Jucurutuense que estava desaparecida há uma semana é encontrada no Ceará

 

Maria Damiana Ribeiro de Souza, popularmente conhecida por Biteca, que estava desaparecida há uma semana foi encontrada no estado do Ceará, segundo a Polícia Civil.

 

Os familiares relataram ao Blog Edilson Silva que ela foi encontrada no município de Parambu, que fica no interior do Ceará. Biteca foi acolhida na residência de um casal que informaram que fisicamente ela está bem, porém psicologicamente não.

 

Ao que tudo indica, passa bem, segundo informou o delegado.

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Filme do professor Saulo Medeiros é selecionado para Mostra de Cinema – Se Mostra Seridó

 

Blog Edilson Silva – O professor, Saulo Medeiros, entusiasta do cinema e diretor do projeto Curta Jucurutu, teve mais um filme premiado. Desta vez, o filme, O Pássaro Precisa Voar, foi selecionado para a Mostra Seridó, cuja exposição acontecerá neste dia 22 de junho, no Centro Cultural Adjunto Dias. A produção audiovisual conta a história de três artistas de rua, vindos da Argentina, que passaram por Jucurutu-RN, em 2023.

 

O Se Mostra Seridó é um novo caminho que se abre para promover e reconhecer talentos emergentes, com filmes inovadores e inspiradores que capturam a essência e o espírito do Seridó. Cineastas de todos os níveis são incentivados a participar.

 

 

Compartilhe aqui:

Inmet prevê fim do fenômeno El Niño neste mês e começo do La Ninã no segundo semestre do ano

 

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê que a próxima semana de junho vai ser marcada pela ocorrência de chuvas nas regiões Norte, Nordeste e Sul, com previsões de pancadas de chuvas que podem superar os 70 mm concentrados nos estados do Paraná e Santa Catarina. A região Norte também sofre com acumulado de chuvas, principalmente na região noroeste do Amazonas, Norte do Pará, em Roraima e região leste do Amapá. Já na região Nordeste, a previsão são pancadas de chuva na faixa leste que podem superar os 60 mm.

 

O Instituto aponta que com o fim do mês também se encerrará o fenômeno climático El Niño, que será substituído pelo La Niña. No Brasil, historicamente, períodos sob a influência do La Niña são associados com chuvas acima da média em áreas das regiões Norte e Nordeste, e chuvas abaixo da média nas regiões Centro-Oeste e Sul do país. Além disso, normalmente, são anos mais frios.

 

Já o El Niño é caracterizado pelo aquecimento anormal das águas do oceano Pacífico na sua porção equatorial. De junho de 2023 a abril de 2024, o El Niño influenciou no aumento das áreas de seca na Região Norte, que passou de fraca a extrema em algumas áreas, enquanto na Região Sul, as áreas com seca moderada a extrema desapareceram gradualmente. Na Região Nordeste ocorreram áreas com seca grave, que retrocederam a partir de março de 2024.

 

O El Niño também contribuiu ativamente para os eventos de inundação de excepcional magnitude no mês de maio, o que caracterizou o maior desastre já ocorrido no Rio Grande do Sul.

 

De acordo com boletim divulgado na última quarta-feira (12), o atual padrão observado de condições de temperatura da superfície do mar do oceano Pacífico equatorial indica valores próximos da média climatológica, apontando para o fim do fenômeno El Niño e a chegada do La Niña.

 

Portal R7

 

Compartilhe aqui:

Assembleia Legislativa do RN lança manual de boas práticas para combater discriminação

 

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, por meio da Procuradoria Especial da Mulher (Promulher), lança nos dias 18 e 26 de junho, às 9h30, o “Manual de Boas Práticas Comportamentais”. Os eventos de lançamento acontecerão no Auditório Cortez Pereira, o Plenarinho, e serão direcionados para chefes de setor e servidores do Legislativo.

 

O manual aborda diversas formas de discriminação, incluindo machismo, misoginia, capacitismo, gordofobia, etarismo, transfobia, lgbtfobia e racismo. O objetivo é criar mecanismos de prevenção e enfrentamento das diversas violências no âmbito institucional, promovendo um ambiente de trabalho mais seguro e respeitoso.

