28/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Deputado bolsonarista do PSL agride PM ao ser preso em ‘festinha do coronavírus’

Registrada prisão do deputado estadual Gustavo Schmidt (PSL), que chega a dar uma cabeçada num PM após ser preso em uma festa no bairro de Camboinhas, Niterói (RJ).

Além de agressão, desacato, resistência a prisão e ameaças contra os policiais e a delegada da 76° DP, o deputado foi enquadrado no artigo 268 do Código Penal por infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

A pena é de detenção, de um mês a um ano, e multa.


28/03/2020
Por Edilson Silva em Política, Saúde

Prefeito morreu com Covid-19 e é 1º óbito da doença no Piauí, confirma Sesapi

Os exames do prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, conhecido como Antônio Felicia, testaram positivo para o novo Coronavírus. Os resultados foram liberados neste sábado(28) pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e informados pela Secretaria de Estado da Saúde.

O prefeito, de 57 anos, morreu na madrugada desta sexta(27), no Hospital Dr. José Brito Magalhães, no município de Piracuruca, depois de dar entrada com falta de ar intensa. A equipe médica não conseguiu fazer entubação do gestor que morreu em seguida.

Ele tinha histórico de diabetes e teve uma evolução rápida da doença. Dois dias antes, já havia relato que estava com febre e dificuldades para respirar para o prefeito de Piracuruca Raimundo Alves, que o aconselhou a procurar atendimento em Teresina.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o governdor Wellington Dias confirma o exame do prefeito e revela que Atônio Felícia contraiu a Covid-19 de um colega de Parnaíba, que também testou positivo para a doença.

“Já foi verificado que ele provavelmente pegou o Coronavírus de uma outra pessoa de Parnaíba, que também deu confirmação positiva que está hospitalizada sobre os cuidados médicos e agora estamos trabalhando o mapa de todas as pessoas que mantiveram contato com os dois, mapear todo o histórico dessa situação para que possamos proteger”, informou o governador em vídeo gravado neste sábado, lamentando a morte do prefeito que era seu correligionário e amigo.

Equipes da Vigilância Epidemiológica do Estado já estão em Piracuruca, São José do Divino e na região de Parnaíba e mais pessoas devem se dirigir hoje.

Wellington disse ainda que os testes rápidos, que devem chegar hoje ao Estado, serão encaminhados para a região prioritariamente. “Para dar tranquilidade a quem não tem coronavírus e do outro lado adotar as providências necessárias sempre preocupado em salvar vidas. O Piauí já conta com 11 casos confirmados e com o primeiro óbito”, afirma.

Desde o envio dos exames do prefeito no Lacen (Laboratório Central), os funcionários da sede da prefeitura – um total de 15 – estão de quarentena.

O vice-prefeito do município de São José do Divino, Assis Carvalho, assumiu a gestão do executivo. Ele informou que o prefeito não tinha hábito de viajar para outros estados, o que possibilitaria a transmissão comunitária com alguém infectado por Covid-19.

“A rotina dele era esta, ele era agropecuarista, laticínio. Ele tinha toda essa rotina de estar acompanhando o funcionamento da sua fazenda e a rotina maior era no São José (do Divino)”, contou.


28/03/2020
Por Edilson Silva em Política

Justiça proíbe Bolsonaro de adotar medidas contra isolamento social e derruba decretos

O governo de Jair Bolsonaro está proibido pela Justiça Federal de adotar medidas contrárias ao isolamento social como forma de prevenção ao coronavírus.

Dois decretos do presidente que ia nesse sentido foram suspensos, o que classificava as igrejas e casas lotéricas como serviços essenciais, o que, na prática, permitia o funcionamento desses estabelecimentos, mesmo em estados em que os governos municipais ou estaduais tivessem proibido aglomerações.

O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF). Na decisão, o juiz da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias, Márcio Santoro Rocha, determinou que o governo federal e a prefeitura da cidade de Duque de Caxias, “se abstenham de adotar qualquer estímulo à não observância do isolamento social recomendado pela OMS”, a multa em caso de desobediência é de R$ 100 mil.

O presidente vem afirmando que o isolamento social não é a medida mais eficaz contra a pandemia do coronavírus. Com os dados e os conselhos da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde, secretarias estaduais da saúde e maiores cientistas de todo mundo, é possível afirmar que ou o presidente está mentindo ou está extremamente mal informado.

Para Bolsonaro, quem tem seguido os conselhos dos órgãos acima mencionados, está agindo com “histeria”. Sem apresentar um dado científico, o presidente tem pedido abertamente, inclusive em campanha bancada com dinheiro público, para as pessoas voltarem as atividades normal.

O coronavírus já vitimou fatalmente 23.335 seres humanos no mundo e já contaminou 509.164 pessoas. Estamos falando de meio milhão de vidas.

No Brasil a situação não é nada esperançosa. Em um mês desde que a doença chegou por aqui, são 3.417 pessoas infectadas e 92 mortos.

Congresso em Foco


26/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Maia: Governo tem que garantir renda dos pobres, como fizemos com bancos em 2008

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), está dando uma coletiva para falar sobre as principais medidas que o legislativo votará para conter a pandemia de coronavírus. Assista:

Para o presidente da Câmara, cabe ao governo arrumar uma solução para que o pequeno empresário possa pagar o aluguel do seu comércio. Da mesma maneira, Maia defendeu renda mínima para os miseráveis durante os próximos três meses. “Em 2008 o governo garantiu aporte para o sistema financeiro, para que o sistema não quebrasse. Agora, não são R$ 5 ou R$ 10 milhões que vão quebrar o Brasil”, afirmou.

“Estamos estudando [o pagamento de] R$ 500,00 [para quem mais precisa], é isso que o Parlamento está estudando, válidos por três meses”, explicou Maia. “O governo já garantiu certificados de dívidas do sistema financeiro, de uma forma justa. Agora está na hora de garantir o salário dos trabalhadores que estão em quarentena”, reafirmou.

Questionado sobre a possibilidade de uma nova CPMF, como forma de ajudar o caixa do governo a reaver os gastos desse período de quarentena, Maia se disse contra. “Você vai tributar a mais quem vai perder emprego? Eu não concordo com isso”, disse.

Na última quarta-feira (25), a Câmara se reuniu, e na primeira sessão virtual da história da Casa, o Plenário aprovou projetos importantes, como a regulamentação da telemedicina e o redirecionamento dos recursos dos lanches das escolas, que serão enviados em forma de insumos para as casas dos alunos em situação de vulnerabilidade.

Na pauta desta quinta (26), está prevista a votação da proposta que garante renda emergencial às pessoas mais vulneráveis à crise. Outro projeto que está previsto para votação é o PL 864/20, que agiliza a liberação de medicamentos e produtos necessários ao combate à pandemia.

Congresso em Foco


25/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Após pronunciamento, Bolsonaro é alvo de mais um panelaço

Após pronunciamento em rede nacional, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a ser alvo de panelaços nesta terça-feira, 24, em ao menos quatro capitais do País: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife. Os protestos começaram com mais intensidade a partir das 20h30, quando o presidente discursou à nação.

Em pronunciamento em rede nacional de TV nesta terça, Bolsonaro criticou o fechamento de escolas, voltou a citar a cloroquina, remédio que ainda não tem a eficácia contra o coronavírus confirmada, criticou a imprensa por disseminar “histeria” sobre a doença e disse que, por seu histórico de atleta, não sentiria nenhum efeito caso pegasse o coronavírus.


25/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política, Saúde

Presidente do Senado diz que fala de Bolsonaro foi grave e que ele não é uma liderança séria

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), divulgou uma nota na noite desta terça-feira (24) na qual afirmou que a fala do presidente Jair Bolsonaro em pronunciamento na TV foi “grave” e que o país precisa de uma “liderança séria”.

“Neste momento grave, o país precisa de uma liderança séria, responsável e comprometida com a vida e a saúde da sua população. Consideramos grave a posição externada pelo presidente da República hoje, em cadeia nacional, de ataque às medidas de contenção ao Covid-19”, afirmou Alcolumbre..


24/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política, RN

Prefeitos defendem adiamento de eleições e votação única

Além de defender o adiamento das eleições municipais, sob o argumento de que é preciso dar prioridade para o combate ao coronavírus, prefeitos e dirigentes partidários passaram a pregar também a ideia de realizar a escolha para todos os cargos do País de uma única vez. A proposta envolve, ainda, acabar com a reeleição para o Executivo.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) defende uma disputa única no País a cada cinco anos, sem reeleição. Atualmente, prefeitos, governadores e o presidente da República podem ser eleitos para dois mandatos consecutivos, cada um deles de quatro anos.

Duas propostas de realização de eleições únicas no mesmo ano tramitam na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.

A presidente do colegiado, Simone Tebet (MDB-MS), porém, afastou a possibilidade de discutir o adiamento do pleito.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a hora é de se concentrar apenas no combate à pandemia. “Na hora correta, vamos cuidar da eleição.”

“Entendo que a suspensão da eleição é inevitável”, afirmou o presidente da CNM, Glademir Aroldi, citando a projeção de picos da doença em julho e agosto no Brasil e a estabilização em setembro. “Quanto custa uma eleição para o País? Esse dinheiro não deveria ser usado para o combate ao coronavírus, para tratar da saúde das pessoas?”

Presidente da Frente Nacional de Prefeitos, Jonas Donizette (PSB), disse que o adiamento das eleições pode ser decidido mais para frente, se for o caso.

No domingo, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, propôs o adiamento das eleições. Na sua opinião, seria uma “tragédia” fazer campanha nos próximos meses, pedindo voto.

No Congresso, o líder do PSL no Senado, Major Olimpio (PSL), começou a coletar assinaturas para protocolar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para oficializar o adiamento. “Essa medida faz-se necessária neste momento não só para que evitemos aglomeração de pessoas, mas para que economizemos bilhões”, afirmou.

O vice-líder do governo no Senado, Elmano Férrer (Podemos-PI) também defende a aprovação de uma PEC.

Pelo calendário eleitoral, a campanha começa em 16 de agosto. O primeiro turno está marcado para 4 de outubro. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.


24/03/2020
Por Edilson Silva em Política, RN

Deputado Nelter Queiroz é favorável a destinação dos mais de R$ 2 bilhões do Fundo Eleitoral para o SUS

#RN

Deputado Nelter Queiroz é favorável a destinação dos mais de R$ 2 bilhões do fundo partidário para o Sistema Único de Saúde – SUS.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Terça-feira, 24 de março de 2020


21/03/2020
Por Edilson Silva em Política, RN, Saúde

Deputado Girão atestou positivo para coronavírus e está em isolamento, diz assessoria

O deputado federal da bancada potiguar general Eliéser Girão (PSL) testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do parlamentar através de nota neste sábado (21).

De acordo com o comunicado, o deputado apresenta apenas febre, entre todos os sintomas da doença, contudo fez os exames que confirmaram que foi infectado pelo vírus. Ainda segundo a assessoria, Girão está em isolamento. “Seguindo rigorosamente as recomendações médicas”, diz a nota.

No mesmo comunicado, a assessoria de imprensa orienta que quem teve contato com o parlamentar fique atento aos sintomas e procure auxílio médico em caso de dúvida.

Os deputados federais Cezinha de Madureira (PSD), de São Paulo, Daniel Freitas (PSL), de Santa Catarina, e os senadores Prisco Bezerra (PDT), do Ceará, Davi Alcolumbre (DEM), no Amapá, e Nelsinho Trad (PSD), do Mato Grosso do Sul, também testaram positivo para Covid-19.


20/03/2020
Por Edilson Silva em Política, RN, Saúde

NOVAS MEDIDAS: Decreto da Governadora Fátima Bezerra determina suspensão de vários serviços no Estado

Confira abaixo todas as medidas previstas para o RN:

1) Bares, Restaurantes, praças de alimentação (inclusive food truck) – fechar totalmente o atendimento ao público por 5 dias, à ser reavaliado na próxima terça-feira, ressalvados os serviços de delivery e de retirada pelo cliente, no estabelecimento – Já comunicado ao presidente da ABRASEL/RN;

As medidas abaixo terão validade até o DIA 02 DE ABRIL, data em que faremos a reavaliação do funcionamento das escolas. De forma a unificar as possíveis prorrogações de prazos, caso sejam necessárias

2) Transporte coletivo intermunicipal: vedar totalmente o funcionamento de linhas de ônibus, durante os finais de semana e reduzir em 50% o número de linhas durante os dias de semana (exceto a região metropolitana de Natal, que funcionarão com a mesma frota do período de férias) e o número de passageiros limitado ao número de cadeiras. Os ônibus deverão transitar com ventilação natural, ficando vedada a utilização do ar-condicionado. (medida confirmada pela Fetronor).

3) Proibir acesso ao público nos shoppings centers com sistema de ar condicionado central;

4) Determinar o fechamento de academias (mesmo tratamento das escolas), casa de recepções, teatros, cinemas, lojas maçônicas, igrejas e templos religiosos e ambientes correlatos;

5) Proibir atendimento ao público nas agências bancárias; (medida já confirmada pelo Sindicato dos Bancários);

6) Os transportes por taxis e aplicativos deverão transitar com ventilação natural (recomendação);

7) Fechamento Das Centrais do Cidadão para atendimento ao público;

8) Proibir transporte coletivo interestadual, inclusive o turismo terrestre interestadual ou intermunicipal;

9) Supermercados – Os supermercados deverão afixar cartazes de controle de acesso com recomendações de acesso de 01 pessoa por família, de preferência fora do grupo de risco, e limitar o número de clientes a 01 pessoa por vez, por cada 5m² da loja.


20/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Número de infectados com coronavírus que viajaram com Bolsonaro chega a 22

Chegou a 22 o número de pessoas que participaram da viagem do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos na semana passada e agora estão com o coronavírus. Foram confirmados na quinta-feira, 19, os resultados positivos do assessor internacional da Presidência, Filipe Martins; do chefe da ajudância de ordens, Major Cid; do diretor do Departamento de Segurança Presidencial, Coronel Suarez; e do chefe do Cerimonial, Carlos França.

Cid, Suarez e França passam o tempo todo muito próximos do presidente. Martins, por sua vez, viajou ao lado do secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, que foi o primeiro membro da comitiva a ter a confirmação da infecção pelo novo coronavírus. Ambos voltaram ao Brasil na madrugada da quarta-feira, 11, no mesmo avião do presidente.

Os quatro estavam em isolamento por terem tido contato com Wajngarten. O primeiro exame de todos deu negativo. A confirmação veio no segundo teste.Também na quinta foi confirmado que o presidente da Agência Brasileira de Promoção à Exportação (Apex), Almirante Sérgio Segovia, teve teste positivo para a covid-19. Ele também esteve nos EUA com o presidente, não apresenta sintomas e está em isolamento domiciliar.

Os ministros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, e de Minas e Energia, Bento Albuquerque, também tiveram resultado positivo após a viagem. Os dois testes de Jair Bolsonaro deram negativo, mas o Ministério da Saúde recomendou que o exame seja refeito na próxima semana. Enquanto isso, a recomendação é para que Bolsonaro siga em “monitoramento”.

No domingo, 15, Bolsonaro quebrou a recomendação de cautela e participou de um ato a favor do governo e com críticas ao Judiciário e ao Legislativo. Ele chegou a apertar a mão de apoiadores em frente ao Palácio do Planalto.

O Estadão


20/03/2020
Por Edilson Silva em Paraíba, Política, Saúde

Governo da Paraíba vai usar a polícia para forçar o isolamento social devido ao coronavírus, diz secretário

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, contou, em entrevista ao G1 na manhã desta sexta-feira (20), que o governador da Paraíba, João Azevêdo, decidiu autorizar as forças policiais do estado para determinar o isolamento social da população para seguir o plano de prevenção do espalhamento do coronavírus.

De acordo com Geraldo Medeiros, a decisão foi tomada após reunião com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), procuradores dos dois municípios e do estado, além de integrantes do Ministério Público Federal (MPF) e do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

“A reunião foi feita justamente no sentido de analisar as medidas que podem ser adotadas, para promover a restrição de pessoas, fazer uma contenção social, objetivando controlar a circulação do vírus no nosso estado e consequentemente limitando o número de casos”, contou o secretário.

Ainda segundo Geraldo Medeiros, outro ponto que ficou definido na reunião, é a formação de uma barreira sanitária na Paraíba, tanto para quem vem de outros estados, quanto para quem vem do exterior, com o aferimento de temperatura corporal. A fiscalização vai ser feita em rodovias e aeroportos da Paraíba.

“Caso a pessoa apresente algum dos sintomas, será encaminhada imediatamente para o isolamento domiciliar de pelo menos 14 dias. Essa barreira sanitária será feita tanto pelos técnicos da Secretaria de Saúde, da Anvisa, quanto do apoio da Polícia Rodoviária Federal e polícias do estado”, adiantou o secretário.

As medidas foram definidas após um consenso dos gestores de que a população paraibana ainda não se deu conta para a gravidade do cenário da pandemia do coronavírus. Segundo Geraldo Medeiros, as determinações do governo estadual são para forçar o isolamento social, tendo em vista que o fluxo de pessoas nas ruas e nos estabelecimentos segue gerando preocupação às autoridades

Tem que se conscientizar que tem ficar em casa, não são férias. Tem que entender, não é pra frequentar bares, praias, nenhum espaço público. É pra ficar em casa, em isolamento, reclusão”, explicou.

Ainda de acordo com o secretário, o uso das forças policiais para forçar o isolamento dentro de casa se justifica pela crescente dos casos de transmissão sustentada, que ocorre quando o paciente não sabe de quem ele pode ter recebido o vírus, em outras partes do país.

As decisões tomadas na reunião devem ser editadas em um decreto governamental, que deve ser publicado no Diário Oficial do Estado da Paraíba (DOE) neste sábado (21). O secretário de Saúde comentou que dois pontos do documento ficaram em aberto após a reunião para serem definidos nesta sexta, mas não entrou em detalhes de quais seriam. “O governador João Azevêdo vai se pronunciar a respeito do decreto e toda população vai ter conhecimento”, completou Geraldo Medeiros.


18/03/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Política

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre testa positivo para coronavírus

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), testou positivo para infecção por coronavírus nesta quarta-feira (18/3). A assessoria do senador confirmou a informação, e disse que ele passa bem.

O parlamentar havia feito o exame na terça-feira (17/3) e o resultado tinha sido negativo. No entanto, o exame de contraprova acusou a presença do vírus que causa a Covid-19. “Davi Alcolumbre, no entanto, está bem, sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, e segue em isolamento domiciliar, conforme determina o protocolo de conduta do Ministério da Saúde e a OMS”, informou a equipe de Alcolumbre.

Na segunda-feira (16/3), o presidente do Senado se reuniu com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia; e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli; o ministro da Saúde, Luís Henrique Mandetta; demais ministros do Supremo e outras autoridades.


18/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque tem o novo coronavírus, diz Bolsonaro

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, está com o novo coronavírus, afirmou nesta quarta-feira (18) o presidente Jair Bolsonaro. “Além do general Heleno que teve contato com alguns aqui, também tivemos positivo agora o teste do ministro das Minas e Energia, o almirante Bento [Albuquerque]. Obviamente, cuidado nosso tem que ser redobrado”, disse o presidente durante coletiva no Planalto, na qual ele e ministros utilizavam máscaras.

Até as 15h, o Ministério de Minas e Energia ainda não confirmava a infecção de Bento pelo vírus. Bento integrou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro na viagem à Flórida (EUA), na semana passada. Ele fez um primeiro teste assim que chegou ao Brasil e recebeu resultado negativo. Como o exame foi feito dentro da janela imunológica, Bento e outras autoridades repetiram o teste nesta semana.

Com a confirmação, o número de participantes da viagem oficial que receberam diagnóstico de Covid-19 chegou a 17 nesta quarta. Os testes começaram a ser feitos depois da confirmação de que o secretário de Comunicação do governo, Fábio Wajngarten, estava com o vírus.

G1.


18/03/2020
Por Edilson Silva em Política

Panelaço: Brasileiros estão revoltados com crise e postura indigna de Bolsonaro, que representa ameaça à saúde pública

Diversos vídeos nas redes sociais surgiram durante a noite desta terça-feira (17) e registraram os protestos.

As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, que reúnem centenas de movimentos sociais, sindicatos e partidos políticos de oposição, tinham marcado um panelaço para as 20h desta quarta-feira (18), em defesa da saúde pública e contra emenda constitucional aprovada em 2018 que instituiu o teto de gastos do governo.

Segundo uma reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, o panelaço foi realizado em ao menos nove bairros de São Paulo: Bela Vista, Barra Funda, Campos Elíseos, Consolação, Higienópolis, Jardins, Perdizes, Pinheiros, Pompéia, Praça Roosevelt, Santa Cecília, Vila Madalena e Vila Romana.

​No Rio de Janeiro, panelaços foram ouvidos em diversos locais como Copacabana, Laranjeiras, Humaitá, Botafogo e Leme.

Houve registro de panelaço também em Belo Horizonte, Minas Gerais.

​Vídeos também mostraram panelaços na capital gaúcha, Porto Alegre.

​Nesta terça-feira (17), o primeiro pedido de impeachment contra o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, foi protocolado em Brasília pelo deputado distrital Leandro Grass (Rede-DF).


16/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política, Saúde

Número 2 da Secretaria de Comunicação da Presidência está com coronavírus

O secretário-adjunto da Comunicação da Presidência, Samy Liberman, também foi confirmado com a covid-19, segundo informaram ao jornal O Estado de S. Paulo integrantes do Palácio do Planalto. Ele é o braço direto do chefe da Secom, Fábio Wajngarten, o primeiro testar positivo após viagem com o presidente Jair Bolsonaro nos Estados Unidos.

Com a confirmação de Liberman, sobe para sete o número de pessoas confirmadas com a covid-19 que estiveram próximas ao presidente Jair Bolsonaro.

Liberman, cuja família mora em Miami, esteve em Mar-a-Lago, onde ocorreu o jantar com o presidente norte-americano Donald Trump. O adjunto da Secom não participou da agenda, mas se encontrou com Wajngarten e parte da comitiva brasileira.

Na semana passada, ele despachou no Palácio do Planalto na quarta e quinta-feira. Segundo consta na agenda pública de secretário adjunto, ele fez reuniões e se encontrou a vice-presidente da CNN Internacional, Corinna Keller. O versão brasileira do canal de notícias dos Estados Unidas estreia neste domingo, 15.

Além dos dois integrantes da Secom, testaram positivo o encarregado de Negócios do Brasil nos Estados Unidos, o embaixador Nestor Forster e o senador Nelsinho Trad (PTB-MS). Também confirmaram diagnóstico a advogada Karina Kufa e o publicitário Sérgio Lima, respectivamente tesoureira e marqueteiro do Aliança do Brasil, que viajaram em voo comercial para os Estados Unidos. O prefeito de Miami, Francis Suarez, que recebeu a comitiva brasileira, também foi confirmado com a covid-19.

Uol


14/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política, Saúde

Advogada de Bolsonaro, Karina Kufa confirma que está com coronavírus

Brasília – Tesoureira do Aliança pelo Brasil, a advogada Karina Kufa disse nesta sexta-feira (13) ao jornal O Estado de S.Paulo que o resultado do seu exame mostrou que ela contraiu o coronavírus. Kufa é a segunda pessoa do entorno do presidente Jair Bolsonaro com a confirmação de que foi infectada pelo vírus, depois do secretário de Comunicação Social da Presidência, Fabio Wajngarten.

Estou bem, com sintomas leves. Estou em confinamento desde ontem (12), em repouso e isolamento total“, disse Kufa à reportagem, por celular, de Brasília.

Kufa é tesoureira do Aliança pelo Brasil, partido lançado pelo presidente Jair Bolsonaro que está coletando assinaturas para sair do papel. Ela acompanhou a viagem do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos na semana passada.

O Dia


12/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política, Saúde

URGENTE: Secretário de Comunicação de Bolsonaro está com coronavírus

O chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República, Fabio Wajngarten, testou positivo para coronavírus e agora aguarda a contraprova. Na última semana, Wajngarten acompanhou o presidente Jair Bolsonaro em visita a Miami, nos Estados Unidos, país que tem mais de 1 mil casos confirmados da doença e 28 mortes.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e integrantes da comitiva que o acompanhou a Miami, nos Estados Unidos, estão sendo  monitorados após o secretário especial de Comunicação, Fábio Wajngarten, apresentar sintomas de gripe e ser submetido a um teste para o coronavírus.

Entre o final da tarde e o início da noite dessa quarta-feira (11), o grupo passou a receber ligações do gabinete da Presidência pedindo que, diante de qualquer sintoma, fizesse o comunicado imediatamente e procurasse um hospital militar em Brasília para fazer os exames. Bolsonaro completa 65 anos no dia.

Viagem cancelada

Nesta quinta-feira, 12, o presidente cancelou viagem ao Rio Grande do Norte. O ministro do desenvolvimento regional, Rogério Marinho, afirmou que o evento oficial foi cancelado por “razões de segurança sanitária”. “A decretação ontem da Organização Mundial da Saúde de uma pandemia mundial nos obriga a ter segurança com a saúde do presidente e as pessoas ao seu entorno”, afirmou Marinho na sua conta oficial do Twitter. O governo federal negou que o cancelamento da agenda do presidente tenha a ver diretamente com a situação do chefe da Secom.

Café com o presidente

Durante a viagem com o presidente , o chefe da Secom tomava café da manhã com o presidente em uma sala reservada. Nos Estados Unidos, o grupo que acompanhou Bolsonaro fazia deslocamentos em vans. Apenas o presidente seguia em carro separado.

Estado de Minas


11/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Moro passa vergonha tentando tirar Ronaldinho da prisão no Paraguai

Jornal GGN – A imprensa paraguaia divulgou que o ministro da Justiça Sergio Moro tentou usar sua influência junto às autoridades locais para tentar tirar Ronaldinho Gaúcho da prisão.

Segundo informações do ministro do Interior do Paraguai, Euclides Acevedo, Moro entrou em contato no dia 7 de março para perguntar se Ronaldinho e seu irmão, Assis, “poderiam ser libertados”. “Respondi que não depende de mim”, rebateu o paraguaio.

“Falo seguidamente com o ministro Moro, temos muitos convênios. Ele me escreveu no sábado (7) e perguntou sobre a situação de Ronaldinho. Quis saber se ele e Assis poderiam ser libertados, e respondi que não depende de mim. (Moro) também perguntou se estão em um local seguro, e respondi que sim. Ele não gostou da prisão de Ronaldinho”, contou Acevedo ao canal C9N.

O jogador e o irmão seguem presos na Agrupación Especializada da Polícia Nacional, desde que foram pegos tentando entrar no país com documentos falsos. Nesta terça (10), a Justiça negou o pedido de prisão domiciliar.

O advogado criminalista Augusto de Arruda Botelho, conselheiro da Human Rights Watch, avaliou que Moro passou vergonha.

“Inacreditável. De paladino da justiça, de juiz ‘exemplo’ no combate à corrupção, de magistrado rápido e imparcial, para ministro que perdoa caixa 2 e usa o cargo para ajudar os amigos presos. VERGONHA!”, escreveu no Twitter.


05/03/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Ronaldinho Gaúcho, embaixador do turismo de Bolsonaro, é preso no Paraguai por uso de passaporte falso

A antiga estrela do Barcelona e seu irmão foram detidos no Paraguai, onde teriam entrado com documentação falsa.

A Polícia do Paraguai deteve o ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho e um dos irmãos dele devido ao ingresso de ambos no país com passaportes falsos. Os documentos se encontravam em um quarto do Hotel Yacht Golf Club de Assunção, onde se hospedavam os brasileiros.

A Promotoria do Paraguai confirmou que seus agentes identificaram vários documentos, entre eles identidades e passaportes do ex-jogador e seu irmão. Portanto, uma investigação sobre o ocorrido foi iniciada.

A antiga estrela do Barcelona e seu irmão Roberto de Assis tiveram seus passaportes brasileiros detidos, assim que os dois entraram no Paraguai com documentos falsos para promover diversos eventos esportivos no país vizinho, informam veículos de comunicação paraguaios.

O empresário brasileiro Wilmondes Sousa Lira, detido pelo Departamento de Investigações da Polícia do Paraguai, teria fornecido os documentos adulterados suspeitos, revela o jornal ABC.

A prisão de Ronaldinho repercute intensamente nas redes sociais, é um dos assuntos mais comentados no Brasil na manhã desta quinta-feira:




Facebook


Twitter