Cúmplices: Maioria da bancada do RN rejeita pedido para investigar Temer

A bancada federal do Rio Grande do Norte no plenário da Câmara rejeitou nesta quarta-feira (2) o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para autorizar a análise de denúncia criminal contra o presidente Michel Temer (PMDB), por corrupção passiva, pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

No total, cinco deputados potiguares: Fábio Faria (PSD), Beto Rosado (PP), Rogério Marinho (PSDB), Felipe Maia (DEM) e Walter Alves (PMDB), ignoraram as provas e barraram a denúncia contra Temer. Apenas três deputados: Antônio Jácome (Podemos), Rafael Motta (PSB) e Zenaide Maia (PR), votaram a favor  da continuidade do processo para o STF que se a Corte houvesse recebido a denúncia e tornado Temer réu, isso levaria ao seu afastamento por 180 dias

Depois de 34 dias de intensas negociações — marcadas por encontros diários com dezenas de deputados, liberações de bilhões de reais em emendas parlamentares, distribuição de cargos a aliados e um jogo pesado de pressões nos bastidores —, o presidente Michel Temer conseguiu barrar nesta quarta-feira a denúncia que pesava contra ele por corrupção passiva que havia chegado à Câmara dos Deputados no dia 29 de junho.

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*