Bomba ! TSE se pronuncia: eleição só em 2018 !

esse-povo

O Blog Conversa Afiada reproduz histórico pronunciamento do Tribunal Superior Eleitoral, na versão aguda do Rodrigo Vianna que morre de rir dos paneleiros paulistas:

​DECLARAÇÃO DO TSE SURPREENDE BRAVO POVO BANDEIRANTE

Este blog acaba de consultar o TSE sobre as possiveis reviravoltas políticas provocadas pelas legítimas marchas fascistas de domingo.

O ​T​ribunal informa:

“Depois de ouvidos os insultos, xingamentos e a douta argumentação dos paneleiros paulistas, esse egrégio tribunal decide manter os resultados da eleição de outubro/2014.

O TSE tambem vai solicitar ao poder Executivo a substituição das panelas de tefal da classe média paulista por panelas de barro, a fim de minorar o ruído provocado nas freguesias mais nobres da capital bandeirante. Mas informa que, infelizmente para os paulistas,  a gritaria e os uivos descontrolados nas varandas gourmet não podem ser computados como votos.

A contagem de manifestantes adotada pela  PM paulista – e replicada pelos repórteres da Globo – também não possui qualquer valor legal. E o pedido para que os votos dos brancos paulistas contem em dobro no próximo pleito não pode ser acolhido, ‘a luz do moderno direito eleitoral – aplicado desde a bolivariana abolição da Escravidão.

O tribunal também adverte que novas eleições ocorrem em 2018. E que todas as pesquisas indicam Lula como favorito, apesar de o líder cubano-sindicalista contar com apenas 9 dedos (o que certamente cria constrangimentos para a elite bandeirante e seus aliados de Brasília, Goiás, Barra da Tijuca, bem como dos estados germanofilos do Sul brasileiro).

O TSE não vai abrir nenhum programa de migração para Miami, por entender que Jardins, Itaim, Tatuape, Morumbi e Moema já podem ser considerados condados do estado da Florida.

Sem mais para o momento.

Tribunal Superior Eleitoral.

Brasília, 16 de março de 2015
(Ano 13 do martírio tucano-paulista) 

Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*