10/04/2019
Por Edilson Silva em Religião

TV Pai Eterno exibe filmes especiais de preparação para a Páscoa

Espectadores de todos os cantos do país são convidados a acompanhar uma programação especial de filmes para a Páscoa. Entre os títulos selecionados estão O Evangelho Segundo João, que será exibido na Sexta-feira Santa, dia 19 de abril, às 20h30. E Marcelino Pão e Vinho, produção que será veiculada na TV Pai Eterno no Domingo de Páscoa, 21 de abril, às 14h30.

Marcelino Pão e Vinho, “The Miracle of Marcelino”, é um longa-metragem religioso espanhol, datado de 1955, do diretor Ladislao Vajda. Baseado no famoso livro homônimo do escritor José María Sánchez Silva, o drama segue uma narrativa linear e comovente.

Em uma vila simples, “onde todos partilham alegrias e dores”, a comunidade celebra um dia de festa, em que todos os padres se reúnem em comemoração. Menos um. Este faz visita a uma família em que uma criança se encontra debilitada. Mesmo sem o consentimento dos pais, no primeiro momento, o padre conta-lhe a história do menino Marcelino, e do milagre presenciado pelos monges cuidadores do pequeno.

Anos antes, um ataque havia deixado a cidade em verdadeiro caos. O mosteiro, devastado pela guerra, foi reconstruído aos poucos, graças à ajuda de tantos. Quando do término, um bebê foi encontrado à porta do local. Deram-lhe o nome de Marcelino, o santo do dia. Os monges acolheram-no com muito carinho, depois de sabida da morte dos pais. Cada um dos 12 homens foi incumbido de lhe educar: “Cada monge será como um pai e uma mãe a ele”.

Aos cinco anos, a criança era “robusta e esperta”. “Na maior parte do tempo, ele era tão bom quanto um pão”. Era como os monges, carinhosamente apelidados por “Irmão Biscoito etc.” pelo pequeno, definiam Marcelino.

Tomado pelo medo, o menino arteiro decidiu se aventurar em um lugar em que foi avisado para não ir: o sótão do mosteiro. O medo deu lugar à curiosidade. Ele foi atraído para perto de uma estátua com um rosto que transparece amor. A presença do “novo amigo” aproximou Marcelino, que passou a visitá-lo com frequência, levando-lhe comida (pão e vinho), e cobertor para os dias mais frios. Uma voz grave perguntou ao menino: “Marcelino, você sabe quem eu sou?”. Ele respondeu: “O Senhor é Deus!”

Em um desses encontros, a “estátua” recebeu o pão e o vinho e, milagrosamente, concedeu ao pequeno o mais profundo desejo de seu coração: reunir-se com sua mãe e com a Mãe de Deus. Os monges acompanharam o momento de passagem que, mais tarde, trouxe à vila, centenas de pessoas que souberam do Milagre Marcelino.

Vencedor do prêmio de melhor Diretor no Festival Católico de Filmes Internacionais, Marcelino Pão e Vinho é um filme inspirador. O ator mirim, Mark Hernandez, é singelo e encantador na atuação. Com fotografia valiosa para a época, o drama encanta mesmo o espectador dos dias de hoje. Uma mistura de nostalgia e ternura invade as telas.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter