o produto. A partir da entrada em colapso, a conta será suspensa para todos os imóveis, de acordo com a Companhia.


09/01/2018
Por Edilson Silva em Assu, RN

Níveis dos reservatórios do RN devem melhorar a partir de fevereiro, avalia Emparn

As chuvas que caíram no Rio Grande do Norte nos últimos dias e que devem se estender até o próximo final de semana ainda não são suficientes para promover melhorias nos reservatórios de água do Estado. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), isso só deve acontecer a partir do mês de fevereiro.

“A partir de fevereiro, com o início do período chuvoso, nós poderemos ter uma recuperação dos mananciais de água do RN”, afirmou o meteorologista Gilmar Bistrot.

Segundo ele, as primeiras chuvas do ano são responsáveis por umedecer o solo. “O solo está muito seco. Essas primeiras chuvas conseguem apenas umedecer o solo. Então, para ter uma recuperação considerável dos açudes é preciso ter uma concentração de chuvas boas. E, por enquanto, ainda não se tem isso”, explicou.

Na semana passada, o Instituto de Gestão das Águas (Igarn) divulgou o boletim com a situação dos principais reservatórios de água do RN. O resultado aponta para o pior nível de abastecimento em seis anos.


06/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política, RN

Rádio Comunitária na mira do Ministério Público Federal (MPF)

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma ação de improbidade administrativa contra a ex-prefeita de Monte das Gameleiras, Edna Regia Sales Pinheiro Franklin de Albuquerque, a “Edinha”, seu irmão Edson Ricardo Sales Pinheiro e a União. A acusação é de fraude na obtenção da outorga que permitiu o funcionamento da Rádio Comunitária FM Gameleiras.

Logo no início de seu mandato, em 2009, Edinha e o irmão constituíram, de forma fraudulenta, a Associação Comunitária Rádio FM Gameleiras, em nome de “laranjas”. Através dessa associação, eles solicitaram e obtiveram, em 2012, autorização do Congresso Nacional para explorar uma rádio comunitária, a FM Gameleiras, pelo prazo de dez anos.

Os supostos presidente, tesoureira e secretária da associação confirmaram, em depoimento, que apenas cederam seus nomes para a criação da entidade e que quem a administrava de fato era a então prefeita. A tesoureira e a secretária acrescentaram que Edson Ricardo foi quem lhes pediu os “nomes emprestados”, para figurarem como fundadoras da associação.

A solicitação para que a associação pudesse efetivamente prestar o serviço de radiodifusão contou com assinatura de apoio da própria prefeita, bem como dos então secretários municipais de Educação; Administração; Saúde; Finanças; e de Assistência Social; além do chefe do Gabinete Civil. O MPF ressalta que a lista de signatários é bem “ilustrativa do vínculo político da iniciativa”.

Em 2011, o Ministério das Comunicações concedeu licença provisória e, no ano seguinte, o Congresso Nacional aprovou a outorga. “Ao ser interrogada sobre os fatos, Edna (…) admitiu que ‘manteve ingerência em Brasília’ para que a rádio comunitária iniciasse suas atividades. Isso demonstra seu interesse pessoal na situação e indica a existência de aspectos marcadamente políticos no caso”, reforça o MPF.

A ação do MPF destaca que a interferência política da ex-prefeita ocorreu não apenas no momento da instalação da rádio comunitária, mas também no desempenho de suas atividades. Ela chegou a contratar uma de suas adversárias, como forma de tentar garantir o apoio e enfraquecer a oposição. Posteriormente, a funcionária contratada foi demitida por contrariar os interesses da ex-prefeita.

Legislação

De acordo com a Lei n. 9.612/1998, que regula o serviço de radiodifusão comunitária, a essas emissoras é “vedado o proselitismo de qualquer natureza”, bem como sua entidade detentora “não poderá estabelecer ou manter vínculos que a subordinem ou a sujeitem à gerência, à administração, ao domínio, ao comando ou à orientação de qualquer outra entidade, mediante compromissos ou relações financeiras, religiosas, familiares, político-partidárias ou comerciais”.

Somado à condenação dos réus por improbidade, o MPF requer a anulação da outorga para funcionamento da rádio, “em face dos vícios, fraudes, ilegalidades e desvirtuamentos ocorridos no caso”. Um pedido de liminar inclui a suspensão da autorização de funcionamento.

A ex-prefeita e seu irmão poderão ser condenados à perda da função pública que eventualmente exerçam; suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos; pagamento de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida na época da prática dos atos; e proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de três anos.

