PGR investiga dois saques feitos por Renan (PMDB) em 2012 e 2014 que somam R$ 300 mil

A Procuradoria Geral da República (PGR) investiga dois saques feitos pelo líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), que somaram R$ 300 mil. Um dos saques foi feito em dezembro de 2012 e o outro em dezembro de 2014.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*