20/02/2018
Por Edilson Silva em Paraíba

Açude Coremas está com mais de 26 milhões de metros cúbicos d’água, e Mãe D’água com 15 milhões

De acordo com informações da AESA, o atual volume do Açude Estevam Marinho, na cidade de Coremas é de 26 milhões, 027 mil e 276 metros cúbicos d’água, o equivalente a 4,40% de sua capacidade total, que é de 591 milhões, 646 mil, 222 m3. O reservatório aumentou 68 cm de lamina d’água nas últimas 24 horas, significando quase 03 milhões de metros cúbicos. Os dados são desta terça (20).

Com relação a Mãe D’água, também localizado e Coremas, o atual volume é de 15 milhões, 399 mil e 930 metros cúbicos, o que corresponde a 2,71% de sua capacidade total, que é de 567 milhões, 999 mil, 13 metros cúbicos. Os dois açudes estão na Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu.


20/02/2018
Por Edilson Silva em Concursos, Saúde

Processo seletivo da Sesap entra na fase de análise de currículos

Foram iniciados nesta terça-feira (20) os trabalhos de avaliação de títulos e experiência profissional do Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de 553 profissionais para a Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP – RN). A comissão responsável é composta por servidores de cargo efetivo e fará a análise dos currículos até sexta-feira, dia 23, no Centro de Formação de Pessoal para os Serviços de Saúde (Cefope).

O resultado final está agendado para 10 de março, conforme o cronograma do edital nº 001/2018/GS/SESAP/RN. O processo seletivo recebeu mais de três mil inscrições.

A contratação será pelo período de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período, e deverá amenizar o déficit de pessoal, de modo a suprir a necessidade de hospitais da capital e região metropolitana, preferencialmente. Serão contratados técnicos em radiologia, em biodiagnóstico, e em enfermagem, fisioterapeutas, enfermeiros, farmacêuticos/bioquímicos e médicos. Foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de hoje (20) a relação dos candidatos declarantes de necessidades especiais que tiveram a inscrição deferida.


20/02/2018
Por Edilson Silva em Educação

UFRN convoca aprovados na segunda chamada do Sisu para cadastramento

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) publicou no último dia 19 a segunda chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que inclui aprovados e suplentes para preenchimento das vagas remanescentes da instituição.

Os candidatos devem consultar a lista de convocação no endereço www.sisu.ufrn.br, no qual também está disponível o edital com a documentação necessária para cadastramento e matrícula, que acontecem a partir desta quarta-feira, 21.

Em Natal, o cadastramento dos aprovados na segunda chamada acontece de 21 a 24 de fevereiro na Escola de Ciência e Tecnologia (ECT) da UFRN, localizada no campus central, onde serão atendidos os aprovados em Natal e Macaíba. Os demais devem comparecer aos respectivos campi onde foram aprovados, nas seguintes datas: de 21 a 23 em Caicó e de 22 a 23 em Currais Novos e Santa Cruz.

O horário de cadastramento é o mesmo em todos os locais, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, sendo as datas e os períodos de atendimento divididos por curso, conforme o quadro disponibilizado no edital.


20/02/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, Política

Prefeito Valdir Medeiros fará leitura da mensagem anual à Câmara Municipal de Jucurutu nesta terça

A abertura dos trabalhos legislativos da Câmara de Jucurutu contará com a presença do prefeito Valdir Medeiros que fará a leitura da mensagem anual. Será nesta terça-feira, dia 20 de fevereiro, na Câmara Municipal. A sessão ordinária inicia as 16h e a população é convidada a participar.

A mensagem do chefe do Executivo municipal trará um resumo das ações e programas executados no ano anterior, em diversas áreas da gestão municipal. Na mensagem também é comum apresentar as metas para o ano de 2018.


20/02/2018
Por Edilson Silva em Educação

ProUni: selecionados em primeira chamada têm até dia 23 para comprovar dados

Termina nesta sexta-feira (23) o prazo para comprovação dos dados dos candidatos pré-aprovados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni). A confirmação das informações é requisito para garantir a vaga e deve ser feita na universidade onde o candidato vai estudar.