 

Para a elaboração do manual, a Assembleia Legislativa formou um grupo de trabalho com integrantes da Promulher e de outros setores da Casa, com apoio metodológico e edição da doutora em Direito Mariana de Siqueira, professora da UFRN e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB.

 

O presidente do Legislativo, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), ressaltou a importância do manual: “Aqui na Assembleia Legislativa somos uma equipe unida, comprometida com a transparência, a ética e o serviço público de qualidade, cientes que a prevenção e o enfrentamento de qualquer tipo de assédio e de discriminação são tarefas que ainda estão em construção. Com este manual, contamos com a colaboração de todos, servidores, gestores, deputados e da própria sociedade para difundir as boas práticas”.

 

Baseado nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU, o manual orienta sobre padrões comportamentais respeitosos, sustentáveis e dignos. Aborda temas como assédio moral e sexual, importunação sexual e violência política de gênero, apresentando conceitos, exemplos e canais de acolhimento às vítimas, além de possíveis ações de prevenção e repressão a condutas indesejadas.

 

O lançamento do Manual de Boas Práticas Comportamentais representa um passo significativo na promoção da igualdade e no combate à discriminação dentro da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, refletindo um compromisso contínuo com a transparência, ética e serviço público de qualidade.

 

Compartilhe aqui:

Metade dos brasileiros teme perder emprego para IA

 

Após a chegada das novas tecnologias de inteligência artificial (IA), muita gente tem observado essa inovação com admiração e preocupação. No caso do Brasil, metade dos brasileiros tem receio de perder o emprego para a IA. É o que revela a terceira edição da pesquisa “Monitor de Inteligência Artificial 2024”, do instituto Ipsos, publicada no começo de junho.

 

O levantamento analisou as percepções sobre a tecnologia em 32 países para criar uma média global das preocupações com a IA.

 

Para entender a dimensão da preocupação, o Brasil está entre os 10 países mais preocupados com a IA, com a média global acima de 36%, sendo a geração Z (nascidos a partir de 1995) e os millennials (nascidos entre 1980 e 1995) entre os grupos mais temerosos.

 

Na lista global, Indonésia (87%) e Tailândia (81%) lideram as preocupações sobre a tecnologia.

 

Confira alguns números sobre o Brasil:

 

  • 50% acreditam que pode ser substituído por uma IA no trabalho nos próximos cinco anos;
  • 67% dos brasileiros dizem que sabem o que é IA;
  • 26% dizem não ter domínio para definir a tecnologia;
  • 57% dizem que conhecem os produtos que usam a tecnologia;
  • 47% dos produtos de IA os deixam nervosos;
  • 56% dos brasileiros dizem que os produtos de IA os deixam empolgados e trazem mais benefícios do que desvantagens;
  • 67% dos entrevistados no país acreditam que a IA mudará a atual profissão no futuro;
  • 37% acreditam que a IA pode piorar a desinformação e 30% já pensa que a IA pode ajudar a combater a desinformação.

 

No país, o Ipsos entrevistou mil brasileiros, com idades entre 18 e 74 anos, nos dias 19 de abril e 3 de maio.

 

SBT News

 

Compartilhe aqui:

Comissão aprova punições para pessoas e empresas que discriminarem pessoas com autismo

 

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência aprovou proposta que prevê punições, como advertência e multa, para quem praticar, induzir ou incentivar atos discriminatórios contra pessoas com Transtorno de Espectro Autista (TEA).

 

O texto define discriminação contra pessoas com TEA como qualquer forma de distinção, recusa, restrição ou exclusão, inclusive por meio de comentários pejorativos, por ação ou omissão, presencialmente, por redes sociais ou veículos de comunicação.

 

As punições previstas são:

 

  • advertência por escrito e encaminhamento do infrator para participação em palestras educativas sobre o TEA;
  • multa de 1 salário mínimo no caso de pessoa física;
  • multa de 5 salários mínimos para empresas; e
  • suspensão de participar de licitações públicas.

O texto prevê ainda a responsabilização do agente público que, no exercício de suas funções, praticar um ou mais atos descritos no texto.

 

Internet

Em caso de publicação de qualquer conteúdo, impresso ou publicado em plataforma da internet, utilizando ou não as redes sociais, que represente discriminação contra pessoas com TEA, o material deverá ser retirado de imediato e os responsáveis punidos.

 

O texto aprovado é um substitutivo do relator, deputado Geraldo Resende (PSDB-MS), que optou por incluir as mudanças na Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, aperfeiçoando ainda aspectos de técnica legislativa da proposta original – Projeto de Lei 1758/22 deputado José Nelto (PP-GO).

 

Uma emenda aprovada pela comissão estabelece multas em dobro em caso de reincidência. “A emenda torna a aplicação da sanção administrativa mais justa e apropriada, além de estabelecer multas diferenciadas para infratores reincidentes”, reforçou o relator.

 

Próximos passos

O projeto será ainda analisado, em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

 

Compartilhe aqui:

Concurso Correios pode ter um novo edital a cada 5 anos; entenda!

 

Sem edital há mais de dez anos e sem poder contratar novos empregados, o objetivo da atual gestão é realizar concurso Correios com mais regularidade.

 

De acordo com o presidente da empresa, Fabiano Silva, a renovação do quadro é algo que precisa ser feito com rotina. Por isso, ele projeta novos editais a cada cinco anos.

 

“O objetivo nosso é, justamente, manter a empresa sempre atualizada. Vamos deixar sempre uma previsão de concurso público, pois ficamos desde 2011 sem concurso nos Correios, é muito tempo. É uma empresa que precisa de renovação nos quadros e a nossa ideia é que isso seja feito com rotina, que durante um período de cinco anos sempre se abra concurso público, para que a gente possa saber a real necessidade da empresa”, disse.

 

A fala do presidente foi registrada durante entrevista ao SBT News, no dia 6 de junho, quando confirmou que o novo concurso Correios terá cerca de 3 mil vagas.

 

Para se ter uma ideia, o último concurso dos Correios foi realizado em 2011. Portanto, são 13 anos sem edital para realizar a admissão de novos profissionais na área Operacional.

 

Essa falta de concurso tem elevado o déficit na empresa, que tem sido pauta recorrente do sindicato, inclusive tema de novas greves.

 

Segundo o presidente dos Correios, a carência atual é grande, sendo em torno de 4 a 5 mil pessoas que precisam ser contratadas.

 

Comece sua preparação para o concurso Correios. Tenha acesso a videoaulas, PDFs, questões e muito mais. Clique aqui e confira!

 

Concurso Correios terá edital em setembro

 

Conforme previsto no cronograma, o edital do novo concurso Correios, para a área Operacional, deve ser divulgado em setembro. A empresa, no entanto, deseja encurtar o prazo e não descarta antecipar a publicação.

 

Veja as previsões:

 

  • março a julho: planejamento do concurso e processo licitatório para a contratação da banca;
  • agosto: contratação da banca;
  • setembro: edital do concurso Correios; e
  • dezembro: início das contratações.

 

processo de escolha da banca já foi iniciado e está adiantado, podendo a empresa ser anunciada a qualquer momento.

 

A reportagem do Qconcursos Folha Dirigida apurou, com exclusividade, que, pelo menos, três instituições enviaram propostas para o concurso.

 

As empresas confirmadas, até o momento, foram: Cebraspe, Cesgranrio e Idecan.

 

Cebraspe tem um histórico ao seu favor, pois organizou o último concurso, de 2011. Já a Fundação Cesgranrio tem a preferência dos candidatos.

 

Recentemente, os Correios ratificaram o desejo de realizar as contratações ainda em 2024. O prazo também foi citado pelo presidente, na última entrevista.

 

“Estamos com o processo em andamento e a empresa já está sendo contratada, para fazer o certame todo. A previsão é que isso se finalize até agosto, essa contratação, e o edital seja lançado, e que as primeiras pessoas já sejam convocadas e chamadas ainda este ano”, disse.

 

Que tal dar um passo à frente no concurso Correios e aumentar as suas chances de ser aprovado: BAIXE O E-BOOK Planejamento de Estudos para os Correios! Tenha conteúdos exclusivos, como um planejamento exclusivo feito pelo Fernando Mesquita.

 

Compartilhe aqui:

Familiares buscam por mulher desaparecida desde quarta (12) em Jucurutu

 

Blog Edilson Silva – Maria Damiana Ribeiro de Souza, popularmente conhecida por Biteca, residente no município de Jucurutu/RN, está desaparecida deste quarta-feira, 12 de Junho de 2024.

 

Ela saiu para viajar e não foi mais localizada, nem tão pouco contactada.

 

Segundo moradores, teria sido vista pela última vez na rodoviária de Mossoró.

 

Amigos e familiares estão preocupados.

 

Informações que possam auxiliar nas buscas por Maria Damiana, podem ser repassadas nos telefones: (81) 9 9105 2866 ou no (84) 9 9625 3902.

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Pedra do Navio registrou 40 mm de chuva no começo de madrugada de sexta (14)

 

A madrugada de sexta, 14 de Junho, foi marcada com muita chuva no município de Jucurutu.

 

As precipitações foram registradas na cidade, no campo e em toda região por volta de 1h da manhã.

 

Jucurutu amanheceu com estradas molhadas, sob um céu nublado, temperaturas mais amenas e agradáveis.

 

De acordo com os pluviômetros dos moradores, a comunidade Pedra do Navio registrou 40 mm.

 

Compartilhe aqui:

Feira do Milho 2024 une tradição e cultura na Agricultura Familiar

 

Organizada há mais de 25 anos por feirantes, a famosa Feira do Milho já está montada para atender o público neste período junino. As vendas seguem até o dia 7 de julho, diariamente, das 5h às 20h. A feira acontece no Centro Administrativo, às margens da BR-101, próximo à Arena das Dunas e tem o apoio do Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf).

 

A Feira conta com agricultores comercializando milho-verde, e o valor da “mão de milho”, que é o equivalente a 50 unidades do produto, está custando R$40 reais. Além do milho-verde, a feira também conta com barracas de comidas típicas de São João e outros produtos diversos dos agricultores familiares, como frutas, verduras e queijos.

 

O milho vendido na feira vem de vários polos produtores no Rio Grande do Norte como Touros, São José de Mipibu, Vera Cruz, Pedro Velho, Santa Maria, São Paulo do Potengi e Ipanguaçu.

 

Com expectativa de movimentar R$ 2,5 milhões, Alexandre Lima, secretário da Sedraf, destaca a importância da feira para a Agricultura Familiar no Rio Grande do Norte: “A Feira do Milho é um evento crucial para os nossos agricultores familiares, pois proporciona uma oportunidade muito boa de comercialização direta com o consumidor, valorizando o trabalho e os produtos locais. Além disso, fortalece a economia rural e preserva uma tradição que é parte essencial da cultura potiguar”.

 

Cultura do milho

 

A origem do milho no Brasil se deriva dos povos originários do país. Porém, foi apenas com a chegada dos europeus no continente que o seu valor nutricional foi popularizado e a exploração comercial se intensificou. Hoje em dia, o milho é a segunda cultura mais cultivada no Brasil, ficando atrás apenas da Soja.

 

Com o passar do tempo foram aparecendo novos pratos à base do cereal, que hoje é um dos principais itens da mesa do nordestino: cuscuz, mingau, xerém, mungunzá, canjica, pamonha, pipoca, polenta, bolo, pão, e sorvete, por exemplo. O milho também está na composição de outros produtos industriais, como óleo de cozinha, bebidas alcoólicas e combustível.

 

Serviço:


Evento: Feira do Milho
Período: 10/06 a 07/07
Horário: 5h às 20h
Local: Centro Administrativo, às margens da BR-101, próximo ao Arena das Dunas

 

Compartilhe aqui:

Governo do RN anuncia concurso da educação; confira

 

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte anunciou, nesta quarta-feira (12), o concurso público para a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC). Serão oferecidas 598 vagas para professores e especialistas em Educação, reforçando o quadro de servidores efetivos.

 

Nesta terça-feira (11), a Secretaria de Estado da Administração (Sead) homologou a contratação da banca organizadora, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), responsável pela execução do concurso.

 

A publicação do ato de homologação está no Plano Nacional de Contratações Públicas (PNCP) e já está disponível no Diário Oficial do RN desta quarta.

 

Compartilhe aqui:

Vereadora Paula solicitou Sessão Solene em alusão aos 150 anos de fundação da Paróquia de Jucurutu

.
Blog Edilson Silva – Os 150 anos de fundação da Paróquia de São Sebastião e São Miguel de Jucurutu/RN, serão celebrados pela Câmara de Vereadores. A sessão solene foi proposta pela vereadora Paula Torres e para marcar a data deverá ocorrer em breve no Plenário da Casa.
.
Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Jucurutu, nesta terça-feira, 11, solicitei da presidência da Casa, que seja realizada uma sessão solene em comemoração pelos 150 anos da Paróquia de São Sebastião e São Miguel Arcanjo do nosso município. Por meio do Decreto Imperial número 707, de 01 de setembro de 1874, a população católica passou a contar com a presença permanente de um pároco para ministrar os sacramentos da igreja Católica no então povoado, que hoje se chama Jucurutu”, enfatizou a parlamentar.
.
Compartilhe aqui:

Senac RN abre edital para oferta de cursos gratuitos; saiba como se inscrever

 

O Senac RN lançou edital com oferta de 274 vagas gratuitas para cursos técnicos e livres nas áreas de gastronomia, tecnologia da informação, gestão, beleza, moda e comunicação. As inscrições terão início nesta quinta-feira (13) e seguem até o dia 23 de junho pelo site www.rn.senac.br.

 

As vagas estão disponíveis para cursos ofertados nas unidades de Natal, Mossoró, Assú e Caicó. Para concorrer a vaga, o candidato precisa atender aos requisitos do edital como, por exemplo, ter renda familiar per capta de até dois salários mínimos federais por pessoa e estar matriculado ou ser egresso da educação básica.

 

“Estamos levando para a população oportunidades únicas de qualificação profissional com a excelência do Senac, democratizando o acesso para quem deseja ingressar no mercado de trabalho”, destaca o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

 

Cursos

 

Um dos destaques do edital é a oferta de vagas em cursos técnicos, que se diferenciam por ser uma modalidade que exige um ensino mais aprofundado, com um maior tempo de duração. Ao todo, são 55 vagas bolsas nos cursos de Técnico em Desenvolvimento de Sistemas, Guia de Turismo e Podologia.

 

Para os cursos livres, com carga horária menor, estão disponíveis vagas para Administrador de Redes, Barbeiro, Programador Web, Editor de Vídeos, Fotógrafo, Gestão de Vendas, Cozinheiro, entre outros títulos.

 

Para o curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas, os candidatos inscrever neste curso, o candidatos selecionados serão convocados para a realização de uma prova objetiva de múltipla escolha. Após o resultado final, os aprovados estarão aptos para realizar a matrícula no curso.

 

Inscrições

 

As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição, obedecendo ao número de bolsas por curso. O resultado final da seleção, conforme classificação, será divulgado no dia 26 de junho no site do Senac RN. Havendo qualquer irregularidade nos documentos apresentados, o candidato será impedido de fazer a matrícula e a vaga será liberada para o próximo inscrito. O edital com todas as informações pode ser consultado no site www.rn.senac.br.

 

Serviço

 

Edital Cursos Gratuitos Senac RN
Inscrições: 13 a 23 de junho
Onde: www.rn.senac.br
Mais informações: www.rn.senac.br ou (84) 4005-1000

 

Compartilhe aqui:

Governo decide abrir multiprogramação de TV Digital para canais comerciais

 

Foi publicado nesta quarta-feira (12) o Decreto nº 12.051, assinado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que institui o recurso de multiprogramação para as detentoras de outorga para execução de serviço de radiodifusão de sons e imagens em tecnologia digital, com fins exclusivamente educativos ou de exploração comercial.

 

“Temos o compromisso de levar a TV Digital para todos os brasileiros, com mais opções de informação, cultura e entretenimento. A multiprogramação possibilita que o sinal dos canais seja utilizado de uma forma mais produtiva e racional”, disse o ministro das Comunicações, Juscelino Filho.

 

A multiprogramação possibilita ampliar a oferta de conteúdo à população de maneira mais econômica, permitindo que a transmissão em tecnologia digital divida um canal de televisão em faixas de programação simultâneas, podendo ser utilizadas por um mesmo radiodifusor ou de maneira compartilhada entre radiodifusores distintos. Assim, em um mesmo canal de radiofrequência e em uma única infraestrutura, é possível transmitir mais de uma programação.

 

Até então, apenas as emissoras públicas tinham permissão para utilizar a multiprogramação. Agora, será possível fomentar a inovação e o desenvolvimento de novos modelos de negócios no setor de radiodifusão, promovendo uma utilização mais eficiente da tecnologia digital, tanto para fins educacionais quanto para exploração comercial.

 

A multiprogramação oferece a possibilidade de se diversificar os conteúdos transmitidos e conta com um enorme potencial para a promoção da educação, por exemplo. Com a capacidade de transmitir múltiplos conteúdos simultaneamente, as emissoras podem dedicar faixas de programação específicas para essa finalidade. Isso inclui a transmissão de aulas, cursos, documentários educativos, programas de alfabetização e conteúdos voltados para a formação profissional.

 

Ainda, este recurso – que permite a transmissão simultânea de programações distintas -, promove um uso mais eficiente e diversificado do espectro de radiodifusão, focando em conteúdos educativos, científicos, tecnológicos, de inovação, cidadania e saúde.

 

Por MCom

 

Compartilhe aqui:

Enem: prazo para pedir atendimento especial vai até 14/6

 

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 que precisam solicitar atendimento especializado e tratamento social (se for o caso) devem fazê-lo até a próxima sexta-feira, 14 de junho, pela Página do Participante. O prazo é o mesmo para as inscrições. O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada à Pasta, ampliaram o período, que terminaria no dia 7 de junho 

 

O Inep aplicará as provas em 3 e 10 de novembro, nas 27 unidades da Federação. Para solicitar atendimento ou tratamento por nome social, assim como para se inscrever, é necessário acessar a Página do Participante com o Login Único do Gov.br. Quem não lembra a senha da conta pode recuperá-la a partir das orientações da própria plataforma. 

 

No que se refere ao nome social, não é preciso enviar documentos comprobatórios (uma novidade dessa edição). Travestis, transexuais ou transgêneros receberão esse tratamento automaticamente, de acordo com os dados cadastrados na Receita Federal. Nesse contexto, antes de fazer sua inscrição, o participante deverá verificar as informações pessoais junto à Receita e, se for o caso, atualizá-las. 

 

Orientações – O portal do Inep conta com uma página em que é possível encontrar as principais orientações para os participantes do Enem. Há também uma seção destinada às perguntas frequentes sobre o exame. Com isso, os interessados podem conferir os questionamentos mais comuns e os respectivos esclarecimentos. 

 

Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, o Enem se tornou a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (Prouni). 

 

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são usados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetro para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). 

 

Os resultados individuais do Enem também podem ser aproveitados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal. 

 

Assessoria Especial de Comunicação Social do MEC, com informações do Inep

 

Compartilhe aqui:

Menino com albinismo ocular ganha óculos e viraliza com reação; entenda a condição da criança

 

Brayan tem albinismo, condição genética caracterizada pela redução ou ausência da produção de melanina, que também afetou sua visão.

 

A reação de Brayan ao ganhar um óculos emocionou a web nesta semana. O momento publicado pela página Razões Para Acreditar mostra quando o pequeno consegue enxergar melhor o pai e os irmãos.

 

Em depoimento para a página, a mãe de Brayan, Maristela Vaz, conta que o filho foi diagnosticado com retina albina e por causa disso não enxergava direito.

 

Nem todo albino tem falhas na vista

 

Em entrevista ao Terra Você, a oftalmologista do CBV-Hospital de Olhos, Nubia Vanessa, e o oftalmologista Tiago César Pereira Ferreira, explicaram a condição que levou Brayan a ver o mundo com dificuldade.

 

Os especialistas contam que o albinismo ocular é uma condição genética caracterizada pela redução ou ausência de pigmentação na íris e na retina. Esta falta de pigmento resulta em várias anormalidades na visão devido ao desenvolvimento inadequado dos nervos ópticos e outras estruturas oculares.

 

De acordo com Nubia Vanessa, nem todas as pessoas com albinismo têm albinismo ocular. Porém, pessoas com albinismo oculocutâneo, que afeta pele, cabelo e olhos, também apresentam sintomas oculares. Em contrapartida, alguém pode ter albinismo ocular isoladamente, sem alterações na pele e cabelo.

 

Alguns dos sintomas do albinismo ocular incluem:

 

Baixa acuidade visual;

Fotofobia (sensibilidade à luz);

Nistagmo (movimentos involuntários dos olhos);

Estrabismo (alinhamento incorreto dos olhos);

Hipopigmentação da íris (cor muito clara que pode parecer translúcida).

 

Thiago César Pereira explica que o diagnóstico do albinismo ocular é feito por meio de uma combinação de exames clínicos e genéticos, como por exemplo:

 

Exame oftalmológico completo, com avaliação da acuidade visual;

Exame com lâmpada de fenda;

Exame de fundo de olho para observar a retina;

Eletrorretinograma, para avaliar a função das células da retina;

Exame de nistagmo, que observa os movimentos involuntários dos olhos;

Teste genético, para a identificação de mutações nos genes associados ao albinismo ocular.

 

O médico reforça que não há cura para o albinismo ocular, mas existem várias opções de tratamento para manejar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente.

 

Óculos e lentes de contato para ajudar na correção de erros refrativos, uso de lentes escuras para reduzir a fotofobia, exercícios oculares ou cirurgia para corrigir o desalinhamento dos olhos são algumas das opções.

 

A oftalmologista Nubia Vanessa conta que o prognóstico para pessoas com albinismo ocular varia, mas muitos conseguem levar vidas normais e ativas com o manejo adequado dos sintomas.

 

“A visão geralmente não se deteriora com o tempo devido à condição, embora permaneça limitada. Com suporte adequado, a maioria das pessoas com albinismo ocular pode alcançar um bom nível de independência e qualidade de vida”, afirma a especialista.

 

 

Terra

 

 

Compartilhe aqui:

Governo sanciona a criação de 180 cargos para o concurso público do IDEMA

 

O Governo do Rio Grande do Norte publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (11), a criação de 180 cargos de nível superior foram decretados e sancionados por meio da Lei Complementar Estadual n.º 751.

 

O salário inicial dos profissionais será de R$ 4.882,69 e pode chegar a R$ 7.655,42 por meio da progressão de carreira. Ainda não há previsão de uma data para realização do concurso público.

 

Das vagas sancionadas serão: 113 vagas para o cargo de Analista Ambiental, 27 para o cargo de Analista Administrativo e 40 para o cargo de Fiscal Ambiental.

 

Para cada uma das oportunidades, o profissional precisa ter diploma de curso superior ou habilitação equivalente com formação nas áreas indicadas. Além disso, nos casos especificados no edital normativo do concurso, registro em Conselho de Classe (se houver).

 

Confira a publicação na íntegra

 

Compartilhe aqui:

Mãe diz que bebê internado em hospital que usou embalagem de bolo como máscara de oxigênio estava ‘muito debilitado’

 

A mãe do bebê de três meses que foi internado com uma embalagem de bolo improvisada como máscara de oxigênio disse que ele chegou ao hospital em Santa Cruz (RN) “muito debilitado” . O bebê foi internado com suspeita de bronquiolite no sábado (8) e aguardava transferência para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

 

Segundo a mãe, Kadja Juliane, o bebê possui um quadro delicado de saúde. Ele tem hidrocefalia, usa uma bolsa de colostomia e também tem síndrome de Dandy-Walker, uma malformação no cérebro que pode causar problemas no desenvolvimento motor e aumento progressivo da cabeça.

 

Segundo a equipe da unidade, no sábado, ele estava com quadro de desconforto respiratório grave, congestão nasal, febre, rinorreia, vômitos e diarreia.

 

A prefeitura de Santa Cruz informou que o hospital não é referência em urgência materno infantil e que a médica plantonista usou a embalagem de bolo para montar um leito semi intensivo e atender a necessidade criança enquanto aguardava regulação para leito de UTI, que havia sido solicitado.

 

“Mesmo eles não tendo suporte para atender criança, eles fizeram de todo o possível pra atendê-lo”, disse Kadja Juliane, que afirmou que, apesar do improviso, o bebê “melhorou bastante”. “Ele é um bebê muito especial, precisa de muito cuidado. E, graças a Deus, o pior já passou”, disse a mãe.

 

O bebê foi transferido na manhã desta terça-feira (11) para Natal, onde passou a receber tratamento no Hospital Infantil Varela Santiago.

 

Improviso

 

Segundo o médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que atuou na transferência de Santa Cruz para Natal, o improviso feito com a embalagem de bolo melhorou as condições do bebê.

 

“São alguns improvisos que a gente precisa fazer. Realmente ajudou bastante o rapazinho a voltar a respirar bem, a ter uma boa penetração de oxigênio no pulmão. Foi fundamental para ajudar na recuperação dele”, disse o médico Francisco Júnior.

 

Segundo a família, pelo bebê ter um quadro de saúde delicado, aumentou o desespero para que ele conseguisse uma vaga de UTI de forma mais rápida, já que ele já teve outras intercorrências.

 

A mãe contou que a equipe médica se preocupou com a internação no hospital por ele não ser pediátrico. Segundo ela, havia medo de alguma infecção devido a estrutura inadequada.

 

O que diz o hospital

 

O hospital municipal de Santa Cruz, na região Agreste potiguar, se manifestou sobre o caso.

 

Em nota assinada pela direção técnica, a unidade de saúde informou que o paciente de 3 meses e 20 dias deu entrada no último sábado (8), com quadro de desconforto respiratório grave, congestão nasal, febre, rinorreia, vômitos e diarreia.

 

Ainda de acordo com o hospital, o bebê foi medicado e a equipe solicitou vaga de internamento em alguma unidade com UTI pediátrica. Porém, foi preciso usar o equipamento improvisado enquanto a transferência não ocorreu.

 

O paciente estava “clinicamente grave, mantendo quadro de desconforto respiratório e taquidispineia”, segundo a nota.

 

g1 RN

 

Compartilhe aqui:

Capacitismo: ALRN lança campanha com presença dos gêmeos Ângelo e Augusto

 

Quem vê o semblante tranquilo da pedagoga e funcionária pública aposentada Maria Luci Gomes Maia, nem imagina como foi a sua jornada a partir do nascimento dos gêmeos Ângelo e Augusto, 42 anos, até os dias atuais, quando eles estampam uma campanha anticapacitista para combater essa forma de preconceito e discriminação contra as pessoas com deficiência. A iniciativa, da Assembleia Legislativa do RN, conta também com a participação do influenciador e ativista anticapacitista potiguar, Ivan Baron.

 

O objetivo da campanha é promover a conscientização, inclusão e equidade para todas as pessoas com deficiência. O lançamento, pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), será nesta quarta-feira (12), às 9h, no auditório da ALRN, com a presença dos protagonistas, familiares, deputados, servidores e convidados, num evento aberto ao público.

 

“A Assembleia Legislativa lançar essa campanha com um tema tão importante e atual na área das pessoas com deficiência é de muita criatividade e sabedoria. As mães atípicas precisam dessas atitudes. Os desafios ao longo dos anos foram enormes, muito doloridos, porque naquela época vivemos muitos momentos de preconceito e não se falava em capacitismo, então não tínhamos o apoio de ninguém”, observa Luci Maia, mãe dos gêmeos.

 

Mais conhecida como Dona Luci, a mãe dos gêmeos autistas Ângelo e Augusto, conhecidos na internet e na cidade de Natal/RN pela doçura e pelos desafios que enfrentam, ganhou maior notabilidade pela luta em prol do bem-estar dos filhos.

 

Natural de Mossoró, a família chegou em Natal em 1987. Com a dificuldade de encontrar escolas que aceitassem crianças autistas, Luci resolveu fundar o Jardim Escola Dois Amores, em 1990, depois que os gêmeos passaram cerca de três anos sendo educados em casa. A mãe tentava manter o tempo dos meninos sempre ocupados. Repetia as palavras para tornar a fala deles funcional, mostrava gravuras em livros para que aprendessem o nome das coisas, dentre outras estratégias para atenuar a hiperatividade.

 

O que é capacitismo?

 

A palavra “capacitismo” significa a discriminação de pessoas com deficiência. Sua tradução para o inglês é ableism. O termo é pautado na construção social de um corpo padrão, sem deficiência, denominado como “normal” e da subestimação da capacidade e aptidão de pessoas em virtude de suas deficiências.

 

O capacitismo é considerado uma forma de preconceito, comumente vindo de pessoas sem deficiência, que pré-julgam a capacidade e habilidades das pessoas com deficiência com base apenas no que elas acreditam sobre aquela condição.

 

Foi pensando nisso que a Assembleia Legislativa, através da nova campanha, lançou uma http://cartilhacartilha

 

Compartilhe aqui: