21/10/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Prefeitura de Pendências – RN realiza novo Processo Seletivo

No estado de Rio Grande do Norte, a Prefeitura de Pendências anuncia a realização de um novo Processo Seletivo, que tem por objetivo o preenchimento de 13 vagas, destinadas à contratação de estagiários, para exercício de estágio de educação superior e educação profissional.

Há oportunidades disponíveis para estudantes dos seguintes cursos, de acordo com as respectivas áreas de atuação:

  • Meio Ambiente: Gestão Ambiental (1); Meio Ambiente (1);
  • Secretaria de Cultura e Turismo: Historia (1); Teatro (1);
  • Secretaria de Saúde: Enfermagem (1); Fisioterapia (1); Nutrição (1); Psicologia (2);
  • Secretaria de Administração: Economia (1); Informática (1); Direito (1);
  • Secretaria de Agricultura: Medicina Veterinária (1).

Requisitos e remuneração

Para concorrer a uma das vagas ofertadas, é necessário que o candidato possua idade mínima de 16 anos e esteja cursando entre níveis técnico ou superior no período relativo a área pleiteada. Ao ser contratado, o estagiário deve exercer funções em regime de 20 horas semanais, distribuídas em quatro horas diárias, referente a remuneração mensal no valor que alterna de R$ 400,00 a R$ 600,00.

Procedimentos para participação

Os interessados em participar do Processo Seletivo podem se inscrever de forma presencial, no período entre 20 e 23 de outubro de 2020, na sede da Prefeitura, situada na avenida Francisco Rodrigues, nº 205, centro. O atendimento é das 8h às 13h.

Como forma de seleção, os candidatos serão avaliados mediante análise de currículo, com base nos critérios de pontuação especificados no edital.

Vigência

O estágio terá duração mínima de um ano, no entanto, o Processo Seletivo terá validade de 12 meses, contados a partir da data de publicação, com possibilidade de prorrogação por igual período.


18/10/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Inscrições para o concurso da prefeitura de Mari com 858 vagas são prorrogadas

Foram prorrogadas até o dia 03 de novembro, as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Mari, zona da Mata paraibana. São 858 vagas, sendo 143 imediatas e 175 pra cadastro reserva.

Os salários iniciais variam de R$ 1.045 a R$ 2.492, alguns cargos com gratificações que variam de R$ 200 (técnico de enfermagem e veterinário), a R$ 7.546 (médico).

Os cargos estão disponíveis para os cargos de nível fundamental ao superior. Há vagas para auxiliar de serviços gerais; vigia; pedreiro; motorista; cozinheiro; eletricista; agente administrativo; agente comunitário de saúde; agende de arrecadação e tributos; técnico em agropecuária; digitador; advogado; fonoaudiólogo; fisioterapeuta; assistente social; farmacêutico; médico; pedagogo e professor de várias disciplinas, entre outras funções.

As inscrições devem ser feitas no site www.idib.org.br e as taxas variam de R$ 70 e R$ 130. As provas estão previstas para acontecer no dia 6 de dezembro nas cidades de Mari e João Pessoa.

Clique aqui para ver o edital completo


12/10/2020
Por Edilson Silva em Concursos

PB tem 336 vagas abertas em concursos e seleções com salários de até R$ 4,5 mil

A semana de 11 a 18 de outubro começa com pelo menos 336 vagas oferecidas em cinco editais de concursos e seleções na Paraíba. Os salários chegam a R$ 4,5 mil.

Prefeitura de Mari

São 143 vagas para os níveis fundamental, médio, técnico e superior, com salários que variam de R$ 1.045 a R$ 2.492. As inscrições encerram nesta segunda-feira (12) e podem ser feitas no site da organizadora. A taxa de inscrição varia de R$ 70 para nível fundamental, R$ 100 (médio/técnico) e R$ 130 (superior). As provas acontecem dia 06 de dezembro.

Veja o edital

Equipe técnica da Secretaria Estadual de Saúde

São 24 vagas de nível superior com salários de R$ 1,3 mil a R$ 4,5 mil. As insrições podem ser feitas por meio de formulário online e vão até sábado (17).

Confira o edital

Professor UFCG

Com salários de R$ 4.472,64 são cinco vagas e as inscrições vão até 20 de outubro no site da Comprov e custam R$ 220. As provas serão realizadas em 07 de fevereiro.

Confira o Edital

Prefeitura de Catingueira

São oferecidas 53 vagas para os níveis fundamental, médio e superior com salários de R$ 1.045 a R$ 2.957,38. As inscrições custam R$ 65, 85 e 105 e vão até 29 de outubro e podem ser feitas no site da organizadora ou sede da prefeitura de Catingueira.

Confira o Edital.

Prefeitura de Alagoa Nova

O edital oferece 111 vagas para os níveis fundamental, médio e superior, com salários de R$ 1.045 a R$ 2,7 mil. As inscrições vão até 05 de novembro e podem ser feitas Vagas: 111 no site da organizadora e variam de R$ 75 a R$ 110. As provas serão realizadas no dia 22 e novembro.

Veja o Edital


09/10/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Com salário podendo chegar a R$ 11,6 mil, prefeitura de Macaíba abre concurso com 631 vagas

A Prefeitura de Macaíba – município localizado na região Metropolitana de Natal, divulgou nesta quinta-feira (08/10), o edital de concurso público com 631 oportunidades.

As vagas contemplam os candidatos que tenham formações de níveis médio, médio/técnico ou superior. As remunerações variam entre R$1.400,00 e R$ 11.630,85, dependendo do cargo e da jornada de trabalho. Foco.

As 236 vagas de nível médio e médio/técnico são para os seguintes cargos (com oportunidades para ampla concorrência e PCD):

  • Agente Administrativo (50)
  • Agente Comunitário de Saúde (53)
  • Agente de Combate a Endemias (08)
  • Educador Social (05)
  • Fiscal Ambiental (04)
  • Fiscal de Postura (01)
  • Fiscal Urbanístico (04)
  • Orientador Social (12)
  • Técnico de Enfermagem (44)
  • Técnico de Farmácia (03)
  • Técnico de Laboratório (03)
  • Técnico de Raio X (08)
  • Técnico em Edificações (07)
  • Técnico em Prótese Dentária (01)
  • Técnico de Saúde Bucal (30)
  • Técnico Fazendário (03)

As 395 vagas de nível superior são para os seguintes cargos (com oportunidades para ampla concorrência e PCD):

