10/03/2016
Por Edilson Silva em Policial, São José de Mipibu, Vídeo Blog

Homem é preso com pedras preciosas ilegais em São José de Mipibu

Pedra preciosa rara e bastante valiosa, a turmalina paraíba foi o motivo que levou um homem a ser preso no fim da tarde desta quarta-feira (9) em São José de Mipibu. Policiais rodoviários federais abordaram uma Toyota Hilux, na BR-101, durante fiscalização de rotina. Seu motorista era um construtor civil de Natal de 64 anos, que vinha de Ares para Natal. Ao analisar os documentos, os agentes já constataram que a CNH estava vencida. O crime foi descoberto na averiguação dos pertences: em uma mochila havia 93 cédulas de 100 bolívares e um punhado de pedras azuladas.

Na busca de outros indícios e em conversa com o homem, os policiais descobriram que as pedras foram objetos de uma troca, em que o construtor deu um terreno e uma máquina, valendo cerca de R$ 200.000,00. O negócio fora realizado em dezembro de 2015, em Ponta Negra. Já os bolívares, que valem cerca de R$ 5.400,00 pela cotação oficial, foi parte de pagamento de outra troca envolvendo terreno.

Foram contadas 32 pedras lapidadas e 2 brutas, todas assemelhadas à turmalina paraíba. O homem foi conduzido para a Polícia Federal, que providenciará a perícia. Segundo informações do Ministério Público Federal da Paraíba, “Estima-se que um quilate (0,2 grama) da pedra custa em média U$ 30 mil e pode chegar a custar até U$ 100 mil, dependendo das características da gema”.


26/05/2015
Por Edilson Silva em Policial, São José de Mipibu

Dois corpos em decomposição são encontrados em São José do Mipibu

650x400_80s855689U5869QBIhdt

Vítimas são do sexo masculino e estavam em uma estrada na comunidade Pau Brasil

Os corpos de dois homens ainda não identificados foram encontrados na manhã desta terça-feira (26), em uma estrada carroçável, na comunidade Pau Brasil, no município de São José do Mipibu, região Metropolitana de Natal. De acordo com a polícia, devido ao alto estado de decomposição, nenhuma das vítimas foi identificada prontamente no local.

Segundo o tenente Leão, comandante do policiamento do município, foram moradores da comunidade que encontraram os corpos e informaram aos policiais através do telefone de emergência 190. “Os moradores estavam incomodados com um forte odor que partia de um determinado ponto de uma estrada carroçável, um deles saiu esta manhã para trabalhar na cidade e acabou encontrando os corpos já em decomposição”, informou.

Os peritos do ITEP (Instituto Técnico e Científico de Polícia) foram acionados para as primeiras análises e recolhimento de informações. Nenhuma testemunha se apresentou aos policiais civis para neste primeiro momento, porém a suspeita dos investigadores, que preferiram não ser identificados, é de que as vítimas tenham sido assassinadas e os corpos desovados no local.


29/01/2015
Por Edilson Silva em Policial, São José de Mipibu

Polícia Federal prende motorista com ‘arma de guerra’ no RN

arma-apreendida-pela-PRF-e-Pf-com-taxista-pernambucano-em-Natal

Fuzil apreendido pela PRF e PF com taxista pernambucano em Natal 

(FOTO: Comunicação Social PF/RN)

A Polícia Federal, com apoio da PRF, prendeu na tarde desta quarta-feira, 28/1, em São José de Mipibu, Região Metropolitana de Natal, o taxista, Thyago Ribeiro da Silva, de 21 anos, pernambucano, flagrado conduzindo um fuzil na bagagem.

A ação ocorreu quando os policiais realizavam uma fiscalização de rotina e ao chegarem em posto de combustível na BR 101, abordaram um motorista que dirigia um táxi com placa de Recife/PE. Ao ser indagado a razão da sua viagem, o homem ficou visivelmente nervoso, o que motivou uma busca no veículo, sendo a arma, calibre 5.56, encontrada no banco traseiro, desmontada, enrolada em um pano, no interior de uma bolsa.

De imediato, o suspeito recebeu voz de prisão e foi conduzido para ser autuado na sede da PF, no bairro de Lagoa Nova. Durante o seu interrogatório, o acusado disse que o fuzil seria entregue para uma pessoa que que iria ao seu encontro, mas que não sabia identificá-la.

Em seguida, o envolvido se utilizou do direito constitucional de permanecer calado e recusou-se a responder a outras perguntas. Além da prisão, a PF apreendeu o táxi, dinheiro, celulares e munição.

Enquadrado por infringência ao Estatuto do Desarmamento, o homem encontra-se sob custódia da PF, à disposição da Justiça, onde aguarda transferência para alguma unidade prisional do estado.




Facebook


Twitter