16/12/2014
Por Edilson Silva em Felipe Guerra

Felipe Guerra: Ex-prefeito preso é internado novamente com dores no peito

braz-df

O ex-prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa, foi levado novamente da prisão para o Hospital Regional Hélio Morais Marinho, em Apodi, se queixando de dores no peito. Na primeira ocasião, Braz se submeteu há vários exames, mas não foi constatado e ele alegou apenas stress de ficar na prisão.

Em tempo: Braz Costa foi preso 28 de novembro, acusado de desvios de milhões na prefeitura de Felipe Guerra, além da compra de votos durante a eleição passada.


29/11/2014
Por Edilson Silva em Felipe Guerra, Policial, Política

Ex-prefeito de Felipe Guerra/RN é preso por decisão judicial e está no CDP de Apodi/RN

Do Jornal da De Fato – A juíza Kátia Cristina Guedes Dias, de Apodi, decretou a prisão preventiva do ex-prefeito Braz Costa Neto em cinco processos, atendendo pedido do Ministério Público Estadual. As ordens judiciais foram cumpridas por volta das 14h desta sexta-feira,28, pela Policia MIlitar de Apodi.

Brás Costa, que administrou Felipe Guerra de 2005 a 2011, quando foi afastado do cargo por determinação judicial em processos por corrupção, está recolhido no Centro de Detenção Provisória de apodi. Como ele não tem ensino superior, está em cela comum, junto com os demais presos.

Brás Costa foi investigado pelo Ministério Público Estadual e a Policia Civil na Operação ‘Ave de Rapina’. Na ocasião foi exposto que o ex gestor havia simulado obras e contratos com pessoas físicas dando um prejuízo de R$ 1,33 milhão aos cofres públicos de Felipe Guerra.


17/11/2014
Por Edilson Silva em Felipe Guerra, Política

Felipe Guerra: ex-prefeitos terão que ressarcir mais de R$ 4 milhões

B_COSTA

O ex-prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa Neto, foi condenado por irregularidades na prestação de contas referentes ao primeiro bimestre da sua gestão, em 2007. Ele foi condenado a restituir R$ 472.215,20 aos cofres públicos. Após correção, o montante já ultrapassa R$ 959 mil. O ex-prefeito também foi condenado ao pagamento de multa de 10% sobre o valor da dívida.

Outro ex-prefeito, Hulgo Costa da Silva, teve irregularidades constatadas nos balancetes do FUNDEF no exercício de 2002. Segundo o Tribunal de Contas, foi observada a ausência de documentos indispensáveis para a análise conclusiva da prestação. Mesmo com a sugestão da Corte para que apresentasse tais documentos, o ex-prefeito não cumpriu a determinação. Hulgo acabou condenado a ressarcir R$ 773.017, 38 centavos, mas o valor atualizado já chega a 3,2 milhões de reais, além da multa no percentual de 20% do débito atualizado pela omissão de prestar contas.


03/06/2014
Por Edilson Silva em Felipe Guerra, Policial, Política

Ex-vereador morde rosto de vereador na porta da Câmara Municipal de Felipe Guerra/RN

Índice-202x300

O ex-vereador e ex-prefeito interino Reginaldo Luciano da Costa, de Felipe Guerra, atacou violentamente o vereador Francisco Ubiraci Feitosa Pascoal, do PR, no centro da cidade de Felipe Guerra, por volta das 11h desta segunda-feira, 2 de junho.

Regional Luciano disse que Ubiraci não saísse de casa, pois se assim acontecesse ele iria matá-lo com dois tiros. Ubiraci registrou queixa na Delegacia de Apodi e fez exames de corpo delito no Hospital Regional Hélio Morais Marinho, da mesma cidade.

As testemunhas contaram que Reginaldo Luciano ficou irritado quando recebeu o ofício da Câmara Municipal de Felipe Guerra solicitando a prestação de contas do período em que ficou como prefeito interino na Prefeitura Municipal. Acreditava que havia sido denúncia de Ubiraci.

Neste caso, o presidente da Câmara Municipal, vereador Salomão Gomes de Oliveira, do PR, disse que recebeu há poucas semanas um ofício do Tribunal de Contas do Estado solicitando, com urgência, a prestação de contas de 2006 a 2013. Como neste intervalo a Prefeitura foi administrada por Brás Costa e interinamente por Reginaldo Luciano.
Diante disto, enviou ofício aos dois solicitando a documentação para repassar ao TCE, conforme foi exigido pela corte. Reginaldo não gostou.

Por volta das 11h desta segunda-feira, 2, Reginaldo Luciano foi tirar satisfações com Ubiraci Pascoal na porta da Câmara. “Ele primeiro me desacatou e disse muitos nomes feios. Depois jogou o capacete em mim e se agarrou comigo, me mordendo na testa”, relata Ubiraci.

Os demais vereadores que testemunharam as agressões separaram os dois. Antes de ir embora para casa, Reginaldo Luciano teria dito que ia matar Ubiraci Pascoal com dois tiros, caso ele saísse de casa hoje. “Já registrei queixa e fiz exames de corpo delito”, diz Ubiraci.

O caso será investigado em inquérito policial conduzido pelo delegado Renato Oliveira. O De Fato.com não conseguiu localizar o ex-vereador Reginaldo Luciano para ele comentar os fatos. O presidente da Câmara, Salomão Gomes, lamentou o ocorrido.




Facebook


Twitter