20/08/2020
Por Edilson Silva em Patu, Saúde

Em 12 dias, cidade do interior do RN dobra número de casos da Covid-19 e inicia lockdown

Distante 321 km da capital, o município de Patu, no Oeste do RN, teve um aumento de praticamente 100% no número de casos confirmados da Covid-19, em intervalo de 12 dias. O 100° caso foi confirmado no mesmo dia que em a cidade iniciou o isolamento social mais rígido, o lockdown.

De acordo com dados da Secretaria de Saúde do município, Patu, que tem população estimada de 12.755 habitantes, segundo o IBGE, tinha 51 casos confirmados da doença no dia 7 de agosto. Observando a curva de crescimento da doença na cidade, a Prefeitura decretou o lockdown, que teve início na quarta-feira (19) e vai até o dia 26 de agosto.

Pelo decreto, somente supermercados, farmácias, postos de combustíveis e funerárias estão liberados, assim como frigoríficos, serviços laboratoriais e lava jatos. Além disso, somente as entregas de gás e água mineral estão autorizadas na cidade durante o período, ficando vedado o serviço de delivery a restaurantes e lanchonetes. A venda e consumo de bebidas alcoólicas nas ruas também está proibido.

Ainda pelo decreto, as pessoas que estiverem nas ruas durante o período precisarão comprovar a necessidade da saída, ou serão orientadas a retornar às suas casas sob pena de multa.

Patu teve dois óbitos decorrentes da Covid-19 e segue com 15 casos suspeitos. Quatro pacientes estão hospitalizados.

Tribuna do Norte


19/08/2020
Por Edilson Silva em Patu, RN, Saúde

COVID-19: Patu decreta lockdown

O prefeito Rivelino Câmara a decretou lockdown na cidade de Patu-RN. Somente entre os dias 12 e 13 a cidade contabilizou 14 novos casos da covid-19, forçando o gestor a adotar a medida para tentar estabilizar ou zerar a contaminação em massa. Decreto entrará em vigor hoje, 19.


02/07/2020
Por Edilson Silva em Patu, Política

Imoral: Em Patu/RN, Câmara aprova reajuste de salário de vereadores, secretários, prefeito e vice

G1/RN – A Câmara Municipal de Patu, cidade do Alto Oeste do Rio Grande do Norte, votou e aprovou um projeto de lei que reajusta o salário de vereadores e secretários, além de dobrar os vencimentos para os cargos de prefeito e vice-prefeito da cidade. O projeto foi sancionado pelo prefeito Rivelino Câmara (MDB) no fim de junho.

Constitucionalmente, no último ano de mandato as câmaras municipais devem definir as remunerações para os cargos de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos que assumirão os postos no mandato seguinte. No entanto, o reajuste de até 100% em Patu durante contexto de pandemia do coronavírus chamou a atenção de algumas autoridades.

Com a nova legislação, os vereadores, secretários, prefeito e vice-prefeito passarão a receber os seguintes salários para o mandato 2021-2024:

  • Vereador: R$ 5.200, atualmente é R$ 3.940 (aumento de 31,9%);
  • Secretário: R$ 4.500, atualmente é R$ 3.150 (aumento de 42,8%);
  • Prefeito: R$ 20.000, atualmente é R$ 10.000 (aumento de 100%);
  • Vice-prefeito: R$ 10.000, atualmente é R$ 5.000 (aumento de 100%).

A votação que aprovou o reajuste contou com a presença de seis, dos nove vereadores da cidade. A votação foi de 5 votos pelo aumento contra 1 voto contrário. Kaka de Bodim, única vereadora presente a se posicionar contrário ao aumento, reconhece a obrigatoriedade da Câmara em estabelecer os novos valores para o próximo mandato, mas considera o aumento “imoral”.

“É inadmissível em plena pandemia estarmos discutindo essa problemática. Não questionei sua legalidade. Sei que existem prazos a serem respeitados, sei que está na lei. Questiono o quanto é imoral propor isso nesse momento. Aumentar em 100% o salário do prefeito é imoral diante a realidade de dor e sofrimento causado por uma doença avassaladora”, coloca a vereadora.

O aumento também repercutiu na Federação das Câmaras Municipais do Estado do RN (Fecam), que emitiu uma recomendação para que os reajustes só sejam implementados a partir de 2022 por causa da crise gerada pela pandemia de Covid-19.

“A gente tem orientado as câmaras filiadas a seguirem a lei. Há uma lei complementar nova que impede que aconteçam esses reajustes e que caso esses aumentos acontecem, que eles sejam colocados na prática a partir de janeiro ou fevereiro de 2022”, afirmou Anchieta Júnior, presidente interino da Fecam.

Por meio de nota, a Câmara Municipal de Patu disse ainda que o reajuste dos salários “trata-se de procedimento constitucional amparada na lei de responsabilidade fiscal e na lei orgânica da cidade”, e que “a aprovação dos reajustes salariais no momento de pandemia de Covid-19 que o Brasil e o mundo atravessa pode ocasionar estranhamento para quem desconhece a legislação e o processo legislativo”.

Outras cidades

Pelo menos outros cinco municípios potiguares já aprovaram ou estão com projetos nas câmaras municipais para votar reajustes salariais para vereadores, prefeitos e vices. É o caso de Acari, Angicos, João Câmara, Poço Branco e Guamaré.

Em Acari, a lei que prevê o reajuste foi sancionada pelo prefeito da cidade. Os vereadores passarão a receber R$ 4.500 a partir do próximo mandato, um aumento de 30%. A votação aconteceu ainda no mês de março, antes da suspensão das atividades por causa da pandemia.

Na cidade de Poço Branco, o aumento para os cargos de prefeito, vice, vereador e secretário foi vetado pelo chefe do Executivo local Waldemar de Góis (DEM). O veto foi mantido pela Câmara Municipal da cidade.


24/04/2020
Por Edilson Silva em Patu, Saúde

Prefeitura de Patu, RN, torna obrigatório uso de máscaras na rua

A Prefeitura de Patu, no Oeste potiguar, determinou o uso de máscaras hospitalares pela população durante a circulação na rua, para evitar possíveis contágios da Covid-19. Além disso, o Município também realiza uma “patrulha da dispersão”, com o objetivo de acabar com os pontos de aglomeração na cidade. Patu ainda não tem casos confirmados da doença, mas adotou as práticas por precaução.

As medidas estão em um decreto municipal, que também orienta a aplicação de multa para quem descumpri-las: R$ 200 para a população e R$ 500 para estabelecimentos que permitirem a entrada de clientes sem as máscaras. Aos estabelecimentos, o valo é cobrado por cada pessoa sem o item de proteção.


24/01/2020
Por Edilson Silva em Patu

Jovem de Patu picada por escorpião morre no hospital de Pau dos Ferros, no RN

Nesta quarta-feira (22) uma jovem de 32 anos, da cidade de Patu, morreu após apresentar febre e bolhas pelo corpo.

Renata Souza havia sofrido uma picada de escorpião quando estava na casa de uma amiga, no sábado passado, dia 18.

Após o acidente, a jovem foi levada para o hospital da cidade de Patu, onde foi atendida e medicada e, após todos os procedimentos, recebeu alta.

De acordo com informações de uma amiga da vítima, ela passou a semana bem, mas no final da manhã desta quarta-feira (22) começou a apresentar um quadro febril e bolhas por todo o corpo.

No final do dia Renata foi levada para o hospital da cidade e de lá foi encaminhada para o Hospital Regional Doutor Cleodon Carlos de Andrade, na cidade de Pau dos Ferros. Ela não resistiu e morreu na unidade hospitalar.

O corpo de Renata foi encaminhado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia de Mossoró e, em seguida, encaminhado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO), onde deverá ser determinada a causa oficial da morte.

Via Mossoró Hoje


11/11/2019
Por Edilson Silva em Patu

Patu: Fogo volta a atingir Serra do Lima

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBM-RN) combate vários incêndios florestais de grandes proporções no interior do estado.

Nesse domingo (10), as equipes debelaram as chamas na serra da cidade de Francisco Dantas. O trabalho na região já durava seis dias.

Segundo os bombeiros, o fogo consumiu a vegetação que estava alta e seca. Três equipes realizaram o trabalho com apoio de voluntários e funcionários da prefeitura.


12/08/2019
Por Edilson Silva em Patu, Religião

Prefeito Rivelino anuncia atrações da 36ª Feira da Cultura de Patu (RN)

Na manhã do último sábado (10) o Prefeito Rivelino Câmara anunciou na FM Educadora Patuense, juntamente com o Pároco Padre Telmo, as atrações da 36ª Feira da Cultura bem como o show religioso que vai abrir a Festa de Nossa Senhora das Dores, padroeira do município.

Em sua fala o gestor disse da importância da Feira da Cultura e da festa da padroeira para o município, onde todos os cidadãos aguardam o mês de setembro para esse grande evento que não só movimenta a cidade, mas todas cidades circunvizinhas.

Serão dez dias de muita devoção, fé e cultura com a abertura no dia 06 de setembro com o show religioso do Padre Antônio Maria, que estará pelo segundo ano consecutivo fazendo a abertura dos festejos, levando palavra de fé e esperança aos presentes. Sempre preocupado em desenvolver a cultura local e procurando parcerias para desenvolvê-las, a Companhia Mossoroense “Bela Trupe” está dirigindo o espetáculo o “Auto de Patu”, que neste ano terá novidades na cenografia e iluminação. São cerca de 100 atores locais que estão engajados nos ensaios para levar o melhor para todos.

A festa da padroeira vai ser de 06 a 15 de setembro e a 36ª Feira da Cultura de Patu vai de 06 a 14.




Facebook


Twitter