17/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Sobe para quatro número de crianças mortas após desabamentos em Mauá

A chuva intensa que caiu na Grande São Paulo deixou dois irmãos mortos e outras duas crianças desaparecidas, na cidade de Mauá, na noite deste sábado (16). Duas casas foram soterradas por deslizamentos de terra, no bairro Jardim Zaira.

Em uma das residências estavam um garoto de 8 anos e sua irmã, um bebê de apenas 11 meses, cujos corpos foram encontrados pelo Corpo de Bombeiros, na madrugada deste domingo (17). A mãe deles foi resgatada com uma contusão no ombro.

Além dela, um homem de 41 anos também foi atingido e teve fratura exposta. De acordo com o portal G1, ele foi encaminhado ao pronto-socorro da região. “O barranco da casa de cima despencou e derrubou a laje da casa de baixo sobre os moradores”, afirmou o secretário de governo do município, João Veríssimo.

Segundo a prefeitura, foram registrados 13 deslizamentos de terra e 5 desabamentos, desde a noite de ontem.

Na segunda residência atingida, os bombeiros conseguiram socorrer uma mulher com vida, que foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Seus dois filhos também estavam na casa e foram soterrados. Um menino de 4 anos e outra criança de 11 anos não conseguiram sobreviver.

Onze viaturas do Corpo de Bombeiros foram para o local, com 21 bombeiros. Cães farejadores também ajudam na ocorrência. A Defesa Civil foi acionada e ainda não foi divulgado o número exato de feridos. As informações são do Notícias ao Minuto.


13/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Avião cai e deixa um homem morto e dois feridos no bairro do Benguí, em Belém

G1 – O Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBM) confirmou a queda de um avião de pequeno porte em Belém na manhã desta quarta-feira (13). A aeronave caiu dentro de uma residência na rua Ferreira Filho, próximo a um residencial, ao lado da delegacia do Benguí.

De acordo com as informações do CBM, foram identificadas três vítimas, sendo que dois homens que estavam dentro da aeronave, e uma terceira vítima que era vigilante e estava na residência onde o avião caiu.

Uma equipe dos Bombeiros está no local. O vigilante sofreu escoriações. As vítimas de dentro da aeronave ficaram presas nas ferragens. A morte do copiloto, identificado como Lucas Ernesto Santos, foi confirmada pelo CBM, já o piloto, Bruno Alencar, foi retirado na aeronave, sofreu traumatismo craniano e está sendo atendido dentro da ambulância do Samu.

A matrícula do avião é PT-JIC, modelo Cessna Aircraft 210L. O monomotor e podia transportar até cinco pessoas. Ele era particular. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Inspeção Anual de Manutenção e o Certificado de Aeronavegabilidade da aeronave estavam em dia.


12/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Morre cantora do Fat Family após luta contra câncer

Morreu na tarde desta terça-feira (12) a cantora Deise Cipriano, do Fat Family. A informação foi confirmada ao portal da RedeTV! pela assessora do grupo, Suh Souza. Aos 39 anos e lutando contra um câncer no fígado, ela estava internada em coma induzido no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo.

“Infelizmente informamos nesta terça-feira dia 12/02 com muita dor o falecimento da Deise integrante do Grupo Fat Family. As informações sobre o velório e sepultamento serão divulgadas”, diz o comunicado enviado ao portal da RedeTV!.

Em nota enviada minutos antes, a assessoria informou que a cantora estava se recuperando em casa e se submetendo às sessões de quimioterapia, mas voltou a passar mal com náuseas, dificuldade para se alimentar e febre. Encaminhada ao CAIO (Centro de Atendimento de Intercorrências Oncológicas), do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, ela foi submetida a exames, que detectaram queda da imunidade e ela foi internada na UTI do local.

