22/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Com nível alto da barragem, Caern desativa bombas que alimentavam Canal do Pataxó

As bombas que bombeavam água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves para o Canal do Pataxó, na região Central do Estado, foram desativadas por equipes da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). Isso porque a subida do nível da barragem fez com que a água vertesse normalmente para o canal, dispensando a necessidade do uso de bombas.   A Caern havia instalado o equipamento durante o período de estiagem, para possibilitar o bombeamento da água da barragem para a Adutora Sertão Central Cabugi e, de lá, para as cidades que são atendidas por ela: Angicos, Fernando Pedroza, Pedro Avelino, Lajes, Pedra Preta, Caiçara do Rio dos Ventos, Jardim de Angicos e Riachuelo.

 E também comunidades rurais de São Miguel, Riacho do Feijão, Rio Velho, Riacho do Prado, Santa Maria, Mulungu, Tapuia, São José da Passagem, Residência, dentre outras localizadas ao longo da adutora.


22/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Açude de Santa Luzia ainda não passou dos 50% do seu volume

A cidade de Francisco Dantas é a primeira da região do Alto Oeste do Estado a sair da situação de colapso no abastecimento de água. Desde essa quinta-feira (19), a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está operando o sistema que atende a população de cerca de 2.900 habitantes.

Segundo o gerente da Regional Alto Oeste da Caern, Esmeraldo Alves, equipes estão trabalhando no reparo de vazamentos que foram registrados em decorrência do tempo em que os equipamentos ficaram parados.Francisco Dantas é abastecido pelo Açude Tesoura, que transbordou com as últimas chuvas. O município estava em situação de colapso desde fevereiro de 2016. Ainda na região do Alto Oeste, a Caern está tomando as últimas providências para colocar em operação os sistemas de outras nove cidades; destas, duas não estavam em colapso, mas voltarão a utilizar o manancial da própria cidade.

Até o final da semana que vem, saem oficialmente da situação de colapso os municípios de Luiz Gomes e José da Penha. Luiz Gomes era a cidade que estava em colapso há mais tempo: desde outubro de 2011. José da Penha enfrentava essa situação desde novembro de 2016. Em seguida, voltarão a receber abastecimento da Caern as cidades de Paraná , Rafael Fernandes, Marcelino Vieira, Almino Afonso e Tenente Ananias. Das 11 cidades em colapso na região, São Miguel e Pilões ainda estão sem previsão de retorno do abastecimento. Já a cidade de João Dias depende só da chegada de novas chuvas para retomar o abastecimento.


19/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Barragem do Apanha Peixe volta a ‘sangrar’

As chuvas que voltaram a cair na região Oeste potiguar fizeram o Apanha Peixe transbordar. Maior reservatório de Caraúbas, há seis anos que ele não ‘sangrava’ – que é como o sertanejo chama quando a água passa por cima das paredes de contenção. A barragem tem capacidade para até 10 milhões de metros cúbicos de água.


17/04/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Meteorologista da EMPARN afirma que período chuvoso será intensificado na região do Trairi entre os meses de maio e julho

O meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuário do Rio Grande do Norte, Gilmar Bristot, afirmou na noite desta terça em entrevista à Rádio Santa Cruz AM, que o período chuvoso de maior intensidade na região Trairi será entre os meses de maio e julho.

De acordo com Bristot, os meses de fevereiro a abril, as precipitações chuvosas foram mais intensas nas regiões Oeste, Seridó e Central. Como o Trairi é uma região de transição entre oi Agreste e o Sertão, a expectativa é que o inverso siga os mesmos moldes do Agreste, com intensidade a partir de maio.


17/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Confira o relatório dos reservatórios do Rio Grande do Norte

As chuvas que ocorreram em todo o Rio Grande do Norte nas últimas semanas  ajudaram na melhoria dos níveis dos reservatórios monitorados pelo Governo do RN, por meio do Instituto de Gestão das Águas (Igarn), segundo aponta o Relatório da Situação Volumétrica dos Principais Reservatórios do Estado divulgado nesta segunda-feira (16).

