17/11/2017
Por Edilson Silva em Política

Condenado: Bolsonaro terá de pagar R$ 100 mil a Maria do Rosário, decide STJ

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça manteve a condenação do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) a indenizar a deputada Maria do Rosário (PT-RS) em R$ 100 mil por dizer que não a “estupraria” porque ela “não merece”, “é muito ruim”, “é muito feia”. O colegiado negou embargos do parlamentar, que deu as declarações durante entrevista.

Bolsonaro afirmou publicamente, na Câmara do Deputados, em vídeo postado em sua página pessoal no YouTube e em entrevista ao jornal Zero Hora, que não estupraria Maria do Rosário pois ela não mereceria, “porque ela é muito ruim, porque ela é muito feia, não faz meu gênero, jamais a estupraria. Eu não sou estuprador, mas, se fosse, não iria estuprar, porque não merece”

Em primeiro grau, a sentença condenou Bolsonaro a indenizar a deputada em R$ 10 mil e a postar a decisão em sua página oficial no YouTube, sob pena de multa diária. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal determinou a publicação da retratação de Bolsonaro em jornal de grande circulação, em sua página oficial no Facebook e em sua página no YouTube. As informações são da Agência Estado.

Em recurso ao STJ, Bolsonaro alegou que não poderia ser responsabilizado por seu discurso, por estar coberto pela imunidade parlamentar, visto que a fala foi proferida no plenário da Câmara do Deputados e que a entrevista foi concedida dentro de seu gabinete parlamentar.

A ministra Nancy Andrighi, relatora do recurso, afirmou que a imunidade parlamentar é uma “garantia constitucional, e não privilégio pessoal”.

A ministra explicou que a imunidade não é absoluta, pois, conforme a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), a inviolabilidade dos deputados federais e senadores por opiniões, palavras e votos, prevista no artigo 53 da Constituição Federal, é inaplicável a crimes contra a honra cometidos em situação que não guarda relação com o exercício do mandato.

De acordo com a ministra, a ofensa feita por Bolsonaro, segundo a qual Maria do Rosário “não ‘mereceria’ ser vítima de estupro, em razão de seus dotes físicos e intelectuais, não guarda nenhuma relação com o mandato legislativo do recorrente”.

Bolsonaro impetrou embargos contra a decisão da ministra relatora alegando “omissões”.

“Assevera, ainda, contradição na conclusão do acórdão embargado de que as ofensas foram veiculadas por meio da imprensa e da internet, ao argumento de que o STF possui entendimentos jurisprudenciais acerca do manto absoluto da imunidade parlamentar material que acoberta as manifestações proferidas no interior do parlamento, mesmo que em entrevistas”, afirma.

Ao negar os embargos, a ministra criticou o uso do recurso judicial para tentar rever o mérito, questão já apreciada pela Corte.

“A rigor, as questões apontadas pelo embargante não constituem pontos omissos ou contraditórios do julgado, mas mero inconformismo com os fundamentos adotados no acórdão embargado. Na verdade, revela-se nítida a pretensão do embargante de valer-se dos embargos de declaração para rediscutir matéria já decidida, fazendo com que prevaleça o seu entendimento sobre o tema, intuito esse incompatível com a natureza deste recurso”, anotou Nancy.


16/11/2017
Por Edilson Silva em Política

Brasil: “Os políticos estão colocando este país no caminho da Intervenção Militar”

A frase do professor Milton, em entrevista à Rádio Band RS.

Veja:


16/11/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Corrupção: Sorveteria virou “serviços médicos” em fraude da saúde no Maranhão, diz PF

Operação Pegadores, quinta fase da Operação Sermão aos Peixes, deflagrada nesta quinta-feira, 16, revela que até sorveteria virou uma empresa especializada na gestão de serviços médicos no milionário esquema de fraudes contra a saúde no Maranhão.

Os investigadores descobriram que a casa de gelados, “da noite para o dia”, em fevereiro de 2015, passou por um processo de transformação jurídica e foi utilizada para a emissão de notas fiscais frias que permitiram o desvio de R$ 1.254.409,37. Além da sorveteria, outras empresas de fachada foram usadas para viabilizar fraudes e desvio de verbas públicas na contratação e pagamento de pessoal.

A Pegadores, ação em parceria da Polícia Federal, Receita, Procuradoria e Controladoria-Geral da União, está nas ruas desde cedo nesta quinta, 16, para cumprimento de 45 mandados judiciais, expedidos pela 1.ª Vara Criminal da Justiça Federal do Maranhão, dos quais 17 de prisão temporária e 28 de busca e apreensão – um endereço vasculhado pelos agentes é a sede da Secretaria da Saúde do Maranhão.


16/11/2017
Por Edilson Silva em Parelhas

Gerente do SEBRAE afirma que FENEPAR é resultado da força empreendedora do povo de Parelhas

A FENEPAR – Feira de Negócios de Parelhas teve sua abertura oficial nesta quarta-feira (15). O evento, que seria iniciado na noite anterior (14), recebeu recomendações do Corpo de Bombeiros para que os stands mudassem sua localização, dentro do Clube Acampar. A organização do evento trabalhou durante toda a madrugada para atender a recomendação, garantindo o início da Feira de Negócios.

Para Rejane Assis, coordenadora da FENEPAR, o desafio foi vencido. Ela destacou que, mesmo diante da forte crise financeira, os empresários apostaram na Feira de Negócios, por acreditarem na importância do evento, voltado para o empreendedorismo e a prospecção de novos negócios. “Vencemos todas as turbulências, inclusive na estrutura que a gente teve que liberar. Parelhas mostrou, mais uma vez, o seu potencial empreendedor e o público esperado superou as expectativas”, destacou.

O prefeito de Parelhas Alexandre Petronilo falou sobre a importância da FENEPAR para o município e para o Seridó, classificando o evento como de “magnitude estadual”, diante da organização, dimensão e representatividade da Feira de Negócios. “Muito nos orgulha ver toda a pujança da economia da nossa cidade. O povo de Parelhas é guerreiro, trabalhador faz a diferença e encontra saída para continuar se desenvolvendo”, argumentou.

O gerente do escritório regional do SEBRAE, Pedro Medeiros, pontuou que a FENEPAR surgiu da força empreendedora do povo parelhense. “Enquanto outras regiões não conseguiram viabilizar as feiras de negócios, Parelhas mostrou mais uma vez a força do empreendedorismo, mostrando as várias potencialidades da região Seridó, como o setor de mineração, cerâmica vermelha e de alimentos. O SEBRAE é parceiro desde a primeira edição da FENEPAR”, concluiu.A Feira de Negócios de Parelhas acontece até hoje (16). O evento abre as festividades da 37ª Festa dos Caminhoneiros que será realizado até o próximo domingo, dia 19.


16/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Política

Comunidade Espinheiro receberá Gestão Itinerante nesta sexta

O prefeito Valdir Medeiros continua indo até o povo através da Gestão Itinerante. Depois da equipe visitar os Distritos de Barra de Santana e Boi Selado, nesta sexta (17), será a vez da comunidade Espinheiro na Unidade de Ensino Cirilo Batista.

Buscando aproximar a administração pública da população a Gestão Itinerante segue com prefeito e secretários para ouvir a demanda dos moradores daquela localidade e juntos buscar uma solução para os problemas.

Este é um projeto que tem como objetivo levar o atendimento público a todos os povoados de Jucurutu, promovendo assim uma maior participação dos munícipes“, disse Valdir Medeiros.


15/11/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Roubalheira: Geddel (PMDB) pede que processo fique parado no STF e não seja enviado para Moro

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) pediu que o inquérito no qual é investigado por organização criminosa na Operação Lava-Jato continue no Supremo Tribunal Federal (STF) e não seja enviado para o juiz federal Sergio Moro. E mais: solicitou que o processo fique parado enquanto o presidente Michel Temercontinuar no cargo. O mandato dele vai até 1º de janeiro de 2019.

O inquérito — chamado informalmente de “quadrilhão do PMDB da Câmara” — é o mesmo em que o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot denunciou Temer. Mas como a Câmara não deu autorização para o prosseguimento, a parte do inquérito que trata de Temer e dos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, está paralisada. No caso dos demais investigados por organização criminosa, caso de Geddel, o ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no STF, mandou o processo para Moro.

A defesa de Geddel alegou que há conexão entre os fatos ainda investigados no STF e aqueles mandados para a Justiça Federal de Curitiba. Por isso tudo deve ficar na mais alta corte do país. Alternativamente, solicita que, se mantida a decisão de enviar para a primeira instância, o caso seja remetido para a Justiça Federal de Brasília, onde os supostos crimes teriam ocorrido.

O pedido é para que o ministro Fachin reconsidere sua decisão ou, pelo menos, envie o caso para julgamento na Segunda Turma do STF. Além de Fachin, também integram a turma os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.


15/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

MPRN, FUNASA e UFRN realizam reunião para discutir o PMSB – Plano Municipal de Saneamento Básico

O Prefeito Municipal, Valdir Medeiros, e os secretários de Gabinete Civil e Saúde, Ranieri Almeida e Marjorie Ovídio, que também integram os comitês de Coordenação e Executivo do PMSB, participaram nesta terça-feira (14/11), no instituto Ágora/UFRN em Natal/RN, de reunião para debater a situação dos 86 municípios que integram o projeto de saneamento, na reta final para a entrega dos seus referidos planos e produtos.

A reunião foi conduzida por representantes da UFRN, FUNASA e Ministério Público do RN com participação maciça de integrantes dos 86 municípios participantes incluindo seus gestores municipais.

O município de Jucurutu integra o Grupo 6 do projeto. Atualmente, realiza a fase de coleta de dados nas zonas urbana e rural e, concomitantemente, realiza as reuniões finais de mobilização das áreas temáticas do referido plano, e já se articula para a realização da audiência pública do PMSB.


15/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Política

Prefeito Municipal, Valdir Medeiros, e o Secretário-Chefe do Gabinete Civil, Ranieri Almeida, participam de reunião na Sesed RN

O prefeito Valdir Medeiros e o secretário do gabinete civil, Ranieri Almeida, participaram de reunião (14/11), na Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social – SESED – com a titular da pasta, Sheila Freitas, bem como com Cel. Arcanjo de Moraes (Comandante do Policiamento do Interior), José Francisco Correia Júnior (Delegado Geral da Polícia Civil), Cleiton Pinho (Delegado da Policia Civil e Assessor da SESED) e Lenivaldo Ferreira Pimentel (Diretor Adj. de Polícia Civil do Interior). A reunião teve como objetivo tratar de várias demandas inerentes ao município de Jucurutu/RN, dentre as quais, ações para a zona urbana e rural, efetivo de ambas polícias atuante no município.


15/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu, Política, Vídeo Blog

José Pedro sugere redução de salários de prefeito, vice, vereadores e secretários em Jucurutu

José Pedro (vice-prefeito), postou em seu perfil na rede social Facebook um vídeo onde sugere: redução de salários de prefeito, vice, vereadores e secretários do município de Jucurutu.

Veja no vídeo:

 


15/11/2017
Por Edilson Silva em Notas

Caixa paga na sexta-feira abono do PIS para trabalhadores nascidos em novembro

A Caixa Econômica Federal começa a pagar – a partir da próxima sexta-feira (17) – o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos em novembro. Os valores variam de R$ 79 a R$ 937.

O abono estará disponível para os inscritos há pelo menos cinco anos no PIS e que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.


15/11/2017
Por Edilson Silva em Política

Zenaide Maia participa de audiência em Guamaré sobre Refinaria Clara Camarão

Na tarde da última terça-feira (14), na cidade de Guamaré, a deputada federal Zenaide Maia participou de Audiência Pública para debater a questão do rebaixamento à categoria da Refinaria Clara Camarão e as consequências econômicas e sociais para a região e para o Estado. A audiência teve como propositor o vereador Eudes Miranda.

A Refinaria Clara Camarão voltará a ser gerenciada pela Diretoria de Exploração e Produção da Petrobras. Atualmente, a administração é feita pela Diretoria de Refino e Gás Natural.

Segundo dados da própria Petrobras, a Refinaria Potiguar Clara Camarão produz diesel, nafta petroquímica, querosene de aviação e, desde setembro de 2010, gasolina automotiva, o que tornou o Rio Grande do Norte o único estado do país autossuficiente na produção de todos os tipos de derivados do petróleo. A refinaria é situada no Polo Industrial Petrobras de Guamaré.

“Muitas vezes dizem que essas decisões são técnicas e não políticas. São políticas sim! Nesse país as decisões políticas não tem o povo como objetivo, as pessoas passam a ser uma cifra, uma percentagem, e não um homem mulher ou um jovem, que está ali querendo um emprego. Essa audiência pública tem de dá visibilidade porque mais uma vez o povo não foi ouvido”, declarou Zenaide Maia.

Presentes, além da deputada Zenaide Maia, os deputados estaduais, George Soares, Hermano Morais e Kelps Lima,  representante da Petrobras, Tuerte Rolim,  presidente do Sindicato de Empresas do Setor Energético do Rio Grande Norte, Jean-Paul Prates, o diretor do Sindicato dos Petroleiros do Estado, José Antônio de Araújo, prefeitos de cidades vizinhas, e a população.


15/11/2017
Por Edilson Silva em Política

Bolsonaro chama Miriam Leitão da Globo News de porca

O deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) demonstrou que tem pavio curto antes mesmo da campanha eleitoral começar: chamou a colunista de Economia do Jornal O GloboMíriam Leitão, de porca por ela ter dito que o deputado do PSC “não sabe o básico sobre economia”; “Miriam Leitão faz jus ao nome”, disse o parlamentar;  “Miriam Leitão, a marxista de ontem, continua a mesma. Se eu chegar lá vai querer lamber minhas botas, como fez com todos que chegaram ao Poder. Seu lugar é no chiqueiro da História”, escreveu o parlamentar do PSC .

O que postou Bolsonaro:


15/11/2017
Por Edilson Silva em Política

Folga de senadores e deputados custa mais de R$ 100 milhões ao país

Em semana de feriado da Proclamação da República, celebrado amanhã (quarta, 15), a maioria dos senadores decidiu seguir a opção dos colegas deputados e, como acontecerá na Câmara, não será realizada qualquer tipo de deliberação no Senado, seja em plenário ou em comissões. O esvaziamento do Congresso foi considerado desde o final da semana passada, quando o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou que não haveria quórum para votações.

O fato de os plenários da Câmara e do Senado estarem esvaziados durante os cinco dias úteis não é apenas um mero hábito dos congressistas em semanas de feriado. De acordo com a ONG Contas Abertas, cada dia de gazeta parlamentar significa milhões de reais pagos à toa pelo contribuintes. De acordo com o economista Gil Castelo Branco (Contas Abertas), cada dia sem atividade no Congresso representa custo de R$ 27,7 milhões aos cofres públicos. Ou seja, as quatro datas engolidas com o feriado estendido custarão mais de R$ 110 milhões aos cidadãos brasileiros. As informações são de Congresso Em Foco.

Na Câmara, apenas 14 dos 513 deputados haviam registrado presença nesta terça-feira (14) até a publicação desta reportagem. No Senado, que chegou a anunciar para as 11h a votação de oito proposições, a sessão chegou a anotar o nome de 31 dos 81 senadores – só 13 deles falaram em plenário. Oito proposições chegaram a ser anunciadas como itens prontos pata votação. Mas, diante do número insuficiente para votações de plenário (são necessários ao menos 41 senadores), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), anunciou o fim dos trabalhos às 13h21.

“Não havendo mais oradores inscritos… Nós não temos número para deliberar. Eu vou declarar encerrada a sessão por… Havia algumas matérias que podiam ser deliberadas, estavam aqui, mas, por falta de quórum, vou declarar encerrada a sessão”, resignou-se o peemedebista, que mais cedo deu entrevista cobrando do presidente Michel Temer o envio da prometida medida provisória para ajustar a reforma trabalhista.

Um dos projetos que poderiam ter sido votados no Senado é o que reserva ao Fundo Nacional de Saúde (FNS) os recursos arrecadados por meio de impostos sobre medicamentos e derivados de tabaco (Projeto de Lei do Senado 147/2015), com o objetivo de cobrir os gastos com serviços de saúde. Outro projeto pautado é o Projeto de Lei da Câmara 148/2015, que extingue a pena de prisão disciplinar para policiais e bombeiros militares dos estados e do Distrito Federal.


15/11/2017
Por Edilson Silva em Esporte, Policial

Globo pagou propina por direitos de TV, diz testemunha do caso Fifa

Executivo argentino de marketing esportivo disse que a emissora brasileira, a americana Fox e a mexicana Televisa participaram do esquema.

Alejandro Burzaco, ex-homem forte da companhia de marketing argentina Torneos y Competencias SA, afirmou que a Rede Globo foi uma das seis empresas que teriam pago propina para ganhar a concorrência dos direitos de transmissão de torneios internacionais.

Burzaco prestou depoimento no julgamento do escândalo de corrupção da Fifa, em Nova York. Ele citou ainda que a brasileira Traffic, além de Televisa, do México, a americana Fox e a argentina Full Play também fizeram pagamentos irregulares para obter vantagens.

Burzaco é uma das testemunhas da acusação no julgamento do ex-presidente da CBF José Maria Marin, acusado de extorsão, fraude financeira e lavagem de dinheiro durante negociações de contratos com a Fifa.

Buzarco, que também é réu na investigação conduzida pela Justiça americana, fechou um acordo de delação premiada, e está em prisão domiciliar em Nova York desde que foi detido, há dois anos.

Em Nova York, defesa de Marin culpa Del Nero por subornos.

A fase principal do julgamento de José Maria Marin começou nesta segunda-feira (13), em Nova York, nos Estados Unidos, e a defesa do cartola apontou que Marco Polo del Nero era quem mandava na CBF.

Perante à corte do Brooklyn, o advogado de Marin, Charles Stillman, diminuiu o papel do cartola brasileiro no escândalo de corrupção da Fifa, afirmando que era Del Nero, então vice-presidente, que representava o Brasil na entidade que rege o futebol no mundo.

Segundo a defesa, o atual presidente da CBF, que também está sendo indiciado pelas autoridades norte-americanas, era a “grande figura” do futebol brasileiro e Marin foi apenas um “substituto temporário”.

Além do cartola brasileiro, também serão julgados o peruano Manuel Burga e o paraguaio Juan Ángel Napout, todos envolvidos no escândalo que abalou a imagem da Fifa em 2015.

Desde novembro de 2015, Marin está cumprindo prisão domiciliar em um luxuoso prédio de Manhattan. O cartola é acusado de cobrar propinas em contratos de transmissão de TV e marketing na Copa do Brasil, Copa América e Libertadoresa.


14/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu

Prefeitura de Jucurutu instala chafariz na Comunidade Espinheiro

A gestão do prefeito Valdir Medeiros continua avançando cada vez mais, dessa vez a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente instalou um chafariz na comunidade Espinheiro que fica há 30 quilômetros da Zona Urbana.

A comunidade já tinha um poço amazonas perfurado e com o empenho da prefeitura foi ativado jorrando de 10 a 15 mil litros por hora. Para receber a água tratada uma caixa de 5 mil litros de água foi colocada para armazenamento. O que vai amenizar e muito o sofrimento de quem não tinha uma gota de água para o uso doméstico.

O Secretário de Agricultura Miguel Angello, destaca a luta para combater a estiagem no município e dar uma melhor condição de vida aos agricultores da Zona Rural.

É com muito esforço que as soluções estão chegando, ainda mais para os moradores da Zona Rural que vivem sofrendo com a falta de água, enquanto o inverno não chega vamos amenizando este sofrimento com instalações de poços como fizemos na comunidade Espinheiro”, destacou o Secretário.


14/11/2017
Por Edilson Silva em Assu

ANA autoriza serviços de recuperação hidromecânica na Barragem Armando Ribeiro

Agência Nacional de Águas (ANA) concedeu ao DNOCS a autorização para execução de serviços de recuperação hidromecânica, da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, em Assu/RN.

Os serviços consistem da retirada das válvulas dispersoras, adaptação das tubulações de descargas às novas válvulas, recuperação das válvulas borboleta, substituição das guias de deslizamento da comporta de montante, e montagem das novas válvulas dispersoras.

Para a realização das atividades haverá a necessidade de interrupções parciais ou totais, das descargas do reservatório para o Rio Açu, com possíveis impactos sobre a operação das captações de água, autorizadas nos termos da Resolução ANA nº 1.932/2017.

A obra será realizada em cinco fases, de maneira que as duas primeiras serão executadas nos dias 20 e 21 de novembro, e as demais fases serão realizadas conforme os resultados dessas duas primeiras. As três ultimas fases serão pactuadas entre a ANA, o DNOCS e o Governo do Rio Grande do Norte.

Confira o cronograma dos serviços das fases 1 e 2:
Dia 20 de Novembro – das 8h às 18 horas – FASE 1: desmontagem e retirada das válvulas dispersoras, com interrupção alternada das defluências por cada uma das duas tubulações de descargas.

Dia 21 de Novembro – das 8h às 20 horas – FASE 2: adaptação das tubulações de descarga às novas válvulas.


14/11/2017
Por Edilson Silva em Jucurutu

Prefeito Valdir Medeiros participou de reunião na AMSO

O prefeito Valdir Medeiros participou de uma reunião que ocorreu na sede da AMSO – Associação dos Municípios do Seridó Oriental nesta segunda-feira (13), em Currais Novos/RN para tratar do Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos do Seridó.

Na pauta, foram discutidos os municípios que terão estações de transbordo e ações administrativas do Consórcio junto a instituições e órgãos governamentais e da justiça.


14/11/2017
Por Edilson Silva em RN

Exportação de frutas no RN chega a U$$ 136 milhões

De cada dez itens mais exportados pelo Rio Grande do Norte, cinco são frutas. Uma ótima notícia para o setor que a cada ano vem batendo novos recordes. Em 2016, fruto do trabalho e dos esforços do Governo Robinson Faria, o estado chegou ao patamar de U$$ 136 milhões, recorde absoluto desde que se iniciaram as exportações de frutas no RN.

O melão é a grande estrela da fruticultura irrigada. Só no primeiro semestre deste ano, o aumento da colheita, em relação ao mesmo período do ano passado girou em torno de 170%, o que corresponde a uma movimentação financeira de U$$ 39,2 milhões.

Os números animadores são resultado de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento socioeconômico, com grandes investimentos financeiros no setor agropecuário, a exemplo do Projeto Governo Cidadão. Este ano, os números continuam crescendo, a projeção é que novo recorde seja alcançado, com estimativa superior a U$$ 140 milhões.

Um motor de extrema importância para o desenvolvimento do estado, que reflete diretamente no incremento dos postos de empregos, arrecadação de impostos, oportunidade de negócios nos setores do comércio e serviço. O trabalho continua, o ambiente favorável está criado, o empresariado já sente segurança para investir no setor agropecuário. É o Rio Grande do Norte sendo referência para o Brasil.


14/11/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

PF prende filho de presidente da Assembléia Legislativa do Rio

O empresário Felipe Picciani, filho do presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (PMDB), foi preso nesta terça-feira (14) em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, segundo o portal “G1”. O pai foi levado para depor. Ambos são alvos da operação Cadeia Velha, desdobramento da Lava Jato

A ação mira ainda os deputados estaduais Paulo Melo (PMDB) e Edson Albertassi (PMDB) e outras dez pessoas por corrupção e outros crimes envolvendo a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), segundo a Agência Estado.

Os pedidos são da segunda instância da Procuradoria da República. Há ordem para buscas no gabinete de Jorge Picciani. Também estão na mira da operação o empresário Jacob Barata Filho, o “Rei do Ônibus”, e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor) Lélis Teixeira.

A PF informa que são investigados os crimes de corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Foram encontradas conexões entre as operações Saqueador, Calicute, Eficiência, Quinto do Ouro e Ponto Final já deflagradas pela PF anteriormente.

Defesas

A defesa de Jacob Barata Filho não teve acesso ao teor da decisão que originou a operação de hoje da Policia Federal e, por isso, não tem condições de se manifestar a respeito. A defesa pedirá o restabelecimento das medidas que foram ordenadas pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, que já decidiu que a prisão preventiva do empresário é descabida e pode ser substituída por medidas cautelares, que vêm sendo fielmente cumpridas desde então.


14/11/2017
Por Edilson Silva em Política

“É preciso perdoar quem bateu panela”, diz Dilma

Em viagem pela Alemanha, a ex-presidente Dilma Rousseff afirmou, em entrevista à DW nesta segunda-feira (13/11) em Berlim, que o Brasil “precisa se reencontrar” e que o PT não deve ter um espírito vingativo nas próximas eleições.

Dilma disse que seu governo foi vítima de um golpe, mas que é hora de “perdoar a pessoa que bateu panela achando que estava salvando o Brasil, e que depois se deu conta de que não estava”. Ela também afirmou que não vê problemas em alianças entre seu partido e figuras como o senador Renan Calheiros.


Página 10 de 529« Primeira...89101112...203040...Última »


Facebook


Twitter