27/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Prefeitura de Jucurutu afirma que idosos do Lar do Idoso estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde

De acordo com a Prefeitura de Jucurutu/RN, os 14 idosos e 05 funcionários da Casa de Idosos, que testaram positivo para Covid-19 estão estáveis e isolados. Todos estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde. A Gestão Municipal disponibiliza EPIs, higienização do local, entre outras medidas para que possa haver uma maior proteção. É o que assegurou o prefeito Valdir Medeiros.

#Jucurutu

#LarDoIdoso #Jucurutu #Covid19 De acordo com a Prefeitura de Jucurutu/RN, os 14 idosos e 05 funcionários da Casa de Idosos, que testaram positivo para Covid-19 estão estáveis e isolados. Todos estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde. A Gestão Municipal disponibiliza EPIs, higienização do local, entre outras medidas para que possa haver uma maior proteção. É o que assegurou o prefeito Valdir Medeiros.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sábado, 27 de junho de 2020


27/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Religião, Saúde

Helimário Moreira, membro da diretoria do Lar do Idoso de Jucurutu fala sobre situação da instituição após casos de Covid-19

O Diácono Helimário Moreira, membro da diretoria do Lar do Idoso do município de Jucurutu/RN, fala sobre situação da instituição, após testagem que identificou 14 idosos e 5 funcionários com coronavírus. De acordo com ele os diagnosticados estão bem na medida do possível, isolados e em acompanhamento pela equipe de saúde do município.

#LarDoIdoso #Jucurutu #Covid19 Helimário Moreira, membro da diretoria do Lar do Idoso do município de Jucurutu/RN, fala sobre situação da instituição, após testagem que identificou 14 idosos e 5 funcionários com coronavírus. De acordo com ele os diagnosticados estão bem na medida do possível, isolados e em acompanhamento pela equipe de saúde do município.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sábado, 27 de junho de 2020


25/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Alerta: ‘Lar do Idoso’ de Jucurutu tem 19 infectados com o novo coronavírus

O programa Jucurutu Notícias (104 FM), apresentado por Robson Oliveira, conversou com o Padre Hipólito (coordenador do Lar de Idosos) e a notícia de que 19 pessoas (entre funcionários e idosos) estão infectados com o novo coronavírus foi confirmada pelo pároco.

De acordo com o Padre, 5 dos infectados são funcionários e 14 são idosos internos do Lar. Na entrevista que concedeu à 104 FM, o Padre disse que todas as providências já foram tomadas para os cuidados com outros 4 idosos que ainda não foram infectados pela doença.

Fonte: Jair Sampaio


23/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Isolamento social em Jucurutu subiu para 41,68%, mostra novo boletim

A taxa média de isolamento social na região Seridó, nesta terça-feira (23) está em 40,15%, por tanto teve um aumentou em relação ao boletim divulgado na segunda-feira, dia 22. A taxa média de isolamento social em Jucurutu estava em 36,47% na segunda (22). Os novos números mostram que adesão ao isolamento subiu para 43,68% nesta terça (23).


23/06/2020
Por Edilson Silva em Saúde

Fiocruz retoma projeto com mosquitos que combatem a dengue

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) retomou nesta segunda-feira (22) a liberação de mosquitos Aedes aegypti contaminados com a bactéria Wolbachia, que tem capacidade de impedir a transmissão de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela urbana. O programa foi interrompido há três meses, por causa da pandemia de covid-19.

A retomada da liberação começa pelos bairros de Ramos, Olaria e Bonsucesso, na zona norte do Rio de Janeiro. Segundo o líder do Método Wolbachia no Brasil, Luciano Moreira, essas doenças, chamadas de arboviroses, não deixaram de circular no país durante a pandemia e, por isso, é importante retomar o projeto.

“Durante o período de suspensão das atividades de campo, nossas equipes mantiveram as ações para manutenção da colônia de Aedes aegypti com Wolbachia, respeitando as orientações de segurança e higiene das autoridades de saúde. Além disso, estamos trabalhando em inovações para assegurar que a liberação de mosquitos com Wolbachia, bem como seu monitoramento, possam ser realizados com segurança, diante deste cenário de pandemia”, disse o pesquisador da Fiocruz.

A liberação dos mosquitos será feita durante 16 semanas, mas o monitoramento da população de mosquitos infectadso com a bactéria permanece suspensa, já que exige a interação dos técnicos da pesquisa com os moradores e comerciantes voluntários que instalaram as armadilhas em suas residências ou lojas.

Método Wolbachia

O Método Wolbachia começou no Rio de Janeiro em 2015, com a liberação dos mosquitos contaminados em Tubiacanga, na Ilha do Governador, na zona norte da capital, e em Jurujuba, em Niterói, na região metropolitana. Em menos de dois anos, os pesquisadores constataram que a população de Aedes aegypti com Wolbachia nos locais estava em 90%. Em 2018, o projeto foi ampliado para 14 bairros da zona norte. com

Segundo a Fiocruz, a Wolbachia é um microrganismo intracelular presente em 60% dos insetos da natureza, mas não no mosquito Aedes aegypti. “Quando presente nesses mosquitos, ela impede que os vírus da dengue, zika, chikungunya e febre amarela se desenvolvam dentro do mosquito, contribuindo para a redução destas doenças. Uma vez que os mosquitos com Wolbachia são liberados no ambiente, eles se reproduzem com mosquitos de campo e ajudam a criar uma nova geração de mosquitos com Wolbachia.”

O trabalho da Fiocruz integra a iniciativa internacional World Mosquito Program (WMP), que opera atualmente em 12 países. Além do Brasil, fazem parte do projeto Austrália, Colômbia, México, Indonésia, Sri Lanka, Índia, Vietnã, Kiribati, Fiji, Vanuatu e Nova Caledônia.

Agência Brasil


23/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, RN, Saúde

Taxa média de isolamento social em Jucurutu caiu para 36,47%

A IV Ursap divulgou na tarde desta segunda-feira (22), novos dados sobre a Taxa de Isolamento Social, nas cidades da região Seridó do Rio Grande do Norte.

De acordo com as informações, Timbaúba dos Batistas, é a cidade com a taxa mais alta. Lá, 42,37% estão cumprindo o isolamento, mas, isso ainda é muito a baixo do que é apontado por especialistas como sendo o ideal, que é de no mínimo 70%.

A taxa média de isolamento social em Jucurutu caiu para 36,47%.

Na região inteira, com seus 26 municípios, a taxa média de isolamento nesta segunda-feira, dia 22, era de 34,12%.

A população da cidade de Caicó, de acordo com os dados, também está longe de atingir o que é recomendado. Somente, 33,59%, estão cumprindo algum tipo de distanciamento.


21/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Policial, Saúde

Covid-19: Prefeitura de Jucurutu e PM intensificam fiscalização no cumprimento de decretos

O Governo Municipal de Jucurutu, Polícia Militar e equipes da Secretaria Municipal de Saúde realizaram, no último final de semana, operação de fiscalização no cumprimento dos decretos do Executivo Municipal e Estadual que estabelecem medidas restritivas para enfrentamento da Covid-19 na cidade.

Locais públicos, comércio, bares e estabelecimentos foram fiscalizados.

A ação visa reduzir a disseminação do coronavírus em Jucurutu.


19/06/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Taxa de isolamento social em Jucurutu é de apenas 39,79%

É preocupante os números de casos confirmados de Covid-19 na região.

Dados atualizados nesta sexta-feira, 19, mostram a taxa de isolamento social da região do Seridó.

O mapa é fruto de um estudo feito pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da UFRN.

Em Jucurutu a taxa é de 39,79%. A média na região é de 39,36%.

Veja:


19/06/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Cozinheira de acampamento “pró-Bolsonaro” morre de Covid-19

Moradora e cozinheira do acampamento que pede “intervenção militar com Bolsonaro no poder” em frente ao quartel do Exército em São Paulo, Geni Francisca de Mello, 72 anos, morreu por coronavírus na sexta-feira (12).

Apesar da pandemia, Geni foi uma dos cinco integrantes do acampamento que insistiu em permanecer no local. De acordo com o UOL, ela ficou 33 dias internada antes de falecer.

Cristina Villas Boas, frequentadora do acampamento, foi quem pediu ao hospital onde Geni foi internada para que a medicassem com cloroquina. Sem parentes para assinar a documentação, coube à pessoa que levou Geni ao hospital assinar a papelada.

Outros infectados

Uma das lideranças do acampamento afirmou que Geni não foi a única a se contaminar com Covid-19 no local.

“Outras pessoas que fazem parte do nosso movimento também pegaram. Eu peguei, mas não passou de uma coriza e a boca seca. Teve gente que pegou, se curou e voltou para o acampamento”, afirmou Alexandre Neves, que enxerga alarde excessivo com relação à pandemia com o intuito de prejudicar o presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com o último boletim do Ministério da Saúde, divulgado nesta quinta-feira (18), São Paulo está com 192.628 casos confirmados da doença e 11.846 óbitos. No Brasil, 978.142 pessoas já foram contaminadas.