Maior manancial do RN, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves está com 406.144.067 milhões de metros cúbicos, em termos percentuais, 16,92% do máximo que consegue acumular.

Em termos comparativos, dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Igarn, atualmente, 9 estão em volume morto. No dia 2 de abril (data anterior ao retorno das chuvas ao interior do RN), 19 reservatórios se encontravam nesta situação. Já os mananciais secos, atualmente, são apenas 4. Na data do relatório do dia 2 de abril, 11 açudes estavam completamente secos. Em termos percentuais, os reservatórios em nível crítico caíram de 63,82% para 27,65%.

O açude Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, é mais um reservatório e atingir 100% de sua capacidade total, que é de 10 milhões de metros cúbicos. Os outros mananciais completamente cheios são Encanto, localizado no município de Encanto, e que possui capacidade total para 5,192 milhões de m³; e Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, com capacidade total para 9,604 milhões de metros cúbicos.

O açude Itans, localizado em Caicó, no relatório do dia 2 de abril, estava com 1,227 milhões de m³, o que correspondia a 1,50% da sua capacidade total, que é de 81,750 milhões de metros cúbicos. Após as chuvas o reservatório já acumula 7,105 milhões de metros cúbicos, em termos percentuais, 8,69% do volume máximo que consegue acumular. Tal quantidade de água já retira o manancial da situação de volume morto.

O açude Pau dos Ferros, que já há alguns anos permanecia completamente seco, este ano não somente recebeu águas, como também já saiu do volume morto. No dia 2 de abril, o reservatório estava com pouco mais de 31 mil metros cúbicos, ou 0,06% da sua capacidade total, que é de 54,846 milhões de m³. Neste dia 16 de abril o manancial acumula 3.672.587 milhões de metros cúbicos, em termos percentuais 6,70% do seu volume total.

O reservatório Flechas, localizado em José da Penha, no dia 2 de abril estava seco. Após as chuvas 2,980 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 33% da sua capacidade total, que é de 8,949 milhões de m³. O reservatório de Lucrécia, localizado no município de Lucrécia, também estava seco, atualmente, já está com 2,619milhões de m³, ou 10,58% do seu volume total que é de 24,754 milhões de m³. Ambos, portanto, estavam secos e nem passaram pela situação de volume morto.

Com relação aos maiores reservatórios do Estado. Em termos comparativos, no relatório do dia 2 de abril, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves estava com 282,267 milhões de metros cúbicos, ou 11,76% da sua capacidade total, o que a colocava na situação de volume morto. Já neste dia 16 de abril, a barragem acumula 406,144 milhões de metros cúbicos, que correspondem a 16,92% do seu volume total. Já estando acima da sua cota mínima.

O açude Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do Estado, com capacidade para 599,712 milhões de metros cúbicos, anteriormente à volta das chuvas estava com 87,666 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 14,62% da sua capacidade. Neste dia 16 de abril está com 148,404 milhões de m³, ou 24,75% do seu volume total.

Terceiro maior reservatório potiguar com capacidade de 292,813 milhões de metros cúbicos, a barragem de Umari, localizada em Upanema, anteriormente às chuvas estava com 36,601 milhões de metros cúbicos, ou 12,50% da sua capacidade. Já após as últimas precipitações está acumulando 54,570 milhões de m³, 18,64% do seu volume total.

Os mananciais ainda secos são Pilões, localizado no município de mesmo nome; Dourado, localizado em Currais Novos; Trairí, em Tangará; e Japi II, em São José do Campestre. O reservatório Marechal Dutra, popularmente conhecido como Gargalheiras, em Acari, permanece em volume morto, com apenas 22.943 mil metros cúbicos, ou 0,05% da sua capacidade total que é de 44,421 milhões de m³.

A bacia Apodi / Mossoró acumulava no dia 2 de abril, 140,409 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 12,76% da sua capacidade total. Atualmente o volume acumulado é de 275,607 milhões de m³, percentualmente, 24,82% do seu volume superficial total. Já a bacia Piranhas / Açu, no levantamento anterior, acumulava 355,066 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 11,97% do seu acumulado total. Neste dia 16 de abril está com 536,296 milhões de metros cúbicos, 18,08% da sua capacidade total.


15/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Gafanhotos e outras pragas ameaçam plantações de caju no interior do RN

Ele voa de uma planta para outra. As vezes em bando, outras de forma solitária. Mas sempre com fome. É o gafanhoto – uma praga que está afetando a produção de caju em algumas comunidades no interior do Rio Grande do Norte. E esse não é o único inseto que ameaça a safra de castanha deste ano.

Na propriedade do agricultor João Cirino, eles têm dado prejuízo. “Essa é a praga que está afetando aqui, que não está deixando nada. A pessoa planta, eles comem. Come até o pasto dos bichos”, diz o agricultor. “Vem da mata, sobe na planta, e só desce quando acaba. Quando acaba, vão pra outra”, complementa.

O terreno de João fica na Vila Rio Grande do Sul, em Serra do Mel. São 20 hectares só com com cajueiros. Nem a planta comum na região escapou da praga. A ação devastadora deve prejudicar a safra de castanha de 2018.

O agricultor fez até planos para investir em outras culturas, como feijão e melancia, mas não sabe se vale a pena. Nem com as chuvas os gafanhotos vão embora. “Eles procuram um canto pra passar a chuva. Quando passa, eles voltam pro trabalho deles, que é destruir”, reforça.

G 1 (RN)


15/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Seridó tem um sábado de muita chuva: São João do Sabugi registra 130mm; veja dados

Um final de muita chuva para a região Seridó do Rio Grande, nesse sábado, especialmente, durante todo o dia e pela madrugada, foram registradas grandes precipitações e quase todos os municípios que integram o semi-árido. Caico teve precipitação acima de 100mm em vários locais, especialmente na bacia do açude Itans.

  • Barra do Sabugi (São Fernando) – 115 mm
  • Várzea Redonda – 115 mm- o açude está sangrando
  • Assec Caicó – 75 mm
  • Vila 1 do Sabugi – 130 mm
  • Vila 2 Sabugi – 115 mm
  • Alto da Boa Vista (Caicó) – 49 mm
  • Manhoso – 30 mm
  • Nova Descoberta (Caicó) – 84 mm
  • Sítio Extrema (Jardim de Piranhas) – 107 mm
  • Umari – 45 mm
  • Brandões – 100 mm
  • Sítio Santana PB – 70 mm
  • Fazenda Angicos – 80 mm
  • Bela Flor – 90 mm – Barragem transbordando
  • Passagem das Traíras – 15 mm
  • Barra da Cachoeira – 120 mm – Fazia 6 anos que a Barragem não sangrava e agora está sangrando
  • Ipueira – 10 mm
  • Valentim Gomes (São João do Sabugi) – 82 mm
  • Vaca Brava (São João do Sabugi) – 105 mm
  • Riacho do Melado (São João do Sabugi) – 130 mm
  • São João do Sabugi –  62 mm
  • Brejinho – 134 mm
  • Estreito (Jucurutu) – 12,5 mm
  • Serra Negra do Norte – 97 mm
  • Fazenda Suécia (São José de Espinharas-PB) – 84 mm
  • Sítio Cajazeiras (São José de Espinharas-PB) – 65 mm
  • Sítio Macambira – 90 mm – barragem transbordando
  • Fazenda Beleza (Caicó) – 85 mm
  • Lagoa Seca (Barbosa de Baixo) – 120 mm
  • Sítio Campo Grande – 81 mm
  • Penedo (Caicó) – 90 mm
  • Paulo VI – 88 mm
  • Sítio Santa Cruz – 72 mm
  • São José do Seridó – 12 mm
  • Sítio Olho d’água – 10 mm
  • Sítio Barbosa de Cima – 48 mm
  • Sítio Pintado (Timbaúba dos Batistas) – 100 mm
  • Sítio Currais (Timbaúba dos Batistas) – 95 mm
  • Bairro João XXIII (Caicó) – 85 mm
  • Riacho de Fora (São João do Sabugi) – 100 mm
  • Sítio São João de Baixo (São João do Sabugi) – 89 mm
  • Salgado dos Medeiros  (São João do Sabugi) – 50 mm
  • Jardim de Piranhas – 50 mm
  • Jardim de Alah (Caicó) – 75 mm
  • Jardim do Seridó – 30 mm
  • Bairro Paraíba (Caicó) – 91 mm
  • Sítio Cantinho (Caicó) – 111 mm
  • Barra do Pau a Pique ( São João do Sabugi) – 80 mm
  • Sítio Jerusalém (São João do Sabugi) – 130 mm
  • São Fernando – 77 mm
  • Serrote Branco (Caicó) – 80 mm
  • Sítio Cruz (São Fernando) – 45 mm
  • Sítio Riacho Salgado (São João do Sabugi) – 90 mm
  • Bairro Soledade (Caicó) – 102 mm
  • Sítio Sobradinho – 40 mm

