28/04/2017
Por Edilson Silva em Esporte, Policial

Goleiro Bruno é transferido para a Penitenciária de Três Corações, MG

O goleiro Bruno Fernandes foi transferido no início da noite desta quinta-feira (27) para a Penitenciária de Três Corações (MG). Segundo a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), detalhes sobre a transferência não seriam divulgados por motivo de segurança. Bruno se apresentou espontaneamente no início da tarde na Delegacia Regional de Varginha depois que o mandado de prisão foi expedido pela Justiça. Em nota, a SEAP disse ainda que Bruno Fernandes ocupará uma cela individual, com medida de 4,5m por 4,5m. O espaço possui cama, pia e vaso sanitário de alvenaria.

O jogador se apresentou pela segunda vez na Delegacia de Polícia Civil de Varginha quase 48 horas após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que revogou liminar que o mantinha o atleta, atualmente no Boa Esporte, em liberdade. Bruno se apresentou por volta de 13h45. Ele passou por exames de corpo delito com o médico legista dentro da própria delegacia e por volta de 15h30 foi levado para o Presídio de Varginha.


28/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Criador do jogo da baleia azul é preso

A divulgação recente sobre casos de suicídio motivados por um jogo tem alarmado pais e mães de adolescentes que se envolveram na ‘brincadeira’ que pode levar a morte. A mídia tem feito um trabalho excepcional de tentar divulgar sobre os perigos oferecidos para quem se envolve no game.

O que muitas pessoas não sabem é que o criador e proliferador da ideia já está preso. Ao que parece o jogo teria sido criado na Rússia, por um jovem, que se aproveita dos momentos de vulnerabilidade das pessoas para incentivá-las ao suicídio. Segundo informações descobertas recentemente, o homem já teria sido identificado por outros crimes online, e estaria preso desde 2015.

A ideia de criar um jogo composto por cinquenta passos a serem cumpridos teria sido inventado por ele para poder aliciar sobretudo adolescentes que estivessem passando por um momento crítico. Conheça o homem responsável pela criação do jogo macabro:O russo Philip Budeikin, de 21 anos, foi detido pela polícia.


26/04/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Justiça determina volta de ex-primeira dama à prisão em regime fechado

Por dois votos a um, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) determinou hoje (26) a volta à prisão da ex-primeira-dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador Sérgio Cabral.

O tribunal julgou recurso do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF/RJ) que pedia o retorno de Adriana ao regime de prisão preventiva. Ela está em prisão domiciliar, concedida pela 7ª Vara Federal Criminal, porque tem filho menor de 12 anos e a lei brasileira garante o direito de prisão domiciliar a mães de filhos na primeira infância.

O parecer do MPF reforça recurso da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro e destaca que as causas que originaram a prisão de Adriana ganharam ainda mais robustez com o prosseguimento das investigações, não havendo razões para conversão da prisão preventiva em domiciliar.

Investigada na Operação Calicute, Adriana Ancelmo foi presa em dezembro passado, acusada de corrupção e lavagem de dinheiro em organização criminosa liderada pelo marido, que está preso em regime fechado desde novembro do ano passado.

O desembargador federal Abel Gomes votou pela volta da ré ao presídio e disse que os o fatos que levaram à prisão da ex-primeira dama continuam inalterados e que o direito que mães de filhos pequenos têm à prisão domiciliar não pode servir de blindagem para graves crimes.

“A concessão [da prisão domiciliar a mães de menores] não é automática. A prisão sempre trará sofrimentos familiares, traumas”, disse Gomes.

Ao votar pela revogação da prisão domiciliar, o desembargador Paulo Espírito Santo disse que a Justiça não pode fugir aos fatos. “Ela [Adriana] pode até estar arrependida, mas foi muita coisa o que ela e o marido fizeram contra o Rio de Janeiro”, disse o magistrado, que considera a prisão domiciliar da ex-primeira-dama “um privilégio”.

Já o desembargador Ivan Athié votou pela manutenção da prisão domiciliar. “Ela está presa. Continua em prisão preventiva. Em nenhum momento foi identificado que a ré tentou obstaculizar as investigações ou ameaçar testemunhas”, justificou.

Athié argumentou que os filhos de Adriana precisam da mãe e não podem ser punidos com a volta dela à prisão. Além disso, segundo ele, a prisão domiciliar gera maior economia para o Estado.