Os dados que devem ser comprovadas dizem respeito ao cadastro e à renda, tanto do candidato quanto de seu grupo familiar e prova de residência, entre outros. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), os candidatos devem ficar atentos e se informar nas instituições de ensino sobre os documentos, pois informações complementares poderão ser solicitadas.

O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação de instituições privadas de educação superior. Nesta edição, foram ofertadas aproximadamente 243 mil bolsas, sendo 113.863 integrais e 129.124 parciais.

De acordo com o MEC, as bolsas integrais foram destinadas a estudantes com renda per capita de até 1,5 salário mínimo. As bolsas parciais são para os candidatos cuja renda familiar per capita vai até três salários mínimos. Podem concorrer às bolsas do ProUni brasileiros sem diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017, com nota superior a 450 pontos e que não tenham zerado a prova.

O estudante também deve ter cursado o ensino médio completo em escola pública, ou em instituição privada como bolsista integral, ter alguma deficiência, ser professor da rede pública ou estar enquadrado no perfil de renda exigido pelo programa.

O processo seletivo do ProUni é composto por duas chamadas sucessivas. A segunda chamada está prevista para 2 de março. No mesmo dia tem início o prazo para comprovação de informações da segunda chamada, que vai até 9 de março. Em caso de não aprovação, o prazo para manifestar interesse na lista de espera é de 16 a 19 de março.


20/02/2018
Por Edilson Silva em RN, Tempo

Emparn sedia reunião de análise climática para o semiárido a partir de hoje

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, sedia nos dias 20, 21 e 22 de fevereiro a II Reunião de Análise Climática para o Semiárido do Nordeste Brasileiro e o I Workshop de Validação e Autoria do Monitor da Seca do Nordeste.

Participarão dos dois eventos cerca de 20 meteorologistas dos centros de pesquisa da região Nordeste, do Centro de Pesquisa Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) e da UFRN, além de técnicos em áreas ligadas ao monitoramento de chuvas e da seca.

Essa é a última reunião que vai definir como vai ser a quadra chuvosa no semiárido do Nordeste. Durante o encontro, os meteorologistas vão analisar e discutir o comportamento das condições oceânico-atmosféricas e qual a influência delas na ocorrência de chuva no semiárido, no período de março a maio, inverno na região.

Na reunião anterior, realizada em janeiro pela Funceme, em Fortaleza/CE, a conclusão foi de que teríamos chuvas de normal a acima do normal para o período de fevereiro a abril de 2018.

O Monitor de Seca do Nordeste – MSNE (http://monitordesecas.ana.gov.br) é um método de monitoramento de seca através de um processo que consolida informações de diferentes indicadores de seca em sua dimensão (meteorológica, hidrológica e agrícola), impacto e intensidade em um único mapa visando a identificação do estado de severidade desse fenômeno.

O Monitor é gerado mensalmente por um consórcio de instituições (ANA, Funceme, Inema, Apac, entre outras) e tem em sua essência a combinação de fontes de dados, produtos e informações de quem vivencia a seca, garantindo um consenso do desenvolvimento dos estágios, evitando a discordância nos critérios utilizados para implementar ou descontinuar ações e políticas de apoio ligadas a seca, a partir da indicação da severidade e tendência de duração.

No Rio Grande do Norte, 92% do seu território é semiárido, engloba as regiões Central, Oeste e quase toda região Agreste. No semiárido o período de inverno vai de fevereiro a maio, com exceção da região agreste onde o período chuvoso se estende até o mês de agosto.

Média anual de chuva por região do semiárido:

* Central – 630.4 mm (74.9% da chuva ocorre no período de fevereiro a maio) * Oeste – 778.4 mm (75.6% da chuva ocorre de fevereiro a maio) * Agreste – 639.1 mm (83% da chuva ocorre no período de fevereiro a agosto)

A reunião será realizada no auditório Governador Iberê Ferreira de Souza, localizado na sede da Emparn, na Av. Eliza Pereira dos Santos, s/n, Parque das Nações- Parnamirim/RN. O encerramento da Reunião Climática, será no dia 22 de fevereiro às 11h, ocasião em que será feita a divulgação da previsão climática para os meses de março, abril e maio do corrente ano para semiárido do Nordeste brasileiro.


20/02/2018
Por Edilson Silva em Economia

Mais de 16 mil MEIs tiveram registro cancelado por inadimplência no RN

A inadimplência ou falta de parcelamento dos débitos fiscais junto à Receita Federal levaram quase 16,7 mil Microempreendedores Individuais (MEI) do Rio Grande do Norte a ter o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) cancelado. A informação é do Sebrae. No ranking de exclusão, o estado potiguar está entre os estados com o menor índice de cancelamento em números absolutos, ocupando a 18ª posição entre todas as unidades da federação. Em todo o país, 1,3 milhão de MEIs foram excluídos dessa categoria jurídica.

Em outubro, o Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM) divulgou a lista de CNPJ suspensos e alertou sobre o prazo para regularização, que terminou no dia 26 de janeiro. Foram cancelados os CNPJs de MEIs que não pagaram nenhuma guia mensal (DAS) referente aos períodos de apuração de 2015, 2016 e 2017 e não entregaram nenhuma declaração anual (DASN-SIMEI) referentes aos anos de 2015 e 2016.

Ainda de acordo com o Sebrae, o cancelamento dos CNPJs faz parte das estratégias do governo federal de atender melhor os negócios formalizados como MEI, no sentido de elaborar políticas públicas que ajudem no desenvolvimento dessas empresas. Os empreendedores irregulares foram notificados pela Receita Federal em outubro do ano passado para regularização dos débitos. Foram notificados aqueles MEIs que não fizeram nenhum pagamento do boleto mensal nos três últimos anos e que estavam com as Declarações Anuais do Simples Nacional (DASN-SIMEI) atrasadas.

O cancelamento é previsto na Lei Geral da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte e regulamentado pela Resolução n.º 36/2016, do CGSIM.

Com a baixa de quase 17%, o Brasil passou de 7,8 milhões de MEIs para 6,42 milhões de empreendedores inscritos nessa figura jurídica. Com a redução, o Rio Grande do Norte, que contabilizava 103.794 microempreendedores, agora conta com 87.119 negócios formalizados como MEI.

Na avaliação da coordenadora do MEI no Sebrae-RN, Ruth Maia, esse percentual de MEI que estava inadimplente provavelmente já estava com o negócio fora de operação e, por isso, não impactava na arrecadação de impostos nem influenciava no atendimento do Sebrae a esse público.

É considerado MEI aqueles profissionais que trabalham por conta própria e que ganham até R$ 81mil por ano. Para ser enquadrado como MEI, o empreendedor precisa exercer uma das mais de 400 atividades regulamentadas para essa categoria de negócio, não deve ter participação em outra empresa, podendo ter até um empregado.

Segundo o Sebrae, um dos principais atrativos do programa do MEI é a tributação diferenciada. O empreendedor pagar um valor mensal fixo que corresponde a 5% do salário mínimo. A maior parte desse recolhimento vai a cobertura previdenciárias, e R$ 5 de ISS para o município, se a atividade for serviço, ou R$ 1 de ICMS para o estado, se for comércio ou indústria.

Com o registro, o trabalhador passa a ter CNPJ e a emitir notas fiscais, atuando como uma empresa, o que também facilita financiamentos e aluguel de máquinas de cartão de débito e crédito. Além disso, o MEI tem garantias de benefícios previdenciários, como auxílio-doença, salário-maternidade e aposentadoria por idade, mediante pagamento mensal de no máximo R$ 53,70.7

G1RN


19/02/2018
Por Edilson Silva em RN

Governo inicia distribuição de 730 toneladas de sementes nesta terça-feira

O Governo do RN, por intermédio da Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e da Pesca – Sape, inicia nesta terça-feira, dia 20, a distribuição de 729,9 toneladas de sementes pelo Programa Banco de Sementes – BS. A entrega das sementes ocorrerá nas 10 regionais da Emater/RN, localizadas nos municípios de Pau dos Ferros, Umarizal, Mossoró, Assú, Caicó, Currais Novos, João Câmara, Santa Cruz, São Paulo do Potengi e São José de Mipibu.