  • Agente de Mobilidade (16)
  • Analista Municipal – Agronomia (01)
  • Analista Municipal – Biologia (01)
  • Analista Municipal – Ciência Atuarial (01)
  • Analista Municipal – Contabilidade (02)
  • Analista Municipal – Geografia (01)
  • Assistente Social (16)
  • Auditor de Tributos Municipais (03)
  • Cirurgião Dentista – Bucomaxilo-facial (01)
  • Cirurgião Dentista – Clínico Geral (22)
  • Cirurgião Dentista – Endodontista (01)
  • Cirurgião Dentista – Odontopediatria (01)
  • Cirurgião Dentista – Periodontista (01)
  • Cirurgião Dentista – Protesista (01)
  • Cirurgião Dentista – Tratamento de pacientes com necessidades especiais (01)
  • Enfermeiro (25)
  • Farmacêutico (08)
  • Farmacêutico Bioquímico (07)
  • Fiscal de Vigilância Sanitária – Enfermagem (01)
  • Fiscal de Vigilância Sanitária – Farmácia (01)
  • Fiscal de Vigilância Sanitária – Medicina Veterinária (01)
  • Fiscal de Vigilância Sanitária – Nutrição (01)
  • Fiscal de Vigilância Sanitária – Odontologia (01)
  • Fiscal de Vigilância Sanitária – Química (01)
  • Fisioterapeuta (06)
  • Fonoaudiólogo (02)
  • Médico – Acupuntura (01)
  • Médico – Angiologia (01)
  • Médico – Cardiologia (03)
  • Médico – Clínico Geral (23)
  • Médico – Clínico Geral Plantonista (22)
  • Médico – Dermatologia (02)
  • Médico – Endocrinologia (01)
  • Médico – Endoscopia (01)
  • Médico – Gastroenterologia (01)
  • Médico – Geriatria (01)
  • Médico – Ginecologia (02)
  • Médico – Hematologia (01)
  • Médico – Infectologia (01)
  • Médico – Mastologista (02)
  • Médico – Medicina do Trabalho (02)
  • Médico – Nefrologia (01)
  • Médico – Neurologia (02)
  • Médico – Oftalmologia (01)
  • Médico – Ortopedia (02)
  • Médico – Otorrinolaringologia (02)
  • Médico – Pediatria (02)
  • Médico – Pneumologia (01)
  • Médico – Proctologista (01)
  • Médico – Psiquiatria (05)
  • Médico – Radiologia (01)
  • Médico – Reumatologia (01)
  • Médico – Ultrassonografia (01)
  • Médico – Urologia (01)
  • Médico Veterinário (01)
  • Nutricionista (06)
  • Pedagogo (11)
  • Professor de Artes (02)
  • Professor de Ciências (10)
  • Professor de Educação Física (10)
  • Professor da Educação Infantil e Anos iniciais (80)
  • Professor de Ensino Religioso (01)
  • Professor de Geografia (04)
  • Professor de História (09)
  • Professor de Informática (04)
  • Professor de Libras (02)
  • Professor de Língua Inglesa (11)
  • Professor de Língua Portuguesa (14)
  • Professor de Matemática (03)
  • Professor Tradutor – Intérprete de Libras (04)
  • Psicólogo (11)
  • Terapeuta Ocupacional (04)

Para os candidatos com crédito decorrente do Edital 001/2018, as inscrições poderão ser efetuadas no período entre as 16h do dia 09/10/2020 e as 14h do dia 24/10/2020. Para os demais candidatos, o período de inscrições será entre as 16h do dia 24/10/2020 até as 16h do dia 03/12/2020, as quais custarão R$ 85,00 para nível médio e R$105,00 para o nível superior.

As inscrições serão efetuadas exclusivamente pela internet no site da banca (aqui), após o candidato ler e aceitar as condições do edital. As provas estão previstas para os dias 31/01/2021 e 07/02/2021.

Concurso tem prazo de validade de 2 (dois) anos a contar da data de homologação do certame, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Prefeitura de Macaíba. Para maiores informações, clique aqui e confira o Edital completo.


08/10/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Prefeitura de Alagoa Nova – PB prorroga inscrições de Concurso Público com 111 vagas

Prefeitura de Alagoa Nova, no estado da Paraíba, divulgou recentemente um novo edital retificado contendo a prorrogação das inscrições do certame, o qual é organizado pela Contemax Consultoria e conta com 111 oportunidades de níveis fundamental incompleto, médio e superior em diversas áreas.

Conforme o documento retificado, as candidaturas serão recebidas agora no período de 5 de outubro a 5 de novembro, exclusivamente via internet, no site da organizadora Contemax Consultoria. A taxa de participação é de R$ 75,00 para cargos de ensino fundamental, R$ 90,00 para médio e técnico e R$ 110,00 para nível superior. Aos interessados em obter a isenção do valor, os pedidos deverão ser feitos no período de 6 a 13 de outubro.

Segundo o documento completo, as vagas são para os cargos de Agente Administrativo (10); Agente Comunitário de Saúde (6); Agente de Combate às Endemias (4); Assistente Social (1); Auxiliar de Serviços (30); Cirurgião Dentista – PSF (3); Enfermeiro – PSF (2); Farmacêutico (1); Fiscal de Tributos (1); Fonoaudiólogo (2); Gari (4); Médico – PSF (6); Médico Veterinário (1); Motorista – D (3); Nutricionista (1); Operador de Máquina Pesada (1); Professor A – Pedagogia Zona Rural (7); Professor A – Pedagogia Zona Urbana (10); Professor B – Educação Física (1); Professor B – Matemática (2); Professor B – Português (2); Psicólogo (1); Psicólogo Educacional (1); Técnico em Contabilidade (1); Técnico em Enfermagem (5); Vigilante (5).

Dentre as vagas ofertadas, há oportunidades para pessoas especificados no edital.

Para concorrer a uma das oportunidades ofertadas, os candidatos devem ter a formação exigida para a função, bem como registro ativo no respectivo conselho de classe quando solicitado, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para as vagas de motorista, dentre outros requisitos que constam no edital.

Aos aprovados e contratos, a remuneração será de R$ 1.045,00 a R$ 2.738,82 para uma carga horária que pode variar de 30 a 40 horas semanais.

Seleção

A seleção dos candidatos será feita por meio das seguintes fases:

  • 1ª Fase: avaliação de conhecimentos – prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório para os candidatos de todos os cargos.
  • 2ª Fase: curso de qualificação básica, de caráter eliminatório, para os cargos de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate às Endemias, conforme exigência prevista na Lei Federal 11.350/06.
  • 2ª Fase: avaliação de títulos, de caráter classificatório para os todos os cargos de nível superior.
  • 2º Fase: prova prática de direção e operação veicular, de caráter classificatório, para os cargos de motorista categoria “D” e operador de máquina pesada.

A prova objetiva está prevista para ser realizada no dia 22 de novembro deste ano, no município de Alagoa Nova. As avaliações serão aplicadas em dois turnos, sendo no turno da manhã para os cargos de nível fundamental, e turno da tarde para os cargos de níveis médio e técnico e superior.

O prazo de validade deste certame será de dois anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado, a critério da Prefeitura, uma única vez e por igual período.


06/10/2020
Por Edilson Silva em Concursos

SEMJIDH – RN reabre inscrições de Processo Seletivo de nível superior

A Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH), no estado do Rio Grande do Norte, torna pública a reabertura das inscrições do Processo Seletivo que visa à contratação temporária de pessoal, em caráter emergencial, de nível superior.

As inscrições, que puderam ser realizadas até o dia 1º de outubro de 2020, agora podem ser realizadas no período de 2 a 5 do mesmo mês, até às 23h59, observado o horário local, exclusivamente via internet, mediante preenchimento de formulário eletrônico de inscrição, de forma gratuita.

Por essa razão, a análise curricular que anteriormente estava prevista para ocorrer nos dias 1 e 2 de outubro, passa a ser prevista para acontecer nos dias 6 e 7 de outubro. Para mais detalhes, acesse o edital de abertura retificado disponibilizado em nosso site para consulta.

O Processo Seletivo

De acordo com o edital, esta seleção busca preencher 17 vagas dentre os cargos de supervisor de fiscalização (5); fiscal (10) e contador (2), visando ampliar a prestação dos serviços nas equipes de fiscalização e enfrentamento às práticas abusivas nas relações de consumo durante o momento de combate à disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

Os contratados serão contratados para desempenho de atividades no âmbito da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), compondo a equipe necessária às ações de prevenção e controle para enfrentamento da Covid-19, enquanto perdurar o estado de emergência de saúde pública.

A remuneração dos profissionais alterna de R$ 1.800,00 a R$ 3.000,00 ao mês e a contratação terá validade de seis meses, com a possibilidade de ser prorrogado uma única vez, por igual período.

No que diz respeito à classificação, o critério será a experiência profissional do participante em serviços inerentes a função pretendida, caracterizada na análise curricular, conforme os parâmetros estabelecidos no edital.

É importante destacar que, considerando o estado de emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da Covid-19, não serão permitidas inscrições de candidatos que fazem parte do grupo de risco da doença.


05/10/2020
Por Edilson Silva em Concursos

País tem, ao menos, 101 concursos públicos com inscrições abertas para mais de 7,8 mil vagas

Pelo menos 101 concursos públicos estão com inscrições abertas no país nesta segunda-feira (9), com oferta de mais de 7,8 mil vagas.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.


28/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

100 concursos públicos com inscrições abertas reúnem 7,7 mil vagas no país

Pelo menos 100 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (28) e reúnem 7,7 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 16.837,46 na Prefeitura de Piranga (MG).

CONFIRA AQUI A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Nesta segunda-feira, pelo menos 5 órgãos abrem o prazo de inscrições para 53 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 16.837,46 na Prefeitura de Piranga (MG). Veja abaixo as informações de cada concurso:

Prefeitura de Piranga (MG)

  • Inscrições: até 30/09/2020
  • 4 vagas
  • Salários até R$ 16.837,46
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Departamento Municipal de Água e Esgotos de Porto Alegre (DMAE)

  • Inscrições: até 05/10/2020
  • 18 vagas
  • Salários até R$ 2.419,51
  • Cargos de nível médio
  • Veja o edital

Câmara Municipal de Ibirarema (SP)

  • Inscrições: até 13/10/2020
  • 2 vagas
  • Salários até R$ 4.818,60
  • Cargos de nível fundamental e superior
  • Veja o edital

Empresa de Saneamento de Goiás (Saneago)

  • Inscrições: até 28/10/2020
  • 25 vagas
  • Salários até R$ 4.443,57
  • Cargos de nível médio
  • Veja o edital

Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Ibirarema (SP)

  • Inscrições: até 13/10/2020
  • 4 vagas
  • Salários até R$ 4.530,74
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital


21/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Governo Federal estima preencher mais de 50 mil vagas por meio de concursos públicos em 2021

Segundo informações do Gran Cursos Online, empresa especializada na capacitação de candidatos para concursos públicos no Brasil, o Governo Federal encaminhou o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2021 ao Congresso Nacional. A proposta tem previsão de criação e provimento de 53.111 cargos públicos.

O PLOA indica a previsão para criação e provimento de cargos públicos, não se trata de autorização de concursos. Para que seja confirmado, o projeto necessita ser votado pelo Congresso Nacional e está passível de revogação. De acordo com o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, o texto não fala sobre eventual prorrogação do estado de calamidade pública, reconhecido pelo Congresso em razão da pandemia de Covid-19 e válido até dezembro.

Divisão no três poderes

As vagas são divididas com base no três poderes: executivo, legislativo e judiciário. No executivo, a proposta orçamentária estima abertura de 48.272 postos. Na sua maioria, a área da educação pretende abrir 33.829 vagas. Contudo, também serão contemplados 12.325 postos para cargos, funções e gratificações. A área militar, o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, a Polícia Militar do Distrito Federal e a Polícia Civil do Distrito Federal estão previstas.

No judiciário, a previsão é de 3.556 vagas, com 1.154 em novos postos e 2.402 para preenchimento. Serão contemplados o Supremo Tribunal Federal (STF), o Supremo Tribunal de Justiça (STJ), a Justiça Federal, a Justiça Militar da União, a Justiça Eleitoral, a Justiça do Trabalho e o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e territórios.

Já para poder legislativo, o orçamento conta com 140 vagas previstas, que tange o concurso do Senado Federal, vagas para a Câmara dos Deputados e para o Tribunal de Contas da União (TCU).

Vagas previstas no orçamento de 2021

Cargo Número de vagas
Poder Executivo 48.272 vagas (todas para provimento)
Poder Judiciário 3556 vagas (1.154 para criação; 2.402 para provimento)
Poder Legislativo 140 vagas (todas para provimento)
Defensoria Pública da União 1.016 vagas (1.011 para criação; 5 para provimento)
Ministério Público da União e Conselho Nacional do Ministério Público 127 vagas (todas para provimento)


17/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Prefeitura de Timbaúba dos Batistas – RN realiza novo Processo Seletivo

No estado do Rio Grande do Norte, a Prefeitura de Timbaúba dos Batistas torna pública a realização de mais um Processo Seletivo, que tem como objetivo a admissão de Técnico em Enfermagem com capacitação em sala de vacina, para atender às necessidade da Secretaria de Saúde do município.

De acordo com o edital, será preenchida uma vaga, além de formação de cadastro reserva. Para concorrer, é necessário o curso técnico em enfermagem, com registro no conselho de classe, além de curso de capacitação em sala de vacina.

O profissional contratado deverá desempenhar atividades em carga horária de 40 horas semanais e será beneficiado com vencimento no valor de R$ 1.045,00 ao mês.

Inscrição e seleção

Interessados devem se inscrever a partir das 00h do dia 17 de setembro de 2020 até ás 23h59 do dia 18 do mesmo mês, mediante o envio da documentação exigida no edital para o seguinte endereço eletrônico: seletivotimbauba@gmail.com.

Vale ressaltar que a classificação dos candidatos inscritos consistirá na análise de títulos, de acordo com os critérios estabelecidos no edital.

Vigência

Este Processo Seletivo será válido por um ano e poderá ser prorrogado, uma única vez, por igual período.


15/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos, RN

Após mais de dez anos, Polícia Civil do RN terá concurso público

Em cumprimento a um compromisso do Governo do Estado, mais um passo foi dado para a realização do concurso público da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN).

Para dar celeridade ao processo, a governadora Fátima Bezerra determinou que a responsabilidade pela condução deste trâmite fosse da própria PCRN. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (11) e o edital deverá sair até o dia 31 de outubro. O último certame ocorreu há mais de 10 anos, em 2008.

Para a gestora do Estado, a decisão foi acertada: “A ampliação do efetivo contribuirá para que a Polícia Civil cumpra suas funções de forma ainda mais eficaz”, ressaltou Fátima Bezerra, para completar: “Nosso compromisso com a segurança pública é reafirmado diariamente, mas a realização deste concurso público é um marco para a instituição e um grande avanço para toda sociedade potiguar”.

Segundo a delegada-geral Ana Cláudia Saraiva a escolha da banca examinadora se deu após criteriosa pesquisa mercadológica, avaliações realizadas pela Comissão Permanente de Licitação da Instituição e a aprovação da Comissão Especial do Concurso, quando o inteiro teor da justificativa apresentada foi acatado. “Decidimos escolher a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para realizar o certame porque acumula 73 anos de experiência e respeitabilidade no mercado. Até o edital, teremos muitos passos que estão sendo efetivados com muita celeridade em cumprimento ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC)”, declarou.

Serão disponibilizadas 301 vagas: 47 para delegados, 24 para escrivães e 230 para agentes. Segundo a Comissão Especial do Concurso, a princípio, haverá reserva de vagas para deficientes em todos os cargos, em razão da exigência da lei. Em relação às datas previstas para inscrições e demais etapas pertinentes acerca das convocações, por exemplo, estarão especificadas no edital. Quanto às datas de avaliações, as previsões poderão ser definidas apenas após revogação do decreto com restrições em virtude da pandemia. Já quanto à convocação, a previsão é que ocorra no ano de 2022.


14/09/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Concursos, Economia

Governo vai lançar sistema que permitirá home office de servidores após a pandemia

Disposto a manter boa parte dos servidores trabalhando de casa mesmo depois da pandemia de Covid-19, o governo de Jair Bolsonaro lança, nesta semana, o sistema que permitirá o acompanhamento e a gestão do trabalho remoto na administração pública federal.

O sistema, que listará as atividades e acompanhará a execução das metas de cada funcionário público, será apresentado pelo Ministério da Economia em live marcada para a terça-feira à tarde. Logo depois, estará disponível para instalação nos demais órgãos públicos.

Batizado de Sistema de Gestão de Pessoas por Resultados, o sistema digital que vai gerir as atividades dos servidores que aderirem ao teletrabalho de forma permanente está previsto na Instrução Normativa (IN) 65. Publicada no fim de julho com o intuito de definir as regras do trabalho remoto no funcionalismo público, a IN 65 determina que “o órgão que pretenda implementar o programa de gestão deverá utilizar sistema informatizado apropriado como ferramenta de apoio tecnológico para acompanhamento e controle do cumprimento de metas e alcance de resultados”.

Por isso, nas últimas semanas, a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia preparou um sistema que pode ser usado por todos os órgãos da administração pública federal, com base nos sistemas que já vinham sendo utilizados pela Controladoria-Geral da União (CGU) e pela Superintendência de Seguros Privados (Susep). Agora, a pasta vai oferecer o software, bem como a capacitação necessária à instalação e ao uso da ferramenta, ao restante da administração pública federal.

“O sistema vem para dar suporte ao programa de gestão que institui o teletrabalho e vai permitir que os órgãos meçam a produtividade por meio do acompanhamento das atividades, das metas e dos resultados do servidor”, conta a secretária-adjunta da Secretaria de Gestão (Seges), Elise Gonçalves. “Hoje, o trabalho só é avaliado pelo controle de frequência ou pelo registro de atividades em planilhas e formas rudimentares que inviabilizam o teletrabalho. Por isso, agora haverá um sistema informatizado, que vai fazer o acompanhamento desse trabalho com segurança e transparência”, explica.

A ideia é que, a partir do lançamento, ministérios, órgãos e autarquias federais que tenham interesse em lançar um regime permanente de teletrabalho façam a adesão ao sistema para dar início ao novo modo de trabalho. Elise conta que muitos órgãos já estão se preparando para isso, como a própria Secretaria de Gestão do Ministério da Economia e os ministérios do Meio Ambiente, da Cidadania e do Desenvolvimento Regional.

Passo a passo

A transição, porém, não será instantânea. É que a IN 65 também delimita o passo a passo que cada órgão precisa seguir para instituir esse novo modo de trabalho. Primeiro, o ministro da área deve aprovar a adesão ao teletrabalho na sua pasta, além de delimitar quais atividades poderão ser feitas dessa forma. Passada essa etapa, cada secretário vai definir as regras do teletrabalho na sua equipe. Essas regras serão publicadas no Diário Oficial da União, junto com a quantidade de vagas disponíveis para cada atividade, para que os servidores se candidatem às oportunidades e a pasta faça a seleção de quem vai ficar nessas vagas. Só aí, o teletrabalho e o novo sistema entram, de fato, em operação.

“Quem está no trabalho remoto forçado, por conta da pandemia, continua assim enquanto durarem as ordens do Ministério da Saúde. Só os órgãos que aderirem ao programa de gestão do teletrabalho vão migrar para esse novo sistema. Não é uma migração automática. Além disso, precisa ser discutido com o servidor. O servidor e o chefe precisam concordar, no sistema, com as entregas estabelecidas. Se as regras mudarem, os dois também têm que estar cientes e dar o ok no sistema”, ressalta a diretora do Departamento de Provimento e Movimentação de Pessoal da Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal, Luiza Roland.

O sistema, por sinal, vai listar todas as regras, as atividades e as metas de cada servidor. Segundo a IN 65, o servidor que aderir ao sistema de gestão do teletrabalho terá que assinar um plano de trabalho que conterá “as atividades a serem desenvolvidas com as respectivas metas a serem alcançadas expressas em horas equivalentes”. E esse plano de trabalho deve estar bem claro no sistema de gestão digital. A IN 65 fixa que o sistema terá o plano de trabalho e uma tabela de atividades que vai, não só apontar as atividades esperadas de cada servidor, mas, também, a faixa de complexidade, o tempo de execução, o ganho de produtividade e as entregas esperadas para essas atividades remotas. Além disso, o sistema contém mecanismos para que o servidor informe ao gestor a conclusão de cada atividade e para que o gestor avalie, em até 40 dias, a entrega desses resultados e o cumprimento dessas metas.

Luiza garante, contudo, que essas metas serão pautadas com transparência, já que precisam do aval do servidor para serem inseridas no sistema. E assegura que as atividades estarão de acordo com a natureza e a carga horária de cada função, pois serão definidas pelo chefe imediato do servidor. “Cada gestor vai definir suas regras. Não é uma ferramenta de imposição, mas de gestão. O gestor já tem essa prerrogativa. Por isso, vai ter uma ferramenta digital para fazer o que já faz, hoje, só que de uma forma diferente, remota”, argumenta.

Mudança de mentalidade

A diretora do Departamento de Provimento e Movimentação de Pessoal da Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal, Luiza Roland, garante que o governo está ciente de que os primeiros meses serão de adaptação ao novo sistema de trabalho. “A administração pública não está adaptada ao regime de trabalho por entrega. Então, pode ser que alguns secretários façam metas para duas semanas que, na verdade, vão levar um mês. Então, os primeiros seis meses serão de adaptação e de conversas para que o processo seja amadurecido”, afirmou.

Segundo a secretária-adjunta da Secretaria de Gestão (Seges), Elise Gonçalves, o sistema traz uma mudança de mentalidade para o serviço público. Afinal, permite que o trabalho do servidor seja medido por metas e entregas e não só pelo horário de bater o ponto. Por isso, também, poderá ser adotado por quem preferir manter o trabalho presencial, mas sem ser avaliado só pelo controle de frequência e, sim, pela entrega de atividades. E a expectativa do governo é de lançar, ao longo do processo, um portal da transparência que vai mostrar à sociedade as entregas do teletrabalho e os ganhos de produtividade auferidos com esse regime de trabalho na administração pública.

A secretária lembra que o teletrabalho não será imposto a nenhum órgão, nem a nenhum servidor. Esta será uma opção a mais de trabalho quando acabar o home office forçado da pandemia de covid-19. Porém, o regime tradicional de trabalho presencial também continuará em vigor, bem como um regime misto de trabalho remoto e presencial.

A expectativa, porém, é de que muitos órgãos adotem o teletrabalho de forma permanente e que muitos servidores também tenham interesse em aderir. Afinal, além de permitir que o servidor administre melhor o seu tempo, o teletrabalho pode permitir ganhos de produtividade e já tem trazido reduções expressivas nas contas do governo.

