27/09/2019
Por Edilson Silva em Nordeste

Banco do Nordeste financia até 100% dos sistemas de geração de energia para MPEs

Gerar a própria energia de forma limpa e sustentável, contribuir com o meio ambiente e economizar na conta com a concessionária já são realidades pra muitos micro e pequenos empreendimentos da Região Nordeste e do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Banco do Nordeste oferece crédito para financiar até 100% dos sistemas de micro e minigeração distribuída de energia, a partir de fontes renováveis, para esses públicos.

Os recursos são do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operado exclusivamente pelo BNB, disponibilizado a empresas dos setores de comércio e serviços, indústrias e agroindústrias.

As taxas da linha FNE Sol estão a partir de 4,1% ao ano (ou 0,33% ao mês), com prazos de pagamento de até 12 anos e carência de até seis meses sobre o principal. O Banco do Nordeste também financia a instalação dos equipamentos, que podem, inclusive, serem dados como garantia da operação.

Em 2019, o BNB já contratou mais de R$ 70 milhões para micro e pequenos empresas gerarem a própria energia, valor 116,5% maior do que no mesmo período do ano passado. São cerca de 450 operações contratadas, acréscimo de 83,1% em relação a 2018.

No Rio Grande do Norte, até agosto de 2019, foram quase R$ 6 milhões aplicados no segmento, alta de 16% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Uma das empresas que contratou o FNE Sol foi a Pousada Porto Belo, em Caicó. Com a instalação dos painéis solares no estacionamento de uma das unidades, o proprietário Tarcísio Melo reduziu a conta de energia em mais de 95% e já tem acúmulo de créditos com a distribuidora.

“Eu percebi que energia solar era uma daquelas coisas que se você não tiver, você fica para trás. Já sabia que o Banco do Nordeste trabalhava com essa linha de crédito, então fui conhecer. O resultado foi tão bom que já implantei outra geradora com recursos próprios. Energia solar já é realidade”, contou o empresário.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter