Urgente: Áudio gravado em avião de Lula diz ‘manda esse lixo janela abaixo’; FAB confirma mensagens

Áudios que circulam em aplicativos de mensagens neste domingo (8) mostram pessoas não identificadas dizendo ao piloto que transportou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para Curitiba, no sábado (7), frases como “manda este lixo janela abaixo” e “leva e não traz nunca mais”. Dois veículos de imprensa, o portal R7 e o Jornal do Brasil, confirmaram junto à Força Aérea Brasileira que as mensagens foram realmente gravadas no voo. As matérias foram publicadas neste domingo.

A primeira delas, do portal da Rede Record, narra um trecho do áudio supostamente entre o piloto do avião PR-AAC, que levou o ex-presidente e uma pessoa ainda não identificada. Enquanto piloto fala sobre embarque, a outra pessoa diz: “Leva e não traz nunca mais!”.

A reportagem diz: “Por meio de nota, a FAB (Força Aérea Brasileira) confirmou que a conversa ocorreu instantes antes da decolagem da aeronave que levava o ex-presidente e que a frase não foi dita por um controlador da torre. No entanto, a FAB não soube informar se tratava-se de um piloto”.

A FAB esclareceu ainda que, por se tratar de uma frequência aberta, qualquer pessoa com equipamento que estivesse conectado a ela poderia ouvir o que estava sendo dito. As regras de tráfego aéreo, porém, determinam que toda pessoa conectada se identifique.

Jornal do Brasil conseguiu um trecho do áudio em que outro homem não identificado fala em “mandar esse lixo janela abaixo”, se referindo ao preso transportado.

O trecho foi transcrito pelo jornal. Um interlocutor diz: “Vamos tratar só do necessário. Vamos respeitar o nosso trabalho aqui”. O homem responde: “Eu respeito mas manda este lixo janela abaixo aí…- responde outra voz de homem”. Por fim, uma mulher, também não identificada intervém: “Pessoal, a frequência é gravada e pode ser usada contra a gente. Então, mantenham a fraseologia padrão, por gentileza”.

A FAB não deixou claro se irá abrir sindicância para apurar o caso.

O portal mineiro Hoje Em Dia publicou a nota da FAB na íntegra:

“A comunicação apresentada é verdadeira e ocorreu instantes antes da decolagem da aeronave PR-AAC do aeroporto de Congonhas na noite de sábado (08/04). Entretanto, podemos assegurar que a observação ao final do áudio em questão não foi feita pelo controlador de tráfego aéreo. Ressalva-se que a frequência utilizada para essas comunicações aeronáuticas é aberta, por isso quem estiver conectado pode ouvir e falar, porém, as regras de tráfego aéreo orientam que os usuários se identifiquem,  o que evidentemente não ocorreu neste caso”.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*