Veja fotos e mais informações sobre a prisão de Sula, na zona rural de Jucurutu

IMG-20141102-WA0062

Fonte: Blog PM Jucurutu Uma missão difícil, que exigia uma investigação demorada e precisa, e Policiais preparados para conseguirem cumpri-la. Assim era a certeza que a Polícia tinha sobre a prevista prisão de Carlos Wiliano da Silva, vulgo “Sula”, 30 anos, natural de Brejo do Cruz/PB, mas que passou a maior parte de sua vida na Cidade de Jardim de Piranhas.

Depois de muito tempo no encalço de SULA, seguindo seus passos nos vários sítios onde ele se refugiava, onde houve algumas investidas sem sucesso, a Polícia Militar conseguiu, neste domingo, prendê-lo. Poderia ter sido uma prisão sem maiores prejuízos, mas Sula, como sempre muito “ligeiro” e destemido, decidiu enfrentar os Policiais que estavam prontos para prendê-lo, por bem ou por mal.

IMG-20141102-WA0058

Policiais do GTO de Jucurutu foram incumbidos da missão e a cumpriram com total profissionalismo. O suspeito, ao ser abordado, sacou de uma pistola e abriu fogo contra os PMs, enquanto corria para o mato. Os Policiais responderam a altura. A perseguição seguiu mato a dentro e, já no topo de uma serra, no Sítio Espinheiro, em Jucurutu, Sula, já baleado e sem condições de correr, decidiu se entregar. A essa altura, ele já estava com os dois braços quebrados a bala e com o peito ferido, com estilhaços de munição.

Ele foi socorrido para o hospital de Jucurutu e, posteriormente, para Caicó, onde foi atendido, e já foi levado para a Delegacia Regional em Caicó, de onde deverá ser levado para o Pereirão. A respeito da arma, os Policiais acreditam que SULA, quando foi atingido nos braços, a deixou cair, mas, com a prioridade de socorrê-lo para o hospital, os PMs não tiveram muito tempo para procurá-la e acabaram não a encontrando.

Parabenizamos os Policiais do GTO de Jucurutu, engajados nessa missão, pelo preparo e profissionalismo com que trataram a ocorrência. A Polícia, através de monitoramento, já sabia as rotas por onde o suspeito se movimentava. Algumas delas, eram sítios no Município de Florânia e Jucurutu, mas esperava o momento mais propício para tentarem mais uma investida contra sula. Dessa vez deu certo.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*