09/02/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu

Prefeitura de Jucurutu intensifica retirada de lixo e entulhos das ruas

O Governo Municipal de Jucurutu por intermédio da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos continua intensificando ações para limpeza e recuperação dos espaços públicos em diversos pontos da cidade.

Nesta sexta (08), uma área localizada nas proximidades do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, recebeu a equipe do Setor de Serviços Urbanos que retirou o entulho acumulado no local.

A Prefeitura pede a colaboração da população para não descartar irregularmente lixo e entulho nas vias e espaços públicos da cidade.


08/02/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu

#BlogEdilsonSilva é eleito e premiado com Diploma de Consagração Pública da SEMARPES – SERIDÓ MARKETING & PESQUISAS

É com imensa satisfação e alegria que recebemos a notícia de que após uma minunciosa pesquisa de opinião pública nossa página #BlogEdilsonSilva foi apontada como sendo a melhor da cidade. A Escolha foi feita através de pesquisa espontânea realizada com centenas de jucurutuenses que foram entrevistados, em diversos bairros da cidade pela SEMARPES – SERIDÓ MARKETING & PESQUISAS.

De acordo com a SEMARPES, as pesquisas são feitas de forma idônea e espontânea, sem nenhuma indicação de nomes, ficando as escolhas à cargo dos entrevistados, numa mostra da imparcialidade, da transparência e legitimidade dos resultados.

Comércios, indústrias, escolas, prestadores de serviços e profissionais liberais que foram escolhidos pela população, participarão em breve de um belíssimo cerimonial para receberem os títulos de consagração pública, que lhes foram concedidos pela excelência em suas atividades profissionais.

Do Blog:

Nossa página foi uma das primeiras a trilhar pelo mundo da blogosfera aqui no município de Jucurutu.  Pelos muitos anos presente na internet, já fazemos parte do dia-a-dia da nossa gente, nunca almejamos holofotes, sempre desenvolvemos nossas matérias mesclando prestação de serviço com temas do cotidiano e de interesse da coletividade. Agradeço a Deus, aos leitores e seguidores pela conquista.

 Muito obrigado a todos!


08/02/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu

Passagem molhada do Sítio Loca recebendo um bom volume de água

A passagem molhada do Sítio Loca, município de Jucurutu continua recebendo um bom volume de água, após fortes chuvas que caíram na região.

Banho garantido neste fim de semana no ambiente de lazer proporcionado pelas chuvas.

Muita água chegando na passagem molhada do Sítio Loca em Jucurutu na manhã desta sexta, 08 de Fevereiro – 2019. Veja no vídeo do #BlogEdilsonSilva

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Novo ambiente de lazer proporcionado pelas chuvas. Banho garantido neste fim de semana na passagem molhada do Sítio Loca – Zona Rural do município de Jucurutu. Vídeo registrado pelo #BlogEdilsonSilva ????????

Publicado por Blog do Edilson Silva em Sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019


08/02/2019
Por Edilson Silva em Brasil, Esporte

Jovens atletas do Flamengo morrem em incêndio no Centro de Treinamento, na Zona Oeste do Rio

Na madrugada desta 6ª feira (8.fev.2019), 1 incêndio no centro de treinamento Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, do time de futebol Flamengo, deixou 10 mortos e 3 pessoas feridas (uma em estado grave).

O espaço fica localizado em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio. O Corpo de Bombeiros foi chamado às 5h e por volta das 7h20 as chamas foram controladas.

As causas do incêndio ainda não foram divulgadas.

Ninho do Urubu:

Antes do acidente, eram contabilizadas mais de 20 instalações no espaço, incluindo 1 módulo profissional, 2 campos, campo de treinamento para goleiro.

O centro é utilizado para treinamento do elenco profissional e das categorias de base. O Ninho do Urubu é considerado 1 dos mais modernos centros de treinamento da América Latina.

Com 1 investimento de R$ 23 milhões, o espaço passou por reformas em 2018, com inauguração de 1 novo módulo. Veja imagens do local antes da tragédia:

A Sede da Gávea, localizada no bairro Lagoa, na avenida Borges de Medeiros, é o principal estabelecimento do Clube de Regatas do Flamengo. É onde treinam a maioria dos atletas do clube.


07/02/2019
Por Edilson Silva em Barra de Santana, Jucurutu

Comunicado – Barragem Oiticica – Equipe de Mobilização Social da KL ENGENHARIA

A Barragem Oiticica encontra-se com cerca de 70% das obras construídas, sua estrutura atual permite acumular até 5 milhões de m³ (metros cúbicos) de água.

O período chuvoso proporcionou um acúmulo de água no Rio Piranhas de modo a embelezar a paisagem da região. Com a chegada da quadra invernosa, está ocorrendo diariamente a sangria em um trecho do barramento, na situação em que se encontra a construção. Esse cenário tornou-se atrativo para visitação e para o lazer da população local e dos municípios vizinhos.

Porém, alguns cuidados devem ser tomados para evitar riscos a vida humana, danos à saúde e ao meio ambiente:

  • O local é impróprio para banho e têm alto risco de afogamento;
  • Caminhar, correr e pular em partes molhadas da Barragem aumenta a possibilidade de acidentes fatais;
  • Mergulhar em locais próximo da barragem é extremamente perigoso, o leito do rio é extremamente irregular e com grande ocorrência de afloramentos rochosos;
  • O lixo quando descartado inadequadamente causam graves problemas ambientais ao solo, e podem causar doenças aos animais e a população;
  • Entrar com garrafas e outros recipientes de vidro na água podem provocar ferimentos, caso sejam quebrados;
  • É importante respeitar as placas de sinalização existentes no entorno da Barragem, tanto para a velocidade dos veículos como para locais de acesso não permitido.

Contamos com a colaboração da população para seguir as orientações de segurança, para assim preservar a vida e o meio ambiente.

“Barragem Oiticica. Água para a Vida!”

Equipe de Mobilização Social da KL ENGENHARIA


07/02/2019
Por Edilson Silva em RN, Tempo

147 municípios do RN em emergência; 92 em rodízio de água e 5 em colapso

O Governo do Rio Grande do Norte vai decretar, por mais 180 dias, a situação de emergência pela seca em 147 municípios, o que representa 88% dos municípios potiguares. A renovação do decreto que vigora até dia 11 de março foi definida na tarde desta quarta-feira (6) em reunião do Comitê Estadual para Ações Emergenciais de Combate aos Efeitos da Seca, entidade coordenada pelo Gabinete Civil.

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, tenente coronel Marcos Carvalho, o decreto leva em consideração análises técnicas dos diversos órgãos que integram o Comitê e que monitoram a segurança hídrica do estado. A situação de emergência pela seca facilita o trâmite dos processos que envolvem obras e serviços que minimizem os impactos causados pela escassez de chuvas.

Dados da Caern apresentados na reunião mostram que 151 municípios são abastecidos pela companhia, dos quais 92 estão em rodízio e cinco em situação de colapso. De acordo com o secretário-chefe do Gabinete Civil, a situação mais preocupante é dos municípios do Alto Oeste onde os reservatórios ainda estão com baixo volume hídrico.

Municípios em situação de emergência:

Acari, Açu, Afonso Bezerra, Água Nova, Alexandria, Almino Afonso, Alto do Rodrigues, Angicos, Antônio Martins, Apodi, Areia Branca, Baraúna, Barcelona, Bento Fernandes, Boa Saúde, Bodó, Bom Jesus, Brejinho, Caiçara do Norte, Caiçara do Rio do Vento, Caicó, Campo Grande, Campo Redondo, Caraúbas, Carnaúba dos Dantas, Carnaubais, Cerro Corá, Coronel Ezequiel, Coronel João Pessoa, Cruzeta, Currais Novos, Doutor Severiano, Encanto, Equador, Espírito Santo, Felipe Guerra, Fernando Pedroza, Florânia, Francisco Dantas, Frutuoso Gomes, Galinhos, Governador Dix-Sept Rosado, Grossos, Guamaré, Ielmo Marinho, Ipanguaçu, Ipueira, Itajá, Itaú, Jaçana, Jandaíra, Janduís, Japi, Jardim de Angicos, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, João Câmara, João Dias, José da Penha, Jucurutu, Jundiá, Lagoa D´Anta, Lagoa de Pedras, Lagoa de Velhos, Lagoa Nova, Lagoa Salgada, Lajes, Lajes Pintadas, Lucrécia, Luís Gomes, Macaíba, Macau, Major Sales, Marcelino Vieira, Martins, Messias Targino, Montanhas, Monte Alegre, Monte das Gameleiras, Mossoró, Nova Cruz, Olho D´Água dos Borges, Ouro Branco, Paraná, Paraú, Parazinho, Parelhas, Passa e Fica, Passagem, Patu, Pau dos Ferros, Pedra Grande, Pedra Preta, Pedro Avelino, Pendências, Pilões, Poço Branco, Portalegre, Porto do Mangue, Rafael Fernandes, Rafael Godeiro, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Riachuelo, Rodolfo Fernandes, Ruy Barbosa, Santa Cruz, Santa Maria, Santana do Matos, Santana do Seridó, Santo Antônio, São Bento do Norte, São Bento do Trairi, São Fernando, São Francisco do Oeste, São João do Sabugi, São José de Campestre, São José do Seridó, São Miguel, São Paulo do Potengi, São Pedro, São Rafael, São Tomé, São Vicente, Senador Eloi de Souza, Serra Caiada, Serra de São Bento, Serra do Mel, Serra Negra do Norte, Serrinha, Serrinha dos Pintos, Severiano Melo, Sítio Novo, Taboeleiro Grande, Taipu, Tangará, Tenente Ananias, Tenente Laurentino Cruz, Tibau, Timbaúba dos Batistas, Triunfo Potiguar, Umarizal, Upanema, Várzea, Venha-Ver, Vera Cruz e Viçosa.


07/02/2019
Por Edilson Silva em São José do Seridó

Governo assina ordem para projeto de recuperação de Passagem das Traíras

O Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, assinou a ordem de serviço para o início dos estudos e elaboração do Projeto de recuperação da Barragem de Passagem das Traíras, no município de São José do Seridó. O Documento foi publicado nesta quinta-feira, 7, no Diário oficial do Estado (DOE).

Os serviços a serem contratados incluem o levantamento da situação ambiental, estudos hidrológicos, estudos topográficos, levantamento das áreas danificadas, estudos de campo para qualificar a intervenção, entre outros. Os recursos serão liberados conforme a execução do cronograma físico-financeiro, prevista pra ser concluída no mês de maio. A empresa contratada é a Aqualtool Consultoria, do Ceará.


07/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

PB está em alerta para fortes chuvas e ventos de 60 km/h

Conforme aviso do Inmet, há risco queda de árvores, alagamentos, ocorrência de raios e corte de energia elétrica

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou que todo o estado da Paraíba deve ficar em alerta para fortes chuvas até a 0h59 desta quinta-feira (7). Conforme o aviso, há risco queda de árvores, alagamentos, ocorrência de raios e corte de energia elétrica.


07/02/2019
Por Edilson Silva em Paraíba, Tempo

Na Paraíba, carros boiam após ruas ficarem alagadas

As fortes chuvas, registradas durante todo o dia, deixaram ruas da Capital totalmente alagadas na tarde desta quarta-feira (6). No popular Mercado da Torre, local que fica próximo ao centro, carros foram flagrados boiando nas vias.

Nas imagens flagradas no vídeo a seguir, os moradores se juntaram para conseguir impedir que o automóvel fosse levado pela correnteza da água.

O caos também foi registrado no Centro de João Pessoa, que ficou parcialmente sem energia, após um raio atingir os postes de energia elétrica da região.

Em uma das avenidas mais movimentadas, a João Machado, os semáforos ficaram sem funcionar e o trânsito parou, gerando congestionamento.


07/02/2019
Por Edilson Silva em Política

O perdão bilionário que Bolsonaro quer dar ao agronegócio

DW – Pressionado por ruralistas, presidente quer anistiar dívidas de mais de R$ 15 bilhões do setor. Medida beneficiaria sobretudo gigantes do campo e, segundo especialistas, poderia arrombar ainda mais previdência.

Desde o resultado das urnas nas eleições de 2018, ruralistas aguardam a promessa do presidente Jair Bolsonaro de perdoar o total das dívidas do setor com o chamado Funrural, a contribuição previdenciária feita por produtores e empreendimentos rurais.

“Estamos juntos nessa briga contra o Funrural”, disse o então deputado federal e já pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro em dezembro de 2017.

A dívida retroativa está atualmente em R$ 15,3 bilhões, de acordo com a Receita Federal. Especialistas afirmam que, se colocado em prática, o perdão seria contraditório, principalmente por afetar a já deficitária Previdência Social, que está em discussão para uma reforma que deve ampliar o tempo de contribuição da maior parte dos trabalhadores do país.

Um dos principais argumentos citados por Bolsonaro para aliviar a dívida do campo seria o impacto desse tributo no pequeno produtor rural. No entanto, dados de dezembro de 2018 sobre os endividados que se inscreveram no programa de refinanciamento do Funrural (hoje conhecido pela sigla PRR) mostram que apenas 1% do valor total da dívida é de produtores rurais individuais, sem inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

Gigantes do agronegócio, principalmente frigoríficos e empresas de alimentos, são os maiores devedores. Além da falta de pagamento em dia, parte dessas grandes corporações tem mais uma coisa em comum: acusações ou condenações na Justiça por crimes de lavagem de dinheiro e desvio de dinheiro público, alguns em operações bem ruidosas como a Lava Jato.

Especialistas apontam ainda outro fator de preocupação para um possível perdão: o rombo que isso deve provocar no caixa previdenciário do país, historicamente em déficit e por isso tema de uma profunda reforma que está sendo prometida pelo atual governo.

“Quando falamos de uma contribuição social como a previdência do setor rural (antigo Funrural), há vinculação direta entre a arrecadação e a aplicação dos recursos. Ou seja, se houver remissão (perdão) da dívida, o governo federal terá de realocar outras receitas para cobrir o rombo. Em um momento de discussão sobre a reforma da Previdência Social, que deve aumentar o tempo de contribuição dos trabalhadores, esse movimento se torna ainda mais improvável”, explica Ralph Melles Sticca, advogado especializado em agronegócio há mais de 15 anos e professor da FGV Agro.

O risco desse perdão ainda poderia causar uma reação em cadeia de outros setores produtivos do país, afirma Mauro Silva, diretor de Assuntos Técnicos da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita (Unafisco), entidade que apresentou em setembro do ano passado uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI) no STF contra a lei que criou o PRR, sucessor do Funrural.

Na ação, que tem a ministra Cármen Lúcia como relatora, a Unafisco critica os últimos dois planos nacionais de refinanciamento de dívidas, e ainda alerta que esses programas já teriam causado um rombo de R$ 175 bilhões nas contas públicas. A Unafisco explica que esse seria o prejuízo da soma de cerca de 40 planos de renegociação de dívidas que o governo aprovou entre 2000 e 2018.

“A Constituição brasileira é clara sobre isso, caso haja um perdão sobre a dívida, é preciso ter dinheiro para substituir. Mesmo que tivesse, isso abriria uma brecha ruim, pois todos os setores poderão pedir o mesmo tratamento. Isso seria o perdão total. Acreditamos que haja um excesso desses programas no país e que muitas grandes empresas deixam de pagar a sua dívida já esperando que o governo permita um refinanciamento posterior”, diz Silva.

Na linha de frente da disputa por benesses aos grandes produtores rurais estão parlamentares próximos do governo Bolsonaro. A deputada Tereza Cristina (DEM-MS)foi relatora da Medida Provisória 793 que estendeu o prazo para inscrição no PRR até 28 de fevereiro de 2018. Tereza é ministra da Agricultura do governo Bolsonaro, cargo que chegou a ser cogitado para o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), autor de um projeto de lei (PL 9252/17) que tramita com urgência na Câmara e que prevê o perdão total da dívida do Funrural, com a extinção da cobrança.

Goergen chegou a ser investigado na operação Lava Jato após ser citado em delação do doleiro Alberto Yousseff em 2015. A acusação de que o deputado teria participado do esquema de corrupção que envolvia a Petrobras e a bancada do PP foi arquivada pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot em 2017.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, a ministra Tereza Cristina é citada em documentos entregues por delatores da JBS em agosto de 2017 como complemento de colaboração premiada à Procuradoria-Geral da República (PGR). Em 2013, quando era secretária do agronegócio em Mato Grosso do Sul, Cristina teria permitido incentivos fiscais à JBS na época que a família dela mantinha negócios com a empresa. A ministra informou ao jornal, em novembro do ano passado, que adotou “políticas de governo” para conceder benefícios fiscais à JBS.

Grandes empresas, grandes dívidas

Da dívida total do Funrural de R$ 15,3 bilhões, um levantamento da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), de 20 de dezembro de 2018, expõe que 2.730 produtores com débitos que somam R$ 3,9 bilhões procuraram o órgão fazendário para inscrição no PRR.

Desse grupo, 372 produtores com cadastro especial no INSS (conhecidos como CEI) somam R$ 39 milhões em débito com a União. O maior devedor da lista é o grupo Tinto Holding, que controla frigoríficos e acumula sozinho uma dívida de R$ 334 milhões. Somando a dívida de todos os produtores com CNPJ o valor chega a R$ 3,88 bilhões, ou 99% do valor total de inscritos para refinanciamento.

Na ADI proposta pela Unafisco contra os refinanciamentos os auditores afirmam que as benesses oferecidas pelo governo historicamente são feitas sem regras rígidas. Citando dados da Receita Federal, a ação Unafisco calcula que “70% dos aderentes aos parcelamentos especiais são empresas com faturamento superior a R$ 150 milhões”.

O principal argumento dos auditores é que programas que reduzem ou perdoam dívidas são majoritariamente voltados para grandes companhias, não pequenos produtores.

“O grande interesse nesses casos parte das grandes empresas. Na área rural são os grandes frigoríficos. O pequeno produtor nem teria dinheiro para fazer lobby nas federações ou no Congresso. A alíquota de 1,5% da comercialização da produção não significa muito no final do ano para o pequeno, mas os 2,05% do grande produtor podem chegar a milhões de reais. É este tipo de produtor que reclama”, afirma Silva.

Em resposta à DW, a PGFN informou que até o final de 2018 já analisou cerca de R$ 927 milhões em dívidas a serem renegociadas, que foram reduzidas a R$ 363 milhões, menos de 40% do valor devido inicialmente.

Problemas na Justiça

Líder de endividamento entre as solicitações de inscrição no PRR, com R$ 334 milhões em débitos, a Tinto Holding é controladora do frigorífico Bertin. O empresário Natalino Bertin é o principal acionista da empresa. Em setembro do ano passado, Bertin foi alvo de um mandado de prisão expedido pela vara de execuções penais da Justiça Federal em Curitiba após condenação por lavagem de dinheiro em uma das ações originadas pela operação Lava Jato. A pena a ser cumprida é de quatro anos e dois meses em regime semiaberto.

Em 2009 a Tinto Holding se fundiu com o grupo JBS, um dos maiores alvos da operação Lava Jato e também devedor do Funrural. A fusão é investigada por órgãos de controle. O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou em 2018 prejuízo de R$ 1,1 bilhão ao BNDES na operação.

Em recuperação judicial desde 2008, a empresa Frigoestrela tem R$ 279 milhões em dívidas com o Funrural e está na segunda posição. O proprietário do frigorífico é ex-deputado federal Etivaldo Vadão Gomes (PP-SP), condenado em segunda instância, no TRF-3, por desvio de verba pública cometido em 1995.

O Frigorífico Margen solicitou renegociação em dívida de R$ 157 milhões e aparece em segundo na lista no PRR. Os sócios Mauro Suaiden e Geraldo Prearo foram presos em uma investigação da Polícia Federal em 2004 que os acusou de lavagem de dinheiro, sonegação de impostos, corrupção em órgãos públicos, falsidade ideológica, apropriação indébita de contribuição da Previdência Social e formação de quadrilha. Os dois foram absolvidos posteriormente. O Margen é uma das empresas alvo da operação Carne Fraca, de 2017, que investiga a prática de adulteração de carnes em frigoríficos do país. Esse caso segue na Justiça.

Suaiden voltou a ser preso em dezembro de 2018 por porte ilegal de armas em Goiás. A Polícia encontrou as armas após fazer uma vistoria em sua causa por causa de ameaças que ele teria feito a uma juíza por não concordar com decisões dela.

De acordo com a PGFN, a JBS foi a principal devedora do Funrural até o final dos anos 2016 e 2017, com débitos que passavam dos R$ 370 milhões. Um dos principais acionistas do grupo, Joesley Batista foi preso na operação Lava Jato em setembro de 2017 por omitir informações em acordo de delação premiada, e também em novembro do ano passado acusado de pagar propina em organização criminosa que atuava na câmara dos Deputados e no Ministério do Meio Ambiente. Em 2015 a empresa devedora recordista foi a Tinto Holding, com R$ 264 milhões a pagar.

A história do Funrural

Criado na década de 1970 sob a Ditadura Militar, o Funrural surgiu como uma cobrança de 2% sobre a comercialização do produtor rural para financiar a previdência do trabalhador do campo. Com a Constituição de 1988, o Funrural foi extinto, mas a cobrança permaneceu, e o valor passou a ser depositado no Regime Geral de Previdência Social, que estabelecia regras diferentes para trabalhadores rurais e urbanos. Nos anos seguintes, as mudanças foram regulamentadas por lei, a nº. 8.212/91 (Lei Orgânica da Seguridade Social) para o agricultor familiar e a nº. 8.540/92 para o empregador rural. Em 2001, a lei nº. 10.256/01 estendeu a incidência para as agroindústrias.

O imbróglio jurídico começou em 2010, quando o STF julgou e deu ganho de causa a um frigorífico que pedia a inconstitucionalidade da lei de 1992. Diversos produtores rurais e empresas agropecuárias acionaram a Justiça para suspender o pagamento do tributo, mas com decisões ainda conflitantes ao redor do país, muitos optaram por depositar os valores em juízo. Outros produtores decidiram por simplesmente deixar de recolher o tributo. Posteriormente, a questão foi decidida favoravelmente aos produtores rurais pessoas físicas que empregam no meio rural, sendo suspensa a execução do dispositivo da lei de 1992 declarado inconstitucional pelo Senado Federal em 2017.

Em março de 2017, porém, o STF julgou novamente a questão, agora sob a égide da lei de 2001, e decidiu que a cobrança é constitucional a partir de então. A maior parte da dívida de R$ 15,3 bilhões foi formada pelos produtores que deixaram de recolher o tributo entre as duas decisões do Supremo.

“O Funrural foi extinto em 1991 com a incorporação do trabalhador rural ao regime geral de Previdência Social, mas os produtores rurais pessoas físicas e jurídicas seguiram recolhendo a contribuição previdenciária sobre a receita bruta da comercialização. A partir de 2001, em decorrência de uma emenda à Constituição Federal de 1988, o tributo deixou de incidir sobre as receitas de exportação, reduzindo substancialmente a contribuição do setor, notadamente exportador. A decisão favorável do STF em 2010 levou muitos produtores à justiça, mas o alcance das novas ações se limitou à cobrança já sob a lei nº. 10.256/01. Por isso a surpresa com a mudança de entendimento do STF em 2017 e o expressivo passivo deixado por aqueles que optaram por não depositar judicialmente os valores”, explica o professor Sticca.

Em janeiro de 2018 o presidente Temer sancionou a lei nº. 13.606/18, que além de ratificar as regras para adesão ao PRR, instituído em julho de 2017, reduziu as alíquotas da Contribuição Previdenciária dos produtores rurais pessoas físicas e jurídicas. Tramita na Câmara em regime de urgência o projeto de lei 9252/2017, que pretende perdoar toda a dívida do antigo Funrural, atualmente em R$ 15,3 bilhões.


06/02/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu

Prefeito Valdir, vice José Pedro e Samuel Figueiredo, Secretário de Agricultura participam do “Café no Campo” no Distrito de Boi Selado

A Prefeitura Municipal de Jucurutu através da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente realizou nesta quarta-feira dia 06 de fevereiro o “2° Café no Campo”.

Agricultores residentes no Distrito de Boi Selado e nas proximidades participaram de uma reunião que contou com presença da equipe técnica da pasta que ao lado de Samuel Figueiredo, Secretário de Agricultura; do prefeito Valdir Medeiros, do seu vice José Pedro e de Raimundo Nonato, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais debateram temas de interesse dos participantes, entre eles cortes de terras, barreiros e outros assuntos.

Quem ganha com essa iniciativa são os agricultores que não precisam mais se deslocar até a sede da Secretaria de Agricultura na cidade para fazerem seus cadastros para o corte de terras. A gestão trabalha para acelerar esse processo e chegar a todas as comunidades rurais pertencentes ao município de Jucurutu”, enfatizou o prefeito Valdir.

Samuel Figueiredo, Secretário de Agricultura e Meio Ambiente também ressaltou a importância desta ação:

Nossa equipe criou o Café no Campo com o objetivo de aproximar os serviços da nossa pasta ao cidadão. Dessa forma conversamos com os agricultores, ouvimos suas necessidades e buscamos meios de atender suas demandas ajudando aos que mais necessitam”, pontuou.

De acordo com a coordenação cerca de quarenta cadastros foram realizados durante o encontro com os trabalhadores rurais.


06/02/2019
Por Edilson Silva em Jardim do Seridó

Rio que banha a cidade de São José do Seridó com cheia nesta quarta-feira descendo para barragem da Traíras

Após as boas chuvas desta terça-feira, quando pluviômetros marcaram chuvas de até 90 milímetros na Zona Rural do Município de São José do Seridó, o Rio São José, importante por ser a principal fonte de recursos hídricos que abastece o município, acordou como mostra a imagem. A cheia do mesmo, renova a esperança do São-Joseense, principalmente daqueles que moram no campo.

Vale lembrar, que esta água, desce até a Barragem das Traíras, reservatório este que está com problemas na sua estrutura física.

Fonte: Chico Grigório – Foto: Alcimar Dantas


06/02/2019
Por Edilson Silva em Parelhas

Barragem Boqueirão de Parelhas já aumentou seu volume de água em 14 centímetros

Devido às fortes chuvas que caíram ontem segunda-feira (4) a tarde e no começo da noite no entorno do Rio Seridó, fez a transferência Boqueirão de Parelhas começar a recebe água durante a madrugada.

Na manhã desta terça-feira (5), os técnicos que trabalham na barragem divulgaram o aumento de 14 centímetros em seu volume de água.

Via Anderson Mix

 


06/02/2019
Por Edilson Silva em Educação

Secretaria de Educação de Jucurutu disponibiliza ônibus para estudantes que irão fazer o IFRN – Caicó

A Prefeitura de Jucurutu, através da Secretaria Municipal de Educação, irá disponibilizar a partir desta quinta-feira (07), ônibus escolar gratuito para os estudantes que irão fazer o IFRN – Caicó.

Local/Horário:

Matutino – saindo as 5h30min. do Posto de Sostenes até o Posto de João da Bomba.

Vespertino – 11h30min. saindo do Bairro Freitas.


06/02/2019
Por Edilson Silva em Classificados, Jucurutu

Ofertas do SUPERMERCADO FLORACI – Rede Seridó

Ainda não aproveitou as ofertas da Rede Seridó?

Não perca tempo, vem pra cá!!

#redeserido #supermercados #vempraca #encartenovo #ofertaodeverao


06/02/2019
Por Edilson Silva em RN

Governo do RN divulga calendário de pagamento dos salários de fevereiro

O Governo do Estado divulgou nesta terça-feira (5) o calendário de pagamento de fevereiro do funcionalismo público. Os salários começam a ser depositados no dia 11 de fevereiro.

Confira o calendário de pagamento:

Em reunião nesta terça-feira, na Governadoria, o secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, também garantiu o pagamento das diárias operacionais dentro do mês trabalhado. “Nós estamos cumprindo o que acertamos com os servidores de fazer o pagamento dos salários até o último dia do mês”, reforçou.


05/02/2019
Por Edilson Silva em Jucurutu

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente promove o Café no Campo em Boi Selado nesta quarta (06)

A equipe técnica da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente estará presente nesta quarta, 06 de fevereiro a partir das 8h da manhã no Mercado Público de Boi Selado para segunda etapa do Café no Campo.

Fará parte das atividades uma reunião com os produtores rurais, onde logo após será servido um café encerrando com a realização dos cadastros dos agricultores para cortes de terra.

O Sítio Riachão foi à primeira localidade a receber a visita dos técnicos, a expectativa é que sejam realizadas outras etapas que atenderão toda Zona Rural de Jucurutu.


05/02/2019
Por Edilson Silva em Natal

Natal divulga nesta quarta programação do Carnaval 2019

A Prefeitura do Natal apresenta nesta quarta-feira (6) a programação do Carnaval em Natal 2019. Na ocasião, o prefeito Álvaro Dias irá mostrar as novidades da folia, atrações nacionais e locais, Blocos, Troças, Escolas de Samba, Tribos de Índios, logística e toda infra-estrutura para os Polos. A divulgação ocorrerá no Versailles Tirol, às 9h.

Na semana passada, a Prefeitura divulgou o resultado da Seleção Pública para atrações musicais e revelações (intérpretes, bandas e grupos), Blocos e Troças para a integrar a programação do Carnaval Multicultural da capital. O resultado pode ser acessado no blog da Funcarte ou na página da prefeitura.


05/02/2019
Por Edilson Silva em Economia

Gás de cozinha fica mais caro nas refinarias nesta terça

A partir de amanhã (5), o botijão de até 13 quilos de gás liquefeito de petróleo (GLP) residencial ficará mais caro. O novo preço médio do produto, anunciado hoje pela Petrobras, será de R$ 25,33. No último ajuste, feito em novembro do ano passado, o preço determinado foi de R$ 25,07. O produto tem reajustes trimestrais.

O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou, em nota, que o reajuste vai variar entre 0,5% e 1,4%, de acordo com o polo de suprimento. O Sindigás calcula que o valor do GLP empresarial está 13,4% acima do GLP para embalagens até 13 quilos.


04/02/2019
Por Edilson Silva em Educação

Secretaria de Educação informa horário de ônibus para o transporte de Estudantes Universitários

A Secretaria de Educação e Cultura do município de Jucurutu comunica aos estudantes que dependem do transporte universitário que o veículo com rota Jucurutu/Caicó voltará a circular a partir desta segunda (04/02) no horário das 17h30min.

Informa ainda que em relação ao acesso dos passageiros ao ônibus, somente estão autorizados Estudantes Universitários.




Facebook


Twitter