A ação tramitará na Justiça Federal sob o número 0812831-95.2017.4.05.8400.


06/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, RN

Advogada pede intervenção federal no RN

A Advogada Kátia Nunes pediu nesta sexta-feira (05) uma intervenção federal no Rio Grande do Norte. O documento foi protocolado no Ministério Público Federal pedindo às providências cabíveis da Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge. O MPF RN vai enviar o documento à Brasília.

A Advogada relata no documento que o Governo do Estado atinge os princípios da dignidade humana ao não pagar os servidores públicos e culpa o governador Robinson Faria.

Ela usa como base o artigo 37 da Constituição Federal, que afirma: “administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência”.


04/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, RN

Policiais Federais se solidarizam com Policiais Civis do RN: “Governo do Estado é ingrato com os policiais”

SINPEF – Nota de apoio aos policias do Rio Grande do Norte

O SINPEF-RN -Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Norte*, acompanha com preocupação e, sobretudo com indignação, a lamentável situação dos policiais civis e militares em nosso Estado. É preocupante perceber que o Governo do Estado negue aos cidadãos e as cidadãs o direto à segurança. Causa indignação que o governador, Senhor Robinson Faria, não se mostre capaz de viabilizar o pagamento do salário dos policiais que precisam alimentar suas famílias. Não dar para aceitar calado, o desprezo do atual governante com profissionais que se dedicam, de corpo a alma, arriscando suas próprias vidas, em defesa da sociedade. Como se não bastasse, além de não pagar os salários, ameaça os policiais de prisão. Robinson quer nos colocar na idade média. Isto é um absurdo!

O governo se mostra mais que incompetente, se mostra ingrato com os policiais.  Pois são estes mesmos que o governador deixa sem dinheiro e quer colocar atrás das grades, que saem de suas casas todos os dias para defender, não apenas os cidadãos comuns, mas o próprio governador. Neste quesito, o senhor Robinson Faria poderia acrescentar ingratidão ao seu sobrenome.

O SINPEF é solidário aos policiais do Estado do Rio Grande do Norte, porque sabe da falta de condições de trabalho destes dedicados profissionais. Sabemos que as viaturas estão em grande parte quebradas e sem a devida manutenção. Que faltam coletes, que o armamento é inadequado. Robinson, o ingrato, bem que poderia olhar o exemplo de Estado vizinho. Enquanto o Ceará investe 11 milhões de reais em equipamentos de segurança, ele (O ingrato) promete prisão aos policiais.

O trabalho do policial é por natureza estressante. Sem salário e sem condições de trabalho, torna-se impossível obter o melhor resultado em favor da sociedade. Bem como, a favor da própria saúde psicológica dos profissionais.  Pois, a excelência do serviço prestado está diretamente relacionada à qualidade do equipamento e a saúde do profissional.

É ensurdecedor o silencio da nossa Bancada Federal em relação à insegurança pública no Rio Grande do Norte. No mínimo, nossos senadores e deputados estão sendo omissos com a população, sobretudo com as pessoas que não podem pagar segurança privada. A omissão da Bancada Federal é um tiro na dignidade dos policiais potiguares.

De público, o SINPEF faz um apelo ao governador Robinson Faria, que pague urgentemente os salários atrasados e o décimo terceiro de todos os policiais e bombeiros. Que se lembre, que prometeu ser o “governador da segurança”, e não o governador perseguidor de policiais. Toda nossa solidariedade aos bravos homens e bravas mulheres que fazem as polícias do Rio Grande do Norte.

A Diretoria do SINPEF


03/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, RN

Com algemas nos punhos, policiais civis se apresentam para serem presos em Natal

A greve desde o último dia 20 de dezembro, policiais civis do Rio Grande do Norte se apresentaram na Delegacia Geral de Polícia, na manhã desta quarta-feira (3), em Natal, para serem presos. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte considerou o movimento ilegal e determinou a prisão de policiais da ativa e da reserva que incentivem, promovam ou defendam a greve.

Durante a tarde desta terça-feira (2), em assembleia, os policiais decidiram que permanecem trabalhando em regime de plantão, mesmo diante da possibilidade de serem presos. Por causa da greve, apenas as delegacias de plantão e as regionais funcionam no estado. A categoria cobra o pagamento dos salários de novembro, dezembro e do 13º. Sem policiamento, houve aumento da violência no estado. O governo federal enviou 2,8 mil homens e mulheres das Forças Armadas, no último final de semana, para reforçar a segurança no estado.