Benefício

No dia 24 de março, o Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu habeas corpus permitindo que Adriana ficasse em prisão domiciliar. Ela havia recebido o benefício no dia 17 de março, em decisão do juiz federal Marcelo Bretas, mas a medida havia sido cassada, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2).

Desdobramento da Operação Lava Jato, a Operação Calicute desvendou um esquema de corrupção e fraudes envolvendo funcionários públicos de alto escalão, grandes empreiteiras, pessoas físicas e jurídicas especializadas na lavagem de dinheiro, além de políticos no Rio de Janeiro.

Cabral está preso desde de 17 de novembro, acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e organização criminosa.


26/04/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Corrupção: Rogério Marinho (PSDB-RN), relator da “Reforma Trabalhista” é acusado de fraude e trapaças

O relator da “reforma” que destrói os direitos trabalhista, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), é investigado pelo STF por relação com empresa terceirizada fraudulenta, acusado de participar de prestadora de serviços que coagia empregados demitidos a renunciar às verbas rescisórias e a devolver a multa do FGTS. Através das fraudes, segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT), a companhia se apropriou ilegalmente de R$ 338 mil devidos a mais de 150 trabalhadores.

É essa gente “de bem” que está revogando os direitos do povo brasileiro. Jamais esqueceremos e lutaremos para reverter este retrocesso.


25/04/2017
Por Edilson Silva em Esporte, Policial

Urgente: STF revoga pedido de liberdade e manda goleiro Bruno de volta para a prisão

Durou menos de um mês a nova aventura futebolística de Bruno Fernandes de Souza. Após o goleiro conseguir um habeas corpus e fazer sua reestreia nos gramados pelo Boa Esporte, no início de abril, a maioria da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nesta terça-feira pela revogação da liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello e determinou o retorno à prisão do atleta, condenado a 22 anos e 3 meses como mandante do assassinato da modelo Eliza Samudio. A decisão foi tomada depois de um pedido o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que avaliou em um parecer enviado ao Supremo que Bruno deve ser mantido na cadeia enquanto o Tribunal de Justiça de Minas Gerais não julgar seu recurso, que tramita há quatro anos.

Segundo Janot, a demora para o julgamento em definitivo da sentença do goleiro está relacionada a uma estratégia adotada por sua defesa ao arrastar o processo com a interposição de diversos recursos. Lúcio Adolfo, advogado de Bruno, alega que cumpriu os prazos processuais, atribuindo o atraso ao Ministério Público e à complexidade do caso, que envolve outros seis réus. Com a revogação do habeas corpus pelo STF, um novo mandado de prisão contra Bruno deve ser expedido nos próximos dias. Adolfo diz que o goleiro irá se apresentar à Justiça, embora discorde da decisão do Supremo. “Não há motivos para prender o Bruno novamente. Ele está trabalhando de forma honesta, jogando sem problemas e não faz mal a ninguém. Quando ele estava preso, levaram quatro anos sem analisar o recurso, mas, depois que foi solto, resolveram acelerar as coisas”, afirma o advogado.

Bruno deixou a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), onde cumpria prisão preventiva, em 24 de fevereiro. Duas semanas depois, ele fechou contrato com o Boa Esporte, de Varginha. Estreou pelo clube no dia 8 de abril, quando cometeu um pênalti no empate em 1 x 1 contra o Uberaba. Desde então, o goleiro disputou mais quatro partidas e acumulou quatro gols sofridos na segunda divisão do Campeonato Mineiro. Antes da soltura, ele havia cumprido apenas seis anos e sete meses de sua pena. O julgamento do habeas corpus está sendo conduzido pela Primeira Turma do STF, que conta com o novo relator do caso, Alexandre de Moraes, e os ministros Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Marco Aurélio Mello e Rosa Weber. Moraes, Weber e Fux já votaram pela derrubada da liminar.


25/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Criminosos explodem banco e atiram pelas ruas de Jaçanã, RN

Pelo menos 10 homens encapuzados causaram terror em Jaçanã, cidade do Agreste potiguar, na madrugada desta terça-feira (25). A quadrilha explodiu um terminal bancário da agência do Bradesco, que fica localizado dentro de um posto de combustíveis no centro da cidade. Na fuga, grampos foram espalhados pelas estradas e os criminosos atiraram para cima e contra prédios.


25/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Corpo de mulher é retirado do caixão durante velório para realização de perícia

Um velório na cidade de Belém do Brejo do Cruz, no Sertão do Estado, foi interrompido na tarde do último sábado (22) pela Polícia Civil para que o corpo da agricultora Rita Tavares fosse periciado. O caso curioso aconteceu porque familiares da vítima pediram que a polícia investigasse a morte repentina da mulher.

Os familiares da agricultora foram até a Delegacia de São Bento desconfiam que o marido dela, Francemilton Cardoso Araújo, de 48 anos, esteja envolvido na morte, já que ela não tinha nenhuma doença ou pré-disposição para problemas cardíacos.

Os policiais se deslocaram até a residência da agricultora e uma equipe da Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) recolheu o corpo dela para que fossem feitos exames que possam investigar a causa da morte.


24/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Grupo assalta R$ 100 milhões e leva cenário de guerra à fronteira Brasil-Paraguai

Ao menos 30 homens com armas de guerra invadiram o prédio da empresa de valores Prosegur, explodiram cofres e levaram ao menos R$ 100 milhões, na madrugada desta segunda-feira, 24, em Ciudad del Este, cidade paraguaia na fronteira com o Brasil.

Segundo do país vizinho, este pode ter sido o maior assalto da história do Paraguai. Armados com fuzis automáticos e metralhadoras ponto 50, os criminosos bloquearam ruas, incendiaram veículos e dispararam rajadas contra prédios públicos.


24/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Homem morre em Nísia Floresta após ter a cabeça esmagada pelo próprio carro

Um homem – identificado até o momentos apenas como Rinaldo – morreu após sofrer um acidente no final da semana, numa estrada carroçável localizada no bairro de Pium, na cidade de Nísia Floresta.

O condutor perdeu o controle de um veículo tipo Estrada e acabou capotando. A vítima morreu no local após ter sua cabeça esmagada pelo carro. Ainda não se sabe o que teria causado o acidente fatal.


22/04/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política, RN

Lava Jato ainda não chegou a 100% no RN

As investigações da Lava-Jato ainda não chegaram 100% no RN. A casa vai pegar fogo quando iniciarem as investigações das construções da Arena das Dunas e do terminal de passageiros do Aeroporto Aluízio Alves em São Gonçalo do Amarante.

Segundo uma fonte do Blog do Primo, a bomba ainda não estourou pelo foto do MPF do RN manter-se pachorrento na apuração dos casos.


22/04/2017
Por Edilson Silva em Caicó, Policial

Homem foi esfaqueado na Zona Norte de Caicó na manhã deste sábado

A Polícia Militar registrou uma tentativa de homicídio no Bairro de Boa Passagem, na manhã deste sábado (22), por volta das 06hs. O fato foi registrado na Rua São João.

A vítima, identificada como Reginaldo Bezerra dos Santos, apelidado de “Gaguinho”, residente na Rua Santa Luzia, no mesmo bairro onde foi atacado, sofreu duas cutiladas de faca peixeira na região abdominal. O acusado, de acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, foi identificado como Ivanildo.

Ele empreendeu fuga e está sendo procurado. O Samu foi acionado e conduziu o Gaguinho para o Hospital Regional. Na unidade de saúde, ele fez exames de Raio-X e aguarda avaliação do cirurgião.


21/04/2017
Por Edilson Silva em Policial, RN

PRF reforça fiscalização e policiamento nas rodovias federais do RN durante o feriado

Polícia Rodoviária Federal vai reforçar a fiscalização e o policiamento nas principais rodovias federais do Rio Grande do Norte durante o feriado. A Operação Tiradentes 2017 que segue segue até o próximo domingo (23).

Durante toda a operação serão realizadas ações voltadas para inibir condutas ofensivas à segurança do trânsito como excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e embriaguez ao volante, principais causas dos acidentes graves.

Além da diminuição do número dos acidentes e da gravidade, a operação tem como objetivo garantir segurança e fluidez no trânsito aos usuários das rodovias federais e também conta com atividades direcionadas para o combate à criminalidade. Na mesma operação, em 2016, a PRF registrou uma redução de 27% no índice de feridos e de 40% no número de acidentes graves nas BRs do RN, em relação ao mesmo período em 2015.


21/04/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política, RN

Corrupção: Denúncias da Lava Jato a políticos potiguares devem chegar ao Ministério Público/RN em maio

A Procuradoria-Geral da República, através do chefe do Ministério Público Federal, Rodrigo Janot, informou ao Rio Grande do Norte que o material concernente a políticos potiguares investigados na Operação Lava Jato devem chegar ao estado para apreciação no mês do maio. A informação foi confirmada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte ao Agora Jornal. Em Brasília, Rodrigo Janot tem analisado os processos das investigações e desmembrado com o intuito de enviar aos respectivos Ministério Públicos Federais materiais relativos a políticos envolvidos.

O caso, especificamente, acontece quando os investigados não possuem foro privilegiado – prerrogativa concedida às autoridades políticas para serem julgados em tribunal diferente ao de primeira instância. De acordo com o MPRN, o material tem sido redistribuído para os estados uma vez que Rodrigo Janot o considerou “muito extenso” para que apenas o STF pudesse analisar. Em se tratando de políticos potiguares envolvidos na Lava Jato e que não possuem foro privilegiado – isto é, deixarão de ser apreciados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para serem julgados pela Justiça do Rio Grande do Norte – citam-se dois: o ex-ministro do Turismo e ex-deputado federal Henrique Alves (PMDB) e a vereadora Wilma de Faria (PT do B). A parlamentar cai nesta lista por ocupar um lugar na Câmara Municipal de Natal o que, juntamente ao cargo de prefeito, não lhe concede o direito do foro privilegiado. Já a situação de Henrique Alves é diferente; a perda do foro privilegiado se deu após ele ter deixado o governo do presidente Michel Temer.

A situação de Henrique Alves é extensa. Apenas em abril deste ano, ele foi citado em, pelo menos, quatro novas delações premiadas. O ex-presidente da Odebrecht Ambiental Fernando Cunha Reis afirmou que a empresa fez doação de R$ 2 milhões, sob forma de caixa 2, para a campanha do peemedebista ao governo do RN em 2014. Henrique voltou a ser citado por Ariel Parente Costa, João Antônio Pacífico Ferreira, Cláudio Melo Filho e Paulo Falcão Corrêa Lima Filho por, supostamente, ter recebido pagamento em propina de duas empreiteiras para a realização da obra chamada “Tabuleiros Litorâneas”, em Parnaíba, no Piauí. Márcio Faria da Silva, ex-executivo da empresa disse, por sua vez, que o ex-ministro havia participado de uma reunião em São Paulo em julho de 2010 comandada pelo, então, candidato a vice-presidente Michel Temer, para tratar, com um executivo da Odebrecht, da cobrança de US$ 40 milhões em propinas. Por fim, nesta quarta-feira 19, o Estado de S. Paulo publicou matéria em que afirma que Henrique Alves ainda está incluído em investigações sigilosas na Procuradoria-Geral da República (PGR). Neste caso, Henrique teria recebido R$ 2 milhões em propina da Odebrecht também para sua campanha em 2014.

O ex-ministro vem sendo investigado pelo MPF, desde o final de 2015, quando o falecido ministro Teori Zavascki autorizou uma busca da Polícia Federal em sua casa a partir do depoimento do doleiro Alberto Youssef. Desde então, Henrique teve seu nome envolvido em denúncias de lavagem de dinheiro e evasão de divisas graças a uma conta na Suíça atribuída a ele que guardava 800 mil francos suíças, quantia que Henrique, em março deste ano, disse à Justiça Federal de Brasília, desconhecer completamente. O último incidente impulsionou Henrique a pedir demissão do Ministério do Turismo ao presidente Temer.

No ano passado, o MPF enviou denúncia à Justiça Federal afirmando que Henrique Eduardo Alves estaria envolvido em esquemas de corrupção, prevaricação, lavagem de dinheiro e violação de sigilo funcional de aportes de fundos de investimentos administrados pela Caixa Econômica Federal.

A vereadora Wilma, que atualmente se encontra cuidando da saúde, pediu 30 dias de licença da Câmara dos Vereadores de Natal, sendo substituída por seu suplente da coligação, Dickson Nasser Júnior (PT do B). De acordo com as delações, a ex-governadora do Rio Grande do Norte teria recebido pagamento de vantagem indevida durante execução da obra da Estação de Tratamento de Efluentes na capital potiguar – o dinheiro teria sido destinado a bancar suas campanhas em 2006 para reeleição ao governo, e em 2010 ao Senado – que contaria, ainda com o falecido ex-governador e ex-deputado federal, Iberê Ferreira de Souza, também citado nas delações.

A Lista de Fachin

Wilma e Henrique foram citados em delações premiadas da Odebrecht, que popularmente vieram a ser conhecidas como “Lista de Fachin”, em alusão ao ministro do STF, Edson Fachin, que divulgou uma lista de políticos mencionados durante os depoimentos dos executivos e ex-membros da empresa baiana. No caso do Rio Grande do Norte, também foram citados o governador Robinson Faria (PSD), o deputado federal Fábio Faria (PSD), o senador José Agripino Maia (DEM) e a prefeita de Mossoró e ex-governadora do estado Rosalba Ciarlini (PP). O senador Garibaldi Alves (PMDB) e o deputado Felipe Maia (DEM) também chegaram a ter seus nomes envolvidos na lista do ministro Fachin, que, contudo, admitiu equívoco e os retirou.


21/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Ministério Público denuncia 60 pessoas por supostos crimes na Carne Fraca

O Ministério Público Federal no Paraná (MPF/PR) ofereceu à Justiça Federal, nesta quinta-feira (20), cinco denúncias contra 60 pessoas investigadas no âmbito da Operação Carne Fraca, deflagrada no mês passado.

A investigação apontou um grande esquema envolvendo empresários de frigoríficos, fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) que atuavam na liberação de licenças, solicitação e recebimento de vantagens indevidas, de acordo com o MPF.


20/04/2017
Por Edilson Silva em Esporte, Policial

Janot pede volta do goleiro Bruno à prisão

O goleiro Bruno Fernandes, do Boa Esporte, pode voltar à prisão em breve. Rodrigo Janot, procurador-geral da República, encaminhou um parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) solicitando a revogação do habeas corpus concedido ao atleta em fevereiro, através do ministro Marco Aurélio Mello. O caso, que agora tem o ministro Alexandre de Moraes como relator, será analisado pela Primeira Turma do Tribunal na próxima terça-feira (25).

De acordo com o jornal O Globo, Bruno teve um pedido de liberdade negado pelo Superior Tribunal de Justiça antes da decisão de soltura dada por Marco Aurélio Mello. E segundo Janot, não cabe apresentar habeas corpus contra decisão tomada por outro ministro de tribunal superior.


20/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Dois assaltos são registrados na tarde desta quinta em Caicó

Ao menos dois assaltos foram registrados na tarde dessa quinta feira, 20 de abril, na zona oeste da cidade de Caicó. A PM agiu rápido e já conseguiu prender um dos suspeitos, e conduziu para a Delegacia.

De acordo com a polícia, o primeiro roubo aconteceu por volta das 13:20 horas, à Farmácia Barra Nova, que fica à margem da BR 427. Neste (foto acima) os bandidos conseguiram subtrair a quantia de R$ 1.000,00.

O segundo aconteceu por volta das 13:30 horas, na Panificadora Bom Sucesso, saída para o bairro Barra Nova. Um elemento chegou na garupa de uma moto, entrou sem tirar o capacete e anunciou o roubo com faca. O proprietário da Panificadora Bom Sucesso, Nélio, fez contato com o blog Jair Sampaio e confirmou que o local já registra o quarto assalto em 30 dias. “Este já soma o 4º assalto em apenas 30 dias”, disse o empresário.

Jair Sanpaio


20/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Preso no interior do RN fica com braço ‘entalado’ em buraco usado para esconder drogas e celulares

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(20) um detento da Penitenciária Estadual do Seridó, o Pereirão, em Caicó, no Rio Grande do Norte, que ficou com o braço preso em uma ‘toca’, buraco usado pelos presos para esconder materiais ilícitos.

O caso aconteceu nesta manhã. Na ocasião, os bombeiros foram chamados e tiveram que quebrar o beliche e o chão, em uma operação de cerca de meia hora,  para retirar o braço do detento.


20/04/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Corrupção: MPF pede a Moro condenação de esposa de Cunha por lavagem e evasão

A força-tarefa da operação Lava Jato no Ministério Público Federal (MPF) pediu ao juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, que condene Claudia Cruz pelos crimes lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Os procuradores da República também manifestaram entendimento de que a mulher do ex-deputado Eduardo Cunha deve cumprir pena em regime fechado.

O documento enviado a Moro afirma que Claudia cometeu três vezes o crime de lavagem de dinheiro e cinco vezes o crime de evasão de divisas. Segundo a força-tarefa, ela utilizava dinheiro de origem sabidamente ilícita para comprar artigos de luxo e pagar despesas no exterior. Além disso, a esposa de Cunha teria mantido uma conta off-shore na Suíça, chamada Köpec, com recursos não declarados à Receita Federal. As informações são da Agência Brasil.

Os procuradores também contestaram o padrão de consumo mantido pela família do ex-presidente da Câmara dos Deputados. “As despesas de cartão de crédito no exterior no montante superior a US$ 1 milhão no prazo de sete anos pagas por Claudia Cruz foram totalmente incompatíveis com a renda e o patrimônio declarado de Eduardo Cunha”.

Segundo o documento, a família de Cunha e Cláudia viajou nove vezes ao exterior entre 2013 e 2015, gerando uma despesa que ultrapassa US$ 525 mil.

Além da prisão, o MPF pede que seja fixado o valor de US$ 1.061.650 a ser pago por Claudia para reparar os danos materiais e morais causados pelas condutas da ré.

Respondem ao mesmo processo o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Jorge Zelada, o empresário Idalécio Oliveira e o lobista João Henriques. A força-tarefa também pediu a condenação dos três, com pena inicial em regime fechado.


20/04/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Corrupção: Ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) se torna réu pela sétima vez

O ex-governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), preso desde novembro de 2016 sob acusação de corrupção, tornou-se réu pela sétima vez. O juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, aceitou denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o peemedebista. Ele é acusado de fraude em licitações e recebimento de propinas de 5% sobre o valor das obras de reforma do Maracanã e no PAC das Favelas. Além do ex-governador, outras 19 pessoas, entre agentes públicos e empresários, foram denunciadas.


19/04/2017
Por Edilson Silva em Policial

Corrupção: Polícia Federal investiga gestores da Caixa por negócio com grupo de Silvio Santos

A Polícia Federal cumpre na manhã desta quarta-feira (19) 46 mandados de busca e apreensão contra gestores da Caixa Econômica Federal. Eles investigam possível aquisição fraudulenta de ações do Banco Panamericano, do Grupo Silvio Santos, pela Caixapar (Caixa Participações S.A.). A Operação Conclave, como foi batizada, também apura possíveis prejuízos causados a correntistas e clientes.

O negócio foi realizado em 2009, quando o Panamericano descobriu um rombo de R$ 4,3 bilhões. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, em março de 2012, o ex-presidente do Grupo Silvio Santos, Luiz Sandoval, falou sobre o negócio.

— Muitos bancos menores tentaram ter a Caixa como sócia. Mas que banco tinha Silvio Santos como dono? Isso deixou a Caixa com olhos grandes. A Caixa também teria anúncios no SBT, desfrutando dos mesmos descontos dados às empresas do grupo.

Segundo Sandoval disse à época, as negociações envolveram até o então Ministro da Fazenda, Guido Mantega, que “garantiu que o negócio interessava ao governo e iria sair”.

Cerca de 200 policiais federais cumprem os mandados, expedidos pela 10ª Vara Federal de Brasília/DF. São 30 pedidos de busca e aprensão em São Paulo (SP), seis no Rio de Janeiro (RJ), seis em Brasília (DF), um em Belo Horizonte (MG), um em Recife (PE) e dois em Londrina (PR). Não haverá coletiva de imprensa. A Justiça ainda determinou a indisponibilidade e o bloqueio de valores de contas bancárias dos investigados, que somam R$ 1,5 Bilhão.

A compra das ações do Panamericano pela Caixapar é investigada por ter, possivelmente, causado prejuízos aos cofres públicos.

Durante as investigações, foram identificados alguns núcleos criminosos: de agentes públicos, responsáveis diretos pela assinatura dos pareceres, contratos e demais documentos que culminaram com a compra e venda de ações do Banco Panamericano pela Caixapar e com a posterior compra e venda de ações significativas do Banco Panamericano pelo Banco BTG Pactual S/A; e o núcleo de consultorias, contratadas para emitir pareceres a legitimar os negócios realizados, e o núcleo de empresários que, conhecedores das situações de suas empresas e da necessidade de dar aparência de legitimidade aos negócios, contribuíram para os crimes em apuração.

O nome da operação faz alusão ao ritual que ocorre a portas fechadas entre cardeais na Capela Sistina, na cidade do Vaticano, com a intenção de escolher um novo Papa para a igreja católica. Ele foi escolhido em razão da forma sigilosa com que foram tratadas as negociações para transação entre o Banco Panamericano e a Caixapar.

R7


Página 1 de 11912345...102030...Última »


Facebook


Twitter