07/02/2019
Por Edilson Silva em RN, Tempo

147 municípios do RN em emergência; 92 em rodízio de água e 5 em colapso

O Governo do Rio Grande do Norte vai decretar, por mais 180 dias, a situação de emergência pela seca em 147 municípios, o que representa 88% dos municípios potiguares. A renovação do decreto que vigora até dia 11 de março foi definida na tarde desta quarta-feira (6) em reunião do Comitê Estadual para Ações Emergenciais de Combate aos Efeitos da Seca, entidade coordenada pelo Gabinete Civil.

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, tenente coronel Marcos Carvalho, o decreto leva em consideração análises técnicas dos diversos órgãos que integram o Comitê e que monitoram a segurança hídrica do estado. A situação de emergência pela seca facilita o trâmite dos processos que envolvem obras e serviços que minimizem os impactos causados pela escassez de chuvas.

Dados da Caern apresentados na reunião mostram que 151 municípios são abastecidos pela companhia, dos quais 92 estão em rodízio e cinco em situação de colapso. De acordo com o secretário-chefe do Gabinete Civil, a situação mais preocupante é dos municípios do Alto Oeste onde os reservatórios ainda estão com baixo volume hídrico.

Municípios em situação de emergência:

Acari, Açu, Afonso Bezerra, Água Nova, Alexandria, Almino Afonso, Alto do Rodrigues, Angicos, Antônio Martins, Apodi, Areia Branca, Baraúna, Barcelona, Bento Fernandes, Boa Saúde, Bodó, Bom Jesus, Brejinho, Caiçara do Norte, Caiçara do Rio do Vento, Caicó, Campo Grande, Campo Redondo, Caraúbas, Carnaúba dos Dantas, Carnaubais, Cerro Corá, Coronel Ezequiel, Coronel João Pessoa, Cruzeta, Currais Novos, Doutor Severiano, Encanto, Equador, Espírito Santo, Felipe Guerra, Fernando Pedroza, Florânia, Francisco Dantas, Frutuoso Gomes, Galinhos, Governador Dix-Sept Rosado, Grossos, Guamaré, Ielmo Marinho, Ipanguaçu, Ipueira, Itajá, Itaú, Jaçana, Jandaíra, Janduís, Japi, Jardim de Angicos, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, João Câmara, João Dias, José da Penha, Jucurutu, Jundiá, Lagoa D´Anta, Lagoa de Pedras, Lagoa de Velhos, Lagoa Nova, Lagoa Salgada, Lajes, Lajes Pintadas, Lucrécia, Luís Gomes, Macaíba, Macau, Major Sales, Marcelino Vieira, Martins, Messias Targino, Montanhas, Monte Alegre, Monte das Gameleiras, Mossoró, Nova Cruz, Olho D´Água dos Borges, Ouro Branco, Paraná, Paraú, Parazinho, Parelhas, Passa e Fica, Passagem, Patu, Pau dos Ferros, Pedra Grande, Pedra Preta, Pedro Avelino, Pendências, Pilões, Poço Branco, Portalegre, Porto do Mangue, Rafael Fernandes, Rafael Godeiro, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Riachuelo, Rodolfo Fernandes, Ruy Barbosa, Santa Cruz, Santa Maria, Santana do Matos, Santana do Seridó, Santo Antônio, São Bento do Norte, São Bento do Trairi, São Fernando, São Francisco do Oeste, São João do Sabugi, São José de Campestre, São José do Seridó, São Miguel, São Paulo do Potengi, São Pedro, São Rafael, São Tomé, São Vicente, Senador Eloi de Souza, Serra Caiada, Serra de São Bento, Serra do Mel, Serra Negra do Norte, Serrinha, Serrinha dos Pintos, Severiano Melo, Sítio Novo, Taboeleiro Grande, Taipu, Tangará, Tenente Ananias, Tenente Laurentino Cruz, Tibau, Timbaúba dos Batistas, Triunfo Potiguar, Umarizal, Upanema, Várzea, Venha-Ver, Vera Cruz e Viçosa.


07/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

PB está em alerta para fortes chuvas e ventos de 60 km/h

Conforme aviso do Inmet, há risco queda de árvores, alagamentos, ocorrência de raios e corte de energia elétrica

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou que todo o estado da Paraíba deve ficar em alerta para fortes chuvas até a 0h59 desta quinta-feira (7). Conforme o aviso, há risco queda de árvores, alagamentos, ocorrência de raios e corte de energia elétrica.


07/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Na Paraíba, carros boiam após ruas ficarem alagadas

As fortes chuvas, registradas durante todo o dia, deixaram ruas da Capital totalmente alagadas na tarde desta quarta-feira (6). No popular Mercado da Torre, local que fica próximo ao centro, carros foram flagrados boiando nas vias.

Nas imagens flagradas no vídeo a seguir, os moradores se juntaram para conseguir impedir que o automóvel fosse levado pela correnteza da água.

O caos também foi registrado no Centro de João Pessoa, que ficou parcialmente sem energia, após um raio atingir os postes de energia elétrica da região.

Em uma das avenidas mais movimentadas, a João Machado, os semáforos ficaram sem funcionar e o trânsito parou, gerando congestionamento.


04/02/2019
Por Edilson Silva em Nordeste, Tempo

Agricultor morre em casa após ser atingido por raio em Santana do Acaraú

Um agricultor morreu em casa após ser atingido por um raio no distrito de Mutambeiras, em Santana do Acaraú, na região Norte do Estado. Segundo familiares, na hora do acidente havia muitos relâmpagos e chuva. O caso aconteceu na tarde deste domingo (3).

O homem foi identificado como Francisco Laudemir de Araújo, de 45 anos, e trabalhava como agricultor. A vítima tinha duas filhas e a esposa está grávida do terceiro filho.

Diário do Nordeste


02/02/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Com 355,7 milímetros registrados, Jucurutu, RN, tem janeiro mais chuvoso dos últimos 108 anos

O Rio Grande do Norte começou 2019 com um mês de janeiro chuvoso, principalmente na região Oeste do estado. O município de Jucurutu foi o que mais registrou precipitações ao longo do mês, com acúmulo de 355,7 milímetros – que representa 348,5% da média normal prevista para o período, que é 79,3 mm. O mês foi o mais chuvoso desde o início do recolhimento dos dados, em 1911, segundo a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do RN (Emparn).

O segundo município mais chuvoso foi Janduís, também na região Oeste, onde choveu 243,5mm. Os volumes de chuva em Jucurutu e Janduís, contribuíram para o aumento da média do mês na região Oeste, 25,3% acima da expectativa. Na região Central esse aumento do volume médio de janeiro foi ainda maior, choveu 34,3% a mais que o normal para o período.

“As chuvas ocorridas em janeiro de 2019 no Estado, foram devido à atuação do sistema meteorológico Vórtice Ciclônico de Ar Superior (VCANS), e em alguns momentos, juntamente com a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT)”, explicou meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot.

De acordo com ele, a atuação desses dois sistemas juntos favoreceu a ocorrência de chuvas nas regiões Oeste e Central, mas atuou com menos intensidade nas regiões Agreste e Litoral, onde o volume de chuva registrado ficou abaixo da média, principalmente no Litoral onde choveu 60% a menos do que normalmente chove no mês de janeiro.

Mesmo tendo chovido bem no sertão potiguar, a falta de chuva no litoral puxou a média do Estado para baixo, o volume de chuva no mês de janeiro em todo o Estado ficou 7% abaixo da média. Ao todo, 39 municípios tiveram volume acumulado acima dos 100 milímetros.

Previsão para Fevereiro 

De acordo com a Emparn, as atuais condições dos oceanos e da atmosfera mostram presença do Fenômeno El Niño fraco no oceano Pacífico, com tendência de apresentar uma diminuição na sua intensidade nos próximos meses. Esse comportamento é favorável à ocorrência de chuvas na região Nordeste para o período de fevereiro a maio, quando associado às boas condições apresentadas pelo Oceano Atlântico, onde a bacia norte deste oceano está mais frio do que a bacia sul.

Para fevereiro, as previsões indicam que as chuvas deverão continuar, mas com uma melhor distribuição espacial, quando comparado à janeiro.


01/02/2019
Por Edilson Silva em Caicó, Tempo

Choveu granizo em Caicó na noite desta quinta (31)

Companheiros da imprensa de Caicó, afirmam que choveu granizo em alguns bairros da Capital do Seridó na noite desta quinta-feira, 31/01.

O sertanejo agradece as chuvas que caíram em Janeiro e renova suas esperanças para Fevereiro.

Confira esses e outros vídeos em nossa página no facebook #BlogEdilsonSilva.

Granizo em Caicó.31/01.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Companheiros da imprensa de Caicó, afirmam que choveu granizo em alguns bairros da Capital do Seridó na noite desta quinta-feira, 31/01. O sertanejo agradece as chuvas que caíram em Janeiro e renova suas esperanças para Fevereiro ????????☔

Publicado por Blog do Edilson Silva em Quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Chuva é em Caicó.31/01.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Quinta-feira, 31 de janeiro de 2019


29/01/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Jucurutu já acumula 331, 30 mm de chuva em 2019

De acordo com o pluviômetro instalado na EMATER, o município de Jucurutu no interior do RN, já acumulou 331, 30 milímetros de chuva somente em Janeiro de 2019. Os números mostram que Janeiro de 2019, já superou o mesmo período de 2018.

A foto aqui compartilhada foi registrada pelo #BlogEdilsonSilva na tarde desta segunda (28), quando uma forte chuva chegava ao município de Jucurutu.


28/01/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Jucurutu volta ser abençoado com boas precipitações nesta segunda, 28

O jucurutuense começou a semana bem, aliás, muito bem!

Na tarde desta segunda-feira (28), nuvens bem carregadas chegaram ao município o que resultou em uma boa chuva que banhou o campo e a cidade. Na página do #BlogEdilsonSilva na rede social #FaceBook os internautas agradeceram a Deus pelas águas que caem em várias regiões do Nordeste.

Veja:

Chuva volta ao Sítio Cacimbas em Jucurutu.Vídeo enviado pelo amigo, Francisco Lopes na tarde desta segunda-feira, 28/01.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Jucurutu no Rio Grande do Norte.28/11.Vídeo #BlogEdilsonSilva

Publicado por Blog do Edilson Silva em Segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

#Live Jucurutu no Rio Grande do Norte.28/11.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Segunda-feira, 28 de janeiro de 2019


27/01/2019
Por Edilson Silva em São Vicente, Tempo

VÍDEOS: Rio com grande volume de água após chuva de 120 milímetros em São Vicente, na tarde deste sábado (26)

A tarde deste sábado (26) foi abençoada para os vicentinos.

O motivo: muita chuva na cidade e na zona rural. Segundo informações de alguns moradores, no sítio Quinquê as chuvas chegaram a 120 milímetros.

Com isso, o principal rio da comunidade recebeu um grande volume de água.

Moradores vibraram com a chega das chuvas.

Veja:

120 milímetros de chuva na tarde deste sábado, 26/01 em São Vicente – RN.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sábado, 26 de janeiro de 2019

Após chuva deste sábado (26), barragem do Sítio Jucurutu que fica no município de São Vicente, transborda e agricultor festeja.

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sábado, 26 de janeiro de 2019


26/01/2019
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Passagem das Traíras está entre os cinco reservatórios com risco de desabar no RN

O Rio Grande do Norte tem cinco reservatórios hídricos que apresentam risco de desabamento. Os números são do mais recente relatório da Agência Nacional de Águas (ANA), de 2017, após análise de 515 unidades – entre barragens e açudes – instaladas em território potiguar.

Segundo o estudo nacional, produzido a partir da Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB), os reservatórios apresentam periculosidade dos resíduos e gravidade do dano social e ambiental em caso de rompimento.

O estudo aponta que os reservatórios potiguares que mais preocupam são de Barbosa de Baixo (Caicó), Riacho do Meio (Equador), Passagem das Traíras (Jardim do Seridó), Marechal Dutra (Acari) e Calabouço (Passa e Fica).

A Barragem Passagem das Traíras apresenta desagregação do concreto e descontinuidade no maciço rochoso na ombreira direita. O valor estimado na reforma é de R$ 1,17 milhão, segundo a ANA. A barragem Marechal Dutra, mais conhecido como açude Gargalheiras, apresenta fissuras na parede do reservatório. O valor da reforma está previsto em R$ 2,8 milhões.

Já a barragem Calabouço tem com trincas ao longo do coroamento, que fica na superfície do topo do reservatório. As barragens particulares Barbosa de Baixo e Riacho do Meio apresentam problemas de erosão. O custo da reforma das três unidades não foi estimado pelo relatório técnico.

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) informou que abriu licitação para avaliar o tamanho do risco no reservatório Passagem das Traíras. O órgão aguarda disponibilidade financeira para emitir a ordem de serviço. A pasta reforça que não há risco elevado de acidentes na parede principal.

A Semarh informou que não tem projetos para a recuperação do açude Calabouço, pois considera que o reservatório tem baixo potencial de risco.

A pasta estadual também tem projeto para a recuperação de outros dois reservatórios: Carnaúbas e Boqueirão. Os dois açudes apresentam problemas hidromecânico nas comportas. A Semarh elaborou termos de referência para contratar os serviços de recuperação, mas, devido à crise fiscal que o Estado atravessa, não se pode deflagrar a licitação.

A barragem Marechal Dutra é de responsabilidade do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). Já os açudes de Barbosa de Baixo e de Riacho do Meio são de propriedade privada. O Agora RN tentou ouvir os três responsáveis, mas não obteve sucesso.

Portal Agora RN


25/01/2019
Por Edilson Silva em Tempo

Aesa divulga prognóstico de chuvas até maio para o Alto Sertão e Sertão

O quadrimestre de fevereiro a maio, conhecido como o período chuvoso no Sertão, Alto Sertão, Cariri e Curimataú, será de chuvas dentro da média histórica destas regiões, de acordo com o Prognóstico Climático divulgado nesta quinta-feira (24) pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa).

Segundo o gerente de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno, a expectativa é de que, no acumulado dos próximos quatro meses, o índice pluviométrico do Alto Sertão fique entre 500 e 800 milímetros. No caso do Sertão, a quantidade esperada de chuvas é de no mínimo 440 e no máximo 740 milímetros. Para o Cariri, o número deve ficar entre 260 e 430 milímetros.

“A configuração das condições oceânico-atmosféricas globais, bem como os resultados de modelos de previsão climática de instituições nacionais e internacionais, indicam alta probabilidade das chuvas ocorrerem dentro da faixa de normalidade durante este período, que chamamos de quadra um”, explicou Magno.

O Prognóstico Climático também destacou a quantidade de chuva esperada nas outras regiões: Litoral, entre 560 e 940 milímetros; Brejo, entre 390 e 650 milímetros; Agreste, entre 280 e 460 milímetros. “É importante destacar que estes números não são mensais. O que deve estar dentro destes parâmetros é volume acumulado durante o quadrimestre” acrescentou.

De acordo com o presidente da Aesa, Porfírio Catão Cartaxo Loureiro, no mês de março a equipe de meteorologistas da agência estadual realizará um novo Prognóstico Climático. “Desta vez nossos olhos estarão voltados para Litoral, Brejo e Agreste, mais especificamente no período de abril a julho, quando são esperados os maiores índices pluviométricos nestas regiões”, anunciou.

Açudes – Quarenta dos 128 açudes monitorados pela Aesa estão com menos de 5% da capacidade. Outros 36 estão com volume abaixo dos 20% e 51 reservatórios estão com mais de 20%. Apenas um açude está sangrando, o São José 2, localizado na cidade de Monteiro, no cariri paraibano.


19/01/2019
Por Edilson Silva em Fortaleza, Tempo

Fortaleza registra maior chuva do ano; alagamentos afetam bairros

Fortaleza registrou neste sábado (19) a maior chuva de 2019.  De acordo com dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), foi registrada precipitação de 105 milímetros no Posto Pluviômetro da Água Fria. A chuva deixou ruas e avenidas alagadas em diferentes pontos da Capital.

Avenida Alberto Craveiro, próximo ao viaduto, no bairro Aerolândia, registrou pontos de alagamento, mas por volta das 8 da manhã, o trânsito já estava fluindo. Outro trecho que teve congestionamento foi no viaduto da Avenida Almirante Henrique Sabóia. Alguns motoristas tentaram passar e tiveram problemas, então, uma longa fila se formou. Os motoristas tiveram que ter paciência para passar com segurança.

Há relatos de alagamentos ainda na Rua Paulo Firmeza, no bairro São João do Tauape. Nos cruzamentos das ruas Capitão Melo, Hermínio Barroso, José Justa e Avenida Sabino Monte motoristas relataram dificuldade de locomoção. Veículos tiveram que estacionar ou esperar a água baixar.

Na Rua Ildefonso Albano, esquina com Monsenhor Tabosa, no Centro, uma árvore caiu e derrubou um poste e a fiação. Não houve registro de feridos.

O Estado do Ceará registrou chuvas em pelo menos 70 municípios entre 7h da última sexta-feira (18) e 7h deste sábado (19), de acordo com dados da Funceme. Os números ainda podem aumentar até o fim do dia, pois o órgão deve receber informações de mais municípios no Interior.

A maior chuva, conforme os registros dos postos de medição, ocorreu em Amontada, com 96,0 mm. A seguir, em Umari, na Região Centro-Sul, foram contabilizados 83 mm de água. Na sequência, São Gonçalo do Amarante foi banhada com 68 mm de chuva. Choveu também no Vale do Jaguaribe. EmLimoeiro do Norte foram regisrados 66,2 milímetros.

TV Diário


19/01/2019
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Semiárido Potiguar deve ter volume de chuva na média a acima da média

Os meses de fevereiro, março e abril, devem ter volume de chuva com valores na média a acima da média para o trimestre, que é o período mais chuvoso no semiárido potiguar. A conclusão foi divulgada no fim da manhã de hoje, durante o encerramento da Reunião Climática, realizada pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), em Fortaleza/CE.

Meteorologistas dos centros de previsão climática do Nordeste, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe), passaram dois dias reunidos discutindo as condições oceânicas e atmosféricas para os próximos meses e fazendo a análise dos parâmetros meteorológicos, para fazer a previsão climática do próximo trimestre.

De acordo com Gilmar Bristot, meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), a análise dos campos atmosféricos e oceânicos de grande escala (vento em superfície e em altitude, pressão ao nível do mar, temperatura da superfície do mar, entre outros), e dos resultados de modelos numéricos globais e regionais e de modelos estatísticos de diversas instituições de meteorologia do Brasil (FUNCEME, INMET, CPTEC/INPE) e do exterior indicam que o prognóstico climático para o período de fevereiro, março e abril de 2019 no Rio Grande do Norte é de  chuvas de normal a acima do normal.

Situação bem clara aqui no Rio Grande do Norte, onde o monitoramento de chuvas realizado diariamente pela Emparn, já mostra que neste mês de janeiro, até ontem (18) já são 71 municípios com o volume acumulado que fica na média a acima da média para o mês. Lembrando que o mês de dezembro de 2018, foi o mais chuvoso dos últimos anos, e ano de 2018 foi também foi o mais chuvoso dos últimos sete anos, quando tivemos 6 anos seguidos de seca. A próxima Reunião Climática vai ser realizada no Rio Grande do Norte, na segunda quinzena de fevereiro de 2019.


19/01/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Em 18 dias, Sousa na Paraíba ultrapassa média de chuvas para o mês

A cidade de Sousa, a 438 km de João Pessoa, no Sertão da Paraíba é a que mais choveu no estado desde o começo de 2019. O índice de chuvas registrado pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) é de 115,5 milímetros (mm), 13% a mais que a média do mês, que é de 99,5 mm. Na na noite dessa quinta (17),

O temporal derrubou árvores e arrancou telhados, que atingiram a rede elétrica, provocando a interrupção no fornecimento de energia. Segundo a Energisa, cerca de 15 cidades foram afetadas e, num primeiro momento, o abastecimento ficou comprometido para quase 38 mil clientes.

A Energisa informou que o fenômeno atípico para a região fez com que o número de ocorrências saltasse de 25/dia para 160. Após o atendimento das equipes, o restabelecimento em algumas áreas foi possível já a partir das 22h50 e, para as demais, de forma gradativa. Nesta sexta (18), as equipes trabalham para atender casos pontuais e, no fim de semana, haverá reforço de 200% no número de equipes de plantão.

“A Energisa reforça o compromisso com seus clientes, buscando oferecer diariamente um serviço de qualidade e de forma constante, gerando conforto e segurança para os paraibanos, em todo o estado”, disse a concessionária.

Fecham a lista de mais chuvosas nos primeiros 18 dias do ano as cidades de Riacho dos Cavalos (80,9 mm), Aguiar (49,2 mm), Catolé do Rocha (40,9 mm), Mato Grosso (39,5 mm), Vista Serrana (35 mm), Aparecida (36,5 mm), Vieirópolis (34,4 mm) e Itaporanga (33 mm).

Segundo a Aesa, as chuvas neste período do ano são normais. “A combinação da temperatura elevada com a umidade que estava alta desenvolve nuvens intensas. Esse tipo de nuvens vem acompanhado de trovões, relâmpagos e ventania. É bem comum nesta época do ano”, explica a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira.

Correio do Seridó


19/01/2019
Por Edilson Silva em Carnaúba dos Dantas, RN, Tempo

Chuva de 150 milímetros foi registrada no município de Carnaúba dos Dantas-RN

As chuvas voltaram a banhar a região do Seridó nesta sexta-feira (18/01). Choveu bem na zona rural do município de Carnaúba dos Dantas-RN, onde no Sítio Garrotes a precipitação pluviométrica registrou 150 milímetros. No Sítio Pedra Branca e no Povoado Ermo choveu 120 milímetros e no Sítio Lagedo 60 milímetros. A barragem do Povoado Ermo tomou um bom volume de água, já que a mesma estava seca.

Fonte: Blog do Toscano Neto


18/01/2019
Por Edilson Silva em Tempo

Nordeste tem previsão de chuva forte; incluindo o litoral do Piauí

As áreas de instabilidade ainda crescem sobre o Nordeste e vão provocar mais chuva ao longo desta sexta-feira (18). O tempo segue mais instável pelo litoral norte da Região, mas o interior também estará sujeito à fortes pancadas de chuva.

As nuvens carregadas estão conseguindo se formar pela presença da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e pelos ventos que sopram do oceano. O céu fica com muita nebulosidade no litoral do Piauí, norte do Maranhão, em quase todo o estado do Ceará e do Rio Grande do Norte. A chuva acontece a qualquer hora com alerta para temporais.

Os ventos encontram o calor do Sertão e isso também vai facilitar a ocorrência de nuvens de chuva. O sol aparece mais forte pelo interior, mas há previsão de pancadas de chuva com raios entre à tarde e a noite. Há chance de chuva forte no interior do Piauí, do Maranhão, do Ceará, do Rio Grande do Norte, da Paraíba e de Pernambuco.”Nesta sexta-feira, a chuva pode ser considerável e cair forte em áreas do Sertão”, afirma o meteorologista Daniel Orlandi.

Confira a estimativa de chuva para toda a Região Nordeste nos próximos dias:


18/01/2019
Por Edilson Silva em Tempo

Desafio dos 10 anos no Facebook pode ser risco à privacidade; entenda

O desafio dos dez anos invadiu o Facebook nos últimos dias. A brincadeira é compartilhar duas fotografias lado a lado, uma de 2009 e outra de 2019, para comparação. Apesar de ser divertido, especialistas alertam que este conteúdo pode estar sendo usado para alimentar algoritmos de inteligência artificial que usam reconhecimento facial para verificar padrões de envelhecimento.

“Ao participar da brincadeira, os usuários estão, de certa forma, preenchendo formulários, facilitando o processo de mineração de dados. Estão dizendo como eram há dez anos e como são hoje, fornecendo informações de como aconteceu o envelhecimento”, alertou o especialista em Direito digital e pesquisador do Núcleo de Estudos em Web Semântica e Dados Abertos da USP José Antônio Milagre, ao ‘Globo’. Os arquivos também possuem informações sobre como onde e quando os conteúdos foram produzidos, os chamados de metadados.

A publicação explica que com a hashtag #10yearchallenge os dados são centralizados para quem quiser utilizar. Não se sabe se a brincadeira foi criada com esse fim, mas é uma possibilidade.

“Traçar o reconhecimento facial e os padrões de envelhecimento não é essencialmente ruim. Pode ajudar na identificação de pessoas desaparecidas, por exemplo, mas nunca se sabe para quais fins a tecnologia será aplicada”, diz Milagre. Ele cita que os dados podem ser usados, por exemplo, por empresas como seguradoras, que se baseiam no envelhecimento do cliente para dar preço ao serviço. E a pessoa nunca saberá que pode estar sendo prejudicada por uma informação compartilhada durante uma brincadeira.

Notícias ao Minuto


18/01/2019
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Choveu 120mm no município de Viçosa/RN

Registro de muita chuva em todo o Alto Oeste Potiguar na madrugada desta sexta-feira, 18. A cidade de Viçosa, localizada no interior do Estado do Rio Grande do Norte, registrou 120mm de chuva, registro também de muitos relâmpagos e trovões, alguns chegando a assustar.

É momento de alegria, gratidão e agradecimento, agricultores já estão se organizando para cortar as suas terras para plantarem, alguns expressaram a alegria e firmaram que o inverno de 2019 já esta consolidado como um dos melhores dos últimos anos, abaixo segue alguns registros fotográficos dos nossos leitores.


17/01/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Raio mata animais em propriedade rural no município de Jucurutu

As precipitações que caíram na noite desta quarta (16), na cidade de Jucurutu no interior do Rio Grande do Norte vieram acompanhadas de vento, raios e trovões.

Segundo conta um morador do Sítio Arroz, pelo menos uma vaca e um porco foram atingidos pela descarga elétrica. Ele não tem dúvida de que os animais morreram durante o temporal.

Com informações Blog Edilson Silva e fotografia de Igor Araujo.


15/01/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Fim de semana foi de chuva em todas as regiões do RN

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou chuva em todas as regiões do Estado durante o fim de semana. Os números foram divulgados em boletim pluviométrico nesta segunda-feira (14).

As regiões com as melhores precipitações foram a Central e a Oeste Potiguar. O pluviômetro instalado em Campo Grande, no Oeste, mediu 76,2 milímetros de chuva. Na mesma área, a Emparn registrou 54,5 milímetros em Jucurutu e em Major Sales.

Na região Central, o melhor volume foi em Fernando Pedroza, com 58,6 mm, e em Cerro-Corá, 57,2. Já na Região Agreste, o município de Santa Maria teve 43 milímetros. Em Japi, a precipitação foi de 37,3 mm. No Litoral, a melhor marca do fim de semana foi em Extremoz com 19,2 milímetros.




Facebook


Twitter