21/06/2017
Por Edilson Silva em Notas

Tony Ramos anuncia que não é mais garoto propaganda da JBS

Depois de a apresentadora Fátima Bernardes anunciar o rompimento do contrato de garota propaganda da marca Seara, integrante do portfólio da JBS, agora foi a vez do ator Tony Ramos dizer que não estampará mais os filmes da empresa.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o ator conta que decidiu pelo fim da parceria em razão da “crise institucional” que envolve a empresa dos irmãos Joesley e Wesley Batista. “Não me envergonho da campanha da carne, não me envergonho de ter anunciado uma ótima carne, não me envergonho de ter anunciado carne. Por quê? Se anunciasse perfume seria mais elegante?”, questiona o ator.

“Anunciei carne porque a consumo. Agora, frente a uma crise institucional provocada pela própria empresa, eu tenho direitos, inclusive contratuais, de rediscutir o cancelamento. É o que está sendo feito e, formalmente, estamos sem contrato”, revelou ele para a rádio.

Em entrevista ao site Ego em março, o ator, que ficou conhecido como “a cara” das propagandas da Friboi, ainda defendia a empresa. Ele dizia que tinha carne da empresa no freezer e que usava o produto para os churrascos que preparava. “Estou surpreso com essa notícia. Eu sou apenas contratado pela empresa de publicidade, não tenho nenhum contato com JBS. Não sou técnico no assunto sobre o qual a Polícia Federal está fazendo a ação, mas existe um controle em todas as embalagens, existe um código de barras pelo qual as pessoas podem acompanhar a qualidade e a validade. Eu já visitei uma das fábricas, continuo comprando os produtos Friboi. Tenho carnes deles agora no meu freezer e uso nos meus churrascos do fim de semana”, disse. “Eu espero que se apure a verdade, eles têm o direito das minhas imagens. Não sei se faria novamente (as propagandas). Se eles forem inocentados dos erros que estão sendo acusados, eu faria. Eu vou checar essa informação imediatamente”, declarou Tony Ramos na ocasião.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a JBS confirmou a saída do ator e agradeceu “a parceria e confiança nos últimos anos”.


20/06/2017
Por Edilson Silva em Notas

PIS/PASEP: Trabalhadores têm 15 dias para sacar o abono salarial de 2015

Os trabalhadores com direito ao abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2015 têm 15 dias para ir a uma agência bancária e sacarem o benefício. O prazo final é 30 de junho. O valor varia de R$ 78 a R$ 937, dependendo do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2015. Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa e servidores públicos, no Banco do Brasil. Basta apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, lembra que o prazo está ficando apertado. Ele aconselha os trabalhadores a não deixarem para a última hora para não correrem o risco de perder esse dinheiro. “O abono salarial é um direito que o trabalhador tem. Esse dinheiro é do trabalhador, portanto não perca o prazo”, recomenda.

Até 31 de maio, 1,83 milhão de trabalhadores ainda não tinham sacado o abono, o que corresponde a 7,56% do total de pessoas com direito ao benefício. O valor disponível para saque é R$ 1,28 bilhão.  O chefe da Divisão do Seguro-Desemprego e Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan Britto, explica que, depois de encerrado o período de saques, o dinheiro que não foi sacado voltará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Ele será usado para o pagamento de benefícios como o Seguro-Desemprego e o abono salarial do próximo ano.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial ano-base 2015 quem está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2015 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos; e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

O valor do abono vai depender de quanto tempo a pessoa trabalhou com carteira assinada no ano base. Se ela trabalhou durante os 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$937). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78) e assim sucessivamente.

Para saber se tem direito

O Ministério do Trabalho disponibiliza uma ferramenta de consulta para os trabalhadores saberem se têm direito ao abono salarial Ano-Base 2015. Basta acessar http://verificasd.mtb.gov.br/abono/, digitar o número do CPF ou do PIS/Pasep e a data de nascimento e consultar.

A Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.

Como sacar

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão Cidadão e senha cadastrada, pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa, ou a uma Casa Lotérica. Se não tiver o Cartão Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação. Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726 02 07 da Caixa.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep, precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, devem procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.


13/06/2017
Por Edilson Silva em Notas

Os riscos e benefícios das comidas típicas do São João

Quadrilhas, fogueiras e bandeirinhas. A festa junina, comemorada em todo o Brasil e que ganha grande expressão no Nordeste, tem como uma das principais tradições, as comidas típicas.