Na manhã desta terça, no entanto, seu estado ficou mais delicado e ela foi colocada em coma induzido, mas não resistiu. “Hoje pela manhã apresentou muita falta de ar, queda da pressão arterial, sendo necessário sedar e entubar a cantora. Sua pressão voltou ao normal e a falta de ar foi controlada”, diz o comunicado enviado mais cedo.

Internada em 21 de agosto após passar mal, a cantora foi diagnosticada com o câncer no aparelho digestivo semanas depois e iniciou as sessões de quimioterapia na mesma época. Internada por meses, sendo mais de um somente na UTI, ela chegou a comemorar seus 39 anos com uma festa surpresa no hospital. No Insta Stories, a filha dela, Talita Cipriano, mostrou a mãe falando pela primeira vez ao deixar a UTI.

Em post recente no Instagram, a irmã Simone, também do Fat Family, havia mostrado Deise cantando. “Ela está se recuperando bem graças a Deus”, dizia a legenda.


12/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Projeto isenta circos do ISS

Os circos poderão ficar isentos do pagamento do Imposto Sobre Serviços (ISS) de qualquer natureza. É o que determina o projeto de lei complementar (PLP 17/2019), proposto pelo senador Alvaro Dias (Pode-PR). A matéria aguarda a designação do relator na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).

Em sua justificativa, o autor argumenta que o circo é um instrumento de inclusão social e que a incidência do ISS nos espetáculos circenses é altamente prejudicial a situação daquelas iniciativas, que vêm lutando para continuar suas atividades.

“Importante frisar que a receita dos municípios proveniente da cobrança do ISS sobre os espetáculos circenses é mínima. Para os circos, contudo, o imposto representa um fator extremamente oneroso, que contribuirá, certamente, para a sua progressiva extinção”, destaca Alvaro Dias em sua justificativa.

Agência Senado


12/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil

O piloto que faleceu junto com Boechat também merece ser lembrado e homenageado

Ronaldo Quattrucci, 56 anos, foi o piloto que conduzia o helicóptero que levava o jornalista Ricardo Boechat na tarde desta segunda-feira (11).

O piloto era dono da empresa proprietária do helicóptero, a RQ Serviços Aéreos Especializados Ltda.

Segundo a Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero (Abraphe), Quattrucci “seguiu à risca as doutrinas de segurança até o último momento, na tentativa de preservar a vida da tripulação a bordo do helicóptero”.

“Importante destacar, ainda, a experiência de quase duas décadas do comandante, as licenças regulares, bem como as características e potencial da aeronave que comandava”, diz a nota.

O helicóptero saiu de Campinas, no interior do estado, onde Boechat participou nesta manhã de um evento, e seguia em direção à sede do Grupo Bandeirantes, no Morumbi, Zona Sul . A queda ocorreu na rodovia Anhanguera, junto ao Rodoanel: a aeronave bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave, um Bell Helicopter prefixo PT-HPG, estava em situação regular.

Ronaldo Quattrucci deixa dois filhos. Nosso respeito a seu trabalho e sinceros sentimentos à família.

Ressaltamos também nosso desejo de recuperação ao motorista do caminhão atingido e nossa eterna saudade a Boechat.


11/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Urgente: vídeo mostra acidente de helicóptero que matou Ricardo Boechat; imagens chocam

Nesta segunda-feira, 11 de Fevereiro, morreu um dos jornalistas mais queridos do Brasil. Faleceu, aos 66 anos, o  jornalista e apresentador Ricardo Boechat. A tragédia acabou sendo mostrada, ao vivo, pela TV Globo. Inicialmente, a emissora mostrou imagens da queda de um helicóptero em São Paulo.

Ainda não se sabe o que motivou a queda do helicóptero, mas poucos minutos depois da notícia, a própria Globo acabou confirmando o falecimento de um dos jornalistas mais célebres do Brasil.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ. Ele também trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e foi comentarista no Bom Dia Brasil, da TV Globo. Ele ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro (leia mais abaixo).


