31/03/2020
Por Edilson Silva em Acari

Gargalheiras de Acari está com 28,24% da sua capacidade

O reservatório Marechal Dutra, também conhecido como Gargalheiras, localizado no município de  Acari, com capacidade para 44.421.480 m³, acumula atualmente 12.545.674 m³, percentualmente, 28,24% do seu volume máximo.

As últimas chuvas tem sido um fator positivo para que o reservatório venha dia a dia acumulando um bom volume de água. No mesmo período de 2019 o Gargalheiras estava seco.

De acordo com a meteorologia a previsão é de mais chuva para o município e outros da região do Seridó que aguardam anciosos pela recarga considerável de outros reservatórios.

W. DANTAS


13/03/2020
Por Edilson Silva em Acari, Currais Novos

Após quase cinco anos, Gargalheiras volta a abastecer Currais Novos

Após quase cinco anos, o reservatório Marechal Dutra – conhecido como Gargalheiras – voltou a abastecer a cidade de Currais Novos, complementando a água fornecida pelo Açude Dourado. A informação foi confirmada pela Caern.

De acordo com a Caern, ambos os mananciais tiveram uma recarga importante na última semana: o Gargalheiras saiu do volume morto e praticamente seco para quase 14,61% de sua capacidade, segundo o boletim mais recente do Instituto de Gestão das Águas (Igarn); enquanto o Dourado passou de 2% para seu volume total de armazenamento, atingindo a sangria.

Com este cenário positivo, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) retomou o fornecimento de água pelo Gargalheiras para Currais Novos, o que não interfere no abastecimento de Acari, que continuará a receber água com a mesma vazão.

O Gargalheiras não abastecia Currais Novos desde setembro de 2015. Desde então, apenas a cidade de Acari era abastecida pelo açude.

Essa gestão na distribuição da água disponível também vai amenizar o impacto da seca em Currais Novos, que atualmente funciona em um sistema de rodízio quinzenal, dividindo a cidade em dois setores.

Atualmente, a Companhia está captando para Currais Novos, 200 metros cúbicos de água, o equivalente a 200 mil litros de água, por hora (200m³/h) durante 24 horas, e completando com 120 a 150 mil litros de água (m3/h) do Gargalheiras, por aproximadamente 10 horas por dia.

G 1


12/03/2020
Por Edilson Silva em Acari

Açude Gargalheiras ganha vida com o “peixamento”

O Açude Marechal Dutra, “o Gargalheiras” de Acari começou a ganhar vida nesta quarta-feira (12). O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas despejou nas águas do Gargalheiras centenas de peixes, através do projeto Peixamento que visa repovoar os açudes com espécies nativas da região.

Via Wllana Dantas.

Dá o play no vídeo abaixo e confira a ação:

#Acari

O Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS) realizou peixamento no Açude Marechal Dutra, o Gargalheiras em Acari, nesta quarta-feira (11). A ação irá beneficiar os pescadores da região.???? Davi

Publicado por Blog do Edilson Silva em Quinta-feira, 12 de março de 2020

 

 


02/03/2020
Por Edilson Silva em Acari

Acari: Açude Gargalheiras continua aumentando o volume de água

O Açude Gargalheiras de Acari continua aumentando o volume de água com a chegada das chuvas. A população do município aguarda ansiosa que o volume aumente cada vez mais e quem sabe até, possa vir a transbordar.


08/02/2020
Por Edilson Silva em Acari

Após chuvas, Caern reativa sistema do açude Gargalheiras em fase de testes

As chuvas no Seridó fizeram o açude Marechal Dutra, o Gargalheiras, atingir a marca de 6,79% de medição volumétrica. Por este motivo, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) iniciou em fase de testes a reativação da captação de água pelo manancial. De acordo com a gerente da Regional Seridó, Rosi Gurgel, estão sendo observadas as condições operacionais como vazão e qualidade da água, para a captação ser feita definitivamente pelo Gargalheiras.

A Caern deixou de captar água pelo Gargalheiras em 1º de setembro de 2015. A princípio, quando o sistema for colocado definitivamente em funcionamento, Acari terá seu abastecimento por rodízio. Já Currais Novos continuará sendo abastecida pelo açude Dourado. De toda forma, a Caern está trabalhando na reativação do sistema que vai do Gargalheiras para Currais Novos. Caso o açude Dourado entre em colapso, o abastecimento volta a ser pelo Gargalheiras.


02/02/2020
Por Edilson Silva em Acari

Acari: Açude Gargalheiras volta a receber água

Depois da chuva caída neste sábado (01) no entorno da barragem Marechal Dutra, “Gargalheiras”, na cidade de Acari, o reservatório volta a receber um grande volume de água.

Neste momento ainda é possível ver o rio desaguando com bastante água no manancial.

Logo no início deste ano de 2020, o manancial chegou a receber cerca de 3.274.877,00 de metros cúbicos de água, ou seja 7,37% do seu volume total de 44 milhões.

Por Aislan Araújo, jornalista


21/01/2020
Por Edilson Silva em Acari

Açude Gargalheiras sobe 7% com chuvas recentes

O açude Gargalheiras, em Acari, na região Seridó do Rio Grande do Norte, subiu 7,37% de nível com as chuvas recentes que caíram no início deste ano na localidade e em todo o estado. Esse aumento fez com que o reservatório atingisse o maior volume total de água desde 2014, segundo o Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn).

De acordo com o Igarn, o último relatório produzido, divulgado no dia 15 de janeiro – há cinco dias – apontava que o Gargalheiras estava seco. Assim, os 7% de nível que subiu com as chuvas representa também o nível total da barragem.

Os dados estão presentes no Relatório da Situação Volumétrica dos Principais Reservatórios Potiguares, que foi divulgado nesta segunda-feira (20) pelo instituto. O Gargalheiras, que tem seu nome oficial de barragem Marechal Dutra, recebeu 3.274.877 m³ de água com as recentes chuvas na região – isso corresponde a 7.37% da capacidade total do manancial que é de 44.421.480,38 m³.

O instituto monitora, ao todo, 47 reservatórios com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos no Rio Grande do Norte – eles são responsáveis pela segurança hídrica no estado.

G1


18/01/2020
Por Edilson Silva em Acari

Com 200mm de chuva, açude não suporta e parede explode em Acari

Na Fazenda Acauã de Rita de Ozenan, o Açude não suportou as fortes chuvas e estourou. Suas águas deságuam no Gargalheiras em Acari. Vídeo: Davi Neto

A chuva que cai desde ontem nos arredores de Acari já soma mais de 200 milímetros. O Gargalheiras elevou a 8 metros o nível da água, que estava seco.


10/08/2019
Por Edilson Silva em Acari, Política, Religião

Senadora Zenaide Maia prestigia Festa do Agricultor em Acari

É uma alegria e grande satisfação participar dessa festa. A força e o trabalho de cada agricultor e agricultora me orgulham e me entusiasmam também como legislador“, com esta afirmação a senadora Zenaide Maia, cumprimentou centenas de agricultores presentes na Festa do Agricultor, realizada nos festejos de Nossa Senhora Daguia em Acari, nesse sábado (10). A festa, que já é tradicional na cidade, tem o propósito de destacar e celebrar a força e importância da agricultura familiar no município, em todo o Estado e País.


22/04/2019
Por Edilson Silva em Acari

O Gargalheiras, de Acarí, poderá renascer das cinzas

O açude Marechal Dutra ou Gargalheiras de Acarí, começou a receber as primeiras águas depois do advento das chuvas deste ano. A água inda é pouca, mas, já é um bom sinal. Muitos curiosos foram ao local observar a chegada das águas. A esperança renasce. O reservatório não tinha uma gota d’água.


19/03/2018
Por Edilson Silva em Acari

Gargalheiras é palco de gravações de filmes, novelas e longas-metragens

O município de Acari está sendo palco de filmagens do longa Bacurau, novo projeto de Kléber Mendonça Filho.

Atores como Letícia Sabatella, Sônia Braga e a cantora Elba Ramalho, estrelam o filme que mostra um cineasta em viagem para um vilarejo do interior do Nordeste em busca de realizar documentário, e passa a descobrir perigosos mistérios. Percebe que os moradores não são exatamente o que parecem ser e escondem segredos perigosos.

Neste sábado (17) foi visto às margens do Gargalheiras a equipe de produção do filme. Além de Acari, Parelhas também foi palco das filmagens.

O Seridó bem que já poderia ser chamado de “Hollywood Sertaneja”. Outros filmes, e até novela, já foram gravados na região. Filmes como “O Homem que Desafiou o Diabo” (gravado em Carnaúba dos Dantas e Currais Novos); “Maria Mãe de Jesus” (gravado em Acari), bem como cenas da novela “Flor do Caribe” (gravada em Currais Novos), além de documentários que destacam a região e elevam o Seridó em nível nacional.