Pamonha, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca e bolo de milho são alguns dos alimentos consumidos nesse período. O ingrediente comum de todos eles é o milho. A nutricionista Roseanny Cristina, do Hapvida Saúde, explica que o cereal é um ótimo aliado da saúde por ser rico em vitaminas.

“O milho é uma fonte de fibras para saúde, rico em vitamina A e E, é um alimento que proporciona fonte de energia e melhora no funcionamento do organismo”.

Mas, apesar do milho trazer benefícios à saúde, a preparação dos pratos com outros ingredientes pode não ser tão saudável. “Os ingredientes que levam nas comidas de típicas, como manteiga e açúcar, podem acarretar problemas futuros. Sendo também prejudicial a um paciente diabético ou hipertenso”, ressalta a nutricionista.

Outros alimentos que fazem parte do cardápio da festividade são os doces: vatapá, mugunzá, paçoca, baião de dois e pé de moleque. Com tantas opções dessa culinária típica, a palavra chave é moderação.

Segundo a profissional, é possível fazer a substituição de ingredientes. “Na hora de preparar os alimentos, pode trocar determinados itens por leite desnatado, açúcar demerara ou orgânico e manteiga orgânica”, ressalta.


26/05/2017
Por Edilson Silva em Notas

Estudo avalia se uso excessivo de celular pelos pais pode estimular mau comportamento em crianças

Será que o excesso de tempo que os pais passam interagindo com seus celulares ou tablets pode ter algum impacto negativo no comportamento das crianças? Pesquisadores da Universidade de Michigan e da Universidade do Estado de Illinois decidiram avaliar essa possível relação em um pequeno estudo, publicado nesta quarta-feira (24) na revista “Child Development”.

Para fazer essa análise, os pesquisadores levaram em conta questionários respondidos por pais e mães de 170 famílias. Esses pais foram questionados sobre seus hábitos de uso de smartphones, tablets, laptops e outras tecnologias e sobre como esses equipamentos atrapalham momentos em família, como refeições, conversas, brincadeiras e outras atividades.

Os resultados do estudo sugerem que, ao interromper momentos em família para checar mensagens ou navegar em redes sociais, os pais podem estar contribuindo para um maior risco de problemas de comportamento nas crianças, como birras, manhas e hiperatividade.


18/05/2017
Por Edilson Silva em Notas

MPT/RN recebe quase mil denúncias de assédio moral nos últimos cinco anos

Empresas que permitem a exposição dos trabalhadores a situações vexatórias e humilhantes, de forma repetitiva e prolongada, no trabalho, podem responder por assédio moral. Nos últimos cinco anos (de 2012 a 2016), 950 denúncias de assédio moral foram recebidas pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/TN). Até meados de maio, já são 82 novas denúncias referentes ao tema, somente em 2017.

Para se ter uma ideia do aumento, entre 2007 e 2011, foram 332 denúncias, ou seja, a média anual era de 66,4, e passou para 190 (de 2012 a 2016). “Os trabalhadores estão mais conscientes do que é o assédio moral, enquanto a organização do trabalho está mais doente, com cobranças excessivas na busca do cumprimento de metas e do lucro a qualquer custo”, explica a procuradora do Trabalho Izabel Christina Baptista Queiróz Ramos, titular regional da Coordenadoria de Promoção da Igualdade (Coordigualdade) do MPT/RN.

Curiosamente, do total das 332 denúncias registradas de 2007 a 2011, o MPT/RN recebeu 112 delas apenas no ano de 2009. Um dos motivos do ano ter este destaque é que, na época, foi realizada uma campanha de combate ao assédio moral, em jornais impressos, rádio, televisão e outdoor, fruto de acordo firmado após condenação obtida contra a Ambev por assédio moral, no valor de R$ 1 milhão.


14/05/2017
Por Edilson Silva em Notas

Os desafios de ser mãe no século XXI

Quando se fala nos desafios de ser mãe, logo se pensa no mundo externo, mas os principais desafios ocorrem no próprio ciclo da vida dos filhos. A maternidade é a vocação originária da mulher, um chamado de Deus. Ele toma a iniciativa sem, contudo, tirar a liberdade humana de responder de modo positivo ou negativo.

A maternidade da mulher não se limita ao plano biológico. É algo muito maior do que simplesmente gerar um filho para o mundo, e aquela que não pode gerar filhos pode ser mãe, exercendo a “fecundidade do coração”.

Primeira fase da maternidade

Na primeira fase, os pais vivenciam as alegrias da notícia da gravidez e das pequenas descobertas até o nascimento. Por outro lado, são muitos os medos e as preocupações que envolvem a gestação, a transformação física da mãe, a ansiedade da espera, as possíveis perdas, além da preocupação com o parto.

No início da vida dos filhos, principalmente nos primeiros anos, elas passam por muitas provações e dificuldades, clamam por saúde ou a melhora de alguma enfermidade. Haja resistência física para aguentar as noites mal dormidas!

Os pais são os primeiros e principais educadores de seus filhos. Um importante desafio é a participação deles na primeira infância, porque muito do que os filhos levarão como base para a vida, aprendem nessa fase, principalmente, por meio dos exemplos dos pais e demais familiares.

Meus filhos estão adolescentes, e agora?

É na adolescência que o filho se lança ao mundo, e vencer com sucesso essa etapa é um dos maiores desafios da maternidade. O que podemos fazer? Torcer por ele, orar, confiar e socorrê-lo quando necessário. Também é da responsabilidade dos pais interferirem quando algo não vai bem, sob pena de estarem negligenciando a educação. Eles são os que mais sofrem quando seus filhos adolescentes integram o grupo de vítimas da violência social ou do uso de drogas.

A fase adulta é marcada por muitas escolhas. Pesquisas revelam que as principais são: a escolha da profissão e do cônjuge. Uma boa parte dos pais interfere, sim, nas decisões dos filhos quanto aos estudos, trabalhos ou relacionamentos. Os limites de interferência não devem ser extrapolados, pois eles precisam fazer suas próprias escolhas. Mas os pais também não podem ser omissos, o equilíbrio é o desafio.

Enfim, nessa missão, as mães são desafiadas por inúmeras situações na vida dos filhos. A mãe não descansa enquanto não vê seus filhos bem orientados e realizados em todas as fases da vida.

Assim, oram para que eles tenham fé; para que busquem Deus num mundo onde a espiritualidade é renegada a última das prioridades na vida das pessoas. Elas rezam pela segurança deles ou para abandonarem algum vício, pois estão inseridos num mundo violento e de grande apelação para o uso de drogas.

Quando estão adultos, pedem a Deus que obtenham um bom trabalho ou que sejam aprovados em algum concurso, porque as chances para os jovens são cada vez menores diante de tanto desemprego. Orientam para que sejam bons alunos e saibam escolher sua profissão, conforme a vocação que Deus lhes concedeu, diante de tantos jovens que não sabem o que querem nem para onde vão.

Num mundo cada vez mais complexo e exigente com as mulheres, ser mãe continua sendo um dos maiores desafios do século XXI, pois a felicidade dos filhos é o maior anseio da maioria das mães.

Ângela Abdo


04/05/2017
Por Edilson Silva em Notas

Maioria dos sindicatos de funcionários dos Correios decidem manter greve

Vinte e seis dos 36 sindicatos de trabalhadores dos Correios decidiram hoje (2), em assembleia da categoria, manter a greve iniciada no dia 27. Os demais sindicatos ainda não tinham informado o resultado até o fechamento desta matéria. Uma nova assembleia será feita na quinta-feira (4).

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares, amanhã (3) haverá uma reunião, às 10h, com o presidente da empresa. Às 15h haverá uma mediação no Tribunal Superior do Trabalho (TST).


30/04/2017
Por Edilson Silva em Notas

Morre o cantor e compositor Belchior aos 70 anos

O cantor e compositor cearense Belchior morreu na noite deste sábado (29) em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos.

Familiares do artista comunicaram o governo do Ceará, que, em nota, decretou luto oficial de três dias no Estado.

Em agosto de 2009, parentes e amigos do músico relataram ao “Fantástico” não ter notícias sobre o Belchior há cerca de dois anos. O sumiço pegou muitos de surpresa e repercutiu internacionalmente, tendo destaque em jornais como o britânico “The Guardian”.

Apesar do burburinho provocado pelas possíveis motivações de seu afastamento, o próprio Belchior, que desde 2006 cortara laços com empresários, produtores e a família, declarou que tinha se isolado em uma pousada de um povoado remoto no Uruguai para finalizar o trabalho de tradução para o português da “Divina Comédia”, de Dante Alighieri.

O autoexílio evidenciou a forte presença do tema da evasão da sociedade em sua obra, do primeiro ao último disco autoral, já indicando ao público um percurso de fuga que ele próprio pudesse vir a seguir.

Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, conhecido como Belchior, despontou nos anos 1970 com álbuns como “Alucinação” (1976), que trazia os clássicos “Apenas um Rapaz Latino-Americano”, “Velha Roupa Colorida” e “Como Nossos Pais” —que ficou conhecida na voz da cantora Elis Regina.


27/04/2017
Por Edilson Silva em Notas

Centrais do Cidadão não funcionarão nesta sexta

Considerando a greve geral amplamente divulgada pela imprensa, marcada para esta sexta-feira (28), aliada à paralisação dos serviços de transporte público e a expectativa de ocorrência de manifestações sociais de grandes proporções, o que pode trazer entraves no atendimento à população e no deslocamento dos servidores, a Secretaria de Estado do Trabalho da Habitação e Assistência Social (Sethas-RN) determinou que não haverá expediente nas unidades das Centrais do Cidadão na referida data. O atendimento será retomado normalmente no próximo dia 2 de maio, exceto na Central do Via Direta, em Natal, que já funcionará no sábado (29).


23/04/2017
Por Edilson Silva em Notas

Consumidor deve ficar atento a fatores que influenciam o preço da energia

Diversos fatores podem influenciar a conta de luz e o consumidor deve estar atento às informações do setor para se programar e tentar economizar quando as condições estiverem menos favoráveis, como na vigência da bandeira vermelha, por exemplo, que encarece o preço da energia.

A fatura de eletricidade é composta por diversos itens, como o custo da geração de energia, da transmissão, além de impostos e encargos. Todos os anos, ela passa pelo processo de reajuste, que tem como objetivo corrigir os preços cobrados pelas distribuidoras. A cada quatro anos, em média, ocorre a revisão tarifária, quando são revistas as regras de cálculo das tarifas e a transferência dos ganhos de produtividade das distribuidoras. No ano em que há a revisão tarifária, não é aplicado o reajuste anual.

Tanto os reajustes quanto as revisões tarifárias são definidas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Recentemente, a agência tem estabelecido alguns percentuais negativos de reajustes, ou seja, o preço da energia para os clientes de algumas distribuidoras têm caído em vez de aumentar. Isso acontece quando a Aneel faz um ajuste dos valores que foram estimados no processo tarifário anterior.

Bandeiras

Além dos reajustes nas tarifas, desde 2015 a conta de luz sofre o impacto das bandeiras tarifárias, que refletem o custo de geração da energia. Quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

Em abril, a bandeira tarifária em vigor é a vermelha patamar 1, que significa um adicional de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

O presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales, explica que a bandeira tarifária não é um pagamento adicional, porque os consumidores já pagavam pelo uso das termelétricas, mas isso entrava no cálculo dos reajustes anuais. “Não é um pagamento adicional, é apenas mais alinhado no tempo com a realidade. Se você está acionando mais termelétricas hoje, está fazendo o pagamento tempestivamente, com a bandeira amarela ou vermelha.”


13/04/2017
Por Edilson Silva em Notas

Agências da Caixa abrem mais cedo hoje para saque do FGTS de contas inativas

Agências da Caixa Econômica Federal abrem duas horas mais cedo hoje (13) para atendimento relativo às contas inativas de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O atendimento, das 9h às 15h, que já estava previsto para alguns sábados, ocorrerá também nesta quinta-feira, em 1.305 agências.

Segundo a Caixa, a abertura de forma antecipada ocorrerá em razão do fluxo de atendimento acima do esperado em algumas regiões do país. A lista com as agências pode ser consultada na internet. Nos locais em que os bancos abrem às 9h, a Caixa atenderá a partir das 8h e o fechamento será às 16h.


13/04/2017
Por Edilson Silva em Notas

Banco do Brasil vai reduzir taxas de juros para pessoas físicas e jurídicas

Após a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a taxa Selic para 11,25% ao ano, o Banco do Brasil anunciou ontem (12) que vai reduzir as taxas de juros para pessoas físicas e jurídicas. Essa é a terceira redução consecutiva no ano feita pelo BB. As novas taxas entram em vigor na próxima segunda-feira (17).

A queda mais expressiva foi para as linhas de crédito imobiliário pessoa física nas contratações do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e da carteira hipotecária. A nova taxa para as operações no âmbito do SFH passa a ser de 9,99% ao ano na faixa mínima, redução de 0,81 ponto percentual na comparação com os 10,80% praticados hoje. Para a faixa superior, a nova taxa passar a ser de 10,94% ao ano, ante os 11% ao ano que o Banco cobrava até agora. Nos financiamentos da carteira hipotecária, a taxa cai de 11,80% ao ano para 10,90% ao mês no piso; e de 12,02% para 11,99% ao ano no patamar superior.


10/04/2017
Por Edilson Silva em Notas

FGTS: 70% dos cidadãos devem sacar nesta semana

A expectativa da Caixa Ecônomica Federal é de que 70% de beneficiários façam o saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) nesta semana, segundo o superintendente da unidade de São Paulo, Clayton Rosa Carneiro.

Para atender às demandas, as agências serão abertas com duas horas de antecedência entre esta segunda-feira e quarta-feira. Neste momento, podem receber o benefício os nascidos em março, abril e maio, junto com trabalhadores que nasceram em janeiro e fevereiro.


07/04/2017
Por Edilson Silva em Notas

07 de Abril, Dia do Jornalista

O Dia do Jornalista, comemorado em 07 de abril, foi instituído em 1931, por decisão da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), como homenagem ao médico e jornalista Giovanni Battista Líbero Badaró, morto por inimigos políticos em 1830.

Líbero Badaró, como era mais conhecido, era um oposicionista ao imperador D. Pedro I e foi o criador do Observatório Constitucional, jornal independente que focava em temas políticos até então censurados ou encobertos pelo monarca. Badaró era defensor da liberdade de imprensa e morreu em virtude de suas denúncias e de sua ideologia que contrariava os homens do poder.

A morte de Badaró alimentou ainda mais a crise que começava a se instaurar no império de D. Pedro I. A revolta de populares e políticos que eram contra a repressão do monarca tornaram sua permanência no poder cada vez mais perigosa, uma vez que atos violentos estavam acontecendo frequentemente. Esse foi um dos fatores que levaram à renúncia de D. Pedro em 07 de abril de 1831.

A criação da ABI

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) foi criada para representar e assegurar aos jornalistas seus direitos e legitimar sua profissão. A data escolhida para sua criação oficial foi o dia 07 de abril de 1908, haja vista o seu caráter histórico e importância para a liberdade de imprensa.

A ABI foi idealizada pelo jornalista Gustavo de Lacerda, que acreditava que os jornais deveriam funcionar como cooperativas com uma missão social de informar e levar conhecimento à população. Sua ideologia era contrária ao Jornalismo praticado até então, cujos veículos eram empresas que visavam ao lucro, e a notícia era apenas uma mercadoria. Tal posição fez com que a associação enfrentasse certa resistência e até boicotes por parte dos grandes empresários, fator que levou a uma maior demora na consolidação da entidade.

Jornalismo no Brasil

O primeiro jornal brasileiro não era produzido no Brasil. O Correio Braziliense foi criado em 1º de junho de 1808 pelo jornalista Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça, em Londres. Sua circulação encerrou-se em 1º de dezembro de 1822.

Os custos de produção dos primeiros jornais eram altos, e a tiragem era de poucos exemplares, já que a maior parte da população brasileira era analfabeta. O conteúdo dos semanários tinha um caráter predominantemente opinativo.

A imprensa brasileira passou a se desenvolver e se tornar mais popular com a abolição da escravatura, os avanços na educação básica, o barateamento dos custos de produção e possibilidade de inserção de imagens nos semanários, que depois se tornaram periódicos.


07/04/2017
Por Edilson Silva em Notas

Empregador doméstico tem até hoje para pagar eSocial de março

Termina hoje (7) o prazo para os empregadores domésticos pagarem o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) referente a março. O documento reúne em uma única guia as contribuições fiscais, trabalhistas e previdenciárias que devem ser recolhidas pelos empregadores em relação aos trabalhadores domésticos. Documentos gerados após essa data serão calculados com multa de 0,33% por dia de atraso, informou a Receita Federal.

Para a emissão da guia unificada, o empregador deve acessar a página do eSocial na Internet. Os empregadores podem fazer o pagamento em guichê de caixa bancário, lotéricas, internet banking e canais eletrônicos de autoatendimento.


18/03/2017
Por Edilson Silva em Notas

Dia Internacional do Sono: Especialista afirma que dormir pouco pode provocar diabetes

Quando falamos de sono falamos sobre quantidade, qualidade e ritmo. Se os três pontos não estiverem alinhados, o que se tem é uma alteração de todo o funcionamento do corpo. No longo prazo, quanto menos tempo e qualidade de sono, maior é o risco de diabete, doenças cardiovasculares e alteração do sistema imunológico.

Os princiapis problemas que os brasileiros enfrentam em relação ao sono são a insônia, que é a dificuldade para iniciá-lo ou mantê-lo, e a apneia, uma fraqueza dos músculos da faringe, que ao deixar a língua bamba, provoca ronco e deixa o sono superficial, e, por fim, o descanso reduzido.

Luciano Ribeiro, médico especialista em neurologia do sono, comenta outros dois problemas, estes de causa social. Um deles é a redução da quantidade de sono, consequência do tempo que se gasta para chegar ao trabalho. “É muito comum que uma pessoa acorde às 4h da manhã e chegue às 10h no trabalho. O cochilo que ela tira no ônibus não tem a mesma qualidade do sono que teria em casa”, avalia Ribeiro. O outro ponto que ele menciona é a perda de sono no exato momento em que se deita na cama, situação que foi tema de um estudo da Universidade de Pensilvânia, publicado pela revista Times.

“A cama deixou de ter o condicionamento de sono, de descanso. As pessoas têm levado para lá notebooks e smartphones, como se ali fosse ambiente de trabalho”. O estudo da Universidade da Pensilvânia concluiu que o cérebro entende o que é local de atividade e um ambiente de repouso, e já associa a cama a um local onde se trabalha ou tem muita atividade mental. “Antes a recomendação médica era tirar a televisão do quarto. Agora aconselhamos que não se leve nenhuma tecnologia para lá”, atualiza Ribeiro.

“Quando um indivíduo dorme pouco, o relógio de cada órgão começa a funcionar em um horário que não é dele, e isso desorganiza todo o sistema”, explica Ribeiro. “No futuro teremos ainda mais problemas devido a essa situação de privação de sono que vivemos”.

Deus ajuda quem cedo madruga? Não é bem assim. Se você vive durante o dia e dorme ao longo da noite, seu corpo segue o ritmo circadiano, que trabalha sob a luz e repousa quando é noite. Agora, se seu sono só vem às 5h da manhã, junto aos primeiros raios de sol, seu ritmo é diferente. É uma questão genética, e pode ser adaptada.

Ribeiro, presidente da Associação Brasileira do Sono, recomenda terapia comportamental para os que sofrem de insônia. “Uma das prinicpais causas é a ansiedade e extrema atividade mental”. O indivíduo precisa procurar um médico para se organizar e voltar a conseguir dormir. Já os que sofrem de apneia, precisam ser avisados que roncam – já que dormem e não escutam. Os médicos disponíveis para tratar essas questão são neurologistas, otorrinolaringolostias, psiquiatras, clínicos gerais e os profissionais da medicina do sono.

Higiene do sono. Para reduzir o risco de alterações importantes no corpo, o médico recomenda um conjunto de atitudes adequadas como meditação, horário de ir para cama e horário de dormir. À noite, é melhor evitar comidas pesadas que dificultem a digestão, atividades físicas que despertem e o consumo de álcool, que deixa o sono superficial e intermitente.

“As pessoas precisam reconhecer o ritmo que seus corpos têm e o quanto precisam dormir. É importante estar atento e tentar adaptar a rotina de trabalho às necessidades do corpo”. Ribeiro recomenda também que o indivíduo saiba quanto tempo precisa dormir para acordar bem, passar o dia bem e dormir bem.

Julice Gomes


11/03/2017
Por Edilson Silva em Notas

FGTS – Saiba o que fazer se a sua empresa não depositou o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

Desde que o governo anunciou a liberação do saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o Ministério do Trabalho recebeu 239 denúncias de problemas com o depósito do benefício. Segundo a Lei 8.036/1990, todos os empregadores são obrigados a depositar, em conta bancária vinculada, o correspondente a 8% da remuneração do trabalhador no mês anterior. Nesse percentual devem ser incluídos cálculos referentes a comissões, gorjetas e gratificações.

Os depósitos do FGTS devem ocorrer mensalmente até o dia 7.  Quando a data não cair em dia útil, o recolhimento deverá ser antecipado. Além disso, as empresas são obrigadas a comunicar mensalmente os empregados sobre os valores recolhidos. O chefe da Divisão de Fiscalização do FGTS no Ministério do Trabalho, Joel Darcie, lembra que qualquer trabalhador pode checar se os depósitos estão sendo feitos corretamente.

“Basta tirar um extrato atualizado da conta vinculada do Fundo de Garantia. O documento pode ser obtido em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, de posse do Cartão do Trabalhador, ou da Carteira de Trabalho e o cartão ou número do PIS. Também é possível fazer isso baixando o aplicativo do FGTS no smartphone”, explica.

A Caixa só tem as informações a partir de maio de 1992. Caso o trabalhador tenha sido admitido na empresa antes dessa data, ele deve verificar na Carteira de Trabalho, na parte FGTS, qual era o banco anterior e solicitar o extrato. Com o extrato em mãos, é possível verificar se todos os meses trabalhados tiveram depósito em conta.

Como denunciar

Se o trabalhador constatar que não teve o fundo de garantia depositado corretamente, pode formalizar denúncia contra a empresa. Joel Darcie garante que denunciar é igualmente simples, e a denúncia fica registrada como anônima, evitando possíveis prejuízos ao emprego. “Ele pode procurar o sindicato representante da categoria profissional ao qual ele pertence ou uma Superintendência, agência ou gerência do Ministério do Trabalho na cidade dele.”

A rede de atendimento do Ministério do Trabalho está disponível no site do Ministério do Trabalho. Não existe prazo para fazer a reclamação. Os documentos necessários são apenas carteira de trabalho e o extrato da conta vinculada do FGTS.

O trabalhador também tem a opção de oferecer denúncia ao Ministério Público do Trabalho ou ingressar com reclamação na Justiça do Trabalho. Nos casos em que a empresa não exista mais, o trabalhador pode ingressar com uma ação trabalhista na Justiça do Trabalho e requerer o pagamento do FGTS devido.

Darcie ressalta que, além das denúncias feitas por trabalhadores, a auditoria-fiscal do trabalho realiza regularmente o confronto de informações entre os sistemas informatizados do Ministério do Trabalho e os da Caixa Econômica Federal. Desse procedimento, também surgem constatações de irregularidades nos depósitos de FGTS, que recebem os encaminhamentos necessários.

O saque de contas inativas foi liberado pela Medida Provisória 763/16, assinada pelo presidente Michel Temer, em 23 de dezembro do ano passado. O trabalhador poderá sacar os valores depositados em todas as contas cujo contrato de trabalho estava extinto em 31/12/2015. A Caixa criou um site com todas as informações sobre a MP e divulgou um calendário de pagamento, que começa a valer a partir desta sexta-feira (10), para os nascidos em janeiro e fevereiro.

Para saber mais sobre  a MP 763/16 e consultar o calendário de pagamento clique aqui. Faça o download com boletim de áudio aqui.

Ministério do Trabalho

Assessoria de Imprensa

Graziela Andreatta


10/03/2017
Por Edilson Silva em Notas

Liberação do FGTS inativo terá impacto direto no PIB deste ano

O saque das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que tem início hoje, pode ter um impacto importante de até 0,3 ponto porcentual no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, segundo cálculos feitos por economistas que consideram que uma parcela desses recursos será direcionada para o consumo.

A partir de hoje, os trabalhadores que nasceram em janeiro e fevereiro que têm contas inativas do FGTS já podem sacar seus recursos na Caixa. Segundo o banco, 4,8 milhões de pessoas já poderá ter acesso ao dinheiro. Neste mês, R$ 6,9 bilhões já estarão disponíveis.

Na avaliação de Braulio Borges, economista da LCA Consultores, a liberação desses recursos ajudará o consumo do dia a dia e contribuirá para tirar o País da recessão. Ele acha bem provável que boa parte dos saldos até R$ 3 mil depositados nas contas inativas do FGTS sejam direcionados para consumo. Isso significa cerca R$ 16,5 bilhões, que podem representar um acréscimo de 0,3 ponto porcentual no PIB deste ano. “Não fosse isso, o crescimento esperado do PIB por nós seria de 0,6%, ao invés do 0,9% que projetamos.”

Alessandra Ribeiro, sócia da Tendências Consultoria, faz coro. “Se cerca de R$ 15 bilhões forem utilizados para consumo, dado o efeito multiplicador sobre o PIB, podemos ter adição de cerca de 0,3 ponto porcentual PIB.”

Já o economista-chefe da MB Associados, Sergio Vale, projeta um impacto menor, de 0,2 ponto porcentual na taxa de crescimento do PIB deste ano. “Boa parte desses recursos deve ir para pagamento de dívida, o que ajuda em um segundo momento no consumo, mas não agora”, observa.

Destino. Pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) feita para saber o destino do dinheiro das contas inativas do FGTS mostra que o principal uso (38,2%) será para o pagamento de dívidas, seguido de despesas do dia a dia (34,3%).

Quando se avalia os resultados por estratos sociais, os mais ricos (classes A e B), terão como destino principal dos recursos poupança e investimento (30,8%). Entre os mais pobres (classes C, D e E), o principal uso será o pagamento de dívidas (43,7%).

Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil, diz que, sozinhos, esses recursos não têm capacidade para tirar o País da crise, mas eles dão um alívio importante para o orçamento das famílias com dívidas em atraso que, no momento seguinte, poderão voltar a consumir.

Para facilitar os saques, a Caixa vai abrir, amanhã, 1.841 agências (54% do total). As agências também serão abertas em outros sábados (13 de maio, 17 de junho e 15 de julho), para atendimentos relacionados ao FGTS: solucionar dúvidas, promover acertos de cadastro e emitir senha do cartão cidadão. A relação de agências está no site da Caixa.


09/03/2017
Por Edilson Silva em Notas

MDSA reajusta em 45% repasses da assistência social

Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) reajustará o valor repassado aos municípios para o atendimento à população em vulnerabilidade social nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). O aumento médio será de 45%. Os recursos começam a ser repassados aos fundos municipais a partir de junho deste ano. Desde 2013, o valor destinado às prefeituras não sofria reajuste.

Os municípios de até 20 mil habitantes, que recebiam R$ 6 mil por mês do financiamento federal para a execução do serviço nos Cras, passarão a receber R$ 8,7 mil. Já os municípios entre 20 mil e 50 mil habitantes passam de R$ 9 mil para R$ 13 mil por cada centro de atendimento. E os municípios acima de 50 mil habitantes passam de R$ 12 mil para R$ 17,4 mil por mês.


09/03/2017
Por Edilson Silva em Notas

Saque do FGTS inativo começa amanhã para 4,8 milhões

Começa amanhã (10) o pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos nos meses de janeiro e fevereiro. Serão beneficiadas inicialmente 4,8 milhões de pessoas, que poderão sacar quase R$ 7 bilhões, o equivalente a 15,9% do total disponível. Segundo a Caixa Econômica Federal, 1,65 milhão de trabalhadores receberão automaticamente o crédito em suas contas na Caixa.

Além disso, mais de 1,2 milhão de pessoas poderão sacar utilizando o Cartão Cidadão no autoatendimento, em lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Os demais trabalhadores deverão retirar seus recursos nas agências da Caixa, que vão abrir sábado (11), segunda (13) e terça-feira (14) com duas horas de antecedência para auxiliar no fluxo de atendimento.

O banco abrirá 1.841 agências no primeiro sábado após o início do cronograma mensal de pagamento, exceto em abril. No sábado, o horário de atendimento será das 9h às 15h.A consulta às agências que funcionarão pode ser feita na página da Caixa . Pode fazer o saque quem teve contratos de trabalho encerrados até 31 de dezembro de 2015. O pagamento das 49,6 milhões de contas inativas seguirá um calendário específico, que leva em conta o mês de aniversário do trabalhador.


Página 1 de 512345


Facebook


Twitter