Em audiência com Robinson, Nelter defende pleitos para o Seridó e Vale do Assu

Twitter-Nelter

Por meio de seu perfil no Twitter nesta quinta-feira (02), o deputado estadual Nelter Queiroz relatou que teve uma audiência na tarde de ontem (01), na governadoria com o governador Robinson Faria para tratar e cobrar importantes pleitos em favor das regiões Seridó, Vale do Assu e demais localidades do Rio Grande do Norte. Três assuntos formaram a pauta da reunião entre Robinson e Nelter Queiroz.

Barragem de Oiticica

Preocupado com a construção da barragem de Oiticica, Queiroz voltou a falar do tema e sugeriu ao governador mobilizar a bancada federal do RN a fim de buscar liberação de recursos para a obra. “A construção da Oiticica caminha a passos de tartaruga, por falta de recursos para pagar as indenizações e continuar a construção da obra física”, disse o deputado, enfatizando que a obra é uma luta de todo RN: “A construção da Barragem Oiticica é luta de todo o Rio Grande do Norte. Precisamos da união e força de toda classe política!”

Recuperação de estradas das regiões Seridó e Vale do Assu

Robinson Faria quando esteve no distrito Barra de Santana (Jucurutu) no dia 04 de fevereiro deste ano, estava acompanhado pelo deputado de Jucurutu. Nelter aquele dia solicitava ao governador a recuperação das estradas das regiões Seridó e Vale do Assu. Nesta quarta-feira (01), o parlamentar tornou a cobrar. “Com o governador Robinson relatei o clamor da região do Seridó e Vale do Assu na recuperação das estradas do nosso estado”, comentou.

Carteira de Habilitação Gratuita

Outro assunto discutido no encontro foi Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O parlamentar do PMDB quer a regulamentação da Lei sugerida por ele, que possibilita o acesso de pessoas de baixo poder aquisitivo obter a primeira carteira de motorista gratuitamente. Nelter comenta que a CNH é um meio de gerar emprego. “A Lei foi uma sugestão nossa da CNH. Em Pernambuco já existe e este ano o novo governador do Maranhão já implantou. Com a CNH você às vezes ganha o meio de vida, é uma geração de emprego”, afirmou.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*