Palhaço Caçarola concede entrevista e confirma Show no Circo do Facilita em Jucurutu

PICT6571

Você lembra do Palhaço Caçarola? Esse indiscutivelmente é um dos mestres do riso. Com humildade e muito talento ele conquista crianças, jovens e adultos.

Pois é, o Programa do repórter Edilson Silva que foi ao ar na manhã desta segunda – feira, 16 de Março/2015 na Cidade FM – 104,9 recebeu o Palhaço Caçarola, considerado o ícone das paródias no Brasil. Durante a entrevista ele confirmou sua presença no Circo do Facilita logo mais às 20h de hoje.

Na programação um Show de Piadas e Paródias das Músicas que fizeram e fazem mais sucesso na atualidade e versões exclusivas e inéditas. A produção do artista também estará vendendo CD´s do ”Gigante das Paródias do Brasil”.

O momento foi acompanhado pelo Facilita que também participou do bate – papo que contou com piadas, paródias, muita alegria e descontração.

Por Edilson Silva – Contatos (84) 9629 7591 – e – mail – edilson104@hotmail.com

Compartilhe aqui:

Superintendente do DNIT mostra estágio das principais obras no RN ao governador e a senadora Fátima

B__Ay1yWAAA8yDx

O superintendente do DNIT, Walter Fernandes, fez uma explanação do andamento das principais ações, obras imediatas e licenciamento ambiental em curso no RN, cujo recursos são do Governo Federal, para o governador Robinson Faria e a senadora Fátima Bezerra.

As obras remanescentes e complementares da BR-101, que vai de Natal a Parnamirim, deverão ser iniciadas em maio e contará com a construção de seis viadutos, passagem inferior de veículos, cinco passarelas, drenagem e implantação e ampliação de vias marginais. Essa obra que compreende um trecho de 13 quilômetros da BR-101 (do Viaduto de Ponta Negra até o acesso a Pium, em Parnamirim) é uma realidade graças a luta e empenho da senadora Fátima que apresentou, enquanto deputada federal, emenda ao Plano Pluri Anual 2012/2015 garantindo os recursos para a execução dos serviços.
.
No caso da Reta Tabajara está sendo feita uma nova contratação devido a rescisão contratual da empresa vencedora da licitação. A obra compreende a duplicação, restauração e adequação de capacidade; construção de 10 viadutos com retornos; construção de 11,5 km de marginais; construção de cinco pontes e restauração de três já existentes; instalação de 12km de iluminação; 4km de ciclovia; 26 paradas de ônibus; reforma do posto da Polícia Rodoviária Federal e instalação duas passarelas.
.
O superintendente do DNIT apresentou também o andamento da obra do Viaduto do Gancho de Igapó (complexo de viadutos e túnel); duplicação da BR-304; pavimentação e melhorias da BR-110 e implantação e pavimentação da BR-437 – Estrada do Cajueiro.
Compartilhe aqui:

Violência: Pai mata o próprio filho em casa de praia na zona norte de Natal

G1 RN – Um idoso de 65 anos matou o próprio filho a facadas após uma briga na noite de sábado (14) no bairro da Redinha, zona Norte de Natal. De acordo com a polícia, José Augusto Inácio matou José Roberto Nascimento Inácio, de 20 anos, após a vítima ter agredido a mulher e mãe. O idoso fugiu após o crime e está foragido.

O crime foi registrado na rua dos Lírios. De acordo com informações da Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom), pai e filho estavam em uma casa de praia com o restante da família e no início da noite a vítima passou a agredir a mulher e a própria mãe sem motivos aparentes.

As agressões foram testemunhadas pelo pai, que tentou defender as pessoas que estavam sendo alvo da violência. José Augusto se armou com uma faca e desferiu dois golpes no filho, que morreu n frente da residência antes da chegada do socorro.

Logo após o assassinato a Polícia Militar do Rio Grande do Norte foi chamada, mas o suspeito já tinha fugido. Diligências foram feitas a fim de prender em flagrante o autor das facadas, mas José Augusto não foi encontrado. O crime será investigado na delegacia de Homicídios.

Compartilhe aqui:

A nova ‘indústria da seca’ no RN

pipa

O termo “indústria da seca”, tão utilizado durante décadas para definir a exploração da estiagem no semiárido brasileiro, cairia bem nesse momento. Depois de três anos seguidos de chuva abaixo da média com risco de prolongamento por mais um ano, a seca vem trazendo prejuízos para economia agrícola, mas gerando enormes lucros para outros setores, gerando empobrecimento no campo.

A estiagem que se prolonga traz bons lucros para proprietários de carros-pipa, empresas de perfuração de poços profundos, entre outros serviços, como os oferecidos pelas empresas de construção civil e prestadoras de serviços para o Estado e para particulares que realizam a instalação de sistemas simplificados de abastecimento de água, instalação de rede de energia elétrica, venda de materiais elétricos e hidráulicos. A demanda por esses serviços vem crescendo de forma intensa e deve permanecer em crescimento neste ano.

De Fato

Compartilhe aqui:

10ª fase da Operação Lava Jato cumpre 18 mandados no RJ e SP

A Polícia Federal cumpre a 10ª fase da Operação Lava Jato desde as 6h desta segunda-feira (16) no Rio de Janeiro e em São Paulo. Conforme a PF, serão cumpridos: dois mandados de prisão preventiva, quatro mandados de prisão temporária e 12 mandados de busca e apreensão.

Também conforme a PF, um dos mandados é contra o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque. Ele foi preso na casa dele, no Rio de Janeiro. Entre os crimes investigados nesta etapa da operação estão associação criminosa, uso de documento falso, corrupção passiva e ativa, fraude em licitação e lavagem de dinheiro.

Compartilhe aqui:

Governo Dilma Rousseff promete pacote anticorrupção ‘em breve’

4037107_x360

Os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto, informaram neste domingo (15) que a presidente Dilma Rousseff anunciará “nos próximos dias” uma série de medidas de combate à corrupção e à impunidade.

Eles não detalharam quais ações serão adotadas, mas afirmaram que o governo está “aberto ao diálogo” para tratar das propostas. Cardozo e Rossetto concederam entrevista coletiva no Palácio do Planalto para comentar as manifestações que tomaram as ruas de cidades em todos os estados neste domingo. Só em São Paulo, de acordo com a Polícia Militar, 1 milhão de pessoas se reuniram na Avenida Paulista. Em Brasília, tambpem segundo estimativa da PM, foram cerca de 45 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios.

“O governo, que tem clara postura de combate à corrupção, que tem criado mecanismos que propiciam as investigações com autonomia, irá anunciar algo que já era uma promessa eleitoral: um conjunto de medidas de combate à corrupção e à impunidade. A postura do governo é que sua posição não se limite a essas medidas. Estamos abertos ao diálogo”, disse Cardozo.

Segundo ele, mesmo após a apresentação das medidas, o governo estará aberto a incorporar sugestões da sociedade. Na visão de Cardozo, o ponto de identidade entre as manifestações é o “desejo de todos brasileiros de combate firme à corrupção e à impunidade“.

Segundo ele, embora tenha sido prometido pela presidente para um prazo de seis meses após a posse, o anúncio das medidas será antecipado.

De acordo com o ministro, parte das propostas que serão anunciadas por Dilma já estão tramitando no Congresso e precisam ainda de aperfeiçoamento.

“São textos legislativos, alguns complexos, que exigem análise jurídica. […] Existem textos legislativos que estão no Congresso que exigiam leitura muito clara para identificar o que era necessário para o aperfeiçoamento. Há questões que tratam de pactuações sobre poderes distintos, uma vez que o Executivo não tem poder constitucional para tocar em alguns pontos”, declarou.

Manifestações

Ao comentar as manifestações deste domingo, o ministro Miguel Rossetto disse que os protestos partiram de um setor que é crítico ao governo Dlma Rousseff e que não votou na presidente. Ele destacou, no entanto, que os protestos são “legitimos”. “As manifestações contrárias ao governo são legítimas. O que não é legítimo é o golpismo, a intolerância, o impeachment infundado que agride a democracia”, afirmou.

Cardozo afirmou que as manifestações ocorreram “dentro da legalidade” e “com mais absoluto respeito às autoridades”. “A realização dessas manifestações, apenas confirmam que o Brasil vive um estado democrático, um estado que admite a divergência, que admite a existência de opiniões contrárias, e que de fato está muito longe de qualquer alternativa golpista”, disse.

Segundo o ministro da Justiça, o país está “muito longe de golpismos”.  “A expressão efetiva da manifestação democrática de hoje e de todas as outras que aconteceram ao longo desses dias revelam claramente isso. […] É  importante observar que o governo está atento e revela a disposição que sempre teve de ouvir a voz das ruas”, completou.

Reforma política

Cardozo também lembrou, conforme vem sendo apontado pelo governo, da necessidade da reforma política. “A atual conjuntura aponta para uma necessária mudança no nosso sistema político-eleitoral. Na nossa avaliação, é um sistema anacrônico, que ainda temos nos dias de hoje, que constitui a porta de entrada principal para a corrupção no país. Então, é preciso mudá-la por meio de uma ampla reforma politica”, declarou.

Impeachment e intervenção militar

Em entrevista concedida ao Fantástico, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ayres Britto, afirmou que a liberdade de expressão permite que se discutam temas como o impeachment. No entanto, ele disse não ver, neste momento, nenhuma base jurídica para que isso aconteça.

“Pedir o impeachment enquanto manifestação livre de vontade, tudo bem. Agora, concretamente, vamos convir, a presidente da República, no curso deste mandato que mal se inicia, não cometeu nenhum crime que é pressuposto do impeachment. Seja à luz do artigo 85 da Constituição, seja à luz da lei 1079, de 1950, versando sobre crimes de responsabilidade e por consequência, impeachment, não há a menor possiblidade de enquadramento da presidente da República nessas normas, sejam constitucionais, sejam legais”, disse Britto.

Em relação à possibilidade de intervenção militar, outro pedido de parte dos integrantes das manifestações, existe unanimidade entre juristas que a reivindicação não se baseia em qualquer legalidade e não faz sentido. O ex-ministro do Supremo Carlos Velloso lembrou que as Forças Armadas têm a obrigação de proteger o estado democrático.

“Uma intervenção militar seria  algo inusitado, fora da lei, fora da Constituição. Vale evocar Rui Barbosa no ponto quando ele afirmou diante do Supremo Tribunal Federal: ‘fora da lei não há salvação’. Temos que sempre nos comportar dentro da lei”, disse Velloso.

Compartilhe aqui:

Loja ”Rutter” é inaugurada com grandes promoções em Jucurutu/RN

10985362_603479173116765_4794362954668511953_n

Foi inaugurada na noite da última sexta – feira, 13 de Março/2015 na Travessa 7 de Setembro, nº. 111 A por volta das 19 horas e 30 minutos na Galeria Maria Clara Mall no centro de Jucurutu a LOJA RUTTER.

A solenidade de inauguração contou com uma benção especial ministrada por João Crispim, candidato ao diaconato permanente. Um grande público se fez presente para conferir de perto as novidades e promoções de inauguração da RUTTER.

Confira nas imagens registradas pelo Blog do Edilson Silva e do Dj Mateus:

10999653_603479983116684_8228848166507592256_n

10644433_603477053116977_4661303388167746448_n

10357249_603479596450056_1599461876380797685_n

11025218_603479933116689_7183553982133044819_n

10986881_603479393116743_3483100619541108077_n

Compartilhe aqui:

Dilma se reunirá no final do dia com ministros para avaliar protestos

A presidente Dilma Rousseff deve se reunir no fim do dia com ministros que integram a equipe da coordenação política do governo para fazer uma avaliação sobre os protestos de hoje. Oficialmente, o governo ainda não se manifestou sobre os protestos que ocorrem em diversas cidades do País e reúnem milhares de pessoas.

O governo espera a manifestação que ocorrerá em São Paulo para fazer uma avaliação mais completa do cenário político. O Estado e a capital paulista são considerados pelo governo o maior reduto anti-PT no País.

Compartilhe aqui:

Aécio Neves é flagrado manifestando ”Sozinho” em seu apartamento de 12 milhões

Aeciomanifestando

Enquanto a manifestação contra o governo acontecia na praia de Copacabana, neste domingo (15), no Rio, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), foi visto na janela do seu apartamento, na avenida Vieira Souto, na praia de Ipanema, zona sul do Rio, vestindo a camisa da seleção brasileira. O verde e amarelo é espécie de uniforme dos manifestantes.

O senador conclamou os brasileiros a participarem dos protestos deste domingo em vídeo divulgado na última sexta (13), mas ao longo da semana ele disse que não estaria presente porque o PSDB não quer ser acusado de tentar um terceiro turno nas eleições.

Durante a manhã de domingo, ele apareceu algumas vezes na janela, duas vezes sozinho e uma com um de seus filhos gêmeos no colo. Em São Paulo, políticos do PSDB confirmaram presença no ato, que começa às 14h na avenida Paulista.

Via Brasil 29

Compartilhe aqui:

Combate à corrupção: a difícil tarefa de explicar o óbvio…

7546A14AF136BB79076021A1E4AE16C8C5EFD4FA0E564C0E4C036EDEB7EE9C3A

O meu querido companheiro e amigo Juarez Guimarães, professor da UFMG, conta uma interessante e pedagógica história que ajuda muito na leitura e compreensão do atual momento em que vivemos no país: “imagine uma casa muito antiga – do inicio do século passado – que nunca sofreu qualquer tipo de limpeza, reforma ou dedetização. Ao ser vendida, o novo dono decide fazer uma faxina geral e uma dedetização em todos os cômodos dessa casa. Com essa ação, surgem centenas de ratos, baratas, aranhas e cupins para tudo que é lado, passando a sensação de que a casa está mais suja e infestada de insetos e bichos do que antes. Claro que se trata de uma falsa impressão, pois na verdade o que se está fazendo é uma limpeza de verdade, como nunca fora feita nos quase 200 anos de existência daquela casa”. Essa história retrata bem o que acontece hoje em nosso país. Porém, infelizmente, boa parte da nossa sociedade, influenciada por um setor da mídia que deseja desgastar o governo de qualquer maneira, acredita que o país esteja mais corrupto, quando na verdade o que se está fazendo é um combate efetivo à corrupção como nunca se viu em nossa história.

Vamos analisar, por exemplo, o recente caso de corrupção cometido por alguns servidores da Petrobras. Esse caso foi descoberto por mais uma operação da Polícia Federal que, assim como nos últimos 12 anos, atuou de maneira independente e autônoma. É evidente que essa condição é mais do que uma obrigação em um estado democrático de direito, uma vez que o combate efetivo à corrupção se dá nesses princípios, mas o problema é que em um passado não muito distante, mais precisamente no governo FHC, não era assim; basta lembrar os diversos casos de corrupção daquele período em que a Polícia Federal não agia, já que os delegados responsáveis pela investigação, quando desagradavam os “interesses do governo”, eram “transferidos compulsoriamente” para outros estados.

A mudança de postura da Polícia Federal, que acabou se tornando uma marca dos dois últimos governos no que tange o combate à corrupção, refletem-se nos números: foram mais de mil operações contra os chamados “crimes do colarinho branco” apurados pela Polícia Federal só no Governo Lula (somando os governos Lula e Dilma foram 2.226 operações!) contra apenas 48 operações na era FHC. Detalhe importante: nenhuma dessas investigações da era Tucana foi contra o governo, já que todas as denúncias daquela época (e eram muitas) foram arquivadas pelo Procurador Geral da República – que chegou a ganhar o apelido de “Engavetador Geral da República”. Triste página da nossa história que só colaborou com o aumento da impunidade.

Também cabe destacar, dentro desse contexto, que todos os casos de corrupção até agora descobertos pela Polícia Federal tem origem no financiamento empresarial das campanhas políticas. O que soa estranho é que raramente encontramos editoriais dos grandes jornais pautando a proibição do financiamento privado de campanhas ou sugerindo uma Reforma Política que enfrente esse assunto. A própria proposta da Coalização Democrática, elaborada pela OAB e que traz significativos avanços na legislação eleitoral, não encontra espaço nesse debate dentro dos grandes jornais. Será que o mesmo grande capital privado que financia campanhas, amarrando compromissos políticos, também não financia os grandes jornais e redes de TV e rádio de forma a impedir ou deturpar o debate sobre o financiamento público de campanhas e até de outros temas? Neste caso, é exemplar a história sobre a lista com milhares de milionários brasileiros que têm contas na Suíça e que não recebeu nenhuma atenção por parte da dita grande imprensa brasileira.

Há outro elemento na questão do combate à corrupção que não pode ficar de fora dessa análise e que é muito bem exemplificado em uma situação bastante curiosa que aconteceu recentemente comigo. Ao pegar um taxi no centro da cidade há alguns dias, o motorista reclamou sistematicamente da “corrupção generalizada do atual governo”. Era contundente e duro dizendo que “todos os limites éticos foram superados”. O curioso foi que ele fazia esses comentários ao mesmo tempo em que trafegava pelo acostamento, fechava os demais veículos mudando de faixa e chegou ao cúmulo de, no final da viagem, perguntar “se eu queria recibo e qual o valor que ele deveria preencher no mesmo”. Evidentemente que eu respondi para ele colocar o valor exato do taxímetro, pois eu, assim como ele, não tolerava nenhum tipo de desvio ético. Esse exemplo que eu trago é para mostrar também que a corrupção, agora descoberta e pela primeira vez combatida efetivamente pelos dois últimos governos, não é restrita aos agentes públicos. Ela está inserida na sociedade.

Precisamos ser intolerantes com a corrupção como um todo! Jogar fora os equivocados princípios do terrível dito popular que diz: “farinha pouca, meu pirão primeiro”; precisamos refletir sobre o nosso papel como cidadãos, que vai desde a educação dos nossos filhos, passando pela relação que estabelecemos com os nossos vizinhos e chegando, inclusive, à nossa postura profissional em nossos empregos. Devemos fazer como dizia Gandhi: “ser a mudança que queremos no mundo”, e isso vale tanto para as coisas mais simples do cotidiano como as maiores e mais complexas na organização de uma sociedade.

Via Robson Leite

Robson Leite é funcionário concursado da Petrobras, tendo sido deputado estadual pelo PT do Rio de 2011 a janeiro de 2014 e autor da Emenda a Constituição do Estado do Rio de Janeiro que garante o ficha-limpa para todos os cargos de livre-nomeação e para todos os conselheiros do TCE-RJ.

Compartilhe aqui:

Citado na operação Sinal Fechado, José Agripino foi protestar em Brasília por um Brasil melhor e sem corrupção

wpid-wp-1426437547006

Depois de aparecer no fantástico da tv globo, sendo acusado de aceitar R$ 1 milhão em propina em esquema no Detran do RN apelidado pelo ministério público de “Sinal Fechado”, o senador José Agripino foi às ruas em Brasília neste dia 15 pedir o fim da corrupção e por um Brasil melhor. Na operação liderada pelo MP já há dois delatores e um testemunho, ou seja, três envolvidos diretamente que enfatizaram o milhão do Agripino.

Por Daniel Menezes: Cientista Político. Doutor em ciências sociais (UFRN). Professor substituto da UFRN. Diretor do Instituto Seta de Pesquisas de opinião e Eleitoral. Autor do Livro: pesquisa de opinião e eleitoral: teoria e prática. E co-autor do A geografia do voto em Natal. Email: dmcartapotiguar@gmail.com

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Grande opção na hora de presentear é com a loja R & L Presentes

1800479_800113216691838_4806528215272940607_n1111

Na hora de escolher o presente ideal para as pessoas que gostamos a palavra chave é: R & L PRESENTES. Aqui o cliente encontra: Bolsas, Carteiras, Cintos, Óculos, Maquiagens, Mochilas, Brinquedos, Perfume Francês e artigos parar presentes em geral.  R & L Presentes fica na Rua Otavio Lamartine – Nº 87 B ao lado da matriz no centro de Jucurutu/RN. Contatos (84) 9668 3736 ou 9969 0227.

10689514_800114480025045_1080593623228882344_n11

14187_800114030025090_3109907387891987246_n2

Compartilhe aqui:

Bolsonaro é vaiado e impedido de discursar em protesto contra governo Dilma em Copacabana

7bkgxvy6ww_18jqenqwik_file

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), um dos parlamentares mais votados no Estado do Rio de Janeiro, foi vaiado e impedido de discursar ao ser chamado para assumir o microfone em um dos carros de som do protesto contra o governo federal que aconteceu neste domingo (15) na orla de Copacabana, zona sul da capital fluminense.

Ao perceber a vaia, um integrante do Movimento Brasil Livre, um dos organizadores do ato, perguntou no microfone se os manifestantes queriam o discurso do Bolsonaro e a resposta foi negativa.

Para desfazer a saia justa, outro manifestante afirmou, ao microfone, que o protesto é apartidário. O deputado não subiu no carro de som. Apesar da vaia, também houve quem apaludisse Bolsonaro.

Mais cedo, o parlamentar distribuiu autógrafos na orla carioca e ouviu de alguns manifestantes que deveria concorrer à Presidência da República.

— Estou aqui num ato que não organizei, porque, quando o Brasil chegar a ser Venezuela, não adianta sair de casa. Entrei com uma ação contra a Dilma, mas deixo claro que não falo em intervenção militar.

O protesto reúne, na manhã de hoje, milhares de manifestantes com camisas verde-amarelas e bandeiras ao longo da orla de Copacabana. Por volta das 10h, o Movimento Brasil Livre estimava em 30 mil o total de participantes.

O humorista Marcelo Madureira fez um discurso inflamado criticando o governo petista. Há cartazes que pediam o impeachment de Dilma e até mesmo intervenção militar. Os manifestantes, que cantaram o Hino Nacional, ainda pediram o fim da corrupção.

Compartilhe aqui:

E agora Ratinho?

images-cms-image-000423222

O empresário Carlos Massa, o Ratinho do SBT e do HSBC, chegou a dizer que a presidente Dilma Rousseff poderia ser forçada a “fugir do País” quando a população acordasse para ir às ruas e protestar contra a corrupção; com US$ 12,4 milhões no HSBC em 2007, ele tem um filho político, Ratinho Júnior, que concorrerá à prefeitura de Curitiba em 2016, com apoio do tucano Beto Richa, um dos governadores menos populares do País; será que agora, com o escândalo do HSBC público, o apresentador também defenderá que os envolvidos sejam expulsos do país pela população?

Paraná 247 – O empresário Carlos Massa, o Ratinho do SBT e do HSBC (saiba mais), chegou a dizer que a presidente Dilma Rousseff poderia ser forçada a “fugir do País” quando a população acordasse para ir às ruas e protestar contra a corrupção.

Ratinho aparece na lista do HSBC com depósitos de US$ 12,4 milhões em 2007 – ano em que as informações foram obtidas pelo ex-funcionário do banco Hervé Falciani. Segundo ele, a conta foi declarada à Receita Federal.

Ele é pai do político Ratinho Júnior, aliado do governador tucano Beto Richa, do Paraná, que é hoje um dos mais impopulares do País. Ratinho Júnior deve concorrer à prefeitura de Curitiba em 2016, com apoio do pai.

Via: www.brasil247.com

Compartilhe aqui:

“Operação TIM” deflagrada pelo CDP de Jucurutu apreende, no interior das celas, celulares e outros objetos ilícitos

IMG_20150314_092446938

No início da manhã deste sábado, 14, agentes penitenciários do CDP  de Jucurutu, que tem à frente o novo Diretor, Reginaldo Gomes, com o apoio do GTO, comandado pelo Cabo Edivaldo, abriram as celas do CDP para uma revista minuciosa.

Durante a revista foram apreendidos 06 celulares, carregadores para celular, uma marica (objeto utilizado para fumar crack), dinheiro e facas artesanais. Os objetos estavam muito bem escondidos em fundos falsos de baldes, garrafas d’água, e sem a experiência dos profissionais que atuaram na ação, dificilmente teriam sido encontrados.

Reginaldo Gomes, que já havia sido diretor do CDP de Jucurutu por um bom tempo, e, depois de passar alguns meses fora, está de volta, informou ao nosso Blog que a ação foi necessária e inadiável, isso porque havia suspeitas de que muitos celulares, com chips da TIM, estariam circulando nas duas celas existentes na Unidade, e o que comprovou essa informação foi a divulgação de fotos de um preso, de dentro da cela, nas redes sociais. Por esse motivo a ação foi batizada de “Operação TIM”.

IMG_20150314_092536784

Um dos celulares estava escondido no fundo da garrafa, e era coberto pela tampa

Ainda, segundo o novo Diretor, estão sendo providenciadas melhorias nas instalações do prédio, além da construção de mais duas celas, para que possa diminuir a super lotação atualmente existente no CDP.

Com detalhes e informações do Blog PM/Jucurutu

Compartilhe aqui:

Três apostadores acertam as seis dezenas da Mega-Sena

Três apostadores acertaram as seis dezenas da Mega-Sena do concurso de número 1.686, realizado neste sábado (14), no Caminhão da Sorte da Caixa Econômica Federal, na cidade de Roseira (SP). Cada um irá receber um prêmio de R$ 8.927.028,65. O próximo concurso da Mega-Sena, que acontece na quarta-feira (18), terá prêmio estimado em R$ 3.000.000,00.

Veja as dezenas: 09 – 14 – 37 – 44 – 46 – 55

A quina teve 117 acertadores, que levaram o prêmio de R$ 29.578,87 cada um. Além disso, houve 8.999 ganhadores na quadra, que rende R$ 549,38 para cada.

Compartilhe aqui:

Deninho Souzzá, vocalista do Forró Azaração divulga agenda em entrevista na Cidade FM de Jucurutu/RN

11027939_633518933447533_5504951967793336620_n

O jucurutuense, Deninho Souzzá, vocalista da Banda Forró Azaração esteve participando do programa de rádio do repórter Edilson Silva na manhã deste sábado, 14/03 na Cidade FM – 104,9. Na ocasião o artista cantou os sucessos bem populares da atualidade.

Ele ainda falou entre outras coisas sobre a formação do grupo atualmente e divulgou agenda do grupo com destaque para festa logo mais às 21h e 30 min. na Flavio´s Dance no Distrito de Boi Selado.

No bate papo, Deninho Souzzá ainda confirmou em primeira mão sua presença e da banda no VII Lual da Paixão/2015 que irá acontecer no próximo dia 03 de Abril em Jucurutu.

Por Edilson Silva – Contatos (84) 9629 7591 – e – mail – edilson104@hotmail.com

Compartilhe aqui:

Adryano Aguiar (ex-cantor da Mala 100 Alça) e “Os Cabra Bom Forrozeiros” no Programa Jucurutu da Gente

11073814_440416429458371_7920266243683928282_n

O Programa “Jucurutu da Gente” que foi ao ar na última sexta – feira, 13 de Março/2015 pela Rádio Cidade FM – 104,9 recebeu na entrevista da semana o cantor Adryano Aguiar e Os Cabra Bom Forrozeiros. A banda que é de Caicó é reconhecida no estado do Rio Grande do Norte e Nordeste pelo seu talento e autenticidade musical.

“Os Cabra Bom Forrozeiros”, que tem à frente o renomado músico, Adryano Aguiar (ex-cantor da Mala 100 Alça), que além de cantor é compositor e maestro, vem apresentando um estilo próprio e arrojado do forró pé de serra nordestino. A musicalidade da banda vem abrindo espaço para Caicó ser novamente divulgada Brasil à fora.

A entrevista foi conduzida pelo repórter Edilson Silva, apresentador da atração e contou com a participação do blogueiro Jair Sampaio que acompanhava o grupo ao lado de Jonatã Denis, Presidente da Associação Comunitária de Comunicação e Cultura de Jucurutu, mantenedora da Rádio Cidade FM.

Confira nas imagens do Blog do Edilson Silva: 

11037884_440416989458315_3413058726949327786_n

10468648_440417566124924_650631734269407842_n

10711107_440418329458181_5620935369202218786_n

Compartilhe aqui: