27/06/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragens do RN têm 30,67% do total de armazenamento, diz Igarn

O Relatório da Situação Volumétrica dos Principais Reservatórios do Estado divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), nesta terça-feira (26), indica que, mesmo com o final do inverno no interior do Estado, o quadro geral das reservas hídricas superficiais permanece estável com 30,67% do total de armazenamento.

Maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves (ARG) está com 693.102.666 metros cúbicos, percentualmente, 28,88% do seu volume total.

A Barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 600 milhões de metros cúbicos, está com um aporte hídrico de 171,270 milhões de metros cúbicos, que representam 28,56% da sua capacidade total.

O açude Umari, em Upanema, com capacidade para 292,813 milhões de m³, está com 139,180 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 47,53% do volume total do manancial.

Dos 47 reservatórios, com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos, 8 reservatórios permanecem em volume morto, percentualmente 17% do mananciais potiguares. Já os mananciais secos, atualmente, são dois, percentualmente, 4,1% dos açudes potiguares.


11/06/2018
Por Edilson Silva em Assu

Prefeitura do Assu e Sebrae/RN capacitarão artesãos e doceiras do município

Buscando colaborar com integrantes de cadeias produtivas que têm interesse em qualificação para aprimorar a qualidade da prestação de serviços e produtos, a Prefeitura do Assu, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação, promoverá nesta segunda-feira (11) um treinamento sobre “Qualidade no Atendimento” para artesãos e doceiros do município.

Esta ação, salienta a secretária Helenora Rocha, revela a atenção da administração Gustavo Soares-Sandra Alves com o empreendedorismo e se propõe a otimizar o padrão de atendimento das categorias durante o período do São João 2018.

A ação será realizada em parceria com o escritório regional do Sebrae/RN, e a capacitação será realizada no auditório da entidade, a partir de 15 horas. “O Assú vai viver sua festa maior e é de fundamental importância que os artesãos e doceiros estejam bem preparados para atender à população e os visitantes que estarão na cidade nesse período”, observou a secretária municipal.

A atividade está inserida no âmbito do O Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho) busca a autonomia das famílias usuárias da Política de Assistência Social, por meio da integração ao mundo do trabalho.


04/05/2018
Por Edilson Silva em Assu

ANA autoriza serviços de recuperação Hidromecânica na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves

As comportas da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves serão fechadas no período de 14/05/2018 a 21/05/2018. A Agência Nacional de Águas (ANA) concedeu ao DNOCS a autorização para execução de serviços de recuperação hidromecânica, na Barragem potiguar, localizada em Assu/RN.

O fechamento tem o objetivo de possibilitar inspeções subaquáticas, a recuperação de estruturas para minimizar a ocorrência de vazamentos e a complementação das atividades de tratamento e manutenção de válvulas borboleta, tubulações e equipamentos iniciados em fevereiro de 2018.

Nos municípios em que houver interrupção da operação do sistema público de abastecimento de água, o Estado do Rio Grande do Norte proverá o suprimento emergencial de água potável a usuários essenciais, tais como unidades de saúde e escolas.

A liberação dos serviços foi feita pela ANA e pelos órgãos hídricos do RN: Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte – SEMARH, o Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte – IGARN, o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte – CAERN e o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó-Piranhas-Açu – CBH-PPA.


02/05/2018
Por Edilson Silva em Assu

Nível da barragem Armando Ribeiro inalterado nas últimas horas

A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, do dia 12 de fevereiro até o dia (01-05) ela já subiu 7,24. E  encontra-se na cota 41,70 e de ontem para hoje ela teve o seu nível inalterado.


27/04/2018
Por Edilson Silva em Assu

Nível da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves continua subindo

De ontem para hoje, dia 27 de abril, o volume da barragem Armando Ribeiro Gonçalves aumentou mais 10,4 milhões de metros cúbicos. Passou de 676,7 para 687,1 milhões de metros cúbicos. A elevação no nível da lâmina de água nas últimas 24 horas foi de quatorze centímetros.

Faltam 13,46 metros para a barragem atingir a cota de sangria. No período de 12 de fevereiro, data em que foi registrado o menor nível de 2018, até hoje, a elevação acumulada no nível da barragem foi de 7,08 metros. A reserva hídrica do reservatório é de 28,63%.


26/04/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves está com 28,2% de sua capacidade total

Nas últimas 24 horas o principal reservatório do Rio Grande do Norte, Barragem Armando  Ribeiro Gonçalves aumentou seu nível em 06 cm, o que representa um acréscimo de 4,5 milhões de metros cúbicos, passando a marca atingir a marca de 676,7 milhões de m3 o que representa 28,2% de sua capacidade total.


23/04/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragem Armando Ribeiro ainda precisa aumentar 14 metros para atingir cota de sangria

O nível da lâmina de água da barragem Armando Ribeiro Gonçalves aumentou de ontem para hoje, 23 de abril, vinte e um centímetros.

No período de 12 de fevereiro, data em que foi registrado o menor nível de 2018, até hoje, a elevação acumulada no nível da barragem foi de 6,49 metros.

Faltam 14,05 metros para a barragem atingir a cota de sangria.


17/04/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragem Armando Ribeiro: saindo do volume morto

A Barragem Armando Ribeiro, principal reservatório do Rio Grande do Norte, saiu do volume morto com as chuvas que atingiram o estado nos últimos dias. A informação foi confirmada pelo diretor-presidente do Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn), Josivan Cardoso.

O reservatório está com 3,70 metros de água acima do nível de volume morto. Hoje, estão represados na barragem mais de 481 milhões de metros cúbicos de água, o que corresponde a cerca de 20% de sua capacidade total, que é de 2,4 bilhões de metros cúbicos.

Além da Armando Ribeiro, outros dez reservatórios já haviam saído do volume morto de acordo com o relatório divulgado pelo Igarn nesta segunda-feira. Outros sete deixaram o estado seco com as chuvas deste fim de semana, quando os reservatórios do estado receberam 143 milhões de metros cúbicos de água. O monitoramento dos principais reservatórios do estado é feito diariamente pelo Instituto.

TN


13/04/2018
Por Edilson Silva em Assu

Nível da barragem Armando Ribeiro elevou dois metros em sessenta dias

No período de 12 de fevereiro, data em que foi registrado o menor nível de 2018, até esta sexta-feira, dia 13 de abril, a elevação acumulada no nível da barragem Armando Ribeiro Gonçalves foi de 2,02 metros. Nesse mesmo período o aumento no volume acumulado foi de 96,8 milhões de metros cúbicos. A reserva hídrica nesses sessenta dias elevou em 4,03%

De ontem para hoje o nível da lâmina d’água aumentou em quinze centímetros, de acordo com monitoramento da equipe do Dnocs-Assú. O volume está em 355,9 milhões de metros cúbicos, que representa 14,83% de reserva hídrica.


12/04/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves está com 13,8% da sua capacidade total

O nível da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves subiu 29 cm nas últimas 24 horas. De acordo com a medição feita o reservatório acumula 331.194.133.00, o que corresponde a 13,8% da sua capacidade total que é de 2.400.000.000.00 de metros cúbicos de água.

Maior reservatório do Rio Grande do Norte e o segundo do Nordeste, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves tem suas comportas localizadas na cidade de Itajá, no Vale do Açu, e capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos de água. Ela é responsável pelo abastecimento direto de aproximadamente 40 cidades nas regiões Central e Oeste do estado.

No dia 3 de janeiro, a barragem entrou em volume morto. Foi a primeira vez que isso aconteceu desde sua inauguração, em 1983. Com as chuvas que acumuladas este ano, o reservatório voltou a receber água e melhorou a capacidade, mas ainda falta muito para atingir o seu limite máximo.


09/04/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves aumenta 47 centímetros

A Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves é o maior reservatório de água do Rio Grande do Norte, com capacidade de 2,4 bilhões de metros cúbicos. Está localizada no Rio Piranhas-Assu, entre os municípios de Assu, Itajá e São Rafael.

Confira os dados atualizados:


01/04/2018
Por Edilson Silva em Assu, RN

Situação da Barragem Armando Ribeiro é mais grave que no ano passado

Mesmo com as chuvas que caíram no Rio Grande do Norte nos primeiros meses do ano, a situação da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o maior reservatório de água do Governo do Estado, é grave. Isso porque, segundo boletim divulgado em março, o reservatório está com apenas 11,81% de sua capacidade hídrica, ou seja, está com pouco mais de 283 milhões de metros cúbicos de água, quando seu volume total é de 2,4 bilhões m³.

A situação, inclusive, é mais grave que a do ano passado. Em abril de 2017, segundo Instituto de Gestão das Águas do Estado do RN (IGARN), o reservatório, localizado no Rio Piranhas-Assu, entre os municípios de Assu, Itajá e São Rafael, tinha um volume de, aproximadamente, 18,9%, com mais de 453 milhões m³.


06/03/2018
Por Edilson Silva em Assu, RN

Barragem Armando Ribeiro sai do volume morto, aponta relatório do IGARN

O Relatório da Situação Volumétrica dos principais reservatórios do Estado, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN), nesta segunda-feira, 5, aponta que a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves (ARG) saiu do volume morto com as recentes recargas de água recebidas após as chuvas.

Apesar da boa notícia, a cota mínima de água do manancial antes de entrar no chamado volume morto é de 35 metros e atualmente ela se encontra com 35,03 metros, ou seja, a diferença é de apenas 3 centímetros. Como o consumo médio é de 2 centímetros por dia no reservatório, se não houver reposição de águas, ele poderá voltar ao nível crítico ainda esta semana.

Josivan Cardoso, diretor-presidente do Igarn, alerta que a continuidade das precipitações chuvosas é essencial para que a situação do maior reservatório do Estado, que possui capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos de água, e está com 284,986 milhões, possa atingir nível realmente confortável, não só para o abastecimento atual, mas também para suportar até o próximo período chuvoso.

“Mesmo saindo do volume morto, alertamos que precisa continuar chovendo para que o nível se mantenha e se eleve, pois mesmo com o controle e a Fiscalização as águas da ARG continuam sendo usadas para os abastecimentos dos municípios potiguares que dependem de suas águas”, explica o Josivan Cardoso.

Dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Governo do RN, por meio do Igarn, 17 continuam em volume morto e 15 estão secos. No relatório, divulgado posteriormente ao carnaval, 17 estavam em volume morto e 16 secos.

O açude Marcelino Vieira, situado na cidade de mesmo nome, estava seco e agora se encontra com 371.988 mil metros cúbicos, ou 3,32% do seu volume total que é de 11,200 milhões de metros cúbicos, ou seja, está em volume morto.

Com relação aos outros dois maiores reservatórios estaduais, a situação permanece estável, já que mesmo com a utilização de suas águas, seus índices permaneceram muito parecidos. Segundo maior reservatório do Estado, a barragem Santa Cruz do Apodi praticamente não teve mudança no seu volume e está com 13,84%, o que corresponde a 82,978 milhões de metros cúbicos dos 599 milhões que acumula quando cheia.

A barragem de Umari, em Upanema, também seguiu o mesmo cenário, permanecendo com 13% de sua capacidade, 39,230 milhões dos 292 milhões que acumula no seu volume total.

A Bacia Apodi, em Mossoró, está com 129,113 milhões de metros cúbicos, o que corresponde a 11,73% da sua capacidade hídrica superficial total. Já a Bacia Piranhas, em Assu, está com 355,667 milhões de metros cúbicos, 11,99% do seu volume total superficial, apesar do valor apresentado, nesta bacia, mesmo com a utilização das águas dos principais mananciais, houve um pequeno aumento de volume, ainda que irrisório do ponto de vista percentual.

Volumes das principais lagoas 

A Lagoa de Extremoz, responsável por parte do abastecimento da Zona Norte da Capital, está com 7,840 milhões de metros cúbicos, correspondente a 71,15% do seu volume máximo, que é de 11 milhões de metros cúbicos.

Já a Lagoa do Jiqui, que possui 440 mil metros cúbicos e abastece parte da Zona Sul de Natal permanece completamente cheia.

A Lagoa do Bonfim, que fornece água para a Adutora Monsenhor Expedito, está com 52,54%, 44,275 milhões de metros cúbicos dos 84,2 que possui quando cheia.


19/02/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragem Armando Ribeiro ganha 6 milhões de m³

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves ficou com um saldo de 5.921.800 de metros cúbicos no período de 9 a 18 de fevereiro, diante das chuvas que caíram neste período. Localizada na bacia Piranhas-Assu a barragem é o maior reservatório de água do RN e, embora continue em situação crítica, o açude vem dia a dia ganhando volume neste mês de fevereiro.

Os dados são do Instituto de Gestão das Águas do Estado do RN (Igarn), que divulgou o relatório de volume dos reservatórios nesta tarde de domingo (19).

Segundo o presidente do Igarn, Josivan Cardoso, os açudes pequenos estão praticamente cheios ou perto de encher, melhorando muito a situação do homem do campo em várias regiões do estado. ´

Veja abaixo o saldo de volume para o período de 9 a 18 de fevereiro nos principais açudes do RN:

  • Armando Ribeiro Gonçalves (Assú)- 5.921.800
  • Mendubim (Assu) – 1.633.937
  • Tabatinga (Macaíba) – 820.688
  • Itans (Caicó) – 752.000
  • Boqueirão de Angicos (Afonso Bezerra) – 124.262
  • Marechal Dutra (Gargalheiras) – 3.685


16/02/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves aumenta oito centímetros no seu nível d’água

Com as últimas chuvas registradas, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves aumentou seu nível d’água em oito centímetros. A informação foi confirmada pelo diretor-presidente do Instituto de Gestão de Águas do RN, Josivan Cardoso em entrevista ao Jornal Regional, no Sistema Rural de Comunicação.

Os oito centímetros equivalem a aproximadamente 3,6 milhões de metros cúbicos. Atualmente, a Barragem está com 11,01% do seu volume total d’água, o que corresponde a 264 milhões, 141 mil, 933 metros cúbicos.


15/02/2018
Por Edilson Silva em Assu

Volume da barragem Armando Ribeiro aumentou 2,7 milhões de metros cúbicos

No período de sexta-feira, dia 9, até o início da manhã desta quarta-feira, 14, o volume da barragem Armando Ribeiro Gonçalves aumentou 2,7 milhões de metros cúbicos. Passou de 260 para 262,7 milhões de m3.

O reservatório está com 10,95% de reserva hídrica e com nível d’água na cota 34,54 metros. Aumentou seis centímetros de sexta-feira até hoje.


09/01/2018
Por Edilson Silva em Assu, RN

Níveis dos reservatórios do RN devem melhorar a partir de fevereiro, avalia Emparn

As chuvas que caíram no Rio Grande do Norte nos últimos dias e que devem se estender até o próximo final de semana ainda não são suficientes para promover melhorias nos reservatórios de água do Estado. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), isso só deve acontecer a partir do mês de fevereiro.

“A partir de fevereiro, com o início do período chuvoso, nós poderemos ter uma recuperação dos mananciais de água do RN”, afirmou o meteorologista Gilmar Bistrot.

Segundo ele, as primeiras chuvas do ano são responsáveis por umedecer o solo. “O solo está muito seco. Essas primeiras chuvas conseguem apenas umedecer o solo. Então, para ter uma recuperação considerável dos açudes é preciso ter uma concentração de chuvas boas. E, por enquanto, ainda não se tem isso”, explicou.

Na semana passada, o Instituto de Gestão das Águas (Igarn) divulgou o boletim com a situação dos principais reservatórios de água do RN. O resultado aponta para o pior nível de abastecimento em seis anos.


04/01/2018
Por Edilson Silva em Assu

Urgente: Armando Ribeiro entra no volume morto

A crise hídrica que afeta o Rio Grande do Norte – a pior da história – está cada vez mais grave. Nesta quarta (3), o maior reservatório potiguar, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, que comporta até 2,4 bilhões de metros cúbicos de água, chegou a 11,74% de sua capacidade e entrou no chamado volume morto – nome que se dá à reserva de água mais profunda das represas, que fica abaixo dos canos de captação que normalmente são usados para retirar água.

Segundo o Instituto de Gestão das Águas do Estado (Igarn), estava sendo liberada uma vazão de 5 metros cúbicos por segundo. Hoje, a barragem só consegue liberar 4,36 metros cúbicos. Se assim continuar, a previsão é que só haverá abastecimento pelos próximos 30 ou 45 dias. Quarenta municípios dependem diretamente das águas da Armando Ribeiro.

Diretor-presidente do Igarn, Josivan Cardoso explica que, apesar da situação, o governo estadual está fazendo o possível para manter as reservas ainda existentes e o abastecimento das cidades. “Ações de monitoramento, controle e fiscalização implantadas pelo Igarn proporcionam ainda manter os sistemas em operação, mesmo que dentro de racionamentos e rodízios”.

Contudo, Josivan ressalta que é importante que a população faça o consumo sustentável da água, “tanto para garantir a continuidade do abastecimento das cidades que ainda não estão em colapso, quanto para ajudar na recarga dos reservatórios quando as chuvas tiverem início”.

G 1 (RN)


07/12/2017
Por Edilson Silva em Assu, Currais Novos

Odon Jr visitou ponto de captação da adutora de Currais Novos na Barragem Armando Ribeiro

O Prefeito de Currais Novos, Odon Jr, e o secretário municipal do Gabinete, Francisco Medeiros, estiveram na tarde desta quarta-feira (06) no ponto de captação da adutora de Currais Novos/Acari na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves. O novo ponto de captação, que também servirá para as adutoras Serra de Sant’Ana e Caicó, esta localizada no “ponto quatorze” do reservatório. “Cumprindo o papel de representar nossa população, fomos ver de perto o que está ocasionando a demora da chegada da água em Currais Novos/Acari, Caicó e Serra de Sant’Ana”, disse o Prefeito.

Até a tarde desta quarta, o bombeamento no novo ponto não tinha iniciado por falta da ligação de energia por parte da COSERN, que só chegou ao local no final da tarde. “Ao sairmos do local, um veículo da COSERN estava chegando para realizar a ligação de energia, e então é que se inicia o bombeamento de teses na nova captação”, comentou Odon Jr.


14/11/2017
Por Edilson Silva em Assu

ANA autoriza serviços de recuperação hidromecânica na Barragem Armando Ribeiro

Agência Nacional de Águas (ANA) concedeu ao DNOCS a autorização para execução de serviços de recuperação hidromecânica, da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, em Assu/RN.

Os serviços consistem da retirada das válvulas dispersoras, adaptação das tubulações de descargas às novas válvulas, recuperação das válvulas borboleta, substituição das guias de deslizamento da comporta de montante, e montagem das novas válvulas dispersoras.

Para a realização das atividades haverá a necessidade de interrupções parciais ou totais, das descargas do reservatório para o Rio Açu, com possíveis impactos sobre a operação das captações de água, autorizadas nos termos da Resolução ANA nº 1.932/2017.

A obra será realizada em cinco fases, de maneira que as duas primeiras serão executadas nos dias 20 e 21 de novembro, e as demais fases serão realizadas conforme os resultados dessas duas primeiras. As três ultimas fases serão pactuadas entre a ANA, o DNOCS e o Governo do Rio Grande do Norte.

Confira o cronograma dos serviços das fases 1 e 2:
Dia 20 de Novembro – das 8h às 18 horas – FASE 1: desmontagem e retirada das válvulas dispersoras, com interrupção alternada das defluências por cada uma das duas tubulações de descargas.

Dia 21 de Novembro – das 8h às 20 horas – FASE 2: adaptação das tubulações de descarga às novas válvulas.


Página 1 de 41234


Facebook


Twitter