RN: Ordens para matar podem vir dos presídios, diz Sinpol

Para o Sindicado da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Sinpol/RN), a morte do sétimo policial militar na tarde deste sábado (14) reflete à pouca atenção que tem se dado aos agentes de segurança pública do Estado.

“Não temos um plano emergencial ou comissão formada para fazer a investigação destas mortes. Nos últimos dois meses são cinco mortos, fora os feridos, isso é preocupante”, comenta o presidente do Sinpol/RN, Paulo Macedo. Na avaliação do presidente, é possível que as ordens para matar saiam de dentro dos próprios presídios.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*