Governador recebe movimento de agricultores familiares na Rampa da Governadoria

robinsoncontraf

Quando o movimento de agricultores familiares do Estado, representado pela Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte (Fetraf) chegou em passeata em frente à Governadoria na manhã de hoje (11), os manifestantes esperavam que o Governador Robinson Faria recebesse uma comissão para que lhe entregassem a pauta de reivindicações.

Dentre os vários pontos de reivindicação, consta a conclusão da obra da Central de Comercialização da Agricultura Familiar, que está paralisada há vários governos anteriores; um outro, ponto diz respeito à instalação e recuperação de 500 poços artesianos já perfurados nos municípios de base da Fetraf, nas regiões do Potengi, Alto e Médio Oeste, Canavieira, Trairi, Seridó e Mato Grande; a ampliação do Sistema de Adutoras em Bento Fernandes com uma extensão de 55 quilômetros e em São Miguel do Gostoso com 40 quilômetros, que vão passar por vários assentamentos e comunidades rurais é um outro ponto de reivindicação do movimento.

A Fetraf também sugeriu ao Governo do Estado que seja criada uma Secretaria de Desenvolvimento Agrário, para que aglutinasse todos os interesses da agricultura familiar num órgão só. “Vendo toda a pauta, percebo que não há nada impossível de ser cumprido. Acredito que de dois a três meses vamos entregar a Central de Comercialização. Essa reunião é para a gente organizar o início das negociações com o movimento. Todas as Secretarias presentes aqui terão o compromisso de se sentar e discutir com a Fetraf ponto por ponto das pautas”, garantiu Robinson Faria.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*