19/04/2018
Por Edilson Silva em Policial

Dentista é presa por injúria racial: “eu não misturo o meu sangue com merda”

A Polícia Civil do Piauí investiga o caso desde o último dia 9, quando a vítima, Thaiane Ribeiro Neves, de 30 anos, procurou a delegacia de São Raimundo Nonato. Segundo o delegado Emir Maia, responsável pela coordenação das delegacias do interior do estado, foi aberto inquérito policial para investigar as publicações da dentista, que também teria compartilhado “notícias de cunho preconceituoso contra a filha de uma ex-amiga”. A delegada titular do Distrito Policial da cidade está à frente das investigações.

— Ela incita o ódio, o preconceito à raça negra, de forma que venha a atingir a honra e a dignidade de toda a raça negra — disse Maia.

Ainda de acordo com ele, Delzuite foi encontrada por volta das 6h desta terça-feira na Casa de Hospedagem do Professor, no centro de Teresina, já com passagem comprada para a cidade de São Paulo.

— Ela confirmou que foi ela mesmo quem divulgou aquelas notícias preconceituosas e odiosas. A prisão foi decretada porque ela estava foragida, não atendia a nenhum chamamento da polícia. Diligenciamos aqui na capital onde ela tinha uns endereços. Antes de ela ser odontóloga, era cabeleireira. Não foi muito difícil encontrá-la — disse o delegado.

Em entrevista ao EXTRA na última semana, a família da suspeita alegou que Delzuite sofre de transtornos mentais e afirmou que vai pedir na Justiça a internação da parente.

— É por causa do descontrole mental que ela está assim. Quanto mais está sob pressão, mais se descontrola — explicou a mãe dela, de 73 anos, por telefone.

Thaiane, que também é dentista, contou estar indignada com o que está acontecendo. Ela frisou que nunca chegou a ser amiga da investigada.

— Nos conhecemos na faculdade e ela foi morar comigo — disse ao EXTRA. — Ela é desequilibrada, não dava para continuar com ela, ela não dividia as contas do apartamento, houve uma briga feia. Tem quase dois anos isso. São várias ameaças que sofro. Ela aprontou no meu casamento, na inauguração do meu consultório, me difamou nas redes sociais, disse coisas sobre minha filha de apenas um mês.

A dentista responde por três processos, todos abertos no ano passado. O primeiro, de março, é por difamação, injúria e ameaça; o segundo, de agosto, é apenas por difamação; enquanto o último, de outubro, é por dano, sem especificar, porém, de que tipo.

Extra Online


21/02/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política

STJ nega mais uma tentativa de soltura de Henrique Eduardo Alves (PMDB)

Com um placar de 4 a 1, a 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, na tarde desta terça-feira, o pedido de liberdade impetrado pela defesa do ex-ministro Henrique Eduardo Alves. O único voto pela liberdade do peemedebista potiguar foi do ministro Sebastião Reis Júnior.

A decisão frustra mais uma tentativa de soltura, através do advogado do ex-ministro investigado na Operação Lava Jato, que deverá continuar preso na Academia de Polícia Militar, Coronel Milton Freire, em Barro Vermelho. Enquanto isso, a defesa pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O ex-ministro foi preso preventivamente na Operação Sepsis, que apura o pagamento de propina para suposta liberação de dinheiro do FIFGTS beneficiando a empresa Carioca Engenharia. O dinheiro seria usado nas obras do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro.

O Ministério Público apontou que Alves teria feito várias movimentações em contas na Suíça durante as investigações do caso, o que traria um risco para o resultado das apurações. A maioria da turma acatou os argumentos, vencendo o ministro Sebastião Reis Júnior.


24/01/2018
Por Edilson Silva em Caicó, Policial

Gabinete de Gestão Integrada elabora plano de segurança para o Carnaval de Caicó 2018

O GGI-M (Gabinete de Gestão Integrada do Município) esteve reunido nesta quarta-feira (24), no auditório do Centro Administrativo, onde foi definido o plano de segurança do Carnaval de Caicó 2018. A reunião contou com a presença de secretários municipais e representantes da Polícia Militar, Câmara Municipal de Vereadores, PRF, Polícia Civil, Polícia Ambiental, ITEP, Corpo de Bombeiros, entre outros membros do GGI.

“Cada instituição apresentou seu plano individualmente e vamos juntar ao plano geral do carnaval que será objeto de um decreto municipal para normatizar essas regras que são ligadas à segurança”, disse o secretário municipal de Planejamento e Articulação Institucional e Coordenador do GGI, Subtenente Marcelo Coelho.

Entre os principais pontos da estratégia de segurança estão a fiscalização da venda e uso de entorpecentes, coibir pequenos furtos, policiamento ostensivo na área central do carnaval e em outros pontos estratégicos, fiscalização do trânsito, delegacia móvel que ficará posicionada no centro, policiamento nas BRs através da Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Civil terá uma equipe de plantão extra, estrutura com ambulâncias em locais fixos (incluindo a Ilha de Sant’Ana), além do funcionamento de um posto de saúde na Av. Coronel Martiniano.


24/01/2018
Por Edilson Silva em Policial

Discussão em grupo de WhatsApp acaba em indenização de R$ 2 mil

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) determinou que uma mulher pague R$ 2 mil a um homem por tê-lo chamado de “advogado de porta de cadeia” e “advogado de meia tigela” em um grupo de WhatsApp.

A decisão da juíza Lucélia Alves Caetano Marçal, do Juizado Especial de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi publicada nesta quarta-feira, dia 24 de janeiro.

“A gente tinha esse grupo para manter contato. A gente falava sobre política, o contexto social do país. Mas ela ultrapassou o limite da discussão e passou para falta de respeito. Eu fui agredido moralmente”, disse o advogado e historiador Leopoldo Rocha Ferreira da Silva que processou a mulher.


24/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política, RN

Comandante do Exército crítica Governo do RN

O comandante do Exército, Eduardo Villas Boas, criticou a política de Segurança do RN, em palestra no Rio de Janeiro. Ele lembrou que as forças armadas foram convocadas três vezes em um ano e meio, para socorrer o Estado, mas a gestão não mudou em nada, nesse período, a política de Segurança.


23/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política

Ex-secretário de Obras do Rio é preso em operação da PF e do Ministério Público

O ex-secretário de Obras da Prefeitura do Rio de Janeiro Alexandre Pinto, o ex-subsecretário Vagner de Castro Pereira e o doleiro Juan Bertran foram presos na manhã de hoje (23) pela Polícia Federal, no âmbito da Operação Mãos à Obra. A ação, em conjunto com o Ministério Público Federal, mobiliza aproximadamente 80 agentes em três unidades da federação: Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

A ação é um desdobramento da Operação Rio 40 Graus. O objetivo é apurar a existência de esquemas de recebimento de vantagens indevidas e desvio de recursos públicos em obras contratadas pela Secretaria de Obras do Município do Rio de Janeiro (SMO).

A operação cumpre nove e não seis mandados de prisão, como informou inicialmente o Ministério Público. São seis mandados de prisão preventiva e três de prisão temporária; além de 18 mandados de busca e apreensão expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal/RJ.

A Polícia Federal concederá entrevista coletiva às 10h30 para detalhar a operação e oficializar o número de prisões.

Edição: Talita Cavalcante


23/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Tempo

Globocop cai na praia do Pina, em Recife, deixando dois mortos

Um helicóptero da TV Globo caiu na praia do Pina, em Recife, por volta das 6h desta terça-feira, deixando dois mortos. O socorro foi realizado pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu). Uma terceira pessoa a bordo ficou ferida, segundo informações do portal G1.

O incidente ocorreu na altura do bairro de Vila Teimosa, na Zona Sul da capital de Pernambuco, durante a estreia do novo programa jornalístico “Bom dia Pernambuco”.


22/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política, RN

Lava Jato no RN: Garibaldi, Agripino e mais 21 senadores podem perder foro privilegiado

Levantamento divulgado nesse domingo (21) mostra que 23 senadores alvos da operação Lava Jato – ou de desdobramentos da investigação – ficarão sem o chamado foro privilegiado se não se elegerem em 2018. O número de parlamentares nessas condições é quase metade dos 54 senadores cujos mandatos terminam neste ano – veja a lista ao lado, segundo informações de O Tempo.

O foro por prerrogativa de função, o chamado “foro privilegiado”, é o direito que têm, entre outras autoridades, presidente, ministros, senadores e deputados federais de serem julgados somente pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Sem isso, os senadores passariam a responder judicialmente a instâncias inferiores. Como alguns são alvos da Lava Jato, poderiam ser julgados pelo juiz Sergio Moro, responsável pela operação em Curitiba (PR).