 


19/06/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Brasil registra mais 1.238 mortes em 24h, total aproxima-se dos 50 mil

O Ministério da Saúde contabiliza nesta quinta-feira mais 1.238 mortes e 22.765 casos de infecção no Brasil. É a 17.ª vez que o país registra um número diário acima dos mil óbitos – o total de mortes é de 47.748.

Somente nesta quinta-feira mais 1.238 mortes associadas à pandemia do novo coronavírus foram contabilizadas, fixando o total acumulado em 47.748, uma variação de 2,7% em relação à véspera, em que foi registrado um total de 1.269 óbitos.

É o terceiro dia consecutivo em que as autoridades sanitárias apresentam registros diários acima dos mil óbitos, sendo que, desde o início da pandemia no país, foram já 17 dias em que tal aconteceu. O pico foi verificado em 4 junho, com um registro de 1.473 mortes nas 24 horas anteriores.

Em relação aos casos de infecção, o Ministério indica que foram confirmadas mais 22.765 pessoas diagnosticadas nas últimas 24 horas, um número inferior ao registrados nos últimos dois dias (32.188 na quarta-feira e 34.918 na terça-feira).

O número total de casos confirmados no país é agora de 978.142.


16/06/2020
Por Edilson Silva em Saúde

Junho Vermelho: aplicativo faz campanha para aumentar estoques de sangue

No Junho Vermelho, mês em que é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue, a 99, empresa de mobilidade urbana, traz para o Rio Grande do Norte a campanha nacional de incentivo à doação de sangue. A iniciativa já acumula mais de 15 mil doações, impactando cerca de 60 mil pessoas por meio das bolsas de sangue coletadas em todo o Brasil.

Para que mais pessoas possam doar, os descontos de R$ 30 para ir e voltar passam a valer também em Natal e Mossoró por todo o mês de junho. O objetivo é manter os estoques dos hemocentros, no mês de conscientização sobre a importância da doação de sangue. Para solicitar a corrida, o usuário deve abrir a aba “cupom de desconto” do App, inserir o código DOESANGUERN para ter direito a duas corridas no valor de R$ 30,00 para ir e voltar das unidades de coleta de sangue. A inserção do código é limitada a uma vez por usuário. A campanha prossegue até dia 30 de junho.

“Convidamos toda a população a se juntar a nós nesse movimento para aumentar o número de doações de sangue. Temos certeza de que o que importa, mobiliza as pessoas. Seja para doar sangue, ajudar com mantimentos para quem não tem, apoiar iniciativas locais de geração de renda ou mesmo ficando em casa para proteger a si e ao próximo. O momento exige da sociedade compromisso e mobilização para vencermos esta corrida contra o coronavírus. Ao apoiarmos os hemocentros, reforçamos nossa escolha em agir para transformar”, afirma Livia Pozzi, gerente de operações da 99.

O agendamento de horário para coleta não é obrigatório, mas é recomendado no Hemocentro Dalton Cunha, evitando aglomerações nos horários de maior procura do hemocentro e garantindo maior segurança de todos durante a pandemia do coronavírus. Na unidade de Mossoró, o atendimento é feito conforme a chegada no local, não há agendamento.

Requisitos básicos para doar:

  • Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos devem possuir consentimento formal do responsável legal);
  • Pesar no mínimo 50 kg;
  • Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
  • Apresentar documento de identificação com fotografia, emitido por órgão oficial.

Locais de doação:

Hemonorte

  • Endereço: Avenida Almirante Alexandrino de Alencar, 1800, Tirol, Natal/RN – CEP 59015-350
  • Telefones para tirar dúvidas: (84) 3232-6733 / (84) 3232-6736
  • Telefone para agendamento: (84) 3232-6733
  • Horário de funcionamento: Segunda à Sábado, das 7h às 18h

Hemocentro Regional de Mossoró

  • Endereço: R. Projetada, s/n – Aeroporto, Mossoró/RN – CEP 59607-100
  • Telefones para tirar dúvidas: (84) 3315-0087 / (84) 3315-3428
  • Horário de funcionamento: Segunda à Sexta, das 7h às 18h, e aos sábados das 7h às 17h


16/06/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, RN, Saúde

Covid-19: Força-tarefa deflagra Operação Pacto pela Vida em Mossoró

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) deu início, na manhã desta segunda-feira (15), a uma força-tarefa entre o Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar e a Vigilância Sanitária da prefeitura Municipal de Mossoró, para a realização da Operação Pacto pela Vida, que tem como objetivo fiscalizar o cumprimento do decreto estadual, que restringe o funcionamento do comércio para evitar a disseminação da Covid-19 no município.

Como tem ocorrido em outras cidades do Rio Grande do Norte, os agentes foram às ruas com o intuito de orientar a população sobre as medidas adequadas para a manutenção do isolamento social, além de supervisionar e garantir exclusivamente o funcionamento do comércio considerado essencial para o período. Durante a fiscalização, os estabelecimentos que não se enquadram no decreto estão sendo fechados e alguns serão notificados devido ao descumprimento.

A Operação Pacto pela Vida na região oeste do Estado ocorre com coordenação do Comando de Policiamento do Interior (CPI), por meio do 2º e 12º Batalhão de Polícia Militar, da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN), com o trabalho da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil, e do 2º Grupamento de Bombeiros em Mossoró.


14/06/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Pesquisadores sequenciam 427 genomas do novo coronavírus no Brasil

Um esforço colaborativo entre Brasil e Reino Unido conseguiu sequenciar 427 genomas completos do Sars CoV-2 encontrados no Brasil. Destes, 102 foram detectados como cepas iniciais, ou seja, que entraram no país logo no começo da pandemia. Apenas três conseguiram se espalhar, apontando que o isolamento social pode ter ajudado a reduzir a diversidade das cepas com maior circulação.

Entre os autores do atual estudo, Ester Sabino, Jaqueline Goes e Nuno Faria já haviam sequenciado no final de fevereiro, em tempo recorde, o genoma do Sars-Cov-2 responsável pelo primeiro caso detectado no país. Pouco mais de três meses depois, o banco de dados cresceu. Assim, foi possível traçar uma árvore mais completa da genética do vírus no país


13/06/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Religião, Saúde

Ministério da Saúde diz que é falso que feijão de Valdemiro cure covid-19

A fake news foi propagada pelo empresário Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus. Por meio de vídeos publicados no YouTube, o religioso disse que venderia por R$ 1.000 as sementes que poderiam curar a doença.

A pedido do MPF (Ministério Público Federal), o Ministério da Saúde publicou em seu site um alerta de que é falso que existe um tipo de feijão que possa curar a covid-19, doença causada pelo coronavírus. A informação é do portal UOL.

O Ministério da Saúde informa que não há, até o momento, produto, substância ou alimento que garante a prevenção ou tratamento do coronavírus“, escreveu a pasta em seu site.

Via UOL


13/06/2020
Por Edilson Silva em Policial, RN, Saúde

Feriado no RN é marcado por ações da polícia com foco no isolamento social

Em mais uma etapa da operação ‘Pacto pela Vida’, a Polícia Militar do Rio Grande do Norte realizou ações em diferentes cidades do estado durante os dois dias de feriado. Nesta sexta-feira (12), os policiais estiveram em Parnamirim, região metropolitana de Natal, para conscientizar os cidadãos sobre a importância do isolamento social e da obediência aos decretos estaduais no combate à Covid-19.

De acordo com a PM, na ocasião, foi realizada uma fiscalização na área comercial do município averiguando o cumprimento dos decretos e patrulhamento na área inibindo o funcionamento irregular de bares e dispersando aglomerações. Participaram da operação policiais militares do 3º Batalhão e da Polícia Rodoviária, em conjunto com o Corpo de Bombeiros Militar, Guarda Municipal, Defesa Civil e Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR).

Na quinta-feira (11), foi a vez dos municípios de Riachuelo e Santa Maria, localizados no Agreste Potiguar. Ao longo do dia, em parceria com as secretarias municipais de Saúde, os mesmos procedimentos foram seguidos na tentativa de diminuir a circulação de pessoas nas ruas.

A operação ‘Pacto pela Vida’ foi decretada pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte em parceria com os municípios e executada através de seus órgãos de segurança pública, com o intuito de diminuir os índices de infectados e de mortes pelo novo coronavírus no estado potiguar.

Ainda segundo a Polícia Militar, há diversos crimes que podem ser autuados aqueles que desobedecerem a determinação do Poder Público quanto ao isolamento, entre eles encontra-se o previsto no art. 268 do Código Penal, que estabelece a detenção de um mês a um ano, e multa.


13/06/2020
Por Edilson Silva em Saúde

Vacina ‘gotinha’ da polio pode ser eficaz contra coronavírus, diz estudo

A vacina oral contra a poliomielite, a famosa gotinha, poderia conferir proteção temporária contra o novo coronavírus. É o que diz um estudo publicado quinta-feira na revista científica Science. De acordo com pesquisadores do Instituto de Virologia Humana da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, existem evidências de que vacinas já existentes, como a contra a poliomielite e a BCG – contra a tuberculose –, fornecem proteção contra uma ampla variedade de infecções, incluindo respiratórias.

A sugestão de estudo com a vacina contra a polio se deu porque “tanto o poliovírus quanto o coronavírus são vírus de RNA de cadeia positiva; portanto, é provável que possam induzir e ser afetados por mecanismos comuns de imunidade inata”, escreveram os autores. A eficácia da vacina BCG contra o coronavírus já está em avaliação em estudos realizados nos Estados Unidos, na Holanda e na Austrália.


13/06/2020
Por Edilson Silva em Policial, Saúde, Seridó

Operação Pacto Pela Vida: CPRE no apoio a barreiras sanitárias em cidades do Seridó

Em colaboração com o Programa PACTO PELA VIDA, do Governo do Estado, o Coronel Romualdo Borges, comandante do CPRE, intensificou ações/operações de apoio a barreiras sanitárias de várias cidades no Seridó Potiguar.

Nesta sexta feira, 12 de junho, feriado alusivo aos Mártires de Cunhaú, o CPRE se fez presente em pelo menos duas cidades da região: Jardim de Piranhas e Serra Negra do Norte, e especialmente, esta última recebeu apoio mais intenso.

Para o Coronel Romualdo, a operação PACTO PELA VIDA está sendo uma grande oportunidade de orientação e fiscalização por parte do CPRE, ajudando a população no combate ao Coronavírus


13/06/2020
Por Edilson Silva em Mundo, Saúde

Viúva do médico que alertou sobre coronavírus em Wuhan dá à luz filho do casal

A esposa de Li Wenliang, médico que alertou sobre o início da pandemia em Wuhan, que morreu de Covid-19 em fevereiro, deu à luz seu filho, de acordo com o veículo estatal chinês Litchi News.

A esposa de Li disse ao Litchi News, nesta sexta-feira (12), que deu à luz um menino em um hospital de Wuhan. “Você consegue ver do céu? O último presente que você me deu nasceu hoje. Definitivamente vou cuidar bem dele”, escreveu ela na plataforma de mídia social chinesa WeChat.

Li era médico na cidade chinesa de Wuhan, que era o marco zero da pandemia de coronavírus.

No final de dezembro, quando surgiram relatos de um novo vírus perigoso na cidade, ele mandou uma mensagem para outros ex-alunos da faculdade de medicina avisando-os das notícias. “Eu só queria lembrar meus colegas da universidade de serem cuidadosos”, disse ele à CNN em fevereiro.

Logo depois, ele foi intimado pela polícia de Wuhan, que o acusou de boatos. Li foi obrigado a assinar uma declaração reconhecendo sua “contravenção” e prometendo não cometer outros “atos ilícitos”.

Em 1º de fevereiro, ele testou positivo para o vírus e morreu menos de uma semana depois, aos 34 anos — provocando uma intensa reação na internet de pesar, fúria, e cobrança por liberdade de expressão e responsabilidade governamental.

CNN BRASIL


11/06/2020
Por Edilson Silva em RN, Saúde

Aplicativo Tô de Olho cria funcionalidade que permite identificar com precisão risco de contágio por Coronavírus

A plataforma Tô de Olho, criada pelo Ministério Público Estadual em parceria com o Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), com o objetivo de monitorar o isolamento social no estado, incluiu ontem uma nova funcionalidade que permite ao cidadão checar com precisão se teve contato com alguém contaminado com o Coronavírus.

Isso é feito por meio do cruzamento de dados das compras realizadas pelo cidadão. O sistema verifica se o local onde a pessoa esteve também foi frequentado por alguém com a confirmação de contágio com o Coronavírus nos últimos 14 dias. Leva-se em conta uma distância de até 50 metros e um intervalo de tempo de 30 minutos.

Nota Potiguar

Essa verificação é possível graças a uma outra parceria, que vem sendo feita com o Programa Nota Potiguar, do Governo do Estado. Ao acessar o aplicativo do Nota Potiguar, o usuário vê uma mensagem perguntando se concorda em compartilhar seus dados com o Tô de Olho. Assim procedendo, seu CPF – cadastrado nas notas fiscais das vendas – é incorporado no banco de dados, permitindo a determinação de horário e localização.

Dessa forma, o usuário pode checar no aplicativo Tô de Olho se teve contato com alguém contaminado pelo Coronavírus e tomar as precauções necessárias de isolamento, visando evitar a possível disseminação da doença.

Notificações

A plataforma já possui atualmente 13 mil pessoas cadastradas, enquanto que o aplicativo Nota Potiguar tem 270 mil usuários. Apenas no primeiro dia de aplicação dessa nova funcionalidade, foram emitidas 45 mil notificações de verificação. Dentre as detecções de contato positivo, já foram verificados cerca de 1.500 casos desde o início da implantação do Tô de Olho.

A parceria com o Nota Potiguar já acontece há algumas semanas e passou por duas fases de integração. Na primeira, era disponibilizado em um menu do aplicativo do governo o link para baixar o Tô de Olho. Na segunda, o usuário tinha de consultar, cadastrando sua nota fiscal, qual o grau de risco de aproximação com alguém com Coronavírus.

A fase atual deixa em primeiro plano a opção de compartilhar seus dados para quem abre o aplicativo do Governo do Estado, além de realizar o cruzamento das informações de maneira automática e informar com precisão o tempo e a distância que o usuário porventura tenha tido com alguém com registro confirmado de contaminação.

Outra funcionalidade disponibilizada pelo Tô de Olho é a de informar o grau de isolamento por regiões geográficas: bairros, cidades e regiões do estado. Dessa forma, a plataforma também funciona de modo a contribuir com as autoridades de saúde para a formulação e implementação de políticas públicas de combate à pandemia.

Além disso, o usuário pode fazer denúncias de casos de aglomeração, que são encaminhadas para o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciosp) do Governo do Estado. Ao todo, já foram cadastradas mais de 2.600 ocorrências desse tipo.

QR Code

Um dos coordenadores da plataforma junto ao IMD, o professor Nélio Cacho, informa que a partir desta semana começará a ser implementada uma nova função ao Tô de Olho, que é a disponibilização da checagem do status do usuário, quanto ao risco de contágio, por meio de QR Code, sigla em inglês para “código de verificação rápida”.

Desse modo, será possível para uma instituição, por exemplo, fazer uma checagem rápida se determinada pessoa teve ou não proximidade com alguém infectado pelo vírus. “Isso vai permitir que se faça um isolamento seletivo, contribuindo para a criação de protocolos de segurança”, explica o docente.

Os aplicativos podem ser baixados no celular através dos seguintes links: Nota Potiguar e Tô de Olho. Também é possível se cadastrar no Tô de Olho por meio deste site (https://todeolho.mprn.mp.br/).


10/06/2020
Por Edilson Silva em Policial, RN, Saúde

Homens são presos por vender ivermectina ilegalmente na BR-101 em Natal

Polícia Rodoviária Federal prendeu na noite desta terça-feira (9) dois homens que vendiam ilegalmente ivermectina, remédio que vem sendo utilizado para o combate ao coronavírus. Os suspeitos estavam em frente a um shopping, no perímetro urbano da BR-101, em Natal.

A PRF ainda apreendeu 50 caixas do medicamento. Após receber a denúncia de que pessoas estavam vendendo o medicamento próximo a um shopping na BR-101, uma equipe se deslocou até o local e constatou a irregularidade.

Quando os policiais chegaram, encontraram um Honda Fit estacionado às margens da BR, com dois homens no seu interior. No colo do passageiro, um homem de 37 anos, foi encontrada uma caixa grande, contendo 50 caixas de ivermectina 6 mg, com 4 comprimidos.

Aos policiais, o homem informou que teria comprado o medicamento na cidade de João Pessoa, capital da Paraíba, e estava revendendo em Natal. Ele estava cobrando um valor que variava entre R$ 50,00 e R$ 100, por caixa. A ivermectina é um medicamento prescrito para combater verminoses, porém vem sendo muito procurada pela população para minimizar os efeitos da Covid-19.

A pessoa que ligou denunciando, disse que recebeu uma mensagem pelo aplicativo Whatsapp, oferecendo a medicação. Diante dos fatos, os homens foram detidos e encaminhados com o remédio para a delegacia de plantão da zona Sul, em Natal.

O responsável pelo medicamento foi submetido a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pelo crime previsto no artigo 132 do código penal: expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente. O crime prevê pena de detenção, de três meses a um ano, se o fato não constitui crime mais grave.




Facebook


Twitter