11/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Jornalista Ricardo Boechat morre em acidente de helicóptero em SP

SÃO PAULO – O jornalista Ricardo Boeacht, de 66 anos, morreu em um acidente de helicóptero no início da tarde desta segunda-feira em São Paulo. A aeronave caiu sobre um caminhão no kk 22 da Rodovia Anhanguera, próximo ao Rodoanel Mário Covas.

Além de Boechat, outra pessoa que estava no helicóptero morreu, segundo o Corpo de Bombeiros. Até as 13h45, sua identidade não tinha sido confirmada. O motorista do caminhão ficou ferido e foi socorrido.

Segundo informações da Band, onde Boechat trabalhava atualmente, o jornalista iria para Campinas, no interior de São Paulo, onde daria uma palestra.

Boechat começou a carreira de jornalista na década de 1970, como repórter do extinto jornal Diário de Notícias, no Rio.

Anos depois, integrou a equipe do colunista social Ibrahim Sued. Em 1983, começou a trabalhar no GLOBO, onde ficou até 2001. Ele também trabalhou nos jornais O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil.

Atualmente, apresentava o Jornal da Band, era âncora da rádio BandNews FM e assinava uma coluna semanal na revista IstoÉ.


08/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil, Esporte

Jovens atletas do Flamengo morrem em incêndio no Centro de Treinamento, na Zona Oeste do Rio

Na madrugada desta 6ª feira (8.fev.2019), 1 incêndio no centro de treinamento Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, do time de futebol Flamengo, deixou 10 mortos e 3 pessoas feridas (uma em estado grave).

O espaço fica localizado em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio. O Corpo de Bombeiros foi chamado às 5h e por volta das 7h20 as chamas foram controladas.

As causas do incêndio ainda não foram divulgadas.

Ninho do Urubu:

Antes do acidente, eram contabilizadas mais de 20 instalações no espaço, incluindo 1 módulo profissional, 2 campos, campo de treinamento para goleiro.

O centro é utilizado para treinamento do elenco profissional e das categorias de base. O Ninho do Urubu é considerado 1 dos mais modernos centros de treinamento da América Latina.

Com 1 investimento de R$ 23 milhões, o espaço passou por reformas em 2018, com inauguração de 1 novo módulo. Veja imagens do local antes da tragédia:

A Sede da Gávea, localizada no bairro Lagoa, na avenida Borges de Medeiros, é o principal estabelecimento do Clube de Regatas do Flamengo. É onde treinam a maioria dos atletas do clube.


30/01/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Marca de cosméticos faz campanha polêmica com atores cobertos de lama

A tragédia em Brumadinho (MG) mobilizou muitas pessoas e empresas. Entretanto, algumas dessas manifestações estão causando polêmica. A Jendayi Cosméticos publicou em suas redes sociais uma campanha controversa para ‘homenagear’ as vítimas da tragédia. A empresa realizou um ensaio fotográfico com atores cobertos de lama com o intuito de interpretar aqueles que foram atingidos pelo rompimento da barragem.

O autor das imagens, que também é diretor de marketing da empresa, Jorge Beirigo, na publicação disse que o objetivo da campanha é “mostrar que existe uma marca de cosméticos que se preocupa com a beleza… beleza da vida”. As imagens causaram revolta em vários internautas que criticaram a proposta e chamaram a marca de ‘sem noção’ e oportunista. “A tragédia aconteceu por causa de pessoas como vocês que só pensam em dinheiro e na realidade estão cagando para as vidas envolvidas. Campanha lixo, de muito mal gosto. Apaga que dá tempo”, escreveu um.  “Vocês perderam completamente a NOÇÃO tentando se promover em cima disso, hei? (sic)”, comentou outro.

O jornal Estadão entrou em contato com a marca, que excluiu as fotos do ensaio, e um dos funcionários afirmou que a direção está em reunião para decidir o que será feito, mas, segundo ele, a intenção era ‘ajudar’.  Xiiii…


25/01/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Barragem da Vale se rompe em Brumadinho, na Grande BH

Uma barragem da mineradora Vale se rompeu nesta sexta-feira (25), em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ainda não há informações sobre vítimas. Imagens aéreas mostram que um mar de lama destruiu casas da região do Córrego do Feijão. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil estão no local.

A Vale informou que o rompimento ocorreu no início da tarde de hoje, na Mina Feijão. Segundo as primeiras informações, os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. “A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade”, disse em nota.


05/01/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Brasil em crise e o STF gastando mais de R$ 400 mil em obra de gabinete

Por determinação do ministro Dias Toffoli, o gabinete da presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) passa há mais de dois meses por uma reforma que inclui a substituição de carpete por piso frio e até mesmo a instalação de um chuveiro. A obra vai custar R$ 443.908,43 aos cofres públicos e deve ser concluída até o final de janeiro.

De acordo com a assessoria do tribunal, a troca do piso “foi por questão de higiene e saúde, assim como a reforma geral do gabinete”. “A opção pelo piso frio, além de seguir o padrão já utilizado no tribunal, dispensará novas despesas com substituição, higienização e outros serviços”, informou o STF.

Segundo o STF, o carpete retirado do gabinete da presidência foi instalado em 2001 e sua condição era de “absoluta insalubridade”. O revestimento provocou alergia em Toffoli.

A obra não depende de autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) “pois não houve alteração de estrutura ou dos aspectos arquitetônicos do edifício sede, que fazem parte do tombamento”, explicou o STF.

Com informações do Estadão Conteúdo*


04/01/2019
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Bolsonaro defende fim da Justiça do Trabalho

Na primeira entrevista depois de sua posse, dada ao SBT, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que poderá acabar com a Justiça do Trabalho.

“Qual país que tem [Justiça do Trabalho]? Já temos a Justiça normal”, afirmou.

De acordo com Bolsonaro, o país tem mais ações trabalhistas que todo o mundo. Ele voltou a dizer que há no Brasil um excesso de proteção ao trabalhador. Também comparou a relação entre patrão e empregado ao casamento: “É como um casal, se tem excesso de ciúmes não dá certo”.

O presidente afirmou que não irá acabar com o CLT (Código de Leis Trabalhistas), mas que, assim como foi feito com a reforma trabalhista, irá atuar para flexibilizar os contratos de trabalho. Ele disse que no país há “muitos direitos e pouco emprego”.

“Quando eu disse que era difícil ser patrão no Brasil, os sindicatos disseram que difícil é ser empregado. A eles, eu responderia que mais difícil é ser desempregado”, afirmou.

Bolsonaro voltou a comparar o Brasil com os Estados Unidos em relação às leis trabalhistas. “Olha lá nos EUA, eles não têm direito do trabalho e têm emprego”, disse.

Durante a entrevista, o presidente ainda falou sobre a idade mínima para aposentadoria. Segundo Bolsonaro, o seu governo deverá aproveitar a reforma que já está na Câmara dos Deputados, concebida durante o governo de Michel Temer.

“A boa reforma é aquela que passa na Câmara e no Senado, e não a que está na minha cabeça ou da equipe econômica”, afirmou.

Com informações da Folhapress.


03/01/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Começa o prazo para o alistamento no serviço militar 2019

O prazo para o alistamento no serviço militar já começou. A partir desta quarta-feira (2), os jovens brasileiros que nasceram em 2001 devem fazer o registro na página oficial. A medida vale para as pessoas do sexo masculino, sejam elas cis ou transgêneros. As mulheres não atuam no serviço militar em tempos de paz.

O alistamento termina no último dia útil do mês de junho e é necessário possuir um número de CPF para validar as informações. Quem não tem CPF deve levar a certidão de nascimento, comprovante de residência e identidade à Junta Militar. Para os que vivem no exterior e não têm número de CPF, o alistamento deve ser feito em uma repartição consular.

Prazo

Os convocados passam por uma seleção entre julho e outubro e, em seguida, recebem treinamento nos quartéis do Exército, Marinha ou Aeronáutica. Essa opção só é feita na etapa de seleção. Se o jovem perder o prazo para se alistar, é preciso procurar a Junta Militar para quitar a multa de R$ 4,14. Quem está irregular com o serviço militar fica impedido de assumir cargo público, tirar passaporte e se matricular em instituições de ensino, por exemplo.

Dispensa

Contudo, há situações específicas em que os rapazes podem ser dispensados do alistamento. Quem for o único responsável pelo sustento da família deve procurar a Junta Militar do município para deixar de participar do alistamento. Já os portadores de necessidades especiais podem pedir a isenção do serviço militar. Nesses casos, é preciso apresentar um laudo médico que comprove o diagnóstico.

Serviço alternativo

Há ainda a possibilidade de se alistar para fazer um serviço alternativo. Isso é possível quando o candidato tem convicções religiosas ou políticas que o impedem de servir às Forças Armadas. Nessas situações, o líder religioso, político ou filosófico deve redigir uma declaração para justificar o pedido. Junto da declaração, o jovem precisa entregar o requerimento de prestação de serviço alternativo.

Nome social

Durante a inscrição, os jovens podem optar por registrar o nome social. Para tanto, é necessário levar a certidão de nascimento, comprovante de residência, documento de identidade e o requerimento do uso do nome social.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Defesa


03/01/2019
Por Edilson Silva em Brasil

Aposentadoria aos 65 anos

A idade mínima para as aposentadorias deve ser de 65 anos.

Diz O Globo:

“A proposta de reforma da Previdência que os técnicos da equipe econômica vão apresentar ao presidente Jair Bolsonaro prevê idade mínima para aposentadoria de 65 anos para homens. Para as mulheres, no entanto, há mais de uma alternativa. Ela pode ser igual, ou ficar em 63 anos.

No INSS, onde não há idade mínima, ela começaria aos 53 anos (mulheres) e 55 anos (homens), subindo gradativamente. No setor público, onde as idades mínimas são de 60 anos (homens) e 55 anos (mulheres), elas começariam subindo de forma mais rápida, para 62 e 57 anos, respectivamente, logo na largada.”


01/01/2019
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Vestido de Michelle Bolsonaro vale 15 salários mínimos do Brasil


05/12/2018
Por Edilson Silva em Brasil

Em 1 ano, aumenta em quase 2 milhões número de brasileiros em situação de pobreza, diz IBGE

Em apenas um ano, o Brasil passou a ter quase 2 milhões de pessoas a mais vivendo em situação de pobreza. A pobreza extrema também cresceu em patamar semelhante. É o que mostra a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada nesta quarta-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a pesquisa, em 2016 havia no país 52,8 milhões de pessoas em situação de pobreza no país. Este contingente aumentou para 54,8 milhões em 2017, um crescimento de quase 4%, e representa 26,5% da população (em 2016, eram 25,7%).

Já a população na condição de pobreza extrema aumentou em 13%, saltando de 13,5 milhões para 15,3 milhões no mesmo período. Do total de 207 milhões de brasileiros, 7,4% estavam abaixo da linha de extrema pobreza em 2017. Em 2016, quando a população era estimada em cerca de 205,3 milhões, esse percentual era de 6,6%.


14/11/2018
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Cuba abandona programa Mais Médicos após declarações de Bolsonaro

VEJA – O governo de Cuba informou nesta quarta-feira que está saindo do programa Mais Médicos devido às declarações “ameaçadoras e depreciativas” do presidente eleito Jair Bolsonaro, que anunciou mudanças “inaceitáveis” ao projeto governamental.

O país caribenho tomou a decisão de solicitar o retorno dos mais de 11 mil médicos cubanos que trabalham atualmente no Brasil depois que Bolsonaro questionou a preparação dos especialistas, condicionou sua permanência no programa “à revalidação do diploma” e impôs “como via única a contratação individual”.

“Diante desta lamentável realidade, o Ministério da Saúde Pública (Minsap) de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do programa ‘Mais Médicos’ e assim o comunicou à diretora da OPS (Organização Pan-Americana da Saúde) e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam esta iniciativa”, anunciou a entidade em comunicado.

O presidente eleito Jair Bolsonaro manifestou-se pelo Twitter. “Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou.”

Histórico

Criado em 2013, ainda no governo de Dilma Rousseff (PT), o programa prevê a contratação de médicos, preferencialmente brasileiros, para atender em regiões onde há maior demanda por estes profissionais — as vagas remanescentes podem ser preenchidas por estrangeiros.

No caso dos cubanos, foi firmado um convênio com o governo do país caribenho para o envio dos profissionais sob intermédio da Organização Pan-Americana da Saúde, da Organização Mundial da Saúde.

O formato do acordo com Cuba, entretanto, foi objeto de críticas da oposição. Isso porque o salário dos médicos cubanos era repassado inicialmente ao governo do país caribenho, que enviava uma parcela aos profissionais.

Crítico de primeira hora do programa, Bolsonaro chegou a entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal, que também foi acionado pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Mesmo após o impeachment de Dilma, o programa foi mantido pelo governo de Michel Temer (MDB), que continuou com a previsão de contratação de médicos estrangeiros, caso as vagas não fossem preenchidas por profissionais brasileiros. Em novembro de 2017, o Mais Médicos foi considerado constitucional pelo STF.

(com EFE)


10/11/2018
Por Edilson Silva em Brasil, Policial, Política

Política: Preso na Operação Capitu tentou jogar dinheiro na privada quando a PF chegou

O advogado Mateus de Moura Lima Gomes, que foi diretor vice-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e é um dos presos na Operação Capitu, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta sexta-feira (9), jogou cerca de R$ 3 mil na privada quando os agentes chegaram em sua casa no condomínio Vale do Sereno, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta, o vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade (MDB), e os executivos da JBS Joesley Batista e Demilton de Castro em uma operação que investiga suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura. As informações são da Folha de S.Paulo e portal Globo.

A PF também faz buscas no gabinete de Andrade. No total, são 62 mandados de busca e apreensão em Minas, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso do Sul.

A operação, um desdobramento da Lava Jato, foi batizada de Capitu e é baseada na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB, sobre supostos pagamentos de propina a servidores públicos e políticos no Ministério da Agricultura nos anos de 2014 e 2015. À época, Andrade era ministro da Agricultura.

Segundo as investigações, havia um esquema de arrecadação de propina dentro do Ministério da Agricultura para beneficiar políticos do MDB, que recebiam dinheiro da JBS, que pertencem aos irmãos Joesley e Wesley Batista, em troca de medidas para beneficiar as empresas do grupo.

Com informações do G1


08/11/2018
Por Edilson Silva em Brasil

Servidores protestam contra fim do Ministério do Trabalho: ‘Não fomos ouvidos’

Servidores do Ministério do Trabalho se uniram nesta quinta-feira (8) em um ato contra o fim da pasta. O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou ontem que o órgão deverá ser incorporado por “algum ministério”. A pasta tem uma história de 88 anos e concentra as funções de elaborar políticas para a criação de empregos e controle de salários, modernizar as relações do trabalho, fiscalizar os postos, desenvolver e proteger os trabalhadores.

Em nota, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) defende a manutenção do status da pasta e disse que busca interlocução com membros do futuro governo. “Para o Sinait, o melhor caminho é a manutenção do Ministério do Trabalho, por sua importância no cenário nacional. É preocupante que a declaração de extinção do Ministério do Trabalho não venha acompanhada de detalhes sobre os desdobramentos de acomodação dos serviços prestados à sociedade brasileira, especialmente quanto à unidade das atribuições da Auditoria-Fiscal do Trabalho, espinha dorsal do Ministério do Trabalho.”

O próprio perfil oficial do ministério no Twitter se manifestou sobre o risco de fechamento. “O futuro do trabalho e suas múltiplas e complexas relações precisam de um ambiente institucional adequado para a sua compatibilização produtiva, e o Ministério do Trabalho, que recebeu profundas melhorias nos últimos meses, é seguramente capaz de coordenar as forças produtivas no melhor caminho a ser trilhado pela Nação Brasileira”,

A servidora Maria Aparecida Fernandes Araújo, técnica concursada do órgão há 24 anos, afirmou que o ministério tem grande importância social. “Não podemos ficar de braços cruzados. Esperamos que o país reconheça a importância do ministério. Que o país perceba que fazemos políticas para engrandecer nosso país. Esperamos que ele não acabe, e sim fortaleça. Temos muito a oferecer”, disse.

José Cláudio, também técnico da área, estava ao lado dos manifestantes mesmo sendo eleitor do Bolsonaro. “Isso não é justo. Em momento algum fomos ouvidos. Entendemos a política, estou a favor do governo Bolsonaro, sou eleitor dele. Acho que é importante enxugar a máquina pública, entretanto, não acho justo penalizar uma política que tem como se comprovar. Está sendo feita uma reestruturação. Podemos ter números efetivos”, criticou.

Já Maria das Graças de Souza argumentou que a fusão do ministério com outra pasta seria “uma tragédia”. Ela contou que trabalha há 40 anos no órgão. “Entrei concursada em 1978. Trabalhei em diversas áreas técnicas, administrativas. Este ministério sempre teve uma grande importância para o Brasil, para o Trabalhador e para os funcionários. Você não imagina a tragédia que será a fusão com outra pasta. Nossos servidores sofrerão muito, e muito mais o trabalhador brasileiro. Estamos aqui para defender o trabalhador. Peço que o presidente olhe por nós e não deixe o ministério acabar.”


31/10/2018
Por Edilson Silva em Brasil

STF proíbe atuação contra liberdade de expressão em universidades

Por unanimidade, os ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram nesta quarta-feira que autoridades não podem determinar ou promover a entrada de agentes policiais em universidades públicas ou particulares. Para os ministros, a liberdade de expressão deve prevalecer no ambiente acadêmico.

O caso envolve uma série de decisões tomadas por juízes eleitorais, que autorizaram às vésperas do segundo turno invasões policiais às instituições de ensino sob o argumento de investigar propagandas eleitorais ilegais. Reunidos em plenário, os ministros mantiveram a liminar da ministra Cármen Lúcia, que suspendeu o ingresso da Polícia Federal e de outras forças de segurança nas universidades.

Em sua decisão, no último sábado, Cármen Lúcia defendeu a “manifestação livre de ideias e divulgação do pensamento nos ambientes universitários ou em equipamentos sob a administração de universidades públicas e privadas”. Com isso, suspendeu qualquer determinação para a busca e apreensão de documentos, a interrupção de aulas, debates e manifestações em universidades e a coleta irregular de depoimentos de professores ou alunos.

De acordo com a ministra, os atos questionados apresentam “subjetivismo incompatível com a objetividade e neutralidade que devem permear a função judicante, além de neles haver demonstração de erro de interpretação de lei, a conduzir a contrariedade ao direito de um Estado democrático”.

A norma que regulamenta a propaganda eleitoral e proíbe alguns comportamentos no período eleitoral, segundo Cármen Lúcia, têm o objetivos de  impedir o abuso do poder econômico e político e de preservar a igualdade entre os candidatos no processo. Em seu parecer, ela destacou que o processo eleitoral, no Estado democrático, fundamenta-se nos princípios da liberdade de manifestação do pensamento, da liberdade de informação, de ensino e aprendizagem, e de escolhas políticas, além da autonomia universitária.




Facebook


Twitter