Forças de segurança começam a fiscalizar toque de recolher determinado pelo Governo do RN

 

Equipes sairam de suas unidades às 17 horas para garantir o cumprimento de medidas restritivas, cujo objetivo é ampliar o isolamento social para barrar a circulação do coronavírus no Rio Grande do Norte.

 

As forças de segurança pública do Rio Grande do Norte iniciaram no final da tarde deste sábado (6), as ações de fiscalização e conscientização para garantir o cumprimento do toque de recolher e demais medidas restritivas contidas no decreto estadual nº 30.388/2021. De segunda à sexta, o toque de recolher começa às 20h e vai até as 6h do dia seguinte. Nos domingos e feriados, o dia todo.

 

As novas medidas foram adotadas pelo Governo do RN em razão das altas taxas de transmissibilidade do novo coronavírus e da maciça ocupação de leitos de UTI, que se somam à baixa cobertura vacinal da população. No início da tarde, a taxa de ocupação de leitos críticos destinados a pacientes Covid era de 96,0% no Estado, 94,2% na região metropolitana, 98,9% no Oeste e de 97,2% no Seridó.

 

Para fazer valer o que determina o novo decreto, policiais civis, militares e bombeiros militares deixarão suas respectivas regionais às 17h. “Serão 34 horas direto, com uma ação integrada para combater a pandemia. Essa é a principal ação deste final de semana e está sendo articulada com os municípios, que estão se somando nessa questão. O toque de recolher, independente de decreto municipal, vale para todo o estado do RN, e por isso está se pedindo contribuição dos municípios com a Guarda Municipal, onde houver, e da população como um todo, para a gente poder criar uma grande barreira contra a expansão do coronavírus. Esta é uma ação do Pacto pela Vida que precisa da solidariedade e contribuição da sociedade”, frisou o coordenador do Pacto pela Vida, Fernando Mineiro.

 

O titular da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), coronel Francisco Araújo Silva, destacou a integração entre as forças de segurança como ponto importante para o sucesso da missão. “Não estamos nas ruas para prender as pessoas de bem. Este trabalho, antes de tudo, é de conscientização e educação. É preciso a colaboração de todos, para juntos vencermos esta doença”, ressaltou.

 

“A professora Fátima Bezerra nos confiou esta missão. E esta primeira ação de cumprimento do novo decreto começa agora, às 20h deste sábado, e vai até as 6h da manhã da segunda-feira. É um trabalho intenso, e que requer a abnegação de todo o nosso efetivo”, acrescentou o coronel Araújo.

 

PONTOS DE SAÍDA

 

Participam: Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e forças de segurança municipais.

Natal: Centro Administrativo do Estado.

Mossoró: Sede do 2° Batalhão de Polícia Militar.

Caicó: Sede do 6° Batalhão de Polícia Militar.

Pau dos Ferros: Sede do 7° Batalhão de Polícia Militar.

Nova Cruz: Sede do 8° Batalhão de Polícia Militar.

Macau: Sede da Companhia de Polícia Militar.

João Câmara: Sede da Companhia de Polícia Militar.

Santa Cruz: Sede da Companhia de Polícia Militar.

Currais Novos: Sede da Companhia de Polícia Militar.

Jardim de Piranhas: Sede da Companhia de Polícia Militar.

 

_Natal (RN), 06 de março de 2021.

 

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – ASSECOM

 

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*