Gastos

O Ministério da Economia calcula que o governo federal já economizou R$ 692 milhões desde o início da pandemia em despesas administrativas como passagens aéreas, diárias, energia elétrica e impressão de documentos. E a previsão é de que boa parte dessa economia permaneça. Afinal, ao permitir que boa parte dos funcionários públicos continue trabalhando de casa, o governo ainda pretende rever o uso dos imóveis públicos e desocupar alguns prédios, reduzindo os gastos com aluguel, segurança, limpeza e manutenção predial.

O servidor, contudo, também precisa ficar atento a essa possibilidade. É que o plano de teletrabalho da administração pública federal prevê que, em casa, as despesas com internet, energia elétrica e telefone serão de responsabilidade do funcionário público. O servidor que optar pelo teletrabalho também não terá direito à contagem de horas extras e banco de horas, nem ao pagamento de auxílio-transporte. E o adicional noturno só será pago quando a atividade noturna for necessária e autorizada pela chefia imediata. (MB)


14/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Seap abre processo seletivo com mais de 50 vagas de trabalho destinadas a reeducandos na PB

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) abre nesta segunda-feira (14) um processo seletivo com 54 vagas de trabalho para reeducandos dos regimes semiaberto, aberto e livramento condicional, na Paraíba.

Para participar, os interessados devem comparecer ao novo endereço da Gerência Executiva de Ressocialização da Seap, na Rua Diogo Velho, nº 180, centro de João Pessoa, munidos de documento com foto e comprovante de residência até o dia 18 de setembro.

As vagas para Cehap, Cagepa, PBTUR e empresas privadas nas funções de pedreiro, auxiliar de pedreiro, auxiliar administrativo, auxiliar de logística e auxiliar de serviços gerais. Atualmente, 18 empresas têm convênios firmados com a Seap.


11/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Concursos e bolsas de pesquisa: RN conta com 746 vagas em aberto

Neste final de semana, o Portal N10 preparou lista com três certames locais que, juntos, somam 746 vagas em aberto, além de cadastro de reserva.

As prefeituras de Monte Alegre, Brejinho, Lagoa Salgada, Vera Cruz e São José de Mipibu, além da Câmara Municipal de São José de Mipibu, lançaram dois editais com 547 vagas para cargos de todos os níveis de escolaridade.

Já o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) traz 189 vagas de bolsas remuneradas de pesquisa. A escolha dos candidatos acontece mediante processo seletivo simplificado para a contratação de profissionais técnicos de nível superior.

Além disso, o concurso público que visa o preenchimento de vagas na Polícia Civil do Rio Grande do Norte está novamente em destaque. A delegada-geral da PC, Ana Cláudia Saraiva, anunciou que o concurso da Polícia Civil contará com 301 vagas e que o edital será publicado até 31/10. A informação foi confirmada pela governadora Fátima Bezerra (veja aqui).

Confira todos os detalhes logo abaixo:

Idema abre processo seletivo com 189 vagas

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), em parceria com a Fundação para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio Grande do Norte (FUNCITERN), anunciou processo seletivo simplificado para a contratação de profissionais técnicos de nível superior, a fim de atuarem como bolsistas de pesquisa e extensão junto ao projeto de fortalecimento institucional da gestão ambiental e territorial no âmbito do órgão ambiental.

O número total de bolsas disponibilizadas será de 189, cujas atividades devem ser desenvolvidas pelo período de até 12 (doze) meses, com a possibilidade de renovação.

Há oportunidades disponíveis nas seguintes áreas:  Administração (1), Direito (31), Arquitetura e Urbanismo (8), Engenharia Química (8), Ciência e Tecnologia (3), Engenharia Ambiental (8), Engenharia Civil ou Tecnólogo em Construção Civil (13), Engenharia Civil (1), Engenharia Elétrica (4), Engenharia Florestal (9),  Engenharia Mecânica (3), Engenharia de Minas (1), Engenharia de Petróleo e Gás (7), Geografia (12), Graduado na área de geociências ou ciências naturais (1), Geologia (9), Agronomia ou Engenharia Agronômica (12), Gestão Ambiental (10), Ciências Biológicas (35), Ecologia (6), Aquicultura ou Engenharia de Pesca (2), Pedagogia (3), Oceanografia (1), História, Arqueologia ou Antropologia (1).

Bolsas

As bolsas de pesquisa e extensão serão pagas observando os seguintes valores: a) Graduação: R$2.400,00 (dois mil e quatrocentos reais); b) Especialização R$2.700,00 (dois mil e setecentos reais); c) Mestrado R$2.900,00 (dois mil e novecentos reais); d) Doutorado: R$3.400,00 (três mil e quatrocentos reais).

Inscrição e Seleção

As inscrições deverão ser feitas via Internet, na área do candidato, através do preenchimento de formulário próprio disponibilizado no endereço eletrônico www.funcitern.org/selecaoidema, até o dia 12 de setembro. Os currículos serão avaliados com base na análise da formação acadêmica, de produção científica e das experiências profissionais do candidato que contribuam para a execução do projeto objeto do edital.

Prefeituras do Agreste: concurso para Guarda Municipal

É necessário que os profissionais interessados em concorrer tenham ensino médio completo. Há 57 oportunidades para o cargo de Guarda Municipal distribuídas das seguintes formas: Brejinho (12), Lagoa Salgada (12), Monte Alegre (8), São José do Mipibu (10) e Vera Cruz (15).

O salário base ofertado equivale a R$ 1.045,00 e a carga horária a ser cumprida é de 40 e 44 horas semanais.

Inscrições

As inscrições devem ser efetuadas exclusivamente no sítio eletrônico da FUNCERN (www.funcern.br), até o dia 08 de outubro de 2020. Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 100,00 (cem reais), a ser paga exclusivamente mediante boleto bancário emitido no ato da inscrição. Aplicação da prova objetiva está reagendada para o dia 25 de outubro.

O prazo de validade deste Concurso Público será de 02 (dois) anos contados a partir da data de homologação do Resultado Final, podendo ser prorrogado uma única vez, por mais 02 (dois) anos.

Agreste Potiguar: inscrições de concurso público com vagas nas Prefeituras

Ao todo, são 500 vagas distribuídas da seguinte maneira: prefeituras de Monte Alegre, Brejinho, Lagoa Salgada, Vera Cruz e São José de Mipibu, além de vagas para a Câmara Municipal de São José de Mipibu.

Oportunidades são para níveis fundamental, médio e superior. Salários variam de R$ 1.045,00 a R$ 2.803,46, com jornadas de 30 a 40 horas semanais de trabalho.

A taxa de inscrição é de R$ 80 para os cargos de nível fundamental, de R$ 100 para os cargos de nível médio e de R$ 120 para os cargos de nível superior. As inscrições estarão reabertas exclusivamente no sítio eletrônico da FUNCERN (www.funcern.br), até o dia 08 de outubro de 2020.

Vagas detalhadas

Prefeitura de Brejinho: Agente Comunitário de Saúde (2); Agente de Combate A Endemias (6); Professor Educação Infantil (13); Professor de Atendimento Educacional Especializado – AEE (3); Nutricionista (2); Bibliotecário (1); Assistente Social (4); Psicólogo (3); Auxiliar Administrativo (6); Enfermeiro (3); Técnico de Enfermagem (8); Técnico de Farmácia (2); Eletricista (1); Fiscal de Tributos (1). Como para Professores Ensino Fundamental – Anos Iniciais nas áreas de Pedagogia (13); Ciências Naturais (2); Geografia (1); Artes (2); História (2); Professor Ensino Fundamental – Anos Finais – Inglês (2); Educação Física (2); Ensino Religioso (1); Língua Portuguesa (2).

Prefeitura de Lagoa Salgada: Tratorista (2); Operador de Máquinas (2); Médico Veterinário (1); Orientador Social (4); Assistente Social (4); Psicólogo (2); Auxiliar Administrativo (6); Fiscal de Tributos (3); Professor Pedagogo (20); Professor de Língua Portuguesa (3); Professor de Língua Inglesa (2); Professor de Matemática (5); Professor de Ciências (3); Professor de História (3); Professor de Geografia (2); Professor de Educação Artística (2); Professor de Educação Física (5); Professor de Educação Especial (2); Professor de Ensino Religioso (1); Nutricionista (2); Psicólogo Escolar (1); Auxiliar Administrativo (15); Auxiliar De Biblioteca (2); Psicopedagogo (1); Auxiliar Administrativo (8).

Prefeitura de Monte Alegre: Professores de: Polivalente (134); Língua Portuguesa (4); Matemática (5); Ciências Naturais (4); História (3); Geografia (2); Professor de Língua Inglesa (4); Educação Física (4), além dos demais cargos de Psicólogo (4); Assistente Social (5); Professor de Artes (1); Agente Comunitário de Saúde (6); Agente de Combate as Endemias (4); Fisioterapeuta (3); Educador Físico (1); Farmacêutico Bioquímico (1); Técnico em Laboratório (1).

Prefeitura de Vera Cruz: Pedagogo (11); Professor de Língua Portuguesa (2); Professor de Ciências Naturais (2); Professor de História (3); Professor de Geografia (1); Professor de Língua Inglesa(2); Professor de Educação Física (2); Auxiliar Administrativo (23); Agente Comunitário de Saúde (6); Nutricionista (1); Psicólogo Cras (1); Agente de Endemias (3); Assistente Social (1); Educador Social (4); Bibliotecário (1); Fiscal de Tributos Municipal (2); Técnico de Informática (1); Arquivista (1); Agente de Fiscalização Ambiental (1); Professor de Ensino das Artes (2); Professor de Matemática (2);

Prefeitura de São José de Mipibu: Agente Fiscal de Tributos Municipais (2); Agente de Fiscalização Ambiental (2); Arquivista (1); Contador(1); Agente de Trânsito (5); Professor de Língua Portuguesa (1); Professor de Língua Inglesa (2); Professor de Educação Física (1); Professor de Geografia (1); Professor de História (1); Agente Comunitário de Saúde (20).

Câmara de São José de Mipibu: Agente Administrativo (13); Assessor Contábil (1); Assessor de Controle Interno (1); Assessor de Comunicação Social (1); Assessor de Informática (1); Assessor Jurídico (1); Assistente de Cerimonial (1); Assistente Legislativo (1); Auxiliar de Serviços Gerais – ASG (2).

Provas e demais detalhes

Provas objetivas estão agendadas para o dia 08 de novembro de 2020. O prazo de validade deste concurso público será de 02 (dois) anos contados a partir da data de publicação da homologação do Resultado Final, podendo ser prorrogado uma única vez, por mais 02 (dois) anos.


11/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

CP-CAP: Marinha do Brasil retifica Concurso Público com 56 vagas

Marinha do Brasil divulgou recentemente um documento de retificação referente ao Concurso Público para Admissão ao Curso de Formação para Ingresso no Corpo Auxiliar de Praças da Marinha (CP-CAP) em 2020, em que será realizado no Centro de Instrução Almirante Alexandrino (Ciaa) no Rio de Janeiro.

Segundo o documento (retificação I), houve uma atualização no conteúdo programático, podendo ser consultado na íntegra em nosso site.

Oportunidades

Ao todo são ofertadas 56 oportunidades, de níveis técnico, para a carreira militar, especificamente ao cargo de cabo do CAP. Confira as especialidades e, respectivamente, o quantitativo em cada:

  • Contabilidade: 8 vagas;
  • Eletrônica: 3 vagas;
  • Enfermagem: 5 vagas;
  • Estatística: 5 vagas;
  • Geodésia e Cartografia: 3 vagas;
  • Gráfica: 4 vagas;
  • Marcenaria: 4 vagas;
  • Mecânica: 4 vagas;
  • Metalurgia: 4 vagas;
  • Meteorologia: 4 vagas;
  • Motores: 4 vagas;
  • Processamento de Dados: 4 vagas;
  • Química: 4 vagas.

É necessário salientar que dentre o quantitativo total de oportunidades, 56 vagas, há aquelas reservadas para pessoas especificadas nos itens do edital de abertura.

Etapas de participação

Para concorrer, os interessados devem ter 18 anos completos e menos de 25 anos no primeiro dia do mês de janeiro de 2021, bem como altura mínima de 1,54m e a máxima é de 2m, além de estarem em dia com as obrigações militares e civis, .

As inscrições devem ser realizadas a partir das 9h do dia 9 de setembro, até às 23h59 (horário de Brasília/DF) do dia 28 deste mesmo mês, por meio do endereço eletrônico da Marinha do Brasilmediante ao pagamento da taxa de R$ 46,00, com possibilidade de solicitar a isenção entre os dias 9 e 18 de setembro de 2020.

Já como método de seleção, os concorrentes serão submetidos às seguintes etapas:

  • Provas escritas objetivas de conhecimentos profissionais, composto por questões (PO);
  • Redação; e
  • Verificação de dados biográficos (VDB);
  • Inspeção de saúde (IS);
  • Teste de aptidão física de ingresso (TAF-I);
  • Verificação de documentos (VD);
  • Avaliação psicológica (AP); e
  • Procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração (PH).

Em relação ao exame escrito-objetivo e a redação, a previsão é de que ocorra na segunda quinzena de dezembro de 2020, onde será aplicada nas cidades de Amapá – AP; Angra dos Reis – RJ; Aracaju – SE; Barra Bonita – SP; Belém – PA; Belo Horizonte – MG; Brasília – DF; Cuiabá – MT; Florianópolis – SC; Fortaleza – CE; Foz de Iguaçu – PR; Ilhéus – BA; Ladário – MS; Macaé – RJ; Maceió – AL; Manaus – AM; Natal – RN; Nova Friburgo – RJ; Olinda – PE; Palmas – TO; Paraíba – PB; Paranaguá – PR; Piauí – PI; Porto Alegre – RS; Porto Velho – RO; Rio de Janeiro – RJ; Rio Grande – RS; Salvador – BA; Santarém – PA; Santos – SP; São Francisco do Sul – SC; São José da Barra – MG; São Luís – MA; São Paulo – SP; São Pedro da Aldeia – RJ; Uruguaiana – RS; e Vila Velha – ES.

Por fim, depois da realização de todas as etapas de avaliação, a previsão de início do curso está marcado ao dia 8 de setembro de 2021, conforme determina o edital de abertura disponível em nosso site, de forma gratuita, com mais informações sobre o presente certame.


10/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Prefeitura de Timbaúba dos Batistas – RN realiza Processo Seletivo

Em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus, a Prefeitura de Timbaúba dos Batistas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, anuncia a realização de um novo Processo Seletivo, que tem por objetivo a contratação de profissional em caráter temporário.

Há uma vaga ofertada ao cargo de técnico em enfermagem, no qual é necessário que o candidato possua escolaridade em nível médio, com curso técnico na área, com capacitação em sala de vacina.

Ao ser contratado, o profissional deve exercer funções em regime de 40 horas semanais, referente a remuneração mensal no valor de R$ 1.045,00, acrescido de insalubridade.

Procedimentos para participação

Os interessados podem se inscrever no período de 9 a 11 de setembro de 2020, mediante envio da documentação estabelecida no edital, ao seguinte endereço de e-mail: seletivotimbauba@gmail.com.

Como forma de seleção, os candidatos serão avaliados mediante análise curricular, de acordo com os critérios de pontuação especificados no edital.

Vigência

O contrato será firmado pelo prazo de seis meses, improrrogáveis. No entanto, o Processo Seletivo terá validade de um ano, com possibilidade de prorrogação, uma única vez, por igual período.


08/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Cerca de 104 concursos estão com inscrições abertas para mais de 15,4 mil vagas nesta segunda

Pelo menos 104 concursos públicos estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (7), que somam mais de 15,4 mil vagas. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade.

O maior número de vagas em uma única seleção é oferecido pelo Ministério da Saúde – são 4.417 oportunidades de nível médio, técnico e superior. Lá, os salários chegam a R$ 11 mil. A prefeitura de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, continua com 1,1 mil vagas abertas, para todos os níveis de escolaridade, com salários de, até, R$ 1.587,38

Os salários ofertados podem chegar a R$ 16,5 mil na Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira – IMIP, na Bahia, que tem nove vagas em aberto para todos os níveis de escolaridades.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Cinco órgãos abrem inscrições nesta segunda e terça-feira

Dos 89 concursos abertos, dois começam a receber inscrições nesta segunda-feira (7). Outros três abrem na terça-feira (8), após o feriado. Veja abaixo os detalhes de cada um deles:

Secretaria de Política para as Mulheres da Bahia (BA)

  • Inscrições: até 14/09/2020
  • 9 vagas
  • Salários: até R$ 1.546,67
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Itaporanga (SP)

  • Inscrições: até 11/09/2020
  • 50 vagas
  • Salários: até R$ 6.717,30
  • Cargos de nível fundamental, médio, técnico e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Uberaba (MG)

  • Inscrições: até 08/10/2020
  • 111 vagas
  • Salários: até R$ 1.400,00
  • Cargos de nível médio
  • Veja o edital

Prefeitura de Florianópolis (SC)

  • Inscrições: até 08/10/2020
  • 145 vagas
  • Salários: até R$ 2.560,36
  • Cargos de nível fundamental
  • Veja o edital

Câmara de Caraguatatuba (SP)

  • Inscrições: até 08/10/2020
  • 42 vagas
  • Salários: até R$ 5.359,17
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

G1


07/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Câmara de Cabedelo – PB abre novo Concurso Público

Câmara Municipal de Cabedelo, no estado da Paraíba, anunciou um novo Concurso Público cujo objetivo é o preenchimento de 17 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior.

Dentre as vagas disponíveis estão os cargos de: Auxiliar Legislativo (5); Intérprete de Libras (2); Técnico Legislativo (6); Analista Legislativo (4). Vale ressaltar que dentre o total de vagas ofertadas, há aquelas voltadas à pessoas especificadas no edital.

Os profissionais que forem admitidos contarão com uma jornada de trabalho de 40 horas semanais e com um salário que varia entre R$ 3.003,00 a R$ 3.468,46.

Inscrições

As inscrições devem ser realizadas das 10h (horário local) do dia 25 de agosto até às 23h59 do dia 24 de setembro de 2020, exclusivamente, pelo site da CPCon.

O valor da taxa de inscrição varia de acordo com a escolaridade, de R$ 65,00 a R$ 105,00, e o pagamento poderá ser efetuado até dia 25 de setembro deste ano. Já os interessados em participar do processo de isenção do pagamento deverão solicitar por meio do site, a partir das 10h do dia 25 de agosto até as 23h59 do dia 4 de setembro.

Como método de seleção, os concorrentes serão submetidos à prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com datas previstas para as provas de nível fundamental no dia 25 de outubro de 2020 e para as de nível médio e superior no dia 1º de novembro do mesmo ano. O local da realização das provas ainda será divulgado.

Dito isto, o conteúdo programático consiste em:

  • Nível fundamental: língua portuguesa, matemática e conhecimentos gerais;
  • Nível médio: língua portuguesa, informática e conhecimentos específicos;
  • Nível superior: língua portuguesa, raciocínio lógico e conhecimentos específicos.

   


07/09/2020
Por Edilson Silva em Concursos

Idema/RN oferta 189 vagas para bolsistas com remuneração de até R$ 3,4 mil

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), em parceria com a Fundação para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio Grande do Norte (FUNCITERN), anuncia processo seletivo simplificado para a contratação de profissionais técnicos de nível superior, a fim de atuarem como bolsistas de pesquisa e extensão junto ao projeto de fortalecimento institucional da gestão ambiental e territorial no âmbito do órgão ambiental.

O número total de bolsas disponibilizadas será de 189, cujas atividades devem ser desenvolvidas pelo período de até 12 meses, com a possibilidade de renovação.

Há oportunidades disponíveis nas seguintes áreas:  Administração (1), Direito (31), Arquitetura e Urbanismo (8), Engenharia Química (8), Ciência e Tecnologia (3), Engenharia Ambiental (8), Engenharia Civil ou Tecnólogo em Construção Civil (13), Engenharia Civil (1), Engenharia Elétrica (4), Engenharia Florestal (9),  Engenharia Mecânica (3), Engenharia de Minas (1), Engenharia de Petróleo e Gás (7), Geografia (12), Graduado na área de geociências ou ciências naturais (1), Geologia (9), Agronomia ou Engenharia Agronômica (12), Gestão Ambiental (10), Ciências Biológicas (35), Ecologia (6), Aquicultura ou Engenharia de Pesca (2), Pedagogia (3), Oceanografia (1), História, Arqueologia ou Antropologia (1).

O diretor geral do Idema, Leon Aguiar, afirma que é por meio desse tipo de convênio que o Idema executa as atividades de Educação Ambiental, gestão das Unidades de Conservação da Natureza, auxilia no desenvolvimento de estudos e projetos ambientais para o Estado, monitora os recursos ambientais do nosso território, potencializa a fiscalização ambiental, assegura a proteção de nossa Zona Costeira, dos biomas Caatinga e Mata Atlântica, das nossas Áreas de Preservação Permanente, dos corpos d’água, monitora a qualidade do ar e das águas, e faz apoio ao licenciamento ambiental para o desenvolvimento econômico de forma sustentável, entre outros.

“O convênio tem como principal objetivo modernizar, trazer eficiência e fortalecer o Instituto, com base em corpo técnico qualificado para garantir a execução da Política Estadual do Meio Ambiente, em prol do desenvolvimento sustentável”, afirma.

Bolsas

As bolsas de pesquisa e extensão serão pagas observando os seguintes valores: a) Graduação: R$2.400,00 (dois mil e quatrocentos reais); b) Especialização R$2.700,00 (dois mil e setecentos reais); c) Mestrado R$2.900,00 (dois mil e novecentos reais); d) Doutorado: R$3.400,00 (três mil e quatrocentos reais).

Inscrição e Seleção

As inscrições deverão ser feitas via Internet, na área do candidato, através do preenchimento de formulário próprio disponibilizado no endereço eletrônico www.funcitern.org/selecaoidema, até o dia 12 de setembro. Os currículos serão avaliados com base na análise da formação acadêmica, de produção científica e das experiências profissionais do candidato que contribuam para a execução do projeto objeto do edital.

O resultado final do processo seletivo será publicado na Imprensa Oficial do Estado do Rio Grande do Norte, bem como nos endereços eletrônicos da FUNCITERN (www.funcitern.org/selecaoidema) e Idema/RN (www.idema.rn.gov.br).

Clique aqui para ter acesso ao edital


05/09/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Concursos, Política

Vai fazer concurso público? Saiba o que muda para novos servidores com a reforma administrativa

A reforma administrativa apresentada pelo governo federal acaba com um conjunto de benefícios de servidores públicos apontados como privilégios pela equipe econômica, a exemplo da progressão automática e licença-prêmio.

Além disso, permite a demissão de servidores por desempenho insuficiente. Os critérios para este desligamento, porém, só serão definidos em lei, após a aprovação da proposta de emenda à Constituição (PEC).

O texto abre caminho para facilitar a demissão de servidores atuais. Mas, mesmo com a aprovação da reforma, para que a medida seja posta em prática, será necessário regulamentar por meio de uma nova lei complementar.

Regras como licença-prêmio e aposentadoria compulsória como punição ficarão proibidas após a aprovação da proposta, assim como férias superiores a 30 dias. Segundo o Ministério da Economia, essas regras representam um distanciamento da realidade dos demais cidadãos, com “impacto injusto para sociedade, onerando as contas públicas”.

Confira os principais pontos da proposta:

Quem será afetado

  • A proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata da reforma administrativa é válida para os futuros servidores do Executivo, Legislativo e Judiciário, mas não atinge os chamados membros de Poder, como juízes, promotores e parlamentares. O texto foi feito dessa forma para evitar interferência do Poder Executivo sobre o Judiciário e o Legislativo.
  • Pela Constituição, os membros de Poder são regidos por normas que só podem ser alteradas por iniciativa de cada Poder. No caso do Judiciário, por exemplo, cabe ao Supremo Tribunal Federal (STF) propor a mudança.
  • A restrição, no entanto, não se aplica aos servidores dos Poderes. Dessa forma, um assistente administrativo de um tribunal federal, por exemplo, será afetado pelas novas regras, caso elas sejam aprovadas.

Contrato de trabalho

Como é hoje: Todos os servidores entram no Regime Jurídico Único, com regras como a estabilidade.

Como ficaria: Legislação passaria a ter cinco regimes de contratação: cargo típico de Estado, com estabilidade; vínculo por experiência; vínculo por prazo determinado (temporário); cargo por prazo indeterminado (sem estabilidade); e cargo de liderança e assessoramento, que substituiria funções de confiança.

Contratação de temporários

Como é hoje: Lei de 1993 regulamenta contratação de temporários, mas só em hipóteses específicas previstas na legislação, como ocorrência de desastres.

Como ficaria: Passaria a existir o vínculo por prazo determinado, com regras menos rígidas. A Constituição passaria a permitir medida com base apenas na natureza da necessidade, e não listaria situações específicas.

Estabilidade

Como é hoje: Todos os servidores que ingressam no funcionalismo por meio de concurso público têm direito à estabilidade após três anos de estágio probatório, no qual quase todos passam.

Como ficaria: A estabilidade seria restrita a profissionais das chamadas carreiras típicas de Estado, como auditores fiscais da Receita Federal, delegados da Polícia Federal, diplomatas, servidores da segurança pública, do Banco Central e das áreas de inteligência, além da magistratura e do Ministério Público. Estes teriam direito ao benefício após três anos. Demais carreiras, como professores, passariam a ser contratadas sem estabilidade.

Regras de demissão

Como é hoje: O servidor só pode ser demitido em caso de sentença judicial definitiva ou infração disciplinar. A demissão por mau desempenho está prevista na Constituição, mas nunca foi regulamentada, o que tem de ser feito por lei complementar, que exige maioria absoluta para ser aprovada.

Como ficaria: A reforma abre caminho para a demissão por “desempenho insuficiente”, já que, apesar de exigir uma regulamentação após a aprovação da PEC, esta poderia ser feira por meio de lei ordinária, que só precisa de maioria simples, abrangendo também os atuais servidores.

Servidores sem estabilidade poderiam ser demitidos mais facilmente, em regulamentação que também ainda seria apresentada. Ainda não foram estabelecidos os critérios de como seria feita a avaliação de desempenho nem por quem, se só pelo superior ou por um colegiado.

Estágio probatório

Como é hoje: Os servidores aprovados em concurso público entram no estágio probatório, já com vínculo de funcionário público, inclusive tomando posse. O estágio probatório dura três anos. Pode perder o trabalho por mau desempenho, mas só 0,2% é demitido nesse período de testes.

Como ficaria: O estágio seria substituído por vínculo de experiência, que passaria a ser mais uma etapa do concurso público. Na prática, quem estiver no vínculo de experiência não toma posse como servidor. Para quem entrar no novo contrato sem estabilidade, o vínculo de experiência levaria um ano. No caso das carreiras de Estado, seriam dois anos com vínculo de experiência e mais um ano de estágio.

Progressão automática

Como é hoje: Servidores progridem na carreira apenas pelo tempo de serviço, de forma automática. Essa regra está prevista nas legislações de cada carreira.

Como seria: O benefício passaria a ser proibido, e promoções só poderiam ser concedidas com base no mérito. As regras para basear esses critérios de avaliação serão definidas em projeto de lei.

Aumento retroativo

Como é hoje: É comum que, em negociações, reajustes firmados em um determinado mês sejam retroativos a meses anteriores, com base na data de cada categoria.

Como seria: Os reajustes seriam pagos a partir do mês em que forem concedidos. A medida só valeria para novos servidores. Ou seja, os servidores antigos continuariam a receber retroativo, e os novos não.

Licença-prêmio

Como é hoje: Foi extinto na União, mas ainda existe em 20 das 27 unidades da federação e permite que servidor saia de licença por três meses a cada cinco anos no cargo.

Como seria: Proposta incluiria na Constituição proibição para concessão do benefício. Valeria para todos os novos concursos, inclusive de estados e municípios, sem necessidade de regulamentação.

Acúmulo de cargos

Como é hoje: Servidores podem acumular dois cargos de professor, um cargo de professor com cargo de natureza técnica ou duas funções de profissional da saúde.

Como seria: Permite ao servidor acumular mais de um cargo, observada apenas a compatibilidade de horário. A exceção será para cargo típico de Estado. Neste caso, só para docência ou profissão de saúde será permitida a acumulação.

Criação e extinção de órgãos pelo presidente

Como é hoje: Presidente precisa de aval do Congresso, por meio de projeto de lei ou medida provisória, para fazer mudanças em órgãos, como fundir, criar ou extinguir autarquias.

Como seria: Fusão, extinção e criação de órgãos, inclusive ministérios, passariam a depender apenas de decreto do presidente da República, sem aval do Congresso.

Com informações do Globo




Facebook


Twitter