Nas eleições gerais de outubro, dois terços (54) das 81 cadeiras do Senado serão disputadas pelos candidatos. Os mandatos de senadores são de oito anos – para os demais parlamentares, são quatro. A cada eleição, uma parcela do Senado é renovada. Em 2014, houve a substituição de um terço das vagas (27). Cada unidade federativa elegeu um senador. Neste ano, duas das três cadeiras de cada Estado e do Distrito Federal terão ocupantes novos ou reeleitos.

Entre os investigados que podem ficar sem mandato – e consequentemente sem foro privilegiado – a partir de 2019, estão integrantes da cúpula do Senado. São os casos do presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE); do líder do governo e presidente do PMDB, Romero Jucá (RR); do líder do PT, Lindbergh Farias (RJ) e do líder da minoria; Humberto Costa (PT-RJ). Os quatro são alvos da Lava Jato.

Ex-presidentes da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Jader Barbalho (PMDB-PA) e Edison Lobão (PMDB-MA) também são investigados na Lava Jato e terão de enfrentar as urnas neste ano.

Lobão é o atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, um dos colegiados mais importantes da Casa.

Dois senadores que presidem partidos são réus no STF: Gleisi Hoffmann (PT-PR), em ação penal da Lava Jato, e José Agripino Maia (DEM-RN), em desdobramento da operação. Os dois também estão com mandatos a expirar.

O presidente do PP, Ciro Nogueira (PI), é outro senador investigado na Lava Jato que pode ficar sem mandato. Na mesma situação está Benedito de Lira (AL), líder do PP no Senado.

O atual vice-presidente da Casa, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), é alvo de inquérito em desdobramento da Lava Jato. Seu correligionário, Aécio Neves (PSDB-MG) – ex-presidente tucano e segundo colocado nas eleições presidenciais de 2014 – também é investigado no STF.

Ministro. Alvo de inquérito em operação derivada da Lava Jato, Aloysio Nunes (SP) – ministro das Relações Exteriores – é outro tucano detentor de mandato que pode ficar sem foro privilegiado. Ele foi candidato a vice-presidente da República em 2014, na chapa encabeçada por Aécio.

As líderes do PSB, Lídice da Mata (BA), e do PCdoB, Vanessa Grazziotin (AM) – ambas investigadas em desdobramentos da Lava Jato – também estão na lista, divulgada pelo portal G1. Vice-líder do PMDB, Valdir Raupp (RO) é réu no STF após investigações da operação.

STF. Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas mostrou que, de janeiro de 2011 a março de 2016, somente 5,8% das decisões em inquéritos no STF foram desfavoráveis aos investigados.


19/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, RN

PRF registrou 145 mortes nas BRs no RN em 2017; quase 2 mil acidentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta sexta-feira (19) o balanço dos acontecimentos de 2017 na rodovias federais. No Rio Grande do Norte, o órgão registrou 145 mortes em 1.634 acidentes BRs que cortam o Estado.

O números mostram ainda que foram registrados 1.740 feridos, além de outros 510 feridos com mais gravidade.

No total, em 2017, ocorreram 89.318 acidentes graves em rodovias federais contra que resultaram na morte de 6.244 pessoas e 83.978 feridos.

Estes números são menores quando comparados a 2016, ano em que ocorreram 96.590 acidentes, e como resultado, a morte de 6.419 pessoas e 87.006 feridos.

Causas dos acidentes

A maior causa presumível de acidentes de trânsito, que é a causa possível, verificada pelo policial no local do acidente, foi a falta de atenção, responsável por 34.406 acidentes que levaram a óbito 1.844 pessoas.

Já o tipo de acidente que mais ocorreu em 2017 foi o de colisão traseira, responsável por 18% dos acidentes, seguido de saída de pista, com 17,5%.

Apesar disso, o tipo de acidente que mais resultou em mortes foi a colisão frontal, em que morreram 1.904 pessoas.


19/01/2018
Por Edilson Silva em Paraíba, Policial

Garoto é estuprado e morto a pedradas por amigos na Paraíba; corpo é achado seminu

Um homem de 28 anos foi preso e um adolescente de 15 foi apreendido acusados de envolvimento na morte e ocultação de cadáver de um outro adolescente de 17 anos, identificado por Wellington da Silva Santos, cujo corpo foi encontrado na noite dessa segunda-feira (15), em um terreno baldio na cidade de Juarez Távora, onde residem todos os envolvidos.

O crime, segundo o adolescente, teria sido praticado na madrugada do sábado (13), no local para onde eles teriam ido para fazer uso de drogas. A vítima foi enterrada na manhã desta quarta-feira (17).

O adolescente acusado de envolvimento no homicídio teria procurado o Conselho Tutelar e, em seguida, solicitado a presença de policiais militares por estar sentindo-se ameaçado. A guarnição de Juarez Távora, composta pelo cabo Jair, cabo Edjair e soldado Filho esteve na residência dele e obteve informações de que o corpo da vítima estaria em um terreno baldio localizado na Vila Cabral.

O adolescente relatou que ele, a vítima e outro homem teriam ido até o terreno baldio para fazer uso de drogas. No local, o homem então teria começado a espancar a vítima com socos e pontapés e, em seguida, teria desferido pedradas na cabeça do garoto. De posse das informações e com o auxílio do Corpo de Bombeiros, os policiais militares localizaram o corpo da vítima escondido embaixo de folhas e galhos de árvores. O corpo foi chamado seminu e com sinais de violência sexual.

Com o apoio da guarnição de Alagoa Grande, composta pelo sargento Amâncio, cabo Ângelo e cabo Cleomar, os policiais de Juarez Távora foram até a residência do acusado, que recebeu voz de prisão. Ele e o adolescente foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil.

O homem vai responder por homicídio qualificado e corrupção de menores. Ele já está na cadeia pública de alagoa grande. Já o menor vai responder apenas por homicídio e vai ser encaminhado para o CEA, em João Pessoa.

PB HOJE


19/01/2018
Por Edilson Silva em Policial

Motorista de Cristiano Araújo é condenado pelas mortes do cantor e da namorada, em Goiás

O motorista Ronaldo Miranda foi condenado pelas mortes do cantor Cristiano Araújo, de 29 anos, e da namorada dele, Allana Moraes, de 19, em um acidente de carro em 2015, na BR-153, em Morrinhos, no sul goiano. Segundo a sentença, ele deve cumprir 2 anos e 7 meses de detenção, em regime aberto, pelo crime de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. A decisão cabe recurso.

Miranda informou, por telefone à TV Anhanguera, que ainda não foi informado sobre a medida. O tentou um contato com o advogado do motorista, Ricardo Oliveira, mas as ligações não foram atendidas.

A decisão da juíza Patrícia Machado Carrijo foi tomada em 11 de janeiro, mas só foi divulgada nesta quinta-feira (18). A magistrada substituiu a pena privativa de liberdade pela prestação de serviços à comunidade e pela prestação pecuniária de 10 salários mínimos para uma entidade social que ainda será definida.

Além disso, a juíza determinou que Miranda pague R$ 25 mil a título de reparação dos danos causados aos sucessores de cada uma das vítimas. O motorista ainda teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por dois anos.

casal morreu em um acidente na madrugada do dia 24 de junho de 2015, quando o sertanejo voltava para Goiânia após um show em Itumbiara, no sul do estado. Além dos namorados, que seguiam no banco traseiro sem cinto de segurança, também estavam no veículo o motorista e o empresário Victor Leonardo. Os dois últimos ficaram feridos, mas deixaram o hospital dias depois.

G1 RN


19/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política

Por conta de regalias em presídio, MP pede transferência de Cabral (ex-governador) para Curitiba

As regalias que eram permitidas ao detento e ex-governador Sérgio Cabral dentro do presídio levaram o Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) e o Ministério Público Federal (MPF) a tomar medidas drásticas. O MP pediu nesta quinta-feira (18) a transferência do político para Curitiba e o afastamento do secretário estadual de Administração Penitenciária, coronel Erir Ribeiro Costa Filho. A informação foi divulgada pelo jornal “O Globo”.

Entre os benefícios ilegais apontados pelo Ministério Público do Rio está a instalação de um home theater, irregularidades nas celas, exemplificadas pela presença de equipamentos de musculação e a disponibilidade de alimentos em condições fora das determinadas, além de remédios sem prescrição. Cabral também teria livre circulação pela Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, o que permitiu o recebimento de entregas na área externa do presídio.

Com quatro condenações e preso desde novembro de 2016, o ex-governador do Rio de Janeiro foi denunciado por corrução passiva no início deste mês pelo Ministério Público Federal (MPF). Esta foi a 20ª acusação contra o político: uma foi apresentada pela força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba e as outras 19 pelo MPF no Rio.

Reportagem, Tácido Rodrigues 


19/01/2018
Por Edilson Silva em Policial

Tornozeleiras eletrônicas no RN serão pagas por presos e agressores com renda alta

Foi promulgada pela Assembleia Legislativa a Lei N° 10.337/18, que prevê que presos e apenados que possuem renda média ou alta serão obrigados a pagar pelo uso de tornozeleiras eletrônicas. A matéria, de autoria da deputada estadual Cristiane Dantas, ainda determina que os homens que respondem a processos judiciais da Lei Maria da Penha, e usem a tornozeleira para o cumprimento de medidas protetivas, também devem arcar com o custo do equipamento.

“É importante que essa cobrança seja feita para garantir a manutenção do sistema de monitoramento eletrônico. Atualmente o governo paga caro por algo que os beneficiados que têm renda podem arcar”, reitera a parlamentar.

Desde 2016 as tornozeleiras foram implantadas no sistema penitenciário do Estado. Por cada preso o Governo gasta cerca de R$ 275, por mês, com a manutenção, o que totaliza mais de R$ 156 mil. De acordo com dados da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) 570 tornozeleiras estão em uso no Estado.

A matéria ainda especifica que o uso do equipamento é gratuito para os presos considerados pobres perante a legislação federal. De acordo com o texto, o equipamento de monitoramento eletrônico será concedido no prazo de 24 horas após a confirmação do pagamento, que deverá ser realizado a cada 30 dias. A matéria estipula que o valor a ser pago será calculado a partir do custo total mensal do sistema, dividido pelo número de usuários do equipamento.

Os recursos arrecadados com a contribuição dos apenados serão destinados para uma conta específica e servirão para adquirir novos equipamentos e, assim, beneficiar outros presos que possam cumprir pena com o monitoramento eletrônico.


18/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política

Juiz nega prisão domiciliar ao deputado Paulo Maluf (PP-SP)

O juiz Bruno Aielo Macacari, da Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, negou nesta quarta-feira (17) pedido de prisão domiciliar feito pela defesa do deputado Paulo Maluf (PP-SP), preso para cumprir pena definitiva de sete anos e nove meses por lavagem de dinheiro, definida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Na decisão, o juiz argumento que o parlamentar pode cumprir a pena na Penitenciária da Papuda, em Brasília, mesmo diante de seu quadro de saúde. No entendimento do magistrado, a penitenciária tem condições de oferecer tratamento emergencial a Maluf, caso seja solicitado, segundo a Agência Brasil.

“Em suma, repisando que a prisão domiciliar humanitária só tem lugar nas estritas hipóteses em que o apenado não possa receber tratamento no interior do presídio, bem como que há prova mais que suficiente que esta não é o caso destes autos, consoante se extrai do contexto fático que atualmente se apresenta, tenho que a rejeição do pedido defensivo é medida que se impõe”, diz a decisão.

Após o ministro do STF Edson Fachin determinar a execução da condenação, em dezembro do ano passado, os advogados de Maluf alegaram que ele deve cumprir prisão domiciliar porque sofre de câncer de próstata, problemas cardíacos e na coluna, além de hérnia de disco, e, segundo eles, não há atendimento médico adequado na Papuda.

Maluf foi condenado por receber propina em contratos públicos com as empreiteiras Mendes Júnior e OAS quando era prefeito de São Paulo (1993-1996). Os recursos teriam sido desviados da construção da Avenida Água Espraiada, hoje chamada Avenida Roberto Marinho. O custo total da obra foi cerca de R$ 800 milhões.

As investigações se arrastaram por mais de dez anos, desde a instauração do primeiro inquérito contra o ex-prefeito, ainda na primeira instância da Justiça. Os procuradores do Ministério Público estimaram em US$ 170 milhões a movimentação total de recursos ilícitos. O Supremo assumiu o caso após a eleição de Maluf como deputado federal.


17/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Santa Cruz

Grave acidente mata advogado perto de Santa Cruz

O advogado Fábio José Silva de Araújo, 34 anos, morreu no início da manhã desta quarta-feira, 17, em acidente automobilístico na rodovia BR-226, nas proximidades da cidade de Santa Cruz, na região agreste do Rio Grande do Norte.

Segundo informações obtidas pelo Agora RN, o advogado capotou o carro, um veículo Ford Ecosport, numa das vias de acesso do complexo religioso da estátua de Santa Rita de Cássia. O advogado foi levado ainda com vida pra o Hospital Regional de Santa Cruz, mas não resistiu aos ferimentos.

O advogado era acompanhado por uma mulher, Lunara Wanessa, 25 anos, que em razão dos graves ferimentos, foi encaminhada para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.

O corpo de Fábio Araújo está no Hospital Regional e aguarda a chegada de uma equipe do Instituto Técnico de Polícia Científica (ITEP). Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento do advogado.


17/01/2018
Por Edilson Silva em Policial

Catolé do Rocha: multidão recebe corpos de paraibanos mortos em MG

Os corpos dos dez paraibanos mortos no acidente da BR-251 em Minas Gerais chegaram por volta das 20h desta terça-feira(16) na cidade de Catolé do Rocha,no sertão da Paraíba. A viagem iniciou nessa segunda-feira (15) com o total de cinco carros que saíram de Montes Claros (MG).

Inicialmente, a previsão de chegada estava marcada para às 10h da manhã (horário local) de hoje. No entanto, o carro da funerária quebrou e atrasou o percurso. Equipes da Polícia Militar estiveram nas ruas da cidade para auxiliar na chegada das vítimas onde uma multidão chegou a cidade para acompanhar a chegada de seus conterrâneos.


16/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política

Procuradoria pede 386 anos de prisão para Cunha e 78 anos para Henrique Alves (MDB)

Em alegações finais no âmbito da ação penal derivada da operação Sépsis, que investiga desvios no fundo de investimentos do FI-FGTS, o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB) e Henrique Eduardo Alves (MDB) sejam condenados, respectivamente, a penas de 386 anos e de 78 anos de prisão.

De acordo com a acusação, Cunha cometeu os crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e prevaricação. Henrique Alves, por sua vez, responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Além dos dois ex-parlamentares, que já estão presos, são réus no processo o ex-vice-presidente da Caixa, Fabio Cleto, o corretor Lúcio Bolonha Funaro e seu funcionário Alexandre Margotto. Os três assinaram acordos de delação premiada e, portanto, os procuradores sugerem o cumprimento das penas estipuladas nas negociações. As informações são de Fabio Serapião –  O Estado de São Paulo.

As alegações finais são a última etapa do processo antes das sentença. Esse caso tramita na 10.ª Vara Federal em Brasília sob titularidade do juiz Vallisney de Souza Oliveira.

Ainda por conta dos supostos prejuízos causados pela corrupção, os procuradores pedem uma multa de R$ 13,7 milhões para Cunha e R$ 3,2 milhões para Alves.

Na peça, o MPF explica que os crimes imputados a eles são referentes apenas ao caso envolvendo a empresa Carioca Engenharia. O caso representa apenas 4% da propina recebido por Cleto enquanto vice-presidente de Fundos de Governo e Loteria da Caixa.

“Ficou comprovado nestes autos, pelos elementos probatórios, assim como atualmente vem sendo descortinado em diversas operações realizadas, como é o caso das denominadas operações Sépsis, Cui Bono, Patmos e Lava Jato, entre outras, um esquema criminoso que utiliza ardilosamente a Administração Pública como forma de obter vantagens indevidas. Participavam desse conluio políticos, agentes públicos, operadores financeiros, empresários e outros agentes privados”, diz o MPF

A operação Sépsis, origem do processo no qual o MPF pede a condenação dos emedebistas, foi deflagrada pela Polícia Federal e pela Procuradoria-geral da República em julho de 2015. A ação teve como base a delação premiada de Cleto e dos executivos da Carioca Engenharia que detalharam como o grupo político de Cunha e Alves se valiam da nomeação de diretores na Caixa para cobrar propina de empresas interessadas em aportes do FI-FGTS.

No tópico em que define a dosimetria de pena e aponta a sugestão de 386 anos para Cunha e 78 para Alves, os procuradores Anselmo Lopes e Sarah Moreira, afirmam que os dois são “criminosos em série (criminal serial) ,fazendo da política e da vida pública um caminho para a vida delituosa.”

“De fato, restou demonstrado no curso da ação penal que Cunha e Alves possuem personalidades voltadas para o crime, para a corrupção em seu sentido mais amplo. São pessoas que não demonstraram ou comunicaram, ao menos até o presente momento, qualquer
arrependimento por seus crimes”, afirmam os procuradores.

COM A PALAVRA, O CRIMINALISTA DÉLIO LINS E SILVA JÚNIOR, DEFENSOR DE EDUARDO CUNHA

“A defesa demonstrará em suas alegações finais que a acusação é frágil e tem certeza da absolvição.”

COM A PALAVRA, A DEFESA DE HENRIQUE EDUARDO ALVES

A reportagem está tentando contato com a defesa do ex-deputado Henrique Eduardo Alves. O espaço está aberto para manifestação.

Blog VT


16/01/2018
Por Edilson Silva em Concursos, Policial

Governo do RN publica edital para concurso da Polícia Militar

Após anunciar adiamento, o governo do Rio Grande do Norte publicou no Diário Oficial desta terça-feira (16) o edital do concurso público para praças da Polícia Militar. Estão sendo disponibilizadas 938 vagas de nível médio para homens e 62 para mulheres. Como a prova objetiva está marcada para o dia 4 de março e o curso de formação (que é a última etapa) tem duração média de 10 meses, os aprovados só deverão atuar efetivamente no reforço da segurança pública em 2019.

Como a prova objetiva está marcada para o dia 4 de março e o curso de formação (que é a última etapa) tem duração média de 10 meses, os aprovados só deverão atuar efetivamente no reforço da segurança pública em 2019.

O concurso será realizado pelo Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (IBADE). As inscrições serão realizada através do site www.idabe.org.br a partir desta quarta (17) e vão até o dia 8 de fevereiro. A taxa de inscrição custa R$ 100.

Os salários serão de R$ 954 durante a formação e R$ 2.904 após o ingresso. O concurso será composto pelas seguintes etapas:

Prova objetiva, que está agendada para o dia 4 de março;

Exames de saúde;

Investigação social;

Exame de avaliação do condicionamento físico;

Curso de formação (dura em média 10 meses).


16/01/2018
Por Edilson Silva em Policial

Corpo de potiguar morto em acidente que envolveu sete veículos em MG chega ao RN nesta terça

O potiguar que morreu no acidente que envolveu sete veículos no Norte de Minas Gerais no sábado (13) chega ao Rio Grande do Norte nesta terça (16). A informação foi confirmada pela Funerária Avelar, que realiza o transporte dos corpos das pessoas mortas no acidente. Ao todo, foram confirmados 39 óbitos.

Segundo a funerária, José Edcarlos Horácio tinha 16 anos de idade e era natural da cidade de Marcelino Vieira, na região Oeste potiguar. O corpo do jovem segue para o Rio Grande do Norte em um comboio que também passará pela Paraíba, com os 10 paraibanos que também morreram na colisão. A previsão é de que o comboio chegue ao RN entre as 9h e as 10h desta terça (16).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu assim: um caminhão fazia o transporte de outro caminhão no sentido Montes Claros e invadiu a contramão. Esse caminhão colidiu com um micro-ônibus que seguia no sentido contrário, em direção a Salinas. Depois disso, uma van tentou desviar da colisão e acabou atingida por uma carreta, essa van saiu da pista e tombou.

O caminhão que começou o acidente continuou desgovernado e bateu ainda contra outra carreta, que transportava papel. Essa carreta saiu da pista e pegou fogo. Ainda desgovernado, o caminhão colidiu contra outro micro-ônibus. O caminhão que era transportado caiu em cima desse micro-ônibus.

Segundo o Samu e os Bombeiros, além dos mortos, onze pessoas estão em estado grave, uma em estado gravíssimo e 27 sofreram ferimentos leves.


15/01/2018
Por Edilson Silva em Mossoró, Policial

Rádio Difusora na mira do Ministério Público

O juiz Flávio César Barbalho de Mello, da 3ª Vara Cível de Mossoró, determinou, liminarmente, a imediata suspensão de qualquer execução/transmissão e/ou radiodifusão por rádio e portal da internet de obras musicais, lítero-musicais e fonogramas pela Rádio Difusora de Mossoró SA, enquanto não providenciar a prévia e expressa autorização do Escritório Central de Distribuição e Arrecadação (ECAD).

Em caso de descumprimento da decisão judicial, o magistrado fixou multa unitária no valor de R$ 50 mil, sem prejuízo do crime de desobediência e da adoção de medidas outras destinadas à obtenção do resultado prático equivalente.


Página 1 de 13812345...102030...Última »


Facebook


Twitter