PF indicia 43 da seita evangélica “Jesus, a Verdade que Marca”

policial-federal-durante-operacao-de-volta-para-canaa-que-apreendeu-carros-e-bens-de-pessoas-ligadas-a-seita-comunidade-evangelica-jesus-a-verdade-que-marca-1455718823262_615x300
O delegado João Carlos Girotto diz que a cúpula do grupo responderá por todos os crimes e os demais, de acordo com a participação individual.

Após investigação que durou quase cinco anos, a Polícia Federal de Varginha, em Minas Gerais, indiciou 43 pessoas ligadas à seita Comunidade Evangélica Jesus, a Verdade que Marca. O grupo agia no sul de Minas Gerais e, entre outros crimes, responde a denúncias de fraude, lavagem de dinheiro e trabalho escravo.

Seis dos envolvidos foram presos em agosto do ano passado durante a operação De Volta para Canaã. Contas bancárias do grupo e bens avaliados em R$ 100 milhões foram bloqueados. Alguns dos citados são líderes da seita, outros teriam sido usados como “laranjas” e há pessoas que foram acusadas por terem se beneficiado no esquema.

O delegado João Carlos Girotto diz que a cúpula do grupo responderá por todos os crimes e os demais, de acordo com a participação individual. Foram apreendidos pela polícia mais de cem carros além de confiscarem 15 imóveis.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*