03/01/2018
Por Edilson Silva em RN

Com salários atrasados e sem 13º, servidores da saúde do RN iniciam 2018 em greve

A saúde do Rio Grande do Norte completou 50 dias de greve no primeiro dia do ano. O ano de 2017 acabou, mas têm servidores que ainda não receberam o salário de novembro e nem o 13º salário.

“A folha de dezembro nem se fala, só foi paga até agora aos servidores da ativa de órgãos da administração indireta e da educação, que têm recursos próprios. Os demais servidores, aposentados e pensionistas, contudo, continuam sem receber. O Governo anunciou que só deve concluir a folha, apenas no dia 30 de janeiro”, informa Sindsaúde-RN.


30/12/2017
Por Edilson Silva em RN

Bandidos fazem arrastão em praia paradisíaca do RN

Pelo menos sete homens armados e encapuzados fizeram um arrastão a comerciantes e banhistas na praia de Tourinho, em São Miguel do Gostoso, litoral Norte potiguar. O crime aconteceu por volta de meio-dia desta sexta-feira (29). O Rio Grande do Norte está sem PM nas ruas desde 19 de dezembro.

O comerciante Luiz Ribeiro, que tem uma barraca na praia de Tourinho há 5 anos, contou que os homens chegaram ao local, anunciaram o assalto e começaram a pegar os pertences das pessoas. “Roubaram todo mundo que estava na praia, levaram tudo: celular, aliança, carteira, o dinheiro do caixa da minha barraca, tudo”, disse.

Ainda segundo o comerciante, os homens fugiram atirando para o alto. A praia de Tourinho fica a 9 quilômetros de distância do centro de São Miguel do Gostoso. Este ano, a cidade terá uma das maiores festas de réveillons do país.

CRISE NA SEGURANÇA

Policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte estão aquartelados desde a última terça-feira (19). Policiais civis trabalham em regime de plantão desde quarta (20). As categorias reivindicam, além de melhores condições de trabalho, o pagamento dos salários e 13º.

A paralisação das polícias gerou um onda de crimes em várias cidades do estado. Assaltos, arrombamentos e arrastões se repetem diariamente desde o dia 19.

Nesta sexta (29), o Ministério da Defesa anunciou o envio de 2 mil militares das Forças Armadas para reforçar o patrulhamento ostensivo no RN. Desde o início da crise na segurança, o governo federal enviou cem homens da Força Nacional para auxiliar no patrulhamento. Eles se juntaram aos 120 integrantes da Força Nacional que já atuavam no estado.

G 1 (RN)


30/12/2017
Por Edilson Silva em RN

Governo do RN institui novas taxas para o DETRAN e DER

Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (29) trouxe a publicação de leis que instituem novos valores das taxas do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (DETRAN-RN); novos valores também para a Taxa de Fiscalização (TF) e a Taxa de Serviços Diversos (TSD) em favor do Departamento de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Norte (DER/RN) e a criação do Fundo de Investimentos em Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Norte, que autoriza o Poder Executivo do Estado do Rio Grande Norte a alienar bens imóveis integrantes de seu patrimônio.

As taxas exigidas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (DETRAN/RN), em razão do registro de veículos e de condutores, bem como de outras atividades correlatas, obedecerão ao disposto no Anexo Único da Lei. Veja aqui os valores.

Já a criação do Fundo de Investimentos em Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Norte, tem o objetivo de viabilizar a ampliação, manutenção e reforma da infraestrutura estadual, em atendimento às finalidades precípuas da Administração, através da alienação de imóveis do Estado.

E ainda as novas do DER, a de Fiscalização (TF) e de Serviços Diversos (TSD). As taxas instituídas por esta Lei têm como fatos geradores o exercício regular do poder de polícia, ou a utilização, efetiva ou potencial, de serviço público específico e divisível, prestado ao contribuinte ou posto à sua disposição, pelo DER/RN.


28/12/2017
Por Edilson Silva em RN

Semarh assina ordem de serviço para desassoreamento do Canal do Piató

O Governo do Estado, através da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) vai realizar com recursos próprios mais uma importante obra de infraestrutura hídrica para o Estado. Na tarde de ontem, (27), O Secretário Ivan Júnior assinou a ordem de serviço para desassoreamento do Canal do Piató, em Assu.

A solenidade aconteceu na igreja de Porto Piató e contou com a presença de representantes de associações e sindicatos do município, com representantes da empresa vencedora da licitação, construtora Cristal LTDA, e de toda comunidade.


Página 1 de 5412345...102030...Última »


Facebook


Twitter