Corrupção: Temer (PMDB) está na gravação. Ferrou-se

A partir do minuto 11′,  da gravação depois de Michel Temer falar sobre seu governo, Joesley Batista entra nas questões realmente importantes. Ele diz que, dentro do possível, fez o máximo por Eduardo Cunha.

“Zerei tudo, liquidei tudo e ele foi firme. Veio cobrou, eu acelerei o passo e tirei da frente”, diz o empresário. Ele comenta ainda que ficou sem interlocução com o governo depois que Geddel Vieira Lima caiu.

“É complicado. Não posso entrar em contato com ele.” Diz então que está pagando Cunha. Temer emenda: “Tem que manter isso, viu”

Joesley ainda comenta. “Todo mês. Eu tô segurando as pontas.

O Antagonista

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*