Com maior número de investigados na Lava Jato, PP adia convenção

Com maior número de citados na lista de investigados por desvios na Petrobras, integrantes da cúpula do PP decidiram adiar a convenção nacional do partido prevista para o próximo dia 9 para daqui a seis meses. Segundo a Agência Estado, a decisão, tomada na noite de ontem em reunião da Executiva Nacional, foi influenciada pelo envolvimento de alguns dos principais nomes na Operação Lava Jato.

A ideia é manter o partido coeso “neste momento de exposição”. O PP é o que tem o maior número de investigados, com 32, dos quais, três senadores, 18 deputados e 11 ex-deputados. Entre eles está o próprio presidente nacional, senador Ciro Nogueira (PI).

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*