18/08/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Saúde

HU confirma mais dois casos de malária na Paraíba; agora são 16

O Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, confirmou no final da tarde desta sexta-feira (16) mais dois casos de malária. De acordo com a unidade de saúde, duas mulheres residentes do mesmo bairro, Nova Canaã, localizado no município do Conde, foram hospitalizadas juntas há cinco dias.

Ainda segundo o HU, uma das pacientes, de 81 anos, teve o quadro agravado um dia após a internação e precisou ser encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela obteve melhora nesta sexta (16) e retornou para a Unidade de Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP).

Já a segunda paciente, de 27 anos, tem o estado de saúde considerado estável. As vítimas estão recebendo o tratamento contra a malária.

Esses são os 15º e 16º casos de malária registrados na Paraíba, sendo todas as vítimas residentes do Conde. Além deles, uma venezuelana, de 51 anos, também precisou receber tratamento no HULW. Esse caso, especificamente, é notificado como importado, uma vez em vista que ela não contraiu a doença no Estado.


28/07/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Homem arma rede e se deita no alto de antena telefônica, em Pombal, PB

Um homem armou uma rede e se deitou no alto de uma antiga antena telefônica, na cidade de Pombal, no Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, o homem sofre com problemas mentais e já repetiu essa ação mais de dez vezes.

O vídeo mostra o homem que escalou a antena, armou a rede e instantes depois é possível vê-lo se balançando tranquilamente na rede de dormir.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirá-lo da antena. Após conversarem com o homem os bombeiros conseguiram convencê-lo a descer.


28/05/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Policial

Homem tenta furtar celular de repórter do SBT que estava ao vivo no velório do cantor Gabriel Diniz

A Polícia Militar da Paraíba já apresentou na central de flagrantes o acusado de tentar furtar, na tarde desta terça-feira (28), a repórter do SBT Márcia Dantas, em João Pessoa.

Ele foi identificado como Geraldo Martins do Rio, de 48 anos, e tinha saído do presídio de Igarassu – PE no dia 21 deste mês, onde cumpria pena por receptação de objetos roubados ou furtados.

O crime contra a jornalista foi praticado quando a profissional fazia a transmissão da saída do cortejo do cantor Gabriel Diniz, no ginásio O Ronaldão, na capital paraibana. Com ajuda da população, a PM identificou e prendeu o acusado em flagrante.


28/05/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Comoção: Multidão acompanha sepultamento do cantor Gabriel Diniz

Milhares de pessoas acompanharam na tarde desta terça-feira (28) o sepultamento do cantor Gabriel Diniz que morreu na tarde de ontem vítima de um acidente aéreo no Estado de Sergipe.

O corpo foi colocado em um carro do Corpo de Bombeiros, percorreu várias ruas  e foi  acompanhado por uma multidão emocionada até o cemitério. Pelas ruas por onde o Cortejo passou as pessoas aplaudiam e gritavam o nome do cantor.

Todo um sistema de segurança no transito foi montado pela Superintendência de Mobilidade Urbana da Capital, (SEMOB). A Polícia Militar também esteve presente para garantir a segurança das pessoas que participavam do cortejo.

O corpo do cantor chegou ao Aeroporto Castro Pinto, em João Pessoa por volta das 3 horas da madrugada desta terça-feira e foi levado direto para o Ginásio de Esportes o Ronaldão, no bairro do Cristo, em João Pessoa, aonde foi velado.

Nas primeiras horas da manhã, o velório foi reservado para os familiares e amigos mais próximos e logo em seguida, aberto ao público. Até as 16 horas, horário em que o corpo deixou o Ronaldão com destino a um cemitério bairro José Américo para ser sepultado, milhares de pessoas passaram pelo local para dar o último adeus ao cantor que arrastou multidões no seus shows.

Cantores de renome nacional também compareceram ao velório e fizeram homenagens emocionantes ao cantor Gabriel Diniz a exemplo de Wesley Safadão e Mano Walter.

Foto: Juliny Barreto


27/05/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Gabriel Diniz será velado e enterrado em João Pessoa, na Paraíba

O cantor Gabriel Diniz, 28 anos, que morreu hoje em uma queda de avião em Sergipe, será velado e enterrado amanhã em João Pessoa, na Paraíba. A informação foi confirmada ao UOL pela assessoria de imprensa do artista. Ainda não há informações do horário e do endereço do velório e enterro, nem se ele será aberto ao público.

O avião em que estava o cantor na região de Porto do Mato, em Estância, a 66 km de Aracaju. Outros dois tripulantes que estavam estava a bordo também morreram. Um passaporte de Gabriel Diniz foi achado junto aos destroços.

Gabriel Diniz nasceu em 18 de outubro de 1990, em Campo Grande, no estado de Mato Grosso do Sul. Quando era adolescente, mudou-se para João Pessoa, na Paraíba, onde teve mais contato com a música e fez parte de vários grupos. Montou uma banda com amigos e também foi vocalista do Forró na Farra e Cavaleiros do Forró. O maior sucesso do cantor é o single “Jenifer”, que dominou as paradas de sucesso das rádios e streaming. “Não sou um artista de uma música só. Já tenho uma história antes e vou mostrar que tenho uma história depois”, disse ele em entrevista ao UOL em janeiro.

Uol


08/04/2019
Por Edilson Silva em Concursos, Paraíba

UEPB lança seleção para cargos com remuneração de R$ 3,4 mil

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou edital de Processo Seletivo Simplificado para o preenchimento de 10 vagas do quadro temporário para bibliotecários nos campi de Campina Grande, Monteiro e Patos.

As inscrições estarão abertas entre os dias 10 e 21 de abril e serão realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.brVeja aqui o edital. A remuneração é de R$ 3.396,43 para um regime de trabalho de 40 horas semanais.

São requisitos mínimos exigidos dos candidatos a comprovação de curso superior em Biblioteconomia e registro no Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB). A execução do Processo Seletivo será de responsabilidade da Comissão Permanente de Concursos (CPCON), que o efetivará em duas fases distintas.

A primeira constará de prova escrita objetiva de caráter eliminatório e classificatório, nas áreas de Português, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos, a ser realizada no dia 5 de maio.

A segunda fase constará de Prova de Títulos de caráter classificatório, os quais deverão ser encaminhados pelos candidatos convocados através de fotocópias autenticadas à CPCON, presencialmente ou por Sedex, entre os dias 15 e 17 de maio. O resultado final da seleção será divulgado no dia 30 de maio.

Outras informações podem ser obtidas através do e-mail cpcon@uepb.edu.br ou pelos telefones (83) 3315-3368 / 3405. Confira AQUI o edital completo.


08/04/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Chuvas fazem seis açudes sangrarem na PB

Levantamento divulgado, nesta segunda-feira (8), pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa-PB) mostrou que seis açudes sangraram e estão com o volume máximo de suas capacidades no estado. Por outro lado, a situação é considerada crítica em outros 24 reservatórios, cujos volumes totais não passam de menos de 5%.

Dentre os açudes que transbordaram, estão o de Cafundó, em Serra Grande; Emas, no município de mesmo nome; Farinha, na cidade de Patos; Olho d’Água, em Mari; Pimenta em São José de Caiana e São Salvador, em Sapé.

O açude da Farinha, por exemplo, sangrou nesse domingo (7). Nesta segunda (8), o reservatório estava com 102,92%  de sua capacidade máxima, que é de quase 26 milhões de metros cúbicos.

Outro açude que sangrou nesse domingo foi o de Olho d’Água, em Mari. O reservatório está com 100% de seu volume máximo.

Por Portal Correio


06/04/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Barragem rompe e água invade casas no Sertão da Paraíba

Uma barragem de pequeno porte rompeu e a água inundou, nessa quinta-feira (4), 12 casas que ficam no município de Catingueira, no Sertão paraibano, a 359 quilômetros de João Pessoa.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil do Estado, George Sabóia, a barragem não suportou o volume das chuvas da região nos últimos dias.

Com o rompimento, a água invadiu as casas e deixou prejuízos materiais. As famílias precisaram ser retiradas do local e foram levadas para casas alugadas pela prefeitura.


01/04/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Chuva de até 170 mm enche açudes e barragens na Paraíba

Diversos municípios paraibanos das regiões do Sertão, Alto Sertão e Cariri foram banhados por fortes chuvas na noite deste sábado (30). O maior índice pluviométrico aconteceu no município de Cachoeira dos Índios, na divisa com o Estado do Ceará, onde em algumas comunidades foram registradas chuvas de até 170mm.

Em outros municípios da região do sertão também foram registradas fortes chuvas. Em Itaporanga; 119mm, Cacimba de Areia; 134mm, São José de Piranhas; 110mm, Aparecida; 97mm, Sousa; 95,3mm. Na região das Espinharas também foram registradas fortes chuvas na noite deste sábado. Em Patos: 112,0 mm.  Catingueira; 120,0 mm, Santa Teresinha: 132,1 mm, Areia de Baraúnas: 80,4 mm, São José do Bonfim: 92,5 mm. Também há registros de fortes chuvas na região do Cariri. Em Amparo: 158mm, Monteiro: 100mm, Ouro Velho: 91,3mm, e em Prata a chuva foi de 110mm.


03/03/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Volta a chover na região e o Rio Farinha amanhece em nova cheia

Na noite de ontem (sábado, 02) choveu bem na região de Passagem e em outros municípios da região e o Rio Farinha amanheceu em nova cheia neste domingo, 03, levando água para a Barragem da Farinha.

Veja imagens feitas no município de Cacimba de Areia – (Foto: Pascoal Medeiros):


26/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Mais de 400 agricultores podem irrigar com água do Boqueirão

A Agência Nacional de Águas (ANA) liberou, neste mês de fevereiro, 403 agricultores paraibanos para usar água do Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, na irrigação de suas plantações. No entanto, os usuários regularizados devem seguir algumas regras. De acordo com a ANA só é possível irrigar uma área de até cinco mil metros quadrados e para plantios de subsistência principalmente de pimentão, cebola e feijão.

Com este trabalho de regularização com o cadastro dos usuários no Sistema Federal de Regulação e Uso (REGLA), quem utiliza os recursos hídricos têm maior garantia de água para irrigar suas culturas e passa a captar a água de forma regular. A partir do conhecimento mais preciso das demandas pelo recurso, a ANA passa a ter condições de fazer uma gestão mais eficaz dos recursos hídricos da região. As águas do açude de Boqueirão são de domínio da União e reguladas pela Agência Nacional de Águas.

Em 9 novembro de 2018, a ANA e a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) publicaram a Resolução Conjunta nº 87/2018 com objetivo de garantir a subsistência dos agricultores que usam águas superficiais ou subterrâneas nas proximidades do açude Boqueirão e no Rio Paraíba e durante a fase de pré-operação do Projeto de Integração do São Francisco (PISF). Devido a este documento, que alterou as regras para emissão de outorgas de direito de uso de recursos hídricos na região, a ANA vem regularizando usuários do reservatório.

As regras

As regras da Resolução Conjunta abrangem todo o Sistema Rio Paraíba-Boqueirão, que inclui as águas superficiais e subterrâneas do rio Paraíba; do deságue do Eixo Leste do PISF, em Monteiro, até o açude de Boqueirão, durante a fase de pré-operação da transposição do São Francisco. Quando o empreendimento entrar em operação, será editada uma resolução específica.

De acordo com a Resolução, o uso da água do Sistema fica restrito ao consumo humano, matar a sede de animais e atividades de subsistência – captações para outros usos estão suspensas, inclusive nos reservatórios São José II, Poções e Camalaú. Segundo as regras definidas pelas agências reguladoras, a água da região somente poderá ser usada em sistemas de irrigação localizada (microaspersão e gotejamento) e a área de cultivo no açude Boqueirão e ao longo do rio Paraíba ficará limitada a 250 hectares para cada um destes trechos.

Para as finalidades permitidas, cada usuário de água pode captar um volume máximo diário de 25.920 litros ou uma vazão necessária ao cultivo de até 0,5 hectare. Outra limitação diz respeito ao tempo de captação, que poderá ser de até 8,5 horas por dia e de preferência no horário de tarifa verde de energia elétrica, aplicada quando o consumo de energia elétrica é menor. Também estão proibidas culturas de ciclo longo, exceto para produção de mudas e pastagem. A Resolução Conjunta só autoriza as culturas temporárias.

Autorização da ANA

Todos estes usos só serão permitidos com autorização prévia da ANA, em águas da União, como o açude Boqueirão. Para utilizar as águas do rio Paraíba entre o portal do PISF e o limite da bacia hidráulica do açude Boqueirão, que fica no Sítio Jacaré, em Cabeceiras e Barra de São Miguel, os usuários terão que solicitar autorização prévia junto à Aesa. Para que o açude de Boqueirão possa liberar água para o Rio Paraíba com finalidades de consumo humano ou dessedentação animal, será necessária uma avaliação dos volumes armazenados no reservatório pela ANA e pela Aesa.

Com as condições de uso estabelecidas pelas duas agências reguladoras, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (CAGEPA) fica autorizada a captar a vazão média mensal de 1.300 litros por segundo no Boqueirão para abastecer os Sistemas Cariri e Campina Grande, sendo esta a maior cidade da região com cerca de 407 mil habitantes segundo estimativa de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Por Portal Correio


26/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Após chuvas, açude de Coremas recebe mais de 2,6 milhões m³ de água

O açude de Coremas, maior reservatório de água da Paraíba, localizado no município de mesmo nome, no Sertão do estado, recebeu uma recarga de 2.615.811 m³ neste último fim de semana, após as chuvas registradas na região. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Apesar da recarga significativa, o reservatório está em situação de observação, com 9,41% da capacidade total.

Ainda com base nos dados da Aesa, o reservatório passou de um volume de 53.050.784 m³, na última sexta-feira (22), para 55.666.595 m³ nesta segunda-feira (25). A capacidade total do açude de Coremas é de armazenar 591.646.222 m³ de água.

Segundo a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, a previsão é de que o reservatório receba ainda mais água nos próximos meses, uma vez que é comum a incidência de chuvas na região entre fevereiro e maio.


18/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Barragem da Farinha segue pegando água

A Barragem da Farinha continua pegando recarga depois das últimas chuva na região.

Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA) a  Barragem da Farinha está com 24,58% de sua capacidade, mas esses dados são de ontem (domingo, 17), ou seja, a porcentagem precisa ser atualizada, pois muita água entrou na Barragem da Farinha de ontem para hoje.

No começo de fevereiro a imprensa de Patos divulgou que a Farinha havia pego mais de 12 milhões de m³ d’água em três dias, mas pelos dados divulgados nos últimos dias, tratou-se de um engano. Na verdade a Farinha tem neste momento 6.326.011 m³ d’água e a sua capacidade de armazenamento é de 25.738.500 m³.

Folha Patoense com informações da AESA


18/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Maior açude da Paraíba pega 28 centímetros d’água nas últimas 48 horas

O secretário de Meio Ambiente, Pesca e Recursos Hídricos de Coremas, José Albertino, informou que o Açude de Coremas, pegou 28 centímetros d’água nas últimas 48 horas. Foram 15 centímetros do sábado, 16, para o domingo, 17; e mais 13 centímetros do domingo para esta segunda-feira, 18.

O Açude de Coremas tem capacidade para armazenar 591.646.222 m³ d’água e, segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas, está com 8,58% (o dado é de ontem, ou seja, essa recarga das últimas 24 horas não fora ainda atualizada).

O manancial abastece dezenas de cidades  e é importantíssimo para a agricultura e a pesca da região.

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

Foto:José Albertino


16/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Raio cai em escola em Santa Luzia e queima diversos equipamentos eletrônicos

Um raio caiu na tarde desta sexta feira, 15, na Escola Cidadã Integral Pe. Jerônimo, em Santa Luzia, e queimou uma grande parte dos equipamentos eletrônicos.

A direção da Escola não soube informar a dimensão do estrago.

Segundo a diretora, dois funcionários sofreram um choque no momento em que o raio caiu sobre o prédio e algumas telhas foram quebradas.

Apesar do choque eles sofreram, a direção informou que ninguém ficou ferido. A coordenação da 6ª regional de Educação em Patos já foi informada do fato e na próxima segunda-feira, 18, tomará as providências com a reposição de alguns equipamentos.


16/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Chuva de 170 mm transborda Canal do Estreito, inunda ruas e invade casas em Sousa; veja fotos

Uma forte chuva iniciada por volta das 2h30 causou transtornos na madrugada deste sábado (16) na cidade de Sousa, Sertão da Paraíba. Segundo dados do DNOCS e da EMPAER, a precipitação pluviométrica foi de 170,4 milímetros.

Depois de muitos anos, o Canal do Estreito, que corta a cidade, transbordou. A água também inundou ruas e invadiu casas em vários bairros.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os locais mais afetados foram o Jardim Sorrilândia III e o Raquel Gadelha. Os militares também receberam um chamado dando conta que um muro do SESI desabou.

Veja nas fotos do Se Liga PB:


13/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba

Dia começa com chuvas e trovoadas e Inmet prorroga alerta para incidentes

João Pessoa amanheceu sob chuva e muitos trovões nesta quarta-feira (13), como já era previsto pelos meteorologistas não só para a Capital, mas para quase todo o estado. A expectativa é de que siga dessa forma pelas próximas horas desta quarta-feira (13).

O alerta para riscos, como deslizamentos foi prorrogado, conforme mostra atualização feita nesta manhã pelo Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul (Alert-AS), que é vinculado ao Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

O novo aviso para acumulado de chuva vale para toda a Paraíba, até a 0h59 desta quinta-feira (14). De acordo com os estudos, as chuvas podem atingir até 50 milímetros por dia. Por conta desse volume, existe risco de alagamentos e deslizamentos.

Orientações

Especialistas orientam que a população evite enfrentar o mau tempo e observe possíveis alterações em encostas. Também é recomendado evitar o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Em caso de emergências, devem ser acionadas a Defesa Civil (telefone 199 para todo o estado) ou o Corpo de Bombeiros (193). Em João Pessoa, a Defesa Civil municipal atende 24 horas no telefone 0800 285 9020.

Trânsito

Houve pontos de alagamento e trânsito lento em algumas localidades de João Pessoa. Imagens divulgadas em grupos no WhatsApp mostram parte dos transtornos causados em áreas próximas à Avenida Epitácio Pessoa.

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou que suspendeu a circulação dos trens por causa de alagamento nas linhas. Não há previsão para retorno das atividades.

Fonte: Portal Correio


07/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

PB está em alerta para fortes chuvas e ventos de 60 km/h

Conforme aviso do Inmet, há risco queda de árvores, alagamentos, ocorrência de raios e corte de energia elétrica

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou que todo o estado da Paraíba deve ficar em alerta para fortes chuvas até a 0h59 desta quinta-feira (7). Conforme o aviso, há risco queda de árvores, alagamentos, ocorrência de raios e corte de energia elétrica.


07/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Na Paraíba, carros boiam após ruas ficarem alagadas

As fortes chuvas, registradas durante todo o dia, deixaram ruas da Capital totalmente alagadas na tarde desta quarta-feira (6). No popular Mercado da Torre, local que fica próximo ao centro, carros foram flagrados boiando nas vias.

Nas imagens flagradas no vídeo a seguir, os moradores se juntaram para conseguir impedir que o automóvel fosse levado pela correnteza da água.

O caos também foi registrado no Centro de João Pessoa, que ficou parcialmente sem energia, após um raio atingir os postes de energia elétrica da região.

Em uma das avenidas mais movimentadas, a João Machado, os semáforos ficaram sem funcionar e o trânsito parou, gerando congestionamento.


19/01/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Em 18 dias, Sousa na Paraíba ultrapassa média de chuvas para o mês

A cidade de Sousa, a 438 km de João Pessoa, no Sertão da Paraíba é a que mais choveu no estado desde o começo de 2019. O índice de chuvas registrado pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) é de 115,5 milímetros (mm), 13% a mais que a média do mês, que é de 99,5 mm. Na na noite dessa quinta (17),

O temporal derrubou árvores e arrancou telhados, que atingiram a rede elétrica, provocando a interrupção no fornecimento de energia. Segundo a Energisa, cerca de 15 cidades foram afetadas e, num primeiro momento, o abastecimento ficou comprometido para quase 38 mil clientes.

A Energisa informou que o fenômeno atípico para a região fez com que o número de ocorrências saltasse de 25/dia para 160. Após o atendimento das equipes, o restabelecimento em algumas áreas foi possível já a partir das 22h50 e, para as demais, de forma gradativa. Nesta sexta (18), as equipes trabalham para atender casos pontuais e, no fim de semana, haverá reforço de 200% no número de equipes de plantão.

“A Energisa reforça o compromisso com seus clientes, buscando oferecer diariamente um serviço de qualidade e de forma constante, gerando conforto e segurança para os paraibanos, em todo o estado”, disse a concessionária.

Fecham a lista de mais chuvosas nos primeiros 18 dias do ano as cidades de Riacho dos Cavalos (80,9 mm), Aguiar (49,2 mm), Catolé do Rocha (40,9 mm), Mato Grosso (39,5 mm), Vista Serrana (35 mm), Aparecida (36,5 mm), Vieirópolis (34,4 mm) e Itaporanga (33 mm).

Segundo a Aesa, as chuvas neste período do ano são normais. “A combinação da temperatura elevada com a umidade que estava alta desenvolve nuvens intensas. Esse tipo de nuvens vem acompanhado de trovões, relâmpagos e ventania. É bem comum nesta época do ano”, explica a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira.

Correio do Seridó




Facebook


Twitter