Nova ministra do Trabalho tem condenação em processo trabalhista

Cristiane Brasil foi condenada em 2016 a pagar uma dívida trabalhista de R$ 60,4 mil a um motorista que prestava serviços para ela e para sua família, revelou o G1.

A decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região contra Cristiane, escolhida para ser a nova ministra do Trabalho, foi confirmada na segunda instância.

Segundo o juiz Pedro Figueiredo Waib, que condenou a filha de Roberto Jefferson na primeira instância, o motorista não tinha carteira assinada, e sua jornada de trabalho chegava a quase 15 horas por dia.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*