08/10/2018
Por Edilson Silva em Política

Apenas três deputados federais se reelegem no RN. Conheça os novos

Menos da metade da bancada federal do Rio Grande do Norte conseguiu renovar o mandato com as eleições deste domingo para o mandato de 2019 a 2022. Dos oito eleitos, apenas três se reelegeram.

O ex-prefeito de Lajes, Benes Leocádio foi o mais votado. Além dele, vai inciar mandato o ex-deputado João Maia, a vereadora de Natal Natália Bonavides, e o deputado estadual Fernando Mineiro, assim como o general Girão.

Com Natália e Mineiro, o PT, que não tinha nenhuma cadeira na Câmara Federal conseguiu duas vagas, enquanto o general Girão representa a ascensão do PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro que vai disputar o segundo turno com Fernando Haddad.

Renovaram os mandatos os já federais Rafael Motta, Fábio Faria e Walter Alves. Do outros deputados, Zenaide Maia venceu para o senado, Beto Rosado ficou na primeira suplência e Rogério Marinho ficou na segunda suplência. Antônio Jácome disputou o senado e não se elegeu e Felipe Maia não disputou as eleições.

Ficaram como suplentes

Coligação Trabalho e Superação I:
1º Suplente: Carla Dickson
2º Suplente: Rogério Marinho

Do Lado Certo:
1º Suplente: Caramuru Paiva
2º Suplente: Garibalde Leite

100% RN:
1º Suplente: Beto Rosado
2º Suplente: José Agripino

Renova RN I:
1º Suplente: Lawrence Amorim
2º Suplente: Salismar

Atual bancada

Só conseguiram renovar o mandato os deputados federais Walter Alves, Rafael Motta e Fábio Faria. Os demais nomes da atual bancada não concorreram ou perderam o pleito.

Zenaide Maia não concorreu para disputar o cargo ao Senado Federal, cargo que conseguiu se eleger.

Beto Rosado, que tentava reeleição, não conseguiu se eleger pela Coligação 100% RN, ficando apenas na primeira suplência.

O deputado Antônio Jácome não disputou a reeleição. Optou por disputar o cargo de senador, mas ficou longe de se eleger.

O deputado Rogério Marinho tentou a reeleição, mas ficou apenas na segunda suplência da coligação Coligação Trabalho e Superação I.

O deputado Felipe Maia desistiu de concorrer ao pleito para abrir a vaga na disputa para o pai José Agripino Maia.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter