RN é o 6º estado com mais risco de morte para jovens

Da Tribuna do Norte – A 5ª edição do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA), apresentado por diversas entidades, mostrou números que colocam o Rio Grande do Norte entre os estados com mais riscos de homicídios entre jovens do Brasil. No estudo, que teve como base dados de 2012, o RN aparece como 6º estado onde mais jovens entre 12 e 18 anos aparecem em risco de morte. Entre as cidades com mais de 200 mil habitantes, Parnamirim é a 12ª com maior índice. Produzido pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-UERJ), o estudo tem como objetivo permitir o monitoramento sistêmico da incidência de homicídios entre a população jovem, contribuindo para a avaliação das políticas de prevenção à violência.

Produzido com base em dados de 2012, o IHA estima que mais de 42 mil adolescentes, de 12 a 18 anos, poderão ser vítimas de homicídio nos municípios brasileiros de mais de 100 mil habitantes entre 2013 e 2019. Isso significa que, para cada grupo de mil pessoas com 12 anos completos em 2012, 3,32 correm o risco de serem assassinadas antes de atingirem os 19 anos de idade. A taxa representa um aumento de 17% em relação a 2011, quando o IHA chegou a 2,84. Pelos dados apresentados, a região Nordeste apresenta a maior incidência de violência letal contra adolescentes, com um índice igual a 5,97. Em contrapartida, o Sudeste possui o menor valor, com uma perda de 2,25 jovens em cada mil. Foi verificada ainda uma redução na mortalidade na região Sul. Entre os estados o Rio Grande do Norte apresenta IHA de 5,8, superando estados como Goiás (4,82), Pará (4,55), Distrito Federal (3,76) e Pernambuco (3,6), além de Rio de Janeiro (2,71 – 17ª posição) e Sâo Paulo (1,29 – 25ª posição). À frente do RN aparece Alagoas (8,82), Bahia (8,59), Ceará (7,74), Espírito Santo (7,15) e Paraíba (6,04).

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*