11/04/2020
Por Edilson Silva em Apodi, RN, Saúde

Confirmado o 12º óbito por COVID-19 no RN: a vítima é uma idosa de Apodi

A primeira morte por Covid-19 em Apodi foi confirmada na noite desta sexta-feira, 10. Trata-se de uma idosa de 79 anos que era diabética. Esse passa a ser o 12º óbito do RN.

A informação está no Facebook da prefeitura:

“A Prefeitura de Apodi vem a público informar à população que saiu o resultado do primeiro óbito confirmado pelo NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19) em Apodi, paciente do sexo feminino com 79 anos. A família já recebeu toda orientação da equipe médica e vai ser feito todo protocolo necessário. Que Deus conforte o coração de toda a família. Continuaremos unidos e atentos no combate a essa pandemia, pois a vida é o bem maior do nosso povo”.


11/04/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Política

Bolsonaro é denunciado por superfaturamento de combustível

O Supremo Tribunal Federal recebeu nesta quarta-feira (8/4) pedido de admissão de notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro por superfaturamento em reembolsos da verba de combustível a que tinha direito enquanto deputado federal. O documento foi enviado pelo advogado criminalista Sidney Duran Gonçalez.

A notícia-crime é baseada em denúncia feita pelo jornalista Lúcio de Castro e publicada no site Agência Sportilight. Segundo a reportagem, o então deputado federal gastou em média R$ 4,1 mil em 11 idas a dois postos de gasolina do Rio de Janeiro entre janeiro de 2009 e fevereiro de 2011.

O cruzamento de dados públicos do Congresso e as notas fiscais de abastecimento enviadas por Bolsonaro à Câmara dos Deputados, segundo a reportagem, mostra que Bolsonaro abasteceu em dois postos diferentes no mesmo dia, apesar dos muitos litros comprados, e que abasteceu no Rio de Janeiro mesmo quando registrou presença em Brasília.

A verba indenizatória para combustível foi instituída em 2001, mas desde 2009 não está previsto o reembolso para assessores parlamentares. Por conta disso, o pedido para que o Supremo aceite a notícia-crime e consequentemente intime a procuradoria-geral da República a promover o oferecimento da denúncia.

Conjur


11/04/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Brasil tem 1.057 mortes por coronavírus; casos chegam a 19.638

Chegou a 1.057 o número de pessoas que morreram por Covid-19 no país, informa o boletim do Ministério da Saúde desta sexta (10). Ontem, eram 941 óbitos.

Os casos confirmados da doença somam 19.638, um aumento de 1.781 registros em 24 horas.

O primeiro caso identificado de Covid-19 no país ocorreu em 26 de fevereiro; o primeiro óbito foi em 17 de março.

Veja o número de casos confirmados e de mortes por unidade da federação: 

São Paulo: 8.216 casos (540 mortes)
Rio de Janeiro: 2.464 casos (147 mortes)
Ceará: 1.478 casos (55 mortes)
Amazonas: 981 casos (58 mortes)
Minas Gerais: 698 casos (17 mortes)
Santa Catarina: 693 casos (18 mortes)
Pernambuco: 684 casos (65 mortes)
Paraná: 643 casos (25 mortes)
Rio Grande do Sul: 636 casos (14 mortes)
Bahia: 604 casos (19 mortes)
Distrito Federal: 555 casos (15 mortes)
Espírito Santo: 300 casos (7 mortes)
Maranhão: 293 casos (16 mortes)
Rio Grande do Norte: 263 casos (11 mortes)
Goiás: 191 casos (8 mortes)
Pará: 170 casos (9 mortes)
Amapá: 166 casos (2 mortes)
Mato Grosso: 112 casos (2 mortes)
Mato Grosso do Sul: 97 casos (2 mortes)
Paraíba: 79 casos (11 mortes)
Acre: 70 casos (2 mortes)
Roraima: 63 casos (3 morte)
Alagoas: 45 casos (4 mortes)
Sergipe: 42 casos (4 mortes)
Piauí: 40 casos (7 mortes)
Rondônia: 32 casos (2 mortes)
Tocantins: 23 casos


10/04/2020
Por Edilson Silva em RN, Saúde

Senai e FAB firmam parceria para confecção de 3 mil máscaras de tecido

O SENAI/RN firmou parceria com o Comando da Aeronáutica no Rio Grande do Norte para atuar em ações de enfrentamento ao coronavírus no estado. O acordo, formalizado na última sexta-feira (3), prevê a realização de oficinas de confecção de máscaras de tecidos que serão disponibilizadas para a Força Aérea Brasileira (FAB) no RN e, o excedente da produção, para a sociedade em geral. A estimativa é que sejam feitas, inicialmente, 3 mil itens.

O diretor regional do Senai/RN, Emerson Batista, visitou a Base Aérea de Natal, nesta quinta-feira (9), para acompanhar o início da capacitação. Ele foi recebido pelo Comandante da Ala 10, Brigadeiro do Ar Marcelo Fornasiari Rivero, pelo Chefe do Grupamento de Apoio de Natal, Coronel Intendente Elésio Martins Ferreira, e pelo Chefe do Estado-Maior da Ala 10, Coronel Aviador André Fernando Albuquerque Bergo.

O Senai irá disponibilizar a expertise e estrutura em qualificação profissional na área de confecções, com a designação de um instrutor e de unidade móvel de confecção, enquanto o Comando da Aeronáutica é responsável por insumos e mão de obra.

O trabalho é feito por voluntários, a maioria militares, servidores civis do Comando da Aeronáutica e seus dependentes. Mas há também pessoas sem vínculo com a FAB que se interessaram pelo projeto e resolveram ajudar.

Inicialmente, as máscaras seriam destinadas para parte do efetivo da Força Aérea Brasileira (FAB) no RN, que não está na linha de frente do combate ao novo coronavírus, mas que precisa continuar trabalhando para manter a operacionalidade das Unidades.

Mas com o crescimento no número de voluntários e a aquisição de material, a produção aumentou. O Comandante da Ala 10 disponibilizou toda a estrutura montada (unidade móvel do SENAI e voluntários) para que o trabalho seja mantido e o excedente de máscaras fabricado possa ser destinado a outros setores da sociedade.


10/04/2020
Por Edilson Silva em Jucurutu, Religião

Sexta da Paixão relembra crucificação de Jesus e sua morte no calvário

Os soldados tiraram-lhe a roupa e o vestiram com um manto vermelho. Traçaram uma coroa de espinhos, puseram-na em sua cabeça e uma vara em sua mão. Ajoelharam-se diante de JESUS e zombavam dizendo: “Salve o rei dos Judeus!”. Cuspiram nele e, pegando a vara, bateram-lhe a cabeça. Era o mais desprezado e abandonado de todos. Injuriado não distribuía injúrias; atormentado, não ameaçava. Oprimido, ele se rebaixou, nem abriu a boca. Despojou-se, assumindo a forma de escravo.


10/04/2020
Por Edilson Silva em Mundo, Religião, Saúde

Via Dolorosa na Cidade Velha de Jerusalém praticamente deserta

Outrora repleta de fiéis de todo o mundo carregando cruzes, nesta Sexta-feira da Paixão a Via Dolorosa na Cidade Velha de Jerusalém estava praticamente deserta. A romper o silêncio, apenas policiais e alguns frades franciscanos que, com máscara de proteção, rezavam as Estações da Via Sacra.

Todos os locais de culto da Terra Santa estão fechados, independentemente da religião, como medida das autoridades para impedir a propagação da doença respiratória mortal, o também que impedirá os cristãos de se reunirem neste ano para celebrar a Páscoa da Ressurreição.

As Igrejas que seguem o Calendário Juliano celebram a Páscoa uma semana mais tarde, em 19 de abril.

(Fotos de Emmanuel DUNAND / AFP)


10/04/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Em 43 dias, Covid-19 matou mais que H1N1, sarampo e dengue em um ano

O Ministério da Saúde informou que, até a tarde da quarta-feira (9), o país havia registrado 800 mortes em decorrência da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Em 43 dias, o vírus fez mais vítimas fatais do que dengue, H1N1 e sarampo mataram ao longo de todo o ano de 2019.

De acordo com dados do próprio Ministério da Saúde, a dengue matou 782 mortes em 2019, enquanto que o H1N1 provocou a morte de 796 pessoas e o sarampo de mais 15.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, 148 pessoas morreram em decorrência da dengue até o dia 28 de março deste ano, no país. Há um aumento na incidência da doença, que ao longo de 2019 teve 1.544.987 casos registrados no país, um aumento de 488% em relação ao ano anterior.


10/04/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Policial, Saúde

Com apoio do CPRE e PRF, Caicó instala barreiras sanitárias nas entradas da cidade

A Vigilância Sanitária, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, deu início às barreiras sanitárias para prevenir a chegada, e/ou avanço, de casos de infecção pelo novo coronavírus no Município de Caicó.

Barracas foram montadas nas RN’s que cortam o município e também na BR-427. As estradas fazem divisa com os municípios de Serra Negra do Norte, Jucurutu, São José do Seridó, Jardim do Seridó e São João.

Para viabilizar as ações, as equipes de saúde contam com o apoio da Polícia Rodoviária Estadual (3º DPRE/Caicó) e da Polícia Rodoviária Federal, que dão suporte com reforço de pessoal e logística, e ação presença.

Coordenadas pela Secretária de Saúde, Débora Costa, as barreiras sanitárias acontecem durante o período das 8h às 17h até enquanto durarem os efeitos do decreto assinado pela governadora Fátima Bezerra.

As equipes da Polícia Rodoviária Estadual dispostas em cada barreira sanitária são coordenadas pelo Major Chaves, comandante do 3º DPRE, além do Cap. Messias, sub-comandante deste pelotão de trânsito.


10/04/2020
Por Edilson Silva em Policial, RN, Saúde

Covid-19: Polícia Militar e Secretaria de Saúde de Pureza realizam barreira Sanitária

Na tarde de 09 de abril, policiais militares da RP Pureza participaram de uma ação social preventiva e educativa no combate à pandemia do corona vírus.

A Barreira Sanitária foi realizada no distrito de Manibu e trata-se de uma ação conjunta, com a participação de várias secretarias da Prefeitura de Pureza.

Na oportunidade, além de dar orientações sobre a importância do isolamento social e procedimentos de higiene pessoal, também foi realizada desinfecção de veículos.

As barreiras sanitárias continuarão em todo o município.

POLÍCIA MILITAR
VIGILANTIS SEMPER


10/04/2020
Por Edilson Silva em Mossoró, Saúde

Mossoró tem caso confirmado de Covid-19 entre a categoria bancária

O exame foi realizado no último sábado, dia 4, mas somente nesta quinta-feira, 09, o resultado chegou ao conhecimento da agência bancária onde a pessoa infectada trabalhava. Trata-se de uma mulher que já estava afastada do trabalho durante esta semana por apresentar sintomas enquanto aguardava o resultado do exame.

Em contato telefônico com a Secretária de Saúde do município, Maria da Saudade Azevedo, o coordenador geral, Assis Neto, recebeu a informação de que como hoje não houve nenhuma confirmação de novo caso, é provável que a pessoa infectada já esteja contabilizada dentre os 261 casos confirmados no estado do Rio Grande do Norte e os 63 da cidade de Mossoró, segundo o último boletim epidemiológico emitido pela SESAP – Secretaria de Saúde Pública do RN.

O coordenador foi orientado que, nestes casos, o isolamento social de quem teve contato com a pessoa infectada é imprescindível para evitar uma possível transmissão do vírus e deve obedecer aos protocolos determinados pelos órgãos de saúde pública.

Segundo os especialistas em infectologia, o isolamento por 14 dias é, em geral, suficiente para garantir que alguém que tenha sido infectado pelo novo coronavírus não contamine pessoas próximas. A garantia fica ainda maior quando embasada por exames laboratoriais.

Portanto, o Sindicato irá exigir a desinfecção da agência onde foi detectado o caso, exames laboratoriais e o isolamento dos colegas bancários e bancárias que mantiveram contato com pessoa infectada.

bancariosmossoro.com


09/04/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Professor morre mesmo após tratamento com cloroquina

O professor Valdemar Gomes vivia a expectativa de receber o diploma de doutorado em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC. Era o assunto que ele passou a se empenhar nos últimos anos, tendo sido, inclusive, um dos fundadores do cursinho popular da PUC-SP para vestibulandos de baixa renda.

No entanto, Valdemar morreu no último domingo (5), vítima do novo coronavírus. Não teve tempo de receber seu diploma nem de se despedir da mulher, Lidia Fabiana, e dos filhos Guilherme Jorge, de 13 anos, e Letícia Aparecida, de 17.

Aos 47 anos, completados no dia 11 de março, Valdemar Gomes não tinha comorbidades que o deixariam no grupo de risco para o coronavírus. Também não fumava e mantinha uma vida movimentada com as aulas diurnas e noturnas. Por isso, a morte pegou todos de surpresa. Foram 19 dias desde a primeira consulta por causa dos sintomas até o óbito.

Logo após a morte, as redes sociais do professor foram “invadidas” por estudantes e colegas de profissão. Ele dava aula na EMEF Dona Jenny Gomes e em cursos de extensão. Negro e nascido em Miracema do Tocantins, Valdemar abordava bastante as questões raciais e lutava por igualdade.

“O que ele mais queria era entrar em uma universidade pública como professor. Por isso terminou o doutorado recentemente, o diploma até já estava pronto, mas por causa dessa pandemia não entregaram ainda”, conta a esposa, que tem 43 anos e é assistente social. Eles ficaram juntos durante 25 anos, sendo 21 casados.

Jovem Pan


09/04/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Brasil registra 941 mortes e 17.857 infectados por coronavírus

O número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil subiu para 17.857 e o total de mortes chega a 941. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde desta quinta-feira. No último balanço do governo, na quarta-feira, o total de infectados chegava a 15.927, com 800 mortes confirmadas.

A taxa de letalidade, relação entre o número de casos e o número de mortes, cresceu mais uma vez no balanço de hoje, passando para 5,3%. Ontem, esse índice era 5%.

O Globo


09/04/2020
Por Edilson Silva em Brasil, Saúde

Brasil tem 141 mortes por COVID-19 em 24 horas, nº recorde; total chega a 941 óbitos

O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira (9) nova atualização do panorama da pandemia do novo coronavírus no Brasil. De acordo com o boletim, há 941 óbitos e 17.857 casos confirmados da COVID-19 no país.

No relatório de quarta-feira (8), o ministério havia reportado 800 mortes e 15.927 casos confirmados de coronavírus no país. Portanto, foram confirmadas 141 novas mortes e 1.930 novos diagnósticos da doença.

Os estados com maior número de casos são São Paulo (7.480), Rio de Janeiro (2.216) e Ceará (1.425). Na sequência, aparecem Amazonas (899), Minas Gerais (655), Rio Grande do Sul (618) e Paraná (609).

CNN Brasil


09/04/2020
Por Edilson Silva em Religião

Arquidiocese de Natal lança campanha para arrecadar cestas básicas

A Cáritas da Arquidiocese de Natal, serviço da Igreja católica com atuação junto aos pobres e oprimidos, lançou nesta semana, uma campanha para arrecadação de cestas básicas que serão destinadas a famílias em situação de vulnerabilidade social.

A arrecadação está sendo feita no Centro Pastoral Pio X (subsolo da Catedral Metropolitana), diariamente, das 08h às 12h. Além disso, foi disponibilizada uma conta bancária para quem desejar contribuir, fazendo transferência ou depósito bancário (Banco do Brasil – Ag. 1042-1 – Conta: 39.602-8, em nome de Cáritas Arquidiocesana de Natal.

Quem desejar fazer a doação pessoalmente, além das cestas básicas, pode doar produtos de higiene pessoal, limpeza, além de alimentos não perecíveis que possam compor as cestas.

Segundo Kilza Gomes, diretora administrativa de Cáritas na Arquidiocese, as doações serão destinadas às paróquias que já possuem um cadastro das famílias mais vulneráveis que serão contempladas com a iniciativa.

Serviço:

Campanha de cestas básicas

Ponto para arrecadação das doações: Centro Pastoral Pio X (subsolo da Catedral Metropolitana), situado na rua Floriano Peixoto, 674 – Tirol, de segunda a sexta-feira, das 08h às 12h.


09/04/2020
Por Edilson Silva em RN, Saúde

Polícia Civil cria plantão para ocorrências relacionadas ao Coronavírus

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte instalou um serviço de plantão para lavratura de procedimentos em casos de descumprimento das leis e decretos que estabeleceram as medidas restritivas a serem observadas durante o período da quarentena. O plano está sendo executado pela Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN) e Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN), e a previsão inicial de duração é até o dia 4 de maio, podendo a data ser posteriormente revista.

No interior, o serviço de plantão funcionará das 8h às 0h, de segunda a sexta-feira, e das 6h às 0h, aos finais de semana e feriados, Os atendimentos serão prestados na 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) de Mossoró, na 3ª DRPC de Caicó e na Delegacia Municipal de Currais Novos. Já na capital, o funcionamento será no Complexo de Delegacias Especializadas da Polícia Civil, durante todo o dia.

O plano operacional ainda contempla uma equipe para atender ocorrências relacionadas a: infração de medida sanitária preventiva; roubo a instituições financeiras; roubo de carga: saques a estabelecimentos comerciais; aumento abusivo de preços (combustível, alimentos, medicamentos e etc.); ações de organizações criminosas e furto de caixa eletrônico.


09/04/2020
Por Edilson Silva em Saúde

Imagens mostram novo coronavírus atacando células do corpo

Imagem de microscopia eletrônica de transmissão mostra o momento exato em que uma célula é infectada pelo Sars-CoV-2, o novo coronavírus –causador da covid-19. O registro, inédito no Brasil, foi feito pelo Instituto Oswaldo Cruz durante estudo que investiga a replicação do vírus.

O estudo é conduzido pelos pesquisadores Débora Barreto e Marcos Alexandre Silva, do Laboratório de Morfologia e Morfogênese Viral; e Fernando Mota, Cristiana Garcia, Milene Miranda e Aline Matos, do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo da Fiocruz.

As imagens registradas são de infecção feita em células de linhagem Vero, frequentemente utilizada para ensaios in vitro. Para a infecção, os cientistas coletaram amostras de nariz e garganta de paciente infectado.


09/04/2020
Por Edilson Silva em Ceará, Saúde

Oficial da Polícia Militar do Ceará morre após ser diagnosticado com Covid-19

O tenente-coronel da Polícia Militar do Ceará (PMCE) João Océlio Atanazio Alves, de 50 anos, morreu nesta quarta-feira (8). De acordo com a PMCE, Alves tinha sido diagnosticado com a Covid-19 há poucos dias e estava hospitalizado em Fortaleza, interior do Ceará. De acordo com pessoas próximas ao oficial, ele tinha hipertensão e, nos últimos dias, já respirava com auxílio de aparelhos.

Atualmente, Océlio Alves estava no comando do 3º Batalhão Policial Militar. Em nota de pesar, a PMCE afirmou que o “Comando da Corporação se entristece com a notícia e solidariza com a dor dos familiares e amigos, ao tempo em que coloca o aparato da Instituição à disposição”.

O comandante-geral da PMCE, coronel Alexandre Ávila, afirmou que a Corporação está de luto. O oficial ingressou na PMCE em março de 1991. Ao longo da carreira, ele já esteve à frente do Batalhâo de Policiamento Turístico (BPTur) e do 12º Batalhão, em Caucaia.

[Atualização às 19:30, de 08/04/20] O Sistema Verdes Mares noticiou anteriormente que o policial militar estaria internado na cidade de Sobral. A informação correta é que ele estava hospitalizado em Fortaleza.

Outros militares

No fim do mês passado, o Comando Geral da PM informou que está acompanhando casos de policiais militares que estão de licença médica por apresentar problemas ligados à síndromes respiratórias e, consequentemente, precisarem se manter em isolamento, sob a suspeita de terem sido infectados pelo novo coronavírus. No entanto, não foi informado quantos servidores da Corporação foram afastados por estas condições.

Diário do Nordeste


09/04/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Saúde

Curado da COVID-19, caicoense retorna ao trabalho e diz ter recebido um grande livramento

O Secretário de Saúde de São Gonçalo do Amarante, Jalmir Simões, voltou a conversar com o #BlogGláuciaLima nesta quarta-feira, 08, desta vez para dizer que está curado da COVID-19 e retornou ao trabalho. Foram duas semanas para se recuperar após ser infectado pelo novo coronavírus. Jalmir é natural de Caicó, mas mora em São Gonçalo do Amarante com a esposa e dois dos seus filhos.

Embora ainda não exista nenhuma pesquisa que possa afirmar completamente que não terei novamente da doença me sinto mais protegido, curado. Compreendo até que seja uma defesa psicológica de quem já passou por tudo isso e saiu vivo. Contudo, estou mais firme e isso me ajuda a dar força aos outros. A sensação é de VITÓRIA, de ter recebido um grande livramento, me sentindo salvo por Deus”, disse.

O secretário teve um dia intenso de trabalho no combate à pandemia. Na agenda desta quarta teve até visita ao Hospital de Campanha que está sendo montado no município com capacidade para 100 leitos.

Gláucia Lima


09/04/2020
Por Edilson Silva em Mundo, Saúde

Covid-19: Nova York vive drama com necrotérios lotados e hospitais de campanha

Philip Tassi adverte que o cemitério onde trabalha está cheio de solicitações de enterros e que não há tempo para descanso: o governo do Estado de Nova York acaba de anunciar que entre segunda e terça-feira houve 731 mortes por coronavírus registradas.

“O número de pedidos de enterro e cremação que temos provavelmente subiu 300%”, diz Tassi, do cemitério Ferncliff em Westchester, poucos quilômetros ao norte de Manhattan.

Atualmente, até 20 corpos passam por este crematório em 16 horas de trabalho, sete dias por semana. Mas, mesmo assim, operando com capacidade máxima, o cronograma está completo até o final da próxima semana.

A história se repete em outros lugares de Nova York, o epicentro da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos, o país com os casos mais confirmados de covid-19 no mundo.

“A maioria dos cemitérios não tem unidades de refrigeração para lidar com uma pandemia. Portanto, o maior problema agora é que não temos armazenamento refrigerado para manter os corpos aqui por longos períodos”, diz Tassi, que preside a Associação dos Cemitérios do Estado de Nova York e trabalha no setor há 23 anos.

Nunca vi algo assim

As casas funerárias também estão sobrecarregadas, e as autoridades enviaram dezenas de necrotérios móveis ou caminhões refrigerados para hospitais.

O objetivo é evitar que cadáveres se acumulem sem um local para recebê-los, como aconteceu em outros países atingidos pelo enfrentamento ao vírus.

“Eu nunca vi algo assim em toda a minha vida, tantas pessoas morrendo em um período tão curto”, disse Tassi à BBC News Mundo, serviço em espanhol da BBC. “Nem no 11 de Setembro tivemos o número de corpos que temos agora com a pandemia”, diz ele, referindo-se aos ataques de 2001 na cidade.

De fato, nos ataques que os Estados Unidos consideraram o maior ato terrorista em sua história, quase 3 mil pessoas morreram em Nova York.

Esse número de vítimas foi oficialmente ultrapassado nesta semana pelo coronavírus. Na cidade de Nova York, já morreram mais de 3.200 pessoas, enquanto em todo o Estado esse índice chegou a 5.489.

O vírus e a cidade

A pandemia transformou Nova York: a cidade nunca esteve tão quieta e silenciosa por tanto tempo, a ponto de se poder atravessar avenidas sem esperar o semáforo ficar verde ou ouvir o barulho de uma moeda caindo na calçada deserta.

O silêncio só é quebrado quando uma ambulância passa com a sirene ligada.

Isso também ocorre às 19h, todos os dias, quando os nova-iorquinos aplaudem, das janelas, os profissionais de saúde que combatem a pandemia. Nesse momento, a cidade parece recuperar seu espírito barulhento por alguns minutos.

As autoridades locais estenderam o fechamento de escolas e empresas que não se enquadrem na categoria de serviços essenciais, bem como a proibição de reuniões até 29 de abril — as multas aos infratores podem chegar a US$ 1.000.

Embora a polícia não controle ostensivamente o movimento de pessoas, os 8,6 milhões de nova-iorquinos atenderam amplamente ao pedido de que permaneçam em suas casas pelo maior tempo possível.

Um hospital de campanha instalado no Central Park por uma organização religiosa humanitária recebe dezenas de pacientes de covid-19 diariamente, e ver aquelas tendas brancas no gramado desta cidade rica pode causar uma sensação de medo e estranhamento.

A catedral de São João, o Divino, em Manhattan, também está sendo convertida em um hospital. Ela é considerada a maior igreja gótica do mundo.

E os militares transformaram o Javits Convention Center, na mesma ilha, em outro hospital temporário com 2.500 leitos disponíveis.

O objetivo é aumentar a capacidade de assistência médica, que está no limite em um Estado com mais de 138.800 casos confirmados de coronavírus e mais de 17.400 pessoas hospitalizadas por causa da doença.

Nessa semana, o presidente Donald Trump autorizou que um navio-hospital militar comece a receber pacientes de covid-19 em Manhattan.

Mas, em outro sinal de que a doença está se espalhando incontrolavelmente, a Marinha dos Estados Unidos informou na terça-feira que um membro da tripulação do navio-hospital, o USNS Comfort, foi infectado pelo coronavírus — outros servidores foram isolados preventivamente.

Apesar do recorde de 731 mortes no Estado de Nova York entre segunda e terça-feira, o governador Andrew Cuomo disse que as hospitalizações e a passagem de pacientes para tratamento intensivo diminuíram.

Terra


09/04/2020
Por Edilson Silva em Caicó, Policial

Militares do Exército e da Marinha fizeram desinfecção do Terminal Rodoviário de Caicó

Militares da Marinha e do Exército, fizeram na noite desta quarta-feira (08), a desinfecção do Terminal Rodoviário de Caicó.

A medida faz parte da Operação Covid-19 do Comando Conjunto Rio Grande do Norte/Paraíba e visa previnir e enfrentar o Coronavírus em locais de grande circulação de passageiros.

O trabalho de desinfecção fora do horário de funcionamento da rodoviária, sem a concentração de pessoas no local para facilitar a condução da atividade e a aplicação dos produtos químicos de forma segura.

Sidney Silva




Facebook


Twitter