14/03/2018
Por Edilson Silva em Mundo

Stephen Hawking, físico britânico, morre aos 76 anos

Morreu nesta quarta-feira (14), em sua casa, o físico e pesquisador britânico Stephen William Hawking, aos 76 anos. A morte foi comunicada por sua família à imprensa inglesa.

“Estamos profundamente tristes pela morte do nosso pai hoje”, disseram seus filhos Lucy, Robert e Tim. “Era um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado viverão por muitos anos”, afirmaram em um comunicado. A causa da morte não foi divulgada.

Hawking nasceu em 8 de janeiro de 1942, exatamente 300 anos após a morte de Galileu, e morreu no mesmo dia do nascimento de Albert Einstein (14 de março de 1879).

O físico se tornou um dos cientistas mais conhecidos do mundo ao abordar temas como a natureza da gravidade e a origem do universo. No final da década de 1960, ganhou fama com sua teoria da singularidade do espaço-tempo, aplicando a lógica dos buracos negros a todo o universo. Ele detalharia o tema ao público em geral no livro “Uma breve história do tempo”, best-seller lançado em 1988. Em 2014, sua história de vida foi contada no filme “A teoria de tudo”, vencedor de um Oscar.

G1


08/03/2018
Por Edilson Silva em Mundo

A origem operária do 8 de Março, o Dia Internacional da Mulher

Para muitos, o 8 de Março é apenas um dia para dar flores e fazer homenagens às mulheres. Mas diferentemente de diversas outras datas comemorativas, esta não foi criada pelo comércio.

Oficializado pela Organização das Nações Unidas em 1975, o chamado Dia Internacional da Mulher era celebrado muito tempo antes, desde o início do século 20. E se hoje a data é lembrada como um pedido de igualdade de gênero e com protestos ao redor do mundo, no passado nasceu principalmente de uma raiz trabalhista.

Foram as mulheres das fábricas nos Estados Unidos e em alguns países da Europa que começaram uma campanha dentro do movimento socialista para reivindicar seus direitos – as condições de trabalho delas eram ainda piores do que as dos homens à época.

A origem da data escolhida para celebrar as mulheres tem algumas explicações históricas. No Brasil, é muito comum relacioná-la ao incêndio ocorrido em 25 de março de 1911 na Companhia de Blusas Triangle, quando 146 trabalhadores morreram, sendo 125 mulheres e 21 homens (a maioria judeus).

No entanto, há registros anteriores a essa data que trazem referências à reivindicação de mulheres para que houvesse um momento dedicado às suas causas dentro do movimento de trabalhadores.

As origens

Se fosse possível fazer uma linha do tempo dos primeiros “dias das mulheres” que surgiram no mundo, ela começaria possivelmente com a grande passeata das mulheres em 26 de fevereiro de 1909, em Nova York.

Naquele dia, cerca de 15 mil mulheres marcharam nas ruas da cidade por melhores condições de trabalho – na época, as jornadas para elas poderiam chegar a 16h por dia, seis dias por semana e, não raro, incluíam também os domingos. Ali teria sido celebrado pela primeira vez o “Dia Nacional da Mulher”.

Enquanto isso, na Europa também crescia o movimento nas fábricas. Em agosto de 1910, a alemã Clara Zetkin propôs em reunião da Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas a criação de uma jornada de manifestações.

“Não era uma questão de data específica. Ela fez declarações na Internacional Socialista com uma proposta para que houvesse um momento do movimento sindical e socialista dedicado à questão das mulheres”, explicou à BBC Brasil a socióloga Eva Blay, uma das pioneiras nos estudos sobre os direitos das mulheres no país.

“A situação da mulher era muito diferente e pior do que a dos homens nas questões trabalhistas daquela época”, disse ela, que é coordenadora da USP Mulheres.

A proposta de Zetkin, segundo os registros que se têm hoje, propunha uma jornada anual de manifestações das mulheres pela igualdade de direitos, sem exatamente determinar uma data. O primeiro dia oficial da mulher seria celebrado, então, em 19 de março de 1911.

Em 1917, houve um marco ainda mais forte daquele que viria a ser o 8 de Março. Naquele dia, um grupo de operárias saiu às ruas para se manifestar contra a fome e a Primeira Guerra Mundial, movimento que seria o pontapé inicial da Revolução Russa.

O protesto aconteceu em 23 de fevereiro pelo antigo calendário russo – 8 de março no calendário gregoriano, que os soviéticos adotariam em 1918 e é utilizado pela maioria dos países do mundo hoje.

Após a revolução bolchevique, a data foi oficializada entre os soviéticos como celebração da “mulher heroica e trabalhadora”.

Oficialização

O chamado “Dia Internacional da Mulher” só foi oficializado em 1975, ano que a ONU intitulou de “Ano Internacional da Mulher” para lembrar suas conquistas políticas e sociais.

“Esse dia tem uma importância histórica porque levantou um problema que não foi resolvido até hoje. A desigualdade de gênero permanece até hoje. As condições de trabalho ainda são piores para as mulheres”, pontuou Eva Blay.

“Já faz mais de cem anos que isso foi levantado e é bom a gente continuar reclamando, porque os problemas persistem. Historicamente, isso é fundamental.”

No mundo inteiro, a data ainda é comemorada, mas ao longo do tempo ganhou um aspecto “comercial” em muitos lugares.

O dia 8 de março é considerado feriado nacional em vários países, como a própria Rússia, onde as vendas nas floriculturas se multiplicam nos dias que antecedem a data, já que homens costumam presentear as mulheres com flores na ocasião.

Na China, as mulheres chegam a ter metade do dia de folga no 8 de Março, conforme é recomentado pelo governo – mas nem todas as empresas seguem essa prática.

Já nos Estados Unidos, o mês de março é um mês histórico de marchas das mulheres.

No Brasil, a data também é “comemorada” com protestos em todas as principais cidades do país, com reivindicações sobre igualdade salarial e protestos contra o aborto e a violência contra a mulher.

“Certamente o 8 de Março é um dia de luta, dia para lembrarmos que ainda há muitos problemas a serem resolvidos, como os da violência contra a mulher, do feminicídio, do aborto, e da própria diferença salarial”, observou Blay.

Segundo ela, mesmo passadas décadas de protestos das mulheres e de celebração do 8 de Março, a evolução ainda foi muito pequena.

“Acho que o que evoluiu é que hoje a gente consegue falar sobre os problemas. Antes, se escondia isso. Tudo ficava entre quatro paredes. Antes, esses problemas eram mais aceitos, hoje não.”


17/01/2018
Por Edilson Silva em Mundo, Tempo

Aulas são suspensas após temperaturas chegarem a – 67º C em região da Rússia

Nem os termômetros aguentaram a queda nas temperaturas na remota região russa de Yakutia, que atingiu – 67º C em algumas áreas nesta terça (16).

Nessa região, a cerca de 5.300 km de Moscou e onde vivem 1 milhão de pessoas, os estudantes costumam ir à escola mesmo quando a temperatura chega a – 40º C. Mas nesta terça as aulas foram canceladas e a polícia mandou os pais deixarem seus filhos em casa.

Na vila de Oymyakon, um dos lugares habitados mais frios do planeta, a TV estatal russa mostrou mercúrio vazando de um termômetro que só consegue medir temperaturas até os 50 graus negativos. Em 2013, Oymyakon registrou um recorde histórico de – 71º C.

No final de semana, dois homens morreram congelados quando tentaram caminhar até uma fazenda depois que o carro deles quebrou. Outros três homens que estavam com eles sobreviveram porque estavam usando roupas mais quentes, segundo policiais.

Mas a assessoria de imprensa do governo de Yakutia disse nesta terça que todas as casas e estabelecimentos da região tem aquecimento central em funcionamento e acesso a geradores de energia para casos de emergência.

Os moradores do local estão acostumados com o frio e a onda desta semana sequer dominou as manchetes desta terça.

Na vila de Oymyakon, um dos lugares habitados mais frios do planeta, a TV estatal russa mostrou mercúrio vazando de um termômetro que só consegue medir temperaturas até os 50 graus negativos. Em 2013, Oymyakon registrou um recorde histórico de – 71º C.

No final de semana, dois homens morreram congelados quando tentaram caminhar até uma fazenda depois que o carro deles quebrou. Outros três homens que estavam com eles sobreviveram porque estavam usando roupas mais quentes, segundo policiais.

Mas a assessoria de imprensa do governo de Yakutia disse nesta terça que todas as casas e estabelecimentos da região tem aquecimento central em funcionamento e acesso a geradores de energia para casos de emergência.

Os moradores do local estão acostumados com o frio e a onda desta semana sequer dominou as manchetes desta terça.


31/12/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Moradores de Kiribati e Samoa são os primeiros a celebrar o início de 2018

Os cidadãos das nações insulanas de Kiribati e Samoa, situadas no Pacífico sul, foram os primeiros do mundo a saudar a chegada de 2018.

Estes arquipélagos, cuja população combinada supera 300.000 habitantes, escutaram as 12 badaladas à meia-noite local (8h de Brasília) e iniciariam assim o dia 1º de janeiro.

Os próximos a saudar o Ano Novo serão os moradores da ilha neozelandesa de Chatham, situada 680 quilômetros ao sudeste das ilhas principais desse país.

Mais adiante, os demais habitantes da Nova Zelândia e a população de Fiji e Tonga celebrarão o novo ano.

A expectativa é que cerca de 30.000 pessoas assistam ao espetáculo de laser e fogos de artificio na Sky Tower, um edifício de 328 metros de altura e uma das construções mais emblemáticas de Auckland, cidade situada no norte da Nova Zelândia, segundo a emissora “Radio New Zealand”.

Por sua vez, o Ano Novo chegará na maior parte do território australiano às 11h de Brasília.

O ator australiano Hugh Jackman colaborou no design do espetáculo pirotécnico que iluminará o réveillon na Baía de Sydney, onde as autoridades preveem a presença de 1,6 milhão de pessoas.

A polícia pretende bloquear com carros e caminhões algumas ruas de Sydney para evitar ataques terroristas com veículos, como os ocorridos nos últimos anos em países como Espanha, Estados Unidos, França, Reino Unido e Suécia.


09/12/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Fraudadores usam nome e logo da ONU para pedir dinheiro e dados pessoais

A ONU está preocupada com o fato de que correspondências fraudulentas usando seu nome estão circulando através de websites, e-mails, mensagens de fax e ligações telefônicas, além de contatos em redes sociais e sites de relacionamento.

Como o número de denúncias sobre estes casos está aumentando em todo o mundo, a ONU alerta o público a respeito de esquemas ilícitos para solicitar dinheiro e, em muitos casos, dados pessoais, usando ilegalmente o nome e o emblema da Organização.


05/12/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Suprema corte dos EUA determina que veto a viajantes entre em vigor

A Suprema Corte dos Estados Unidos (EUA) ordenou, nessa segunda-feira (4), o pleno vigor para as ordens executivas que restringem a entrada no território norte-americano de cidadãos de seis países: Irã, Líbia, Síria, Iêmen, Somália e Chade. Por sete votos favoráveis e dois contrários, a Corte suspendeu decisões de duas instâncias judiciais inferiores que limitavam a abrangência da regra para alguns tipos de parentesco dos viajantes com pessoas residentes no país.

A decisão da Suprema Corte foi tomada após um pedido da administração de Donald Trump. A Corte decidiu manter plenamente as restrições de viajantes, enquanto as decisões de outros tribunais de apelação estão sendo avaliadas, como Richomond,  na Virginia, e São Francisco, na Califórnia. Ambos  avaliam recursos apresentados por entidades como a União Americana pelas Liberdades Civis.

A defesa da suspensão das ordens é feita com o argumento de que o veto aos países da lista, todos de maioria muçulmana, se baseia na discriminação religiosa, o que fere um dos fundamentos constituicionais do país.

Desde que foram assinadas, as ordens executivas que vetam a entrada do viajantes desses países são alvo de disputas na Justiça entre o governo Trump e entidades que lutam pelo direito dos imigrantes.

A primeira ordem emitida por Trump, em Janeiro, também incluia cidadãos do Iraque. Ela foi retirada e uma nova versão foi reescrita após duas derrotas de Trump em tribunais. A ordem em vigor estava parcialmente suspensa.

Em outras ordens executivas, Trump também proibiu a entrada no país de cidadãos da Coreia do Norte e de autoridades da Venezuela. Mas não houve suspensão dessas medidas por  tribunais.

Edição: Graça Adjuto


05/12/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Chineses se preparam para inaugurar maior ponte do mundo

Após o governo da China anunciar que a construção da maior ponte do mundo, que vai ligar Hong Kong, Zhuhai e Macau, foi finalizada, os chineses se preparam para a inauguração do local.

A data da abertura à circulação ainda não foi divulgada, mas a expectativa é que aconteça até o fim de dezembro. Com um comprimento de 50 quilômetros, a ponte, que também conta com um túnel submarino, começou a ser feita no início de 2009.

As autoridades levaram três anos para completar somente a pavimentação do local. A ponte em forma da letra “Y” vai reduzir o tempo de viagem entre Hong Kong e Zhuhai, cidade adjacente a Macau, de três horas a 30 minutos, aumentando a integração das cidades do Delta do Rio das Pérolas, de acordo com as autoridades chinesas. Além disso, a infraestrutura vai criar um novo espaço para o desenvolvimento da “Grande Baía” Guangdong-Hong Kong-Macau, que inclui as duas Regiões Administrativas de Hong Kong e Macau e nove cidades da província de Guangdong (Dongguan, Foshan, Guangzhou, Huizhou, Jiangmen, Shenzhen, Zhaoqing, Zhongshan e Zhuhai).


06/11/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Tiroteio deixa vítimas em igreja

Um tiroteio foi registrado neste domingo (5) em uma igreja na pequena cidade de Sutherland Springs, no Texas, Estados Unidos. A polícia afirma à imprensa local que há relatos de “múltiplas vítimas”.

O policial Albert Gamez Jr., da polícia do condado de Wilson, disse à NBC News que há vários mortos e feridos, sem especificar a quantidade.

Segundo a CNN, fontes policiais declaram que foram 27 mortos e 24 feridos . Ainda de acordo com a rede americana, o atirador foi morto após uma breve perseguição policial.

De acordo com uma testemunha ouvida pela KSAT, afiliada da rede ABC no local, um homem entrou na Igreja Batista e abriu fogo por volta das 11h30 do horário local (15h30, pelo horário de Brasília). De acordo com a polícia, citada pelo canal, o homem está morto.

Ainda de acordo com a TV, há uma forte presença da polícia e dos bombeiros na igreja e helicópteros foram ao local para transportar vítimas a hospitais.

Sutherland Springs tem cerca de 400 moradores e fica a 48 km de San Antonio.

O governador do Texas, Greg Abbott, falou no Twitter sobre o tiroteio: “Nossas orações estão com aqueles machucados por este ato maligno. Nossos agradecimentos aos agentes da lei por sua resposta. Mais detalhes em breve”.

G1


11/09/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Brasileiros no Caribe pedem socorro pelas redes sociais

O furacão Irma chegou neste domingo (10) à Flórida, nos Estados Unidos e provoca tempestades, ventos fortes e inundações. O fenômeno já atingiu o Caribe e deixou um rastro de destruição por onde passou. A situação ainda é tensa e brasileiros pedem ajuda pelas redes sociais.

No Twitter, brasileiros criaram a #brasileirosnocaribe para chamar atenção para as dificuldades que enfrentam no Caribe, região que até agora foi a mais atingida pelo furacão Irma. A hashtag é um dos assuntos mais comentados da rede, está entre os trending topics. Os usuários da rede denunciam a falta de apoio do governo brasileiro e pedem ajuda.

A blogueira e youtuber brasileira Lorrayne Mavromatis também voltou às redes sociais hoje, (10), para pedir ajuda. De acordo com o post publicado por sua família no Instagram, o Itamaraty não tem um plano para retirar brasileiros da ilha de Saint Martin, destruída após a passagem do furacão. Lorrayne já havia publicado fotos mostrando o rastro de destruição deixado pelo furacão Irma.

R7


10/09/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Furacão provoca destruição e mortes em Cuba e se aproxima da Flórida

(Reuters) – O furacão Irma arrasou a costa norte de Cuba, neste sábado, e se aproxima da Flórida, onde milhões de habitantes foram avisados que precisam deixar suas casas, depois de a tempestade matar 22 pessoas no Caribe e devastar onde passou.

Ainda uma tempestade categoria 5 quando chegou a Cuba, nas primeiras horas de sábado, o Irma enfraqueceu ligeiramente enquanto passou pela costa norte da ilha, derrubando cabos de energia, curvando palmeiras e causando grandes ondas.

A velocidade máxima dos ventos caiu para aproximadamente 215 quilômetros por hora na manhã de sábado, disse o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, sigla em inglês), colocando-o como uma perigosa tempestade categoria 4, o segundo maior nível.


26/04/2017
Por Edilson Silva em Mundo

EUA começam a posicionar sistema antimísseis na Coreia do Sul

Militares dos EUA e da Coreia do Sul começaram a posicionar o sistema de defensa antimísseis americano THAAD para o local determinado para sua instalação, segundo afirmou nesta terça-feira (25) a agência de notícias sul-coreana Yonhap

O THAAD (Terminal High Altitude Area Defence), um sistema criado para interceptar projéteis na fase de voo terminal, é parte do acordo entre os dois países em resposta à ameaça de lançamento de mísseis da Coreia do Norte. A China é contra a medida, afirmando que a sua instalação desestabiliza o equilíbrio da segurança regional.


25/04/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Rússia mostra Satanás II: a bomba capaz de varrer um país inteiro do mapa

O míssil teria uma capacidade de atingir 10.000 km, permitindo-lhe chegar a cidades como Londres, Paris ou regiões como a costa oeste dos Estados Unidos. O míssil tem doze ogivas nucleares e graças à tecnologia stealth, é capaz de enganar os radares mais poderosos.

A Rússia tem como plano dispor da Satanás 2, mais tardar em 2020 e já é descrito como o míssil mais poderoso já construído. Parece que a Rússia está se preparando para uma guerra catastrófica.


23/04/2017
Por Edilson Silva em Mundo

O mundo pode estar próximo da 3ª Guerra Mundial

A tensão entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte aumentou recentemente, com agressões e advertências verbais, além de alguns movimentos militares, o que gerou uma preocupação sobre uma nova crise entre duas potências nucleares.

Veículos de comunicação como o jornal americano The New York Times e o britânico The Guardian chegaram a citar a possibilidade de um conflito e compararam o momento atual como a Crise dos Mísseis de Cuba, de 1962. Afinal, seria essa a crise nuclear mais preocupante em 50 anos?

Especialistas ouvidos pela BBC divergem sobre as chances reais de um confronto mais acirrado – e potencialmente destrutivo – entre Washington e Pyongyang.


16/04/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Morre aos 117 anos a pessoa mais velha do mundo

A pessoa mais velha do mundo morreu aos 117 anos na Itália neste sábado. Emma Morano nasceu em 29 de novembro de 1899 em Piemonte, na Itália. Ela era a única pessoa nascida no século XIX ainda viva.

A idosa morreu em sua casa, na cidade de Verbania. A prefeita local descreveu Emma como uma pessoa “extraordinária”. “Ela teve uma vida extraordinária e sempre lembraremos da força dela para nos ajudar a crescer”, afirmou Silvia Marchionini.


14/04/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Trump lança a ‘mãe de todas as bombas’ no Afeganistão

Nesta quinta-feira (13) os Estados Unidos lançaram a mais potente bomba não nuclear do mundo, a MOAB GBU-43, segundo o Pentágono apelidada de “mãe de todas as bombas’ no leste do Afeganistão, na província de Nangarhar. 

O artefato foi lançado de uma aeronave MC-130, às 19h no horário loca, por volta das 11h30, pelo horário de Brasília.

Segundo o porta-voz do Pentágono, Adam Stump, ela pesa 11 toneladas. Especialistas brasileiros dizem que ela tem tem o comprimento de um ônibus.

O dispositivo foi lançado sobre um complexo de túneis e cavernas do grupo terrorista que atua na região, perto da fronteira do Paquistão.

A MOAB foi criada durante a Guerra do Iraque, seu primeiro teste ocorreu em 2003.


07/04/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Rússia reage a bombardeio dos Estados Unidos na Síria

Os Estados Unidos lançaram 50 mísseis sobre instalações militares sírias como represália ao ataque químico, atribuído ao governo Bashar-al-Assad, que matou cerca de 80 pessoas esta semana. O bombardeio, o primeiro autorizado pelo presidente Donald Trump, deixou ao menos seis mortos, provocou danos na base aérea da cidade de Homs e estremeceu as relações entre os Estados Unidos e a Rússia. As autoridades da Síria ainda não informaram se as vítimas eram civis ou militares.

Principal aliado de Assad, o presidente russo, Vladimir Putin, classificou a ofensiva norte-americana uma “agressão a um Estado soberano” e uma “violação do direito internacional”. Segundo Putin, a ação foi baseada em “pretextos inventados”. ”Esta ação de Washington causa um dano considerável nas relações russo-americanas, que já se encontram em um estado lamentável”, afirmou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.


07/04/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Criança que vivia com macacos é resgatada

As autoridades da Ìndia resgataram nesta quinta-feira, 6, uma criança de 8 anos de uma floresta em uma reserva natural, na cidade de Bahraich, que vivia em uma comunidade de macacos. De acordo com o jornal Indian Express, a menina foi encontrada se portando como um macaco, e até mesmo andava de quatro e se comunicava por grunhidos.


21/03/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Relatório afirma que 923 milhões de pessoas não tem água potável

Um relatório divulgado nesta terça-feira, 21, pelo Conselho Mundial da Água (WWC, na sigla em inglês) revela que há 923 milhões de pessoas sem acesso a água potável no mundo inteiro.

De acordo com o estudo publicado por ocasião do “Dia Mundial da Água”, celebrado nesta quarta-feira, 22, na quantidade total de habitantes sem água está incluso 319 milhões da população da África, equivalente a 32%; 554 milhões de asiáticos (12,5%); e 50 milhões de sul-americanos (8%).

Entre as regiões mais afetadas estão Papua-Nova Guiné com a menor disponibilidade de água, apenas 40% da população tem acesso a fontes potáveis, seguido da Guiné Equatorial (48%), Angola (49%), Chade e Moçambique (51%), da República Democrática do Congo e Madagáscar (52%), e Afeganistão (55%).

Neste ano, o “Dia Mundial da Água” é dedicado ao desperdício de água. Segundo o presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, “aproximadamente 90% das águas residuais do mundo são despejadas no meio ambiente sem tratamento, enquanto mais de 923 milhões de pessoas no mundo não tem acesso a água potável”.

O Conselho Mundial da Água – que reúne mais de 300 entidades de 50 países – tem apelado a todos os governos para se concentrarem em questões relacionadas aos recursos hídricos e para destinarem uma grande parte de sua verba para garantir que todo o mundo tenha água. Atualmente 12% da população mundial não tem acesso a fontes potáveis e 3,5 milhões de mortes por anos são atribuídas a doenças ligadas à água. Em todo o mundo, o custo total da insegurança da água para a economia global é avaliado em US$500 bilhões por ano. Mas, se for incluído o impacto ambiental, esse valor pode aumentar para 1% do Produto Interno Bruto (PIB) global.


11/03/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Mãe acorda de coma após 7 anos e vê filha pela primeira vez na Sérvia

A Sérvia Danijela Kovačević, de 25 anos, surpreendeu os médicos e acordou após sete anos em coma. Ela estava internada desde 2009 após complicações no parto e encontrou sua filha, Marija, pela primeira vez. Danijela estava em Indjija, no norte da Sérvia, onde foi mantida em estado vegetativo no hospital. Agora, precisa ser transferida para uma clínica na Alemanha para ampliar o tratamento. Uma campanha foi criada na internet e espera arrecadar 50 mil euros.

De acordo com o texto escrito para incentivar as doações online, ela tinha 17 anos quando deu à luz Marija e teve sepse, infecção que ocorre na corrente sanguínea e tecidos, causando um problema no parto. “Depois da escola, Marija está perto da sua mãe todos os dias”, disse um amigo da família ao “Daily Mail”. “Ela a conforta, a faz rir e não desiste de ter esperança de que ela um dia a consiga tocar e abraçar”, completou.


29/01/2017
Por Edilson Silva em Mundo

Catástrofe global: por que o fim do mundo está previsto para 2017?

O objeto espacial, descoberto pelos cientistas em 2016, ameaça a Terra e pode provocar o fim do mundo no próximo mês de fevereiro, segundo um analista autoproclamado. A NASA, por seu lado, está tranquila.

A Terra será destruída em fevereiro de 2017 por causa duma colisão com o asteroide 2016WF9 que se está aproximando do nosso planeta, comunica o jornal britânico The Daily Mail, citando uma teoria da conspiração.

Segundo os jornalistas, a colisão terá lugar em 16 de fevereiro e vai provocar um enorme tsunami que provocará o fim do mundo.

O objeto celeste, batizado de 2016WF9, foi descoberto no ano passado. Os cientistas ainda não determinaram se se trata dum asteroide ou dum cometa sem nuvem de poeira.

Fonte: Ansa


Página 1 de 712345...Última »


Facebook


Twitter