09/01/2018
Por Edilson Silva em Acari, Tempo

Fotógrafo registra espetáculo das nuvens se preparando para as chuvas em Acari

O fotógrafo Flávio Medeiros registrou um espetáculo da natureza na Serra das Cruzes, município de Acari. A imagem foi feita ontem, 08 de janeiro, quando a cidade se preparava para ser banhada pela chuva.

“De hoje… Um lindo espetáculo da natureza pra renovar a nossa Fé.

#serradascruzes #gargalheiras“, registra o fotógrafo em sua página no facebook.


28/11/2017
Por Edilson Silva em Acari

Construção de barragem e perfuração de poços melhora vida de agricultores de Acari

Em Acari, distante 209 km de Natal, o clima é quente e seco. Plantar não seria uma alternativa viável não fosse a vocação natural do município para a manga maranhão. É com a venda da fruta, inclusive para outros estados do Brasil, que muitos moradores das comunidades Bico da Arara e Cacimba do Meio estão sobrevivendo após seis anos de seca. Com o projeto de acesso à água já em andamento promovido pelo Governo do RN, com investimentos de R$ 400 mil nas duas comunidades via Governo Cidadão e Banco Mundial, a vida de 43 famílias vai melhorar ainda mais.

“Sempre sofremos com a falta de água, principalmente para beber”, diz o presidente da associação comunitária Sérvulo Neto, nascido e criado em Cacimba do Meio. Ele é um dos que investiu na plantação de manga maranhão para completar a renda da família. Recentemente mandou um caminhão cheio para o Rio de Janeiro – foram vendidas, de uma vez só, 40 caixas da fruta. Com a chegada da água, ele espera fomentar o crescimento dos pés de graviola, acerola e pinha, que plantou em contrapartida ambiental.

A agricultora Mônica Barbosa, 51, também vai se beneficiar com a recuperação e ampliação do sistema de abastecimento de água da comunidade. Hoje ela já planta feijão, milho e capim e cria algumas vacas, mas está otimista com os pés de tamarindo, acerola, limão e cajarana que plantou há poucos meses. “Agora não vai mais faltar água e vou ter minhas plantinhas”, comemora. Já o aposentado Francisco Canuto, 74, morador da localidade há 34 anos, vai aproveitar a fartura de água para investir nos pés de manga e vender a fruta. Quer também construir uma pequena caixa d’água para armazenar água para beber.

O projeto inclui a escavação de seis poços amazonas no Rio Acauã, para tornar possível o abastecimento de seis subsistemas a serem implantados ao longo da comunidade, com o intuito de atender 27 famílias. Os investimentos somam R$ 215,9 mil e ainda envolvem a distribuição de kits de reuso de águas cinza.

Bico da Arara

A agricultora Maria do Socorro Feliciano, 51, mora há 11 anos na comunidade Bico da Arara em Acari. “É uma vida muito sofrida sem água, dependendo de carro-pipa”, diz. Mas com o projeto em andamento, ela já está esperançosa e inclusive começou a plantar goiaba, acerola, banana e manga. Seu sonho é conseguir manter viva uma horta no quintal de casa. “Deus mandando água nossa vida vai mudar muito, com certeza”.

Clóvis Medeiros dos Santos, 63, cercou sua casa de plantas e agora colhe os frutos. As nove mangueiras já lhe renderam boas vendas de manga maranhão, mas ainda há plantação de goiaba, graviola, caju e laranja. Os coqueiros morreram, mas quando o inverno chegar e a água também, ele vai plantar novamente.

Na comunidade está sendo finalizada a construção de uma barragem submersa a base de concreto ciclópico, além da escavação de um poço amazonas de 4,5 metros de profundidade. As 16 famílias também irão receber o kit de reuso de águas cinza, que será destinado predominantemente à prática da irrigação simplificada na reposição da vegetação nativa. Estão sendo investidos R$ 184,6 mil e a execução é por conta da Sethas.


27/05/2017
Por Edilson Silva em Acari, Currais Novos

MPF e MP/RN acionam Dnocs para evitar crise hídrica em Currais Novos e Acari

O Ministério Público Federal (MPF) em Caicó e o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN) ingressaram com uma ação civil pública, incluindo pedido de liminar, para que o Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs) entregue provisoriamente as obras da adutora emergencial “Serra de Santana- Currais Novos e Acari”, permitindo que sejam iniciados os testes e o consequente abastecimento da população.

Os moradores das duas cidades e de áreas próximas dependem do funcionamento dessa adutora para não sofrerem com uma iminente crise hídrica, que deve ter início já neste mês de junho. A obra se iniciou em 2014 e estava prevista para ser concluída em dezembro de 2015. O contrato foi aditado 11 vezes e a previsão atual de conclusão seria a próxima quinta-feira, 1º de junho, mas ainda não foram iniciados sequer os testes do sistema, que levará água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves para a Estação de Tratamento de Água do Açude Dourados, em Currais Novos.

Dentre os pedidos da ação, assinada pela procuradora da República Maria Clara Lucena e a promotora de Justiça Mariana Barbalho, está a entrega provisória dos trechos já concluídos da adutora, “em condições plenas de operabilidade para início da realização de testes”. O Ministério Público defende que tais testes sejam realizados o mais rapidamente possível e em conjunto com a Caern e a empresa construtora, Gaid Construções Ltda..

Até a entrega definitiva da obra, a ação requer a apresentação de relatórios detalhados sobre o andamento dos trabalhos, de modo a permitir que o MPF possa fiscalizar tais informações, em conjunto com o 1º Batalhão de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro, situado em Caicó. MPF e MP/RN pedem ainda da Justiça a fixação de uma multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento por parte do Dnocs.

Prazos – No dia 11 deste mês, em uma reunião no MP/RN, os representantes da Gaid Construções confirmaram que já há trechos da adutora concluídos e o Dnocs se comprometeu a informar à Caern a possibilidade de iniciar os testes até o último dia 19. Porém, em vez disso, o Dnocs encaminhou um novo cronograma ao MPF prevendo o período de testes entre 25 de maio e 20 de junho, com entrega definitiva somente em 31 de julho.

“Não se trata apenas de 6 dias de atraso para iniciar os testes. Trata-se de atraso de uma obra de vital importância para a quase 70 mil pessoas que vivem na região, inicialmente prevista para ser concluída em dezembro de 2015, que hoje se apresenta como única forma de propiciar o abastecimento, por meio de sistema adutor, de água potável em uma região com colapso de abastecimento previsto para ocorrer até junho de 2017”, alerta a procuradora.

Ela lembra que o último aditivo firmado previa conclusão total da obra até a próxima quinta-feira, prazo que, novamente, será descumprido. “A adutora de engate rápido está, cada vez, mais lenta. E quem sofrerá os efeitos é o povo do Seridó”, lamenta Maria Clara Lucena.

Colapso – A previsão é que, se a adutora não for concluída, o abastecimento de Currais Novos e Acari entre em colapso já nas próximas semanas. A população local vinha sendo abastecida pelo reservatório Dourado e o Marechal Dutra (Gargalheiras). Porém, após cinco anos de seca, esse último açude se encontra em seu volume morto e o Dourados em situação crítica, devendo suportar a demanda somente por mais alguns dias, de acordo com os cálculos do Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn).

Para o MPF, os repetidos atrasos na obra, mesmo diante de situação tão alarmante, mostram que o “empreendimento não tem recebido, do Dnocs, a importância compatível à sua essencialidade e à sua condição atual de único sistema adutor para abastecimento hídrico de dezenas de milhares de pessoas na região do Seridó”.

Testes – O custo inicial da adutora é de R$ 33,9 milhões. A Gaid Construções, vencedora da licitação, foi selecionada também para executar uma adutora de engate rápido em Jucurutu, ao preço de R$ 2 milhões, dos quais a Controladoria-Geral da União identificou um superfaturamento de R$ 163 mil. “Nesse caso se faz prudente, no mínimo, que o Dnocs adote as providências necessárias para apenas aquiescer com o recebimento definitivo da obra quando estiver atestada a sua plena operacionalidade, inclusive, por parte da Caern”, reforça a procuradora.

A ação tramita na Justiça Federal sob o número 0800300-68.2017.4.05.8402.

http://www.mpf.mp.br/rn/sala-de-imprensa/noticias-rn/mpf-e-mp-rn-acionam-dnocs-para-evitar-crise-hidrica-em-currais-novos-e-acari

Assessoria de Comunicação Procuradoria da República no RN


17/04/2017
Por Edilson Silva em Acari, Policial

Acari: Jovens se envolvem em acidente de moto próximo a Gargalheiras; e um morre

Um acidente de trânsito envolvendo quatro jovens da mesma família na noite desse domingo, 16 de abril, por volta das 21:30 horas, na estrada do açude Gargalheiras, em Acari-RN, deixou uma vítima fatal.

Trata-se do jovem Abraão Carlos Garcia, de 26 anos de idade, que deixa uma namorada grávida. Outros três primos da vítima fatal estão bem, foram atendidos pelo SAMU e passam bem, sem risco de morte.

A polícia recebeu informações, ainda a investigar, que as duas motos dividiam a estrada em um racha, e acabaram colidindo entre si, e todos os ocupantes dos dois veículos faziam o trajeto sem o uso do capacete.


13/04/2017
Por Edilson Silva em Acari

Em Acari, açude Gargalheiras eleva seu nível em 24 centímetros

Após as últimas chuvas ocorridas esta semana, o Açude Marechal Dutra (Gargalheiras), em Acari, elevou o seu nível 24 centímetros.

Os últimos dados da Semarh – Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, registrados em 30 de março, apontavam que o manancial estava com 0,22% de sua capacidade total, o que corresponde a 1000 m³ (metros cúbicos) de água.


12/02/2017
Por Edilson Silva em Acari, Tempo

Chuva em Acari ultrapassa os 100 milímetros

Na noite deste sábado (11), a esperança renasceu mais uma vez para os Acarienses após uma forte chuva. No bairro Ari de Pinho o pluviômetro marcou 122 milímetros.

O açude localizado na Fazendinha Eldorado, que tem como proprietário Gilson Bezerra atingiu seu nível máximo e transbordou na noite deste sábado 11.

A população vibra com a forte chuva que banhou a cidade..


15/12/2016
Por Edilson Silva em Acari, Política

Autor de bárbaro crime em Acari se apresenta a polícia em Caicó e acaba preso

Apresentou-se na tarde de ontem na DP em Caicó acompanhado de advogado o soldador Uedson Fernandes da Silva,28 anos, residente em Acari. O mesmo é autor de um crime de morte no último domingo na cidade de Acari na região Seridó do estado, quando ele matou a golpes de faca em praça pública sua ex-companheira Jéssica Amanda da Costa.

Em depoimento ao delegado de Caicó Ricardo Brito o autor do crime disse que matou a ex-mulher por causa de ciúmes depois de ver fotos da garota com outros rapazes nas redes sociais e que perdeu a cabeça cometendo o crime.

Como já existia um mandado de prisão em seu desfavor ele ficou preso e ficará a disposição da justiça para ser julgado.

O CRIME:

Uma jovem de 22 anos foi morta a facadas na manhã de domingo 11 de dezembro na cidade de Acari, região Seridó do Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, Jéssica Amanda da Costa estava em casa quando foi atacada pelo ex-marido. O homem é procurado pela polícia. Na fuga, ele ainda teria roubado uma motocicleta.

“Ele estava aborrecido com o fim do relacionamento e foi até a casa da ex-mulher tirar satisfação. Houve uma briga e ele esfaqueou a moça. Começou dentro de casa. Ela ainda tentou correr, mas foi alcançada e morta no meio da rua”, relatou o cabo Ronaldo de Medeiros.

Ainda de acordo com o policial, o suspeito ainda roubou a motocicleta de um homem que passava pelo local e fugiu. O cabo disse ainda que Jéssica tinha uma filha com ex-marido. A faca usada no crime foi apreendida.


12/12/2016
Por Edilson Silva em Acari, Policial

Polícia segue nas buscas para localizar suspeito de matar jovem acariense com facadas

Do Blog da PM de Currais Novos – A Polícia da região Seridó, segue a procura do jovem UEDSOM FERNANDES SILVA, de 28 anos, natural e residente em Acarí, acusado de assassinar na manhã desse Domingo, (11), sua ex-companheira de quem estava separado há dois meses.

A jovem Amanda Costa, foi assassinada a golpes de faca e segundo informações, o acusado não aceitava a separação.

Qualquer informação sobre seu paradeiro pode ser repassada para 190 ou direto para viatura de Acarí (84) 99952-0169.


11/12/2016
Por Edilson Silva em Acari, Policial

Homem mata a ex-esposa com facadas em Acari

Foi assassinada na manhã deste domingo (11), por volta das 09hs, a jovem, Amanda Costa. De acordo com relatos da Polícia, ela foi morta com cutiladas de faca desferidas pelo seu ex-marido que não se conformava com a separação.

O homem ainda está em fuga e o ITEP foi acionado para fazer a remoção do corpo que será necropsiado em Caicó. A Polícia Militar realiza diligências para prender o assassino e a Polícia Civil, também já acionada, dá início a investigação do caso.




Facebook


Twitter