Para implementar a ação, o Governo do Estado investiu R$ 9,17 milhões na aquisição das sementes. Serão beneficiados mais de 51 mil agricultores familiares cadastrados no sistema Ceres da Emater/RN, em 157 municípios do RN. “Um Programa de extrema importância para o agricultor familiar potiguar, fundamental a sua subsistência. Mesmo diante da crise financeira que o estado enfrenta, o governador Robinson Faria reuniu esforços para garantir os investimentos no setor. Com boas previsões meteorológicas, indicando uma boa quadra chuvosa, essas sementes, certamente, renderão boas colheitas para o produtor rural”, enfatiza o secretário Guilherme Saldanha.

O Programa Banco de Sementes disponibiliza para o plantio de subsistência e forragem animal, sementes de milho, feijão, sorgo Ponta Negra e arroz. As variedades distribuídas são adaptadas às condições do semiárido do nosso Estado, permitindo precocidade e produção com baixo índice pluviométrico. São resultantes de um longo trabalho de pesquisas da Emparn/Embrapa.

Por variedade serão entregues um total de 233,2 toneladas de feijão; 278,2 toneladas de milho; 188,4 toneladas de sorgo Ponta Negra; e 30 toneladas de arroz. Este ano cada produtor vai receber cinco quilos de feijão, cinco quilos de milho e outros três de sorgo ponta negra, utilizado como ração para animais. Especificamente nas cidades de Felipe Guerra e Apodi, também serão distribuídas 30 toneladas de arroz, em virtude de associações nesses lugares trabalharem na produção desses grãos.

A reposição dos estoques de cada banco é aferida pelos técnicos da Emater/RN no final de cada safra que, devido à persistência da seca severa que tem abatido sobre todo o RN, estes estavam totalmente comprometidos, implicando em estoques remanescentes dos BS praticamente zerados. A filosofia do Programa requer que os agricultores realimentem os bancos com as sementes produzidas, entretanto, a dificuldade em virtude da seca tem exigido que o Governo reponha plenamente esses estoques.

Para participar do Programa, o interessado deve ser agricultor familiar de baixa renda, procurar um dos escritórios locais da Emater/RN, no seu devido município. As próximas inscrições, para safra 2019, deverão ocorrer entre os meses de julho e setembro próximos.

CALENDÁRIO DE ENTREGA 2018:

De 20 a 23 de fevereiro: Pau dos Ferros, Umarizal, Mossoró e Assú;

De 26 a 27 de fevereiro: Caicó e Currais Novos;

Dia 28 de fevereiro: João Câmara e Santa Cruz;

De 01 a 02 de março: São Paulo do Potengi e São José de Mipibu.


19/02/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Jucurutu ocupa oitavo lugar no ranking do acumulado de chuvas monitorado pela EMPARN

Foto: Edilson Silva

O município de Jucurutu ocupa oitavo lugar no ranking do acumulado de chuvas monitorado pela EMPARN. A cidade de Jardim do Seridó está no topo do ranking do acumulado de chuvas, monitorado pela EMPARN. Na cidade choveu até agora 169 milímetros.

  • Jardim do Seridó – 169.0
  • Florânia – 150.1
  • Caicó – 146.3
  • Santana do Seridó – 117.1
  • São Jose do Seridó- 117.0
  • São Vicente – 106.4
  • Cerro Cora – 100.1
  • Jucurutu – 100.1
  • São Joao do Sabugi – 100.0
  • Parelhas – 65.3
  • Ouro Branco – 56.2
  • Timbaúba dos Batistas – 47.5
  • São Fernando – 43.0
  • Cruzeta – 39.9
  • Carnaúba dos Dantas – 25.5
  • Bodó – 15.0
  • Acari – 14.4
  • Equador – 5.8


19/02/2018
Por Edilson Silva em Santa Cruz

Em Santa Cruz , no agreste, choveu mais de ‘100 mm’ em menos de uma semana

Santa Cruz registrou chuvas que, somadas, tiveram mais de 100 milímetros ao longo da semana passada. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Agricultura, o dia que mais choveu foi a Quarta-feira de Cinzas, com quase 70 mm. Na sexta e no sábado outras chuvas intensas caíram sobre Santa Cruz, com mais de 30 mm no acumulado, totalizando mais de 100 mm em menos de uma semana.

Em algumas comunidades rurais o número também se aproximou disso, o que trouxe boa expectativa para o homem do campo de um bom período chuvoso neste ano de 2018, já que a quadra chuvosa da região está apenas começando.

Segundo a EMPARN, o Rio Grande do Norte deve ter chuva acima da média histórica em várias regiões do estado. As expectativas para março, abril e maio, especialmente, são de chuvas intensas.

Por Édipo Nathan


19/02/2018
Por Edilson Silva em RN

Detran inicia cronograma de vistoria do transporte público escolar

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) iniciou no sábado (17) o trabalho de vistoria nos ônibus utilizados pelas prefeituras do interior do Estado para transportar estudantes. As primeiras cidades visitadas pelos técnicos do Detran foram Nova Cruz e Santa Cruz, sendo vistoriados cerca de 60 ônibus. Neste primeiro semestre, outros 18 municípios terão ônibus estudantis inspecionados pelo Detran.

O trabalho tem o objetivo de zelar pela segurança dos estudantes que utilizam regularmente o transporte no trajeto de ida e volta à escola. A ação consiste em notificar as prefeituras para que envie para o procedimento de vistoria todos os ônibus cadastrados pelo munícipio a realizar o transporte de estudantes. Nesse sentido, as equipes de vistoriadores veiculares do Detran analisam os itens de segurança e demais especificações determinadas pela legislação.

O cronograma de vistorias para o primeiro semestre deste ano segue nos próximos dias com fiscalizações nas cidades de Canguaretama, Macaíba, Caicó, Currais Novos, João Câmara, São Paulo do Potengi, Angicos, Assú, Pau dos Ferros, São Miguel, Mossoró, Apodi, Parnamirim, Ceará Mirim, Alexandria, Patu, Parelhas e Jucurutu.

A medida faz parte do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Detran e o Ministério Público Estadual (MPE) que tem como objetivo fiscalizar a frota de ônibus estudantis que transportam alunos das escolas públicas de todo o Rio Grande do Norte. Os resultados das fiscalizações são encaminhados através de relatório ao Ministério Público Estadual (MPE) para que, se preciso for, sejam tomadas as devidas providências legais. As vistorias iniciam às 8h e sempre aos sábados.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina que o transporte escolar só deve trafegar se for registrado como veículo de passageiros, com inspeção semestral dos equipamentos de segurança, com pintura de faixa horizontal na cor amarela com o dístico “ESCOLAR”, em preto. Também é exigido equipamento registrador instantâneo inalterável de velocidade e tempo; com lanternas de luz branca, fosca ou amarela dispostas nas extremidades da parte superior dianteira e lanternas de luz vermelha dispostas na extremidade superior da parte traseira. O veículo tem que possuir cintos de segurança em número igual à lotação, além de outros requisitos e equipamentos obrigatórios estabelecidos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Nessas ações o Detran inspeciona todos os itens de segurança do veículo desde os pneus até cinto de segurança, como também é avaliada a documentação do condutor, que deve ter idade superior a vinte e um anos, portar carteira de habilitação na categoria D ou E, não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os doze últimos meses, além de ser aprovado em curso especializado.


19/02/2018
Por Edilson Silva em Parnamirim

Parnamirim tem o fevereiro mais chuvoso da história

Nunca choveu tanto em Parnamirim no mês de fevereiro como agora. Pelo menos desde 1963, quando os dados de precipitação pluviométrica começaram a ser monitorados.

No fim de semana passado, da manhã da sexta-feira (16) até a manhã de hoje (19) , a unidade de meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), registrou fortes chuvas em vários municípios do Estado, com destaque para Pureza, com 280 milímetros e ainda, Ceará-Mirim, com 208,9 mm.

O monitoramento das chuvas é realizado no Rio Grande do Norte desde 1963 e, em Parnamirim, este mês de fevereiro é o mais chuvoso da história, com um acumulado de 503 milímetros (mm), até agora. Antes o recorde foi registrado em fevereiro de 1974 com um volume de 324mm.

No fim de semana foram 116 postos pluviométricos com registro de chuvas. Na mesorregião Oeste as chuvas em Major Sales, com 113,2 milímetros (mm), seguido de São Miguel, com 79, 5mm. No Agreste destaque para as chuvas em Monte Alegre, com 95mm e no Leste para Pureza. Na região Central choveu mais forte em São Bento do Norte e Pedro Avelino.

A previsão da EMPARN, para os próximos dias é de que as chuvas continuam em todas as regiões do estado, já que as condições continuam favoráveis, principalmente a presença da Zona de Convergência Intertropical que continua sobre a região Nordeste.


19/02/2018
Por Edilson Silva em São João do Sabugi

Foto: Rio Sabugi de barreira a barreira

O rio Sabugi, que banha as terras do município de São João do Sabugi, amanheceu com muita água nessa segunda feira, como diz o ditado: “De barreira a barreira”. Sua foz acontece no rio Seridó, pertencente à bacia do rio Piranhas-Açu. O rio tem sua nascente no planalto da Borborema, ao norte de Taperoá, e segue ao município paraibano de Santa Luzia, onde vem a adentrar o Rio Grande do Norte vindo desaguar no rio Seridó, a 5 km da cidade de Caicó.


19/02/2018
Por Edilson Silva em Assu

Barragem Armando Ribeiro ganha 6 milhões de m³

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves ficou com um saldo de 5.921.800 de metros cúbicos no período de 9 a 18 de fevereiro, diante das chuvas que caíram neste período. Localizada na bacia Piranhas-Assu a barragem é o maior reservatório de água do RN e, embora continue em situação crítica, o açude vem dia a dia ganhando volume neste mês de fevereiro.

Os dados são do Instituto de Gestão das Águas do Estado do RN (Igarn), que divulgou o relatório de volume dos reservatórios nesta tarde de domingo (19).

Segundo o presidente do Igarn, Josivan Cardoso, os açudes pequenos estão praticamente cheios ou perto de encher, melhorando muito a situação do homem do campo em várias regiões do estado. ´

Veja abaixo o saldo de volume para o período de 9 a 18 de fevereiro nos principais açudes do RN:

  • Armando Ribeiro Gonçalves (Assú)- 5.921.800
  • Mendubim (Assu) – 1.633.937
  • Tabatinga (Macaíba) – 820.688
  • Itans (Caicó) – 752.000
  • Boqueirão de Angicos (Afonso Bezerra) – 124.262
  • Marechal Dutra (Gargalheiras) – 3.685


19/02/2018
Por Edilson Silva em Caicó

Açude centenário transborda em Caicó

O açude do Recreio, com mais de cem anos de história no município de Caicó, considerado o segundo mais antigo do país, transbordou depois da chuva desse domingo.

O reservatório foi construído em 1842, e em 03 de dezembro de 2001, foi declarado patrimônio histórico e cultural do município de Caicó, para fins de tombamento e preservação, segundo a Lei Nº 3.923.


18/02/2018
Por Edilson Silva em Jucurutu, Tempo

Chuvas modificam paisagens no município de Jucurutu

E aos poucos o cenário vem sendo modificado nas últimas semanas. O que antes estava totalmente cinza em virtude da seca que castigava a região, hoje deu lugar ao verde o que tem sido motivo de alegria, esperança e fé para o homem da cidade e do campo.

Veja nas imagens registradas pelo Blog Edilson Silva:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


18/02/2018
Por Edilson Silva em Textos de Motivação

Encontre na generosidade o nutriente essencial da vida

A palavra generosidade nos traz à mente a sugestão de doação de algo material.

É claro que muita gente precisa mesmo é de algum conforto material, mas a nossa possibilidade de exercitar a generosidade ultrapassa o lado material.

Podemos fazer a diferença para muitas pessoas doando um pouco da nossa boa vontade, da nossa atenção.

Gentileza:

Quando somos atenciosos com o caixa do supermercado estamos doando um pouco de si. O mesmo acontece quando tratamos com gentileza qualquer pessoa, do trabalho ou do convívio familiar.

Dizem que a nossa felicidade é muito evidenciada pela maneira como tratamos as pessoas estranhas. Quem sabe não damos um impulso simplesmente tratando bem todos que nos cercam. Fazemos isto olhando nos olhos, ouvindo, e respondendo gentilmente.

Somos muito o que praticamos insistentemente. Se praticamos a doação desinteressada, isso acaba se incorporando aos nossos hábitos, ao nosso modo de ser.

Doar é uma fonte de felicidade, como apontam vários estudos, por exemplo o publicado no New York Sunday.

Cita o artigo que estudos constataram níveis de felicidade superior para aqueles que doaram sangue.

Doar de si é ser atencioso com um estranho na rua, dando orientações sobre direção e localização, ou qualquer outro tipo de ajuda.

Qualquer trabalho voluntário e comunitário se enquadra nessa categoria de doação.

Estudos conduzidos pela Universidade de Michigan citado no mesmo artigo, apontam que pessoas que doam são menos propensas à depressão.

Há sempre aquela discussão do ovo e da galinha, as pessoas felizes são mais propensas a doar ou as pessoas que doam são mais felizes?

Caridade:

Os estudos demonstraram que a doação e a caridade processam uma alteração na química cerebral e reduz o hormônio do estresse.

Outra questão sobre a doação e a felicidade, é se doamos para ter o prazer de ouvir – obrigado – ou podemos doar e ter o mesmo prazer mesmo sem o – obrigado.

Nesse sentido a Universidade de Duke conduziu um estudo com idosos num experimento de massagear bebês, que não poderiam retribuir com o – obrigado.

O fato é que alterações hormonais e níveis de epinefrina e norepinefrina no cérebro, bem como redução do cortisol foram detectados nos idosos após ministrarem a massagem.

O blog DailyGood divulgou um estudo longo que começou em 1920 em Okland-California sobre a correlação entre doação e felicidade. O artigo foi escrito por Jill Neimark, autor do livro Why Good Things Happen to Good People? – Porque coisas boas acontecem com pessoas boas?

A notícia interessante é que o comportamento de doação apresenta benefícios mesmo passados 50 anos dos eventos, conforme o estudo constatou.

Vale a pena praticar.

Rubens Sakay


18/02/2018
Por Edilson Silva em Caicó

Falta 30cm para a Barragem do Manhoso começar a sangrar

A Barragem do Manhoso, localizado na zona rural de Caicó, está próxima de atingir sua lâmina de sangria. Faltam apenas 30 cm para transbordar. As águas da sangria da Barragem do Manhoso deságua no rio Barra Nova que por sua vez irá desembocar no açude Itans.


18/02/2018
Por Edilson Silva em Esporte

América vence o Globo, mas fica sem o título

O América venceu o Globo na tarde deste sábado (17), na Arena das Dunas. O Alvirrubro saiu atrás no placar, mas conseguiu a virada nos acréscimos do segundo tempo. Os gols foram marcados por Tiago Sala e Lopeu. Erick anotou para a Águia.

Com o triunfo, o América até ficou perto do título. No entanto, a vitória do ABC sobre o ASSU atrapalhou o sonho rubro. Com 18 pontos, os mesmos do rival, o Alvirrubro terminou o primeiro turno na segunda colocação da Copa Cidade do Natal. A vantagem do ABC foi no saldo de gols: 12 a 10.


18/02/2018
Por Edilson Silva em Política

Temer (MDB) joga o jogo da intervenção para não ser derrotado na reforma da Previdência

A classe política está sempre brincando com a população.

Agora o governo do presidente Temer (MDB) faz de conta que quer resolver a questão da violência no Rio de Janeiro, e usa, como estratégia daqueles jogos eletrônicos que você manipula os personagens, os homens das Forças Armadas.

Quando, na realidade, Temer quer esconder a cara no saco e conter a vergonha de não conseguir votos para aprovar a reforma da Previdência.

Como em estado de intervenção federal é proibido mexer na Constituição, e a reforma da Previdência é uma PEC – Proposta de Emenda Constitucional – não poderá ser votada enquanto houver qualquer intervenção no país.

Então explicado: Temer brinca de intervir para não chorar a derrota da reforma.

E o Brasil segue no baile do cada vez pior.

Por Thaisa Galvão




Facebook


Twitter