Fonte: Correio do Seridó / via Thiago Lima – Canal das Chuvas


13/04/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Defesa Civil alerta sobre risco de construções irregulares no período chuvoso

Com a chuva intensa que caiu em Mossoró esta semana, o trabalho da Defesa Civil se intensifica. Em alguns pontos da cidade as precipitações chegaram a registrar cerca de 90 milímetros, como nos bairros Abolição e Redenção. E foram nessas localidades onde se registraram os maiores problemas.

De acordo com Osnildo Moraes, da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil, a maioria ocasionados por construções irregulares. No mês de fevereiro, a Defesa Civil já havia alertado sobre o risco de construções em áreas irregulares.


12/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Barragem Passagem das Traíras já acumula um bom volume de água

A Barragem Passagem das Traíras,  acumulou até às o início da manhã desta quinta-feira (12), 3 metros e 30 centímetros de água. O reservatório estava completamente seco, mas as chuvas registradas nas últimas semanas, mudaram completamente a paisagem. Ela tem capacidade de armazenamento de 49.702.394.00  metros
cúbicos.

É importante destacar que a estrutura física da Barragem apresenta problemas na parede que faz o barramento do açude. Com várias trincaduras, o Estado até o momento não realizou o concerto. A construção da barragem foi dada por terminada em 1994, sob a direção do Departamento de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Norte, durante o Governo de Vivaldo Costa

A Barragem é uma das mais importantes barragens do Rio Grande do Norte. Faz parte do conjunto de barragens da bacia do rio Piranhas-Açu, tendo barrado o rio Seridó. Situa-se na fronteira dos municípios de São José do Seridó, Jardim do Seridó e Caicó. Ela é o quarto maior reservatório da região do Seridó. Seu nome faz referência a um peixe comum na caatinga, a traíra.


10/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Chuvas melhoram situação de reservatórios no RN

O retorno das chuvas ao interior do Estado continua propiciando melhora das reservas hídricas potiguares. O Relatório da Situação Volumétrica dos principais reservatórios do Estado, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN), nesta segunda-feira (9), indica a saída de alguns reservatórios do chamado volume morto e também uma redução dos mananciais secos.

Dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Igarn, atualmente, 15 estão em volume morto, em termos percentuais 31,91% dos mananciais monitorados. Em termos comparativos, no último relatório, divulgado no dia 2 de abril, os reservatórios em volume morto eram 19, o que representava 40,42% do total de mananciais monitorados.

Já os reservatórios que ainda se encontram secos são 6, em termos percentuais, 12,76%. No dia 2 de abril, 11 reservatórios ainda estavam sem águas, o que representava 23,40% dos açudes potiguares monitorados. Os açudes, Flechas, em José da Penha; Lucrécia, no município de Lucrécia; Brejo, em Olho d’Água dos Borges; Santa Cruz do Trairi e Inharé, ambos em Santa Cruz; foram os açudes que estavam secos e receberam recarga.

O açude Boqueirão, localizado em Parelhas, recebeu grande recarga. No relatório do dia 2 de abril, o reservatório estava com 14,238 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 16,79% da capacidade total do reservatório. Atualmente está com 30,874 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 36,41% do seu acumulado máximo, que é de 84,792 milhões de m³.


10/04/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Emparn registra chuvas com mais de 100 milímetros em 9 cidades do interior do RN

Pelo menos 9 cidades do interior do Rio Grande do Norte registraram chuvas com mais de 100 milímetros, entre a sexta-feira (6) e a manhã desta segunda-feira (9), segundo registrou a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Rio Grande do Norte (Emparn). O maior volume de água caiu nos municípios de Apodi e Martins, na região Oeste, onde houve acúmulo de 192,6 mm e 190 mm, respectivamente.

Na base de Frutuoso Gomes, a Emater registrou 160 milímetros. Em Tenente Ananias, outros 115 mm. Rafael Godeiro foi irrigada com 114,6 mm e Jucurutu teve 100,5 mm. Vários municípios da região Oeste ainda contaram com chuvas entre 80 e 90 mm.

Nas regiões Central e Seridó do estado, também foram registradas chuvas de 118 mm em Parelhas, 117,2 mm em Jardim do Seridó, e 101 mm em Timbaúba dos Batistas. Santana do Seridó contou com 83,2 mm, seguida ainda de Cruzeta (82 mm) e São João do Sabugi (80 mm).

A região Agreste foi a que registrou menos chuvas, mas no município de Ruy Barbosa, por exemplo, ainda foram registrados quase 40 mm.

Na região metropolitana de Natal, as maiores chuvas foram em Ceará-Mirim (80 mm) e Macaíba (58,1 mm).


09/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Chuva provoca deslizamento de pedras e tombamento de árvore na BR-405 no RN

Fortes chuvas que caíram na região de Apodi, região Oeste potiguar, provocaram deslizamentos de pedras e o tombamento de uma árvore na pista da BR-405, informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os obstáculos foram tirados da estrada, mas ainda há muitos buracos na região, o que deixou o tráfego perigoso.

De acordo com a PRF, o bloqueio foi percebido na noite deste domingo (8), entre os quilômetros 72 e 73 da BR. Uma equipe foi ao local, retirou as pedras e a árvore e sinalizou os buracos com cones. A orientação é que os motoristas fiquem ainda mais atentos ao passarem pelo trecho.

“A PRF realça a necessidade de cuidados maiores pelos motoristas e demais usuários da via. Reduza a velocidade, mantenha distância do veículo da frente e evite ultrapassagens”, informou a corporação.

Ainda de acordo com a PRF, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, responsável pela estrada, foi informado para que possa tomar providências para o conserto da via.


07/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Barragem do Sítio Manhoso aumenta sua lâmina de sangria

A Barragem do sítio Manhoso aumentou a sua lâmina de sangria nas últimas horas. Algo em torno de 20 cm já pode ser visto no espetáculo proporcionado pela natureza na zona rural de Caicó. A água desce neste momento para o Açude Itans, principal reservatório do município.


06/04/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Registros de chuvas na região do Seridó nas últimas 24 horas

Comunidade Colonos – 100 mm

Bairro Dinarte Mariz – Parelhas – 100 mm

Sítio Pinturas – carnaúba dos Dantas – 30 mm

Sítio Quintos de Baixo – Parelhas – 30 mm

Sítio Salgadinho – Parelhas – 75 mm

Sítio Algodão – Parelhas – 100 mm

Sítio Caeiras – Parelhas – 70 mm

Parelhas – Centro – 106 mm

Sítio Gamenho – 63 mm

Sítio Cachoeira – Parelhas – 97 mm

Sítio Malacacheta –  Parelhas – 85 mm

Sítio Várzea do Barro – Parelhas – 85 mm

Sítio São Sebastião – Parelhas –  110 mm

Sítio Domingas – Parelhas – 80 mm

Sítio Alegre – Caicó – 50 mm

Sítio Retiro – Parelhas – 80 mm

Boqueirão – Parelhas – 125 mm

Comunidade Colonos – Parelhas – 85 mm

Comunidade Boa Vista dos Lucianos –  Parelhas – 40 mm

Real Sabor – Parelhas – 50 mm

Sítio Iraque – Parelhas – 76 mm

Sítio Alto Bonito – 60 mm

Bairro São Sebastião – Parelhas – 85 mm

Sítio Bolandeira – 40 mm

Sítio Espirito Santo – Santana do Seridó – 40 mm

Sítio Mulungu – Parelhas – 70 mm

Sítio Almas 1 – Parelhas – 91 mm


06/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Artesãos potiguares vão a Brasília participar do 10º Salão do Artesanato

O artesanato potiguar estará em exposição para todo o Brasil até o dia 8 de abril, em Brasília, na 10º edição do Salão do Artesanato, que está sendo realizado no pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, das 16h às 22h.

O Salão do Artesanato é uma iniciativa de valorização do artesanato brasileiro, que abre caminhos para novos espaços de mercado, por meio de ações como as rodadas de negócios, onde são estabelecidos diálogos diretos entre artesãos e exportadores.

Foram selecionados 10 artesãos que estão ocupando um espaço de 50 metros quadrados, onde será comercializado produtos de tipologias características do Rio Grande do Norte como junco, bordados, cerâmicas, rendas.

“Esse Salão vai proporcionar aos nossos artesãos um espaço fora do RN para mostrar a nossa cultura, a nossa arte popular. É uma ação de Governo que incentiva que nosso artesanato cresça com qualidade e se torne fonte de renda e dignidade para milhares de famílias”, explica o secretário do trabalho, da Habitação e da Assistência Social, Vagner Araújo.

A participação dos artesãos foi viabilizada com recursos projeto Governo Cidadão por meio do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial que tem como umas das metas oportunizar novos acessos de mercados para grupos que trabalham com economia solidária. Os artesãos foram selecionados por meio de chamamento público, realizado pelo Programa Estadual de Artesanato (Proarte-RN), ocorrido no mês de março.

A Sethas-RN atua na valorização, divulgação e comercialização dos trabalhos realizados por artesãos independentes, associações, cooperativas e grupos de produções dos 167 municípios. Atualmente, o artesanato potiguar consolida-se como uma fonte de renda para cerca de 15 mil famílias que vivem do ofício.


03/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Governo do Estado divulga para o dia 07 pagamento de 87% do funcionalismo

O Governo do RN conclui até o próximo sábado (07) o pagamento de março de 98 mil dos 112 mil servidores do Estado, o que equivale a 87% da folha. Os 36 mil servidores da educação, saúde e indiretas já receberam os salários de março em 28/03, dentro do mês trabalhado.

Recebem no próximo dia 07/04 os 22 mil servidores da segurança – SESED, SEJUC, PC, PM, CBM, ITEP e Policiais do GAC e da VICE-GOV (ativos, inativos e pensionistas PM e CBM) e os 39 mil servidores das demais categorias, que ganham até R$ 4 mil. O pagamento dos servidores que ganham acima de R$ 4 mil será divulgado em breve.

Com relação ao décimo-terceiro, serão pagos em 30/04 os servidores que ganham entre R$ 2 mil e R$ 3 mil. O décimo dos servidores que ganham até R$ 2 mil já foi pago no último dia 29/03 e o décimo dos servidores da educação e das indiretas já foi pago no final do ano passado, em 2017. Em 30/04, o estado terá pago 58% do décimo dos servidores.


03/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Chuvas levam água para três reservatórios do RN que estavam secos

O Relatório da Situação Volumétrica dos principais reservatórios do Estado, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN), nesta segunda-feira (02), indica que o retorno das chuvas ao interior do estado propiciou a chegada de águas em três reservatórios anteriormente secos. Os maiores ganhos de reservas hídricas ocorreram na Bacia Apodi Mossoró.

Dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Igarn, 19 continuam em volume morto e 11 estão secos. Em termos percentuais, 40,42% dos mananciais potiguares estão em volume morto e 23% secos. No último levantamento, divulgado no dia 26 de março, o número de mananciais secos era de 14, o que representava uma percentagem de 29,78% dos reservatórios, os considerados em volume morto permaneceram com percentuais inalterados, correspondendo a outros 40% dos mananciais monitorados pelo Instituto.

Após vários anos completamente seco, o reservatório Pau dos Ferros recebeu 31 mil metros cúbicos após as últimas chuvas, o que em termos percentuais ainda é muito pouco, correspondente a 0,06%, dos 54,846 milhões de metros cúbicos da capacidade total da barragem. O açude Malhada Vermelha, localizado em Severiano Melo, foi outro manancial que recebeu água saindo da situação de seco para volume morto, 389,116 mil metros cúbicos, que correspondem a 5,16% da capacidade total do reservatório, que é de 7,587 milhões de metros cúbicos.


02/04/2018
Por Edilson Silva em RN

Detran inicia na quinta-feira exames práticos de direção no interior do Estado

O  Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) inicia na próxima quinta-feira (05), o processo de avaliações práticas de direção veicular dos usuários residentes nos municípios do interior do Estado. Durante este mês de abril, 17 cidades receberão os examinadores do Detran. A previsão é realizar cerca de 2 mil avaliações.

Os exames serão aplicados nos municípios de Angicos (05), Alto dos Rodrigues (06), Acari (09), Macau (10), Jardim do Seridó (11), Parelhas (12), São José do Mipibu (13), Canguaretama (16), João Câmara (17), Goianinha (18), São Paulo do Potengi (19), Passa e Fica (20), Caicó (23), Apodi (24), Alexandria (25), Pau dos Ferros (26) e São Miguel (27).

De acordo com informações coletadas no setor de Estatística do Detran, durante o ano de 2017 foram realizados no Estado 58.600 testes práticos de direção veicular. A média mensal do ano correspondeu a 4.884 avaliações. Em 2017 também foram expedidas 208.276 CNHs, sendo desse total, 34.663 com registro de primeira habilitação, o que equivale a 16,65% das expedições desse tipo de documento no ano. Já a frota veicular atual do RN chegou a 1.249.951 veículos.

O cronograma de exame de direção veicular foi planejado observando a necessidade de abranger todas as principais cidades de cada região, que devem receber também usuários dos municípios circunvizinhos. Os peritos analisam o conhecimento prático de volante dos alunos que já foram considerados aptos nos exames médico e psicológico, e que também já concluíram a carga horária de aulas prática e teórica ministradas pelo centro de formação de condutor de sua escolha.

Para que o candidato seja aprovado no teste é necessário que ele não cometa nenhuma falta eliminatória e que a soma dos pontos negativos seja menor do que três. No caso de reprovação o candidato só poderá repetir o exame decorrido 15 dias da divulgação do resultado.


01/04/2018
Por Edilson Silva em Natal, RN

Fortes chuvas voltam a causar estragos em cidades do Rio Grande do Norte

As fortes chuvas que caem nas últimas 72 horas já causaram grandes estragos na Grande Natal. Foram verificados diversos pontos de alagamento, rompimento de tubulações de água pluvial e ruas destruídas nas cidades de Natal e Parnamirim.

Para os próximos dois dias, segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), ainda há previsão de pancadas de chuva localizadas, favorecendo a ocorrência de eventos de enxurrada e deslizamentos de terra.

Na praia de Pirangi do Norte, em Parnamirim, uma cratera surgiu pelas forças das águas. A enxurrada destruiu boa parte da Rua Omar Batista de Lima.

Na Zona Norte de Natal, a força das águas deixaram um buraco na Rua Felipe Camarão, no bairro Igapó.

Somente nas últimas 72 horas, ainda de acordo com o Cemaden, foram registrados mais de 120 milímetros nas quatro regiões administrativas da capital. A previsão é de que o período chuvoso persista até o domingo.


Página 1 de 5712345...102030...Última »


Facebook


Twitter