‘Tem futuro não’, diz jovem que fez 23 reféns ao assaltar lar de idosos no RN

marcos-natal-250x183

G1/RN – Preso na noite desta sexta-feira (14) após manter 23 pessoas como reféns dentro de um lar para idosos no bairro de Lagoa Nova, em Natal, Marcos Soares Santos da Silva, de 18 anos, disse estar arrependido do ter tentado assaltar o local. “Tem futuro não”, disse ele durante entrevista à Inter TV Cabugi logo que chegou à delegacia. Dentre as vítimas, libertadas após três horas e meia de negociação com a polícia, estavam 18 idosos. Ninguém foi ferido. Um adolescente de 16 anos, também suspeito de participar do crime, foi apreendido.

Ainda na delegacia, Marcos disse que não sabia que o local funcionava como abrigo, pois a intenção era fazer um arrastão em uma residência. Ele ainda tentou jogar a culpa no menor de idade. “Pensei que era uma casa, mas quem ia fazer o assalto era o outro”, disse ele, se referindo ao comparsa.

Preso na noite desta sexta-feira (14) após manter 23 pessoas como reféns dentro de um lar para idosos no bairro de Lagoa Nova, em Natal, Marcos Soares Santos da Silva, de 18 anos, disse estar arrependido do ter tentado assaltar o local. “Tem futuro não”, disse ele durante entrevista à Inter TV Cabugi logo que chegou à delegacia. Dentre as vítimas, libertadas após três horas e meia de negociação com a polícia, estavam 18 idosos. Ninguém foi ferido. Um adolescente de 16 anos, também suspeito de participar do crime, foi apreendido.

Ainda na delegacia, Marcos disse que não sabia que o local funcionava como abrigo, pois a intenção era fazer um arrastão em uma residência. Ele ainda tentou jogar a culpa no menor de idade. “Pensei que era uma casa, mas quem ia fazer o assalto era o outro”, disse ele, se referindo ao comparsa.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*