07/06/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política

CORRUPÇÃO: Lava Jato identifica repasse de R$50 mil a Gilmar

O pagamento foi feito, em 2016, a um instituto ligado ao ministro Gilmar Mendes (Instituto Brasiliense de Direito Público).

A força-tarefa da Lava Jato identificou o valor após a quebra do sigilo fiscal da Federação do Comércio do Rio de Janeiro, cujo ex-presidente era Orlando Diniz, solto por Gilmar na última sexta-feira.

O empresário presidiu a Fecomércio-RJ por quase 20 anos até ser preso em fevereiro.

Orlando Diniz é réu acusado por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O Ministério Público pede impedimento de Gilmar Mendes, além do impeachment do ministro.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter