Esporte

Judô brasileiro inicia o Pan com dois ouros

No primeiro dia de disputas do judô nos Jogos Pan-americanos de Lima o judô brasileiro trouxe duas medalhas douradas para casa. Outra modalidade na qual o Brasil ficou no lugar mais alto do pódio foi no atletismo, nos 400 metros com barreira.

Judô de ouro

Uma modalidade na qual o Brasil tem tradição de conquistar medalhas em pan-americanos é o judô. E não está sendo diferente em Lima. No primeiro dia de disputas da modalidade nesta edição do evento, a equipe brasileira conseguiu duas medalhas douradas.

A primeira conquista do dia veio com Renan Torres na categoria até 60 quilos. Estreante em Pans, o jovem de 20 anos venceu na decisão o equatoriano Lenin Preciado, que conquistou o título em Toronto em 2015.

Logo depois Larissa Pimenta conseguiu o seu ouro ao derrotar na decisão a mexicana Luz Olvera na categoria até 52 quilos.

Conquista no atletismo

O Brasil continua colecionando ouros foi no atletismo. Hoje a estrela foi Alisson Brendom, que venceu a prova dos 400 metros com barreiras. Em uma prova emocionante o brasileiro conseguiu alcançar a liderança apenas no final, ao saltar o último obstáculo. Ele completou a corrida com o tempo de 48s45.

Medalhas no remo

No primeiro dia de finais das provas de remo, o Brasil conquistou duas medalhas de bronze. No double Skiff, Uncas Tales e Lucas Verthein completaram os 2 mil metros da prova em 6min29s72. Eles ficaram atrás da dupla da Argentina, que alcançou o tempo de 6min25s16, e da de Cuba, com 6min27s43.

Já no quatro sem, Alef Fontoura, Fábio José Moreira, Gabriel Moraes e Willian Giaretton conseguiram o tempo de 6min10s67, atrás da Argentina (6min07s02) e de Cuba (6min09s53).

Bronze na luta livre

Outro terceiro lugar obtido por atleta brasileiro veio na categoria estilo livre da luta. Giulia Penalber conseguiu o bronze no feminino até 57 quilos após derrotar Paula Ramirez, da Nicaraguá.

Tropeço no vôlei

O ponto baixo do dia foi o tropeço da seleção feminina de vôlei diante da Argentina. O Brasil foi derrotado por 3 sets a 0. Como venceu Porto Rico na primeira rodada, agora precisa derrotar os EUA na próxima sexta para alcançar as semifinais.

Mais medalhas na natação

No final da noite de ontem, início do dia de hoje (8), o Brasil garantiu mais 6 medalhas na natação. O destaque aconteceu na prova masculina dos 200m livre, onde Fernando Scheffer foi ouro, com o tempo de 1min46s68, e Breno Correia foi prata, com o tempo de 1min47s47.

Outra prata veio no revezamento 4×100 misto. Os EUA completaram a prova em 3min24s84 e ficaram com o ouro. Já Larissa Oliveira, Etiene Medeiros, Marcelo Chierighini e Breno Correia conseguiram a marca de 3min25s97 para levarem a prata.

Além disso, conquistamos 3 bronzes: Vinícius Lanza (100m borboleta), Leonardo de Deus (200m costas) e Larissa Oliveira (200m livre).

Hoje, o Brasil ainda conquistou o ouro com Marcelo Chierighini, nos 100m livre, Larissa Oliveira ficou com o bronze nos 100m livre e  Etiene Medeiros levou o bronze nos 100m costas.

Basquete feminino nas semifinais

O basquete feminino conquistou uma vaga nas semifinais como primeira do grupo após vencer o Paraguai por 81 a 37. Na semifinal amanhã (9), a seleção brasileira enfrenta as colombianas.

Classificação olímpica

Na vela, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan, da classe 470, garantiram sua classificação para Tóquio 2020 como uma das 6 melhores duplas que ainda não tinham a vaga olímpica.

Agência Brasil

Compartilhe aqui:

Gestão Valdir iniciou serviços de recuperação da quadra de esportes da comunidade do São Bento

A Prefeitura Municipal de Jucurutu, através da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, deu início aos serviços de recuperação da quadra de esportes da Comunidade do São Bento. Essa obra foi finalizada há vários anos, porém nunca houve atesto de sua funcionalidade pela Caixa Econômica Federal. Essa é mais uma obra que tinha ficado inacabada e que a gestão Valdir Medeiros retoma para entregar à população.

De acordo com o Secretário de obras, Fylippe Mello, durante esses quase 03 anos de gestão, a Secretaria de Obras vem concluindo diversas obras que estavam paralisadas ou inacabadas.

Jucurutu perdeu muito durante todos os anos em que construções tão necessárias ao bem-estar da população ficaram paradas ou inacabadas. A gestão Valdir, através da Secretaria de Obras, adotou a retomada e conclusão das obras que se encontravam paradas no tempo, a exemplo do Lopão, da Creche do Abraão Lopes, da quadra da Comunidade Adequê, dentre outras. Os resultados de tais esforços estão aparecendo agora, para melhoria da qualidade de vida do povo de nossa cidade.”

Compartilhe aqui:

Libertadores: River Plate elimina o Cruzeiro nos pênaltis

O River Plate está nas quartas de final da Copa Libertadores 2019. Após novo empate sem gols, desta vez no Mineirão, a equipe argentina superou o Cruzeiro nos pênaltis, por 4 a 2, e vai enfrentar o vencedor do duelo entre Cerro Porteño e San Lorenzo, que empataram na ida por 0 a 0.

Destaque para o Armani, goleiro argentino, que defendeu as cobranças de Henrique e David. Os cobradores do River converteram todas as cobranças, sem deixar Fábio, pegador de pênaltis, sequer sair na foto. Ao Cruzeiro, agora, resta a Copa do Brasil – competição em que enfrentará o Inter nas semifinais – e o Campeonato Brasileiro.

Compartilhe aqui:

Bolsonaro é xingado e vaiado em jogo do Palmeiras contra Vasco

247 – O presidente Jair Bolsonaro foi hostilizado e vaiado neste sábado (27), no Allianz Parque, em São Paulo, durante o jogo entre Palmeira e Vasco.

Nas redes sociais, circulam vários vídeos com vaias e demonstrações de hostilidade contra Bolsonaro. Um dos vídeos mostra a torcida do Vasco vaiando o presidente e dizendo “Ei, Bolsonaro, v** t**** n* c*“.

A reação mais intensa a ele veio durante o intervalo. Bolsonaro acompanhou o primeiro tempo ao lado do mandatário do Palmeiras, Maurício Galliote, e alguns membros da diretoria. Quando pisou no gramado para ter contato com torcedores, o presidente foi vaiado principalmente pelos membros das torcidas organizadas. Por causa disso, o reinício da partida sofreu atraso.

Em campo, o Palmeiras empatou com o Vasco em 1 a 1 e perderá a liderança do Campeonato Brasileiro se o Santos derrotar o Avaí neste domingo (28).

Assista à vaia a Jair Bolsonaro:

Compartilhe aqui:

MPRN proíbe entrada de torcidas organizadas do Santa Cruz no estádio do Frasqueirão

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou nesta terça-feira, 23, a proibição de todas as torcidas organizadas do clube Santa Cruz de Pernambuco de entrarem ou se aproximarem do Estádio Maria Lamas Farache, conhecido como Frasqueirão, no próximo sábado, 27, data em que acontecerá a partida válida pelo Campeonato Brasileiro da Série C entre ABC/RN e Santa Cruz/PE.

A Policia Militar (PM) sugeriu que as torcidas organizadas do clube pernambucano sejam impedidas de adentrar aos Estádios de Futebol do Rio Grande do Norte, em face dos conhecidos atos de violência, especialmente durante os jogos contra o ABC, que ganharam bastante repercussão na mídia desportiva.

Diante disso, a PM considera que deve ser aplicado o princípio da reciprocidade, em nome da segurança pública, modelo já adotado no Estado de Pernambuco em jogos com “torcidas rivais” do RN. Sendo assim, o acesso do torcedor pernambucano ficará restrito apenas para zona mista do estádio (cadeiras), desde que não exibam qualquer adereço que sinalize ligação com as torcidas organizadas do clube visitante.

Compartilhe aqui:

Equipes da Wagner Lopes e Newman Queiroz estão na semifinal da etapa inter-regional do JUVERNs em Currais Novos

As equipes de vôlei de areia e Sub-17 da Escola Municipal Wagner Lopes e da Escola Estadual Newman Queiroz estão classificadas para as Semifinais dos Jogos da Juventude Escolar do Rio Grande do Norte (JUVERNs 2019).

Destaque para Maria Clara Freire que conquistou o 2º lugar na corrida de 100 metros com barreiras.

Os jogos da semifinal ocorrerão nesta quinta, 18. Os jovens atletas participam com o apoio e incentivo do Governo Municipal de Jucurutu.

As disputas estão acontecendo no município de Currais Novos com organização da Subsecretaria de Esportes e Lazer no período de 15 a 19 de Julho e reúne alunos de 16 cidades potiguares.

Os melhores se classificam para etapa final em Natal.

 

Compartilhe aqui:

De virada, Confiança vence ABC em Natal e se consolida como vice-líder

O Confiança provou nesta sexta-feira porque está no G-4 do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro e, com uma grande atuação do goleiro Genivaldo, bateu o ABC por 2 a 1 em Natal.

Nem os mais de 10 mil torcedores alvinegros presentes no Frasqueirão intimidaram o time sergipano, que conseguiu a virada com um gol contra de Tito e um golaço de Everton, este no segundo tempo. A equipe de Daniel Paulista emenda uma sequência invicta e se consolida como vice-líder da chave, agora com 21 pontos. O resultado negativo leva o ABC de volta para a lanterna, com nove pontos.

O Globo Esporte RN destacou que o próximo compromisso do ABC é contra o Botafogo-PB, no dia 20 (sábado), no Almeidão, em João Pessoa. O Confiança jogará em casa, no Batistão, contra o Imperatriz, no dia 21 (domingo).

Compartilhe aqui:

Brasil vence Peru e conquista sua nona Copa América

Como é bom estar em casa. E estar de volta. Em seu retorno ao local onde mais se sente à vontade e onde mais jogou, a seleção brasileira voltou a reinar na América.

O Brasil venceu o Peru por 3 a 1 na tarde deste domingo, no Maracanã, e conquistou pela nona vez a Copa América. Mas sofreu. Jogou com um a menos em boa parte da segunda etapa, ao ter Gabriel Jesus expulso. O camisa 9 havia dado assistência e feito um dos gols. Everton e Richarlison fizeram os outros gols brasileiros e Guerrero, de pênalti, fez o gol peruano, o único sofrido pela Seleção na campanha.

Após 12 anos, a seleção brasileira conquista a Copa América. A equipe brasileira foi campeã pela nona vez e sempre venceu quando sediou o torneio (1919, 1922, 1949, 1989 e 2019). São seis conquistas nas últimas 13 edições. O Brasil é o terceiro maior vencedor do torneio, que tem o Uruguai no topo, com 15 títulos, e a Argentina em segundo, com 14. A próxima edição é já no ano que vem, na Argentina e na Colômbia.

Por Globo Esporte

Compartilhe aqui:

Tite e Marquinhos se recusam a cumprimentar Bolsonaro em premiação da Copa América

O técnico da seleção brasileira não fez o mínimo esforço para parecer cordial com o presidente da república. Ao se dirigir para receber a premiação pela conquista da Copa América, Tite cumprimentou as autoridades ali presente, mas não estendeu a mão para Jair Bolsonaro. Quem teve a mesma atitude do treinador foi o zagueiro Marquinhos.

Imagens da transmissão mostram os dois integrantes da seleção brasileira passando indiferentes por Bolsonaro. No caso de Tite, o presidente teve que se esforçar para chamar atenção do técnico.

Antes disso o presidente já havia sido recepcionado com vaias pela torcida que estava no Maracanã assim que pisou no gramado do estádio.

A atitude dos integrantes da seleção brasileira gerou uma série de comentários nas redes sociais.

Revista Fórum

Compartilhe aqui:

Brasil e Peru fazem a final da Copa América prometendo emoção no Maracanã

O Brasil pode ser campeão da Copa América neste domingo, 7, pela primeira vez na história sem sofrer gols. A seleção enfrenta o Peru. A partida marcada para o Maracanã acontece às 17 horas, pelo horário de Brasília.

A equipe comandada pelo técnico Tite já disputou cinco jogos na atual edição do torneio e ainda não foi vazado. Na estreia venceu a Bolívia por 3 a 0. Na segunda partida empatou sem gols com a Venezuela. No último jogo da fase de grupos goleou os peruanos por 5 a 0. Nas quartas de final empatou por 0 a 0 com o Paraguai e avançou nas penalidades. Na fase semifinal despachou a Argentina por 2 a 0.

O Brasil já conquistou a Copa América em oito oportunidades das 36 já disputadas. O time canarinho jamais levantou o troféu do torneio sem ser vazado ao longo da competição. Nas oito conquistas brasileiras ao longo das edições da Copa América, a melhor defesa canarinha aconteceu em 1989, quando, em sete jogos, sofreu apenas um gol, contra a Venezuela, na estreia. Coincidentemente, o torneio também foi disputado em casa.

O possível feito tem como base o ótimo momento defensivo. Os zagueiros Thiago Silva e Marquinhos têm passado segurança na defesa brasileira. A fase do goleiro Alisson também contribui para não ser vazado. Nas laterais direita e esquerda, respectivamente, Daniel Alves e Filipe Luís – Alex Sandro, na semifinal – têm cumprido com êxito suas funções defensivas, dando sustento ao esquema sólido montado por Tite.

“Um dos detalhes para chegar na final e ser campeão é não tomar gols. Sabemos o quanto isso é importante durante um jogo de futebol, porque, assim, o time cresce e ganha confiança. Nossa equipe tem muita qualidade do meio para a frente. Então, se não sofremos gols, ficamos com grandes possibilidades de vencer”, disse Marquinhos.

“Acham que é só Alisson, a linha de quatro e o primeiro volante, mas o sistema defensivo começa lá na frente, com Firmino, Cebolinha, Jesus, Coutinho. Eles estão ajudando bastante. É uma característica do nosso time: sólido atrás e com muita velocidade na frente”, afirmou.

BRASIL

O Brasil chega à final depois de eliminar a rival Argentina por 2 a 0 no Mineirão. Alisson, que ficou de fora de alguns trabalhos por sentir dores na costela, deverá estar de volta ao gol brasileiro. A única dúvida para a partida contra o Peru é na lateral esquerda: Filipe Luís ainda sente dores e existe a possibilidade de Alex Sandro ser titular. Everton, que foi substituído no intervalo da semifinal, será titular, e William não será alternativa no banco por causa de lesão muscular.

PERU

A surpreendente classificação do Peru à final da Copa América, com uma vitória maiúscula sobre o Chile, dá moral à equipe de Ricardo Gareca, que entra na decisão como grande zebra. A maior preocupação dos peruanos é em relação à situação do meia-atacante Edison Flores, que deixou o jogo contra o Chile com dores no tornozelo direito, e ainda não sabe se terá condições de estar em campo no Maracanã.

Prováveis escalações

BRASIL

Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro (Filipe Luís); Casemiro; Arthur, Philippe Coutinho, Gabriel Jesus e Everton; Roberto Firmino.
Técnico: Tite

PERU

Gallese; Advíncula, Zambrano, Luis Abram e Trauco; Tapia, Yotún; Carrillo, Cueva e Edison Flores; Paolo Guerrero.
Técnico: Ricardo Gareca

Arbitragem

Roberto Tobar, auxiliado por Christian Schiemann e Cláudio Rios (trio chileno). VAR: Julio Bascuñan.

Final terá show de Anitta e presença de Bolsonaro

A final da Copa América neste domingo terá show da cantora Anita e a presença do presidente Jair Bolsonaro. A decisão entre Brasil e Peru acontece no Maracanã e está marcada para as 17 horas.

A cerimônia será realizada próxima do início do jogo. Vai começar às 16h35 e terá duração de 10 minutos, em conexão com a entrada dos jogadores em campo. O início da partida será às 17h. Serão quase 400 pessoas no palco, mas, ao todo, são 1.500 envolvidos no espetáculo.

A presença do presidente Bolsonaro no gramado do Maracanã é possível, pois há uma tradição da entrada de dignatários, para cumprimentar atletas e torcida. O presidente deve vir direto de Brasília, no domingo, para o estádio, na companhia de outras autoridades de governo.

Compartilhe aqui:

Brasil vence Argentina por 2 x 0 e volta à final da Copa América

O camisa 9 da seleção brasileira, enfim, voltou a mostrar toda a personalidade e categoria do início da carreira e decidiu o clássico contra a Argentina na noite de hoje. Graças a um gol e a uma assistência de Gabriel Jesus, o Brasil venceu os rivais por 2 a 0 no Mineirão, em Belo Horizonte, e está de volta a uma final de Copa América depois de três edições fracassadas. A última decisão havia sido em 2007, ano também do último título canarinho no torneio.

O placar foi inaugurado aos 18 minutos do primeiro tempo, em uma linda trama ofensiva protagonizada por Daniel Alves, com assistência de Roberto Firmino para Gabriel Jesus desencantar na Copa América. Jesus ainda apareceu para decidir na etapa final, com arrancada e passe para Firmino ampliar, aos 25 do segundo tempo. No fim, houve tempo para a torcida se deliciar com gritos de olé, mesmo diante de toda a dificuldade encontrada ao longo da partida.

Compartilhe aqui:

Brasil e Argentina decidem hoje quem vai à final da Copa América

O Brasil e a Argentina abrem na noite desta terça-feira, 2, a rodada semifinal da Copa América, que será concluída na quarta-feira, 3, entre Chile e Peru. Ao falar sobre a partida, o treinador Tite preferiu manter segredo sobre a escalação da seleção brasileira, não confirmando a presença do lateral esquerdo Felipe Luís. O jogador se recupera de dores musculares na coxa direita. O técnico preferiu elogiar o comportamento da torcida mineira em relação à seleção.

“Vai ser um grande espetáculo. Se a torcida puder trazer todo esse carinho que estamos recebendo desde que a gente chegou aqui em Belo Horizonte para dentro do estádio, nós seremos muito gratos. O Mineirão foi o lugar onde nós recebemos mais carinho do torcedor”, disse Tite ao lembrar a vitória do Brasil sobre a Argentina por 3 a 0 nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, em 2016.

O jogo desta noite, às 21h30, é o sexto entre o Brasil e a Argentina, no estádio do Mineirão, com ampla vantagem brasileira. São quatro vitórias e um empate.

O primeiro confronto entre as duas seleções, no Mineirão, foi em jogo amistoso em 1968. O time brasileiro foi formado por atletas que atuavam em Minas Gerais. O Brasil derrotou a Argentina por 3 a 2. Os gols brasileiros foram marcados por Evaldo, Rodrigues e Dirceu Lopes, todos jogadores do Cruzeiro.

Sete anos depois, as duas equipes voltaram a se enfrentar, mas em uma partida oficial, na Copa América de 1975, com jogos de ida e volta. Mais uma vez com uma convocação baseada no futebol mineiro, o Brasil voltou a derrotar a Argentina no Mineirão por 2 a 1, com dois gols do cruzeirense Nelinho.

Após esse jogo, o Mineirão passaria 29 anos sem receber jogos das duas seleções. Esse jejum acabou em 2004, quando Brasil e Argentina se enfrentaram pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, com vitória brasileira por 3 a 1. O grande destaque do jogo foi o então cruzeirense Ronaldo. Ele marcou três gols de pênalti.

Depois dessa partida, a seleção canarinha disputou mais dois jogos pelas Eliminatórias no Mineirão. Em 2008, o time brasileiro empatou em 0 a 0. Já em 2016, a história foi diferente. A O Brasil não tomou conhecimento da Argentina e venceu por 3 a 0, em uma das melhores atuações do time já sob o comando do técnico Tite. Os gols da partida foram marcados por Philippe Coutinho, Paulinho e Neymar.

Para a partida de hoje, a seleção acredita no seu crescimento coletivo e na sua forte defesa, que nesta Copa América ainda não sofreu gol. A Argentina, com uma equipe renovada, aposta no seu principal jogador: Leonel Messi.

“Tenho confiança na minha equipe. Convicção que vamos entrar e fazer um grande jogo. Cada partida tem a sua história. Conto muito com o nosso coletivo. Temos crescido mesmo no sentido de ser um time. É muito difícil de se criar isso numa seleção. Será uma partida que não tem chance para erro”, disse o goleiro Alisson, durante entrevista à imprensa no começo da noite dessa segunda-feira, 1º.

Compartilhe aqui:

Brasil reencontra o Paraguai nas quartas de final da Copa América; confira os confrontos

As quartas de final da Copa América estão definidas. Na próxima quinta-feira, às 21h30, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o Brasil enfrentará o Paraguai. O rival brasileiro foi conhecido após o empate por 1 a 1 entre Japão e Equador nesta segunda. Os japoneses terminaram a primeira fase com dois pontos no Grupo C, mas saldo de gols menor que os paraguaios que, mesmo com dois pontos, avançaram como um dos dois melhores terceiros.

Na sexta-feira, às 16h, os segundos colocados dos Grupos A e B se enfrentam no Maracanã: Argentina e Venezuela. Ainda na sexta, a Colômbia pega o Chile na Arena Corinthians, em São Paulo, às 20h. A próxima fase será encerrada no sábado, na Fonte Nova, em Salvador, com o jogo entre Uruguai e Peru, às 16h.

O Paraguai foi o rival brasileiro nas duas últimas vezes que a Seleção esteve no mata-mata da Copa América, ambas nas quartas de final: em 2011, na Argentina, e em 2015, no Chile. Nas duas vezes, os paraguaios eliminaram o Brasil nos pênaltis. Há oito anos, as duas seleções empataram por 0 a 0 no tempo normal, e em 2015, empataram por 1 a 1.

O último confronto entre Brasil e Paraguai foi em março de 2017, pela 14ª rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. A Seleção venceu por 3 a 0 a partida, disputada na Arena Corinthians.

Confira as datas, horários e locais das partidas:

  • Brasil x Paraguai
    Data: 27/06/2019
    Local: Arena do Grêmio
    Horário: 21h30
  • Venezuela x Argentina
    Data: 28/06/2019
    Local: Maracanã
    Horário: 16h
  • Colômbia x Chile
    Data: 28/06/2019
    Local: Arena Corinthians
    Horário: 20h
  • Uruguai x Peru
    Data: 29/06/2019
    Local: Fonte Nova
    Horário: 16h

Por Globo Esporte

Compartilhe aqui:

Colômbia vence Paraguai na Fonte Nova e garante 100% na Copa América

A Colômbia derrotou neste domingo, 23, o Paraguai por 1 a 0 em jogo disputado na Fonte Nova. Com a vitória, válida pela 3ª rodada do grupo B, os colombianos garantiram 100% de aproveitamento na primeira fase da Copa América.

Mesmo já classificada, e com muitas caras novas, a Colômbia jogou melhor desde o início, apostando na velocidade de seus jogadores e nas jogadas pelas pontas.

Em uma destas jogadas, aos 27 minutos, Falcão tenta uma linda bicicleta após a bolar sobrar na área do Paraguai, mas ele finaliza para fora.

Mas, aos 30 minutos, a Colômbia consegue abrir o placar. O lateral Arias toca para Cuellar, que chuta cruzado, entre as pernas de Gatito.

No segundo tempo, a dinâmica não muda muito, uma Colômbia superior ao Paraguai dominando as ações. E esse domínio ficou mais acentuado após a entrada do meia James Rodríguez no lugar de Cuadrado.

Aos 23 minutos, o camisa 10 da seleção colombiana brilha ao dar um passe de 3 dedos para Luis Díaz, que chutou para o fundo das redes adversárias. Porém, o VAR (árbitro de vídeo) chama o juiz de campo para informar que houve um toque de mão do atacante. E com isso o gol é anulado.

Aos 45 minutos do segundo tempo, Díaz cai na área após carrinho de Gustavo Gómez. O juiz marca inicialmente pênalti. Mas, após análise do VAR, o pênalti é anulado.

Com isso, a Colômbia vence por 1 a 0, garantindo 100% de aproveitamento na primeira fase. Já o Paraguai ainda não sabe se estará presenta nas quartas de final da Copa América como um dos melhores terceiros colocados. Terá que aguardar até o final da terceira rodada do grupo C.

Ficha técnica:

Domingo, 23 de junho de 2019

COLÔMBIA 1 X 0 PARAGUAI

Competição: Copa América (3ª rodada – Grupo B)

Local: Fonte Nova, Salvador.

Juiz: Víctor Carrillo (Peru).

Colômbia: Montero; Arias, Cristián Zapata, Lucumi e Borja; Cuéllar, Lerma e Cardona (Barrios); Cuadrado (James Rodríguez), Falcao (Duván Zapata) e Luis Díaz. T: Carlos Queiroz.

Paraguai: Gatito Fernández; Iván Piris, Gustavo Gómez, Alonso e Arzamendia; Richard Sánchez, Rodrigo Rojas (Iturbe), Derlis Gonzáles (Óscar Romero), Almirón e Matías Rojas (Cecilio Domínguez); Cardozo. T: Eduardo Berizzo.

Gols: No 1º tempo: Cuellar (30).

Compartilhe aqui:

Equipe da Mutamba se consagra campeã do 1° Ruralzão de Futsal Masculino Adulto

Neste domingo a equipe da comunidade Mutamba venceu o ADQ pelo placar de 4 X 0 o que resultou o placar agregado de 6 X 4 no 1° Ruralzão de Futsal Masculino Adulto de Jucurutu.

Em manhã inspirada o atleta Fabinho da equipe da Mutamba marcou 03 vezes e o atleta Zé do Mato marca 01 vencendo pelo placar de 4 X 0.

Na final o ADQ ficou com o título de vice-campeão.

Prêmios individuais:

Artilheiro: Zé Maria 13 gol´s (ADQ)
Melhor goleiro: Fernandinho (Mutamba)
Melhor jogador: Fabinho (Mutamba)
Revelação 1: Zé Maria (ADQ)
Revelação 2: Zé do Mato (Mutamba)
Artilheiro Final: Fabinho 03 gol´s (Mutamba)

O evento é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Jucurutu através da Secretaria de Esporte e Turismo de Jucurutu.

Compartilhe aqui:

É mata-mata! Contra uma França forte e favorita, Brasil confia em sua essência e seus talentos

Não se trata apenas da euforia diante de uma seleção forte que joga a Copa do Mundo em casa. O favoritismo da França é sentido e, de certa forma, reconhecido pelo Brasil.

Antes superior do que as próximas adversárias dentro do cenário mundial do futebol feminino, a Seleção chega às oitavas de final tentando mostrar que, apesar do trabalho bem feito das francesa nos últimos anos, a essência brasileira e seus talentos ainda são capazes de façanhas que contrariam qualquer projeção. Esse é o pensamento da seleção brasileira que entra em campo neste domingo, às 16h (de Brasília). .

Assim como tem acontecido em todos os jogos da França, a expectativa é novamente de casa cheia.

Nos últimos dias, desde que se teve e confirmação do confronto com as anfitriãs, o Brasil se tornou centro das atenções para a mídia local que acompanha a Copa do Mundo. Na véspera do duelo, o técnico Vadão e a atacante Debinha concederam entrevista coletiva e receberam uma chuva de perguntas de franceses.

Por algumas vezes, tiveram de repetir que era possível vencer as adversárias.

– Apesar dos problemas que tivemos, temos uma seleção que tem condição de fazer frente à França. A França tem torcida a seu favor, vive momento especial, quesitos que favorecem, mas tecnicamente falando, as coisas só vão se resolver no campo. Nós nos sentimos muito confiantes em relação ao jogo – disse o treinador brasileiro.

Nesta Copa do Mundo já se conhece os motivos que tornam a França uma das favoritas no duelo deste domingo e também ao título.

Mas além da garra que as jogadoras têm mostrado diante das adversidades, quais motivos temos para acreditar que o Brasil é capaz de superar mais uma vez os problemas recentes, surpreender e frustrar as donas da casa diante de sua torcida?

A melhor de todos os tempos. Por mais tempo

Marta desembarcou na França rodeada por dúvidas. A lesão na coxa esquerda sofrida no início da preparação a tirou da estreia do Mundial. Jogou 45 minutos na segunda partida e quase 80 minutos no terceiro compromisso do Brasil. Após bater o recorde de gols em Copas do Mundo, a camisa 10 disse, na saída de campo, que ainda não estava 100%. E que isso viria gradativamente.

Agora, a expectativa dela e da comissão é de que no duelo decisivo a capitã aguente o jogo inteiro. Um peso técnico e psicológico para o time. Ficou claro, principalmente na virada sofrida diante da Austrália no primeiro tempo, que a presença de Marta influencia não só as brasileiras, mas também a forma como as adversárias encaram a Seleção.

Compartilhe aqui:

Brasil enfrenta França nas oitavas de final do Mundial Feminino

O Brasil já sabe quem será o seu adversário nas oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Será a anfitriã França. O jogo ocorre no próximo domingo (23) às 16h (horário de Brasília) no estádio Océane, em Le Havre.

O confronto foi definido nesta quinta (20) após as partidas da 3ª rodada do grupo F da competição, que fecharam a primeira fase do Mudial.

A França chega a este jogo como primeira colocada do grupo A, com 3 vitórias em 3 partidas, enquanto o Brasil chega como o terceiro colocado do grupo C, com 2 vitórias e 1 derrota na fase inicial.

O retrospecto é totalmente favorável às francesas. Em 8 jogos, entre amistosos e partidas de Copa do Mundo, ocorreram 5 empates e 3 vitórias da França.

Compartilhe aqui:

Copa América: Colômbia sofre, mas vence Catar e avança para as quartas

Em um jogo sofrido, a Colômbia derrotou o Catar por 1 a 0 em jogo válido pela 2ª rodada do grupo B da Copa América disputado no estádio do Morumbi, em São Paulo, e garantiu a classificação para as quartas de final da competição.

Com este resultado a equipe sul-americana permaneceu na liderança da chave com 6 pontos, enquanto o Catar permaneceu com 1 ponto, embora Argentina e Paraguai ainda joguem nesta quarta (19) pelo mesmo grupo.

Na próxima rodada o Catar enfrenta a Argentina, enquanto a Colômbia pega o Paraguai.

Compartilhe aqui:

Brasil tem dois gols anulados pelo VAR e ficou no 0 a 0

As vaias vieram novamente. Mas desta vez no segundo tempo. E não houve compensação para a torcida. O Brasil sofreu com a forte defesa da Venezuela e a tecnologia. Teve dois gols anulados pelo VAR e ficou no 0 a 0 com a Vinotinto na noite desta terça-feira, na Fonte Nova, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América.

O resultado frustrou parte dos quase 40 mil torceodres que acompanharam o jogo em Salvador. Houve quem gritasse “olé” para os venezuelanos. Tite e companhia agora lutarão pelo primeiro lugar da chave com o Peru, no próximo sábado.

Compartilhe aqui: