20/01/2018
Por Edilson Silva em Saúde

Sobe para 36 o número de mortes por febre amarela no Estado de São Paulo

O número de mortes confirmadas por febre amarela no Estado de São Paulo subiu para 36, segundo boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde no início da noite desta sexta-feira, 19. O número é 71% maior do que o registrado no balanço da semana passada, quando a pasta contabilizava 21 óbitos. O balanço se refere aos registros da doença de janeiro de 2017 até agora.

O número de casos da doença também aumentou, passando de 40 para 80 no mesmo período. O município de Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo, registrou mais da metade de todos os casos do Estado – 41, dos quais 14 evoluíram para óbito. A cidade vizinha Atibaia é a segunda com o maior número de registros da doença (9), seguida por Amparo (5).

Juntos, os três municípios concentram dois terços de todos os casos e óbitos registrados no Estado desde o ano passado. Outros 17 municípios também confirmaram infecções de pacientes. A capital paulista não tem casos autóctones (de transmissão interna) confirmados.

Reação. A Secretaria Estadual da Saúde também informou que três pessoas morreram por reação à vacina da febre amarela desde o início do ano passado – duas na capital e uma em Matão, na região de São José do Rio Preto, interior do Estado. Outros seis casos de óbito por reação vacinal estão em investigação.

Embora rara, a reação à vacina pode ocorrer porque o imunizante é feito com o vírus vivo atenuado. Nas reações graves, que tem incidência de 1 caso a cada 500 mil pessoas vacinadas, o paciente pode desenvolver a doença viscerotrópica aguda, que leva a uma disfunção aguda de múltiplos órgãos.

Tem maior risco de desenvolver a reação idosos, gestantes e pessoas com o sistema imunológico enfraquecido. Mas o episódio pode acometer também pessoas de fora desse grupo, caso das três mortes contabilizadas, nas quais as vítimas foram pessoas com menos de 60 anos, sem registro de doenças prévias, de acordo com a secretaria.

“Justamente pelo perfil da vacina, a imunização é indicada apenas para quem precisa, considerando-se o risco de exposição à febre amarela. Portanto, em locais urbanos, onde não há transmissão, não há motivo para expor a população a um risco desnecessário”, destacou o órgão, em nota.


19/01/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Secretaria de Saúde oferta próteses dentárias aos jucurutuenses

A Secretaria Municipal de Saúde de Jucurutu vem realizando, mensalmente, a entrega de próteses dentárias para usuários do Sistema Único de Saúde – SUS.

A ação faz parte do Programa Brasil Sorridente que é uma Política Nacional de Saúde Bucal e integra o Brasil Sem Miséria. A iniciativa visa o atendimento aos moradores com a produção e distribuição gratuita de próteses dentarias.

Os procedimentos para realização dos moldes, adequação e instalação das próteses são realizados através de uma equipe formada por cirurgiões dentistas e protéticos.

Entre os benefícios estão a devolução da função da mastigação e o sorriso, o que aumenta a autoestima pessoal e a qualidade de vida dessa parcela da população.

Várias pessoas de ambos os sexos estiveram presentes no atendimento que aconteceu, nesta quinta-feira (18), no Centro de Saúde Lúcia Magna Lopes. De acordo com a Secretária de Saúde Marjorie Ovídio,são ofertadas cinquenta (50) próteses todos os meses.

Para adquirir a prótese dentária, o usuário precisa se dirigir até a Secretária de Saúde de segunda a sexta-feira, no horário de expediente, das 07 às 13 horas.


17/01/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Em Jucurutu, população tem acesso a serviços de Ortopedia

Pacientes que precisam dos serviços de ortopedia em Jucurutu não precisam se deslocar a outros municípios em busca de atendimento, pois a Secretaria de Saúde oferece essa, entre outras especialidades médicas.

Em Jucurutu, a comunidade é atendida pelo médico especialista em ortopedia e traumatologia, Dr. Gilson Queiroz, no Centro de Saúde Lúcia Magna Lopes.

“Estamos trabalhando para garantir que a população tenha acesso a diversos serviços de saúde dentro do nosso município”, garantiu o prefeito Valdir Medeiros.

As consultas são realizadas mediante agendamento na recepção da Secretaria de Saúde, de segunda a sexta-feira, no horário de expediente, das 07 às 13 horas.


16/01/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Em Jucurutu, “Vida Leve Vida” incentiva prática de atividades físicas na terceira idade

Através de um projeto de práticas corporais intitulado “Vida Leve Vida”, a Secretaria de Saúde de Jucurutu vem buscando melhorar a saúde física e psicossocial dos idosos do município.

A iniciativa surgiu a partir da equipe da Unidade Básica de Saúde Cícera Alves da Costa situada no Bairro Novo Rumo. O grupo que surgiu em meados de 2017 iniciou suas atividades com o apoio e suporte de Túlio César, Enfermeiro; Damião Fidelis, graduando em Educação Física e Rafael Gomes, Fisioterapeuta.

Os exercícios e alongamentos são pensados e direcionados para pessoas da terceira idade e acontecem as quartas e sextas-feiras, sempre as 6 horas da manhã, na Praça Newman Queiroz, Bairro Santa Izabel, com duração aproximada de 50 minutos. Rotineiramente, antes da prática dos exercícios, a equipe realiza verificação de pressão, glicemia, medição de peso e Índice de Massa Corporal – IMC.

A iniciativa que conta com aceitação do público alvo vem sendo avaliada como um fator social de grande relevância para população”, disse Marjorie Ovídio, Secretária de Saúde.


05/01/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Secretaria de Saúde prioriza atendimento pediátrico em 2018

A prefeitura de Jucurutu, por meio da Secretaria de Saúde, deu início nesta sexta-feira (05), na Unidade Básica de Saúde Enfermeira Lúcia Magna Lopes, ao atendimento com médico especialista em pediatria. Os serviços continuarão sendo ofertados quinzenalmente e os pais deverão procurar a Secretaria de Saúde.

“Desde 2017 que conseguimos restabelecer o atendimento pediátrico e, este ano, é uma das nossas prioridades melhorar ainda mais este serviço no município”, destacou a secretária Marjorie Ovídeo. Ao todo vinte crianças foram atendidas na manhã de hoje pelo pediatra Dr. Wilker Medeiros de Azevedo.


04/01/2018
Por Edilson Silva em Saúde

Calendário Nacional de Vacinação terá mudanças em 2018

O Ministério da Saúde divulgou mudanças no Calendário Nacional de Vacinação 2018. As mudanças, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estão relacionadas com imunização contra a varicela (catapora) e meningite.

Antes disponibilizadas apenas para crianças menores de cinco anos, agora a segunda dose da vacina contra a varicela pode ser aplicada em crianças até os seis anos de idade (6 anos, 11 meses e 29 dias). Já a de meningite, antes apenas para adolescentes entre 12 e 13 anos, agora também está disponível para a faixa etária entre 11 e 14 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias).

A capital potiguar segue sendo uma cidade sem recomendação de vacinação para residentes ou viajantes contra a febre amarela. Porém, os natalenses podem pesquisar os municípios que possuem essa recomendação, para caso viagem para alguns desses lugares buscarem a imunização em postos de saúde de Natal.

Vale salientar que a vacinação é ‘porta aberta’, ou seja, a população pode ir em qualquer unidade de saúde, mesmo que não seja de sua área de cobertura, para ser imunizada.


03/01/2018
Por Edilson Silva em Saúde

Brasil tem 34% dos casos de coinfecção de tuberculose e HIV do mundo

No Brasil, os números dos últimos anos apontam para uma desaceleração tanto no número de diagnósticos quanto na mortalidade por tuberculose. Mas a quantidade de novos casos da tuberculose a cada ano ainda é considerada alta, principalmente entre populações mais vulneráveis, como os indígenas, pessoas privadas de liberdade e em situação de rua.

Cerca de 75 mil casos novos e reincidentes de tuberculose foram registrados no país em 2016. O montante corresponde a aproximadamente 200 casos por dia no país. Estima-se que desse total aproximadamente, 6 mil pessoas (8%) vivem com HIV. No mundo, cerca de 10,4 milhões de pessoas foram infectadas por tuberculose em 2016, sendo que 10% das vítimas têm HIV.


02/01/2018
Por Edilson Silva em Saúde

Piso da Atenção Básica Fixo é atualizado

O Ministério da Saúde atualizou o valor do  Piso da Atenção Básica Fixo (PAB Fixo), usando a estimativa populacional IBGE 2016*, gerando assim um aumento anual de R$ 306 milhões para a atenção básica dos municípios. Anteriormente para o cálculo deste repasse era utilizado a estimativa de 2012. A partir da atualização, até 2020, o aporte total do Governo Federal será de mais R$ 15 bilhões.

De acordo com o anexo I da Portaria nº 3.947, de 28 de dezembro de 2017, o cálculo do PAB Fixo é determinado pelos seguintes PIB per capta, percentual da população com plano de saúde, percentual da população com Bolsa Família, percentual da população em extrema pobreza e densidade demográfica.

Os valores mínimos utilizados para efeito do cálculo do montante de recursos a ser transferido do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos de Saúde dos Municípios e do Distrito Federal, permanece em R$ 28,00 (vinte e oito reais), R$ 26,00 (vinte e seis reais), R$ 24,00 (vinte e quatro reais) e R$ 23,00 (vinte e três reais) por habitante ao ano, com base nos grupos em que os municípios são distribuídos, conforme a Portaria nº 3.947, de 28 de dezembro de 2017.


28/12/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Secretária de Saúde de Jucurutu participou de reunião ordinária da 4ª Região de Saúde em Cerro Corá

A Secretária de Saúde de Jucurutu Marjorie Ovídio, juntamente com Lidja Santos – Membro da Equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde( SMS), participaram na manhã desta quinta-feira (28), da reunião ordinária da Comissão Intergestora Regional (CIR) da 4ª Região de Saúde na cidade de Cerro Corá.

A reunião teve como pauta o debate do fortalecimento do SUS na região, verificação do projeto de cirurgias eletivas, situação dos instrumentos de Gestão e nota técnica jurídica do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde sobre o incentivo financeiro para os Agente Comunitário de Saúde (ACS) e Agente de Combate as Endemias (ACE).

Compareceram à reunião diversos Secretários de Saúde do Seridó, onde aproveitaram a oportunidade para se confraternizarem por mais um ano de trabalho concluído com sucesso.


20/12/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Prefeitura de Jucurutu volta oferecer atendimento psiquiátrico

A Prefeitura de Jucurutu, através da Secretaria de Saúde, está ofertando aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) atendimento psiquiátrico com o Dr. Raul Justis.

Diversos pacientes com encaminhamentos foram atendidos nesta quarta-feira (20), na Unidade Básica de Saúde – Francisco Petronilo no Bairro Freitas, através de agendamento na Secretaria de Saúde.

De acordo com a secretária Marjorie Ovídio, o objetivo do atendimento psiquiátrico é atender os pacientes que são portadoras de problemas psicológicos e dar o suporte necessário ao município.

Os atendimentos estão sendo marcados de segunda a sexta na sede da Secretaria de Saúde que fica na rua Epaminondas Lopes – Centro.


11/12/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Prefeitura de Jucurutu passa a contar com atendimento especializado em Ortopedia

A população de Jucurutu passa a contar com atendimento especializado na área de Ortopedia. O investimento no atendimento ortopédico aconteceu graças ao empenho da Prefeitura, através da Secretaria de Saúde.

Os primeiros atendimentos aconteceram no Centro de Saúde Lúcia Magna Lopes, no centro, através do médico Gilson Queiroz, que requisitou exames e medicou pacientes que tinham marcado suas consultas.

O agendamento das consultas para o Ortopedista está sendo realizado na recepção da Secretaria de Saúde do município no horário de expediente, das 07hs até as 13hs de segunda a sexta-feira.


07/12/2017
Por Edilson Silva em Saúde

Secretaria de Saúde promove ações com foco em Idosos e pacientes com doenças crônicas

Com o objetivo de estimular uma melhor qualidade de vida aos idosos e aos pacientes com doenças crônicas, a Secretaria de Saúde do município de Jucurutu vem promovendo uma série de ações.

São atividades que podem contribuir de maneira considerável para melhor qualidade de vida dos idosos, entre elas: dinâmicas para acordar o corpo, bate papo sobre os cuidados com a audição e a prevenção a surdez, momentos de estimulo a habilidades sensoriais e de memória dos usuários, verificação de Pressão Arterial (PA), glicemia e peso.

As ações aconteceram no distrito Barra de Santana com participação de profissionais do NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família e ESF – Estratégia Saúde da Família que finalizaram o atendimento ofertando um lanche a todos os participantes.


06/12/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Política, Saúde

Equipe do PMSB de Jucurutu se reúne com coordenadora da TED UFRN/FUNASA

Representantes dos dois comitês de elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), de Jucurutu, reuniram-se nesta terça-feira (05), com a coordenadora do Grupo 06 do TED UFRN/FUNASA, Amanda Bezerra, para debaterem o avanço da coleta de dados no Município, para a finalização do produto Diagnóstico do Saneamento Básico bem como definirem os prazos finais para a entrega dos demais produtos como o Prognóstico e Plano de Ações e Metas.

O TED do saneamento básico engloba 86 municípios potiguares, dentre eles, Jucurutu/RN. É um plano de longo prazo (20 anos), o qual engloba:
1. Abastecimento de Água Potável;
2. Drenagem de Águas Pluviais;
3. Esgotamento Sanitário; e
4. Manejo dos Resíduos Sólidos.

O PMSB é amplo e participativo. Ele engloba tanto a zona rural quanto a zona urbana. Até a conclusão do mesmo, as equipes realizarão oficinas de mobilização em cada uma das 4 zonas delimitadas: Boi Selado, Barra de Santana, Serra de João do Vale e sede municipal.


03/12/2017
Por Edilson Silva em Saúde

Mosca pode transmitir mais doenças do que você imagina

Além de incomodar na hora do almoço e do churrasco, as moscas podem transmitir sérias doenças. Um estudo aponta que esses insetos, seja do tipo doméstica ou varejeira, carregam mais de 300 tipos de bactérias em suas patas e asas e podem ser transmissoras de infecções e até pneumonia. Sempre que uma mosca doméstica (Musca domestica) ou varejeira (Chrysomya megacephala) pousa na comida ou até mesmo sobrevoa o ambiente, os micróbios presentes em seu corpo são espalhados.

É o que sugere a análise dos pesquisadores da Universidade Estadual da Pensilvânia. “As pessoas tinham alguma noção de que as moscas transportavam agentes patogênicos, mas não tinham ideia da dimensão desse fato e da escala em que essas bactérias podem ser transportadas”, disse o professor de bioquímica e biologia molecular e um dos autores do estudo, Donald Bryant, à BBC Brasil.

Seguno Bryant, as principais doenças que podem ser passadas são infecções no estômago, intoxicação e pneumonia. “Vai fazer você pensar duas vezes antes de comer aquela salada de batata que está há horas sem tampa no seu próximo piquenique”, brincou. Em relação ao estudo, foram analisados 116 moscas de diversos habitats em três continentes e utilizaram técnicas de sequenciamento de DNA. O intuito foi identificar as bactérias que estavam sobre o corpo do inseto. No caso da mosca doméstica, foram encontrados 351 tipos; já na varejeira, mais comum em climas quentes, 316 tipos. Além de outros microorganismos que também foram detectados.


01/12/2017
Por Edilson Silva em Saúde

Supremo mantém validade do Programa Mais Médicos

Foto: Edilson Silva

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (30) pela constitucionalidade do Programa Mais Médicos, criado em 2013 para melhorar o atendimento na saúde pública. Por 6 votos a 2, a Corte considerou improcedente a ação direta de inconstitucionalidade protocolada pela Associação Médica do Brasil para questionar a validade do programa.

A Corte entendeu que a Medida Provisória (MP) 621/2013 é constitucional, inclusive nos artigos que permitiram a contratação de médicos estrangeiros sem revalidação do diploma e alterações nos cursos de medicina para enfatizar o atendimento na saúde básica.

Durante o julgamento, a ministra da Advocacia-Geral da União (AGU), Gracie Mendonça, defendeu a validade da norma e afirmou que a criação dos Mais Médicos foi baseada no entendimento de que os estudantes de medicina também devem ter formação para atuar na atenção básica e no serviço de urgência. A ministra também citou que 85% dos problemas de saúde podem ser resolvidos na atenção básica ao cidadão.

O que se buscou foi construir um grande programa que viesse trazer um olhar diferenciado, em especial para aquelas comunidades mais carentes, e em especial para aquela população presente em municípios que viviam praticamente em estado de extrema pobreza”, disse Gracie.


29/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Secretaria de Saúde realiza ações alusivas ao Novembro Azul

A Secretaria de Saúde de Jucurutu realizou nesta terça-feira (28), na Unidade Básica de Saúde (UBS) Maria Lúcia Pacífico, Bairro Novo Horizonte, várias ações destinadas à saúde do homem.

A programação contou com café da manhã, palestra sobre Câncer de Próstata, verificação de pressão arterial, glicemia capilar, cálculo do índice de massa corporal, cálculo do risco cardiovascular, aplicação do questionário FINDRISC, que avalia o risco de desenvolver diabetes mellitus tipo 2 em 10 anos, exame bucal para rastreamento do câncer de boca e anamnese clínica para o tratamento do tabagismo.

De acordo com a secretária Marjorie Ovídio, a ação coletiva contou com colaboração e o apoio dos profissionais da Estratégia de Saúde da Família (ESF), Saúde Bucal e Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF). Ao todo foram realizados 33 atendimentos e os pacientes com alterações metabólicas receberam orientações nutricionais.


29/11/2017
Por Edilson Silva em Saúde

RN é o estado com mais cidades com risco de surto de dengue, zika e chikungunya, diz Ministério da Saúde

O novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) indica 357 municípios brasileiros em situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya. Isso significa que mais de 9% das casas visitadas nestas cidades continham larvas do mosquito. A maior parte dessas cidades, um total de 97, fica no Rio Grande do Norte. Ou seja, o estado potiguar tem mais de 58% dos seus municípios em situação de risco.
Das 167 cidades do RN, 165 enviaram os dados para o estudo. Destas, 22 tiveram desempenho satisfatório (13,3%), 73 estão em alerta (44,24%) e 97 em risco (58,08%).

No total, 3.946 municípios de todo o país fizeram o levantamento. Os dados foram apresentados pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (28), em Brasília. Na ocasião, também foi lançada a campanha publicitária de combate ao mosquito Aedes aegypti.


27/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Secretaria de Saúde de Jucurutu presta contas do 2º quadrimestre de 2017

A Secretaria de Saúde de Jucurutu realizou dia, 22, uma Audiência Pública na Câmara Municipal para apresentar o relatório de ações e serviços prestados durante o 2º quadrimestre de 2017, que corresponde aos meses de maio, junho, julho e agosto.

Esta Audiência atende ao que está previsto na Lei complementar 41 de 2012, que institui que o gestor do Sistema Único de Saúde – SUS deve elaborar relatório referente ao quadrimestre anterior, contendo informações sobre os recursos aplicados no período; auditorias realizadas ou em fase de execução; oferta e produção de serviços públicos na rede assistencial própria, contratada e conveniada, comparando os dados com os indicadores de saúde da população em seu âmbito de atuação.

A apresentação do relatório foi conduzida por Lidja Santos assessora e pela Secretária de Saúde do Município, Marjorie Ovídio. Estiveram presentes os vereadores Gilson Brito e Francinildo Aquino, representantes do Conselho Municipal de Saúde, a presidente do CMS Maria Denise, entre outros como coordenadores e diretores dos diversos setores e membros da sociedade civil.

Na oportunidade também foi realizado uma explanação sobre o serviço realizado pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) pela psicóloga Estela. Ainda foi realizada a discussão dos requerimentos feitos pelos vereadores a pasta de saúde.

Para a Secretária Marjorie Ovídio, essa prestação de contas é um momento importante para expor com transparência as ações realizadas, bem como todos os recursos recebidos e gastos para o desenvolvimento das mesmas.

A atual gestão tem o compromisso de honrar com sua responsabilidade de investir em saúde, o que é preconizado em legislação, sendo este percentual exposto com total transparência a população ”, disse Marjorie.


23/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Prefeitura de Jucurutu aponta queda no índice de Dengue

A Prefeitura de Jucurutu através da Secretaria Municipal de Saúde tem feito um trabalho intenso no combate ao Aedes Aegypti o que resultou em números positivos.

Conforme o Relatório Estatístico do Serviço Anti-Vetorial, o índice que se encontrava em 44.54% foi reduzido para 14.93% graças ao trabalho desenvolvido pelo setor de endemias, que tem a frente o coordenador Paulo Cesar.

De acordo com a Secretaria de Saúde o bairro Novo Horizonte foi o que mais reduziu o índice de infestação. A colaboração dos moradores tem sido fundamental para o bom desenvolvimento das ações do setor de endemias.

Confira nos dados:

Centro que se encontrava com 40.41%, hoje está com 12.06%;
Bairro Santa Izabel estava com 38.97%, hoje se encontra com 12.20%;
Freitas antes com 44.74%, hoje com 16.67%;
Novo Horizonte antes com 63.01%, hoje com 18.48%;
Novo Rumo antes com 57.97%, hoje com 18.60%;
Bela Vista estava com 28%, hoje com 8.11%;
Abrão Lopes estava com 33.33%, hoje com 27.27%.


17/11/2017
Por Edilson Silva em Saúde

Hemonorte realiza Semana Nacional do Doador de Sangue

Para homenagear aqueles que dão o sangue para salvar a vida do próximo, o Hemocentro Dalton Cunha (Hemonorte) preparou uma programação especial de 22 a 25 de novembro, quando se comemora a Semana do Doador, sendo 25 o Dia Nacional do Doador de Sangue.

O evento contribui para abastecer o estoque para o período das festas de final de ano, quando a demanda transfusional aumenta.

Durante a semana haverá shows musicais, lanches especiais e a entrega de uma sacola personalizada, além de ações de conscientização para quem comparecer ao Hemonorte, na Av. Alexandrino de Alencar, Tirol.

Currais Novos – Em Currais Novos, o Dia Nacional do Doador de Sangue será comemorado com uma corrida pelas ruas da cidade. Com o tema “corra para doar”, o evento será realizado no próximo dia 25, em busca por sensibilizar a comunidade local e adjacente sobre a importância da doação voluntária de sangue, além de estimular hábitos saudáveis de vida por meio da prática esportiva.

De acordo com a diretora técnica da Unidade de Coleta e Transfusão do município, Ana Cristina, “este ano inserimos a corrida de rua como diferencial na nossa programação. Será dada uma camiseta da corrida aos 100 primeiros inscritos”.


Página 1 de 2312345...1020...Última »


Facebook


Twitter