Pesquisa mostra Bolsonaro como 3º líder mais mal avaliado da América Latina

Uma pesquisa feita pelo Instituto Ipsos mostra que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), é o terceiro líder mais mal avaliado da América Latina, ganhando apenas dos dirigentes de Cuba, Miguel Díaz-Canel, e da Venezuela, Nicolás Maduro.

O instituto entrevistou 403 pessoas em levantamento feito entre os dias 27 de junho e 24 de julho deste ano. A pesquisa ouviu líderes de opinião e jornalistas reconhecidos de mídias latino-americanos.

Maduro registra a menor taxa de aprovação da região, com apenas 3% de apoio, enquanto Canel aparece com 18%, os dois considerados líderes ditatoriais. Enquanto isso, Bolsonaro aparece com 29%, menor aprovação entre os à frente de regimes democráticos.

O Chile ganha quando o assunto é aprovação: Sebastian Piñera aparece com 68% na pesquisa. O segundo lugar ficou com Tabaré Vásquez, presidente do Uruguai, com 65%. Em 2018, os dois já eram os melhores colocados na pesquisa, mas apareciam em ordem invertida.

O Ipsos realiza estudos em mais de 90 países e destaca que os resultados apresentados não são representativos das sociedades latino-americanas. O objetivo do instituto é expor a opinião de cidadãos considerados mais informados e influentes para a opinião pública.

Folha

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*